quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Cristão preso por ler a Bíblia em público nos EUA é liberto


Ler a Bíblia em voz alta em um espaço público, na frente das pessoas, não é um crime. Isso foi deixado claro por um tribunal federal dos Estados Unidos, que decidiu a favor de um cristão que foi preso por ler a Bíblia na frente de um escritório do governo na Califórnia. As informações são da CBN News.
Mark Mackey foi preso em fevereiro de 2011 por Darren Meyer, um oficial da patrulha da estrada na Califórnia (EUA), enquanto ele estava lendo a Bíblia em voz alta, na frente de um grupo de pessoas fora do Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia.
O 9° Circuito Tribunal de Apelações derrubou uma decisão do tribunal inferior que havia concedido julgamento sumário em favor do oficial Meyer, de acordo com o site Christian News.
Brett Coronado, pastor assistente na cidade de Hemet, disse que a atividade de Mackey fazia parte do ministério de evangelismo de sua igreja, que inclui a leitura da Bíblia em público e a distribuição de trechos do Evangelho às pessoas que passam na rua.
Discordância
Em sua decisão, o Tribunal de Apelações do 9º Circuito não concordou com o relato do oficial sobre o incidente, observando que a "versão dos eventos de Meyer é completamente desmentida por imagens de vídeo e áudio que não revelam qualquer confronto e simplesmente mostra Mackey lendo a Bíblia em voz alta, distante das pessoas que estão em pé numa fila".
Mackey saudou a decisão do tribunal, dizendo: "A justiça ainda prevalece, estou animado que nosso país esteja indo na direção certa".
Seu advogado, Robert Tyler, disse que a decisão "renova minha esperança no sistema de justiça". "Um homem inocente que exerce sua liberdade religiosa e liberdade de expressão foi processado criminalmente com base em declarações errôneas apresentadas por um relatório policial falso e enganador", disse o advogado.
O oficial testemunhou que prendeu Mackey para obstruir e intimidar um "público cativo" dos povos que esperam para negociar o negócio com o Departamento de Veículos Motorizados. O oficial afirmou que Mackey estava "gritando com as pessoas esperando na fila" e que havia um "evidente confronto verbal entre o grupo de homens e as pessoas em pé na fila".
Após sua prisão, Mackey foi processado criminalmente no tribunal estadual da Califórnia. Ele então entrou com um processo contra o oficial Meyer, alegando prisão ilegal em violação da 4ª Emenda, bem como prisão falsa sob a lei estadual.

Nenhum comentário:

COLEIRA ERVA DE SANTA MARIA - PREÇOS ESPECIAIS PARA REVENDA

ENTRE NO LINK ABAIXO E COMPRE PARA REVENDA . https://petpetsbrasil.loja2.com.br/3600225-COLEIRA-ERVA-DE-SANTA-MARIA-REPELENTE-A-PULGAS-...