terça-feira, 16 de setembro de 2014

TIPOS DE LÍDER - COM QUAL VOCÊ SE ASSEMELHA ?


Você sabia que os diferentes tipos de liderança podem ser associados com as características de alguns animais?

De acordo com uma pesquisa realizada pela FIA (Fundação Instituto de Administração), conduzida pelo professor Alfredo Behrens, coruja, águia, vaca, leão, abutre e castor são os animais que guardam mais semelhanças com os líderes.

O estudo, que ouviu estudantes de MBA (Master Business Administration) do Brasil e do exterior, perguntou com qual tipo de líder a pessoa gostaria de trabalhar e com qual líder ela acredita que a maioria dos colegas de trabalho gostaria de conviver.

No Brasil, no segundo caso, o líder do tipo vaca foi o mais citado.

Vaca
 
Apesar de, geralmente, a palavra ser utilizada em contextos depreciativos, quando se trata de carreiras, o líder do tipo vaca é caracterizado por ser protetor, confiável, justo e amável.

Segundo Behrens, este tipo de líder é paternalista e sua escolha reflete a sociedade brasileira, historicamente patriarcal; fato que, para ele, torna esta liderança ainda mais eficaz no Brasil.

Por outro lado, quando perguntados com que tipo de líder gostariam de trabalhar, a maior parte dos estudantes brasileiros elegeu o líder do tipo coruja, cujas características são a intelectualidade, a segurança, o equilíbrio e os ares de professor.

Este tipo de líder, aliás, foi o preferido no exterior, sendo o mais citado como o tipo de chefe que os entrevistados gostariam de ter, e também como com o qual os colegas gostariam de trabalhar. Abaixo os tipos de líderes e as suas respectivas características.
  • Coruja: intelectualidade, segurança, equilíbrio, ares de professor;
  • Águia: exigente, rígido e um pouco distante;
  • Vaca: paternalista, protetor, confiável, justo e amável;
  • Leão: focado, confiável, resistente e, às vezes, difícil;
  • Abutre: egoísta, desconfiado, pensa somente em si;
  • Castor: discreto e trabalhador, porém inflexível.
OS 12 MAIORES ATRIBUTOS DA LIDERANÇAAbutre
 
Tanto no Brasil como no exterior, o líder do tipo abutre é aquele com a qual as pessoas menos gostariam de trabalhar, com 38,5% das respostas no Brasil e 31,7% no exterior. 


Veja a seguir 13 tipos diferentes de liderança para se inspirar e motivar:

Tipos de líder: 1) Adaptador

Líderes adaptativos conseguem se colocar acima das mais diversas situações, fáceis ou difíceis, para encontrar as soluções certas e dinâmicas, adaptar seus valores em circunstâncias de mudança. Além disso, eles ajudam seus liderados a se ajustar para aquilo que não é familiar, sem comprometer a confiança, credibilidade e os resultados.

Tipos de líder: 2) Emocionalmente inteligente

Ter consciência de seus próprios sentimentos e também dos das pessoas ao seu redor é a característica de um líder que é emocionalmente inteligente. Eles sabem muito bem como lidar com suas próprias emoções e com as relações com outras pessoas. Sabem influenciar positivamente as pessoas ao seu redor de maneira objetiva e particular.

Tipos de líder: 3) Carismático

Difícil de desenvolver, pois esse tipo de liderança tem muito mais a ver com a personalidade do líder do que com uma habilidade qualquer. Líderes carismáticos, além de boa companhia, são também grandes motivadores. Apesar das vantagens, esse tipo de líder deve tomar cuidado para que não invada o espaço pessoal de seus subordinados ou tome total conta do cenário, sem deixar vagas para outras pessoas possam se destacar.

Tipos de líder: 4) Autêntico

São gerentes que sabem combinar com excelência a integridade, caráter e personalidade. São constantes e disciplinados, mesmo nas situações mais adversas e perigosas.

Tipos de líder: 5) “O” líder

São pessoas que correm atrás de seus objetivos como leões, mas possuem a humildade de cordeiros. Tipo muito raro, “o” líder coloca a empresa como prioridade, chama as responsabilidades para si e é generoso para dar créditos.

Tipos de líder: 6) Cuidadoso

O líder cuidadoso é aquele que não repete padrões simplesmente porque são comuns, mas está em busca constante de mudança e melhoramentos. Ele presta atenção, analisa, e escuta as pessoas ao seu redor, em busca de respostas melhores e perguntas mais inteligentes.

Tipos de líder: 7) Narcisista

Líderes narcisistas são pessoas difíceis de lidar. Eles não escutam, não aprendem e não ensinam. Mesmo assim, é possível identificar algumas características positivas. Líderes narcisistas podem ser extremamente produtivos em períodos de crise e atrair seguidores por conta de suas visões objetivas.

Tipos de líder: 8) Determinados

Para esse tipo de líder, não há desculpas. Eles tomam decisões determinadas mesmo em situações onde as informações são insuficientes. Eles possuem uma disposição mental determinada e imprimem essa mesma característica em seus liderados.

Tipos de líder: 9) Contagiantes

O líder contagiante deve tomar muito cuidado com sua conduta e disposição. Facilmente, a partir de suas decisões, ele influencia a postura de todas as pessoas de sua equipe. Manter-se motivado, transparente e firme em seus valores é muito importante, pois seus liderados irão se sentir da mesma maneira.

Tipos de líder: 10) Servo

É o tipo de líder que age por meio do exemplo. Liderar para ele significa poder servir melhor. Esse tipo de liderança cria ambientes de trabalho muito bons e motivadores, onde as pessoas entendem que as coisas e os valores não são mais importantes que os seres humanos.

Tipos de líder: 11) Contador de histórias

Histórias têm o poder de transmitir valores que simples dados ou metas não conseguem. Saber evocar o tipo certo de emoção em seus liderados por meio de histórias verdadeiras e com significado pode ser a chave para que eles se sintam motivados nas situações mais difíceis.

Tipos de líder: 12) Investidores

Esse tipo de líder sabe identificar quais são os talentos de cada um de seus empregados e investir nessas habilidades para que toda a equipe possa crescer.

Tipos de líder: 13) Tribal

O líder tribal consegue unir os valores e costumes de cada um da equipe e forma uma cultura comum em que todos se sentem confortáveis e ligados para trabalhar.



VIA  GRITOS  DE ALERTA .

Templo de Igreja Evangélica desaba durante culto na Nigéria


Templo de Igreja Evangélica desaba durante culto na Nigéria
Na última sexta-feira (12), na Nigéria o local onde estava a Igreja “A Sinagoga” do televangelista, líder e fundador TB Joshua desabou, e ele defende que a tragédia foi motivada por um atentado do grupo radical Boko Haram e não pela fragilidade do edifício. Até o começo da manhã de domingo eram 44 mortos.
A Igreja, que pertence ao movimento “Igreja de Todas as Nações” na Nigéria, está de luto, quando na sexta-feira o edifício onde a denominação fazia seus cultos veio abaixo. No momento do desmoronamento, segundo informações da CNN, centenas de pessoas estavam no interior do edifício. A informação passada para a imprensa, é que pelo menos 44 pessoas foram literalmente esmagadas pelos escombros. Até o momento que foram passadas as informações, cerca de 140 pessoas tenham sido resgatadas de debaixo dos escombros com vida.
“O número de vitimas pode aumentar, a medida que a operação de resgate for trabalhando, porque cremos que muitas pessoas estão presas sob os escombros”, disse Ibrahim Farinlove, chefe da Agência Nacional de Gestão de Emergências.
O número de vitimas fatais subiu de 17 para 39 na noite de sábado, de acordo com as autoridades locais e já nas primeiras horas do domingo, 14, já estava em 44, conforme relatado pela agência de noticias EFE.
O edifício contava originalmente na planta com dois pisos, que depois foram acrescentados mais três andares, que de acordo com relatos, motivou o desabamentos do prédio.
Cabe destacar que “A Sinagoga – Igreja de Todas as Nações” é dirigida por TB Joshua, um conhecido televangelista que leva ao ar seu programa na área de Ikotun na região de Lagos, Nigéria através do canal Emmanuel TV. O televangelista tem muitos seguidores em todo o país.
Segundo as autoridades informaram, alguns membros da igreja impediram o resgate. Também foi denunciado alguns ataques a meios comunicações que estiveram presentes no local, algo que a igreja tem negado.
O televangelista, líder e fundador da igreja negou que a tragédia foi devido a debilidade da estrutura do edifício, mas sim a um ataque terrorista do grupo radical islâmico Boko Haram.
Através do seu canal de TV Emmanuel, Joshua disse que recebeu uma carta de um membro do Boko Haram o qual ele confessa “como ele teria tentado colocar uma bomba na igreja”.
“No área onde foi construído o edifício, nunca tínhamos presenciado um acidente envolvendo desmoronamento de prédio. O terreno é muito estável. Eu tenho estado aqui durante os últimos 30 anos”, disse TB Joshua.
“Eles estão tentando assustar as pessoas para elas não virem para igreja. Não tenham medo, vocês não são o objetivo deles, eu sou o alvo. Sei que minha hora ainda não chegou. Eu não terminei meu trabalho. Eu quero assegurar que nosso Deus os levará em conta”, disse ele.

CPAD VIA  GRITOS  DE  ALERTA

CAFÉ DA UNIDADE - PASTORES E MÚSICOS

O cristão perde a salvação ao cometer suicídio? Teólogo comenta

Há diversas teorias e estudos a respeito dos pecados que nos levariam a perder a salvação. Uma delas se refere ao suicídio. Um cristão comete suicídio? Se ele cometer perderá a salvação?
O pastor Miguel Núñez, da International Baptist Church, escreveu um artigo comentando o assunto e colocando diferentes linhas de pensamento para tentar chegar a uma conclusão plausível sobre o tema.
Na ótica do pastor, é impossível afirmar que ao cometer suicídio o cristão não teve tempo de se arrepender, pois isso também vale para qualquer outra pessoa que morre repentinamente sem ter tempo para se redimir de seus pecados.
“Ninguém morre sem pecado, porque não há nenhum instante em nossas vidas em que o ser humano está completamente livre do pecado”, pondera o pastor.
Núnez faz uma série de questionamentos que nos leva a pensar sobre o assunto, uma vez que biblicamente falando é possível que um cristão cometa qualquer pecado, inclusive o suicídio.
“Pensamos que o suicídio é um pecado grave, porque atenta contra a vida humana. Mas já estabelecemos que um crente é capaz de eliminar a vida humana, como o fez Davi. Se eu posso fazer algo contra alguém, como não conceber que posso fazê-lo contra mim mesmo? Essa é a nossa posição”, escreveu.
A conclusão do pastor é que não é possível dizer com clareza o que acontece com o cristão que se suicida. O conselho dado é que passamos a estudar mais sobre a salvação que é mais importante do que o suicídio. Leia na íntegra no site do Ministério Fiel aqui.


comente

Três pastores se suicidaram nos últimos 30 dias

O que leva uma pessoa a cometer suicídio? Segundo psicólogos, pensamentos são algo bastante comum. O Centro para Controle e Prevenção de Doenças Mentais dos EUA, afirmam que 3,7% por cento da população acima dos 18 anos, pensou seriamente em suicídio no ano passado.
Embora alguns suicídios sejam resultado de um impulso, a maioria é planejada. Ainda segundo dados do Centro, metade das pessoas que fizeram um plano o levaram adiante.
Nos últimos 30 dias, três suicídios de pastores conhecidos chocou a igreja dos Estados Unidos. Em 10 de novembro, Teddy Parker Jr., 42, pastor da Igreja Batista Bibb Mount Zion, na Geórgia se matou com um tiro na cabeça.
Sua esposa o encontrou caído na entrada da garagem de sua casa num domingo. Ele já havia pregado naquela manhã e a teria de pregar novamente naquele dia. Nenhum bilhete ou explicação foi deixado.
Na semana passada, o pastor Ed Montgomery, que estava de luto pela perda da esposa atirou em si mesmo na frente de sua mãe e filho. Ele e sua falecida esposa, a profetisa Jackie Montgomery, lideravam a igreja Assembleia Internacional do Evangelho Pleno, no Estado de Illinois.
Dia 10 de dezembro, suicidou-se Isaac Hunter, o ex-pastor da igreja Summit em Orlando, Florida. Até o momento, não foi divulgado como ele se matou. O caso chamou atenção da mídia secular porque o pai de Isaac, o pastor Joel Hunter tem sido chamado de “mentor espiritual” do presidente Barack Obama, com quem tem se encontrado com frequência para orações na Casa Branca.
Existem muitas estatísticas sobre como os pastores enfrentam problemas como depressão, esgotamento físico e mental. Nenhuma delas é animadora. Segundo o Instituto Schaeffer, 70% dos pastores lutam constantemente com a depressão, e 71% estão “esgotados”. Além disso, 72% dos pastores dizem que só estudam a Bíblia quando precisam preparar sermões, 80% acredita que o ministério pastoral afeta negativamente as suas famílias, e 70% dizem não ter um “amigo próximo”.
O Instituto Schaeffer também estima que 80% dos estudantes de seminário (incluindo os recém-formados) irão abandonar o ministério dentro de cinco anos. Não há dados consistentes sobre quantos cometem suicídio, mas está claro que os pastores não estão imunes a isso.
Psicólogos apontam várias razões pelas quais as pessoas cometem suicídio, de depressão a psicose, quase sempre em meio às situações estressantes da vida.  A colunista da revista Charisma, Jennifer LeClaire, que escreveu vários livros sobre batalha espiritual, comentou o caso dos três pastores.
Ela conclama as igrejas a orarem mais por seus líderes e, ao mesmo tempo que se mantém alertas sobre sintomas de depressão nos pastores, os membros deveriam estar cientes que o diabo tem preparado muitos ataques às igrejas nesse período em que os sinais da vinda de Jesus parecem estar se intensificando.Com informações Charisma News.

PASTOR COMETE SUICÍDIO

O pastor da 1ª Igreja Batista de Serrinha, na Bahia, foi encontrado morto na noite desta terça-feira (9). Segundo testemunhas, Agnaldo Alonso Ferreira Freitas Junior cometeu suicídio ao se enforcar utilizando uma corda presa ao TELHADO da área de serviço da casa onde morava.
“O que se comenta aqui é que ele havia retornado do culto com a esposa e, alguns minutos depois, os vizinhos ouviram a mulher dele pedindo socorro. O rapaz que mora ao lado correu, pulou o muro e encontrou o corpo já pendurado”, afirma um policial que atendeu a ocorrência. Após a realização da perícia, o corpo do pastor foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana.
Amigos afirmam que a possível causa do suicídio é que o pastor Guina, como era conhecido, passava por uma grave crise de depressão. Agnaldo comemorou recentemente dez anos de casado. Deixa a esposa e dois filhos.
Formado no Seminário Teológico Palavra Da Vida de Atibaia (SP), Agnaldo recebeu homenagem de vários de seus ex-colegas nas redes sociais.  Uma delas, Sandra Yamashita, lamentou o ocorrido e pediu mais atenção da igreja evangélica aos casos de depressão que atinge a muitos irmãos.
“A depressão tem atingido nossas igrejas, nossas escolas, nossos lares e nossa sociedade. Choro porque ela não é uma doença visível e facilmente detectável, mas age mais cruelmente que o câncer, espalhando-se e destruindo a vida através da desesperança”, escreveu. 
Com informações Bahia Já

Nota  do  Bispo Roberto.

Amados  lideres , pastores etc.
Depressão é algo destrutivo , porem  se  tratado tem  um excelente resultado . Não queira agir como um super homem ,pois esse não existe . Procure ajuda de um especialista , peça oração para sua rede de amizade , não tente lutar sozinho . Saiba de uma coisa , Deus te ama acima de tudo . Se precisar se licencie , esse negócio que não podemos parar e  nos tratar é conversado diabo .  Peça licença do ministério , se trate , e tenho certeza que quando retornar vira com muito mais força . 

Senadores querem garantir sobrevivência de rádios comunitárias

A legislação vigente define rádio comunitária como uma emissora de baixa potência e cobertura restrita, sem fins lucrativos ou vínculos partidários e religiosos, que serve de canal de comunicação dentro de uma comunidade para a difusão de ideias, elementos de cultura, tradições e hábitos (Lei 9.612/1998). Apesar da relevância social, muitas dessas rádios encontram dificuldades para se manter em funcionamento.
Garantir a subsistência financeira dessas emissoras é o objetivo de dois projetos que aguardam definição no Senado. O primeiro, o PLS 524/2007, do senador licenciado Marcelo Crivella (PRB-RJ), permite às rádios comunitárias transmitir publicidade comercial, desde que restrita aos estabelecimentos das comunidades atendidas. O outro, PLS 629/2011, do senador Paulo Paim (PT-RS) inclui essas emissoras na Lei de Incentivo à Cultura (Lei 8.313/1991). Os projetos tramitam em conjunto depois da aprovação de requerimento nesse sentido apresentado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR) no final do ano passado.
Carência de recursos
Marcelo Crivella observa que as rádios comunitárias prestam um grande serviço às comunidades mais carentes, mas sobrevivem à custa de “esmolas”. Por isso, identificou a necessidade de permitir a veiculação de propaganda e publicidade em sua programação. De acordo com o PLS 524/2007, que abre essa possibilidade, o tempo de propaganda e publicidade na programação da emissora comunitária será limitado a dez minutos, diariamente.
“O fato de as rádios comunitárias estarem vinculadas a instituições sem fins lucrativos, não significa que elas não possam captar recursos para sua própria sobrevivência, via comércio de publicidade local”, justifica Crivella.
O autor da proposta também observa que a  legislação é extremamente rigorosa com as rádios comunitárias. "Talvez por isso, das cerca de 15 mil rádios existentes, apenas 3 mil estejam em situação legal. O restante opera de forma marginal", acrescentou, na justificação do projeto.
A solução encontrada pelo senador Paulo Paim (PT-RS) foi estimular a participação da iniciativa privada no setor por meio da Lei de Incentivo à Cultura, mais conhecida como Lei Rouanet. É o que propõe o PLS 629/2011. Pelo projeto, cidadãos (pessoas físicas) e empresas (pessoas jurídicas) podem aplicar parte do Imposto de Renda devido nas rádios comunitárias, assim como já ocorre com ações culturais como peças de teatro e shows.
Paim ressalta que a questão do financiamento das atividades das rádios comunitárias nunca foi equacionada adequadamente. “A legislação em vigor admite apenas o patrocínio como apoio cultural de estabelecimentos situados na área da comunidade. Isso não é suficiente para atender às necessidades das rádios comunitárias”, argumenta.
Tramitação
O PLS 629/2011 já havia sido aprovado pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) e contava com parecer favorável na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), mas, em virtude da aprovação do requerimento de tramitação conjunta com o PLS 524/2007, foi dado novo despacho.
A senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO) ficou encarregada de elaborar relatório sobre os dois projetos na CAE. Essas propostas ainda precisarão ser analisadas pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) e, depois, pela CCT, onde deverão ter decisão final.
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

DEMOCRACIA ???? ONDE ??? Eleições 2014: ministro do TSE esclarece regras de utilização da internet

O ministro Henrique Neves da Silva, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esclarece que, na internet, ao eleitor só é proibido caluniar, difamar e injuriar pessoas ou divulgar fatos que não são verdadeiros. Já para os candidatos, as regras são mais rígidas. Ouça a entrevista do ministro do TSE à Rádio Senado.

 
00:0002:33

NOTÍCIAS DO SENADO

AS MARCAS DO FINAL - Bezerro com três olhos é adorado como um deus na Índia

Reprodução/TwitterReprodução/Twitter

Nasceu na Índia um bezerro com três olhos que tem sido adorado por dezenas de pessoas da vila de Kolathur. Eles acreditam que o animal é uma reencarnação do deus Shiva. As informações são do britânico Daily Mail.

"É um animal milagroso, estamos rezando e pedindo para que nos traga sorte. É por isso que queremos ver o bezerro e tomar sua bênção. Não apenas nós, mas toda a gente da nossa aldeia e distritos próximos. É o nosso Deus", afirmou um dos visitantes que rezava para o animal.

De acordo com o dono do animal, o terceiro olho na região frontal da cabeça demonstra a origem sagrada do bezerro e trará sorte para sua família. Shiva, deus que está sendo venerado pelos visitantes, é uma das entidades mais importantes do hinduísmo. 



Entre medo e coragem: pastores continuam a pregar o Evangelho na Colômbia


Entre medo e coragem: pastores continuam a pregar o Evangelho na Colômbia
Mesmo em meio à adversidade e medo, pastores em Buenaventura, Colômbia, resistem à visível guerra da droga e à invisível guerra espiritual opositora ao evangelho de Cristo. O barulho de tiros constantes, ameaças e violência enchem o ar e os moradores da cidade portuária ocupada são forçados a fugir de suas casas em função do conflito que consome a região.
As condições políticas instáveis e a economia falida de Buenaventura contribuíram para que a cidade se tornasse um lugar de grande derramamento de sangue e tráfico de drogas. A localização privilegiada da cidade portuária fez dela um centro para o comércio de drogas na rua e movimenta cerca de 250 toneladas de cocaína por ano através dos CANAIS, em grande parte lanchas com destino à Costa Rica e Panamá.
Devido a brigas constantes entre quatro grupos armados ilegais que buscam o controle sobre Buenaventura, a violência aumenta quando jovens, com pouco policiamento iniciam atividades criminosas, sem respeito algum pela vida humana. A cidade é um lar invadido pela violência, onde crianças são sequestradas, assassinadas brutalmente e usadas como moeda de troca.
Entre aqueles que lutam pela sobrevivência em Buenaventura, 23 pastores perderam sua vida e muitas congregações foram destruídas. Mesmo assim, enquanto a maioria dos pastores foi forçada a sair de Buenaventura por causa do medo ou a ameaças, alguns escolheram ficar. Diante de uma enorme pressão, os pastores que permaneceram continuam resistindo à batalha e oposição dos membros da guerrilha.
Durante um encontro com a Portas Abertas, estes pastores compartilharam suas histórias de perseguição e como eles continuam a pregar o evangelho de Jesus Cristo com os membros da guerrilha.
O Pastor Hernando Parra*, que vive em uma região famosa pela violência das quadrilhas criminosas, escolheu alcançar os próprios indivíduos que aterrorizam a cidade e viu nisso uma grande oportunidade de falar de Cristo. Com uma equipe de jovens cristãos, Parra obteve permissão para entrar na área, uma vez por semana, e ministrar aos membros das gangues locais, que estão com problemas. A equipe trabalhou em Buenaventura, até dezembro de 2013, quando foi informada por membros de um grupo armado ilegal que não poderia mais continuar pregando ali.
Outro pastor resistiu a um membro da guerrilha ‘cara-a-cara’, quando forçado a deixar sua casa e sua congregação. O homem ameaçou extorqui-lo, mas o pastor agiu com firmeza. Apesar das ameaças, o membro da guerrilha finalmente o deixou e não mais retornou.
Porém alguns pastores não são tão corajosos. Muitos, agarrados ao medo, não estão dispostos a quebrar o silêncio depois de verem mortes horríveis de cristãos que escolheram falar. A Portas Abertas soube o destino dos fiéis cristãos de Buenaventura que optaram por resistir aos guerrilheiros. Cristãos que se atreveram a denunciar a violência e as atividades dos senhores da guerra foram punidos ou arrastados para especializadas “casas de assassinato”, ou "casas de pique", e brutalmente executados como exemplos.
Após atos implacáveis de violência, sequestros e chantagens, os pastores estão vendo suas congregações deslocadas e dispersas. Ameaças de morte, extorsão e assassinatos permanecem enquanto os guerrilheiros intensificam suas táticas de perseguição. Muitos cristãos estão fugindo de Buenaventura.
Pelo fato da situação ter se tornado crônica, é grande a ruptura da unidade familiar, a falta de bons empregos e deterioração do sistema de ensino. A economia da cidade também está falida. Muitos jovens que agora lutam ao lado dos membros da guerrilha cresceram ao lado de irmãos e irmãs cristãos, que agora estão fugindo da região.
Diante da perseguição e da violência, pastores em Buenaventura estão se reunindo de forma consistente para orar e jejuar. A Portas Abertas teve oportunidade de facilitar um evento permitindo que o presidente do Conselho Evangélico da Colômbia viajasse para a cidade para falar com os pastores locais, mostrando-lhes que eles não estão esquecidos. Através da oração e jejum, eles têm visto a poderosa mão de Deus em ação.
*Nome alterado por questão de segurança.
Pedidos de oração
Interceda pelo trabalho de Deus em Buenaventura, Colômbia, e pela segurança dos pastores e membros. 
Ore para que a igreja na Colômbia seja fortalecida e cada dia mais efetiva na pregação do evangelho de Jesus Cristo.

NOTA DO PASTOR EVERALDO AOS BRASILEIROS.

Nota oficial do PSC contra ação do PT



O Partido Social Cristão e o presidenciável Pastor Everaldo vêm a público manifestar a sua indignação e repúdio diante de uma ação antidemocrática do PT que, mediante representanção junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), retirou do ar, durante 24 horas, nesta terça-feira (16 de setembro) a propaganda eleitoral do partido e do Pastor.
Na representação, o PT alega que as críticas feitas pelo PSC no dia 13 de setembro foram "ofensivas e degradantes". Para o presidenciável Pastor Everaldo e para o Partido Social Cristão e, certamente aos olhos da sociedade brasileira, a atitude do Partido dos Trabalhadores vem confirmar o comportamento autoritário de um partido que não sabe lidar com a crítica.
As manifestações contra o PT podem ser vistas diariamente nas redes sociais e a reação contra a campanha do PSC demonstra, na realidade, um temor de não conseguir ir para 2º turno e vencer as eleições.




PSC Nacional
Pastor Everaldo

Israel tenta reaproximação com América Latina



O embaixador israelense Pinhas Avivi foi escolhido para estreitar as relações entre Israel e os países da América Latina. Nesta quinta-feira (11) ele esteve em Brasília em um encontro com o chanceler Luiz Alberto Figueiredo e nos próximos dias irá se encontrar com representantes da Argentina, Chile e Peru.
Segundo Avivi a relação com os países latinos se desgastou nas últimas décadas e agora será necessário reconstruir esses laços com muito esforço.
“Nos últimos dez anos, alguma coisa mudou. Não sei por que, não quero culpar ninguém, talvez tenhamos de culpar a nós mesmos também. Mas, com certeza, agora vamos fazer um esforço para reconstruir essas relações especiais entre Israel e esta parte do mundo”, disse ele durante coletiva de imprensa em Brasília.
Avivi comentou as declarações do Itamaraty contra os ataques em Gaza mas não comentou sobre a resposta israelense que chamou o governo brasileiro de “anão diplomático”.
Colocando panos quentes nesse impasse, o embaixador afirmou que sua vinda ao país mostra que Israel reconhece a importância do Brasil. Em sua fala o representante diplomático também comentou que o país foi importante para o reconhecimento do Estado de Israel.
“Nós nunca esqueceremos que a independência de Israel é resultado do trabalho do embaixador [brasileiro] Osvaldo Aranha”, disse. Em todos os países que for, Avivi tentará mostrar a situação que levou seu país a bombardear a Faixa de Gaza e o perigo que o grupo Hamas representa.
Outro assunto que ele abordará será a respeitos de futuras parcerias sobre sustentabilidade, através da cooperação com problemas como o manejo de água e a produção de alimentos. Com Informações Agência Brasil.

FreeBoulous - Assine a carta e participe da campanha


FreeBoulous - Assine a carta e participe da campanha
A Missão MAIS, entidade brasileira que desenvolve um trabalho de apoio aos cristãos perseguidos no mundo, com apoio da Stefanus Alliance (NORUEGA) e da ANAJURE (BRASIL) lança a Campanha #FreeBoulous, que pede pela libertação do cristão egípcio Bishoy Armeya Boulous. Entenda o caso:
BISHOY ARMEYA BOULOS
Bishoy Armeya Boulos, anteriormente Mohammed Hegazy, tornou-se cristão com 16 anos e, a partir desse momento, sofreu ameaças, agressões e violência. Neste verão, ele foi condenado a cinco anos de prisão sob a acusação de ter espalhado, no último outono, informações falsas sobre a situação dos cristãos no sul do Egito. Ele recorreu da sentença, mas, ao mesmo tempo, uma antiga acusação de blasfêmia foi renovada. Bishoy tem sido espancado e maltratado na prisão. Em meados de agosto, ele começou uma greve de fome em protesto contra a violência e contra as acusações dirigidas a ele. O advogado de Bishoy está preocupado com sua saúde e segurança. Juntos, podemos colocar pressão sobre as autoridades egípcias para que o libertem. 
Leia a carta completa:
CARTA BISHOY ARMEYA BOULOS
Presidente Abdel Fattah Al-Sisi
Gabinete do Presidente
Al Ittihadia Palace, Heliopolis
Cairo
República Árabe do Egito
Vossa Excelência,
Estou escrevendo para expressar a minha profunda preocupação com o aumento do uso da lei de blasfêmia do Egito, no artigo 98 (f) do Código Penal. Recentemente tem havido inúmeros exemplos de como acusações de blasfêmia são mal utilizados contra as minorias religiosas e aqueles que mantêm crenças em desacordo com a maioria muçulmana sunita no Egito.
Quero chamar a atenção para o caso do Sr. Bishoy Armeya Boulous, anteriormente conhecido como Mohammed Hegazy. Ele é um cristão convertido do islamismo, famoso por petição ao governo egípcio para reconhecer formalmente a sua conversão em 2007. Em 18 de junho de 2014, ele foi condenado a cinco anos de prisão por incitar a violência sectária e perturbar a ordem pública nos termos do artigo 176, com base em acusações de filmar assaltos a cristãos em Minya. Ele recorreu da sentença e o apelo está marcado para 11 de novembro.
Mr. Boulous foi libertado sob fiança, mas foi preso novamente (21 de julho) diante de acusações de cinco anos atrás, segundo as quais ele “difamava o Islã“. De acordo com fontes fidedignas, o Sr. Boulous é espancado e maltratado na prisão e desde o dia 12 de agosto está detido na Prisão de Segurança Nacional em Tora, onde também tem feito greve de fome por conta de seus mal tratos e de sua situação.
A dura sentença de 18 de junho e a nova detenção do Sr. Boulous levantam a suspeita de que a verdadeira razão para os processos judiciais e a acusação contra ele é a sua conversão. O direito de se converter é um direito humano protegido internacionalmente. Também é profundamente preocupante que a acusação de blasfêmia de cinco anos atrás seja levantada de novo, uma acusação que, de acordo com minhas informações, deve ter sido considerada inválida após três anos da mesma. Fontes confiáveis ??afirmam que o Sr. Boulous não é um criminoso querendo fugir da prisão, mas tem passado por isso unicamente por causa de sua fé.
Estou decepcionado que até agora não houve nenhum sinal de mudança no que diz respeito ao uso da lei de blasfêmia, apesar da nova Constituição e da vossa posse como presidente do Egito. Diante da comunidade internacional, o Egito é obrigado a respeitar e proteger a liberdade de religião ou credo, assim como a liberdade de expressão sem discriminação. O uso frequente e arbitrário do poder judiciário do artigo 98 (f) coloca seriamente em causa ocompromisso do governo egípcio, tanto para com as suas obrigações internacionais de direitos humanos, como com a nova constituição, que garante a liberdade básica de crença e pensamento.
Portanto eu respeitosamente peço a vossa intervenção imediata a fim de:
  • Garantir a segurança do Sr. Boulous, que seus direitos humanos sejam protegidos e que ele não seja mal tratado na prisão;
  • Garantir a libertação imediata e absolvição do Sr. Boulous, tanto da acusação de “incitar a violência sectária“, como da acusação de “difamar o Islã”, e garantir que ele possa expressar livremente sua fé;
  • Alterar o artigo 98 (f) e de outras leis que restringem as liberdades protegidas pela Constituição e por convenções internacionais de direitos humanos;
  • Certificar-se de que o poder judiciário egípcio respeite os direitos constitucionais e as convenções internacionais de direitos humanos, garantindo a liberdade de religião ou crença, de pensamento e de consciência, assim como a liberdade de expressão.
Obrigado por ler e agir diante desta carta.
Atenciosamente,

Morre no DF pastor que foi agredido em ônibus


Morre no DF pastor que foi agredido em ônibus
Morreu na madrugada do último sábado (13) o pastor Alessandro Veloso Pires, de 40 anos, que perdeu o olho e parte de massa encefálica depois de ser golpeado com uma faca dentro de um ônibus interestadual no Distrito Federal, no último dia 7. Testemunhas dizem que ele foi atingido por um homem que se recusou a desocupar a poltrona reservada por ele. A Polícia Civil ainda procura o suspeito.
O homem foi velado e enterrado no próprio sábado. “Todo mundo muito triste, muito abalado. Espero que façam justiça, que prendam a pessoa que fez isso. Meu marido era uma pessoa supertranquila”, disse a mulher dele, Glauciene do Nascimento
O pastor saiu de Goiânia (GO) com os dois filhos mais novos, de 5 e 12 anos, para assistir ao mais velho, um militar, desfilar pelo Exército nas celebrações da Independência. Ele havia reservado os assentos 38 e 40. Ao entrar no ônibus, encontrou um homem ocupando um deles.
"Meu pai falou que o cara podia ficar lá, que tinha outras poltronas vazias. Simplesmente isso, não teve diálogo, discussão, não teve nada", afirma Patrick Lucas Pires, militar e filho mais velho da vítima.
De acordo com o rapaz, assim que o veículo estacionou em Taguatinga o homem se levantou e agrediu o pastor. Pires estava com o filho de 5 anos no colo, enquanto o outro ocupava a cadeira ao lado.
"[Foi] do nada", diz o militar. "Ele deu vários golpes na cabeça do meu pai. Meu irmão de 12 anos, quando viu a cena, começou a gritar: 'para, não faz isso não, ele é meu pai'. Depois o cara fugiu."