quinta-feira, 7 de abril de 2016

Templo de Baal será reproduzido no ocidente e autor cristão alerta para sinais do anticristo


Templo de Baal será reproduzido no ocidente e autor cristão alerta para sinais do anticristo
Os cristãos devem estar atentos a dois eventos que estão programados para acontecer simultaneamente no dia 19 de abril, em Nova York e Londres, conforme alertou o autor cristão Michael Snyder.
Segundo informações do jornal New York Times, reproduções do arco que ficava à entrada do templo de Baal, em Palmyra (Síria) serão erguidas na 'Times Square'(Nova York) e na 'Trafalgar Square'(Londres). Isso coincide com um festival oculto relacionado com a adoração da entidade espiritual em questão.
Colunista do site internacional 'Charisma News' e pesquisador / escritor cristão especializado em assuntos escatológicos, Snyder questionou se a instalação dos arcos não seriam significativos "sinais das boas-vindas para o anticristo".
O autor diz que seus temores são baseados nos seguintes fatos:
"19 de abril é o primeiro dia de um período de 13 dias de tempo conhecido como 'o Sacrifício de Sangue à Besta', que culmina no dia sagrado oculto de Beltain em 1º de Maio", diz ele.
A data também é marcada pela Festa de Moloque - um deus cananeu antigo que é repetidamente repudiado no Antigo Testamento.
Synder também observa uma série de acontecimentos marcantes e trágicos que ocorreram em 19 de abril e outras datas próximas:
19 de abril de 1993 - Massacre em Waco: Uma ação do FBI levou ao incêndio do local de reuniões de uma seita chamada 'Davidianos', matando 76 homens, mulheres e crianças.
19 de abril de 1995 - Atentado de Oklahoma City - 168 pessoas mortas.
20 de abril de 1999 - Massacre na escola de ensino médio de Columbine - 13 pessoas assassinadas, 21 feridos.
16 de abril de 2007 - Massacre em Virginia Tech - 32 mortos; 17 feridos.
16 de abril de 2013 - Atentado / explossões na Maratona de Boston - 3 mortos; 107 feridos.
19 de abril de 2013 - Terrorista responsável pelos ataques em Boston, Tamerlan Tsarnaev é morto a tiros.
Snyder também observa que 2016 é um ano bissexto, então 20 de abril será o dia 111º dia do ano, e os números triplos são considerados "datas de poder" para o ocultismo.
O pesquisador cristão diz que o culto a Baal pode ser pesquisado na história de um antigo rei da Babilônia, conhecido em fontes sumérias como Enmerkar, mas é citado na Bíblia como Nimrod.
Nimrod estabeleceu a primeira "Nova Ordem Mundial" no mundo antigo e ele fundamentalmente mudou o curso da história humana.
Depois que ele morreu, este antigo rei de Babilônia, finalmente chegou a ser adorado como um 'deus do sol', ganhando referências em diferentes nomes, como Marduk, Osiris, Apollo, entre outros.
Muitas sociedades secretas e grupos ocultistas acreditam que um dia esta antiga divindade será "ressuscitada" e irá retomar o seu lugar como 'governante do mundo'.
Além disso, muitos estudiosos cristãos acreditam que há uma conexão entre o culto a Nimrod e a vinda do Anticristo.
Snyder se pergunta: "Será que é apenas uma coincidência que acompanharmos a construção de arcos que homenageiam esta divindade antiga em Nova York e Londres, em uma data que é extremamente significativa para os que adoram este deus. Poderiam estes monumentos terem um significado maior do que está sendo dito, como se fossem 'portais'?".
O autor observa que a humanidade entrou em um período de tempo conhecido na Bíblia como "os últimos dias".
"Deste ponto em diante, as coisas vão ficar muito, muito estranhas. Em última análise, o mundo em que vivemos está se assemelhando a algo, como que vindo de um romance de ficção científica pós-apocalíptico", advertiu Snyder.

Porque as Assembleias de Deus estão caladinhas?

Porque as Assembleias de Deus estão caladinhas? Na foto, Dilma discursa na sede do Belénzinho com o apoio do Clã de José Wellingtom, cujo filho Paulo Freire, é aliado de Dilma no Congresso.
12801462_1073153042707480_6727795420882138311_nHá pessoas aqui se fazendo de tolas ou idiótas úteis dos comunistas, que ao invés de se juntarem nesta denúncia para limpar a Igreja que amam, preferem se enganarem e continuar jogando a sujeira prá debaixo do tapete. Vejam vocês mesmos se o nome do filho do Pr. José Wellintom, Presidente da CGADB, está nesta lista que votou favorável a Dilma e diga se é mentira: http://veja.abril.com.br/…/lista-dos-parlamentares-que-vot…/
Veja ainda o Ex-Satanista e Pai-de-santo Aldo Nascimento revelando que Dilma é uma grande Satanista e Lula um Babuê da Magia, um dos maiores comedores de defuntos do pais. Assista ao vídeo prá não dizer que é mentira. Nós só trabalhamos com a Verdade que liberta:
“Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus?” 1 Pedro 4:17.
“E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as.
Porque o que eles fazem em oculto até dizê-lo é torpe.
Mas todas estas coisas se manifestam, sendo condenadas pela luz, porque a luz tudo manifesta.”
Efésios 5:11-13
“Mas algumas poucas coisas tenho contra ti que deixas Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que forniquem e comam dos sacrifícios da idolatria.
E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua fornicação; e não se arrependeu.
Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras.
E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras.” Apocalipse 2:20-23
Meu compromisso profissional é com a verdade, doa a quem doer. Agora me admiro ver tantos que se dizem pastores defendendo um ato claramente reprovável e outros ainda terem a cara de pau de dizerem que é montagem. Que Deus livre as Igrejas que estes tais são pastores.


E agora pastores, o Brasil está a beira de uma guerra civil e vocês caladinhos sem dizer nada? A Mão de Deus pesará sobre vocês.


http://www.institutogamaliel.com.br/porque-as-assembleias-de-deus-estao-caladinhas/

RECRUTAMENTO ISLÂMICO - Interpol investiga desaparecimento de universitária do Pará

A paraense Karina Raiol após conversão ao islamismo (Foto: Arquivo Pessoal/ Karen Raiol)A paraense Karina Raiol após conversão ao
islamismo (Foto: Arquivo Pessoal/ Karen Raiol)
A Interpol investiga o desaparecimento de uma universitária paraense. Karina Ailyn Raiol Barbosa, de 20 anos, era estudante da Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém, e saiu do Brasil por São Paulo, sem avisar a família. Segundo os parentes, a jovem se converteu ao islamismo há cerca de dois anos, e teria sido aliciada para sair do país. Segundo a Polícia Federal, o caso foi enviado para a investigação internacional na terça-feira (5).
Segundo a Polícia Federal, os depoimentos da família foram enviados a Interpol, assim como a solicitação para saber o destino de Karina. No entanto, a PF afirma que inicialmente não há crime, já que Karina é maior de idade e saiu pelo país legalmente.
“Esse desinteresse nos angustia. Por que a polícia pelo menos não viu as imagens do circuito de segurança do aeroporto para saber com quem minha irmã estava? Por que não quebram o sigilo telefônico dela? Eu disse para a polícia: minha irmã só tem dois destinos, um é virar 'mulher-bomba', outro é virar escrava sexual. Como eles podem permitir que isso aconteça?”, questiona a irmã, Karina Raiol.
Desaparecimento
De acordo com a irmã, o último contato com a jovem foi às 13h da segunda-feira (4). Ela informou que estava gravando vídeos para um trabalho na UFPA e que depois iria para casa. No entanto, em seguida, o telefone de Karina ficou fora de área. Por volta de 18h, sem notícias da irmã, ela e os pais foram até a universidade, mas não a encontraram. “Aí passamos por todos os hospitais, e nada. Até que meu marido sugeriu que fôssemos ao aeroporto. Lá meu pai descobriu com a polícia que ela havia tirado o passaporte em dezembro e ninguém tinha conhecimento disso”, relata.
Segundo os parentes, a estudante viajou sem levar mala. "Ela saiu de casa às 10h, apenas com um casaquinho fino e levando uma sandália", conta a irmã. A família passou a madrugada no aeroporto na expectativa de encontrar a estudante. Na manhã seguinte, foram até a UFPA, e lá souberam que Karina há meses não frequentava o curso. De acordo com a universidade, a estudante não trancou a matrícula, mas tinha muitas faltas, e em fevereiro deixou de ir para a aula.
Família busca informações sobre o paradeiro de Karina (Foto: Arquivo Pessoal/ Karen Raiol)Família busca informações sobre o paradeiro de
Karina (Foto: Arquivo Pessoal/ Karen Raiol)
A Polícia Federal informou que Karina embarcou em um voo para fora do Brasil, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, às 5h14 da terça-feira (5). “Buscamos as escalas e descobrimos que o avião pousou em Marrocos e Istambul”, diz Karen. A polícia, no entanto, não informou ao G1 o possível destino da estudante, e alegou que aguarda a informação da Interpol.
“Tememos que ela tenha sido forçada a embarcar. Ela não deixaria nossa família assim, sem explicação. Achamos que ela entrou em algum circuito e quando percebeu, foi forçada a ir, sob ameaça até de fazerem alguma coisa conosco. Ela não trabalhava e meu pai não teria dinheiro para pagar passaporte, muito menos viagem para São Paulo e para fora do país. Alguém pagou isso e não sabemos quem e o porquê”, diz Karen.
Conversão ao islamismo
Segundo a família, Karina era uma jovem tímida e caseira. Reclusa, ela não tinha muitos amigos e só costumava sair para ir à aula. Em 2014, ela iniciou um curso de árabe que teria relação com a UFPA. Em seguida, passou a frequentar a mesquita. Em abril de 2015 ela se converteu ao islamismo. “Ninguém apoiou essa decisão, mas também não criamos guerra por causa disso. Ela começou a usar só roupa de manga longa, e saia por cima da calça, e sempre estava de véu. Ela até ficou mais comunicativa, conversava mais com a gente. Minha mãe algumas vezes até acompanhou Karina até a mesquita”, diz a irmã da estudante.
Em nota, a UFPA informou que segundo o professor Saif Mounssif, pesquisador da Faculdade de Engenharia Naval da universidade e integrante do Centro Islâmico Cultural do Pará, a estudante esteve, em 2014, em um curso de língua árabe oferecido pelo Centro e, pouco tempo depois, manifestou o desejo de conversão à religião muçulmana.
O pesquisador, porém, ressalta que o curso de idioma não aborda questões políticas ou religiosas em relação ao Estado Islâmico. Segundo Saif, Karina deixou de frequentar o espaço em novembro de 2015.
G1.COM.BR

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...