domingo, 9 de janeiro de 2011

AD em São Paulo consagra 800 novos Obreiros

AD em São Paulo consagra 800 novos Obreiros Dentre os consagrados estão 393 Diáconos e 407 Presbíteros
No ano em que a Assembléia de Deus completara seu centenário de fundação no Brasil, AD em São Paulo consagra 800 novos Obreiros. O Ministério do Belém recebe 393 novo Diáconos e 407 Presbíteros.

O ano de 2011 é um ano de festa para as Assembleias de Deus no Brasil. Para marcar este ano tão importante, diversos eventos comemorativos serão promovidos pelas Assembléias de Deus em todo país.

Para abrir as festividades, a igreja liderada pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), se reuniu nos dias 03 e 04 de janeiro, para realização de dois grandes cultos, na ocasião 800 novos obreiros foram consagrados a Diáconos e Presbíteros. Cerca de sete mil pessoas participaram da festa nas duas noites no templo-sede.

A consagração foi realizada pelo pastor presidente da AD de São Paulo, José Wellington Bezerra da Costa, auxiliado pelo vice-presidente, pastor Wellington Junior e por muitos pastores do Ministério do Belém. Nas duas reuniões, antes do momento da consagração e reconhecimento os obreiros receberam orientações do líder a respeito de como devem viver os que aceitam servir a igreja do Senhor como diáconos e presbíteros, como devem se portar as famílias desses nobres servos que são escolhidos por Deus e separados pelo ministério para exercerem tais funções.

Um dos momentos marcantes das duas reuniões foi quando os obreiros assumiram em publico, diante de suas famílias, ministério e igreja, o compromisso de servir com fidelidade a causa do Senhor e serem fiéis a Deus, a Bíblia Sagrada e ao ministério da igreja, feito através do juramento que foi oficilizado pelos pastores, José Wellington Costa Junior e Samuel Freire da Costa, pastor setorial em São Bernardo do Campo, setor 29.

Os 800 obreiros que foram consagrados receberam do ministério credenciais e o certificado de consagração. Todos estiveram acompanhados principalmente das esposas, o que demonstra para o ministério, o envolvimento de toda a família na obra do Senhor.

Nos dois dias de festa por ocasião da consagração o templo-sede esteve lotado.

Com informações da AD de São Paulo
Redação CPAD News

Liga Árabe adverte contra 'utilização' de ataques contra cristãos

Amr Mussa alertou aos países estrangeiros que não usem os ataques aos cristãos como pretextos para interferir na região.

O secretário-geral da Liga Árabe, Amr Mussa, advertiu neste sábado em Bagdá contra qualquer "utilização" pelas potências estrangeiras dos ataques contra cristãos no Oriente Médio, como pretexto de ingerência nos assuntos da região.

"Utilizar estes acontecimentos para intervir é algo que não podemos aceitar", declarou Mussa em uma coletiva de imprensa em Bagdá, em resposta a uma pergunta sobre o risco de que estes ataques sejam um pretexto para interferências por parte de potências estrangeiras.

"É preciso ser firme quando se dialoga com as potências que têm algo a dizer a respeito (...)", disse, por sua vez, o chefe da diplomacia iraquiana, Hoshyar Zebari.

"O que aconteceu nos preocupa muito", acrescentou, referindo-se ao ataque contra a igreja copta de Alexandria (Egito), que deixou 21 mortos na madrugada de 1 de janeiro, e a uma série de ataques contra cristãos do Iraque nos últimos meses.

Os cristãos "formam parte do mundo árabe e é preciso protegê-los", disse o ministro.

Fonte: AFP

DEPUTADOS , PEÇAM UMA CPI PARA SABER QUANTOS PASSAPORTES DIPLOMÁTICOS TEMOS SOLTOS POR AI

Será que essa atitude era normal no governo Lula ?

Isso é nos chamar de tontos ....

GRITOS BEM ALTO DE ALERTA.

Bispo da Universal recebe privilégio de ter passaporte diplomático

Romualdo Panceiro Filho, bispo da Igreja Universal conseguiu o benefício do passaporte diplomático especial.

Romualdo Panceiro Filho, bispo da Igreja Universal conseguiu, graças ao pedido do senador Marcelo Crivella, o benefício do passaporte diplomático especial, no final de dezembro de 2010, assim como o neto e outros parentes do então presidente Lula.

A informação é do jornal Folha de São Paulo, que frisou ainda o apoio de Edir Macedo a candidatura da eleita Dilma Roussef.

Nem o neto do ex-presidente nem o bispo fazem parte da lista de autoridades listadas no decreto 5.978/ 2006, que prevê a concessão de passaporte especial, que identifica seus membros como representantes diplomáticos de seu país natal e dá privilégios em países estrangeiros. Há locais, como a China, em que este documento dispensa o visto ou leis alfandegárias.

A assessoria do Itamaraty confirmou que Romualdo Panceiro recebeu o passaporte diplomático, e justificou apenas "caráter excepcional" por "interesse do país".

Fonte: Creio

Dilma retira Bíblia do gabinete no Palácio do Planalto

Em sua primeira semana, Dilma Rousseff fez mudanças em seu gabinete. Substituiu um computador por um laptop e retirou a Bíblia da mesa e o crucifixo da parede.

Durante a campanha eleitoral, a então candidata se declarou católica e foi atacada pelos adversários sob a acusação de ter mudado suas posições religiosas.

A presidente também trocou móveis para deixar o ambiente "mais confortável". Os estofados coral, usados no Palácio do Catete no governo Vargas, foram substituídos por poltronas e um sofá da linha Navona, do arquiteto Sergio Rodrigues.

Dilma começou a trabalhar às 9h30. O primeiro compromisso é com Helena Chagas (Comunicação Social) para se informar; a seguir, com o chefe de gabinete, Gilles Azevedo; depois com Antonio Palocci (Casa Civil).

A presidente não tolera atrasos. Pede objetividade e não gosta de expressões como "eu acho". Apesar do estilo rígido, um interlocutor que acompanhou os primeiros dias de Lula no poder diz que a sensação é de que Dilma está "mais à vontade".

No período inicial, uma semelhança entre eles: Lula priorizou a agenda interna. Dilma faz o mesmo ao ter o trabalho dominado por reuniões com ministros.

Fonte: Folha de São Paulo

Autoridades argentinas e família de alpinista decidem suspender resgate 'Que ele fique na montanha', diz irmã do carioca Bernardo Collares. Segundo Itamaraty, atestado de óbito depende de documento argentino.

A família do alpinista carioca Bernardo Collares e autoridades argentinas se reuniram neste fim de semana e decidiram: não vai haver resgate e o corpo do carioca vai permanecer no alto do Monte Fitz Roy. Bernardo sofreu um acidente há seis dias quando descia a montanha localizada em El Chaltén, na Patagônia, no extremo sul da Argentina. O resgate foi impossibilitado durante toda a semana pelo mau tempo.
Uma das irmãs do montanhista, Erika Collares, que viajou à Patagônia para acompanhar as tentativas de resgate, participou da decisão. "Que ele fique na montanha. Ele está no local onde sonhou estar. Acho que ele gostaria mesmo de estar lá", afirma Erika à reportagem do Fantástico. Ela conta que era a terceira vez que o alpinista tentava escalar o Fitz Roy. "Ele não conseguia, o tempo é muito difícil", diz.
Com 3,4 mil metros de altura, o Fitz Roy é conhecido por seu clima traiçoeiro, com mudanças bruscas e ventos que chegam a 150 km/h. Com essas condições, uma tentativa de resgate poderia colocar em risco a vida dos envolvidos na operação.
Agora, Erika enfrenta um outro desafio: conseguir o atestado de óbito do irmão. "Eles dizem que não podem me dar porque não tem corpo", explica a irmã do alpinista. Procurado pelo Fantástico, o Itamaraty afirmou ao neste domingo (9) que a emissão do atestado de óbito depende de uma declaração de morte presumida do governo argentino.
Alpinista experiente
No dia 1º de janeiro, os alpinistas cariocas Bernardo Collares e Kika Bradford partiram de El Chaltén para iniciar a escalada do Monte Fitz Roy, considerada como um dos grandes desafios do esporte. Aos 46 anos, Bernardo é considerado um alpinista experiente, com tem 15 anos de prática. Ele é presidente da Federação Carioca de Montanhismo.
Depois de dois dias de expedição, quando faltava 400 metros para chegar ao cume, a dupla foi surpreendida por uma tempestade de neve e desistiu de continuar. Entretanto, no início da descida, a corda que prendia Bernardo se soltou e ele caiu de uma altura de 20 metros, equivalente a um prédio de sete andares. Segundo relatos de Kika, o corpo do carioca teria batido numa pedra a uma velocidade de cerca de 70km/h e ele teria possivelmente quebrado a bacia.
Bernardo teria pedido para que ela descesse e buscasse socorro, mas Kika só conseguiu chegar ao acampamento-base do local dois dias após o acidente. A companheira de escalada de Bernardo continua em El Chaltén, mas permanece em estado de choque e não quer falar com a imprensa. Erika Collares conta que teve um encontro cheio de emoção com a alpinista. "Foi muito forte, fiquei muito emocionada, ela foi a última pessoa que viu meu irmão vivo", diz.

fonte G1

SABE QUAL É A DIFERENÇA ?

Esses dias á trás eu estive postando mensagens que mostravam os ATAQUES DOS MUÇULMANOS  CONTRA OS CRISTÃOS.(  não todos , mas os radicais , sim , todos)
Víamos nas fotos a total destruição , Bíblias queimadas , templos destruídos , Cristãos Mortos , por um bando de desordeiros , endemoniados , perturbados com suas ideologias TERRORISTAS,
Li uma matéria que falava que o Islamismo é a religião que esta com um maior ritmo de crescimento no mundo .
Também , nunca se viu tantas bombas explodindo e matando pessoas , coagindo vidas a seguirem suas ideologias , pois caso contrario morre , pois , negar ala é crime punido com morte na lei deles.
Sendo que eles mesmos dizem  , ser os Cristãos o seu alvo principal.
Eles sabem que não tem como negar a obra redentora do senhor Jesus Cristo , e mesmo que eles tentem impedir , isso não será possível , pois Deus removerá todo tipo de pedra que estiver atrapalhando.
Tenho postado todas semanas casos de pessoas Islamitas que se converteram ao Cristianismo e estão sofrendo pressões para abandonarem sua fé e retornarem aos princípios daSs suas  ideologias bombásticas .
Sim , pois onde eles estão sofrendo baixas e perdendo fieis para o VERDADEIRO FILHO DE DEUS , ele detonam bombas e destoem  tudo.
E  a notícia que estive vendo esses tempos a trás é mais aberradora ainda , de um PASTOR DA ASSEMBLEIA DE DEUS , MINISTÉRIO MADUREIRA , QUE SE CONVERTEU AO ISLAMISMO.
QUE LOUCURA É ESSA , COMO PODE SE NEGAR O DONO DA VIDA , O AUTOR E CONSUMADOR DE TUDO , AQUELE QUE NOS DEU A SUA VIDA POR AMOR DE TODOS NÓS.
Só em pensar que o tal era vicê presidente do ministério , que tinha um cargo alto na hierarquia da igreja.
Não é a toa que outros escândalos envolvendo essas pessoas e ministério tem acontecido( REV MOON , DESVIO DE DINHEIRO ETC).
Os tais terroristas de plantão estão impondo o lema das bombas , do terrorismo , do medo , mas a Bíblia nos mostra que existe uma diferença , essa é entre o justo e o ímpio , o que serve a Deus e o que não serve.
Nós , Cristãos verdadeiros temos a marca da promessa de Deus em nossas vidas , e esses irão pagar por seus pecados , dando conta a Deus por cada vida que eles mataram , e os tais , que por eles vierem escândalos , melhor fora não ter nascido.
UM GLÓRIAS A DEUS , POIS SOMOS O POVO ESCOLHIDO , JESUS É NOSSO SENHOR , E NOSSA MORADA JÁ ESTA PREPARADA NO CÉU.


Gritos bem alto de Alerta

No Iraque, Al Qaeda concentra-se em ataques contra cristãos

Por Serena Chaudhry
BAGDÁ (Reuters) - A Al Qaeda está atacando cristãos em suas casas no Iraque, depois que autoridades iraquianas aumentaram a proteção às igrejas da minoria religiosa, disse um comandante dos Estados Unidos nesta quinta-feira.
O general Robert Cone, comandante geral adjunto das operações dos EUA no Iraque, disse que o grupo islâmico sunita parece determinado a continuar os ataques contra os cristãos, depois de um cerco a uma catedral católica, há dois meses.
"A Al Qaeda mudou de estratégia e decidiu atacar cristãos em suas casas", disse Cone em entrevista à Reuters, acrescentando que não havia nenhuma informação da inteligência sobre ataques contra outras minorias no país.
Uma série de ataques a bomba contra as casas de cristãos minoritários na última quinta-feira em Bagdá matou duas pessoas e feriu pelo menos 16. As explosões se seguiram a um atentado, em 31 de outubro, a uma catedral católica síria na capital do Iraque, que deixou 52 pessoas mortas.
O grupo Estado Islâmico do Iraque, afiliado local da Al Qaeda, disse que os cristãos iraquianos deverão sofrer novos ataques, a menos que pressionem a igreja cristã do Egito para que liberte mulheres, que, segundo o grupo, foram presas pela igreja depois que se converteram ao Islã.
No dia de Ano Novo, uma explosão em frente a uma igreja na cidade portuária egípcia de Alexandria matou 23 pessoas. Radicais islâmicos estão conclamando há meses por ataques contra a igreja copta -- os católicos do Egito -- em sites jihadistas.
Cone disse que as forças de segurança iraquianas estão apreensivas e aumentaram o nível de proteção para os cristãos. As tropas dos EUA devem se retirar do Iraque até o final de 2011, mais de oito anos após a invasão.
"Há 144 igrejas no Iraque e eles (as forças de segurança iraquianas) têm ajudado a colocar barreiras e proteções contra explosões", disse.
"Despacharam patrulhas adicionais de segurança e policiais e, em alguns casos, ajudaram na criação de vigilância comunitária em áreas de moradores cristãos".
Os cristãos do Iraque já chegaram no passado a totalizar cerca de 1,5 milhão de pessoas, mas agora acredita-se que há menos de 850 mil, em uma população total de 30 milhões de habitantes.
Cerca de mil famílias cristãs, ou seis mil pessoas, fugiram para a região curda do norte do Iraque, ou para países vizinhos da região, desde o ataque à catedral, informou a ONU no mês passado.

fonte UOL

Hamas pede que militantes interrompam ataques a Israel

O Hamas anunciou neste domingo que iniciou diálogos com outros grupos militantes na Faixa de Gaza para exortá-los a pararem de disparar foguetes contra Israel, ataques que têm levantado temores entre palestinos de uma nova ofensiva israelense.
As conversas são um sinal de que o Hamas pretende evitar qualquer grande operação militar israelense similar a uma investida de três semanas que terminou em janeiro de 2009, na qual 1,4 mil palestinos e 13 israelenses foram mortos.
"Nós começamos os contatos com as facções sobre a situação no campo. O Hamas procura controlar a situação no terreno e exortamos as facções para retomar o acordo nacional", disse o oficial do Hamas Ayman Taha.
Ele se referia a um entendimento de que o Hamas, que governa a Faixa de Gaza, disse que chegou com facções militantes há dois anos para impedir lançamentos de foguetes e morteiros.
Nas últimas semanas, militantes palestinos intensificaram os ataques ao longo da fronteira de Gaza, respondidos por ofensivas israelenses que mataram em dezembro 13 palestinos, a maioria atiradores.
Israel diz que o Hamas interrompeu a maioria dos ataques nos últimos dois anos, mas a onda de ofensivas com foguetes significa que o grupo não está fazendo o suficiente para conter outras facções, que dizem que seus ataques ocorrem em retaliação às investidas israelenses em Gaza e na Cisjordânia.
Vários líderes do Hamas disseram que uma nova guerra em Gaza infligiria pesadas baixas a Israel, mas eles também afirmaram uma disposição para uma trégua recíproca a fim de facilitar a reconstrução de moradias e da infraestrutura destruídas no conflito de 2009.
O grupo islâmico Hamas é deixado à margem pelo Ocidente por sua recusa em reconhecer Israel, renunciar à violência e aceitar os acordos provisórios de paz entre israelenses e palestinos.
Reuters

Notícias » Mundo » Mundo Avião com 150 pessoas cai no Irã e pelo menos 50 sobrevivem

Cinquenta passageiros dos 105 que estavam a bordo de um avião da Iran Air, que caiu devido ao mau tempo neste domingo no Irã, sobreviveram ao acidente, informaram o chefe dos serviços de emergência do Irã e a imprensa local.
"Até agora nenhum relato de morte foi reportado a mim, mas 50 pessoas feridas das 105 a bordo foram resgatadas vivas do avião", disse o chefe dos serviços de emergência, Gholam Reza Masoumi, à agência de notícias Fars.
O avião da Iran Air caiu perto da cidade de Orumiyeh por volta das 19h45 local (14h15 de Brasília), informou um funcionário da província do Azerbaijão Ocidental, citado no site da rede de televisão estatal.
"O avião decolou uma hora depois do previsto de Teerã em direção a Orumiyeh, e devido às más condições meteorológicas caiu em uma região perto de Orumiyeh", informou o funcionário, que não foi identificado.
A agência de notícias Fars informou que cerca de 150 pessoas estavam a bordo e que o avião era um Boeing.
AFP

Por que a Coreia do Norte é o número um?


Kim Tae Jin, desertor norte-coreano que vive em Seul. Ele viveu por quatro anos no campo de concentração em Yodok
COREIA DO NORTE (1º) - Seria necessário criar uma nova linguagem para traduzir em palavras as crueldades do regime norte-coreano. Em nenhum outro país a perseguição aos cristãos é tão severa. Dezenas de milhares de pessoas vivem e (no final das contas) morrem em campos de concentração. Mesmo a posse de uma Bíblia é motivo suficiente para ser morto ou preso junto com sua família para o resto de sua vida. Por que cerca de 400.000 cristãos são caçados como animais?

Imagine um país onde o Estado decide onde você mora, que profissão escolher, qual esporte você pratica, o alimento que você come e se você come. Imagine um país sem nenhuma cor na roupa das pessoas e nas edificações, exceto para as imagens de propaganda que decoram apartamentos de concreto, casas e monumentos. Imagine um país onde o Grande Líder foi morto há 16 anos, mas ainda é presidente e seus seguidores famintos devem adorá-lo como um deus. Esta é a realidade sombria da Coreia do Norte.

Este país comunista ocupa o primeiro lugar na Classificação de países por perseguição 2011 da Portas Abertas. Ele é o primeiro há nove anos. Por décadas, ninguém sabia exatamente como a Igreja estava depois da Guerra da Coreia. Nos anos noventa, a Portas Abertas encontrou uma maneira de manter contato com os cristãos clandestinos e descobriu que a Igreja estava muito viva. Mas também estava  ferida, sangrando. Cooperadores da Portas Abertas esclareceram os planos extraordinários que o Estado fazia para caçar, capturar e até matar os cristãos.

Na Classificação, a Coreia do Norte teve quase a pontuação máxima do relatório de pesquisa (90,5 de 100 pontos possíveis). A única razão pela qual a Coreia do Norte não obtém a pontuação máxima é por causa de sua constituição. Oficialmente há liberdade religiosa na Coreia do Norte. Na prática, os civis não têm quaisquer direitos. A atitude do Estado em relação aos cristãos é extremamente hostil: eles não deveriam sequer existir. Não há liberdade para construir igrejas ou casas de culto. A posse de material cristão é ilegal e punível com a morte.

Abominável campo de trabalho

Em maio de 2010, um grupo de 23 cristãos foi descoberto. A polícia encontrou Bíblias e outros impressos cristãos. Três pessoas foram publicamente executadas, e as outras desapareceram dentro do terrível campo de Yodok.

Este vasto campo de trabalho está na província do sul de Hamkyung, e sua localização nas montanhas torna a fuga quase impossível. Nos lugares onde um prisioneiro poderia ter uma chance de escapar, altas cercas com arame farpado foram erguidas. Algumas seções são eletrificadas. Além disso, existem campos minados e outras armadilhas mortais.

A cada dois quilômetros há uma torre de vigia de sete metros de altura. Qualquer tentativa de fuga é frustrada. "Os presos são tratados pior do que gado. Eu vi pessoas morrendo de fome e de doença. Eu vi as execuções. Os que estão vivos parecem fantasmas ambulantes. Tivemos nossas identidades tiradas. Todo o sistema me fez entrar em desespero", diz um ex-prisioneiro.

Centenas de cristãos foram presos em 2010 e vários foram interpostos à morte. A Portas Abertas não pode revelar quaisquer detalhes sobre estes casos, porque isso aumentaria os riscos dos cristãos presos que ainda estão vivos. Estima-se que entre 50.000 e 70.000 cristãos sofrem nos campos. Lá é o único lugar onde eles têm algum valor para a "República Popular Democrática da Coreia”.

Exposição dos cristãos

A Coreia do Norte faz tudo que está ao seu alcance para expor os cristãos. As crianças são um instrumento importante para descobrir a atividade cristã secreta. Seus professores os instruem na escola a investigar se os pais leem um livro preto. A Portas Abertas conversou com as crianças, que disseram ao professor que seus pais e mães de fato liam um livro assim. Eles foram elogiados por sua contribuição à pátria. Orgulhosas, as crianças voltaram para casa, apenas para encontrá-la vazia. Seus pais tinham sido levados, e elas foram condenadas a uma vida amarga e difícil nas ruas.

Outra forma de expor o "negócio criminoso" é através das sessões semanais de críticas, em que as crianças e os adultos têm de participar. Os norte-coreanos devem relatar o próprio mau comportamento e o de outras pessoas. "Nós todos nos sentimos muito mal e culpados por ter de dizer essas coisas uns dos  outros", diz o refugiado Park Joo-Chan. "Mas não tínhamos escolha. E isso ainda causou uma ruptura em nossa amizade. Alguns relacionamentos foram quebrados para sempre. Mesmo com o sistema tão destrutivo, não tínhamos dúvida da sua utilidade. Esta foi a nossa forma de vida."

Além disso, existem as buscas aleatórias nos lares para detectar se as pessoas estão ouvindo as rádios corretas, se os retratos dos líderes são mantidos limpos e se há alguma literatura proibida na casa ou apartamento. Provavelmente em nenhum outro lugar do mundo tantas Bíblias são escondidas no subsolo. A Palavra de Deus coberta de sujeira. Ela faz os cristãos se sentirem culpados, mas que escolha eles têm?

Por que a Coreia do Norte é o número um? - Parte 2
   
 
Joo Eun, cristã norte coreana.  
COREIA DO NORTE (1º) - Leia a segunda parte da história sobre a Coreia do Norte, o país que há nove anos consecutivos ocupa a primeira posição na Classificação de países por perseguição.

Escolhidos


É verdade que toda a população da Coreia do Norte está sofrendo, mas os cristãos são, definitivamente, escolhidos. "Como muitas outras pessoas da Coreia do Norte, eu fugi para a China. Lá eu fui preso e enviado de volta de trem,” diz o refugiado Han-me. "Alguns outros desertores haviam sido presos antes e  o que eles me disseram: ‘Quando você é interrogado, há duas perguntas que nunca deve responder com ‘sim’. A primeira é: você já esteve em contato com os cristãos? A segunda é: você já leu a Bíblia?’ se tornou verdade.

Os investigadores na prisão me amarraram a uma cadeira e me agrediram com correntes e um bastão de madeira embrulhado em um jornal. Eles me pressionaram para confessar se tinha contato com os cristãos. Eu lhes disse que não tinha encontrado nenhum cristão enquanto estava na China. Era mentira, mas eu queria sobreviver. Era o máximo que eu podia pensar. Até então eu não acreditava em Deus, mas orava para ser resgatado. Minha oração foi ouvida."

Alvo

Mas por que os cristãos são os alvos? Existem várias razões. Um ex-funcionário do atual líder Kim Jong-Il afirmou que o "Querido Líder" assistiu na televisão como seu amigo Nicolae Ceausescu foi executado. Segundo o funcionário, Kim Jong-Il culpou os cristãos pela queda do presidente romeno e o colapso do bloco leste.

No entanto, para compreender plenamente a perseguição aos cristãos precisa-se entender a mentalidade norte-coreana. O "paraíso" foi instalado com Kim Il-Sung como o líder do povo coreano. Ele libertou seu país da ocupação japonesa e o transformou no primeiro "verdadeiro paraíso na terra". Após a Guerra da Coreia na década de cinquenta, Deus foi declarado morto. Seus seguidores foram mortos, enviados para campos de trabalho ou expulsos para regiões remotas e hostis. Muitos foram para a clandestinidade. O status de Kim Il-Sung foi aumentado até o de um deus. Sob a direção do Grande Líder, o Estado tomou o controle sobre cada aspecto da vida na sociedade.

Mas o campo mais difícil a ser vencido está na mente. Muitos norte-coreanos amam Kim ll-Sung. Eles, literalmente, o adoram. Os cristãos são diferentes. Podem exercer suas funções locais, mas adoram a Jesus Cristo. Sua mente não é preenchida com a ideologia de autossuficiência da Coreia do Norte. Eles cuidam dos doentes, dos órfãos e famintos quando ninguém mais o faz. Esses atos criminosos de "amar ao próximo" - de "não se encaixar [nos padrões norte-coreanos]"- os tornam inimigos políticos.

Os cristãos também são um alvo porque o cristianismo é a religião dos inimigos da Coreia do Norte: os Estados Unidos e a Coreia do Sul. As redes cristãs são vistas como tentativas de minar o Estado.

Portas Abertas

Por isso o trabalho  com a Igreja Perseguida na Coreia do Norte é tão arriscado. A distribuição de Bíblias, os treinamentos, o trabalho para os refugiados na China e até mesmo a ajuda com entrega de alimentos são realizadas em profundo segredo. "Seu amor e contínuo apoio nos ajudam a sobreviver", diz um líder da Igreja clandestina à Portas Abertas. O Senhor está fazendo um trabalho maravilhoso na Coreia do Norte. Os cristãos compartilham o pouco de comida que têm com os vizinhos. Eles cuidam dos doentes e dos órfãos. Com oração podemos ser parte da criação do Reino do céu na Coreia do Norte.

Um dia Pyongyang será novamente a "Jerusalém do Oriente". É o sonho e a esperança de todos os cristãos da Coreia do Norte. A Portas Abertas e seus contatos já estão se preparando para uma possível reviravolta   no país. Haverá treinamentos e investimento em futuros líderes da Igreja. Ninguém sabe quando a Coreia do Norte vai se abrir e sair da Classificação dos países por perseguição. Mas imagine um país onde os ídolos são substituídos por edifícios de igreja. Imagine uma Igreja que sobreviveu a décadas de perseguição. Imagine centenas de milhares de cristãos que vão testemunhar abertamente sobre o amor de Jesus ante as trevas . Imagine a alegria no céu.

Três coisas que todo cristão deve saber sobre a Coreia do Norte

• Os cristãos são severamente perseguidos. Mesmo a posse de uma Bíblia é motivo suficiente para mandar toda a família para um campo político.

• Com oração você pode ser parte da obra de Deus na Coreia do Norte.

Vida cristã na Coreia do Norte

• Os cristãos só podem adorar a Deus em conjunto quando toda a família é cristã.

• Reunião em grupos é praticamente impossível de outra forma. Muitos cristãos tentam se encontrar um a um em lugares públicos. Se for seguro, eles compartilham um versículo da Bíblia ou um ponto de oração. Esse é o seu culto da igreja.

• É muito perigoso dizer a seus filhos sobre sua fé. É por isso que muitos pais cristãos disfarçam histórias da Bíblia como contos de fadas. Mas eles não podem mencionar Deus ou Jesus, e enfatizam aos filhos que eles nunca devem compartilhar estas histórias com seus amigos ou professores.

• O principal pedido de oração dos cristãos da Coreia do Norte é que as igrejas de seus antepassados sejam restauradas novamente.




Tradução: Carla Priscilla Silva

 fonte Portas Abertas

Radicais proíbem aperto de mão entre homem e mulher na Somália Militantes islâmicos também vetam conversas públicas entre homens e mulheres sem laços familiares.

O grupo islamista radical al-Shabab proibiu o aperto de mãos entre homens e mulheres na cidade de Jowhar, no sul da Somália.
Além de proibir o aperto de mãos interssexual, a organização também vetou conversas em público e até o caminhar lado a lado entre homens e mulheres sem laços familiares.
O governo do al-Shabab afirma que todo aquele que for flagrado descumprindo as regras será julgado segundo a lei islâmica, a Sharia.
O correspondente da BBC em Mogadíscio Mohamed Moalimuu afirmou que a punição cabível provavelmente seria flagelação em praça pública.
'Manifestações não-islâmicas'
A maioria das rádios da Somália já suspendeu a execução de músicas seguindo as ordens de grupoos islâmicos influentes como o al-Shabab e o Hizbul-Islam, que consideram canções manifestações não islâmicas.
As rádios afirmam que tiveram que obedecer as ordens dos insurgentes, caso contrário, vidas de funcionários seriam postas em risco.
Algumas rádios passaram a transmitir poemas tradicionais no lugar de música.
A Somália não tem um governo central estável desde 1991, e militantes islâmicos controlam grandes partes do território.
O governo de transição, com o apoio de soldados da União Africana e fundos da ONU, controla apenas uma pequena parte da capital, Mogadíscio.
Em 2009, militantes chegaram a proibir filmes e futebol e obrigaram os homens a usarem barbas em algumas regiões.


fonte  BBC

O Poder Inerente do Evangelho e Seu Fruto Espiritual

Se o Diabo ocupasse o púlpito de uma igreja e pregasse o evangelho, almas poderiam ser salvas? Se ele realmente fizesse isso, deveria ser repreendido pela sua pregação? O bem realizado compensaria todo o mal?

 

Talvez você pense consigo mesmo que a situação inacreditável descrita no subtítulo seria blasfêmia! No entanto, pode ter certeza que a pergunta é válida, e as possibilidades o deixarão surpreso.
Para encontrarmos uma base sólida nas Escrituras para nossa tese, precisamos apenas consultar Isaías 55:11, que diz o seguinte:
"Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei."
A partir desse verso, aprendemos que a Santa Palavra de Deus irá, sem falhar, realizar o propósito pretendido por ele. A mensagem do evangelho, as "boas novas" da obra expiatória de Cristo na cruz pelos nossos pecados — é ao mesmo tempo simples e "dinamite" sobrenatural. É simples, pois é curta e vai direto ao ponto, e é sobrenatural, pois realiza o trabalho com um poder que não é humano em sua origem.
Para aqueles que têm dúvidas sobre a natureza exata do evangelho, ela está exposta em toda sua simplicidade em 1 Coríntios 15:1-8:
"Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis. Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão. Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras. E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze. Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também. Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos. E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo."
A mensagem central (as boas novas do evangelho) que Paulo está referenciando, encontra-se nos versos 3 e 4 — "... que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras..." Essa é a mensagem do evangelho em sua inteireza, curta e doce! Essa é a mensagem miraculosa que "virou o mundo de cabeça para baixo" [Atos 17:6] e que ainda hoje chama e salva o povo de Deus de seus pecados. A brevidade e a simplicidade da mensagem são intencionais e foram planejadas por Deus para magnificar o milagre do renascimento espiritual (leia 1 Coríntios 2) e os pastores que "floreiam" a mensagem com excessiva oratória estão em erro. A mensagem é tão simples que até uma criança pode repeti-la para seus amiguinhos — e Deus operará seu milagre da graça, se assim decidir.
Portanto, é óbvio que se Satanás falar essas palavras aos ouvidos humanos, Deus certamente abençoará as palavras e as usará para chamar suas ovelhas. Mas, acreditamos que isso já tenha acontecido? Sim, é claro! Sem sombra de dúvidas!!!
Lembre-se que Satanás pode aparecer como "um anjo de luz" e seus ministros também podem atuar como se fossem ministros da justiça.
"Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo... Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras." [2 Coríntios 11:1,13-15; ênfase acrescentada].
Além disso, sabemos que o Falso Profeta de Apocalipse 13:11-18 parecerá ser um cristão, e será aceito como tal pela população, que o verá como um grande líder cristão. Veja a profecia bíblica: "E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão."
"... e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro..." — os eruditos bíblicos são unânimes em afirmar que isso significa que o Falso Profeta, que servirá tão bem ao Anticristo, e que exercerá os mesmos poderes ocultistas, afirmará ser um cristão, e será amplamente aceito como tal. Os falsos profetas e falsos líderes religiosos são muito perigosos justamente por que parecem ser ministros da justiça e genuínos; misturam uma boa quantidade de verdade com um pouco de erro; incentivam as pessoas a negligenciarem o erro e se concentrarem apenas na verdade que falam, sabendo que elas não se lembrarão da advertência bíblica que apenas um pouco de fermento faz levedar toda a massa. [1 Coríntios 5:6].
Somente Deus sabe com certeza quantas vezes o próprio Diabo (ou um de seus anjos caídos) ocupou (e ocupará) os púlpitos das igrejas em todo o mundo! Acreditamos que ele tenha feito isso com indisposição e com grande relutância, permitindo que algumas almas genuinamente viessem a Jesus Cristo, como um preço que aceitou pagar para condenar as almas de outros!
Pense nisto — a mensagem do evangelho é tão simples que nem o Diabo nem seus apóstatas podem evitá-la totalmente em sua busca para enganar e manter calados aqueles que conhecem o que a Palavra de Deus diz. Essa é a principal razão por que os apóstatas farão o melhor que puderem para levar as congregações para longe da Bíblia. Se seu pastor não enfatiza as Escrituras acima de todas as coisas, na melhor das hipóteses ele é um tolo, e na pior, é alguém que está a caminho para o inferno! Para enfatizar esse princípio, o apóstolo Paulo nos diz o seguinte:
"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema." [Gálatas 1:8-9].
A palavra anathema, que foi traduzida como "anátema", significa no grego "banir", ou "excomungar". Em outras palavras, Paulo está invocando o julgamento de Deus de condenação sobre qualquer pessoa que se atreva a pregar uma mensagem do evangelho diferente! Essa severa advertência destina-se a destacar a mensagem simples e torna extremamente difícil para qualquer pessoa evitá-la completamente, mesmo se estiver conscientemente tentando levar as pessoas em um caminho diferente. Existem muitas evidências no anedotário em livros e sermões (freqüentemente relatos em primeira pessoa) que substanciam firmemente a afirmação que muitos pregadores não-convertidos pastorearam congregações durante vários anos e só mais tarde é que realmente se converteram! Nesses relatos, eles freqüentemente mencionam que levaram outras pessoas a Cristo, antes mesmo de eles próprios terem ido a Cristo! Tecnicamente falando, esses homens eram escravos de Satanás naquele tempo e estavam sob seu controle, enquanto não eram regenerados. [Efésios 2:2] Portanto, o fruto espiritual foi produzido para Cristo a despeito dos melhores esforços do Diabo! Lembre-se, o que importa é a mensagem, não o mensageiro.
Agora, voltando à premissa na sinopse deste artigo: Os cristãos deveriam "repreender e redarguir" [2 Timóteo 4:2] o espírito maligno que inadvertidamente produziu fruto? O "bem" que é produzido compensa o mal inerente na forma como foi produzido? O fim justifica os meios? Se você tende a aceitar essa filosofia ética, pode ficar surpreso em saber que esse ponto de vista é chamado de "casuísmo" e foi em certo sentido a filosofia jesuíta que esteve por trás da Inquisição realizada pela Igreja Católica Romana, que matou um número estimado de oito milhões de cristãos nascidos de novo! E precisamos responder com a admoestação que nunca é certo proceder da forma errada. No entanto, algumas pessoas certamente replicarão dizendo, "E as almas que são salvas — como pode haver algo de errado?" A resposta é muita coisa!! Depende apenas de como olhamos para isso.
Você preferiria ter nascido em uma família amorosa e cuidadosa, recebendo uma boa formação, ou em uma família sem qualquer preocupação em formar o caráter cristão, sem receber amor nem cuidados? Não posso falar por você, mas eu preferiria muito mais a primeira situação! Deus trabalha de formas misteriosas suas maravilhas e, em sua soberania, algumas vezes permite que os santos nasçam em famílias e ambientes espiritualmente muito deficientes. Esses convertidos encontram-se como "bebês em Cristo", no meio de uma massa de gente que professa a Cristo — mas na realidade não o conhece — e por causa disso, suas chances de crescimento espiritual positivo são pequenas, ou nenhuma. Como resultado, elas permanecem espiritualmente imaturas, não dão testemunho de Cristo de forma eficiente, e podem acabar no final sem galardão algum quando forem julgadas no Tribunal de Cristo. Embora não seja uma falha delas próprias, foram "lançadas aos lobos" em seu nascimento espiritual e sofreram por causa disso. São salvas? Sim, e esse aspecto é maravilhoso, mas a que custo a elas pessoalmente por causa das circunstâncias?
O pastor e a congregação apóstata não têm a terrível responsabilidade por se envolverem em fornicação espiritual? São culpados de cumplicidade pela vida espiritual que surge no meio de condições erradas e terríveis? É claro que sim! A mensagem do evangelho foi pregada por um falso cristão a um grupo de falsos cristãos, mas uma das ovelhas eleitas de Deus ouviu a mensagem correta no lugar errado e respondeu a ela — uma boa coisa, mas ao mesmo tempo algo triste, por causa do ambiente pecaminoso em que ocorreu. Mais triste ainda é a atitude que diz: "Bem, a alma foi salva, não foi?" — como se insinuasse que aquela alma poderia não ter sido salva se não fosse pelos esforços daquele povo infiel! Ouçam-me, amigos, Deus vai salvar cada uma de suas ovelhas e nem uma delas será perdida [João 6:37,39; 10:27-29]. Em João 17:2, o Senhor diz muito claramente que dará vida eterna a tantos quantos o Pai lhe deu e em Efésios 1:4, Paulo diz em termos igualmente claros, que os eleitos de Deus foram "escolhidos em Cristo antes da fundação do mundo". Romanos 8:31-39 diz que nada poderá nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. Nossa responsabilidade no evangelismo é alcançar os eleitos usando a mensagem e os métodos de Deus. E ai daqueles que presumem que possam pregar sem o benefício do Espírito Santo e sem salvação pessoal em Cristo — particularmente os apóstatas bem cientes do que estão fazendo.
Nosso recente boletim referente ao novo livro da Dra. Cathy Burns, Billy Graham and his Friends gerou uma grande quantidade de mensagens de correio eletrônico — a maior parte negativa, como já esperávamos, pois Billy Graham é consistentemente avaliado pelas pesquisas de opinião pública, ano após ano, como sendo um dos dez homens mais respeitados do mundo. No entanto, somente esse fato deveria revelar a qualquer cristão que conhece bem sua Bíblia que algo está errado, pois o mundo odeia os genuínos pregadores da verdade de Deus! Especialmente neste fim dos tempos, as pessoas desprezarão o homem de Deus destemido e que não contemporiza!
"Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia." [João 15:19].
Na verdade, todos os cristãos podem esperar tribulações, se realmente viverem para Cristo, como diz o verso a seguir:
"E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições." [2 Timóteo 3:12].
O que esse verso infere é que "Se você não está sofrendo perseguições, é por que não está vivendo piamente em Cristo Jesus."
Assim, o que podemos entender? Como pode Billy Graham manter sua enorme popularidade se está proclamando fielmente o evangelho e pregando contra o pecado sem contemporizar? A resposta deve ser bem óbvia.
E aqueles que estão protestando mais alto têm algo em comum — uma descarada opinião do "e daí" quando são confrontados pelas atividades ecumênicas de Billy Graham. E se ele estiver flertando com o papa? E se estiver ativamente envolvido há cinqüenta anos na criação da igreja global destinada a ser usada pelo Anticristo? E se rotineiramente envia muitos daqueles que respondem aos apelos em suas cruzadas às igrejas apóstatas, para que aprendam que Jesus Cristo não é realmente Deus e que a Bíblia não deve ser interpretada literalmente — olhe para as almas que Billy Graham já levou a Cristo! Isso é pragmatismo no que há de pior — obtivemos "bons" resultados, de modo que a viagem passando pelo inferno valeu a pena.
Você sabia que essa atitude é um dos principais conceitos que forma o comunismo? "O fim justifica os meios". Lênin disse: "Os bons fins justificam os maus meios". "Se certo bem resulta do ministério de um homem, o que importa se seus métodos são maus?"
Como Ann Landers, um ícone do jornalismo, costumava dizer em sua coluna, "Acorde e sinta o cheiro do café!"
Mesmo que algumas almas tenham sido salvas por meio da pregação de Billy Graham, essa maravilhosa realidade não justifica nem corrige o fato que suas atividades, fora das cruzadas, levam muitas pessoas ao inferno. É verdade que a estrada para o inferno está pavimentada pelas boas intenções", mas também é verdade que "a estrada para o inferno está pavimentada por paralelepípedos alternados Verdade e Erro".
Neste fim dos tempos, precisamos estar bem cientes desse fato espiritual, pois Deus certamente está ciente e presta atenção aos métodos.
Verdadeiramente, o fim dos tempos, com toda a enganação espiritual está aqui sobre nós, e está atingindo força total.

 

Congregação Cristã no Brasil






Introdução:

A Congregação Cristã no Brasil é vista por alguns como uma seita, por outros , como um movimento contraditório. Nosso objetivo nesta lição é demonstrar o caráter sectarista e exclusivista desta Igreja, fato que nos impele a tratá-la no mínimo como um movimento contraditório; pois suas doutrinas são fundamentadas em versículos isoladas das Escrituras e mal interpretados, como também vêem as demais Igrejas como seitas.


1. Fundador:

Luis Francescon , nascido em 29 de março de l866, na comarca de Cavasso Nuovo, província de Udine, Itália. Imigrou para os E.U.A. após servir ao exército, chegando à cidade de Chicago, Estado de Illinois em 1890. No mesmo ano começou a ter conhecimento do Evangelho através da pregação do irmão Miguel Nardi. Em 1891 teve compreensão do novo nascimento e aceitou a Cristo como seu Salvador. Em março de ano seguinte, junto ao grupo evangelizado pelo irmão Nardi e algumas famílias da Igreja Valdense, fundaram a Primeira Igreja Presbiteriana Italiana, tendo sido eleito Filippo Grili como pastor e Francescon como diácono e, após alguns anos, ancião dessa Igreja.

a) Sua experiência com o novo batismo.

Conforme o próprio relato de Luis Francescon, após três anos de freqüência e organização da Igreja Presbiteriana Italiana, enquanto lia a Bíblia Sagrada, em Cl 2,12 "Sepultados com ele no batismo, nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dos mortos". No momento da leitura ouviu duas vezes as seguintes palavras "Tu não obedecestes a este meu mandamento". A partir daí, inicia o questionamento do batismo por aspersão praticado pelo Igreja Presbiteriana Italiana.

b) Rompimento com a Igreja Presbiteriana.

Com a viagem do Pastor Filippo Grilli para a Itália, coube a Francescon, como ancião, presidir à reunião no dia 6 de setembro de l903 ,(domingo), oportunidade em que, após 9 anos da revelação acerca do batismo, falou com a Igreja acerca deste assunto, o que fez, convidando a todos os membros da Igreja Presbiteriana para assistir ao seu batismo por imersão. O batismo foi realizado no dia 7 de setembro de l903, onde compareceram cerca de 25 irmãos, dos quais 18, incluindo Francescon, foram batizados. Com a chegada do Pastor Filippo Grilli, da Itália, Francescon não pode fazer outra coisa que pedir seu desligamento daquela Igreja, e o grupo batizado, juntamente com ele, também se desligou, mesmo a revelia. Assim estabeleceram uma pequena comunidade evangélica livre reunindo-se na casa dos irmãos.

c) O Batismo com Espírito Santo:

Em fins de l907, o grupo liderado por Francescon tomou contato com o nascente movimento pentecostal, participando das reuniões realizadas na missão localizada na West North Avenue,943, que tinha como pastor William H. Durhan, oriundo do movimento Azuza, de Los Angeles. No dia 25 de agosto de l907, naquela missão, Luis Francescon recebeu o Batismo com Espírito Santo, e algum tempo depois o Pr Durham informou a ele que o Senhor o tinha chamado para levar sua mensagem à colônia Italiana, e o movimento foi se expandindo.



2. O Estabelecimento da Igreja no Brasil .

Depois de ter estabelecido o trabalho na Argentina, Francescon e Giacomo Lombardi dirigiram-se ao Brasil em 8 de março de l910, com destino a São Paulo. No segundo dia de estada no Brasil encontraram um italiano chamado Vicenzo Pievani, na Praça da Luz, onde pregaram o evangelho. Parece, todavia, que de início seu trabalho foi pouco promissor, até que em 18 de abril, G. Lombardi partiu para Buenos Aires, e Francescon foi para Santo Antonio da Platina, no Paraná, chegando lá em 20 de abril de l910, e deixou estabelecido ali um pequeno grupo de crentes pentecostais, o primeiro grupo desse segmento no Brasil.

a) O trabalho em São Paulo.

Ao retornar em 20 de junho para são Paulo, após um contato inicial com a Igreja Presbiteriana do Brás, onde alguns membros aceitaram a mensagem pentecostal, bem como alguns batistas, metodistas e católicos romanos, surge a primeira "Congregação Cristã" organizada no país. Já, no mês de setembro, Francescon segue novamente para o Paraná, deixando ali a novel igreja sem maior respaldo. A partir daí, o trabalho da Congregação Cristã espalha-se por onde existe colônias italianas, notadamente na região sudeste do país, principalmente nos Estados de São Paulo e Paraná, onde até hoje se concentram. Seu fundador, o ancião Louis Francescon, faleceu em 7 de setembro de l964, na cidade de Oak Park, Illinois, USA.

b) O desenvolvimento da Igreja.

Diante dos relatos acima, podemos ver que a história da Congregação Cristã não traz maiores diferenças que possam explicar sua posição sectária de hoje, mas no decorrer do tempo foram se adequando a certos individualismos . Baseados na história narrada pelo próprio Francescon, podemos declarar que o comportamento da congregação cristã hoje é bem diferente de seu fundador; pois o mesmo mantinha comunhão com irmãos de denominações diferentes. Gunnar Vingrem narrou em seu diário o encontro com Francescon em um clima de muita comunhão e espiritualidade em 1920 em São Bernardo do Campo.

c) Causas do individualismo.

Primeiramente, devemos ter em mente que a Congregação Cristã teve origem num ambiente teológico, onde dominava a doutrina da predestinação , de onde veio seu fundador e boa parte de seus primeiros membros. Isso, somado ao fato de que algumas profecias davam conta de que lhe seriam enviados os que haveriam de se salvar, além do fato de o ancião Francescon não ficar continuamente junto aos novos grupos, mas, como ele mesmo escreveu, esteve em nosso país cerca de dez vezes, em períodos intercalados. Esses fatos Com certeza causaram grandes vácuos na interpretação e orientação da liderança nacional, levando a surgir uma interpretação extremista dos conceitos calvinistas.



3. Doutrinas Da Congregação Cristã no Brasil:

Ao analisar o pensamento doutrinário da Congregação Cristã no Brasil, temos a impressão de que seus líderes criaram um Evangelho segundo a CCB. A maioria de seus adeptos defendem o pensamento errôneo de que a salvação só é possível na sua própria Igreja: "A gloriosa Congregação". Desenvolveram inconscientemente a doutrina da auto-salvação, ou da religião salvífica, e conseqüentemente, por tabela o monopólio da salvação, com todos os direitos reservados à CCB, uma espécie de "copyrigth".

a) Sobre o estudo da Bíblia.

A CCB ensina que o Espírito Santo dirige tudo, e não é necessário se preparar, examinar ou meditar nas Escrituras Sagradas. Sem dúvidas, o Espírito Santo opera poderosamente na vida de sua Igreja, mas isto não significa que devemos desprezar o estudo das Escrituras. É uma postura que desvirtua um dos propósitos de Deus, que é o exame de sua Palavra. "Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detêm no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite". ( Sl 1.1); Veja ainda 2 Tm 2.15; Sl 119.105; Pv 7.1-3; Dt 6.6-9; 1 Tm 4.13; 2 Tm 4.13; Pv 9.9; Sl 119.9-16; Sl 19.7-8; Sl 1.1-2. Essas referências já são suficiente para provar que o pensamento da CCB é contrário a Palavra de Deus. Os membros da CCB não conhecem a Palavra de Deus e fazem questão de dizer que não sabem para dar a entender que tudo que falam provém do Espírito Santo. Uma atitude completamente contrária a de seu fundador.

b) Sobre o Batismo.

A CCB não conhece a Batismo efetuado por ministros do Evangelho de outras denominações, mesmo que seja por imersão em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo ( Mt 28.19). Na verdade não dá para concordar com a maneira ou forma pela qual ela ministra nas águas às pessoas sem preparo algum, todavia não desmerecemos tal batismo, mas reconhecemos que sua validade depende mais do batizado. A CCB diz não reconhecer o Batismo de outras denominações pelos seguintes argumentos: "o batismo de outras denominações cristãs está errado, porque utilizam a expressão "eu te batizo". A CCB entende que ao dizer "eu te batizo" é a carne que opera e o homem se coloca na frente de Deus. "O Batismo só é válido se efetuado com esta fórmula: Em nome do Senhor Jesus te batizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo". "O Batismo da CCB purifica o homem do pecado". Parece que a CCB, além de não conhecer a Bíblia, desconhece também, a língua portuguesa. Que diferença há em dizer: "Eu te batizo" ou "Te Batizo". O sujeito não está oculto? Além do mais, se, pelo fato de utilizar a expressão "eu te batizo", estivermos aborrecendo a Deus , então João Batista teria ofendido a Deus, pois ele dizia "eu vos batizo com água..." Será que a CCB acha que João Batista era carnal e se colocava na frente de Deus?

c) Sobre o uso do véu para as mulheres.

Se a CCB tivesse adotado a prática de suas mulheres usar o véu, mas não condenasse as que não usam, não teríamos nada a dizer. Convém salientar que o uso do vestuário no culto, tal como véu, chapéu, roupas etc, depende de cada cultura , pois "os costumes se alteram e as exigências também": Essa questão do véu transformou-se em polêmica por parte de alguns, mas, porém, basta estudar a questão cultural dos orientais paras se perceber que é apenas um costume local.



4. Outros erros doutrinários da CCB

De acordo com o exposto, a CCB não suportaria um exame sério das Escrituras, fato característico das seitas; porque sua interpretação foge às regras da hermenêutica sagradas. Tudo que acontece nessa Igreja está relacionado ao sentimento. É sempre necessário sentir para se realizar alguma obra ou até mesmo para orar por alguém. Essa teologia do sentimento afasta o homem de Deus e da Bíblia, como prova sua própria história.

a) A Saudação da CCB.

A CCB nos acusa de saudar com a "paz do Senhor". Citam para justificar esse conceito a seguinte expressão: "devemos saudar com a paz de Deus, e nunca com a Paz do Senhor, porque existem muitos senhores, mas Deus é só um. Essa acusação da CCB se desfaz em pó com somente um versículo que Paulo escreveu na primeira carta aos Coríntios 8.5,6, que diz: "Porque, ainda que haja também alguns que se chamam deuses, quer no céu como na terra( como há muitos deuses e muitos senhores). Todavia para nós há um só Deus, Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por Ele". A CCB não consegue entender que quando saudamos com a paz do Senhor estamos saudando com a paz do nosso grande Senhor Jesus Cristo. Conf. Jo 14.27.

b) O Ósculo Santo.

A CCB insiste em adotar costumes orientais, muitos deles registrados na Bíblia, como é o caso do ósculo santo, pensando com isto estar em posição espiritual superior à dos outros. Esse é um costume que perdura até hoje no oriente. O ósculo era uma maneira comum de saudar no oriente, muito antes do estabelecimento do cristianismo. Tem servido igualmente como parte da expressão judaica em suas saudações, tanto nas despedidas como também na forma de demonstração geral de afeto. Ver Gn 29.11; 33.4. Também parece ter sido um sinal de homenagem entre os israelitas conf. 1 Sm 10.1. O ósculo dado aos ungidos de Deus, por semelhante modo, parece ter-se revestido de significação religiosa, o que também se verifica entre outras culturas. Quando Paulo recomendou que se saudasse uns aos outros com ósculo santo, simplesmente estava falando de um costume existente. Caso fosse no Brasil, certamente seria mencionado o aperto de mão ou o abraço. Essa é uma questão cultural, que também não é compreendida pela CCB.

c) O Dízimo:

CCB da a César o que é de César, mas quando é para dar a Deus inventam muitos argumentos e obstáculos. Ensinam os Anciãos da CCB que o dízimo é da lei e que é maldito e hipócrita aquele que dá e aquele que o recebe. A Bíblia ensina que o dízimo é santo; a CCB ensina que é profano. A Bíblia ensina que o dizimo é do Senhor (Lv 27.30); a CCB ensina que o dízimo é para ladrões. Jesus não condenou a prática do dízimo (Mt 23.33); condenou, sim, os hipócritas que desprezavam os principais preceitos da Lei de Deus, mas não condenou o dízimo praticado até pelo pai dos crentes, Abraão.( Gn 14.20). O Autor da epístola aos Hebreus falou sobre a prática do dizimo na atual dispensação. ( Hb 7.8-9).



Conclusão:

Procuramos destacar alguns pontos contraditórios da Congregação Cristã, ainda que sucintamente, mas cremos ser o suficiente para mostrar que essa denominação é exclusivista. Parece que o céu foi feito só para eles e que a salvação só existe em sua denominação e em questão de Bíblia só a interpretação deles é válida. Para eles somente sua liderança é Bíblica, somente sua maneira de orar é válida e a pregação do evangelho só é correta através de seus membros. Sem dúvidas , a Congregação Cristã No Brasil está completamente desviada de seus propósitos iniciais. Precisa urgentemente voltar ao primeiro amor conf. Ap 2. 4,5



Questionário:

1. Que foi o fundador da CCB?
R: Luis Fracescon.

2. Qual a principal característica da CCB?
R: Sectarista e exclusivista.

3. Qual a posição da CCB sobre o estudo da Bíblia?
R: Ensinam que o Espírito Santo dirige tudo e não é necessário se preparar e examinar as Escrituras.

4. Que diferença há entre: "Eu te batizo" e "Te batizo"?
R: Nenhuma. Apenas o sujeito está oculto na expressão: "te batizo".

5. Prove que o Dízimo não é apenas da Lei.
R: O dízimo foi praticado antes da Lei ( Gn 14.18-29; 28.20-11); durante a Lei ( Lv 27-30-34: Ml 3.8-10) e na atual dispensação ( Hb 7.8-9) e foi aprovado por Jesus Mt 23.23.

6. Por que o ósculo santo não é uma doutrina?
R: Porque é apenas um costume oriental.



SUPRIMENTO PARA PROFESSORES:

Formação da Igreja

No dia 4 de setembro de l909, Francescon e Giacomo Lombardi (iniciador do movimento na Itália), embarcam em Chicago, para a cidade de Buenos Aires, capital da Argentina, em contato com familiares de membros da Igreja norte-americana, instalaram o trabalho pentecostal entre a colônia italiana dali. Hoje, a Igreja que ali surgiu foi incorporada pela Igreja Cristã Pentecostal da Argentina.

Sobre Dízimos.

Convém destacar que o dízimo foi praticado antes da Lei ( Gn 14.18-29; 28.20-11); durante a Lei ( Lv 27-30-34: Ml 3.8-10) e na atual dispensação ( Hb 7.8-9) e foi aprovado por Jesus Mt 23.23. É estranho que a CCB combate o dízimo, mas instituíram as seguintes ofertas: Ofertas da piedade, oferta para compra de terrenos; ofertas para fins de viagens; ofertas para conservação de prédios e ofertas de votos. Isso que é hipocrisia, combatem o dízimo bíblico e ao mesmo tempo instituíram várias ofertas para suprir a ausência do dízimo. Convém ainda destacar que essas ofertas foram inventados por eles, sem nenhum fundamento bíblico. A Bíblia fala de dízimos e ofertas, mas não acrescenta nas ofertas esses nomes por eles acrescentados.

Sobre a liderança da CCB.

Para a CCB, existe somente o ancião e ensinam que todo pastor é ladrão . A irmandade inteira sai repetindo o assunto, como se fosse um eco do ancião. Condenam a função de presbítero mas ainda não descobriram que "Ancião" é a forma hebraica para presbítero no grego. Eles são tão incoerentes que no parágrafo 10 das doutrinas da CCB, diz: "Nós cremos que o Senhor Jesus Cristo tomou sobre si nossas enfermidades. Está alguém entre vós doente? Chame os Presbíteros da Igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor..." (Tg 5.14-115). Quanto às passagens que dizem respeito ao ministério da Igreja encontram-se em: Ef 4.11; Atos 6; Tt 1.5; Hb 13.7-17 etc. Certamente os membros da CCB as desprezaram, ou então, ignorantemente, dirão que essas passagens são espirituais, e não materiais. Só que quando se refere somente a ancião e diáconos, aí tornam-se misteriosamente materiais.

Sobre a pregação do Evangelho.

A CCB defende que não se deve sair para evangelizar, utilizando-se novamente de versículos bíblicos fora do contexto. Eis aqui os versículos citados pela CCB: Mt 6.5; Mt 7.6: Mt 12.18-21. Apegados a estes versículos a CCB busca desesperadamente justificar sua recusa ao "ide" do Senhor Jesus. Jesus não ordenou que seus discípulos esperassem, até que alguém sentisse que deveria aceitar o evangelho. Jesus jamais disse ao pecador: "Se sentires e fores ao templo será salvo". Ao contrário, Ele disse a Igreja: ": Ide por todo mundo; pregai o evangelho a toda criatura".,( Mc 16.15); Veja ainda: At 2.14-36; At 16.25-34; At 17.22-31; At 1.8; 17.17; 16.13; 21.15; Rm 1.14-15; 1 Co 9.16 etc. Esperamos que a CCB examine melhor as Escrituras e comece a viver um Evangelho sem máscaras...

Sobre a oração somente de joelhos:

A CCB diz que somos fariseus por oramos de pé. Se a oração fosse de fato como dizem, como poderíamos cumprir o que Paulo diz em 1 Ts 5.17 "Orai sem cessar". É verdade que o texto de Lc 18.11 declara que o fariseu estando em pé orava e sua oração não foi ouvida. Mas no v. 13 declara que o publicano achava-se também em pé e sua oração foi ouvida, V.124. Logo, não é a posição do corpo que influiu na resposta de oração, mas a situação do coração. ( Is 1.15-16; 9.1-2). A Bíblia aponta várias posições para oração: Oração de olhos abertos e em pé (Gn 18.22; Jo 11.41-42); oração sentado ( At 2.1-4); oração de cócoras ( 1 Rs 18.42; Oração no ventre do peixe ( Jn 2.1-3); Oração deitado na cama ( Is 38.2-3; Sl 4).

Fundador.

Observe o testemunho do fundador: "No mesmo ano, ouvi o Evangelho por meio da pregação do irmão Nardi. Em dezembro de l891 tive do Senhor a compreensão do novo nascimento". (CCB - História da obra de Deus).


Copiado de http://www.planetaevangelico.com.br/religioes/. Autor anônimo.

A Idolatria & Mariolatria - Série , Vamos Aprender Juntos

Eu não tenho nada contra a irmã Maria, foi uma mulher que procurou vivenciar os ensinamentos de Deus. Mulher reta e digna de ser escolhida para ser a mãe física do Senhor Jesus Cristo. É certo que, no momento, se encontra junto aos salvos, no entanto, não numa situação de supremacia a eles.
Algumas igrejas cristãs (católica, por exemplo) observam doutrinas e dogmas que destoam dos princípios bíblicos, ao conceder a Maria uma posição de soberania, em igualdade e até superior ao Criador.
Afirmam por exemplo:
“Maria é onipotente em poder e infinita em misericórdia, e é para ser adorada como rainha do céu e dos anjos. Ela foi imaculada. (Ela é chamada Mãe de Deus, Refúgio dos Pecadores, Portão do Céu, Mãe de Misericórdia, Esposa do Espírito Santo, Propiciatória do Mundo, etc)”.
Este ensino foi introduzido na igreja por volta do ano de 1301, frutos de muitos debates por alguns séculos, foi proclamada doutrina pelo Papa Pio IX apenas em 1854. Antes desta data, ela não era reconhecida pela igreja como mãe de Deus e dotada de qualidades exclusivas do Senhor Deus.
Não encontramos na Bíblia (não aceito outras fontes de fé), concessão de atributos de deidade a esta serva.
a) Mostra-se como serva: “Então, disse Maria: A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador, porque contemplou na humildade da sua serva. Pois, desde agora, todas as gerações me considerarão bem-aventurada,  porque o Poderoso me fez grandes coisas. Santo é o seu nome.” Lucas 1.46-49
b) Necessitada da purificação: “Chegou o dia de Maria e José cumprirem a cerimônia da purificação, conforme manda a Lei de Moisés. Então eles levaram a criança para Jerusalém a fim de apresentá-la ao Senhor.” Lucas 2.22
c) Reconhece a necessidade de salvação: “e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador”. Lucas 1.47
Não há relatos na Bíblia Sagrada mostrando-nos que Maria foi alvo de adoração ou veneração.
Ate mesmo por ocasião do nascimento de Cristo, vemos que todas as formas de adorações e cultos foram direcionadas ao Messias exclusivamente. É notável em todas as narrativas a forma usada por Jesus para dirigir-se a Deus, com relação à Sua mãe, vemos que o tratamento foi totalmente normal (“Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Eles não têm mais vinho. Mas Jesus lhe disse: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.” João 2.3-4; “Vendo Jesus sua mãe e junto a ela o discípulo amado, disse: Mulher, eis aí teu filho.  Depois, disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. Dessa hora em diante, o discípulo a tomou para casa.” João 19.26-27). Nas poucas narrativas que há na Bíblia a respeito de Maria, ela é apresentada como uma pessoa comum, sem destaque ou importância superior dentro da igreja primitiva (“Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele.” Atos 1.14).
Maria foi a mãe de Cristo. Isto se refere a Cristo o ser humano, o Messias prometido nas antigas profecias, de forma alguma a Cristo como Deus. (“Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus.” Lucas 1.30,31,35). Cristo nos é apresentado como o único e suficiente salvador, não deixando margens para a aceitação de outro mediador (“Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”. 1Timóteo 2:5). Ele é o socorro em meio às aflições (“Pois, naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados.” Hebreus 2.18; “Pois, naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados… Portanto, fiquemos firmes na fé que anunciamos, pois temos um Grande Sacerdote poderoso, Jesus, o Filho de Deus, o qual entrou na própria presença de Deus. O nosso Grande Sacerdote não é como aqueles que não são capazes de compreender as nossas fraquezas. Pelo contrário, temos um Grande Sacerdote que foi tentado do mesmo modo que nós, mas não pecou. Por isso tenhamos confiança e cheguemos perto do trono divino, onde está a graça de Deus. Ali receberemos misericórdia e encontraremos graça sempre que precisarmos de ajuda.” Hebreus 4.14-16).
O papel que Maria ocupa na Bíblia é mais discreto se comparados com a tradição católica. Os dados estritamente biográficos derivados dos Evangelhos dizem-nos que era uma jovem donzela virgem (em grego ????????), quando concebeu Jesus, o Filho de Deus. Era uma mulher verdadeiramente devota e corajosa. O Evangelho de João menciona que antes de Jesus morrer, Maria foi confiada aos cuidados do apóstolo João e a Igreja Católica viu aí que nele estava representada toda a humanidade, filha da Nova Eva.
É dezenove vezes citada no Novo Testamento, entre elas:
“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco). Despertado José do sono, fez como lhe ordenara o anjo do Senhor e recebeu sua mulher. Contudo, não a conheceu, enquanto ela não deu à luz um filho, a quem pôs o nome de Jesus.” Mateus 1:23-25.
“Você ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Jesus… será chamado Filho do Altíssimo.” Maria pergunta ao anjo Gabriel: “Como acontecerá isso, se sou virgem (literalmente: se não conheço homem)?” O anjo respondeu: “O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim, aquele que nascer será chamado santo, Filho de Deus.”  Lucas 1:26-35).
As passagens onde Maria aparece no Novo Testamento são:

a) O aparecimento do arcanjo Gabriel, e anúncio de que seria ela a mãe do Filho de Deus, o prometido Messias (ou Cristo). (Lucas 1:26-56 a Lucas 2:1-52; compare com Mateus 1:2).
b) A visitação à sua prima Isabel e o Magnificat (Lucas 1:39-56).
c) O nascimento do Filho de Deus em Belém, a adoração dos pastores e dos reis magos (Lucas 2:1-20).
d) A Sua purificação e a apresentação do Menino Jesus no templo (Lucas 2:22-38).
e) À procura do Menino-Deus no templo debatendo com os doutores da lei (Lucas 2:41-50).
f) Meditando sobre todos estes fatos (Lucas 2:51).
g) Nas bodas de Casamento em Caná, na Galiléia. (João 2:1-11)
h) À procura de Cristo enquanto este pregava e o elogio que Lhe faz (Lucas 8:19-21 e Marcos 3:33-35).
i) Ao pé da Cruz quando Jesus aponta a Maria como mãe do discípulo e a este como seu filho (João 19:26-27).
j) Depois da Ascensão de Cristo aos céus, Maria era uma das mulheres que estavam reunidas com restantes discípulos no derramamento do Espírito Santo no Pentecostes e fundação da Igreja Cristã. (Atos 1:14; 2:1-4)
E não há mais nenhuma referência ao seu nome nos restantes livros do Novo Testamento, salvo em Lucas 11:27-28: “Ora, aconteceu que, ao dizer Jesus estas palavras, uma mulher, que estava entre a multidão, exclamou e disse-lhe: Bem-aventurada aquela que te concebeu, e os seios que te amamentaram! Ele, porém, respondeu: Antes, bem-aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!
A virgindade não foi perpetua:
Os irmãos de Jesus por parte de mãe, filhos de José e Maria (“Não é este o filho do carpinteiro? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos, Tiago, José, Simão e Judas?  Não vivem entre nós todas as suas irmãs? Donde lhe vem, pois, tudo isto?”  Mateus 13:55-56). Eles passaram a crer em Jesus depois de sua ascensão (“Passadas estas coisas, Jesus andava pela Galiléia, porque não desejava percorrer a Judéia, visto que os judeus procuravam matá-lo.  Ora, a festa dos judeus, chamada de Festa dos Tabernáculos, estava próxima. Dirigiram-se, pois, a ele os seus irmãos e lhe disseram: Deixa este lugar e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes. Porque ninguém há que procure ser conhecido em público e, contudo, realize os seus feitos em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo.  Pois nem mesmo os seus irmãos criam nele.” João 7:1-5;  “Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele.”  Atos 1.14).
Doutrina Romanista afirma:

“As imagens de Cristo, da virgem mãe de Deus e dos santos têm que ter seus usos mantidos nas igrejas e a elas devida veneração  tem que ser oferecida (Concílio de Trento, 1564). Incenso é oferecido ante estas imagens, o povo beija-as, descobre suas cabeças em suas presenças e repete rezas especiais diante delas.”
As imagens são estrita e severamente proibidas por Deus:
Êxodo 20:4,5 “Não faça imagens de nenhuma coisa que há lá em cima no céu, ou aqui embaixo na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não se ajoelhe diante de ídolos, nem os adore, pois eu, o SENHOR, sou o seu Deus e não tolero outros deuses. Eu castigo aqueles que me odeiam, até os seus bisnetos e trinetos.”
Isaias 42:8 “Eu sou o SENHOR: este é o meu nome, e não permito que as imagens recebam o louvor que somente eu mereço.”
Isaias 44:9 “Os que fazem imagens não prestam, e os seus deuses, que eles tanto amam, não valem nada. Os que adoram imagens são tolos e cegos e por isso serão humilhados.”
Para justificar este erro, lançam mão do argumento que não adoram as imagens em si, mas, que reverenciam as pessoas que são representadas através delas. É comprovado que este argumento não tem fundamentação prática, pois, a elas são dirigidas orações, rezas, honras e cultos; além, de atribuir a estas imagens feitos milagrosos. Qualquer que seja a teoria, a prática reflete uma verdadeira adoração às imagens. E a Bíblia define claramente esta forma de culto como idolatria.
Veja mais…
venerar
[Do lat. venerare.]
Verbo transitivo direto.
1.Tributar grande respeito a; render culto a; reverenciar:
adorar
[Do lat. adorare.]
Verbo transitivo direto.
1.Render culto a (divindade):
2.Reverenciar, venerar:
3.Amar extremosamente; idolatrar:
honrar
[Do lat. honorare.]
Verbo transitivo direto.
1.Conferir honras a; dar crédito ou merecimento a:
2.Cobrir de honras; distinguir com honrarias; dignificar, enobrecer, ilustrar.
3.Estimar, respeitar, acatar; venerar:
Fonte: Dicionário Aurélio
Doutrina Romanista afirma:

“Podemos invocar anjos e santos e recorrer às suas orações e ajuda para obtermos benefícios de Deus. Por seus próprios méritos, eles podem obter bênçãos para nós.” 
Este ensinamento foi introduzido por volta do sexto século e implica em dotá-los de atributos exclusivos do Senhor Deus (à trindade), tais como: onipresença, onisciência e onipotência. É claramente proibido (“Ninguém se faça árbitro contra vós outros, pretextando humildade e culto dos anjos, baseando-se em visões, enfatuado, sem motivo algum, na sua mente carnal.” Colossenses 2.18).
A exemplo dos anjos, não há referências na Bíblia que mostra-nos o menor indício de que os santos mortos, inclusive Maria, possam ouvir as nossas orações. (“Sim, os vivos sabem que vão morrer, mas os mortos não sabem nada. Eles não vão receber mais nada e estão completamente esquecidos. Os seus amores, os seus ódios, as suas paixões, tudo isso morreu com eles. Nunca mais tomarão parte naquilo que acontece neste mundo.” Eclesiastes 9:5,6).
Jesus é o único mediador, caminho que leva o homem a Deus (“Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem.” 1Timoteo 2.5; “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. João 14.6)
O nosso espelho é Cristo Jesus, não é necessário fazemos estatuetas e ou imagens de “martíres” para que a fé seja edifica.
A nossa fé deve ser fundamentada em:

1- Deus
“Jesus disse: —Não fiquem aflitos. Creiam em Deus e creiam também em mim.” João 14.1
2- Cristo
“Respondeu-lhes Jesus: A obra de Deus é esta: que creiais naquele que por ele foi enviado.” João 6:29 e “testificando tanto a judeus como a gregos o arrependimento para com Deus e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo.” Atos 20:21
3- Evangelho
“dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no evangelho.” Marcos 1:15
Não encontramos na Bíblia, nenhum texto que nos ensina a colocar a nossa fé em testemunhos de homens, sim, depositar o nosso crer na verdade nela exposta.
A adoração de imagens é um fato facilmente comprovado através da mídia, continuamente são veiculadas na TV celebrações nas quais “santos e santas” são cultuados, aqui no Brasil e no exterior. Não há como negar que a idolatria é um fato comum no meio católico. As desculpas para a veneração são as mais diversas possíveis, no entanto, insuficiente para encobrir fatos.
Nada além de Deus deve ser adorado, cultuado, venerado:
Anjos: “Não deixem que ninguém os humilhe, afirmando que é melhor do que vocês porque diz ter visões e insiste numa falsa humildade e na adoração de anjos. Essas pessoas não têm nenhum motivo para estarem cheias de si, pois estão pensando como qualquer outra criatura humana pensa.” Colossenses 2:18
Sol, luas e estrelas: “E, quando olharem para o céu, não caiam na tentação de adorar o sol, a lua ou as estrelas. Pois o SENHOR, nosso Deus, repartiu o sol, a lua e as estrelas entre os outros povos, para que eles os adorem. Mas vocês são o povo que o SENHOR tirou do Egito, aquela fornalha acesa, para serem somente dele, como, de fato, são.” Deuteronômio 4:19,20
Satanás / Demônios: “Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto.” Mateus 4:8-10
Homens: “Depois o povo de Deus se ajuntou no monte Peor para adorar o deus Baal, e eles comeram da carne dos sacrifícios oferecidos a deuses sem vida.” Salmos 106.
Deus proíbe a adoração de qualquer imagem, seja de um deus falso ou do Deus verdadeiro (“Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.”Êxodo 20:3-6).
As nações que existiam ao redor de Israel eram idólatras, e Israel muitas vezes caiu nesse pecado (“Porque os costumes dos povos são vaidade; pois cortam do bosque um madeiro, obra das mãos do artífice, com machado; com prata e ouro o enfeitam, com pregos e martelos o fixam, para que não oscile. Os ídolos são como um espantalho em pepinal e não podem falar; necessitam de quem os leve, porquanto não podem andar. Não tenhais receio deles, pois não podem fazer mal, e não está neles o fazer o bem.” Jeremias 10:3-5; “Sim, levastes Sicute, vosso rei, Quium, vossa imagem, e o vosso deus-estrela, que fizestes para vós mesmos. Por isso, vos desterrarei para além de Damasco, diz o SENHOR, cujo nome é Deus dos Exércitos.” Amós 5:26-27).
Entre outras, eram adoradas as imagens de BAAL, ASTAROTE e MOLOQUE e o POSTE-ÍDOLO. As divindades representadas por um objeto, o qual é adorado em lugar da própria divindade.
Alguns textos que condenam qualquer forma de adoração leiam-os:
Êxodo 20:4  “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.”
Levítico 26:1 “Não fareis para vós outros ídolos, nem vos levantareis imagem de escultura nem coluna, nem poreis pedra com figuras na vossa terra, para vos inclinardes a ela; porque eu sou o SENHOR, vosso Deus.”
Isaias 42:8 “Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra, às imagens de escultura.”
1João 5:21  “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos.”
Os praticantes da idolatria conforme a Bíblia são:

Abomináveis diante de Deus: “As imagens de escultura de seus deuses queimarás; a prata e o ouro que estão sobre elas não cobiçarás, nem os tomarás para ti, para que te não enlaces neles; pois são abominação ao SENHOR, teu Deus.” Deuteronômio 7.25; “No passado vocês já gastaram bastante tempo fazendo o que os pagãos gostam de fazer. Naquele tempo vocês viviam na imoralidade, nos desejos carnais, nas bebedeiras, nas orgias, na embriaguez e na nojenta adoração de ídolos.” 1Pedro 4.3
Detestado por Deus: “Eu sempre continuei a mandar a vocês todos os meus servos, os profetas, para lhes dizerem que não fizessem essa coisa horrível que eu detesto.   Mas vocês não quiseram dar atenção e não obedeceram. Não quiseram deixar esse mau costume de oferecer sacrifícios aos ídolos.” Jeremias 44:4,5
Considerados como irracionais: “Sendo, pois, geração de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, à prata ou à pedra, trabalhados pela arte e imaginação do homem.” Atos 17:29; “porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato.  Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos  e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis. Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si.” Romanos 1:21-24

A adoração de imagens, resultados:

Esquecimento de Deus:
“Contudo, todos os do meu povo se têm esquecido de mim, queimando incenso aos ídolos, que os fizeram tropeçar nos seus caminhos e nas veredas antigas, para que andassem por veredas não aterradas.” Jeremias 18:15
Afastam-se de Deus: “Os levitas, porém, que se apartaram para longe de mim, quando Israel andava errado, que andavam transviados, desviados de mim, para irem atrás dos seus ídolos, bem levarão sobre si a sua iniqüidade.” Ezequiel 44:10
Alienação: “Portanto, fala com eles e dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus: Qualquer homem da casa de Israel que levantar os seus ídolos dentro do seu coração, e tem tal tropeço para a sua iniqüidade, e vier ao profeta, eu, o SENHOR, vindo ele, lhe responderei segundo a multidão dos seus ídolos; para que eu possa apanhar a casa de Israel no seu próprio coração, porquanto todos se apartaram de mim para seguirem os seus ídolos.” Ezequiel 14:4,5
Abandono a Deus: “Visto que me deixaram e queimaram incenso a outros deuses, para me provocarem à ira com todas as obras das suas mãos, o meu furor se acendeu contra este lugar e não se apagará.” 2Reis 22:17
Levados pela idolatria: “Sabeis que, outrora, quando éreis gentios, deixáveis conduzir-vos aos ídolos mudos, segundo éreis guiados.” 1Corintios 12:2
Comunhão com os demônios: “Que digo, pois? Que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? Ou que o próprio ídolo tem algum valor? Antes, digo que as coisas que eles sacrificam, é a demônios que as sacrificam e não a Deus; e eu não quero que vos torneis associados aos demônios. Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios.” 1Corintios 10:19-21
Buscam orientação nas imagens: “O meu povo consulta o seu pedaço de madeira, e a sua vara lhe dá resposta; porque um espírito de prostituição os enganou, eles, prostituindo-se, abandonaram o seu Deus.” Oséias 4.12
Buscam socorro nos ídolos: “Então, do resto faz um deus, uma imagem de escultura; ajoelha-se diante dela, prostra-se e lhe dirige a sua oração, dizendo: Livra-me, porque tu és o meu deus. Nada sabem, nem entendem; porque se lhes grudaram os olhos, para que não vejam, e o seu coração já não pode entender. Nenhum deles cai em si, já não há conhecimento nem compreensão para dizer: Metade queimei e cozi pão sobre as suas brasas, assei sobre elas carne e a comi; e faria eu do resto uma abominação? Ajoelhar-me-ia eu diante de um pedaço de árvore?” Isaias 44.17
Os objetos de adoração são descritos como:
Estatuetas, imagens, ídolos, estão nos altares católicos
1- Ídolo [Do gr. eídolon, pelo lat. idolu (com o longo); a acentuação grega prevaleceu.] Substantivo masculino.
1.Estátua ou simples objeto cultuado como deus ou deusa. [Cf. imagem (2) e ícone (1).]
2.Objeto no qual se julga habitar um espírito, e por isso venerado.
Fonte: Dic. Aurelio
“Não façam deuses de metal, nem os adorem.” Êxodo 34:17
“Não adorem ídolos, nem façam deuses de metal. Eu sou o SENHOR, o Deus de vocês.” Levítico 19:4
2- Imagens (imagem [Do lat. imagine.]  Substantivo feminino
1.Representação gráfica, plástica ou fotográfica de pessoa ou de objeto.  2.Restr. Representação plástica da Divindade, de um santo, etc.:
fonte: Dic. Aurélio

“Maldito seja aquele que fizer imagens de pedra, de madeira ou de metal, para adorá-las em segredo; o SENHOR detesta a idolatria!” E o povo responderá: “Amém!” Deuteronômio 27:15
“Que aproveita o ídolo, visto que o seu artífice o esculpiu? E a imagem de fundição, mestra de mentiras, para que o artífice confie na obra, fazendo ídolos mudos? Ai daquele que diz à madeira: Acorda! E à pedra muda: Desperta! Pode o ídolo ensinar? Eis que está coberto de ouro e de prata, mas, no seu interior, não há fôlego nenhum.” Habacuque 2:18,19
3- Imagens de esculturas:
“O SENHOR Deus diz: “Venham e ajuntem-se, todos os povos que escaparam com vida, e apresentem-se no tribunal. Não sabem nada as pessoas que oram a deuses que não podem salvá-las, pessoas que fazem procissões, carregando as suas imagens de madeira.” Isaías 45.20
“Porém, quanto mais eu o chamava, mais ele se afastava de mim. O meu povo ofereceu sacrifícios ao deus Baal e queimou incenso em honra dos ídolos.” Oséias 11.2
4- Imagens de abominação:
“De tais preciosas jóias fizeram seu objeto de soberba e fabricaram suas abomináveis imagens e seus ídolos detestáveis.” Ezequiel 7:20
O servo de Deus deve:
Resguardar-se da idolatria: “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos. Amém!” 1João 5.21
Fugir dela: “Por isso, meus queridos amigos, fujam da adoração de ídolos.” 1Corintios 10.14
Não participar de celebrações idolatras: “Que digo, pois? Que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? Ou que o próprio ídolo tem algum valor? Antes, digo que as coisas que eles sacrificam, é a demônios que as sacrificam e não a Deus; e eu não quero que vos torneis associados aos demônios.  Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios.” 1Corintios 10.19
Rejeitar receber adoração: “Quando o povo viu o que Paulo havia feito, começou a gritar na sua própria língua: —Os deuses tomaram a forma de homens e desceram até nós!  Eles deram o nome de Júpiter a Barnabé e o de Mercúrio a Paulo, porque era Paulo quem falava.  O templo de Júpiter ficava na entrada da cidade, e o sacerdote desse deus trouxe bois e coroas de flores para o portão da cidade. Ele e o povo queriam matar os animais numa cerimônia religiosa e oferecê-los em sacrifício a Barnabé e a Paulo.  Quando os dois apóstolos souberam disso, rasgaram as suas roupas, correram para o meio da multidão e gritaram:  —Amigos, por que vocês estão fazendo isso? Nós somos apenas seres humanos, como vocês. Estamos aqui anunciando o evangelho a vocês para que abandonem essas coisas que não servem para nada. Convertam-se ao Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo o que existe neles.” Atos 14.11-15
Os idolatras serão:
Excluídos do céus: “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas,  nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus.” 1Corintios 6.9;  “Porque bem sabeis isto: que nenhum fornicador, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no Reino de Cristo e de Deus.” Efésios 5.5 e “Fora ficam os cães, os feiticeiros, os impuros, os assassinos, os idólatras e todo aquele que ama e pratica a mentira.” Apocalipse 22.15
Sofrerão eternamente: “Um terceiro anjo seguiu o segundo, dizendo com voz forte: —Aqueles que adorarem o monstro e a sua imagem e receberem o sinal na testa ou na mão  beberão o vinho de Deus, o vinho da sua ira, que ele derramou puro na taça do seu furor. Eles serão atormentados no fogo e no enxofre diante dos santos anjos e do Cordeiro.  A fumaça do fogo que os atormenta sobe para todo o sempre. Ali não há alívio, nem de dia nem de noite, para os que adoram o monstro e a sua imagem, nem para qualquer um que tenha o sinal do nome dele.” Apocalipse 14.9 e “Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte.” Apocalipse 21.8
Eu tenho um carinho extremamente grande pelos amados que freqüentam a igreja católica e observam os seus dogmas, é um direito pessoal em fazê-los. No entanto, não concordo com tais princípios por destoarem claramente dos ensinos e mandamentos expressos na Bíblia Sagrada.
Clamo ao Espírito Santo que envolva tua vida maravilhosamente, gerando a consciência que necessitas de vida santa e que sintas o amor, a paz e a alegria que procede do Trono de Deus.
Pastor Elias R. de Oliveira