quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Missionária brasileira evangeliza em país africano usando uma série de TV

Missionária brasileira evangeliza em país africano usando uma série de TV
Nesse mês de janeiro uma nova série de TV estreou no único canal de televisão de São Tomé e Príncipe. Porém não se trata de uma série comum de entretenimento, mas de um projeto evangelístico criado pela brasileira Renata Santos de Oliveira, da Junta Mundial de Missões (JMM).
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
“Reviravolta” é o nome do programa, que é uma série jovem e divertida que tem como foco tratar os problemas sociais de São Tomé à luz da Bíblia. O programa, dirigido por Renata Santos, estreou com sucesso no país: “A estreia foi um sucesso, mesmo tendo sido transmitido às 16h, mas o contrato com a televisão é para passar às terças-feiras com reprises aos domingos”, disse a missionária.
De acordo com a JMM o piloto foi gravado em fevereiro de 2010, e durante esses dois anos um grande grupo ficou em oração pedindo a Deus que o projeto apenas fosse levado adiante se fosse da vontade Dele. “Quando divulgamos a ideia, muitos fingiram que não ouviram, outros diziam que era quase impossível realizar um projeto tão ousado”, disse Renata.
Ela afirmou também que “muitos irmãos no Brasil e ao redor do mundo se juntaram à equipe missionária em São Tomé e Príncipe, formando assim um grande grupo de intercessão por este projeto, que nasceu primeiramente no coração de Deus”.
Após a estreia Renata diz que o programa tomou uma grande proporção no país e que o diretor da emissora ligou para ela sugerindo que a exibição do seriado fosse ampliada, passando também aos sábados e até mesmo no horário nobre.
“Deus tem nos abençoado muito. A igreja batista, antes desconhecida, está ajudando a construir uma parte importante desse país, e nome do nosso Deus está sendo glorificado, pois estamos levando Jesus Cristo diretamente para dentro da casa das pessoas, e tudo isso de uma forma que agrada e atrai a atenção da população”, afirmou a missionária que concluiu dizendo: “Que o Senhor faça realmente uma ‘Reviravolta’ nesse país”.
Na página da missionária no Youtube tem alguns materiais sobre a série, incluindo um episódio piloto e a abertura do programa, que está no vídeo abaixo:


VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. GOSPEL +

120 anos sem Charles Spurgeon, “O Príncipe dos Pregadores”

120 anos sem Charles Spurgeon, “O Príncipe dos Pregadores”
Ontem, dia 31 de janeiro de 2012, completou 120 anos desde o falecimento de Charles Haddon Spurgeon, um dos pregadores mais influentes da história. Spurgeon faleceu no dia 31 de janeiro de 1892, e foi um pregador batista da Inglaterra que influenciou a vida cristã de milhares de pessoas através de seus sermões.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Filho mais velho da família, o pregador nasceu no dia 19 de junho de 1834 e se converteu ao cristianismo aos 15 anos de idade. Aos 16 anos pregou seu primeiro sermão e já no ano seguinte foi convidado a ser pastor em uma igreja batista em Waterbeach, Condado de Cambridgeshire, na Inglaterra.
Famoso por seu extraordinário talento para expor a mensagem bíblica, Spurgeon ficou conhecido como “O Príncipe dos Pregadores” e “O Último dos Puritanos”. Mesmo com sua fama como pregador ele afirmava que “nada deveria ser o alvo do pregador a não ser a glória de Deus através da pregação do evangelho da salvação”.
Aos 20 anos o pregador foi convidado para ser pastor na capela de New Park Street, Londres. Apesar de comportar 1.200 pessoas em seu templo a igreja tinha apenas cerca de 200 membros quando Charles Spurgeon assumiu seu pastoreio. Quatro anos depois, em 1858, a igreja não mais comportava a enorme quantidade de pessoas que iam assistir aos cultos e foi transferida para outro prédio e passou a chamar-se Tabernáculo Metropolitano.
Mesmo o templo tendo estrutura para receber 12 mil pessoas, o pastor precisava pedir que as pessoas que assistiram sua pregação em um horário do dia não voltassem no outro para dar espaço para que outras pessoas participassem das reuniões.
Opositor da união do Estado com a Igreja, Spurgeon é autor de célebres frases, como: “Para prevenir para sempre a possibilidade de papistas queimarem protestantes, anglicanos enforcarem padres, e puritanos afogarem quacres, que toda forma de união entre Igreja e Estado seja totalmente abolida, e a lembrança da longa maldição seja apagada para sempre”.
Porém o pastor era alvo de diversas críticas de outras lideranças cristãs, incluindo pastores batistas, por pregar as passagens bíblicas de uma forma teatral. Mas mesmo com as críticas ele foi considerado um grande reavivador para Londres e tem muitas frases que são usadas até hoje como exortação para a vida cristã. Algumas das frases conhecidas atribuídas a ele incluem: “Todo cristão ou é um missionário ou é um impostor” e “A igreja deve atrair pela diferença e não pela igualdade”.
Outra frase atribuída ao pregador é uma que afirma que “o diabo raramente criou algo mais perspicaz do que sugerir à igreja que sua missão consiste em prover entretenimento para as pessoas, tendo em vista ganhá-las para Cristo”.

VIA GRITOS DE ALERTA
Fonte: Gospel+

Conheça os pastores mais ricos dos Estados Unidos

Open in new windowUm deles é Franklin Graham (foto), filho do famoso evangelista Billy Graham, recebe como salário cerca de US$ 1,2 milhões, segundo foi divulgado pelo ministério em 2008.

O blog colaborativo Huffington Post é um dos mais influentes do mundo. Na sua página sobre religião, publicou recentemente uma matéria fazendo um levantamento de quanto ganham os pastores mais famosos.

A lista tem 10 nomes e a maioria tem influenciado igrejas no mundo todo com seus livros, vídeos e projetos. Embora a imensa maioria dos pastores sérios não ganhe um salário muito fora dos padrões dos membros de sua igreja, há exceções.

Nos Estados Unidos, por exemplo, um pastor geralmente ganha o equivalente a um delegado de polícia. Alguns têm seu salário atrelado ao volume de dinheiro arrecadado em sua igreja ou ministério. Alguns têm o rendimento estabelecido pela denominação a que pertencem.

No entanto, assim como no futebol, há os que se destacam, ficam famosos e ricos em pouco tempo. Para muitos deles, a renda elevada não vem apenas de seu salário como pastor, mas também de doações individuais, vendas de livros, vídeos, estudos e material de sua autoria.

Alguns casos, como o de Pat Robertson são emblemáticos. Ele é acusado de manter uma mina de diamantes na Libéria, África, mas nega. A maioria dos bens que possui não estão em seu nome, mas no dos filhos. Isso dificulta um levantamento mais preciso.

Os grandes ministérios não costumam revelar quanto arrecadam a cada ano. Porém, existem sites evangélicos que divulgam listas parecidas. A lista abaixo não é precisa, mas serve para dar uma ideia do que significa ser um multimilionário da fé.

1) O televangelista Kenneth Copeland tem um conhecido ministério que leva o seu nome. Ele teve suas finanças investigadas, juntamente com outros pastores, entre 2007 e 2011 por uma comissão no Senado americano liderada pelo republicano Charles Grassley, do Iowa. Nada de irregular foi comprovado contra os investigados.

Segundo um levantamento da imprensa, em 2008, a sede de seu ministério é uma fazenda perto de Fort Worth, no Texas. Ela possui além de uma igreja, uma pista de pouso particular, um jatinho avaliado em 17 milhões de dólares e uma mansão de seis milhões. Estima-se que sua fortuna gire em torno de 70 milhões de dólares.

2) Creflo A. Dollar é o pastor fundador da World Changers Church International, uma das maiores igrejas dos Estado Unidos, com 30 mil membros. O ministério tem igrejas afiliadas em várias cidades grandes, além da sede em Atlanta. Também apresenta o programa “Changing Your World” [Mudando o seu mundo] pela TV a cabo e dirige a gravadora Arrow Records. O jornal New York Times publicou uma matéria mostrando que ele dirige um Rolls-Royce do ano, possui seu próprio jatinho, além de uma mansão de um milhão de dólares em Atlanta e um apartamento de US$ 2.5 milhões em Nova York. Em certa ocasião o ex-pugilista Evander Holyfield doou para Cleflo 7 milhões de dólares durante uma campanha.

3) John Hagee é pastor sênior da Igreja Cornerstone, na cidade de San Antonio, Texas e CEO da Global Evangelical Television. Segundo o The American Prospect, Hagee iniciou com um canal de TV sem fins lucrativos. Em 2004, transformou a TV em uma igreja e passou a ser conhecido como executivo de uma organização sem fins lucrativos de San Antonio, ganhando cerca de US$ 1 milhão por ano. O artigo também menciona que, como seu canal de TV era isento de impostos, ele tinha um salário incompatível, recebendo outros US$ 300.000 mensais de sua igreja.

4) O pastor Joel Osteen lidera a Igreja Lakewood, em Houston, Texas, considerada a maior igreja evangélica dos Estados Unidos, com cerca de 45 mil membros. Ele é um dos pastores mais ricos do país, o que já lhe rendeu inúmeras críticas por ostentar tanta riqueza e defender a teologia da prosperidade como regra para o cristão.

Ele abriu mão de seu salário anual de 200,000 dólares que recebia da igreja há muitos anos atrás. Toda sua riqueza atual vem da venda de seus livros e vídeos. Juntamente com sua mulher, Victoria Osteen, vive em mansão avaliada em US$ 10,5 milhões e medindo mais de 5.000 metros quadrados.

5) De acordo com uma investigação do canal WFAA-TV em 2010 de Dallas, Texas, o pastor Ed Young, da Igreja Fellowship tinha uma casa de quase 4.000 metros quadrados, avaliada em 1,5 milhão de dólares. O salário que recebe anualmente da igreja é de 240.000 dólares. Além disso, ele tem uma renda não anunciada da venda de material de sua autoria. Também possui seu próprio jatinho.

6) Franklin Graham, filho do famoso evangelista Billy Graham, é o atual presidente da Associação Evangelística Billy Graham e do ministério de ação social Samaritan’s Purse. Ele recebe como salário cerca de US$ 1,2 milhões, segundo foi divulgado pelo ministério em 2008. Críticas sobre essa remuneração elevada o fizeram abrir mão de parte de seu salário a partir de 2009, no auge da crise financeira norte-amerciana.

7) Rick Warren, pastor da Igreja Saddleback, em Lake Forest, Califórnia, passou a ganhar dezenas de milhões de dólares com seus livros, “Uma Igreja com Propósitos” e “Uma Vida com Propósitos”. Em 2005, decidiu devolver aos cofres de sua igreja o equivalente a 25 anos de salário recebidos até então e declarou que ele e sua esposa seria “dizimistas ao contrário”, pois dariam 90% de sua renda para a igreja e viveriam com os outros 10%.

8) Max Lucado é o possivelmente um dos autores cristãos mais conhecidos do mundo. Ele já vendeu aproximadamente 65 milhões de cópias em todo o mundo. Se ele ganhou no mínimo um dólar por cada livro, a conta é fácil. Ele diz não receber salário da igreja que pastoreia, a Oak Hills em San Antonio, Texas.

9) Benny Hinn ficou famoso por suas cruzadas de cura e milagres. Hoje não está a frente de uma igreja, mas anos atrás disse que Deus lhe pedira para construir um “Centro de Cura Mundial”. Cerca de US$ 30 milhões foram arrecadados, mas o centro nunca foi construído. Hinn nunca divulgou publicamente o seu salário, mas em 1997 declarou à CNN que sua renda anual, incluindo royalties de livro chegava a US$ 1 milhão. Um porta-voz do ministério de Hinn disse que recebia cerca de US$ 60 milhões por ano em doações. Recentemente divorciado, Hinn sempre deu bastante ênfase em prosperidade durante suas pregações.

10) Joyce Meyer é a mulher mais bem sucedida da lista. Estima-se que a arrecadação de seu ministério chegue a US$ 95 milhões por ano. Ela tem um jatinho CL-600 Challenger, que lhe custou US$ 10 milhões e vive em uma casa de US$ 2 milhões. Anos atrás teve suas contas investigadas por suspeita de lavagem de dinheiro. Uma lista de bens foi divulgada totalizando cerca de 5,7 milhões de dólares apenas na sede do seu ministério.

Fonte: Folha do Sertão

Irlanda do Norte ainda separa crianças católicas e protestantes nas escolas

Irlanda do Norte ainda separa crianças católicas e protestantes nas escolas
Apesar das escolas mistas terem sido criadas em 1989 na Irlanda do Norte as crianças protestantes ainda preferem frequentar escolas de suas comunidades e as famílias católicas optam pelo mesmo. A separação entre os cristãos daquele país já gerou muitas guerras e muitas mortes, talvez por isso a convivência ainda não foi estabelecida por completo.
Na escola primária católica da cidade de Derry “Star of the Sea”, voltada para meninas, há 286 crianças entre 8 e 9 anos, nenhuma delas é protestante, o que confirma essa tese de que a separação histórica ainda não acabou.
O primeiro-ministro, Peter Robinson, diz que é difícil construir um país tendo que educar as crianças separadamente. “Dadas nossas divisões históricas, penso que será difícil construir um país unido se continuarmos a educar nossas jovens crianças separadamente”, afirmou ele em abril de 2011.
De acordo com estudos locais 94% das crianças protestantes ainda frequentam escolas de suas comunidades, contra 92% no caso dos jovens católicos. Para a diretora do “Star of the Sea”, Vonnie Hunter, o motivo desses números seria a tradição. “Os pais ainda dão preferência às escolas associadas a suas comunidades por tradição, mas também porque ainda existe na mentalidade norte-irlandesa a ideia de que sua religião traz os melhores valores para educar as crianças”, afirmou.
Todos os professores precisaram obter “certificado de educação religiosa” para poder lecionar nas escolas. “Uma prova de seriedade para muitos pais, uma vez que eles não conhecem as referências dos professores nas escolas mistas”, disse Hunter.
Mas apesar disso a diferença entre os alunos que estudam em escolas separatistas e os que estudam em colégios mistos podem ser percebidos na forma como esses alunos passam a enxergar a história e o futuro do país. “Certas coisas mudaram em como vejo as comunidades, aprendi muitas coisas desde que fiz verdadeiros amigos católicos”, diz Paul, um adolescente de 14 anos que estuda na “Royal Belfast Academic Institution”.
Um estudo realizado pela socióloga Bernadette Hayes mostra que 65%% dos protestantes que passaram por uma escola mista se dizem a favor de uma união com a Grã-Bretanha, contra 80% entre o resto da população protestante. Entre os católicos, 35% dos alunos ou ex-alunos de escolas mistas são a favor de uma República Unida da Irlanda, contra 51% no geral
Dilemas sobre escolas mistas
Mesmo depois de mais de 20 anos de implantação as escolas mistas são pouco frequentadas na Irlanda do Norte, mas alguns pais já possuem a consciência de que é importante educar seus filhos com crianças de outras comunidades. Quem pensa assim é William Fague, católico, pai de dois garotos de 6 e 12 anos. “Do ponto de vista simbólico, era um comprometimento forte para mim, pensar que meus filhos iam jogar bolinha de gude com crianças protestantes”, disse.
Mas ao contrário de William, outros pais são temerosos em relação ao ensino religioso que será oferecido aos seus filhos e como saída para essa situação o diretor da escola protestante “Belfast Model”, Johnny Gragam, sugere escolas neutras.
“Seriam necessárias escolas neutras do ponto de vista religioso, mas que lugar na Irlanda do Norte é neutro? Enquanto os próprios bairros não forem mistos, os pais não poderão ser forçados a mandar seus filhos para escolas mistas”.
Além de dividir a sociedade da Irlanda do Norte entre católicos e protestante também acontece uma segregação social. “De alguns anos para cá, estamos tendo um número crescente de crianças que precisam ser acompanhadas por assistentes sociais, ou de pais que se encontram em situações econômicas terríveis e têm dificuldades para cuidar de seus filhos”, conta Vonnie Hunter, diretora da escola “Star of the Sea”.

VIA GRITOS DE ALERTA
Com informações Le Monde

NO SEMINÁRIO INTERNACIONAL HOSANNA VOCÊ APRENDE DE VERDADE . Bispo Roberto Torrecilhas

TitterCam do Seminário Hosanna
Video-Aulas todas as noites com o
Dr. Aldery Nelson Rocha

Cristãos indianos são alvos de violentos ataques no país


Cristãos indianos são alvos de violentos ataques no país
Cristãos indianos foram alvos de 140 ataques de violência em 2011, incluindo assassinatos, assaltos, ataques com fogo e destruição de propriedades.

A Congregação Evangélica da Índia (EFI, sigla em inglês), registrou os ataques anticristãos em seu relatório anual de perseguição.

O secretário-geral Reverendo Dr. Richard Howell afirmou: “A comunidade crista na Índia continua a sofrer em nome do serviço e testemunho pelo Senhor Jesus. Com 140 incidentes mais graves contra a comunidade em 2011, têm-se como pontos principais os direitos das minorias e a liberdade religiosa”.

Muitos dos incidentes envolvem a violência por parte dos extremistas hindus que acusam os cristãos locais de converteras pessoas forçadamente. Geralmente, as autoridades, ao invés de rastrear os agressores, tomam medidas contra os cristãos.

O Estado de Karnataka, localizado na região Sul, foi o mais afetado e 49 ataques foram registrados nessa região.

Em um dos incidentes, cerca de 20 hindus extremistas interromperam um culto de Domingo que acontecia na casa de um cristão em Bagalkot, Mudhol, no dia 21 de agosto. Eles atacaram a congregação e violaram o pão e o vinho da comunhão.

Eles bateram no pastor acertando-o no rosto e perdendo um dente, arrastaram-no para o lado de fora da casa e o prenderam a uma árvore. A polícia foi chamada até o local e detiveram o pastor e outros cristãos. O pastor foi acusado posteriormente.


Fonte: Portas Abertas

Cristãos na Síria são alvos de uma série de sequestros e assassinatos


Cristãos na Síria são alvos de uma série de sequestros e assassinatos
A comunidade cristã na Síria tem sido atingida por uma série de sequestros e assassinatos brutais. Cem cristãos já foram mortos desde que teve início os movimentos antigovernistas.

Uma fonte segura do país, que não pode ser identificada por uma questão de segurança, disse ao Barnabas Fund que crianças estavam sendo o alvo principal dos sequestradores, os quais se não recebem o pagamento do resgate demandado, matam a vítima.

A fonte ainda forneceu informações detalhadas – algumas das quais não podem ser publicadas também por motivos de segurança – sobre os incidentes que tem acontecido desde o Natal.

Dois homens cristãos, um de 28 anos e outro de 37, que são casados e a esposa de um deles encontra-se grávida, foram sequestrados pelos rebeldes em incidentes separados e encontrados mortos em seguida.

O primeiro foi encontrado enforcado com inúmeras lesões. O segundo foi cortado em pedaços e jogado em um rio. Outros quatro foram sequestrados e os seus sequestradores ameaçam matá-los também.

No dia 15 de janeiro, dois cristãos foram mortos enquanto esperavam por pães na padaria. Outro cristão, de 40 anos e acompanhado por duas crianças, foi morto por três homens armados enquanto dirigia um veículo.

Esses últimos relatos são reminiscências de ataques anticristãos, que se tornaram comuns no Iraque desde a invasão comandada pelos Estados Unidos em 2003, e que fazem crescer as preocupações sobre o futuro dos cristãos na Síria, uma vez que os protestos contra o governo continuam.

Ore pela Síria, 36º país na Classificação de Países por Perseguição, e pelos cristãos sírios. Peça que Deus proteja cada cristão que tem sido ameaçado e que o Senhor conforte o coração daqueles que perderam entes queridos durante a revolta que acontece no país.


Fonte: Portas Abertas

Presidente do Irã diz que mundo precisa de uma “nova ordem mundial”

Presidente do Irã diz que mundo precisa de uma “nova ordem mundial”


O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou que o mundo precisa de uma “nova ordem mundial” para o “fracasso” e “decadência” do sistema capitalista, durante uma visita oficial a Cuba onde se encontrou com o presidente Raul Castro.
Ahmadinejad chegou quarta-feira a Havana depois de visitar dois outros líderes com quem ele se identificou como “anti-imperialista”. O presidente venezuelano, Hugo Chávez e Daniel Ortega da Nicarágua, cuja inauguração na última terça-feira.
Em Cuba, após o pouso com um atraso de mais de duas horas, houve mudança em sua agenda oficial, Ahmadinejad recebeu um doutorado honorário em ciências políticas pela Universidade de Havana.
Eles deram uma palestra que ele usou para criticar o capitalismo e o imperialismo e afirmar que este é um sistema decadente que está atualmente em um “beco sem saída”.
“Não tem lógica a fabricação de tantas armas para matar e destruir. Hoje tudo o que foi o sistema capitalista é matar. É um sistema falido que é prática e em declínio”, disse o presidente iraniano.
Em seu discurso, Ahmadinejad não fez referência às acusações da comunidade internacional sobre seu programa nuclear, que se intensificou nos últimos dias depois de a AIEA confirmou na segunda-feira que Teerã tinha começado a produção de urânio enriquecido a 20% em uma de suas fábricas.
Nem tão pouco comentou o ataque que matou o cientista Mustafa Ahmadi Roshan, um dos líderes da usina nuclear de Natanz, no Irã.
“Temos que estar acordado e alerta. Se não planejamos o futuro da nova ordem mundial seremos os herdeiros dos proprietários de escravos e os capitalistas que irão acompanhar e fazer cumprir o novo sistema”, acrescentou.
“Junto com o povo iraniano estará com você até que você alcance os objetivos dignos da humanidade”, sublinhou o presidente.

VIA GRITOS DE ALERTA
INF . OVERBO
Traduzido e adaptado de Acontecer Cristiano

BLASFEMIA - Fundador de “Igreja da Maconha” afirma que Jesus operou seus milagres sob efeito da erva

Fundador de “Igreja da Maconha” afirma que Jesus operou seus milagres sob efeito da erva
O fundador da igreja da maconha, Geraldo Antonio Batista concedeu uma entrevista ao portal Uol, em que afirma que Jesus operou seus milagres sob o efeito da droga.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
A Primeira Igreja Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil, localizada na cidade de Americana, no interior de São Paulo, já foi alvo de uma blitz policial e seu líder, preso sob a acusação de tráfico de drogas. Após prestar depoimento, Batista foi liberado pela polícia e chegou a afirmar que a maconha era “presente de Deus”.
Na entrevista concedida, Geraldinho Rastafári, como é conhecido, afirma que a droga está presente na Bíblia: “Sabe como é o nome da cidade que eles foram? Canaã. A cidade da maconha. Ela é uma planta sagrada porque ela permeia as escrituras”, afirma Batista.
O líder da seita afirma ainda que “todos os milagres que Jesus realizou ele usou a maconha”. A seita incentiva o uso da erva durante seus cultos e Batista pretende autorização da justiça para que a plantação seja liberada, pois ele não vende a droga e compara a erva ao chá usado pelos fiéis adeptos do Santo Daime.

VIA GRITOS DE ALERTA
Fonte: Gospel+

ACLJ lança campanha ‘Tweet para Youcef’ em favor do pastor iraniano

yousef-nadarkhaniCom o objetivo de pressionar e manter a visibilidade do caso do pastor iraniano cristão Youcef Nadarkhani, condenado à morte no Irã por apostasia, o Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ, na sigla em inglês) iniciou a campanhaTweet para Youcef”.

  • (Foto: Cortesia da ACLJ.org)
    Pastor Youcef Nadarkhani é visto aqui na prisão em Lakan, Irã. Nadarkhani enfrenta a execução por se recusar a negar sua fé cristã.
 
 
A campanha incentiva que os usuários do Twitter enviem diariamente um post para manter o caso em evidência e pressionar as autoridades locais a libertarem Nadarkhani.
Para identificar os posts da campanha, estes devem conter a menção “Via OfficialACLJ”. Além disso, o autor pode citar fatos sobre a prisão do líder religioso ou mensagens de apoio a ele.
Outras organizações, como A Voz dos Mártires EUA, também incentivam que cartas ou emails sejam escritos ao pastor com palavras de encorajamento.
O caso começou em outubro de 2009 quando Nadarkhani protestou contra a imposição das aulas de conteúdo islâmico a seus dois filhos na escola, o que é permitido por lei no país independente da religião dos alunos.
A prisão veio ano seguinte, quando após mais de dez anos atuando como líder pastoral em várias igrejas locais, Nadarkhani tentou registrar sua própria igreja.

Ele, juntamente com sua esposa e outros seguidores cristãos, foi julgado por apostasia – renúncia à religião islã – e também por tentar evangelizar muçulmanos.
O caso foi levado ao Supremo Tribunal do Irã e seu advogado, Mohammed Ali Dadkhah, argumentou que, por ele não ser muçulmano antes de se tornar pastor, tecnicamente ele não teria renunciado ao Islã.
Além disso, também foi argumentado em sua defesa a própria constituição iraniana, que prega a liberdade de expressão.
No entanto, a Suprema Corte reafirmou o “crime” sob a declaração que o líder teria ascendência muçulmana. A sentença veio como forma de intimado, ou Nadarkhani renunciava ao cristianismo, ou teria pena de morte.
O pastor repetidamente se negou a renunciar a sua fé, o que lhe rendeu a prisão até hoje e comoção pública mundial.
A casa Branca condenou publicamente a execução do pastor, assim como a secretária americana Hillary Clinton e a União Européia. Todos pedem a sua liberdade imediata.
O caso continua tramitando no Irã, país em que 99% das pessoas pertencem a famílias de tradição islâmica.
Até nesta terça-feira, 31, já são somados 841 dias que Nadarkhani está preso. O governo iraniano ainda não afirmou sua decisão final sobre sua sentença.

VIA GRITOS DE ALERTA.

INF. CRISTIAN POST

ALERTA - PT estaria planejando calar lideranças evangélicas para ocupar influência política junto aos fiéis

PT estaria planejando calar lideranças evangélicas para ocupar influência política junto aos fiéis
O jornalista Reinaldo Azevedo, da revista Veja, publicou matéria em que afirma que o petista Gilberto Carvalho pretende disputar a influência por liderança do meio evangélico. Segundo o relato do jornalista, durante uma palestra, Carvalho afirmou que “é preciso fazer uma disputa ideológica com os líderes evangélicos pelos setores emergentes”.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelPara o articulador político do Partido dos Trabalhadores, o setor evangélico é uma força “emergente”, e quem obtiver influência ou simpatia dos líderes dessa parcela da população, terá mais força política nas eleições, segundo informações do jornalista Azevedo.
A matéria cita ainda que o planejamento do partido pretende anular o poder de mobilização das igrejas evangélicas, “especialmente nas questões relativas a costumes” e quer ter todos os setores da sociedade sob influência direta: “Mesmo os movimentos de crítica e reação hão de estar subordinados a este ente. Haver organismos, entidades, grupos ou religiões que cultivem valores fora do abrigo do partido é inaceitável”, escreve.
O ideal petista, segundo o artigo do jornalista, é a “completa laicização da sociedade, sem espaço para a moral privada ou de grupo. Teses como descriminação do aborto, legalização das drogas, união civil de homossexuais, proselitismo sexual nas escolas (nego-me a chamar de “educação” o tal kit gay, por exemplo) tendem a encontrar resistência. E as vozes que lideram essa resistência costumam ser justamente as dos evangélicos”.
O Pastor Silas Malafaia anunciou que neste dia 31 de Janeiro iria comentar as afirmações do político petista, mas até o fechamento desta matéria o líder da Igreja Vitória em Cristo não havia se pronunciado.

VIA GRITOS DE ALERTA
Fonte: Gospel+

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...