sexta-feira, 1 de maio de 2015

Pastor nepalês descreve cenário pós-terromoto e clama por ajuda: `Há cadáveres em decomposição´


Pastor nepalês descreve cenário pós-terromoto e clama por ajuda: `Há cadáveres em decomposição´
Nesta terça-feira (28), a redação do Portal Guiame recebeu um email do pastor e missionário Lazrus Rasaily, fundador do "Levites Ministries Nepal", que apoia crianças órfãs e em situação de risco, bem como famílias vítimas da extrema pobreza.
Em seu relato, Lazrus descreve situação da cidade de Catmandu e também das áreas rurais, atingidas pelo devastador terremoto do último sábado (25).
O quadro é, sem dúvida, desesperador. O constante surgimento de novos problemas decorrentes da catástrofe parece não ter fim e acaba se agravando com a falta de estrutura das equipes de busca, que não conseguem resgatar milhares de vítimas sob os escombros, apesar de muitas vezes, saber onde estas estão e ainda ouvir o chamado de seus telefones celulares.
Confira abaixo a carta do missionário:
Caros amigos e parceiros de oração,
Escrevo para para informá-los que estamos sãos e salvos. Nos foi dada uma outra oportunidade de viver com um propósito. Nós viemos a entender que Deus tem um grande plano para nós neste país, que é compartilhar as boas novas de nosso Senhor Jesus Cristo e fazer com que o nome de nosso Senhor seja glorificado.
Agora, como todos sabem em que situação todos nós estamos indo, estamos vivendo às margens do rio, em tendas feitas de plástico simples. A chuva forte e o frio fazem com que isto seja ainda mais doloroso e imensurável às crianças.
Nós não temos abastecimento de água e de alimentos. Os suprimentos estão fora de estoque e se tornaram muito caros, como opção apenas para sobreviver agora.
Além disso, há ainda um pior problema decorrente da propagação de diferentes tipos de gripe, doenças e enfermidades, devido aos cadáveres decompostos por toda parte e a chuva torna este quadro ainda pior.
Falta de abastecimento de água e o lixo não é recolhido na cidade, o que prolifera ainda mais as doenças e gripes. As pessoas não estão apenas desesperadas por causa dos terremotos, mas também pelos efeitos após os terremotos, que são ainda piores.
As pessoas estão deixando a cidade por causa do medo das gripes e pragas que podem se espalhar. Ontem quase 80 mil pessoas deixaram a cidade.
Estas são histórias das áreas urbanas. Há ainda piores situações nas aldeias e lugares rurais. As equipes de resgate não têm sido capazes de chegar à maioria dos lugares por causa dos danos causados às estradas e também aos transportes.
Onde quer que as equipes de busca estejam trabalhando eles não conseguem resgatar os feridos por causa dos danos da destruição e também devido à falta de equipamentos.
As pessoas estão morrendo debaixo dos escombros e chamando as equipes de resgate por meio de seus telefones celulares, mas as equipes não têm como ajudá-los a sobreviverem. Muita coisa está acontecendo. Vocês nem sequer imaginam a real gravidade deste tipo de tragédia.
Há histórias para escrever, que realmente são de cortar o coração, mas não posso escrever tudo. 
Muitas igrejas foram destruídas e muitos cristãos estão mortos também. A maioria dos muitos templos foram danificados.
Nós, como cristãos, estamos orando e tentando ouvir a voz de Deus. O que realmente Ele quer comunicar a nós e ao nosso país.
Eu só quero compartilhar meus pensamentos mais profundos com vocês neste momento, considerando que a nossa obrigação para o estabelecimento do Reino de Deus tem sido ampliada e determinada em nossos corações. Estamos despertando como uma igreja sobre a necessidade de Jesus na vida das pessoas e em nosso país.
Estamos planejando e orando para nos levantarmos e não se cansarmos, sem esperanças, mas sim ajudarmos a resgatar e restaurar aqueles que necessitam de ajuda e apoio neste momento na cidade de Catmandu, bem como nas aldeias onde vivem nossos crentes.
Nós queremos nos manter firmes como uma igreja para fazer com que este projeto compartilhe o amor de Deus e o Seu reino em um momento como este, apesar de lamentar por aqueles que morreram e perderam suas famílias e bens. Mas tomamos isso como uma oportunidade para compartilhar o amor de Deus e dar esperança e de vida às pessoas, em nome de Jesus.
Por favor, dêem as mãos com o "Levites Ministries Nepal" neste projeto e aproveite esta oportunidade para lançar a semente do evangelho. Vocês podem fazer muito, apenas enviando seu apoio genuíno. Este é um bom momento para se levantar e abençoar o povo do nosso país.
Se vocês quiserem mais informações, por favor, escrevam-me. Nós temos também um representante do nosso ministério no Instituto "Christ For The Nations" (CFNI), em Dallas, Texas (EUA).
Caso vocês queiram enviar sua doação, é possível fazer isto pelo "PayPal", direcionando a quantia para o email: danielrasaily@live.com .
Se vocês quiserem os meus dados bancários, por favor, escrevam-me. Eu sei que a necessidade é esmagadora, mas por favor, orem e se envolvam com a gente da maneira que Deus os tocar.
Fielmente,
No serviço de Cristo
Pastor Lazrus Rasaily
"Levites Nepal"

Igrejas do Quênia sofrem ameaças de ataque


Igrejas do Quênia sofrem ameaças de ataque
A polícia no Quênia emitiu um aviso de que as igrejas e a universidade de Nairóbi estão em risco de um novo ataque do grupo islâmico radical Al-Shabaab.
O alerta, que circulou através do gabinete do presidente em 23 de abril, afirma que o Al-Shabaab enviou espiões para promover “ataques de alta escala” em “datas não específicas”.
A carta alega que as principais metas incluem a Igreja Pentecostal de Nairóbi e outras congregações, bem como a universidade e o parlamento. Um funcionário do parlamento ligado a uma mesquita e nomeado na carta já foi detido.
Os alvos listados acima terão “segurança redobrada”. O alerta foi enviado dias depois do ataque acontecido em 2 de abril, pelo Al-Shabaab, em uma universidade em Garissa, onde estudantes cristãos foram identificados. Esse ataque deixou 149 mortos.

Igreja na Malásia é forçada a derrubar a cruz do prédio


Igreja na Malásia é forçada a derrubar a cruz do prédio
Em 19 de abril, uma semana depois de uma nova igreja ter sido inaugurada, os manifestantes se reuniram em frente ao templo e exigiram que a cruz que estava pendurada em destaque na frente do edifício fosse derrubada. 
Os manifestantes temiam que a igreja estivesse envolvida com o proselitismo a muçulmanos. "Eles estavam exigindo que as operações da igreja cessem completamente, mas conseguimos convencê-los a ficar satisfeitos que a igreja apenas derrubasse o símbolo da cruz", disse Abdullah, um ancião da comunidade e um dos líderes dos manifestantes.
Para evitar problemas, a liderança da igreja retirou a cruz duas horas mais tarde, mas a notícia foi viral e criou uma tempestade de protestos de muitos políticos, ONGs e grupos religiosos – incluindo alguns grupos muçulmanos moderados condenando a intimidação como um “ato estúpido de ódio”.
"A cruz é um símbolo sagrado para a comunidade cristã. Forçá-los a remover o símbolo é inaceitável e desrespeitoso para a comunidade cristã”, afirmou o ministro-chefe Azmin Ali a um jornal local.

APOSTOLO ROBERTO TORRECILHAS - O DEUS DO IMPOSSIVEL .

APOSTOLO ROBERTO TORRECILHAS - CONVITE PARA O SEMINÁRIO TEOLÓGICO REDE G...