sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Governo lança política de saúde para público LGBT no SUS

Keila Simpson e Janaína Lima, duas travestis, foram as mestres de cerimônia da abertura da 14ª Conferência Nacional de Saúde, que ocorreu nesta quinta-feira na presença de sete ministros do governo Dilma Rousseff.

O Ministério da Saúde aproveitou o evento para disparar ações voltadas ao público LGBT. Uma delas foi a assinatura pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, de uma portaria que institui a Política Nacional de Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais no SUS.
A assinatura da medida, que consolida recomendações e ações desenvolvidas de forma fragmentária, foi comemorada por integrantes do movimento LGBT, que tinham dúvidas sobre a efetivação dessa pública frente à pressão, principalmente, dos segmentos evangélicos.
O documento fala em aperfeiçoar tecnologias usadas no processo transexualizador, eliminar a homofobia na esfera do SUS, oferecer cuidado à saúde de adolescentes e idosos gays e garantir direitos sexuais e reprodutivos da população LGBT na rede pública de saúde.
Compete ao Ministério da Saúde, por exemplo, a elaboração de protocolos clínicos sobre o uso de hormônios e implante de próteses de silicone para travestis e transexuais.
Padilha comemorou a portaria. "Agora é regra no SUS", disse, durante bate-papo sobre a vulnerabilidade da população LBGT frente à Aids, na companhia de associações gays, da cantora Preta Gil e de Ziraldo.
Também foi lançada a campanha de 1º de dezembro contra a Aids, este ano focado em jovens gays.
Veja o vídeo da campanha:
Boletim divulgado esta semana pelo ministério mostra crescimento de novos casos do vírus em meninos homossexuais com idades entre 15 e 24 anos.
"Você é? Ele é. Ela não admite, mas é. E você, é?", provoca a campanha para a TV, que conclui: "Você é preconceituoso? A Aids não tem preconceito."
Fechando os anúncios voltados ao público LGBT, foi anunciada uma coleção de selos e uma cartilha de prevenção à Aids, feitas pelo cartunista Ziraldo. Não são focados exclusivamente no público gay, mas fazem referências explícitas a eles.
Reprodução
Imagens da nova cartilha de prevenção da Aids feita pelo cartunista Ziraldo lançada pelo Ministério da Saúde
Imagens da nova cartilha de prevenção da Aids feita pelo cartunista Ziraldo lançada pelo Ministério da Saúde

FONTE . http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/1015086-governo-lanca-politica-de-saude-para-publico-lgbt-no-sus.shtml

MEDITAÇÃO DO DIA

Fome e Sede de Justiça

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos. Mateus 5:6


O desejo por alimento e por água está entre os mais fortes e constituem as necessidades mais básicas dos seres humanos. Há uma variedade de necessidades que governam a vida: água, alimento, sexo, poder e amor são algumas delas. No entanto, quando elas são satisfeitas de maneira errada, temos problemas.


A fome e a sede de que Jesus fala não é aquilo que a mídia explora como causas da miséria humana. Também não é o desejo de que, num mundo em que se veem tantas injustiças, se faça justiça e que cada um seja recompensado ou castigado conforme merece. Não é apenas o desejo de fazer o bem, o sonho de ser uma pessoa piedosa ou idealista.


A fome e sede de justiça das quais Jesus fala podem ser sentidas de diversas maneiras. Quando tenho o desejo de entender melhor certas verdades da Bíblia; quando consigo enxergar verdades conhecidas sob novo prisma; e quando tenho desejo cada vez mais crescente de ser semelhante a Jesus.


Às vezes, no anseio de fazer o que é certo, queremos conseguir essa justiça partindo do exterior para o interior. Então, pensamos em adorar no lugar certo, seguir a liturgia certa, vestir a roupa certa e, então, acreditamos, estaremos em condições de receber a justiça. Ou se lermos a Bíblia pela manhã, não faltarmos às reuniões da igreja, controlarmos nosso temperamento, dominarmos nossas paixões e orarmos pelo menos uma hora por dia, a justiça nos será concedida. A única maneira pela qual podemos conseguir a justiça é recebendo-a. “Não é por meio de penosas lutas ou fatigante lida, nem de dádivas ou sacrifícios que alcançamos a justiça; ela é, porém, gratuitamente dada a toda pessoa que dela tem fome e sede”


Existe rico suprimento de justiça que Deus tem para nós. Somente a receberão aqueles que desejam a justiça da mesma forma que um homem faminto deseja o pão, ou como o sedento que está desmaiando por água.


“Deus Se alegra em conceder graça a todos os que dela têm fome e sede, não por sermos dignos, mas porque somos indignos. Nossa necessidade é o qualificativo que nos dá certeza de que havemos de receber o dom”


“Venham todos vocês que estão com sede, venham às águas; e vocês que não possuem dinheiro algum, venham, comprem e comam! Venham, comprem vinho e leite sem dinheiro e sem custo” (Is 55:1).

Em audiência pública, Silas Malafaia volta a provocar Marta Suplicy


Ontem no Senado uma audiência pública debateu novamente o projeto de lei que criminaliza a homofobia (PLC 122/2006). O PLC 122/2006 amplia a abrangência da Lei 7.716/1989, que trata da discriminação decorrente de raça, religião e origem, para incluir também motivações ligadas a gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero. O projeto esteve na pauta da CDH em maio deste ano, mas, diante da falta de entendimento para votação, foi retirado para que se tentasse chegar a um texto de consenso.


Participaram da audiência desta terça somente os pastores Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, e Wilton Costa, presidente da Frente Nacional Cristã de Ação Social e Política (Fenasp). Também foram convidados o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raymundo Damasceno Assis, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante.


Wilton Costa assinalou que o PLC 122/06 vem sendo debatido no Congresso Nacional há dez anos e, com um “debate falso”, pretende criminalizar a fé das pessoas e a garantia de liberdade religiosa. Ele observou que não há impedimento na legislação brasileira atual à intervenção do Estado contra a violência ou discriminação.


- Nós temos pontuado, ao longo dos anos, todas as fragilidades do processo, todos os vícios inconstitucionais. Aqui no Senado é que temos encontrado a oportunidade de fazer o debate amplo e é importante que todos sejam ouvidos. O nosso apelo a essa comissão é que rejeite de fato o PLC 122 – afirmou o pastor, que prometeu entregar à CDH uma relação de entidades do movimento gay que recebem dinheiro público.


O pastor Silas Malafaia disse lamentar a ausência dos demais convidados, dos movimentos homossexuais e de Marta Suplicy.
- Eu gostaria de dizer que não estamos precisando da ajuda dela [Marta] para ter liberdade religiosa e de expressão. Ah, que pena que ela não está aqui. Eu gosto de falar é na cara, não mando recado – assinalou.


Malafaia repudiou a equiparação dos homossexuais aos negros, por exemplo, como parcela discriminada na sociedade. Segundo o pastor, diferentemente do que ocorre com outros grupos protegidos em lei, no caso do homossexualismo, trata-se de uma escolha comportamental.


- O que é o homossexualismo? É um homem ou uma mulher, por determinação genética, e homossexual por preferência aprendida ou imposta. Não tem ordem cromossômica homossexual. Que paridade esses caras estão querendo? – questionou.
O pastor disse que, mantido o raciocínio, será preciso fazer leis para todos os comportamentos dos seres humanos. Segundo ele, os homossexuais querem ficar livres para acusar outras pessoas de serem homofóbicas.


- Existe uma diferença entre criticar comportamento e discriminar pessoas. Eles querem dizer que a crítica ao comportamento é discriminação. Eu não quero privilégios para os evangélicos. Os que querem eliminar a discordância, amanhã podem querer eliminar os que discordam. Querem liberdade, mas não querem respeitar o direito dos outros. É o grupo social mais intolerante da pós-modernidade – afirmou.


Acusações e críticas
O senador Magno Malta (PR-ES), autor do requerimento para realização da audiência com o senador Vicentinho Alves (PR-TO), disse que, como a matéria é complexa, o debate deve incluir todos os segmentos da sociedade. Ele acusou Marta Suplicy de tentar esvaziar o debate desta terça e cobrou a participação dos demais convidados defensores do PLC.


Malta disse que o debate poderia ter sido “sepultado” no ano passado, pois havia maioria para derrubar o projeto, mas pediu que a matéria não fosse votada antes que todas as partes pudessem ser ouvidas.


- Eu não sou homofóbico. O sujeito que comete crime contra um homossexual nesse país é capaz também de espancar um deficiente físico, uma criança com síndrome de Down. O que devemos uns aos outros é o respeito. Toda discriminação é criminosa, está na Constituição, não há necessidade de criar uma casta especial no país. Se querem uma lei de qualquer jeito, vamos fazer uma que fale de intolerância – afirmou.


O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) lamentou que os defensores do PLC 122/2006 não tenham comparecido à audiência pública. Ele afirmou que o discurso dos evangélicos não tem ódio, mas é veemente. Crivella disse duvidar que um homossexual seja expulso de qualquer igreja.


- Nós somos cristãos, nós amamos com um amor que não é fingido, não é encoberto, não é o amor de quem quer fazer discurso para ganhar voto, para sair bem na fita, para agradar a imprensa – afirmou.


O senador Sérgio Petecão (PSD-AC) disse que tem acompanhado e ouvido representantes de todos os lados para poder tomar uma decisão correta. Ele assinalou que não há necessidade de confronto e manifestou preocupação com o rumo que o debate está seguindo.


- Acho que devemos votar esse PLC o mais rápido possível e resolver esse problema de uma vez por todas. Seja lá qual for o resultado, nós vamos ter que respeitar – observou.


Com informãções da Agência Senado

Fonte: www.guiame.com.br
 
VIA GRITOS DE ALERTA

Cair no Espírito: Joel Engel desafia Record a agir com imparcialidade


"Também os desafio a fazerem a mesma coisa com as pessoas que aparecem naquelas imagens", diz o pastor referindo-se à matéria publicada pela emissora

O pastor Joel Engel, fundador do Catch The Fire do Sul do Brasil, fala, através de um vídeo, sobre colocar um fim em toda a polêmica gerada através da matéria veiculada pela Rede Record sobre o ‘cair no espírito’.

A falta de ética e profissionalismo fez com a matéria do ‘cai-cai’ desse voz apenas a um lado do fato, os que não crêem em tal ação do Espírito Santo, portanto, Joel Engel resolveu fazer um desafio à emissora. “Quero deixar um desafio à Rede Record, que façam uma matéria imparcial sobre o assunto. Entrevistem pessoas que recebem a unção, pessoas sérias como Ana Paula Valadão, pr. Márcio Valadão e conheça o trabalho deles”.

“Também os desafio a fazerem a mesma coisa com as pessoas que aparecem naquelas imagens, isso seria decente e inteligente”, disse o pastor que, inclusive, cita o direito legal de resposta, já que eles vincularam imagens que expõe diversas pessoas.

O desafio de Engel não é apenas à Record, ele também o estendeu à Rede Globo que ultimamente tem cedido mais espaço aos evangélicos em sua programação. “É a tua oportunidade, Rede Globo. Já que abriu as portas para o Reino de Deus, essa é a tua hora, todo mundo quer ver uma matéria sobre o ‘cair no espírito’”, expõe o pastor sugerindo que a emissora aproveite o momento.

No vídeo, o líder do Catch The Fire do Sul do Brasil também alerta à Rede Record sobre as conseqüências de seus atos: “Não honrar colegas pastores, traz prejuízos para vocês”.

O pastor acredita que se um dia todas as portas de emissoras de televisão se fecharem para o evangelho, os evangélicos comprarão essas emissoras e as usarão para a Glória de Deus. “Se o Bispo Macedo e a Record não se arrependerem do que estão fazendo, talvez tenham que bater na porta de um evangélico para vender a emissora”, explanou.

Joel Engel faz também um chamado para que todos os pastores e líderes que crêem no mover do Espírito Santo se unam e não deixem que esse fogo se apague no Brasil.

Nos links abaixo é possível assistir à resposta do pastor Joel Engel dirigida aos pastores e apóstolos:
http://www.youtube.com/watch?v=Ke56_7eIrww
http://www.youtube.com/watch?v=LfiKmzUoOsI

Fonte: Assessoria

ESTA NA HORA DE FAZER A SUA PARTE , PARA DEPOIS NÃO FICAR RECLAMANDO - MANDE EMAILS AOS SENADORES.

O PLC 122/06, que criminaliza a homofobia será apreciado na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa - CDH do Senado no próximo dia 24/10. O projeto, dentre outras coisas, institui no Brasil o delito de opinião. Não deixe de manifestar sua opinião, porque se a lei for aprovada, nem isso você poderá mais fazer.(Fonte: Movimento de Apoio) -

Ainda havia outras três audiências públicas marcadas para a análise do projeto, mas a relatora decidiu passar por cima da agenda da comissão e colocar o assunto em discussão assim mesmo. Eles têm pressa em aprovar este PLC, mas nós podemos orar e agir rapidamente, fazendo a nossa parte!
Disseram-me que o manifesto tem melhor efeito através de FAX e telefonemas para o gabinete dos Senadores. Use todos os recursos, mas quem tiver FAX utilize-o!

No final, temos vários modelos de cartas retirados do site da VINACC - Visão Nacional para a Consciência Cristã.

A orientação da VINACC é :

1. Colocar seu nome, RG e endereço e domicílio eleitoral;
2. É importantíssimo se personalizar cada carta, evitando-se enviar o e-mail ou FAX no formato de mala-direta.

Envie um a um, é trabalhoso, mas é mais pessoal e seguro.

Atente-se para o Senador do seu Estado - deixe bem claro para ele que você está atento ao seu movimento no SENADO, pois ele depende do seu voto - foi você quem o colocou no Senado. O poder é seu - ele está lá para aprovar as leis do seu interesse e não para trabalhar contra você!

Se você pegou no site da VINACC o modelo de abaixo-assinado apresse em enviá-lo e recolha as assinaturas o mais breve possível.

Se você ainda não entrou em contato com o ALÔ SENADO, use também este recurso: ligue para 0800 61 22 11 e peça para todos os Senadores, os da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, os do seu Estado, votarem CONTRA o PLC 122/2006.

Também envie e-mails. E que o Senhor nos abençoe, em nome de Jesus! Rozangela

RELAÇÃO DOS SENADORES DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA:

1) PRESIDENTE: Senador Paulo Paim - RS: paulopaim@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-5227/5232
Fax: (61) 3311-5235

2) VICE-PRESIDENTE: Senador Cícero Lucena - PB: cicero.lucena@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311.5800 5808
Fax: 61) 3311.5809

3) FÁTIMA CLEIDE - RO: fatima.cleide@senadora.gov.br
Tel.: (61) 3311-2391 a 2397 Fax: (61) 3311-1882

4) PATRÍCIA SABOYA GOMES - CE: patricia@senadora.gov.br
Tel.: (61) 3311-2301/2302
Fax: (61) 3311-2865

5) INÁCIO ARRUDA - CE: inacioarruda@senador.gov.br
Tel.: (61)3311-5791 / (61)3311-5793 Fax: (61)3311-5798 Inácio Arruda

6) LEOMAR QUINTANILHA - TO: leomar@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2073 a 2078 Fax: (61) 3311-1773

7) GERALDO MESQUITA JÚNIOR - AC: geraldo.mesquita@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-1078/1278/1279 Fax: (61) 3311-3029

8) PAULO DUQUE - RJ: paulo.duque@senador.gov.br
Tel.: 61-3311.2431 a 2437 Fax: 61-3311.2736

9) WELLINGTON SALGADO DE OLIVEIRA - MG: wellington.salgado@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2244/2245 Fax: (61) 3311-1830

10) GILVAM BORGES - AP: gilvamborges@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-1717 1719 1720 Fax: (61) 3311-1723

11) CÉSAR BORGES - BA : cesarborges@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2212 a 2217
Fax: (61) 3311-2982

12) ELISEU RESENDE - MG: eliseuresende@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311.4621 / 4791
Fax: (61) 3311.2746

13) ROMEU TUMA - SP: romeu.tuma@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2051/2057 Fax: (61) 3311-2743

14) JONAS PINHEIRO - MT: jonaspinheiro@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2271/2272 Fax: (61) 3311-1647

15) ARTHUR VIRGILIO - AM: arthur.virgilio@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-1413/1301 Fax: (61) 3311-1659

16) CRISTOVAM BUARQUE - DF: cristovam@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2281 Fax: (61) 3311-2874

17) JOSÉ NERY - PA : josenery@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2104 Fax: (61) 3311-1635

18) SERYS SLHESSARENKO - MT: serys@senadora.gov.br
Tel.: (61) 3311-2291/2292
Fax: (61) 3311-2721

19) EDUARDO SUPLICY - SP: eduardo.suplicy@senador.gov.br
Tel: (61) 3311-3213/2817/2818
Fax: (61) 3311-2816

20) SÉRGIO ZAMBIASI - RS: sergio.zambiasi@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-1207/1607
Fax: (61) 3311-2944

21) SIBÁ MACHADO - AC: siba@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2184 a 2189
Fax: (61) 3311-2859

22) IDELI SALVATTI - SC: ideli.salvatti@senadora.gov.br
Tel.: (61) 3311-2171/2172
Fax: (61) 3311-2880

23) MÃO SANTA - PI: maosanta@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2333/2335
Fax: (61) 3311-5207

24) ROMERO JUCÁ - RR: romero.juca@senador.gov.br
Tel.: 311-2111 a 2117
Fax: (61) 311-1653

25) VALTER PEREIRA - MS: valterpereira@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2222/2224
Fax: (61) 3311-1750

26) JARBAS VASCONCELOS - PE: jarbas.vasconcelos@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-3245
Fax: (61) 3311- 1977

27) EDISON LOBÃO - MA: edison.lobao@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2311 a 2313
Fax: (61) 3311-2755

28) HERÁCLITO FORTES - PI: heraclito.fortes@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2131 a 2134
Fax: (61) 3311-2975

29) JAYME CAMPOS - MT: jayme.campos@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311.4061 / (61) 3311.1048
Fax: (61) 3311.2973

30) MARIA DO CARMO ALVES - SE : maria.carmo@senadora.gov.br
Tel.: (61) 3311-1306/4055
Fax: (61) 3311-2878

31) MÁRIO COUTO - PA: mario.couto@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-3050
Fax: (61) 3311-2958

32) LÚCIA VÂNIA - GO: lucia.vania@senadora.gov.br
Tel.: (61) 3311-2035/2844
Fax: (61) 3311-2868

33) PAPALÉO PAES - AP: papaleo@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-3253/3258/3262/3277
Fax: (61) 3311-3293

34) FLÁVIO ARNS - PR: flavioarns@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-2402 a 2405 Fax: (61) 3311-1935

35) Magno Malta - ES: magnomalta@senador.gov
Tel.: (61) 3311-4161/5867
Fax: (61) 3311-1656

36) Marcelo Crivella - RJ: crivella@senador.gov.br
Tel.: (61) 3311-5225/5730
Fax: (61) 3311-2211

MODELOS DE CARTA

Prezado (a) Senador (a): [(Colocar o nome do Senador (a)] PERSONALIZAR
Assunto: PLC Nº. 122/2006

Vimos por meio deste solicitar seu apoio, tendo vossa excelência como membro do Senado da República, CONTRA A APROVAÇÃO do Projeto de Lei 122/2006, que se encontra na CDH e deverá ser votado em breve. A relatora do Projeto é a Senadora Fátima Cleide.

1) Sou contra a aprovação do PLC 122/2006, porque este, ao criminalizar toda e qualquer manifestação contrária ao homossexualismo e às suas práticas, ferem o direito fundamental que cada cidadão tem de, livremente, manifestar-se, expressar-se e opinar sobre qualquer tipo de conduta moral ou tema social. A Constituição Federal garante a todos, como mandamento jurídico inviolável, o direito de se posicionar, a favor ou contrariamente, em relação a qualquer fato social ou comportamento humano. Vivemos sob a égide de um sistema constitucional que estabelece, ainda, como objetivo fundamental da República Federativa do Brasil a construção de uma sociedade livre, justa e plural, sem espaço para qualquer tipo de discriminação, inclusive a religiosa.

2) Sou contra a aprovação dos PLC 122/2006, porque estes cerceiam o direito constitucional fundamental que temos de liberdade de consciência, crença e culto. Ao afirmarem que toda e qualquer manifestação contrária ao homossexualismo – incluindo aqui sermões e textos bíblicos que se posicionam contra as práticas homossexuais – constitui-se em crime de homofobia – isto é, violência contra os homossexuais – o Projeto está a estabelecer no Brasil o mais terrível tipo de legislação penal, típica de Estados totalitários, os Crimes de Mera Opinião. Repudiamos, veementemente, tal tentativa de censura e limitação das liberdades individuais e coletivas, pois manifestar-se contrariamente – sem violência – a respeito de um comportamento nada mais é do que o exercício constitucional, legítimo e legal do direito de liberdade de consciência e crença.

3) Sou contra a aprovação dos PLC 122/2006, porque a Constituição Federal nos afirma e estabelece que, ao contrário do que se quer realizar – isto é, tornar crime manifestações religiosas, filosóficas, científicas e políticas reprovando as práticas homossexuais – “ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política” (CF, art. 5º, VIII).

4) Sou contra a aprovação dos PLC 122/2006, porque tais proposições legislativas, por serem de natureza penal e não simplesmente civil, demonstra-nos que o objetivo não é combater a violência contra os homossexuais, mas sim impor tal condição a todos e torná-la imune de críticas ou de posicionamentos contrários. A idéia das proposições legislativas referidas não é conscientizar ou incluir; a idéia é “colocar na cadeia” qualquer do povo que seja contrário ao homossexualismo e manifesta essa sua posição moral e de consciência. Isso nos resta claro, tendo em vista os projetos de lei serem de natureza criminal. Se assim não o fosse, nós nos solidarizaríamos e apoiaríamos tal iniciativa legislativa, porque também somos contra toda e qualquer tipo de violência.

5) Sou contra a aprovação dos PLC 122/2006, porque entendemos que o nosso Ordenamento Jurídico – seja através da Constituição Federal, seja através das demais leis ordinárias ou complementares deste país, já contemplam as reivindicações de proteção que os adeptos do PLc 122/2006 busca implementar. Por exemplo, se qualquer cidadão sofrer contra si um ato de violência, seja ela física, psicológica ou moral, já temos leis penais suficientes para serem usadas num caso como esse. Por qual razão, então, se querer privilegiar, concedendo super-direitos, verdadeiros privilégios, a um grupo específico? Todos são iguais perante a lei! E se há necessidade de maior proteção a um grupo específico que se criem políticas públicas de atendimento e não leis penais que visam colocar o restante da sociedade na cadeia!



VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. VINACC

Em discurso na Câmara dos Deputados, Silas Malafaia critica ativistas gays: “são parasitas que comem milhões do Estado”

Em seu discurso na audiência para o debate sobre a PL 122, o Pastor Silas Malafaia criticou a ausência dos ativistas homossexuais na discussão, e voltou a mencionar os atritos com Tony Reis, presidente da ABGLBT. “Só lamento. Eu gosto de falar cara a cara… Nessa hora, os caras correm. São covardes. Estão com medo de quê? Quer dizer que o negócio deles é só escondido, apadrinhado por alguém da imprensa?”, afirmou o Pastor.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Numa comparação à causa negra, que luta contra preconceitos, Malafaia afirmou que os “homossexuais querem dar status de raça a uma questão de comportamento”, e lembrou o caso do vídeo retirado de seu programa, que foi editado para, segundo Malafaia, dar a entender que ele incentiva a violência contra os homossexuais.
Citando o que chamou de perseguição contra ele, o Pastor mencionou as tentativas dos ativistas de cassarem seu registro no Conselho de Psicologia e afirmou que homossexualismo é opção. “Eu sou psicólogo também, e homofobia é sentir aversão a um homossexual e querer agredir, maltratar. Existe uma diferença entre criticar comportamento e discriminar pessoas. Eles fazem um jogo muito lindo: eles dizem que criticar comportamento é discriminação”.
Durante seu discurso, Malafaia citou ainda que a Senadora Marta Suplicy quer apresentar um substitutivo a PL 122, condicionando a liberdade de expressão e de culto, o que é proibido. No projeto substitutivo da Senadora, seria permitido criticar o comportamento homossexual de forma pacífica. Silas Malafaia entende que o termo “pacífico” é subjetivo, e que esse ponto interferiria na cláusula pétrea (que não pode ser mudada) da liberdade de expressão da Constituição Federal.
-”É o grupo mais intolerante da pós-modernidade”, afirmou o Pastor Silas Malafaia, para quem as atitudes e pretensões dos ativistas invadem o espaço de direito dos contrários às práticas. “Eu sou livre para expressar minha opinião”, ressaltou Malafaia, que chamou os defensores da causa gay de aproveitadores: “São parasitas do Estado. Comem milhões dos governos federal, estadual e municipal para fazer patrulhamento”.
Assista ao discurso:

VIA GRITOS DE ALERTA
Inf. G+

É VERDADE OU É PARA DAR RISADA ?

Estive nesses dias passando por uma cidade na região  de Campinas , São Paulo , e fiquei assustado com tantos nomes diferentes de igrejas.
Isso me levou a fazer uma pesquisa na internet , e ai fiquei estarrecido com o resultado.
O que leva tantos homens e mulheres a agirem desse jeito , a abrirem igrejas sem fundamentos , sem nenhuma estrutura para cuidar de vidas ?
Será que se iludem em achar que vão ser os próximos Valdomiro da vida , ficarem ricos , ganharem muito dinheiro ?
Sim , faço aqui minha indagação , pois tem cada nome , que nem quando eu tenho desarranjo intestinal sai isso .
É de ficar de cabelo em pé quando vemos nomes que são uma aberração.
Se os nomes já são assim , fico imaginando o conteúdo das mesmas .

VEJA ALGUNS NOMES QUE SEGUE ABAIXO:

Como diria São Tomé e o Silvio Santos "eu só acredito vendo".
Congregação Anti-Blasfêmias ( essa aqui se me pega me bate) Igreja Aceita A Jesus  ( essa aqui aceita , aceita ceque , cartão etc )
Igreja Evangélica Pentecostal A Última Embarcação Para Cristo ( mais conhecida como návio sagrado)
Igreja Automotiva Do Fogo Sagrado ( seria essa aqui da oficina do zé )
Igreja Batista A Paz Do Senhor E Anti-Globo ( essa deve ser da Record)
Associação Evangélica Fiel Até Debaixo D'água ( essa aqui deve ser dos mergulhadores )
Cruzada Evangélica Do Pastor Waldevino Coelho, A Sumidade ( esse deve ser fera)
Igreja Da Pomba Branca
Igreja Dekanthalabassi
Igreja Dos Bons Artifícios
Igreja Cristo É Show
Igreja Dos Habitantes De Dabir
Igreja Das Sete Trombetas Do Apocalipse
Igreja Pentecostal Do Pastor Sassá
Igreja E.T.Q.B. (Eu Também Quero A Bênção)
Igreja Evangélica Florzinha De Jesus ( ESSA AQUI EU FIQUEI EM DUVIDA ) FLORZINHA , HUMMM
Igreja De Deus Assembléia Dos Anciãos ( ESSA AQUI SÓ DA IDOSO)
Igreja Atual Dos Últimos Dias
Igreja Evangélica Adão É O Homem
Igreja Evangélica Batista Barranco Sagrado
Igreja Pentecostal Jesus Vem, Você Fica
Igreja Evangélica Pentecostal Cuspe De Cristo
Igreja Evangélica Luz No Escuro


Vendo isso aqui eu me pergunto .

PORQUE TAMANHA BARBÁRIE ? SERÁ QUE É PRECISO ISSO AQUI PARA SE PREGAR O EVANGELHO  ?
Eu acho que muitos comeram uma bela de uma feijoada e dormiram.
Tiveram um pesadelo , e quando acordaram , já tinham o nome , estatuto e até o desenho que vai na placa.


Desculpe , mas não posso ficar calado diante disso tudo .


GRITOS DE ALERTA..


Câmara dos Deputados promove sessão solene em homenagem à SBB e ao Dia da Bíblia

A Câmara dos Deputados realizará, no próximo dia 05 de dezembro, uma Sessão Solene no Plenário da Câmara, em Brasília (DF) em homenagem aos 100 milhões de Bíblias impressas pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB).

O evento também homenageará o Dia da Bíblia, comemorado no segundo domingo de dezembro. A instituição receberá um exemplar da edição da Bíblia comemorativa desta conquista inédita pelo seu presidente de honra, Dr. Aldo Fagundes.

De acordo com a assesoria de impressa da instituição, presentes no evento incluem: autoridades do governo, civis e religiosas, além de representantes de igrejas cristãs.

A SBB comemora o número de 100 milhões de Bíblias que foi contabilizado desde 1995, quando a Gráfica da Bíblia, instalada na Sede Nacional da SBB, em Barueri (SP), foi inaugurada.

A Bíblia, que ganhou edição comemorativa símbolo dessa marca mundialmente inédita, é composta por duas traduções: a histórica Tradução Brasileira, de 1917, a primeira a ser feita totalmente no Brasil; e a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, lançada no ano 2000 e pioneira ao trazer o conteúdo bíblico em uma linguagem mais simples e fácil de ser compreendida pela população brasileira.

Para o dia da Bíblia 2011 que se comemora em 11 de dezembro, haverá “A Bíblia para o Jovem” como o tema que vai orientar as celebrações desse dia.

O Dia da Bíblia foi Criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer e começou a ser celebrado no Brasil em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários evangélicos.

A Sessão Solene em homenagem à SBB, de autoria do Deputado Roberto de Lucena, será transmitida ao vivo pela TV Câmara para todo o Brasil e também via internet, pelo site www.camara.gov.br.

Fonte: The Christian Post

Governo cria comitê para facilitar diálogo entre as religiões

A ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos) instalou ontem (30) o Comitê de Diversidade Religiosa cujo objetivo é facilitar o diálogo entre as religiões e entre os crentes e descrentes.

A primeira campanha do comitê, lançada na mesma oportunidade, é “Democracia, Paz, Religião – Respeite”.

A monja budista Coen de Souza comentou que a intolerância religiosa no Brasil é pequena em relação a outros países, mas ainda assim ela acha a importante a existência do comitê para evitar “problemas com a diversidade” no futuro.

O relacionamento mais tenso tem sido entre as igrejas evangélicas e as de afrodescendentes. Mas já houve, contudo, épocas piores.

No momento, os atritos mais visíveis ocorrem no meio evangélico, com o ataque do bispo Edir Macedo, chefe da Igreja Universal, contra as igrejas que promovem o “cai, cai” [exorcismo que derruba as pessoas].

Também tem havido troca de farpas entre Universal e Mundial e entre a Assembleia de Deus do Silas Malafaia e a Universal. Essas farpas, contudo, ocorrem somente entre os líderes, sem envolvimento dos fiéis.

Os muçulmanos vão aproveitar o comitê para desfazer a imagem de que são extremados, tentando passar para a opinião pública que nada têm a ver com os fundamentalistas do Corão.

Marcelo Salahuddin, do Centro Islâmico do Brasil, um dos líderes religiosos que estiveram presentes no ato do lançamento do comitê, disse que agora os muçulmanos brasileiros vão ter uma chance de mostrar que estão abertos ao diálogo.

Fonte: paulopes

0800 61 22 11 - ALÔ SENADO - GRÁTIS - MANIFESTE-SE CONTRA A APROVAÇÃO DO PLC 122 - EM DEFESA DA FAMÍLIA E A FÉ CRISTÃ.

- LIGUE AGORA - É DE GRAÇA .Projeto que criminaliza homofobia volta a dividir opiniões no Alô Senado. Cidadãos insistem na aprovação de proposta que reduz maioridade penal

LIGUE E PEÇA QUE NÃO APROVE O PL 122/06
O PLC 122/2006, projeto que criminaliza a homofobia, voltou receber grande numero de manifestações no Alô Senado, nesta quarta-feira (30). O projeto foi rebatizado como Lei Alexandre Ivo, em homenagem a jovem de 14 anos morto em junho do ano passado, no Rio de Janeiro. O interesse na Lei Alexandre Ivo foi renovado pela audiência pública para análise de emenda substitutiva, apresentada na CAS – Comissão de Assuntos Sociais.
O projeto continua a dividir opiniões. Alguns dos cidadãos que contataram o Alô Senado afirmam que é preciso cuidado com a aprovação desse projeto, para que os heterossexuais não sejam privados de sua liberdade de expressão. Por outro lado o Alô recebeu inúmeras manifestações favoráveis à lei. Cidadãos argumentaram que uma parte da sociedade não pode sofrer humilhações e ser ameaçada por causa do preconceito. Outros equipararam o PLC 122 a grandes avanços sociais ocorridos no país, como a lei do divórcio e o voto feminino. Segundo esses, o Senado Federal tem uma oportunidade histórica para concretizar uma conquista que beneficiará a todos.

Lembramos que as opiniões registradas pela Central de Relacionamento e pelas mídias sociais do Alô Senado, Twitter e Facebook, refletem a visão pessoal dos cidadãos que se manifestaram por intermédio destes canais de comunicação. Estas opiniões não podem, de forma alguma, ser extrapoladas para toda a população brasileira.

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF . AGÊNCIA SENADO .

URGENTISSIMO! PRECISAMOS ENVIAR EMAILS PARA OS SENADORES DA (CDH) PARA QUE NAO APROVEM O PL122 !!

martasuplicy@senadora.gov.br
paulopaim@senador.gov.br
wellington.dias@senador.gov.br
ana.rita@senadora.gov.br
crivella@senador.gov.br
simon@senador.gov.br
eduardo.amorim@senador.gov.br
garibaldi@senador.gov.br
sergiopetecao@senador.gov.br
cristovam@senador.gov.br
clovis.fecury@senador.gov.br
mozarildo@senador.gov.br
gim.argello@senador.gov.br
paulodavim@senador.gov.br
magnomalta@senador.gov.br
marinorbrito@senadora.gov.br

Cresce nos EUA o movimento religioso que mistura cristianismo e islamismo conhecido por ‘Chrislam’

Adeptos do sincretismo utilizam a Bíblia e o Alcorão.

“Chrislam, como o nome sugere, é um movimento crescente em que alguns cristãos estão tentando encontrar um terreno comum com os muçulmanos”, explica o teólogo Bill Muehlenberg.
O sincretismo religioso foi fundado na Nigéria em 1980, por um homem chamado Tela Tella. Segundo ele, um anjo de Deus veio até ele e incumbiu-lhe da missão.
O ‘Chrislam’ ganhou um impulso significativo, uma vez que a semente foi plantada há quase três décadas. No início deste ano as comunidades cristãs em Dallas, Chicago, Washington DC, e em outras cidades, Alcorões foram colocados ao lado das Bíblias, no banco as igrejas, e houve pregações pregou sobre o profeta Maomé.
Os ‘chrislamistas’ possuem algumas semelhanças que os une, como por exemplo, o monoteismo – adoração a uma só divindade. Os cristãos, a Deus, e os islamitas, a Alá.
O adeptos do ‘Chrislam’ defendem pontos comuns, como por exemplo, a menção a Jesus no Alcorão, feita 25 vezes, bem como os ensinamentos congruentes sobre moral e ética. Ao identificar esses supostos paralelos, os proponentes acreditam que estão desenhando uma espada espiritual contra o ateísmo e o politeísmo, resolvendo assim, um conflito mortal no Ocidente.
Vários cristãos estão rejeitando o movimento. Tim Forsthoff, pastor sênior da Igreja Cornerstone em Highland, Michigan, é um dos muitos a falar contra ele. ”Nós não somos irmãos daqueles que rejeitam a Cristo. Nós não somos parte da família de Deus com aqueles que negam a morte e ressurreição de Jesus Cristo”, ressalta.
Paul L. Williams, um jornalista, escritor e professor, culpa o ideal do multiculturalismo para a disseminação bem sucedida do ‘Chrislam’. Para ele, a maioria dos cristãos acha que o multiculturalismo e diversidade são as melhores coisas para os EUA. Em alguns púlpitos americanos de hoje, falar-se contra a diversidade é um pecado, ressalta Paul.
“As pessoas têm sido levados a acreditar que todas as culturas são iguais, que todas as religiões são iguais. O primeiro erro é abraçar as diferentes culturas “, disse Paul Williams. ”[Muçulmanos] estão entrando e convertendo os cristãos”, enfatizou.
Fora dos EUA, o movimento também tem procurado avançar. Em junho deste ano, cartazes surgiram em Sydney, Austrália, carregando o slogan “Jesus: um profeta do Islã. A campanha publicitária foi conduzida pelo grupo islâmico “MyPeace”, que defende a inter-relação entre cristãos e muçulmanos.
O grupo alegou que o objetivo não era ofender os cristãos, mas mostrá-los que os seguidores do Islã também seguem os ensinos de Jesus.
Recentemente o pastor Rick Warren, autor do livro ‘Igreja com Propósitos’, foi acusado de ter ligações com este movimento nos EUA, mas por meio de seu perfil no Twitter, ele afirmou que os boatos eram falsos.
“Só um tolo crê em tudo o que ouve”, enfatizou ele, citando Provérbios 14:15.
No Líbano, uma frase escrita no site do Comitê de Diálogo Nacional Islâmico-Cristão sintetiza a filosofia do movimento:
“Nós somos irmãos, somos uma família de Deus. Nenhum de nós é melhor do que o outro em seus olhos. Ele nos ama tanto. O futuro só pode ser ganho contra o mal por todos nós em pé, fortes e juntos. “

VIA GRITOS DE ALERTA
Com informações de Charisma News, Christian Post e Portal Padom, traduzido e adaptado por HolofoteNet

Ap. Renê Terra Nova cobra retratação do apresentador Jô Soares por polêmica entrevista; Marco Feliciano vai pedir que Polícia Federal investigue

Após reclamar pelo Twitter a respeito da entrevista feita pelo apresentador Jô Soares com os músicos Moraes Moreira e Tom Zé, quando foram mostradas cenas do DVD “Filhos de João: o admirável mundo novo baiano”, onde um dos entrevistados no filme afirma ter fumado maconha com a bíblia, o Apóstolo Renê Terra Nova gravou um vídeo de protesto à postura do apresentador, que segundo ele, foi “infeliz ao afirmar que a Bíblia tem mil e uma utilidades”.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
No vídeo, ele pede que os envolvidos no episódio se retratem perante aos cristãos, e aos cristãos, pediu que assinem uma petição pública cobrando essa retratação. Confira o texto da petição:
Para: todos os cristãos que têm a Bíblia como o Livro Sagrado
Nós, abaixo-assinados, repudiamos as declarações apresentadas no Programa do Jô, veiculado no dia 17 de Novembro de 2011, sobre o fato de fumar maconha com as páginas da Bíblia. A Bíblia é o Livro Sagrado da Nação Brasileira para todos os cristãos.
Reivindicamos a retratação dos senhores Jô Soares, Moraes Moreira, Tom Zé e Henrique Dantas que zombaram da situação e menosprezaram o valor inenarrável da Bíblia Sagrada.
Este é um ato que deve ser compartilhado por todos os que temem a Deus e zelam pela Sua Palavra.
O Pastor e Deputado Marco Feliciano usou a tribuna da Câmara dos Deputados para “manifestar a indignação” a respeito do caso. Classificando o “Programa do Jô” como “o maior talk-show da televisão brasileira”, Feliciano afirma que o que “causa estranheza é, tais “artistas” usarem do espaço concedido, pela maior e mais assistida rede de televisão brasileira, mostrando vilipêndio ao maior símbolo da humanidade em amplitude Universal, que é a bíblia, nosso livro sagrado e muito bem colocado pelo grande líder evangélico e meu amigo, Apóstolo René Terra Nova, em seu twiter, nossa Carta Magna, pois esse termo que significa livro maior de tão importante, que tal título também denomina nossa Constituição Política”.
Cobrando retratação, o Deputado afirma que a emissora deveria se manifestar sobre o caso: “Sabemos que a prestigiosa Rede Globo, não compactua com ato tão profano, mas poderia em nota se retratar em nome da grande maioria de seus componentes que professam nossa fé cristã”.
Encerrando seu discurso, o Pastor revela que irá tomar medidas para que os fatos sejam apurados: “Enviarei ofício a Policia Federal, solicitando se necessário e possível, por entendimento da autoridade policial a instauração de Inquérito Policial, para apurar os fatos que reputo como gravíssimos”.
Assista ao vídeo do Apóstolo Renê Terra Nova:


VIA GRITOS DE ALERTA
INF. G+

AHMADINEJAD - O ANTI CRISTO DECLARADO.

A língua ferina de Ahmadinejad
Desde sua posse, o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad ataca Israel com língua ferina. Ele nega o Holocausto, convoca conferências a respeito excluindo participantes israelenses, e ameaça aniquilar o Estado judeu.
Por ocasião de uma conferência sobre o Holocausto em Teerã, Ahmadinejad ameaçou: “Os dias de Israel estão contados... Um dia Israel será aniquilado, do mesmo modo como aconteceu com a União Soviética”.
Depois de Hitler e Goebbels, nenhum político manifestou-se de forma tão aberta contra Israel e os judeus quanto o presidente iraniano. Não deveríamos levar a sério essas ameaças, tanto ou ainda mais quanto as dos nazistas do Terceiro Reich?
Os discursos iniciais de Hitler e as
incitações de Goebbels (ministro da Propaganda nazista) contra os judeus conduziram à violência do Holocausto.

Mahmoud Ahmadinejad, outros membros do governo e altos funcionários iranianos tentaram obter reconhecimento dos seus adeptos através da negação do Holocausto. Num discurso divulgado pela IRNA, a agência oficial de notícias do Irã, o presidente disse: “Alguns países europeus insistem que Hitler queimou milhões de judeus inocentes em fornos crematórios. Eles insistem tanto nessa questão, que chegam a condenar e prender a todos que provam o contrário. Nós não aceitamos essas afirmações. Entretanto, se considerarmos que elas são verdadeiras, temos a seguinte pergunta para os europeus: a matança de judeus inocentes por parte de Hitler é a razão do apoio de vocês aos que ocupam Jerusalém?”
Em suas afirmações, o presidente iraniano repete constantemente, de forma arrogante e descarada, que o regime sionista de Israel é um “tumor” que deve ser apagado do mapa.
Há algum tempo ele especulou sobre os seguintes dados macabros: “Se durante uma guerra nuclear cair uma bomba atômica sobre Israel, finalmente todos os 5 milhões de judeus serão mortos de uma só vez. Caso Israel ainda consiga revidar antes disso, lançando mísseis nucleares, talvez serão mortos em torno de 15 milhões de árabes – o que importa? Então teríamos simplesmente mais 15 milhões de mártires no céu, mas na terra continuarão vivos mais de um bilhão de muçulmanos para conquistar o mundo”1
Deus, que é onisciente, cuja visão cobre todos os tempos, apresenta-nos no Salmo 140, entre outras coisas, a atual situação de Israel. Trata-se de um salmo de Davi, que descreve o que ele estava enfrentando pessoalmente naquele tempo. Davi, entretanto, também era profeta, e suas afirmações lançam luz sobre a situação durante os tempos finais. Os inimigos de Davi são inimigos de Deus e inimigos do povo de Israel. Isso não mudou até hoje. A Bíblia é extremamente atual, no presente e até mesmo no futuro.
Instalações nucleares
iranianas em Arak.

1. No Salmo citado, Davi pede ao Senhor libertação dos planos malignos dos inimigos. Ele descreve, o homem violento, o mal que domina o coração dele, as contendas que esse homem semeia, e sua língua ferina, que cospe veneno e mentiras: “Livra-me, Senhor, do homem perverso, guarda-me do homem violento, cujo coração maquina iniqüidades e vive forjando contendas. Aguçam a língua como a serpente; sob os lábios têm veneno de áspide” (Salmo 140.1-3).
Em todos os tempos houve homens violentos, que provocaram contendas e guerras, e que fizeram discursos venenosos. Mas em nossos dias estamos assistindo a uma ferocidade crescente. Os discursos ameaçadores de Ahmadinejad são uma amostra clara dessa tendência e mostram que esse homem talvez seja um dos últimos precursores do Anticristo. Este se destacará como o último homem violento, de língua ferina, dominado pelo pai da mentira (Satanás) e tentará destruir tanto Israel quanto todos os justos vivos naquela época.
2. Davi pede ao Senhor que o guarde daquele que deseja derrubá-lo: “Guarda-me, Senhor, da mão dos ímpios, preserva-me do homem violento, os quais se empenham por me desviar os passos” (Salmo 140.4). – Os discursos do presidente iraniano são muito claros e não podem ser mal interpretados. Constantemente ele declara querer destruir Israel, fazendo especulações a respeito da capacidade nuclear do Irã.
3. Davi pede proteção contra o terrorismo, isto é, contra os ataques planejados pelo inimigo, com os quais eles ameçam: “Não concedas, Senhor, ao ímpio os seus desejos; não permitas que vingue o seu mau propósito” (Salmo 140.8).
Israel já está exposto ao terrorismo e aos ataques há décadas, mas nos últimos anos eles aumentaram e se tornaram cada vez mais perigosos. – Quando não se muda a má inclinação do coração, ela acaba produzindo os atos de violência. Os discursos iniciais de Hitler e as incitações de Goebbels contra os judeus conduziram à violência do Holocausto. Em que resultarão as palavras de Ahmadinejad?
4. Davi anunciou profeticamente aquilo que, finalmente, Deus fará cair sobre os inimigos de Israel: “Se exaltam a cabeça os que me cercam, cubra-os a maldade dos seus lábios. Caiam sobre eles brasas vivas, sejam atirados ao fogo, lançados em abismos para que não mais se levantem. O caluniador não se estabelecerá na terra; ao homem violento, o mal o perseguirá com golpe sobre golpe” (Salmo 140.9-11).
A Alemanha nazista teve de experimentar
literalmente como o fogo caiu do céu através das inúmeras bombas lançadas pelos Aliados.

A Alemanha nazista teve de experimentar literalmente como o fogo caiu do céu através das inúmeras bombas lançadas pelos Aliados. As cidades alemãs foram devoradas pelas chamas causadas pelas bombas incendiárias e os violentos líderes do povo sucumbiram. Onde terminará a arrogância da liderança iraniana? (veja o artigo “Cada vez mais provável: outra guerra no Oriente Médio”, na edição de fevereiro/07).
5. Davi vê e anuncia a fidelidade de Deus a Israel, que Ele tem a palavra final sobre a História e que fará tudo terminar bem. Davi expressa sua confiança inabalável, que ele baseia exclusivamente em Deus, da seguinte maneira: “Sei que o Senhor manterá a causa do oprimido e o direito do necessitado. Assim, os justos renderão graças ao teu nome; os retos habitarão na tua presença” (Salmo 140.12-13).
Israel não pode sucumbir, por mais que os inimigos o desejem. O plano de Deus já está estabelecido há muito tempo. Ele acabará com os planos dos inimigos! As promessas da aliança de Deus para Seu povo são a melhor garantia disso! No tempo da Grande Tribulação, o remanescente judeu voltará a ter essa confiança. A garantia do futuro de Israel é o próprio Senhor Jesus Cristo, de quem lemos: “Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele o sim; porquanto também por ele é o amém para glória de Deus, por nosso intermédio” (2 Coríntios 1.20). Todas as promessas que Deus fez com relação ao futuro de Israel serão cumpridas em e através de Jesus Cristo. Todas as promessas que o Senhor fez com relação à Sua Igreja, serão realizadas em Jesus. Todas as promessas destinadas às nações serão igualmente cumpridas em Cristo. (Norbert Lieth - http://www.beth-shalom.com.br)

O AMIGUINHO DO LULA DECLARA GUERRA AOS CRISTÃOS - Governo do Irã confisca Bíblias e destrói igrejas declarando guerra ao cristianismo

Mais de 6.500 Bíblias foram confiscadas, sites foram fechados e igrejas foram destruídas por autoridades iranianas em uma ofensiva do governo contra o crescimento do cristianismo no país.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelSegundo a agência oficial de notícias Mehr, a ação se justifica por que “os missionários cristãos têm feito uma campanha milionária, com publicidade enganosa para que a opinião pública e a juventude se afastem dos ensinamentos do Islã”.
O aiatolá Hadi Jahangosha manifestou sua preocupação com a “expansão do cristianismo entre os jovens”, e culpou os meios eletrônicos de comunicação e a facilidade de acesso a literatura cristão pela expansão: “É responsabilidade de todos os cidadãos do Irã que façam algo sobre isso e cumpram seu papel na difusão do Islã puro, lutando contra as culturas falsas e distorcidas do Ocidente” disse o líder islâmico.
Segundo a agência cristã iraniana Mohabat News, um assessor do comitê de assuntos sociais do Parlamento do Irã confirmou que a maioria das milhares de Bíblias confiscadas veio das cidades de Zanjan e Abhar, Estado de Zanjan.
“O importante neste assunto é que a polícia, os juízes e os líderes religiosos devem estar cientes que os cristãos estão se fortalecendo para enfrentar o Islã, caso contrário, qual o sentido de terem produzido este grande número de Bíblias?” disse um representante do governo sobre as Bíblias confiscadas, que segundo ele “foram produzidas com uma melhor qualidade de papel, em tamanho de livro de bolso.”
Além do confisco de Bíblias o temor dos líderes cristãos no país é de que o governo destrua igrejas no país como aconteceu na cidade de Kerman onde uma das principais igrejas foi destruída por autoridades locais.
Além do confisco de Bíblias, o que preocupa a liderança cristã no país é a destruição de igrejas, como aconteceu na cidade de Kerman, onde uma das principais igrejas da cidade foi destruída por autoridades islâmicas locais. A liderança afirma também que o governo Mahmoud Ahmadinejad está preocupado com o grande número de muçulmanos que estão se convertendo ao cristianismo. Segundo eles o país já tem pelo menos 100.000 cristãos.
Outro alvo de ataque do regime iraniano são os sites em língua persa com conteúdo cristão, entre eles a agência Mohabat News. Muitos sites foram tirados do ar com ataques que sobrecarregam os servidores, um tipo de ataque cibernético, conhecido como DDoS, que está se tornando muito comum para retirar sites do ar.
E o governo não se preocupa em esconder seus atos, o Ministério da Segurança do Irã anuncia ter eliminado uma rede de Internet que, segundo as autoridades, “fazia propaganda antirreligiosa no ciberespaço”. O ministério anunciou também a prisão de várias pessoas envolvidas com esses sites e criou um comitê regulatório para monitorar os usuários de internet no país.

VIA GRITOS DE ALERTA
Com Informações G+

Igreja dos EUA proíbe casais inter-raciais de participarem de cultos

Uma igreja batista no Estado americano do Kentucky decidiu fechar suas portas para casais interraciais em uma empreitada que, segundo eles, irá "promover união máxima".

A decisão consiste em proibir casais de negros e brancos de participar de qualquer atividade na igreja batista Gulnare Freewill, localizada no condado de Pike. A decisão gerou protestos nos demais condados do Estado.

Tudo começou quando a filha do secretário da igreja, a estudante Stella Harville, 24, levou seu noivo, Ticha Chikuni, 29, natural do Zimbábue, ao local.

Os dois apresentaram uma música para a congregação, mas o casal não foi bem visto pela comunidade. Logo após a apresentação, o pastor Melvin Thompson disse ao pai de Stella que o casal não poderia voltar a igreja.

Thompson ainda disse que todas as pessoas são bem vindas aos cultos de adoração públicos, mas que a igreja não tolera casamentos inter-raciais.

A proposta foi levada a votação na semana passada e venceu por 9 votos a seis. Além de não tolerar o casamento de pessoas de raças diferentes, a igreja ainda proibiu que esses casais se tornem membros da comunidade ou participem dos serviços comunitários, exceto no caso de funerais.

"Esse não é o espírito da comunidade", disse Randy Johnson, presidente da Associação Ministerial do Condado de Pike. As informações são do Kentucky.com.

Fonte: UOL

Delegado é preso suspeito de envolvimento em assalto

Um delegado e um agente da Polícia Civil de São Lourenço, no Sul de Minas, foram presos na manhã desta quinta-feira (1º), suspeitos de envolvimento no assalto que levou R$ 72 mil de um supermercado em Itanhandú, na segunda-feira (28). Segundo a Polícia Civil, o delegado Élvio Mancini e o agente Ângelo Marco Correia foram presos quando chegavam ao trabalho. A prisão provisória de cinco dias foi decretada pelo juiz da Comarca de Itanhandú, Flávio Barros Moreira.
O delegado da Corregedoria da Polícia, Vicente Ferreira, está na cidade para cuidar do caso. Segundo a Assessoria de Imprensa da Polícia Civil, o delegado e o agente serão levados para a casa de Custódia em Belo Horizonte. Ainda não foi informada a forma de envolvimento dos suspeitos, mas a suspeita é de que eles tenham participado do planejamento do assalto.
O caso
O malote com R$ 72 mil foi roubado de um supermercado no bairro Mansões, em Itanhandú. De acordo com a Polícia Militar, dois funcionários do supermercado saíram com o malote em uma caminhonete e foram cercados por outro carro com dois homens armados. Os criminosos desceram do carro e anunciaram o assalto, fugindo emm seguida com o dinheiro.

VIA GRITOS DE ALERTA
INF. FOLHA DA MANHÃ

Pastor diz que igreja está aberta para Naldo, se ele quiser

Jaime Soares, pastor da Assembleia de Deus de Bonsucesso, igreja da Zona Norte do Rio que era frequentada por Naldo Benny desde antes da...