sexta-feira, 12 de agosto de 2011

PARABENS AOS NOBRES VEREADORES - Câmara proíbe materiais que possam 'induzir' crianças à homossexualidade

A Câmara de São José dos Campos, a 97 km de São Paulo, aprovou o PL (Projeto de Lei) por onze votos contra nove.

Por onze votos contra nove, a Câmara de São José dos Campos, a 97 km de São Paulo, aprovou o PL (Projeto de Lei) que proíbe a divulgação de “qualquer tipo de material” que possa induzir crianças e jovens à homossexualidade nas escolas municipal, estadual e particulares da cidade. A sessão contou com a presença de militantes do Fórum GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transexuais), que protestaram contra o resultado da sessão.

Agora, o PL será encaminhado para o Executivo para ser sancionado ou vetado. Durante a votação, os vereadores contrários à decisão afirmaram que o projeto do vereador Cristovão Gonçalves (PSDB) é inconstitucional. Cerca de 80 pessoas compareceram à sessão na noite desta quinta-feira (11).

Antes de ser aprovada, a discussão em torno do projeto era sobre a aplicação da multa de R$ 1.000 para quem descumprir a medida e houve acordo entre os vereadores para que a cobrança fosse retirada do PL.

O Projeto de Lei, que visa proibir qualquer material que possa ser produzido e disponibilizado nas escolas, retoma as críticas em torno do “kit gay” do MEC (Ministério da Educação). Para o vereador, que usa a “pré-suspensão” do “kit gay” como exemplo, o tipo de material como o proposto pelo governo não é educativo e induz jovens a se tornarem homossexuais.

“Não discrimino a opção sexual das pessoas, pois tenho amigos gays e eles entendem muito bem a minha visão. O “kit gay” do MEC, por exemplo, não é educativo e induz à prática homossexual. O material mostra claramente dois meninos se beijando. Os “bancos das nossas escolas” devem ser preservados. Nossas crianças têm o direito de receber uma boa educação”, disse o vereador ao UOL Notícias.

Durante a votação, militantes levantaram uma faixa com a frase “Não ao projeto de lei homofóbico”. Para o comerciante Luiz André Sousa Moresi, 36 anos, que protagonizou o primeiro casamento civil gay realizado no Brasil em junho e integra o Fórum Paulista GLBT, a medida é inconstitucional e contribui para o aumento do preconceito e a homofobia no ambiente escolar.

“Há muitas divergências sobre o assunto. Uma pesquisa da Unesco apontou dois problemas na realidade das escolas brasileiras. Um é a homofobia forte entre alunos e pais, o outro é o despreparo dos professores, que não são capacitados para lidar com assunto na sala de aula. Agora faremos de tudo para que o projeto seja vetado”, disse.

Contrária à decisão, a vereadora Amélia Naomi (PT) afirma que, se sancionada a lei, professores ou qualquer profissional não poderão tratar o assunto na sala de aula. “A aprovação é um retrocesso, pois fortalece ainda mais a homofobia e a discriminação. O assunto sobre sexualidade sempre foi abordado por estudantes e a questão do homossexualismo deve ser discutida na sala de aula.”

Polêmica

O kit “Escola Sem Homofobia”, também chamado de “kit gay” ou “kit anti-homofobia”, foi suspenso pelo governo após pressão de grupos religiosos na Câmara dos Deputados. As frentes evangélica e católica haviam prometido convocar o então ministro Antonio Palocci a explicar a multiplicação de seu patrimônio, como forma de pressionar o governo. Além disso, diziam que poderia ser aberta uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) contra o MEC.

Já o governo nega que a decisão tenha sido política. A presidente Dilma Rousseff declarou que não aceitaria "propaganda de opções sexuais" e que assistiu aos vídeos e não gostou do material. Segundo o ministro da Educação Fernando Haddad, ela teria considerado "inadequada" uma frase de um dos vídeos do kit que haviam vazado na internet.

O kit é composto de três tipos de materiais: o caderno do educador, seis boletins para os estudantes e cinco vídeos, dos quais três já estão em circulação na internet. Os boletins deveriam trazer orientações sobre como lidar com colegas LGBT abordando assuntos relacionados à sexualidade, diversidade sexual e homofobia. O material seria destinado a alunos do ensino médio, ou seja, com idade mínima de 14 anos.

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) foi o mais barulhento oponente do projeto e acusou o ministério de "incentivar a homossexualidade". Ele chegou a mandar imprimir 50 mil cópias de um panfleto contra o plano nacional que defende os direitos dos gays.

Já o professor português António Nóvoa acha que o melhor local para discussão do tema não é a sala de aula. “Trata-se de um diálogo educativo que vai muito além desta”, afirma. “Mas como a comunidade não tem condições ainda de arcar com essa responsabilidade, a solução é deixar a escola assumir parte do trabalho”.

Fonte: UOL

Visão Mundial realiza "24 horas de Fome"

O projeto 24 Horas de Fome é um evento com foco na juventude cristã que usa a mobilização como forma de reflexão e ação e cujo objetivo é uma nova mentalidade de compaixão e ação.

A fome voluntária aguça tudo isso. São 24 horas de jejum, com início numa sexta-feira à noite e final no sábado.

O tema trata de fome. No entanto, a Visão Mundial alargou o conceito para quatro outras formas de fome que assolam grande parte da população:

FOME DE COMIDA - Mateus 25:35 nos apresenta uma solicitação do Mestre de que teve fome e deram de comer a Ele; teve sede e O deram de beber. Após a pergunta sobre quando deram de comer ou beber a Ele há a afirmação: ”o que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos a mim me fizeram”. Comida como necessidade fisiológica básica. Como algo legislado como direito de cidadania. Como justiça, pois se uns têm demais, outros não podem ter falta. Como estabelecimento de paz entre os homens. Paz que não permite o furto ou a cobiça dos bens do próximo (Êxodo 20:15, 17).

FOME DE CIDADANIA - Jesus em Mateus 4:23 vai ao encontro do povo. Vai para garantir que haja cidadania, igualdade. Em um mundo iníquo (desigual), urge irmos por todos os cantos, pregando as boas-novas (não apenas com o kerigma - proclamação, mas, principalmente com a diakonia – serviço).

FOME DE PAZ - Jeremias 29:7 afirma que devemos orar pela paz da cidade, porque na paz dela teremos paz. Todos os pacificadores são chamados por Jesus de bem-aventurados (Mateus 5:9). Eles serão chamados filhos de Deus, porque Ele é o Príncipe da Paz.

FOME DE JUSTIÇA - Miquéias 6:8 afirma que Deus nos mostrou o que é bom e que Ele, o Senhor, exige: “pratique a justiça, ame a fidelidade e ande humildemente com o seu Deus”. A justiça faz parte da essência de Deus. Ele é Justo. E o Seu Filho afirma que “os que têm fome e sede de justiça serão satisfeitos” (Mateus 5:6).

Baseados nessas verdades, profundamente comovidos com a situação de iniquidade do mundo, uma nova geração, somada a uma geração já inconformada, se priva de alimento por 24 horas para poder compreender melhor o que se passa com alguém que faz jejum involuntário e se mobiliza no intuito de mudar o que se estabeleceu, mas que não representa a proposta do Reino de Deus.

Palavras para o evento: jejum, mobilização, louvor, oração, reflexão, doação.

24 horas de fome
Data: Dia 12 de agosto, das 18h às 21h
Dia 13 de agosto, das 9h30 às 18h10
Local: Seminário Teológico Batista do Norte
Rua Padre Inglês, Boa Vista – Recife (PE)

Confira outros locais onde o "Projeto 24 Horas de Fome" estará sendo realizado clicando aqui

Tá chegando a hora.. Vamos ajoelhar e clamar ao nosso Deus...




Centro Evangélico Brasileiro - Informa à todas as Igrejas Evangélicas e ao povo de Deus sobre as Leis que Tramitam em Brasília. E disse Jesus: 'Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho. E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.' - (Marcos 13:9 e 13)

- Fica proibido fazer: · Cultos ou evangelismo na rua (Reforma Constitucional) Programas evangélicos na televisão por mais de uma hora por dia. Programa de rádio ou televisão, quem não possuir faculdade de 'jornalismo'. Pregar sobre dízimos e ofertas, havendo reclamações, obreiros serão presos.

- Quanto aos cultos: ·Cultos somente com portas fechadas (Reforma Constitucional) ·As igrejas serão obrigadas a pagarem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições. ·Será considerado crime pregar sobre espiritismo, feitiçaria e idolatria, e também veicular mensagem no rádio, televisão, jornais e internet, sobre essas práticas contrárias a Palavra de Deus. Pastores que forem presos por pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada (homossexualismo, idolatria e espiritismo), não terão direito a se defender por meio de ação judicial.

- Se estabeleça: O· dia do “Orgulho Gay” e que seja oficializado em todas as cidades brasileiras e comemorado nas Instituições de Ensino Fundamental (primeira a 8.a série), público e particular. ·Que as Igrejas que se negarem a realização das solenidades dos casamentos de homem com homem e de mulher com mulher, estarão fazendo “discriminação”, seja multadas e seus pastores processados criminalmente por descriminação e desobediência civil.

- Projeto nº 4.720/03 - Altera a legislação constitucional Projeto nº 3.331/04 – Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das 'pessoas físicas'. Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.

- 1. Projeto nº 299/99 – Altera o código brasileiro de telecomunicações (Lei 4.117/62). Se aprovado, reduziria programas evangélicos no rádio e televisão a apenas uma hora.

- 2. Projeto nº 6.398/05 – Regulamenta a profissão de JornalistaContém artigos que estabelecem que só poderão fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em JORNALISMO, Significa que pastores sem a formação em jornalismo não poderão fazer programas através desses meios.

- 3. Projeto nº 1.154/03 – Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso.Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e internet. A verdade sobre esses atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada.

- 4. Projeto nº 952/03 – Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas.Convertido em Lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados 'criminosos' por pregarem sobre dízimos e ofertas.

- 5. Projeto nº 4.270/04[/b] – Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil.Se convertido em Lei, as Igrejas Evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial.

- 6. Projeto de nº 216/04[/b] – Torna inelegível a função religiosa com a governamental.Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja.


Não se deixe enganar a Grande Tribulação está a nossa porta. Faça a sua parte comunique estes fatos aos seus irmãos em Cristo.

“Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” (Ap. 2.10.)

Divulguem!

Passe para pastores das igrejas que vocês conhecem, para que todos estejam cientes:- Os sábios não devem colocar os injustos para governar sobre si.

Que o Senhor tenha misericórdia de nós para não perdermos nossos direitos de proclamarmos a Palavra de Deus!

DENUNCIA GRAVISSIMA - IGREJA ACORDE EM NOME DE JESUS E PRESTE ATENÇÃO EM QUEM VOCÊ ESTA VOTANDO - Leis que tramitam na Câmara são contra a Igreja Evangélica

 




As lideranças evangélicas evangélicas brasileiras estão se levantando, inclusive com orações e clamores, contra projetos de leis que, se aprovados, impedirão a ação em prol do Evangelho no Brasil."Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho. E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo" - Marcos 13: 9 e 13
A Bíblia diz que no fim dos tempos os filhos de Deus serão perseguidos e odiados. Veja abaixo alguns dos projetos:
- Será proibido fazer cultos ou evangelismo na rua (Reforma Constitucional)- Cultos somente com portas fechadas (Reforma Constitucional)- As igrejas serão obrigadas a pagarem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.- Programas evangélicos na televisão apenas uma hora por dia.- Pastor só poderá fazer programa de televisão, se tiver faculdade de jornalismo.- Será considerado crime pregar sobre espiritismo, feitiçaria e idolatria, e também veicular mensagem no rádio, televisão, jornais e internet, sobre essas práticas contrárias a Palavra de Deus.- Pastores que pregarem sobre dízimos e ofertas, dependendo do número de reclamações, serão presos.- Pastores que forem presos por pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada (homossexualismo, idolatria e espiritismo), não terão direito a se defender por meio de ação judicial.- Igrejas que não realizarem "casamento" de homem com homem e mulher com mulher, estarão fazendo discriminação, poderão ser multadas e os pastores processados.- Querem que o dia do "orgulho gay" seja oficializado em todas as cidades brasileiras.
                                      
                                      Reforma Constitucional
Mudanças no texto da Constituição que garantem a liberdade de culto. Se aprovadas, fica proibido culto fora das igrejas (evangelismo de rua), cultos religiosos só com portas fechadas.
1. Projeto nº 4.720/03 - Altera a legislação do imposto de renda das pessoas jurídicas.
2. Projeto nº 3.331/04 - Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das pessoas físicas. Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.
3. Projeto nº 299/99 - Altera o código brasileiro de telecomunicações (Lei 4.117/62). Se aprovado, reduziria programas evangélicos no rádio e televisão a apenas uma hora.
4. Projeto nº 6.398/05 - Regulamenta a profissão de jornalista. Contém artigos que estabelecem que só poderá fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em Jornalismo. Significa que pastores sem a formação em Jornalismo não poderão fazer programas através desses meios.
5. Projeto nº 1.154/03 - Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso. Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e Internet. A verdade sobre esse atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada.
6. Projeto nº 952/03 - Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas. Convertido em lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados criminosos por pregarem sobre dízimos e ofertas.
7. Projeto nº 4.270/04 [/b] - Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil. Se convertido em lei, as igrejas evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial.
8. Projeto de nº 216/04 [/b] - Torna inelegível a função religiosa com a governamental. Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja.
Existem outros projetos em andamento que ferem princípios bíblicos, entre eles:
- União de homens com homens e mulheres com mulheres.

- Estabelecer um dia oficial do "orgulho gay' em todas as cidades brasileiras, entre outros.

Fonte: Insejec (www.insejec.com.br)

Guarulhos terá a primeira Marcha para Jesus sustentável

Grupo de voluntários do Ministério O2 Church irá recolher o
 lixo
reciclável
 ao longo dos quatro quilômetros de percurso da caminhada, que ocorrerá
 dia 27 de agosto (sábado)
Uma multidão com cerca de 120 mil pessoas é esperada para a oitava
edição da Marcha para Jesus de Guarulhos, no próximo dia 27 de agosto
 (sábado), a partir das 13 horas. Dentre os grupos que participarão da
caminhada, o Ministério O2 Church, da Igreja Renascer em Cristo,
 de Guarulhos, promete fazer a diferença.
Cerca de 150 voluntários recolherão todo o lixo reciclável produzido ao
 longo dos quatro quilômetros de percurso da Marcha, para encaminhar
 às cooperativas que fazem a coleta seletiva na cidade. Além de estudar
 a Palavra de Deus, o O2 Church também busca conscientizar as pessoas
 sobre a importância da preservação do meio ambiente e torná-las
defensoras e atuantes no espaço onde vivem. “Estamos felizes por
ser a primeira Marcha a executar um projeto como esse. Nossa
 intenção é levar a ação para outras Marchas, para que a cidade não
 fique suja após o término do evento”, declara a líder do ministério,
 pastora Cris Juliari. Ela destaca ainda que alguns trios elétricos
estarão enfeitados com garrafas pet.
Os participantes da caminhada evangélica também poderão colaborar,
descartando o lixo nos locais corretos e não jogá-lo nas vias públicas.
 Ao longo do trajeto e na concentração haverá lixeiras de coleta seletiva,
 bem como faixas de orientação, para facilitar o reaproveitamento dos
 materiais.
A coleta seletiva e a reciclagem de lixo são iniciativas importantes
 para o meio ambiente. Por meio delas é possível recuperar
matérias-primas e conter a lotação nos aterros sanitários.
 Fazendo isto, reduz-se os gastos com a gestão dos resíduos.
 O projeto tem o apoio da Secretaria de Serviços Públicos da
 Prefeitura de Guarulhos, do movimento Limpa Brasil,
 da ONG Ecoficina e da Cooperativa dos Catadores de
Resíduos de Guarulhos.
A Marcha
A concentração da Marcha será na Avenida Paulo Faccini,
a partir das 13h. O percurso seguirá em direção à Avenida
Transguarulhense, no Parque Continental, onde estará montado
o palco central para a apresentação de cantores e grupos renomados
 do meio gospel, como Renascer Praise, André Valadão, Fernandinho,
Lázaro, Cassiane, Thalles Roberto, Ao Cubo, Marcelo Aguiar, Kleber Lucas,
 Talita Pagliarin, Waguinho, Gerson Ortega e Jéssica Sena. O evento
 é uma realização do Conselho das Igrejas Evangélicas
  Apostólicas do Brasil (CIEAB), Conselho de Ministros
 Evangélicos de Guarulhos (COMEG) e das Igrejas Batistas
 de Guarulhos, e conta com o apoio da revista Exibir Gospel,
Prefeitura de Guarulhos e da Rádio Gospel 90.1 FM.
Carro zero-quilômetro será sorteado
A grande novidade da oitava edição da Marcha para Jesus de
 Guarulhos é o sorteio de um carro zero-quilômetro, modelo Celta.
 No site www.marchaparajesusguarulhos.com.br estão todas as
 informações, inclusive o regulamento da promoção.
Após o preenchimento do cupom on-line, o internauta receberá
 a ficha preenchida no e-mail cadastrado. Ela deverá ser
 impressa e entregue em um dos postos divulgados no site
 ou no dia da Marcha, mediante a entrega de um quilo de
alimento ou brinquedo.
Mutirão da cidadania e solidariedade
Por meio de uma parceria com a Prefeitura de Guarulhos,
 vários serviços de saúde, bem-estar e cidadania estarão à
 disposição do público durante a Marcha para Jesus. Haverá
 também os postos para doação de agasalhos e brinquedos, do
 Fundo Social de Solidariedade. Mais de 100 voluntários atenderão
 os participantes da Marcha. Serão oferecidos serviços, como corte
 de cabelo, teste de glicemia, teste de diabetes, aferição de pressão
 arterial, atendimento do Procon, atendimento jurídico, manicure e
 pedicure, atendimento pastoral e psicológico, recolhimento de
agasalhos, espaço kids para recreação das crianças e informações
de saúde e combate à dengue.


Fonte - Exibir Cominicação.
Via Gritos de Alerta

SINAIS DOS FINAIS DOS TEMPOS - Pai confessa ter encomendado morte da filha por R$ 500 no RS

Um homem de 47 anos foi preso após confessar nessa quinta-feira ter ordenado o assassinato da filha, a estudante de Educação Física, Ketlin Bortolosso, 18 anos, no município de Gaurama (RS), a 443 km de Porto Alegre. Em depoimento, Genoir Bortolosso relatou ter pago R$ 500 a um criminoso, que executou a jovem na última quarta. O autor dos disparos, de identidade ainda não confirmada, foi detido nesta sexta.

No interrogatório, o pai da vítima justificou o crime ao afirmar que tinha constantes desentendimentos com a filha e não queria mais pagar pensão. A polícia, no entanto, apura outra hipótese: o homem teria interesse em ganhar dinheiro de um suposto seguro de vida.

O pai também admitiu que, no dia do crime, buscou a filha na casa dela e convidou ela para aprender a dirigir, com o objetivo de matá-la. Minutos depois, o homem simulou ter tido um problema mecânico em uma estrada de chão de Gaurama, no ponto onde o executor aguardava a vítima. Em seguida, Ketlin desceu do carro e o pai arrancou o veículo. Seis disparos foram efetuados contra ela.

"O pai teria inclusive abraçado a Ketlin no momento em que foi buscá-la para ela ser entregue ao matador", disse o delegado responsável pelo caso, Gerson Fraga. A polícia obteve relatos de testemunhas que ajudaram agentes a realizar as prisões.

Fonte Gritos de Alerta.
com informações www.terra.com.br

Dilma quer ser avisada previamente das operações da PF? É ilegal, presidente! Até porque a Polícia pode investigar a própria Presidência!

 

O governo Dilma Rousseff vive sob o signo da chantagem. Abaixo, há notícias dando conta disso. Aquela formidável “base aliada” costurada pelo método lulo-petista de governar não quer apenas a parte que lhe cabe no latifúndio. Quer também que o governo, por meio de organismos do estado, lhes garanta a impunidade. Ou é assim, ou a turma ameaça com retaliação. Já levaram o governo a uma pequena derrota no Congresso como aperitivo. Dilma é vítima? Não! Ela sabia bem com quem estava disputando — e ganhando — a eleição.
Mesmo assim, a presidente parecia caminhar mais ou menos nos trilhos. Promoveu uma limpa razoável no Ministério dos Transportes, embora, justiça se faça, a pasta atuasse segundo os mesmos padrões de quando ela era a gerentona do governo Lula. Mas aí surgiu no noticiário o nome de Wagner Rossi, ministro da agricultura e homem de confiança de Michel Temer. Quando a coisa atingiu o PMDB, tudo mudou de figura. Dilma recuou, como aqui se apontou.
A operação da Polícia Federal no Ministério do Turismo foi a gota d’água. A presidente entrou em surto e, atenção!, deixou vazar uma determinação ou um desejo QUE É SIMPLESMENTE ILEGAL. Se for atendida, o Brasil ficará com aquele jeitão de “estado policial”, em que o chefe do Executivo seleciona quem pode e quem não pode ser preso. Vamos ver.
Escrevi aqui um longo texto em que afirmei que também reconhecia exageros da PF no uso das algemas. Trato desse assunto desde os primeiros meses do primeiro mandato de Lula. E apontei a espetacular hipocrisia dos petistas, que jamais haviam reclamado do procedimento. Pois bem: uma coisa é apontar um exagero e pedir que a polícia siga a súmula do STF; outra, muito distinta, é a presidente exigir, com os dentes trincados, que a lei seja desrespeitada.
Dilma quer ser avisada com antecedência das operações da PF. Fez essa exigência a José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça, a quem está subordinada a polícia. Ignorância da lei ou prepotência? Atenção! A Polícia Federal tem o seu controle administrativo submetido ao Ministério da Justiça, mas ela é, e tem de ser, independente, sem subordinar o seu trabalho ao governo de turno. Age sob determinação da Justiça, que, por sua vez, avalia os indícios que são apresentados pelo Ministério Público.
Lamento chatear Dilma, mas ELA NÃO TEM NADA COM ISSO! Até porque, se a presidente não sabe, é bom saber: ela própria, em tese, pode ser alvo de uma operação da Polícia Federal. Fico imaginando Barack Obama tendo um chilique, exigindo ser avisado previamente das operações do FBI… Santo Deus! Será que isso ainda vira uma República um dia?
“Mas, então, ninguém controla as ações da Polícia Federal?” No que diz respeito à investigação, esse controle é feito pela Justiça e pelo Ministério Público. Se os agentes cometerem violações funcionais, transgredirem a lei no exercício da função ou deixarem de arcar com suas obrigações etc, aí a própria PF e o Ministério da Justiça atuam. Cardozo pode cobrar explicações sobre uso de algemas? Sim! Pode exigir ser avisado previamente de uma operação? Não! Se for, a PF deixa de servir ao estado para servir ao governo.
É bom Dilma ir devagar com o santo de barro. Que a PF seja cobrada por seus eventuais erros, eis um imperativo da lei. Mas também é a lei que garante que as operações sejam feitas em sigilo, sob o controle da Justiça e do Ministério Público.


Por Reinaldo Azevedo

SACOLAS PERSONALIZADAS - SACOLAS DE PAPEL KRAFT PERSONALIZADAS E BALAS PERSONALIZADAS - vendas@portaldosbrindes.com.br

SACOLAS DE PAPEL KRAFT , PERSONALIZADAS , BRINDES PERSONALIZADOS , DESPACHAMOS PARA TODO BRASIL



Adquirindo esse material você estará nos ajudando a manter nossos projetos , pois enfrentamos dificuldades em manter nossos custos operacionais.
Indique aos seus amigos lojistas , para adquirirem nossos produtos.


SACOLAS DE PAPEL E DE PLÁSTICO.

BALAS E PIRULITOS PERSONALIZADOS.
E MAIS DE 6 MIL ITENS EM BRINDES PERSONALIZADOS.
NOS AJUDE EM NOSSOS PROJETOS , ADQUIRINDO PRODUTOS PROMOCIONAIS.







WWW.SACOLASDEPAPEL.BLOGSPOT.COM
WWW.PORTALDOSBRINDES.COM.BR
vendas@portaldosbrindes.com.br


Deus abençoe sua vida ricamente.


Bispo Roberto Torrecilhas

Pastor Silas Malafaia Anuncia Novos Projetos e Pede Orações

silas-malafaia-twitterDepois de ter perdido na batalha pelas madrugadas da Band, o Pastor Silas Malafaia anuncia em seu Twitter novos projetos “especiais”.
Imagem do Twitter do Pastor Silas Malafaia
Sem esclarecer que tipo de projetos especiais Silas Malafaia fala, entretanto, o pastor da Igreja Vitória em Cristo parece mostrar algo não ordinário ao pedir abertamente orações por tais projetos.
“Não perca o programa do próximo sábado. Falarei sobre 4 projetos especiais p/ os quais preciso de sua oração!”
 
Recentemente, Silas Malafaia recebeu a notícia de que teria seus horários nas madrugadas da Band retirado devido a uma oferta maior dada pelo líder da igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago.
Em seu Twitter ele não fala sobre o ocorrido e no dia em que anuncia os projetos Silas positivamente começa o dia dizendo um “Bom dia! Deus o chamou para fazer a diferença neste mundo”.
Estarão os projetos relacionados com a perda na disputa pela transmissão televisiva? Apesar dele não especificar já tem o apoio de seus seguidores nas orações.
“Ok pastor, Deus Abenções seus projetos”, escreveu seu seguidor Guilherme Rego no seu Twitter.
“Amém pr Deus te abençõe mais e mais que nosso senhor e salvador levante mais homens como senhor nessa terra”, disse outra seguidora.
O programa Vitória em Cristo estava ao ar nas madrugadas da Band e agora o programa renovou contrato para os sábados ao meio dia.
Relata-se que o líder que desbancou Silas pagará um valor aproximado de 10 milhões de reais por mês.
A disputa pelos horários na TV começou desde antes, quando também ambos os líderes religiosos disputavam horários nas madrugadas do SBT. Nessa disputa, Silas Malafaia desistiu e Valdemiro chegou a acertar com a emissora, mas o processo não foi adiante.
A nova programação da madrugada da Band com a Igreja Mundial começará em outubro, quando ela assumirá o horário das 2 às 6:45 da manhã.

Belfort ‘Embaixador do UFC’ no Brasil

belfort-Joana-pradoO evangélico Vitor Belfort convidado para ser o comentarista da Rede TV na transmissão do UFC Rio, está treinando com Joana Prado, sua esposa, como falar melhor na televisão.
(Foto: Reprodução)
Joana Prado, a Feiticeira, ajuda Vitor Belfort a se comunicar fora do ocotógono do UFC.
“A Joana sabe muito sobre isso e ela sempre me dá uns toques. Não adianta querer forçar. E tudo o que eu passo, essas mensagens, são minhas mesmo, que uso no cotidiano. Falo para ajudar outras pessoas”, disse Belfort segundo o iG.
Belfort não quer dar vexame nas telinhas e segundo ele, Joana tem mais experiência na televisão e pode ajudá-lo.
 
“Ela me dá uns toques e estou trabalhando com ela. Já tem experiência na televisão e no rádio. A Joana sempre trabalhou ao vivo e isso ajuda também”, disse o lutador do UFC (Ultimate Fighting Championship).
Fernando Navarro, comentarista oficial da Rede TV no MMA, é possitivo sobre o trabalho que Belfort vai fazer no dia 27 de agosto, em que ambos dividirão o espaço na emissora.
“Ele é muito bom e articulado. Já lida com a televisão há mais de 15 anos. Vai chegar lá e vai mandar muito bem. Se bobear, ele que vai ensinar a gente. é o embaixador do MMA no Brasil e sempre passa sua mensagem. Alguns gostam e outros não, mas sempre passa algo legal”, disse Navarro.
Belfort demonstrou sua satisfação sobre a sua divulgação do MMA no programa Altas Horas. Ele ressaltou a campanha pelo crescimento do UFC no Brasil. “é um evento maravilhoso que os brasileiros estão aprendendo a gostar. é algo globalizado e tem muito futuro pela frente”.
Belfort tem teve bons resultados até o momento em suas lutas derrotando recentemente o japonês Yoshihiro Akiyama em menos de dois minutos no UFC 133. Após essa luta, espera-se que ele tenha uma revanche contra Anderson Silva que o derrotou no começo do ano, na chamada luta do Século.

RESPOSTA DO BISPO ROBERTO TORRECILHAS A Atriz de Insensato Coração que diz que a Bíblia não condena o homossexualismo e diz que cristãos a interpretam erradamente.

MATÉRIA PUBLICADA.

A atriz Louise Cardoso, de Insensato Coração, na qual vive a mãe de um gay e luta contra a homofobia, declarou esta semana ao site O Fuxico que acredita que a Bíblia não condene a homossexualidade. Ela não é seguidora de nenhuma religião mas entende que não é certo dizerem que a Bíblia condena os gays. “Eu sou meditante e não tenho uma religião definida. Tenho um caminho espiritual e acho péssimo dizerem que a Bíblia é contra os homossexuais. Antes de fazer a novela, eu estudei muito, ouvi vários depoimentos, religiosos e depoimentos terríveis como suicídio pela própria não aceitação em ser gay”, afirmou a atriz.

Segundo a atriz, o livro sagrado não condena o amor entre pessoas do mesmo sexo mas a libertinagem. “Fiz estudos da Bíblia e vi que é uma interpretação errônea sobre o assunto. Ela fala contra a libertinagem no modo geral e não sobre gays. Mas a libertinagem seja sobre homossexuais ou heterossexuais. Não entendo que ela seja contra. Você conduz a interpretação do modo que quiser e acho que é isso que acontece”, comentou a atriz que vive a mãe de Eduardo (Rodrigo Andrade) na trama. A princípio, Sueli, sua personagem, não aceita o filho gay mas em poucas semanas vira militante da causa e presencia um assassinato de um de seus funcionários por homofobia.
A atriz defende ainda uma lei que criminalize a homofobia no país. “Acho importantíssimo que a homofobia seja criminalizada, aliás acho que é mais importante que o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Infelizmente ainda não é crime, mas espero que seja logo”. Ela comenta ainda uma cena que fez em que os policiais se recusam a registrar a ocorrência, fato comum no país, pois não há tipificação da homofobia como crime.

RESPOSTA DO BISPO ROBERTO TORRECILHAS.


A Bíblia é bem clara sobre o homossexualismo:

“Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é”. (Levítico 18:22 ACF)

“Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus”. (1 Coríntios 6:9-10 NVI)


Homossexualismo à luz da  PALAVRA DE DEUS , A BÍBLIA .





A prática homossexual é conhecida desde os tempos remotos. Muito se tem debatido sobre isto seja em qualquer área, mas a que mais tem sido atacada pelos militantes homossexuais é a área da religião. Seja quem for que se interponha entre a liberdade de expressão do homossexuais tem sido duramente combatido, muitos "pastores e líderes" tem feito vista grossa e não combatido esta abominação. É triste ver o pecado ser tolerado abertamente, e muitas vezes defendido com unhas e dentes. Há sérios problemas com a pratica homossexual e sua variantes. Nestes últimos tempos a palavra tolerância tem sido a mais usada na imprensa a cerca do homossexualismo; e no entanto quando se fala nos cristãos é só para malhar. O que Deus diz na Bíblia sobre a pratica homossexual? A Bíblia é imparcial e tolerante nesta área das preferência sexuais de cada um? Ou ela dita como deve ser nossa vida e conduta? Homossexualismo é algo normal, ou Deus abomina?

Vejamos desde o começo:

Gênesis 1:27 E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
Deus não criou o Joaquim e o José, Nem Adão e João. Deus fez o homem e a mulher, só o relacionamento entre um homem e uma mulher que é plenamente realizado. O relacionamento homossexual é aberrante de desnatural. Um homem foi criado com certas características e a mulher com outras características distintas. As mulheres geralmente são mais emotivas que os homens, as mulheres tem uma visão de detalhes, a mulher tem uma certa fragilidade maior que os homens. Deus fez dois seres diferentes para viverem em harmonia um com o outro, pela lógica quando pegamos um quebra-cabeças, as peças tem que ser diferentes para se encaixarem. Muitas vezes os homossexuais acreditam que os crentes tem preconceitos contra eles, muitos não entendem que não temos preconceitos contra ninguém, nós devemos e somos ensinados a amar à todos. Mas não podemos e não devemos tolerar o pecado e a Bíblia deixa claro que o homossexualismo é pecado.

Levítico 18:22 Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é
Para Deus a pratica homossexual é abominação, é pecado, embora várias igrejas alexandrinas, modernas tenham pregado a favor da pratica homossexual a Bíblia é clara neste ponto:

Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.Rm.1:26-27.

A Bíblia chama a pratica homossexual de "PAIXÕES INFAMES", ela não diz que é amor, e deixa claro que não pode haver qualquer tipo de amor na pratica homossexual. Aqui vale uma advertência, a Bíblia condena TODO tipo de relacionamento homossexual, seja masculino ou feminino, ou seja entre dois HOMENS, ou entre duas MULHERES, interessante é que não existe identidade homossexual por mais que tentem provar isto. Só existem homens ou mulheres. Deus não criou outro ser de outro sexo a não ser estes dois: HOMEM ou MULHER.

A bíblia diz que "mudaram o uso natural" portanto Deus diz que o homossexualismo não é natural. Segundo diz que é "contrário a natureza"; ou seja não é correto falando em termos de biologia e sociologia. Diz que isto é pura "sensualidade", quando falamos sobre não se natural, muitos defensores do comportamento homossexual diz: "mas nós nos satisfazemos muito mais que um casal , um homem e uma mulher"; primeiro, creio que não estejam sendo honestos, mas segundo a Bíblia diz que eles estão se inflamando em sua sensualidade, assim, compreendemos que eles podem satisfazerem-se com seu pecado, mas não se tornam felizes. A Bíblia deixa claro que este tipo de relacionamento é torpe, distorcido.

A Bíblia diz que recebem em si mesmos a recompensa de seu erro. O que acontece é que não estamos aqui para atacar os homossexuais, mas para discordar do homossexualismo.

A Bíblia também é contra o travestismo, ou seja um homem usar roupas de mulher e vice-versa.

Deuteronômio 22:5 Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao SENHOR teu Deus.

Deus diz que é abominação. Deus criou o casamento e fora disto qualquer pratica é abominável para Deus.

Hebreus 13:4 Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.

Ainda sobre o homossexualismo, efeminados, ele diz:

1 Coríntios 6:10 Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

Deus diz que não herdarão o reino de Deus. Sodomitas aqui se refere aos homossexuais e aqueles que praticam pecados sexuais. Outro texto que mostra isto é:

1 Timóteo 1:10 Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina,

Ser sodomita é ser contrário a Sã doutrina, ou seja os que aprovam as praticas homossexuais serão julgados por isto. Nós pregamos que Jesus pode salvar e transformar qualquer pessoa, veja:

1 Timóteo 1:15 Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.

Ele faz daquele que o recebe uma nova Criatura:

2 Coríntios 5:17 Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

Homossexualismo é uma prática aprendida e pode ser apagada e a pessoa pode deixar de ser um homossexual, há vários testemunhos de ex-homossexuais. O pecado gera escravidão, mas Jesus quer dar libertação:

João 8:36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

João 8:32 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

Deus tem um grande e infinito amor e tem o poder de libertar das drogas, dos vícios, do homossexualismo.
AMAMOS OS HOMOSSEXUAIS , MAS NÃO ACEITAMOS A PRÁTICA DO HOMOSSEXUALISMO, POR SER CONTRA AS LEIS DE DEUS.


Deputados evangélicos criam projeto para proibir governo de financiar propostas pró-gays, como o Kit Gay

A Câmara analisa o Projeto de Lei 733/11, dos deputados Marcelo Aguiar (PSC-SP), Lauriete (PSC-ES) e Acelino Popó Freitas (PRB-BA), que proíbe o poder público de apoiar segmentos sociais específicos por meio de conteúdo de ensino que afronte valores familiares. O projeto também proíbe o governo de veicular publicidade oficial e promover ações culturais com conteúdo discriminatório (que resulte em distinção entre brasileiros ou preferências entre si), assim como a concessão de auxílio a entidade que queira promover ações discriminatórias.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O deputado Marcelo Aguiar afirma que o projeto busca evitar que o Estado brasileiro “seja controlado por grupos minoritários que queiram impor a sua visão de mundo que não se coaduna com a preservação da família e com a tolerância para quem quer exercer a sua integral individualidade nos limites traçados pela Constituição”. Ele critica, por exemplo, a “exaltação de comportamento sexual contrário aos bons costumes” em escolas frequentadas por crianças.
Pela proposta, o descumprimento da lei enquadrará o agente público em ato de improbidade administrativa (Lei 8.429/92), com penas que vão de multa a perda da função pública.

Igreja mórmon terá que reintegrar empregado cego vítima de dispensa discriminatória

A Igreja Mórmon teve decisão desfavorável em recurso onde defendia não ter havido discriminação na dispensa de trabalhador que perdeu a visão.

A Associação Brasileira da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja Mórmon, recebeu decisão desfavorável da Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho em recurso de revista no qual defendia não ter havido discriminação na dispensa de trabalhador que perdeu a visão. Para a Turma, houve relação entre a despedida do trabalhador e o fato de ele ter ficado cego, configurando-se ato discriminatório a sua demissão.

Contratado em junho de 1992 como coordenador pedagógico de uma das filiais da instituição, localizada na cidade de Valparaízo (GO), o trabalhador exercia atividades de análise de material didático, correções de provas, leitura de mensagens religiosas, visitação domiciliar a membros, acompanhamento de missionários e viagens. Todavia, em dezembro de 2007, quando estava em férias com a família, sua filha, brincando com uma espingarda de chumbinho, acidentalmente disparou a arma em direção ao pai. O projétil atingiu-lhe os olhos, causando-lhe cegueira permanente.

Na época, segundo a associação, foi dada toda assistência ao empregado, inclusive material. Em abril de 2008, após o período de recuperação, ele tentou retornar ao trabalho, mas a empregadora explicou-lhe que, em razão das limitações decorrentes da perda da visão, não poderia reintegrá-lo. Foi-lhe oferecida então a possibilidade de reintegração ao trabalho na cidade do Recife (PE), com vaga compatível com suas limitações, mas ele não aceitou, alegando estar sob tratamento médico e cursando pós-graduação.

Se para o empregador não havia alternativa senão rescindir o contato de trabalho, para o trabalhador também não restava alternativa a não ser ajuizar ação trabalhista contra a associação. Segundo ele, a associação não queria ter dificuldades para remanejá-lo na filial em Valparaízo, portanto sua dispensa foi arbitrária e discriminatória e seu direito violado, pois o artigo 7º, inciso XXXI, da Constituição proíbe qualquer discriminação no tocante a salário e critérios de admissão do trabalhador portador de deficiência. Por esses motivos, deveria ser reintegrado ao trabalho.

Com decisão favorável ao trabalhador, a empresa levou o caso ao Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO), declarando seu inconformismo com a sentença, já que o contrato foi rescindido sem justo motivo e foram pagos todos os direitos decorrentes da decisão imotivada e ainda concedida uma indenização espontânea de R$ 55 mil. Mais: que não houve ato discriminatório. A associação sustentou que apenas usou o seu direito potestativo (direito assegurado ao empregador de despedir um empregado), e que não há garantia legal de estabilidade no emprego em razão de deficiência visual adquirida em acidente fora do ambiente de trabalho. A igreja pediu a exclusão da reintegração do trabalhador.

Mas, para o Regional, o poder potestativo do empregador encontra limites na lei, e o oferecimento ao empregado de uma vaga no Recife demonstrou ação maliciosa para justificar sua dispensa. Dessa forma, declarou configurada a abusividade da demissão e determinou a reintegração do empregado por ter sido discriminado.

O processo chegou ao TST, e o relator, ministro Alberto Luiz Bresciani, disse em seu voto que a igreja não trouxe nenhuma divergência ou interpretação diversa da que foi dada pelo TRT/GO. Ressaltou que o Regional não analisou o tema sob o aspecto da existência de estabilidade provisória de portador de deficiência visual, e sim se a dispensa foi ou não discriminatória. Ainda, que a parte não comprovou as alegações em sentido contrário, ou seja, de que não houve ato discriminatório. Manteve-se então a decisão do regional.

O fato repercutiu na sessão. “A função de coordenador pedagógico não é totalmente incompatível com a cegueira, e temos hoje até mesmo juízes cegos, exercendo suas atividades plenamente”, disse o presidente da Turma, ministro Horácio Raymundo de Senna Pires. “Mas, se lhe foi oferecida vaga semelhante no Recife, por que não reintegrá-lo em Valparaízo?”, indagou.

A ministra Rosa Maria Weber, revisora, lamentou a tragédia, e disse que, segundo os fatos, a situação parece discriminatória e a interpretação dos textos legais autoriza a conclusão a que chegou o TRT goiano.

Fonte: Rondônia Jurídico

Discipulado: prioridade para o crescimento da Igreja


Jesus estabeleceu para a Igreja algumas prioridades, que fluíram a partir do derramamento do Espírito (At. 2). Vemos que os primeiros cristãos consideraram a comunhão dos santos (At. 2.42,46), a adoração ao Senhor (At. 2.47a), a evangelização (At. 2.47b), a ação social (At. 2.44,45) e o discipulado dos recém convertidos (At. 2. 40,41) como prioridades de sua marcha terrestre.

Quero destacar a prioridade do discipulado como modelo para o crescimento da Igreja, cumprindo a determinação do Senhor: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as cousas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século. (Mt. 28.19-20).

Por discipulado entenda-se o processo em que o novo convertido recebe todas as instruções indispensáveis para sua formação e crescimento de sua fé, até que esteja apto a fazer outros discípulos, reproduzindo assim o modelo do caráter cristão descrito em 2 Tm. 2.2: “E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros.”

Vemos que o crescimento explosivo da Igreja no Século I se deu por meio do discipulado. Jesus formou o seu grupo de discípulos, inicialmente com os 12 (Mt. 10.1-4), depois com 70 (Lc. 10.1) e, finalmente, com mais de 500 discípulos (1 Co. 15.6). Logo após o Pentecostes, os discípulos começaram a multiplicar, ensinando e batizando aqueles que iam sendo salvos. Jesus optou pelo discipulado como meio de alcançar todas as nações (Mt. 28.19-20), pois este modelo de crescimento supera as barreiras temporais, isto é, funcionou no passado, funciona hoje e funcionará até o arrebatamento da Igreja.

Quando Jesus estava na Terra muitos quiseram segui-lo, mas não pagaram o preço do discipulado (Mt. 19.16-24). O chamado de Cristo inclui renúncia, abnegação e compromisso com o Mestre. Podemos ver a diferença entre os seguidores e os discípulos na “Primeira Multiplicação de Pães” (Jo. 6.5-13). Jesus fez o milagre, mas deu aos discípulos a incumbência de alimentar as multidões. Note que os seguidores vivem atrás dos sinais, mas são os discípulos quem operam sinais (Mc. 16.17-18). Um dia depois de saciar a multidão, o discurso de Cristo foi mais veemente, e, por conta disto, os seguidores deixaram-no, ficando com o Mestre apenas os verdadeiros discípulos (Jo. 6.60-68). O seguidor está apenas envolvido com Cristo, enquanto o discípulo está totalmente comprometido com Ele.

A Igreja atual deve investir maciçamente no discipulado, pois trata-se da formação do caráter de Cristo (Ef. 4.13) nas pessoas que aceitam a Jesus como Salvador, e também do melhor meio para que os crentes se tornem frutíferos na obra e sadios na fé. A falta de discipulado na Igreja produz crentes fracos espiritualmente e descomprometidos com a cruz de Cristo (Mt. 16.24).



Sem falar no grande número de seitas e heresias que enganam diariamente muitos cristãos sinceros, que desconhecem as doutrinas cardeais da fé cristã (2 Pe 3.18). Além disso, a Igreja sem discipulado estagna seu crescimento e compromete o seu futuro, gerando com isso muitos desviados, que não permanecem servindo a Deus pela falta de estrutura de fé (Mt. 7.26,27).

Amado irmão, não se contente em apenas fazer com que o pecador aceite a Jesus como Salvador, ensine-o a identificar-se com Cristo, desde seus primeiros passos de caminhada de fé por meio de um método sério de discipulado. Você verá que quando este crente amadurecer, será um verdadeiro discípulo do Senhor, o Mestre por excelência.


Por Sérgio Melfior
Via Instituto Jetro

Zeca Pagodinho: "Quanto mais rico, mais descrente. Eu vejo assim"


Zeca Pagodinho: O sambista Zeca Pagodinho abriu o jogo em entrevista no programa Fantástico da Rede Globo e falou sobre sucesso, carreira e o que pensa sobre a religião.


O cantor que cresceu dentro de um centro de macumba esclareceu o conceito que tem sobre o céu: "Eu não queria acreditar na morte, esse é que é o grande problema. Mas eu acho que Deus é bom. Porque me tirar de um mundão desse, tão bom, né? Com cerveja gelada, mulheres bonitas para lá e para cá. Eu como casado, fico só olhando [risos]… Mas, me tirar daqui pra me levar pra onde? Pra mim ficar no céu com duas asinhas e uma harpinha na mão, não fica bem em mim, cara. Nesse caso, eu prefiro até descer. Também não acredito que o inferno seja tão ruim assim, não. O inferninho é legal. O inferninho… é um foguinho, tal, o problema lá é o calor.”


Zeca também diz que apesar desses conceitos ele diz que a religião dá “uma direção boa”. “Se eu estivesse morando em Xerém, meus filhos certamente estariam indo na igreja ou no centro, no culto. Porque tem que ter uma religião, tem que ter uma fé, tem que ter uma direção boa, uma coisa que te diga uma coisa boa. Porque tu passa a creditar que… a vida não é só isso que tu vê, né?”
 
O PIOR DE TUDO É SABER QUE TEM CRENTES QUE CANTAM MUSICAS DESSE TAL , QUE PREFERE O INFERNO DO QUE O CÉU.

SE O SENHOR ESTIVESSE AQUI ELE NÃO ...

 


O episódio contado pelo Evangelho de João (capitulo 11) nos traz grandes ensinamentos. Uma família conhecida e muito querida pelo Mestre passava por um drama. Como sempre, o Senhor Jesus aproveitou a circunstância para ensinar a seus discípulos verdades eternas. Lázaro, homem amado por todos, havia padecido e morrera de uma enfermidade fulminante. Não sabemos qual exatamente!
Sobre a morte de seu irmão, Marta e Maria se questionam: “Se o Senhor estivesse aqui isto não teria acontecido…”.
Marta bem sabia do que o Senhor Jesus era capaz. Já o acompanhava há um bom tempo, já havia ouvido e visto muitos milagres operados pelo Senhor. Marta bem sabia que o Senhor poderia curar seu irmão; mas julgava: “se Ele tivesse chegado a tempo”. Marta cria que a cura era possível. Ela sabia que Jesus era a solução, mas pensava: “dentro de certo limite”.
Limitou o poder de Deus pelo tempo (dias) e pelo que parecia ser o “fim”. Julgava, assim, o poder de Deus pela sua incredulidade e ignorância. Grande lição, contudo, aprenderia!
O que Marta não sabia ou ignorava – e foi o que Jesus ensinou –, é que não há limites para o poder de Deus, quando Ele quer agir. Marta e Maria, bem como os discípulos, veriam com os próprios olhos, que o poder de Deus iria infinitamente além do que poderiam pensar ou imaginar e, de certo modo, até crer.
Uma das coisas que aprendo nesta passagem é que Milagres acontecem; mas acontecem pela vontade de Deus. Não acontece ao nosso bel (egoísta) prazer. Não acontecem para satisfazer a nossa vontade e curiosidade. Não acontecem por acontecer. Acontecem, sim, tendo um (ou alguns) propósito (s).
Vejamos João 11.4 que diz: “E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela”.
Podemos questionar: ‘Mas há enfermidade que são para morte?”. Sim todas elas são (ou pelo menos quase todas)!! Mas, esta não. Esta fora destinada para dois propósitos; a) Para glorificar a Deus e seu filho, Jesus. b) Ensinar algo aos filhos dos homens, em especial a Marta. Como já disse anteriormente: NÃO HÁ LIMITES PARA O PODER DE DEUS, QUANDO ESTE QUER AGIR.
Jesus declara no versus 15: “E folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis; mas vamos ter com ele”. Interessante esta declaração!! É como se o Senhor lhes dissesse que fora bom que Ele não estivesse lá com Lázaro antes de sua morte, para que eles (os discipulos) vissem não apenas um milagre (a cura); mas aprendessem de uma vez por todas que NÃO HÁ LIMITES PARA O PODER DE DEUS (Ressureição).
Chegando Jesus em Betânia, Marta sai-lhe ao encontro. Apesar de ter se passado quatro dias (do falecimento de Lázaro), Jesus chega na “hora certa”. Exatamente na hora em que deveria e queria chegar – no tempo de Deus (Kairós). Quando todas as possibilidades humanas são extintas, extinguidas!!
Marta aos prantos diz: “Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido. Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá. Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar. Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia”.
O diálogo entre Marta e Jesus nos mostra que Marta desejava a presença do Mestre quatro dias atrás, quando então poderia ter curado seu irmão. Mas, naquele momento julgava ser o Fim; não restando nada mais a fazer, a não ser rogar ao Mestre que se lembrasse de seu irmão (Lázaro) na Ressurreição do Justos (Ressurreição final).
Marta jamais poderia imaginar o que estava por vir!!
As palavras de Jesus (vs 25,26) , a seguir, a meu ver são muito mais do que os olhos podem ver, os ouvidos ouvir e a mente entender: “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?
Na sequencia da história, as palavras daqueles que acompanhavam o drama da família, expressa bem a atitude de praticamente todo ser humano (vs 37): “E alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também com que este não morresse?”.
Não enchergamos um palmo a nossa frente; enquanto Deus está a anos luz a nossa frente. “Pensamos” (e só pensamos) em como escapar dos problemas; ao passo que Deus tem a solução para todas as coisas.
O fim da história todos sabemos. Se não; então lhe convido a lê-la.
Sendo Deus todo poderoso; não limitemos ou julguemos o poder de Deus pela nossa incredulidade e ignorância.
NÃO HÁ IMPOSSIVEIS, NEM LIMITES, QUANDO DEUS QUER AGIR.
Que o Senhor, neste dia, haja ILIMITADAMENTE em seu favor. Amém!


VIA GRITOS DE ALERTA

Assembleia de Deus é condenada a pagar indenização por danos morais

De acordo com o processo, o pastor chamou a autora da ação judicial, de adúltera e disse que ela havia mantido relacionamento sexual com o próprio filho.

O juiz Carlos Alberto Sá da Silveira, da 6ª Vara Cível de Fortaleza, condenou a Igreja Evangélica Assembleia de Deus/Ministério Bela Vista no Ceará e o pastor José Teixeira Rego Neto a pagar R$ 100 mil de indenização por danos morais para A.S.S..

A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico dessa última 3a.feira (09/08).

De acordo com o processo (nº 537656-89.2000.8.06.0001/0), em 28 de janeiro de 2001, no templo central da Igreja, o pastor chamou A.S.S. de adúltera.

Afirmou também que ela havia mantido relacionamento sexual com o próprio filho. As declarações foram feitas diante da congregação.

A.S.S. alegou que teve a vida exposta à execração pública, o que gerou prejuízos de ordem moral. Na contestação, José Teixeira Rego Neto negou a acusação e pediu a improcedência da ação.

No entanto, o juiz considerou que a prova testemunhal produzida pelo pastor não teve o necessário alcance para contrariar a tese da vítima. "Examinando cuidadosamente a prova dos autos, convenci-me que assiste razão à autora.

Destaco que o promovido declarou em depoimento que celebrou acordo com o Ministério Público para pôr termo à ação penal intentada pela autora em razão dos fatos narrados na exordial.

Ora, as acusações assacadas pela autora contra o promovido são muito sérias. Se o processo criminal fosse adiante e não restassem comprovadas, seria a autora processada por crime de denunciação caluniosa.

Desse modo, ao meu entender, a celebração de acordo nos autos do processo criminal implica reconhecimento de culpa".

O magistrado ressaltou, ainda, que os fatos foram confirmados por testemunhas. Além da indenização de R$ 100 mil, o pastor e a Igreja Evangélica Assembleia de Deus devem pagar as custas processuais e os honorários advocatícios.

Fonte: TJ/Ceará
via Gritos de Alerta

MINISTÉRIO DE PREGAÇÃO E INFORMAÇÃO VIA INTERNET , GRITOS DE ALERTA , ESTA PRESENTE EM 115 NAÇÕES

Começamos com esse projeto a um ano , e já estamos presentes em 115  nações.
ANUNCIE SEUS EVENTOS , PRODUTOS E MUITOS MAIS  AQUI .
NOS AJUDE A CRESCER MAIS , PARA LEVARMOS O GRITOS DE ALERTA PARA O MUNDO.
SOMOS DO MINISTÉRIO PODER DA FÉ - E COM FÉ SE VAI LONGE.
ubpes@yahoo.com.br

Duas cristãs morrem em campos de trabalho forçado



O sofrimento delas foi totalmente ignorado no palco internacional, assim como tem acontecido com outros casos similares.
As duas mulheres estavam aparentemente doentes. Elas foram reiteradamente torturadas. Foi negado tratamento médico a elas repetidamente.

O país (o 12º no ranking da Portas Abertas) é conhecido por sua brutal hostilidade e total indiferença em relação à prisão de cristãos. Ministérios parceiros da Portas Abertas têm enviado relatórios, informando que as condições dos detentos são sub-humanas: são colocados em contêineres no meio do deserto e detidos em campos militares, além de ser também submetidos a tortura.

O presidente da Portas Abertas americana, Carl Moeller, diz: "Duas jovens mulheres, de 23 e 27 anos, Hiwet Tesfu e Zemami Mehari, morreram num desses campos militares". Elas estavam no campo militar há dois anos e três meses.

O sofrimento delas foi totalmente ignorado no palco internacional, assim como tem acontecido com outros casos similares. As duas mulheres estavam aparentemente doentes, diz Moeller, mas foram torturadas frequentemente. Foi-lhes negado tratamento médico repetidamente. Elas foram enterradas no campo militar.

As mulheres foram presas em abril de 2009 por participarem de um encontro de oração em Dekemhare, a 15 km do campo militar de Alla , a sudoeste de Asmara. Tanto o relatório da Portas Abertas como o da Compass Direct News mostram que, na época em que foram presas, encontros cristãos para oração e outros similares estavam sendo organizados por jovens cristãos no serviço militar.

Há relatórios de milhares de cristãos em condições semelhantes e bem poucos, ou alguns, têm recebido atenção desde a sua prisão. A reação do governo da Eritreia aos cristãos parece ser lógica, pois esse tratamento produz um "efeito esfriamento" para os trabalhadores do evangelho. Ainda assim, o oposto parece ser verdadeiro, diz Moeller. "Quando eles veem a disposição dos cristãos em ir para a prisão, em morrer, em ser torturados pela sua religião, isso cria uma inevitável sede de compreender o que é essa fé."

"O grande paradoxo", nota Moeller, "é que, exatamente naqueles lugares onde a situação é mais desesperadora, vemos o crescimento mais dramático da igreja. Eu acredito que é por isso que, no meio da crucial perseguição, os cristãos perseveram."

via Gritos de Alerta
Fonte: Portas Abertas

Igrejas usam a fé para combater a obesidade nos Estados Unidos

O pastor Michael Minor gerou polêmica ao banir o frango frito da cantina de sua igreja no Mississipi e agora está convocando as congregações do país a pregarem a favor da saúde dos fieis.
- Nosso corpo não é nosso, é um presente de Deus e deveríamos fazer um trabalho melhor com ele – diz.
Os líderes religiosos concordam. Um pastor do Texas começou, no mês passado, um desafio de cem dias no qual parceiros de fé lutam contra a gordura. Em uma igreja em Tampa, na Flórida, há aulas de alimentação saudável, em outras há programas de hortas e exercícios chamadas de “Salad Sundays” (domingo de salada, em tradução literal).
Nos Estados Unidos, pesquisas mostram um ganho de peso cada vez maior em adultos e crianças, mas o mais preocupante é a situação dos adultos no Sul do país, região com maior índice de obesidade. As autoridades de saúde acreditam que as igrejas, com registros de cuidar dos enfermos e impulsionar a mudança social, estão em posição única para enfrentar a epidemia de obesidade e os problemas graves de saúde associados à obesidade.
- As igrejas são a base da comunidade – diz o diretor do Escritório de Medicina Preventiva do departamento de saúde do Mississipi, Victor Sutton. – Um pastor pode dizer para a comunidade o que fazer como se fosse um fato científico, enquanto um médico pode falar a mesma coisa sem gerar nenhum efeito – acredita.
As igrejas têm usado boletins para conscientizar os fieis com informações médicas e conectar membros com necessidades básicas de saúde a serviços fundamentais. As comunidades que preparam refeições, como a igreja Williams, em Nashville, eliminaram frituras, cortaram o sal e hoja optam por produtos à base de peru em vez de porco.
- Essas mudanças têm grande impacto – disse a professora de Saúde Pública da Universidade do Tenesse, Elizabeth Williams.
A preocupação com o bem-estar da comunidade está por trás de muitos dos esforços baseados na fé para combater a obesidade, segundo Marjorie Paloma, do conselho sênior de políticas da Fundação Robert Wood Johnson. Em 2009, a fundação concedeu cerca de US$ 5 milhões para 22 entidades religiosas que trabalharam para aumentar o acesso a alimentos saudáveis e atividades físicas para as crianças dos grupos minoritários e de baixa renda que enfrentam o maior risco de obesidade.
- É realmente sobre a assegurar que cada pessoa tenha capacidade de viver uma vida longa e saudável – acredita.



Fonte: OGlobo

Cristão é assassinado em ataque a vilarejo no Egito


Cristão é assassinado em ataque a vilarejo no Egito
Os agressores incendiaram oito residências de cristãos

Um cristão copta foi assassinado e vários outros foram feridos no Alto Egito, quando muçulmanos atacaram uma aldeia predominantemente cristã, no domingo (7 de agosto), depois de uma discussão entre muçulmanos e cristãos.

O ataque ao vilarejo de Nazlet Faragallah, em Minya, sul do Cairo, durou até a segunda de manhã (8 de agosto), disseram os cristãos. Os agressores invadiram um número ainda desconhecido de casas de cristãos, incendiando oito residências.

Os agressores mataram o fazendeiro Maher Nassif, 46 anos, quando ele tentou proteger sua casa. Os homens invadiram a casa de Nassif, atiraram na sua cabeça e cortaram sua garganta, enquanto seu filho adolescente assistia a tudo, escondido debaixo da cama. Os agressores saquearam a casa e roubaram o gado de Nassif, mas o filho dele conseguiu escapar.

Um morador da região, Melad Thabet, professor de 25 anos de idade, disse que passou a noite toda acordado durante o ataque, ouvindo o som de tiros e de pessoas chorando e gritando no vilarejo.

“Todas as casas de cristãos foram saqueadas e atacadas por muçulmanos”, disse Thabet à Compass. “E se alguém tentasse reagir, eles teriam matado, como fizeram com Maher.”

Os relatórios iniciais variam muito, mas, como tudo se acalmou, houve um consenso sobre o motivo de ter ocorrido o incidente. Tudo começou quando uma mulher cristã discutiu com um taxista muçulmano.

Depois da discussão, houve tumultos entre os muçulmanos e os cristãos. De acordo com Thabet, o líder dos muçulmanos que atacaram uma igreja é primo do homem que havia discutido com a mulher cristã. Ele também é tenente da polícia que monitora a área. O tenente foi atingido no rosto com uma pedra, disse Thabet.

O grupo de muçulmanos foi à aldeia no domingo, carregando facões e armas automáticas, que foram vistas pelos moradores da aldeia.

“Ele foram a todas as aldeias vizinhas espalhar o boato de que os cristãos queimaram uma mesquita e mataram alguns muçulmanos, o que não é verdade”, disse Thabet. “E, de repente, a vila estava cercada pelos muçulmanos.”


Fonte: Portas Abertas

Ramadan: Orando por um dos mais Preciosos Sentidos do Vazio

john-piperComo as palavras de Jesus nos guiam em oração pelos mulçumanos durante o Ramadan (que se realiza de 1 a 29 de Agosto)? Um dos objetivos do jejum durante o Ramadan é trazer aos mulçumanos, mais foco na adoração à Allah.
Uma Questão Com Dois Significados
Uma das questões mais frequentes que os seguidores de Jesus fazem é: “Será que os mulçumanos realmente adoram o mesmo Deus que adoramos?” Esta pergunta pode ter dois significados. Um deles se concentra na palavra “adoração” e outro, na frase “mesmo Deus”.
O segundo significado pode ser reduzido para a definição de “mesmo”. Alguns dizem que se você for capaz de listar suficientes preposições sobre divindades, então estas serão as mesmas. Dizem que isso é o que significa “mesmo”. Por exemplo, “ele é soberano”, “ele é sábio”, “ele é o que tudo conhece”, “ele é infinitamente bom”, “ ele é misericordioso”, “ele é santo”.
Se todas essas afirmações podem ser verdadeiramente ditas sobre duas divindades, então elas são a “mesma” divindade, O que seria verdade se esta for a maneira por meio da qual define-se “mesmo”.
O Foco é no Segundo Significado
Porém, é muito mais importante, pessoalmente, responder com clareza o segundo significado da questão. “Mulçumanos e Cristãos adoram realmente o único Deus verdadeiro?” O foco é na adoração e não na igualdade de sentido do “mesmo”.
Para esta questão, Jesus fala repetida e inequivocamente. Primeiro Ele se identifica:
• Ele disse que morreria. “O Filho de Deus será entregue às mãos dos homens, e eles o matarão”. (Marcos 9:31)
• Ele disse que morreria para resgatar muitos. “O Filho de Deus não veio à Terra para ser servido, e sim para servir e dar sua vida como resgate de muitos. (Marcos 10:45)
•Ele disse que ressuscitaria dos mortos. “E quando morto (o Filho de Deus), após três dias, ele ressuscitará. (Marcos 9:31)
• Ele disse que era Messias, o Filho de Deus. “Você é Cristo? O Filho do bendito? E Jesus respondeu, “Sim, eu sou”. (Marcos 14:61-62)
• Ele disse que era Deus. “Verdade, em verdade vos digo: Antes que Abraão existisse, eu já existia.” (João 8:58)
Mulçumanos tradicionais renegam todas estas verdades sobre Jesus: que ele morreu, que resgatou os pecadores pela sua morte, que ressuscitou dos mortos, que é o Filho de Deus, que Ele é Deus.
Sete Coisas Sobre Aqueles Que Renegam Jesus
Jesus fala claramente sobre pessoas (de qualquer religião) que o renegarem desta forma. Ele diz sete coisas:
1. Vós não “conheceis” o verdadeiro Deus. “Vós não conheceis a mim, nem a meu Pai. Se vós me conhecêsseis, conheceriam também a meu Pai” (João 8:19 e também 7:28,14:7)
2. Vós não “honrais” o verdadeiro Deus. “Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou à Terra. (João 5:23)
3. Vós não “amais” o verdadeiro Deus. “Eu sei que vós não tendes o amor de Deus dentro de você. Eu vim em nome do Pai, e não me recebeis”. (João 5:42-43)
4. O verdadeiro Pai não é vosso Pai. “Se Deus fosse o vosso Pai, vós teria amor por mim, porque eu vim de Deus e estou aqui. (João 8:42 e 2º João 1:9)
5. Vós não “tendes” o verdadeiro Deus. “Ninguém que rejeita o Filho tem o Pai Quem confessa o Filho, tens o Pai também” (1º João 2:23)
6. Vós não tendes a “palavra” ou “aprendizado” que vem do verdadeiro Deus. “Todos que ouviram e aprenderam vindos do Pai, vem até mim. (João 6:45)
7. Vós “rejeitais” o verdadeiro Deus. “Os que me rejeitam, rejeitam também àquele quem me enviou”. (Lucas 10:16)
A resposta de Jesus para a questão é Não. Nenhum mulçumano nem qualquer outra pessoa realmente adora o verdadeiro Deus, se rejeita Jesus como ele é nos Evangelhos. Não importa o que estamos fazendo, não estamos adorando aquele que não conhecemos, honramos, amamos e aceitamos.
Prontos Para Ser Amados
Portanto, Mulçumanos em particular (juntamente ao povo judaico e outros que rejeitam Jesus e como ele se oferece nos Evangelhos) são especialmente prontos a ser amados pelos Cristãos.
Jesus desceu à Terra para despertar e salvar os que o rejeita. (Marcos 2:17) – como nós já fomos um dia.
Parece-me, portanto, que como Jesus nos chama para orar durante o Ramadã é a forma de Deus revelar aos mulçumanos o vazio de sua adoração. Jesus diz que eles não estão conectados com o verdadeiro Deus. Isso é trágico. E é mais trágico ainda quando eles pensam que estão. Despertar deste vazio, seria um despertar precioso.
E claro Mulçumanos não são os únicos que não estão conectados com o verdadeiro Deus em seus atos exteriores de adoração. Qualquer um que rejeita Jesus, o dos Evangelhos, independentemente de religião (incluindo cristãos professos), está adorando “em vão”. (Matheus 15:9)
Oração e Palavra
Então, ore para que tais pessoas atentem para isso. Ore por uma sensação de vazio para todo crente não-adorador (em igrejas, sinagogas e mesquitas). Ore para que milhões sintam que precisam profundamente de um Mediador, um Salvador, um Messias que “se machucou por nossas transgressões” (Isaias 53:5).
E sempre que puder, use sua boca para oferecer Cristo crucificado e ressuscitado. As orações de milhões de Cristãos podem ser feitas em um caminho de fé que você nunca sonhou.

Rede Global de Ajuda usa turismo e ação social para pregar o Evangelho


Rede Global de Ajuda usa turismo e ação social para pregar o Evangelho
Voluntários participam de missões, através do ministério

Há alguns anos, um ministério vinha trabalhando duro para ajudar a recolher os pedaços da União Soviética, oferecendo ajuda para muitas famílias que estavam recebendo apenas 10 por cento da renda que tinham no passado.

Tal ministério se esforçava para atender às inúmeras necessidades daqueles que os cercam. Seu líder tinha um pensamento: Por que não podemos mobilizar os turistas a virem e trazerem ajuda humanitária com elas? Com essa ideia o trabalho veio a se tornar a “Rede Global de Ajuda”. E com base nesse lema também surgiu um programa de ajuda de advogados espalhados pelo mundo - "os defensores".

"Os defensores entraram como representantes oficiais da ajuda onde quer que eles vivam", diz Tom Miller, que trabalha com oportunidades de trabalho voluntário para este grupo. "Isso economiza montantes de dinheiro e oferece oportunidades para muitas pessoas estarem envolvidas em um ministério internacional honesto, onde quer que estejam", enfatiza.

Essencialmente os “defensores” são capazes de ser significativamente envolvidos em missões internacionais mesmo sem sair de suas cidades natais. Esses advogados reúnem centenas de fiéis que são informados e animados a fazerem missões, a ajudarem e espalharem o Evangelho de Cristo por meio de muitos projetos de ajuda social.

"A função de um advogado é representar o grupo exatamente onde estão", explica Miller. "Esses voluntários, chamados de defensores, procuram oportunidades de falar em igrejas locais, em grupos, em casa, em comunidades cívicas e em qualquer lugar que possam compartilhar as necessidades que existem no mundo e a contribuição que cada um pode dar para saná-las."

Uma dessas necessidades é satisfeita, por exemplo, com o CarePacks (Pacotes de Cuidado, em português): kits que contém lápis, régua, escova de dentes, um pente e outros materiais necessários às crianças ao redor do mundo que não freqüentam a escola por falta de recursos básicos como esses. Cada carepack inclui uma pulseira que explica o plano de Salvação.

Os pacotes são entregues pelos cristãos participantes da Rede que estão em viagens de curto prazo a essas localidades e compartilham as Boas Novas com as crianças que recebem a ajuda, exatamente como o líder do ministério tinha idealizado inicialmente.

Através do ministério e seus participantes, milhares de crianças são alcançadas para Cristo todos os anos.
Miller afirma: "Nossos advogados da ‘Rede Global de Ajuda’ vão continuar a falar por aqueles que não têm voz no mundo".


Fonte: Charisma News

Parlamentares reclamaram sobre algemas em operação, diz Cardozo- AGORA PERGUNTO - PORQUE RECLAMAR ? QUEM NÃO QUER SER PRESO , NÃO FAÇA COISA ERRADA.

Avanço do 'crack' é um desafio no tratamento de distúrbios mentais, dizem especialistas

 
A Lei 10.216/01, que redirecionou o modelo assistencial em saúde mental, foi saudada de forma unânime por diversos especialistas em audiência pública encerrada há pouco que celebrou os dez anos da norma. Mas eles também concordaram que alguns desafios se impõem hoje no tratamento dos portadores de distúrbios mentais, como o avanço e o uso abusivo de substâncias tóxicas como o álcool e o crack.
A audiência pública foi realizada na Subcomissão Permanente de Promoção, Acompanhamento e Defesa da Saúde, presidida pelo senador Humberto Costa (PT-PE) responsável pela regulamentação da lei durante sua passagem pelo Ministério da Saúde no governo Lula.


Da Redação / Agência Senado

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...