segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Produtor do filme contra Islã se esconde com família

Nakoula Basselet Nakoula prestou depoimento à polícia no sábado (15).
Familiares foram escoltados por policiais para lugar não revelado.


A família do produtor de "A Inocência dos Muçulmanos" está escondida com Nakoula Basselet Nakoula, o homem que revoltou o Islã com o filme que ofende diretamente o profeta Maomé, informou a polícia.
Nakoula, condenado em junho de 2010 a 21 meses de prisão por fraude, foi visto pela última vez no sábado, quando prestou depoimento na polícia.
Na manhã desta segunda-feira, funcionários do departamento do xerife do condado de Cerrito, na região de Los Angeles, escoltaram quatro membros da família de Nakoula em veículos sem identificação até um local não revelado, onde já estava o produtor do filme.
Os familiares de Nakoula esconderam os rostos ao sair de casa, em meio ao assédio da imprensa diante da residência do produtor do filme que chama Maomé de homossexual e assassino.
"Decidiram que ficariam mais seguros onde pudessem sair e viver uma vida normal", disse Steve Whitmore, porta-voz do departamento do sheriff, à ABC News.
"Tudo o que fizemos foi pegá-los e levá-los para o local onde está Nakoula (...). O que me disseram é que no momento e no futuro imediato, talvez nas próximas semanas ou meses, não voltarão para casa".
Nakoula passou um ano na prisão e está em liberdade condicional por fraude bancária, e compareceu à delegacia no sábado passado para depor sobre uma eventual violação dos termos da condicional ligada à divulgação do filme e ao uso da Internet.
Um dos atores de "A Inocência dos Muçulmanos" disse nesta segunda-feira que a mensagem ofensiva ao Islã no filme foi ocultada do elenco e da equipe de filmagem.
A atriz Lily Dionne revelou à CNN que Nakoula tinha o controle total do projeto: "Ele sabia o que fazia e nos manipulou o tempo todo".
Outra atriz, Anna Gurji, acreditava se tratar de um filme sobre tribos do deserto disputando um cometa que caiu. "Um ano depois, o nome mudou, foi modificado drasticamente e se transformou em um filme anti-islâmico".
mapa protestos anti-EUA 17/09 (Foto: Editoria de Arte / G1)
G1/GRITOS DE ALERTA

Vídeo mostra líbios retirando embaixador dos EUA após ataque

Imagens mostram Christopher Stevens sendo retirado de sala com fumaça.
Diplomata morreu em ataque à embaixada dos EUA em Benghazi, na Líbia.

Da Reuters
Comente agora
Um vídeo amador parece mostrar líbios tentando retirar o diplomata norte-americano Christopher Stevens de uma sala cheia de fumaça no consulado dos EUA em Benghazi, onde ele foi achado desacordado depois do ataque cometido na semana passada por uma multidão enfurecida com um filme ofensivo ao profeta Maomé.
Stevens, embaixador dos EUA na Líbia, morreu no incidente.
O vídeo, difundido pela Internet e obtido pela Reuters em Benghazi, confirma relatos indicando que o diplomata morreu asfixiado devido a um incêndio no prédio.
Vídeo amador mostra homens retirando o diplomata Christopher Stevens de uma sala cheia de fumaça (Foto: AP)Vídeo amador mostra homens retirando o diplomata Christopher Stevens de uma sala cheia de fumaça (Foto: AP)
As imagens também esclarecem parcialmente as circunstâncias da morte de Stevens, sugerindo que algumas das próprias pessoas que invadiram o consulado tentaram posteriormente salvá-lo ao encontrarem-no sozinho, desmaiado, sem seguranças ao seu redor.
Jovens que antes haviam participado da invasão aparecem à luz de lanternas e celulares dizendo a outros manifestantes que eles haviam encontrado uma pessoa -aparentemente um estrangeiro- caído no chão.
"Tem alguém lá dentro ... Ele é um estrangeiro, é um estrangeiro. Tragam-no para fora", diz um homem, gritando por socorro.
"Tragam-no para fora, cara! Tragam-no para fora", diz outro. "O homem está vivo. Tragam-no para fora, cara", afirma um terceiro.
"Vivo, vivo! Deus é grande", gritava a multidão. Alguém pede um carro.
"Deem espaço, tem alguém por aí que seja médico? Alguém que arrume um carro rapidamente", ouve-se outro homem dizer.
Além de Stevens, três outros funcionários diplomáticos dos EUA morreram no ataque ao consulado e a uma casa de hóspedes, na noite de terça-feira passada. Esse foi um dos muitos protestos ocorridos nos últimos dias no mundo islâmico contra um filme semiamador, feito nos EUA, que mostra Maomé como mulherengo, homossexual e abusador de crianças.
mapa protestos anti-EUA 17/09 (Foto: Editoria de Arte / G1)

G1/ POR GRITOS DE ALERTA

Estevam Hernandes e Banda Inesquecível ganham Disco de Ouro no Raul Gil

O CD com regravações de canções clássicas da banda Katsbarnea na década de 90 alcançou mais de 40 mil cópias.


Estevam Hernandes e Banda Inesquecível ganham Disco de Ouro no Raul GilEstevam Hernandes e Banda Inesquecível ganham Disco de Ouro no Raul Gil
Quem assistiu o programa Raul Gil no último sábado (15) se surpreendeu com a participação do apóstolo Estevam Hernandes e a Banda Inesquecível que estiveram se apresentando na atração do SBT.
Além de mostrarem um pouco do CD lançado pela Canzion Brasil com músicas que fizeram sucesso na década de 90 com a banda Katsbarnea, o grupo foi surpreendido com a entrega do Disco de Ouro pela vendagem de mais de 40 mil cópias do CD.
O programa foi gravado no dia 3 de setembro e o apresentador Raul Gil se mostrou impressionado com a presença do líder da Igreja Renascer em Cristo em seu programa. “Eu fiquei muito impressionado com a presença do Apóstolo Estevam. Eu tenho um grande carinho por ele. Nós já recebemos Bispa Sonia no quadro Para Quem Você Tira o Chapéu e nós acabamos pegando um amor muito grande por toda a família”, disse Raul Gil.
O Disco de Ouro foi entregue pelas mãos dos representantes da gravadora Canzion Brasil, Daniel Romero, presidente do grupo, e Patrick Krauss, diretor da gravadora. Nas primeiras semanas o CD Inesquecível ficou na primeira posição dos álbuns mais vendidos da loja do iTunes.

GOSPEL PRIME/GRITOS DE ALERTA

Diante do Trono lança o CD Hillsong Global Project

Os líderes do ministério de louvor da Igreja Batista da Lagoinha cantaram canções do grupo australiano em português


Diante do Trono lança o CD Hillsong Global ProjectDiante do Trono lança o CD Hillsong Global Project
A Canzion Brasil está lançando o CD Hillsong Global Project Português gravado pelo grupo Diante do Trono em parceria com o ministério Hillsong. O álbum traz os maiores sucessos do grupo australiano sendo cantados na língua portuguesa.
Ana Paula Valadão foi escolhida para encabeçar esse projeto inovador onde ministérios de louvor de diversas partes do mundo foram procurados para regravar as canções do Hillsong em suas línguas, totalizando nove idiomas.
“Foi com muita alegria que recebi o convite para esta parceria com a Hillsong para trazer para a língua portuguesa canções tão maravilhosas que fazem parte do Hillsong Global Project”, disse Ana Paula no vídeo de lançamento.
Ana e seus irmãos André e Mariana Valadão também fazem parte deste trabalho cantando músicas já conhecidas do público brasileiro como “Hosana”, “Poder pra Salvar”, “Aleluia” e outras. No total são 15 faixas todas regravações que também estarão sendo lançadas em outros países nas línguas: espanhol, alemão, coreano, indonésio, russo, espanhol, sueco e francês.
A Canzion já divulgou a capa e o CD “Hillsong Global Project Português” já está disponível para compra nas melhores lojas do ramo.
GOSPEL PRIME/GRITOS DE ALERTA


DESRRESPEITO?Líder muçulmano rasga Bíblia e ameaça urinar em outro exemplar

Líder muçulmano rasga Bíblia e ameaça urinar em outro exemplar O clérigo Abu Islam rasgou e queimou a Bíblia na frente de milhares de muçulmanos.

Líder muçulmano rasga Bíblia e ameaça urinar em outro exemplar
De acordo com a Agência Internacional de Notícias Assírias (www.aina.org), o clérigo Abu Islam rasgou e queimou uma Bíblia na frente de milhares de pessoas e avisou a multidão “da próxima vez vou urinar sobre ela.” Ele teria ainda queimado o que sobrou da Bíblia em frente aos coptas que estavam em diante da Embaixada dos EUA, onde estavam reunidos para apoiar os seus muçulmanos por causa da divulgação do filme feito por um copta americano e que foi considerado anti-islã.
O vídeo mostra o líder muçulmano segurando um Alcorão e uma Bíblia e dizendo:
“Esse é o livro de verdade e de paz. O lugar para estas palavras e este livro é sobre as cabeças, porque é a verdadeira inspiração… (coloca o Alcorão em sua cabeça) Esta é uma mensagem para os cristãos egípcios. Por respeito e cortesia para com os cristãos egípcios, não vamos fazer o mesmo que fizeram com nosso livro Sagrado, vamos ser generosos com você hoje e dizer que vamos respeitá-lo “momentaneamente”. Vamos respeitar este livro que está na língua árabe. Mas hoje eu só posso destruí-lo”.
Ele então começa a rasgar a Bíblia e joga os pedaços das folhas sobre a multidão, em meio a gritos de “Deus é grande” e “ó judeus, o exército de Maomé está vindo.”
O Dr. Mustafa Maraghy, professor de direito Islâmico na Universidade do Cairo, apresentou à Procuradoria Geral uma queixa contra o clérigo. A queixa citou o verdadeiro nome do clérigo, que é Ahmed Abdullah e afirma que ele é o dono do canal de TV Nação Islâmica. O pedido do professor é punição por desacato da religião, perturbação da segurança e a paz pública.
Dr. Maraghy, que é o presidente da Coalizão dos Cristãos Coptas, disse que rasgar e queimar um exemplar da Bíblia, sagrada para os cristãos do mundo todo, é um “ato vil e bárbaro”. Ele acrescentou que não é permitido difamar religiões no Egito. “Os mesmos sentimentos feridos que temos por causa do filme que insultou o profeta sentimos muito por este ato criminoso”, afirmou.
Prometeu ainda que a Coalizão Copta não irá ignorar tais atitudes ignorantes, mas vai processar as pessoas responsáveis por elas. A União da Juventude Copta apelou para que o presidente do Egito Moahamed Morsi intervenha imediatamente para pôr fim a quaisquer esforços para aumentar ainda mais a divisão e a violência entre muçulmanos e coptas.
A Coalizão, que tem entre seus membros muçulmanos e coptas, emitiu um comunicado oficial condenando o filme A inocência dos Muçulmanos, considerado ofensivo ao Islã. Magdy Saber, porta-voz da União da Juventude condenou o ato de Abu Islam. Ele exigiu que as autoridades tomem as medidas necessárias para evitar uma guerra santa entre os egípcios. “Se nós condenamos os cineastas que fizeram esse filme sobre o profeta e que não moram no Egito”, disse ele, ” também devemos condenar este ato vergonhoso aqui no Egito, ressaltando a necessidade de punir Abu Islam por suas ações irresponsáveis.”
Em entrevista ao jornal Mohit, Abu Islam negou ter queimado a Bíblia, dizendo: “Eu rasguei-a e atirei-a para os manifestantes pisarem nela com seus sapatos.” Ele acrescentou: “Da próxima vez eu vou fazer o meu neto urinar sobre ela, como diz o ditado, olho por olho e dente por dente e a culpa é de quem começou tudo”.
Ao ser lembrado de que os produtores do filme não representam todos os coptas e nem o povo americano e, portanto, seu livro sagrado não deveria ser insultado como resposta, Abu Islam foi enfático. Ele respondeu: “se alguém fez algo ruim, todo mundo leva a culpa. Será que todos os muçulmanos são responsáveis pela dor que Osama bin Laden causou?”.
Assista:
Traduzido e adaptado de WND e Continental News

Líder do Hezbollah aparece em ato contra filme anti-Islã no Líbano

Hassan Nasrallah raramente aparece em público desde 2006.
Protestos contra produção americana seguem em países muçulmanos.


O líder do grupo xiita libanês Hezbollah, Hassan Nasrallah, fez uma aparição incomum nesta segunda-feira (17), na qual criticou os Estados Unidos diante de milhares de partidários em uma manifestação contra um filme anti-islâmico.
Esta foi a quinta aparição pública do dirigente desta poderosa formação islamita armada, que vive recluso desde o final da guerra em 2006, entre Israel e o Hezbollah, e seu primeiro discurso em público desde 2008.
Sua surpreendente aparição, que durou cerca de quinze minutos, provocou o delírio da multidão que se reuniu no subúrbio sul de Beirute, reduto do partido xiita, para denunciar um filme islamofóbico que provocou manifestações de ira no mundo muçulmano e causou várias mortes.
"Não se trata de um movimento passageiro ou de algo espontâneo, mas sim do começo de uma mobilização séria que deve continuar em toda a nação islâmica para defender o profeta" Maomé, disse Nasrallah.
Hassan Nasrallah discursa durante protesto nesta segunda-feira (17) em Beirute, no Líbano (Foto: Joseph Eid/AFP)Hassan Nasrallah discursa durante protesto nesta segunda-feira (17) em Beirute, no Líbano (Foto: Joseph Eid/AFP)
"Todo o nosso povo e nosso governo devem pressionar a comunidade internacional para que adote uma resolução internacional e leis nacionais que criminalizem todas as ofensas às religiões monoteístas e aos grandes profetas de Deus", acrescentou.
No domingo, Nasrallah tinha fez um apelo para que seus partidários "manifestem ao mundo inteiro sua revolta" esta semana contra a divulgação do filme "A inocência dos muçulmanos", que denigre o islã e os muçulmanos, produzido nos Estados Unidos.
"Os Estados Unidos devem compreender que a difusão de todo o filme terá repercussões perigosas, muito perigosas no mundo", continuou Nasrallah.
"Os Estados Unidos, grande Satã, Israel, inimigo dos muçulmanos", gritavam milhares de homens, mulheres e crianças nas ruas do bairro de Rweiss.
Os manifestantes, que agitavam bandeiras amarelas, símbolo do movimento e também da Amal, outra formação xiita libanesa, gritaram com os punhos erguidos: "Estados Unidos, mãe do terrorismo" ou "O povo muçulmano se sacrifica por seu profeta".
"Não assisti ao filme, mas soube que representa o Profeta (Maomé) como um personagem sanguinário que pensa apenas em seus instintos", afirmou o manifestante Nabih Ayyash, de 29 anos.
O Hezbollah convocou outras manifestações contra o filme na quarta-feira em Tiro (sul), na sexta-feira em Baalbeck (leste), sábado em Bint Jbeil (sul) e domingo em Hermel (leste).
O filme provocou reações violentas no mundo muçulmano. Na segunda-feira, o ministro libanês do Interior adotou um tom conciliador, afirmando que "as manifestações (no Líbano) estão limitadas no tempo" e geograficamente.
Na sexta-feira, um manifestante morreu e 25 ficaram feridos em choques em Trípoli, cidade do norte do Líbano, entre forças de segurança e islamitas sunitas que tinham incendiado uma lanchonete americana de fast food para protestar contra o filme.
Nasrallah descreve o filme como o "pior ataque contra o Islã, pior que 'Os versos satânicos' (um romance de Salman Rushdie publicado em 1988) do que o fato de queimar exemplares do Alcorão no Afeganistão ou do que as caricaturas do profeta Maomé" publicadas por um jornal dinamarquês.
No total, pelo menos18 pessoas morreram ao redor do mundo pela violência relacionada ao filme, entre eles o embaixador e três outros membros do corpo diplomático americano na Líbia.
G1/GRITOS DE ALERTA

Marinha deve iniciar reconstrução de base antártica em 2013, diz ministro

Celso Amorim disse que navios partem em outubro para remover destroços.
Estação Antártica Comandante Ferraz pegou fogo em fevereiro.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, afirmou nesta segunda-feira (17) que o país está tomando as providências para iniciar a reconstrução da Estação Antártica Comandante Ferraz em novembro de 2013. No último mês de fevereiro, o prédio principal da base antártica do Brasil foi destruído por um incêndio, e dois militares morreram no acidente.
Amorim disse ainda que a Marinha deve começar a remover os destroços do incêndio a partir de outubro. Para isso, três navios da corporação serão deslocados até o continente, além de uma embarcação contratada para ajudar no serviço.
incêndio na Antártida (Foto: reprodução Globo News)Incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz (Foto: reprodução Globo News)
"Já no mês que vem, com o término do inverno no continente, nossos navios partem para iniciar os trabalhos de desmontagem das partes da base afetadas pelo fogo, com pleno respeito às regras de proteção ambiental", afirmou Amorim, em um encontro de programas antárticos latino-americanos, no Rio de Janeiro, segundo nota do Ministério da Defesa.

Apesar dos sete meses passados desde o acidente, ainda não foi possível limpar o local por uma questão logística. Entre março e outubro, o mar fica congelado e é impossível chegar até a base brasileira.
O ministro disse ainda que pretende realizar um concurso em 2013 para analisar projetos arquitetônicos da reconstrução da base. Também será feita uma concorrência internacional para selecionar a empresa responsável pela obra. Ainda não há estimativas de gastos com o processo.
A base brasileira na Antártica é usada para pesquisas científicas. No próximo verão, serão montados módulos emergenciais para possibilitar os estudos. Navios de pesquisa também devem ajudar os cientistas no processo. A Marinha espera conseguir abrigar 60 pesquisadores no local ao longo do verão.
Info prédio principal Estação Antártica Comandante Ferraz (Foto: arte/G1)
G1/GRITOS DE ALERTA

São Paulo tem dia mais quente do inverno com 33,9°C, diz Inmet

Temperatura supera marca do domingo, quando cidade registrou 33,5°C.
Defesa Civil decretou estado de atenção em razão da baixa umidade.


Paulistana se protege do calor com guarda-chuva
(Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press)
Calor forte em São Paulo (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press) A cidade de São Paulo registra nesta segunda-feira (17) o dia mais quente do inverno, com máxima de 33,9°C. A medição foi realizada às 15h pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no Mirante de Santana, na Zona Norte da cidade. Com possíveis variações ao logo da tarde, o Inmet estimou que a segunda-feira poderá fechar com máxima de 34,1°C.
A marca de 33,9°C supera o calor registrado no domingo (16), recorde anterior com 33,5°C Trata-se da sexta maior temperatura no inverno registradada desde o início das medições desta série pelo Inmet, em 1943.

O forte calor e o tempo seco fizeram a Defesa Civil decretar estado de atenção a partir das 11h40. Estas condições atmosféricas dificultam a dispersão de poluentes, além de favorecer a formação e propagação de queimadas. Pela manhã, um incêndio ocorreu na Favela do Moinho, na região central.

Por volta das 15h, a umidade era de 25%. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), um nível considerado aceitável deve estar acima dos 30%.
PrevisãoSegundo o Inmet, a expectativa é que o tempo continue assim até a tarde de quarta-feira à noite (19), para quando está prevista a chegada de áreas de instabilidade. Na quinta (20) deve chover, após mais de 60 dias de tempo seco.
G1/GRITOS DE ALERTA

Paquistão bloqueia acesso ao YouTube por causa de filme anti-Islã



Proibição foi ordenada pelo premiê.
País é palco de protestos com mortes contra 'A Inocência dos Muçulmanos'.


O Paquistão bloqueou nesta segunda-feira (17) o acesso ao YouTube, onde pode ser assistido um trecho de cerca de 14 minutos de um filme anti-islã produzido nos Estados Unidos e que provocou uma onda de protestos no mundo muçulmano.
Qualquer tentativa de acessar o YouTube termina com uma mensagem informando que o site foi bloqueado por ordem da direção de Telecomunicações do Paquistão porque contém "conteúdo indecente".

O filme "A inocência dos Muçulmanos", que se acredita ter sido produzido por um pequeno grupo de extremistas cristãos, provocou uma onda de protestos nas embaixadas dos Estados Unidos e outros símbolos americanos em pelo menos 20 países.
A proibição foi ordenada pelo primeiro-ministro Raja Pervez Ashraf, "logo depois que o YouTube se recusou a ouvir os conselhos do governo do Paquistão de remover o filme blasfematório do site", indicou um comunicado de seu gabinete.
Dois manifestantes foram mortos nesta segunda-feira no Paquistão, um em um tiroteio no noroeste do país e outro após ser ferido com um tiro na cabeça no domingo em um protesto em Karachi
G1 /
VIA GRITOS DE ALERTA

.

Grupo canadense quer exibir filme anti-islã nos cinemas


Grupo canadense quer exibir filme anti-islã nos cinemas
Manifestos violentos podem continuar se material for para o cinema
Um grupo de hindus canadenses planeja exibir em um cinema de Toronto o filme “A inocência dos muçulmanos”, que vem causando grande revolta entre os muçulmanos de todo o  mundo. Em vários países o material, que tem duas horas, mas apenas os 15 minutos disponíveis do trailer na internet foram dublados pro árabe e causaram toda a polêmica.
“Há uma vontade de defender nossos valores. Em nossa sociedade, temos autorização de exibir filmes, mesmo quando são considerados ofensivos”, disse Ron Banerjee, porta-voz do Canadian Hindu Advocacy. Ele também disse que as pessoas que desejarem assistir ao filme no cinema passarão por um forte esquema de segurança, incluindo detectores de metais e muitos seguranças.
A organização hindu conversou com a organização do Festival Internacional de Cinema de Toronto, que está acontecendo esta semana e atrai os olhares da indústria cinematográfica.  para tentar convencê-los a exibir o filme. Porém, eles recusaram por medo de uma reação da população muçulmana.
O filme é uma produção independente feita na Califórnia sobre o profeta Maomé que o retrata como um homem violento e mulherengo.  O ataque à embaixada americana na Tunísia, os confrontos no Sudão e uma morte no Iêmen foram resultados diretos dos protestos por causa da produção.
Além da morte do embaixador americano na Líbia, manifestantes muçulmanos na Jordânia, Bangladesh, Irã, Iraque, e Israel realizaram algum tipo de protesto.
Traduzido de Hollywood Reporter

VIA GRITOS DE ALERTA

Igreja Batista da Lagoinha prepara 100 dias de evangelismo em BH


Igreja Batista da Lagoinha prepara 100 dias de evangelismo em BH
Igreja Batista da Lagoinha prepara 100 dias de evangelismo em BHA Igreja Batista da Lagoinha vai iniciar no dia 22 de setembro a campanha “100 dias de evangelismo” onde cada membro da igreja de Belo Horizonte poderá se comprometer em evangelizar no mínimo uma pessoa até o final do ano.
A campanha é organizada pelo Ministério Jesus no Coração da Cidade como explica o pastor Eduardo Santos. “Nós fazemos parte de uma igreja que é ganhadora de vidas. Nesses últimos meses todos teremos a oportunidade de ganhar mais uma vida para Jesus e cumprir por meio dessa ação o propósito dos 10% de BH.”
Quem desejar fazer parte deste trabalho poderá participar de um treinamento que irá dar as diretrizes necessárias para evangelizar na capital mineira. O curso de evangelismo vai acontecer entre os dias 27 e 28 de setembro, 18 e 19 de outubro e 22 e 23 de novembro.
Uma das estratégias indicadas para este programa é deixar um livro evangelístico propositalmente em um local público para que quem encontrá-lo possa ter acesso a um conteúdo cristão. Os livros terão uma mensagem explicando que foi deixado propositalmente e ainda o telefone da paz, caso o leitor tenha interesse em entrar em contato com a igreja.
Diversas estratégias e ações serão programadas entre os membros da IBL para que o objetivo de vidas seja alcançado. A quantidade de dias dessa campanha está relacionada a quantidade de dias que faltam para o final de 2012.
GOSPEL PRIME
VIA GRITOS DE ALERTA

CD Promessas 2012 da Som Livre Grandes nomes da música evangélica nacional reunidos em um só álbum. Confira!


Em abril deste ano, a Som Livre lançou mais um CD/DVD da Coleção Promessas. O novo produto, intitulado “Promessas 2012”, é o quinto volume da série e reúne grandes nomes da música gospel: Marquinhos Gomes, Ana Paula Valadão, André Valadão, Davi Sacer, Pra. Ludmila Ferber, Fernandinho, David Quinlan, Irmão Lázaro, Paulo César Baruk, Rachel Novaes, dentre outros.
O álbum segue a mesma temática do “Promessas Adoração” (lançado em maio de 2011), que retrata o amor de Deus. O repertório do “Promessas 2012”, tanto em CD quanto em DVD, é composto por 17 faixas de louvor e adoração, que vão emocionar o público.
O projeto Promessas teve início em agosto de 2009 quando a Som Livre entrou no mercado gospel. Um dos objetivos desse trabalho é a oportunidade de reunir grandes nomes da música evangélica nacional em um mesmo álbum.
Renata Cenízio, Coordenadora de Relacionamentos Artísticos da Som Livre, fala sobre a escolha do nome “promessas” para esse trabalho: “Escolhemos esse nome, pois sabemos da importância da palavra ‘promessas’. As canções que escolhemos para compor as coletâneas, expressam exatamente a essência da palavra – aliança, compromisso e honra a Deus”, enfatiza a coordenadora.
Segundo Renata, o retorno do público tem sido excelente, pois vários sites e blogs evangélicos têm recomendado a coletânea, além de ficarem na expectativa para o próximo lançamento.
O cantor e compositor Marquinhos Gomes, participa do projeto cantando duas músicas de grande sucesso da carreira: “Ele não desiste de você” – do álbum homônimo, lançado no primeiro semestre de 2010, que já lhe rendeu os Discos de Ouro e Platina por mais de 100 mil cópias vendidas. E “Lágrimas no olhar” – uma das canções mais solicitadas em todos os shows e eventos que o cantor faz pelo Brasil afora.
Renata Cenízio destaca a participação de Marquinhos Gomes nesse projeto: “Sabemos da importância do cantor e o que ele representa para o público, sem contar que suas músicas são belíssimas. As letras falam de amor, paz e esperança, tocando o coração das pessoas.”
Confira a Coletânea Promessas da Som Livre:
Promessas 1 – agosto de 2009.
Promessas 2 – abril de 2010.
Promessas Pentecostal – janeiro de 2011.
Promessas Adoração – maio de 2011.
Promessas 2012 – abril de 2012.
Confira o teaser do CD Promessas 2012:


VIA GRITOS DE ALERTA
Coesoficial.communicação Ministério Marquinhosgom

Khorus lança CD e DVD comemorativo “10 anos ao vivo”


A banda Khorus nasceu em 2000 quando o cantor Toninho Rondow, que na época integrava outro grupo, foi alertado por Deus sobre a falta de bandas que atraíssem o público jovem da época. Certo de que Deus tinha um propósito especial, Toninho reuniu uma turma e fundou a banda “Khorus”. Canções como “Esperei por você”, “Sonho” e “Fotografia” marcaram época na vida de muitas pessoas que acompanhavam a banda.
Para quem curte o estilo pop rock de Khorus, a banda está lançando o CD/DVD comemorativo “10 anos ao vivo”. O trabalho foi gravado em 2011 no Clube Português, Recife-PE. Você pode se perguntar por que demoraram tanto para lançar este trabalho. “Nos últimos dois anos passamos por mudanças e aguardamos o momento certo para este lançamento. Fizemos um trabalho minucioso de produção e edição para que pudéssemos apresentar algo à altura de nossos 10 anos de estrada”, comenta o vocalista Toninho.O repertório do trabalho traz canções de carreira da banda até o aniversário de 10 anos. Entre elas a releitura das canções: Canção de Amor e Noticia (novos arranjos).
A produção executiva ficou na responsabilidade do apóstolo Toninho Rondow e de sua esposa Renata Rondow.  A produção musical ficou nas mãos de Tiago Leal, guitarrista da banda.
Entre as participações especiais, Vitor Medeiros no contrabaixo e Samuel (Bill) na guitarra.
“Este trabalho comemorativo tem grande importância para nós. É uma promessa de Deus, conquistada dia a dia, pela fé e amor. Fizemos questão de não fazer overdubs da bateria e nem da voz. Queríamos destacar o calor e a participação da igreja local”, ressalta Toninho.
Com informações Assessoria de Imprensa – Khorus
Fonte Diário Gospel
VIA GRITOS DE ALERTA