quinta-feira, 9 de abril de 2015

Após missa de sétimo dia, Geraldo Alckmin se manifesta pela perda do filho


Geraldo e Thomaz Alckmin (Foto: Reprodução Facebook)
No mesmo dia em que a primeira-dama de São Paulo, Lu Alckmin, se manifestou no Facebook pela perda do filhoThomaz, que morreu após um acidente de helicóptero na última quinta-feira, dia 2, o governador Geraldo Alckmin também declarou seus sentimentos na mesma rede social.
“Perder um filho é uma dor sem limite. Só a fé e a solidariedade dos amigos nos ajudam a suportá-la neste momento. Acabo de retornar da Missa de Sétimo Dia do nosso filho Thomaz. Na segunda-feira, ele teria feito 32 anos. A Lu Alckmin e eu agradecemos a todos pelas mensagens de apoio, solidariedade e carinho. Elas estão sendo muito importantes para nossa família neste momento”, postou o governador, em sua página pública no Facebook.
Mais cedo, Lu Alckmin havia postado um texto de Santo Agostinho para agradecer às manifestações de carinho que vem recebendo. 
Thomaz Alckmin (Foto: Reprodução Facebook)
"O amor não desaparece jamais.
 Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês, eu continuarei sendo. 
Me dêem o nome que vocês sempre me deram,
 falem comigo como vocês sempre fizeram.
Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas,
eu estou vivendo no mundo do Criador. 
Não utilizem um tom solene ou triste. 
Continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos. 
Rezem, sorriam, pensem em mim. Rezem por mim.
 Que meu nome seja pronunciado como sempre foi, 
sem ênfase de nenhum tipo.
 Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.
 A vida significa tudo o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
 Eu não estou longe, 
Apenas estou do outro lado do Caminho ... Santo Agostinho
Thomaz Rodrigues Alckmin 
6-4-1983 | 2-4-2015
Agradeço as mensagens de apoio e solidariedade que muito nos tem confortado nestes dias tão difíceis.", postou a primeira-dama.


FONTE . http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/bruno-astuto/noticia/2015/04/apos-missa-de-setimo-dia-geraldo-alckmin-se-manifesta-pela-perda-do-filho.html

ACABE COM OS PERNILONGOS EM SUA CASA - REPiL - MATA E REPELE TODA ESPÉCIE DE PERNILONGO


Apresento o melhor produto para o combate  de pernilongos , acabando de vez o perigo da dengue em sua casa .


REPiL - ESSE NÃO ESPANTA , MATA MESMO.


TOTALMENTE LIVRE DE VENENO.
 LIVRE DE CHEIRO E ODOR .
 NÃO FAZ MAL A SUA SAÚDE  E DE  SUA FAMÍLIA.

Cadastramos revendedores para todo Brasil.

O MELHOR PREÇO PARA REVENDA
Informações.
019 9 9137 1059 
019 9 8292 7812
019 3837 4435
pedidosmfb@outlook.com



SEMINÁRIO TEOLÓGICO GRÁTIS - ONLINE - COM DIPLOMA DE CONCLUSÃO.

ATENÇÃO  - Em poucos dias , SEMINÁRIO TEOLÓGICO ONLINE - GRÁTIS . COM DIREITO A DIPLOMA DE CONCLUSÃO

 Aulas todos os dias , das 06,00 as 08,00 da manhã ou das 22,00 as 00,00  hs - DURAÇÃO 2 ANOS


REDE GRAÇA E PAZ ONLINE - PALAVRA - ESTUDO - LOUVOR. ACESSE - OUVINTES EM MAIS DE 170 PAISES

Não há atalhos para Maturidade Espiritual. (Gn 37)

Este é um tema relevante para cada cristão, entender que não existe atalho na vida, sabemos que é um processo contínuo e difícil (crescer),  quando você pensa que está pronto, vem uma nova situação e mostra que não está, não poderia parar  e acabar, situações frequentes e recorrentes em nossas vidas mostra que não estamos preparados ou maduros suficiente. A inaptidão parece nos acompanhar, às vezes falamos ou pensamos, “mais eu estou casado, mais eu sou pastor, mais eu tenho tantos anos de convertido, mais eu já conclui meus estudos, mais eu isso e aquilo”, mas parece que estamos inabilitados segundo o propósito de Deus. Parece que Deus olha para nós e diz: ainda  não está apto. E lembre-se não há atalhos para o caminho da maturidade. Para entender os planos de Deus, para aprender a obedecê-lo, há um caminho sem atalho. Quando analisamos o texto de Gn 37, não enxergamos apenas o título ou o tema proposto, mas sabemos que este tema, também encontra-se nele:

José trazia má fama de seus irmãos: não quero caminhar como muitos costumam pregar ou dizer que José tinha um problema de caráter, quero acreditar que José por ser novo, apenas 17 anos, não tinha maturidade suficiente para entender que seu leva e trás ou entregar seus irmãos não era a coisa mais certa a ser feita. Talvez e bem provável seu pai pedia para que ele observasse seus irmãos, a bíblia não diz isso, mas quem sabe seu pai pedia e José fazia sem perceber o mal iminente, todos nós conhecemos a história de José e sabemos que falar mal de seus irmãos não era a atitude mais nobre dele, sei também que muitas atitudes revelam  ou reflete nosso caráter ou quem somos, independente disso, havia uma plano maior de Deus por trás das circunstâncias que viria acontecer. José precisava amadurecer é lógico, era jovem e posso dizer que Deus não pensava somente naquele momento, mesmo porque, José enfrentaria fases que bem poucos conseguiriam passar.
O amadurecimento faz parte do projeto maior de Deus, seus embates circunstanciais será a forja do sonho de Deus. Amadurecer, custa, dói, machuca, causa às vezes noites sem dormir, os degraus que o imaturo tem que passar é diverso o nosso modelo é José, não quero encontrar significado nas etapas de José, a reflexão não visa isso, a ideia é entender que Deus levou da imaturidade para maturidade cumprindo o propósito de Deus na vida dele e não apenas os seus projetos. Entendam, todos somos imaturos em alguma área, essa área que você patina muito tempo na sua vida pode ser o local que a imaturidade reside, lembre-se não há atalhos para conseguir vencer, somos imaturos em alguma parte e Deus precisa agir porque Ele tem um plano maior e melhor, mas não estamos prontos do ponto de vista divino, aliás, longe disso e com base na história de José entendemos  o propósito de Deus para José.
A maturidade chegará quando conseguirmos reagir bem diante dos problemas, dificuldades, sua reação é determinante e importante. O problema sempre será circunstancial mas dependendo da reação você pode comprometer no que tange ao tempo o propósito de Deus para sua vida. O propósito será efetuado por Deus, mas sua reação corrobora  para seu amadurecimento. Fugindo um pouco da proposta de José, vemos um belo exemplo em Números, quando os 12 espias saíram espiar, na volta eles concordaram no relatório, ou seja, a terra é grande e boa, mas não concordaram nos conselhos, há gigantes, eles inflamaram o coração da congregação com medo e eles ficaram aterrorizados.
 José reagiu bem diante de seus problemas:
a)José é lançado na cisterna e reage bem.
b)José é vendido pelos irmãos e reage bem.
c)José é vendido como escravo e reage bem.
d)José é caluniado na casa de Potifar por sua mulher e reage bem.
e)José é lançado na prisão e reage bem.
Em momento algum você lê na bíblia que ele (José) reagiu mal, murmurou ou algo assim, José reagia bem nas diversas fases ruins da vida, adquiriu sua maturidade nos momentos tensos, é lógico que não é simples ou fácil passar diante dos problemas como José passou, mas faz se necessário. José para adquirir maturidade conseguiu outra façanha, ele escondia-se em Deus do capítulo 39.2 e 21 diz: O Senhor era com José. Deus estava presente todos os instantes com José, assim como Ele está contigo, a diferença é que nós queremos ver, ouvir, o agir de Deus e muitas vezes não acontecerá, e posso afirmar, que na maioria das vezes não ocorrerá do nosso jeito. Mas devemos aprender com José, esconda-se em Cristo, mesmo que tudo esteja mal, o Sl 91 retrata bem “…aquele que habita no esconderijo do altíssimo à sombra do Onipotente descansará”. Habitar, também é esconder-se e descansar.
Para alcançar a maturidade devemos entender que existe um tempo determinado por Deus para todas as coisas. Eclesiastes 3 retrata bem todos os aspectos da vida, mas quando olhamos a vida de José Gn 41.46, a bíblia diz que: era José da idade de trinta anos quando se apresentou a Faraó…”, ele começou a entender o propósito divino 13 anos depois de ter saído da casa de seu pai, há um tempo para todas as coisas, na sequencia do texto a bíblia retrata que Faraó concedeu uma esposa, ele constituiu uma família depois sua esposa gerou dois filhos, um tempo pré-determinado por Deus, reinar, casar e ter filhos. Talvez para nós se a história de José terminasse aqui, nós leríamos e iríamos louvar a Deus e dizer que Deus honrou José e etc, mas a vida de José não tem um ponto final neste momento, o ápice da maturidade espiritual não chegou com sua ascensão ao trono, Deus sabia que ele (José) precisava vencer um de seus maiores temores e medo, havia um gigante para ser derrotado, quem sabe um fantasma que poderia aterrorizá-lo, Deus tinha preparado o cenário, havia fome na terra e o ápice da maturidade seria o encontro com seus familiares.
Como José trataria seus irmãos?Como você trataria alguém que te fez mal? Se você estivesse no poder você ajudaria ou não? Será que José havia esquecido? Estas situações borbulhavam na mente de José? Um coração maduro passaria, mas o imaturo reagiria muito mal. O ápice da maturidade é o choro do perdão, é o ato de perdoar, perdão não é sentimento, perdão é decisão.
a)As atitudes de José foram legais, logo no primeiro encontro.
b)Dar comida para seus irmãos foi bacana da parte de José.
c)Convidar seus irmãos para comer a sua mesa, foi gentil, mas o choro era o perdão que faltava.
O perdão não é esquecimento, José revela-se no capítulo 45 e versículo 4 dizendo: “…eu sou José a quem vendestes para o Egito”. José não fez isso para jogar na cara de seus irmãos, isto era reflexo da consequência que eles (irmãos de José) fizeram. O perdão é consolo, no versículo cinco do mesmo texto José diz para eles não ficarem tristes nem irritados, ou seja José perdoava e este perdão consolava seus irmãos devido ao grande erro do passado. O perdão une propósitos, quando olhamos para Deus entendemos que o propósito maior, que sempre será Deus agindo em nós e através de nós, lemos que no versículo cinco, José relata que ele foi vendido para a conservação da vida, ou seja Deus tinha um propósito através da situação adversa, Deus desejava conservar a vida deles que formariam a nação de Israel, e por fim, o perdão revela o propósito divino, nos versículo seis, sete e oito, José revela a totalidade do plano de Deus e entende que não foi eles que enviaram José, mas foi Deus que enviou ele adiante (na frente) deles, o perdão sempre revelará através da maturidade o propósito divino.
“O Pastor”.

PROFECIAS, Novo PAPA, CHIP, 666, 2015 !

ALDERY NELSON ROCHA - UM MESTRE PARA TE ENSINAR DE GRAÇA .


Tempos atrás, conheci uma pessoa que tem revolucionado a minha vida .
Um servo do Deus Vivo, que quebrando todos conceitos dos materialistas, que gostam de vender o ensino da palavra de Deus , uma pessoa que  vem trazendo um ensinamento de mestrado que tem nos levado a um conhecimento muito profundo dos mistérios da palavra de DEUS.
Deus tem levado o  Dr. Nelson Rocha  a se doar em favor de um ensino verdadeiro da palavra , onde somos agraciados com um ensino que nem em faculdade ouvi dizer que é ministrado , da forma em que esta sendo ministrado.
SEGUE INFORMAÇÕES SOBRE NOSSO IRMÃO Dr. Nelson Rocha.

 

O Dr. Aldery Nelson Da Silva Rocha, natural de Belém do Para, Brasil, nasceu em junho de 1962, desde 7 anos de idade prega a Palavra de Deus por influência de seus pais, Maria e Aldery. Desde seus 14 anos foi matriculado do Seminário Amazônico, uma extensão do Instituto Pentecostal de Pindamonhangaba, e em 1978 logrou a sua primeira graduação teológica, e depois vieram muitas outras, como o seu Bacharel em Teologia pela E POE, pela Faculdade GAMALIEL, reconhecido pela Universidade Federal do Pará e o Mestrado pela Escola de Preparação de Obreiros Evangélicos, Campo de São Cristóvão, em 1980, e seu primeiro Doutorado em Divindade pelo L.L.College, Illinois, USA, 1987, entre outros.




Foi missionário nos EUA por dezessete anos e no México por dez anos. Escreveu dois best sellers, Cavalos de Fogo, 1991, e Patrulheiros do Hades, 1994, e depois outros grande temas: “Meu amigo, Espírito Santo”, “Templos e Tabernáculos”, “Conhecendo a Deus”, “Crentes Piratas”, “A Mulher Etíope de Moises”, “Embreagai-vos de Amor”, “Quando a Consagração e o voto da falência”, entre outros.


Tem graduado através de seu Seminário Teológico, International Seminary Hosanna and Bible School, Corp., Florida, USA, mais de 27.700 lideres ao redor do mundo. Agora lança a Bíblia Revelada Di Nelson - Comentada; a Bíblia Versão Di Nelson e Bíblia Cronológica Di Nelson, as quais servirão de forma especial à obra de Deus latina, especialmente no Brasil. O comentário desta Bíblia está ungido e muitos têm escrito e agradecido as mensagens que têm explorado desta obra, para a glória exclusiva de Deus, em seus ministérios. Já foram iniciadas as traduções desta Obra em alguns idiomas, entre eles o Espanhol.


O Dr. Aldery é o esposo de Anete Rocha e o pai de Elghis Rocha, esposa de Mario, MEX, e pai de Aldery Nelson Rocha Jrlíder do Ministerio Hispano na Igreja Batista da Lagoinha, junto com sua esposa a Missionária Janet Elizabeth Rocha (MEX), e pai de Mattews (USA) e de Michael (BRA). É membro da Assembléia de Deus, Ministério do Belém, São Paulo, cujo líder e pastor e o Dr. José Wellington da Costa, São Paulo, Brasil.


Hoje, o Dr. Aldery Nelson está ministrando no Centro de Convenções do SHI, em São Paulo, os livros da Bíblia, verso por verso, a centenas de líderes que hospedam-se na Escola, onde por três dias aprendem a como interpretar a Bíblia expositivamente. Já foram estudados os livros de Gênesis, Êxodo, Neemias, Salmos, Jó, Daniel, os livros proféticos menores, Mateus, Marcos, João, Atos, Romanos, 1 Coríntios, Hebreus, e muitos outros. Você está convidado a participar conosco destes grandes eventos. O Dr. Aldery Nelson também ministra vários Cursos Teológicos à distância, todos gravados previamente no Centro de Convenções, ao vivo, dos quais já desfrutaram milhares de líderes ao redor do mundo.


CONHEÇA O SITE: HTTP://MEUJESUS.COM.BR
Bispo Roberto Torrecilhas 
Comentário de Wáldson: Fiquei muito feliz ao ver essa Matéria publicada pelo Gritos de Alerta, do Bispo Roberto, porque sou mais um, dentre tantos, que pode atestar a idoneidade, sinceridade e zelo do Pr. Nelson Rocha quanto ao ensino da Palavra de Deus.
Desde meus 25 anos acompanho o ministério dele, quer seja por livros, apostilas, informações de rádio, Internet(Canal da AD Belenzinho-SP), e principalmente por seus vídeos disponibilizados para todo o Brasil, gravados em seu Seminário.
Tive a alegria de ouvi-lo em três ocasiões, sendo que numa delas, ele fez uma preleção somente para obreiros em BH-MG. Outras duas vezes, ouvi-o, falando de Escatologia, assunto que domina com inteligência dos estudos, revelação da Palavra e graça do Espírito Santo.
Aprendi muito nessas três ocasiões.
Tive o privilégio de quando Diretor de uma Escola Teológica, recebe-lo para tratarmos da possibilidade de usarmos seu material teológico. Muito dinâmico e simples, ganhou lugar em meu coração.
Tenho quatro dos livros citados: "Cavalos de Fogo", "Embriagai-vos de amor","A mulher etíope de Moisés e "Patrulheiros do Hades". Os quais recomendo.
Alguns dvd's e agora também possuo a Bíblia Revelada Di Nelson, adquirida nessa semana e já tive a certeza de saber que é mais uma obra especial.
O material que estou me referindo aqui, é por demais maravilhoso.
Tive a alegria, honra e muita satisfação em conhecer seu filho, o também Pr. Nelson Rocha Jùnior, sua esposa Janet e seu filhinho. Como é 'a primeira impressão que fica', diz o adágio popular, fiquei 'encantado', em conhecê-los. Pessoas de Deus, e muito humildes.
Endosso a divulgação do Bispo Roberto, sabendo que cada um dos leitores que procurarem visitar seu site e ler seus materiais, 'crescerão na graça e no conhecimento',que é uma última recomendação do apóstolo Pedro na sua Carta.
Gostaria também de informar que o Pr. Nelson, está dando aulas através do Twitter todos os dias úteis entre 22h e 23h.
Siga-o. Vai ser uma bênção.
Grande abraço a todos.
Vivam vencendo!!!
Seu irmão menor.


FONTE . http://www.umaalmasedenta.com/2012/01/aldery-nelson-um-mestre-para-te-ensinar.html

O Êxodo em Massa de Cristãos do Mundo Islâmico

23set12---ativistas-de-um-partido-islamico-protestam-contra-o-filme-que-denigre-a-imagem-do-profeta-maome-em-dacca-bangladesh-neste-domingo-23-1348401084760_956x500
O modo como os cristãos estão sendo tratados em outros países de forma horrenda, sofrendo torturas e mortes vem sendo ocultado pela mídia de massa há muito tempo. No entanto, a situação só tem piorado a cada momento, com a saída dos cristãos dos países que viviam por medo da própria vida, abaixando consideravelmente o número de adeptos ao cristianismo pelo modo de vida que ele estão tendo que se sujeitar.

O êxodo em massa de cristãos do mundo islâmico

Um êxodo em massa de cristãos está acontecendo neste momento.  Milhões deles estão sendo desalojados em todos os cantos do mundo islâmico.
Estamos revivendo a história real de como o mundo islâmico (boa parte do qual, antes das guerras de conquista islâmicas, era quase inteiramente cristã) se formou.
A Comissão Americana de Liberdade Religiosa Internacional (U.S. Commission on International Religious Freedom) declarou recentemente: “A fuga de cristãos da região é sem precedentes, e está crescendo a cada ano”.  Antes de nossa geração passar, “os cristãos poderão ter desaparecido completamente do Iraque, do Afeganistão e do Egito”.
Constantes reportagens sobre o mundo islâmico certamente confirmam essa conclusão: O Iraque foi o primeiro indicador do destino que aguardava os cristãos assim que as forças islâmicas se viram livres dos controles que os ditadores lhes impunham.
Em 2003, a população cristã do Iraque era de pelo menos um milhão. Hoje já são menos de 400.000, resultado de uma campanha anticristã que começou com a ocupação americana do país, quando inúmeras igrejas cristãs sofreram ataques a bomba e inúmeros cristãos foram mortos, inclusive por crucificação e decapitação.
Os ataques a uma igreja em Bagdá em 2010, na qual quase 60 fiéis cristãos foram assassinados, foi apenas a ponta de um iceberg que durava uma década.
Agora, com os EUA apoiando a jihad contra o presidente secular sírio Assad, o mesmo padrão teria que chegar à Síria: regiões e cidades inteiras onde cristãos viveram durante séculos antes do islamismo existir agora estão ficando vazias, pois os rebeldes visam os cristãos para sequestros, pilhagens e decapitações, tudo em obediência ao clamor das mesquitas, que dizem à população que é um “dever secreto” expulsar os cristãos.
Em outubro de 2012 o último cristão na cidade de Homs, que tinha uma população cristã de cerca de 80.000 antes da chegada dos jihadistas, foi assassinado.  Uma adolescente síria disse: “Fugimos porque estavam tentando nos matar… porque somos cristãos…  Nossos vizinhos se viraram contra nós. No fim, quando fugimos, fomos pelas sacadas. Sequer ousamos sair na rua em frente à nossa casa”.
No Egito, cerca de 100.000 cristãos coptas fugiram da sua terra natal logo após a “Primavera Árabe”.  Em setembro de 2012, a pequena comunidade cristã de Sinai foi atacada e expulsa por muçulmanos ligados à Al Qaeda, segundo reportagem da Reuters. Mas mesmo antes disso, a Igreja Ortodoxa Copta lamentou os “incidentes frequentes de remoção de coptas das suas casas, por força ou ameaça.
Mu_ulmanos_perseguindo_crist_os
As remoções começaram em Ameriya [62 famílias cristãs expulsas], depois se estenderam para Dahshur [120 famílias cristãs expulsas], e hoje em dia o terror e as ameaças alcançaram os corações e almas de nossas crianças coptas em Sinai”.
Iraque, Síria e Egito são parte do mundo árabe.  Mas mesmo nas nações africanas e europeias com maioria cristã, os cristãos estão fugindo.
Em Mali, depois de um golpe islâmico em 2012, quase 200.000 cristãos fugiram.  De acordo com reportagens, “a Igreja em Mali corre o risco de ser erradicada”, principalmente no norte “onde rebeldes querem estabelecer um estado islâmico independente e expulsar os cristãos… tem havido buscas de casa em casa por cristãos que possam estar escondidos, igrejas e outras propriedades cristãs foram pilhadas ou destruídas, e pessoas são torturadas para revelar parentes cristãos”. Pelo menos um pastor foi decapitado.
Até mesmo na europeia Bósnia cristãos estão fugindo em massa, “em meio a crescente discriminação e islamização”.  Apenas 440.000 católicos permanecem na nação balcânica, metade do número antes da guerra. 
Os problemas citados são típicos: “enquanto dezenas de mesquitas são construídas na capital Bósnia Sarajevo, nenhuma autorização de construção foi dada a igrejas cristãs”. “O tempo está se encurtando enquanto ocorre uma aceleração preocupante no radicalismo”, declarou uma autoridade, que acrescentou que o povo da Bósnia e Herzegovina foi “perseguido por séculos” depois que as forças europeias “não lhes deram apoio na sua luta contra o Império Otomano”.
E a história se repete.
Pode-se citar ainda vários casos:
Na Etiópia, depois que um cristão foi acusado de profanar um Alcorão, milhares de cristãos foram forçados a sair de suas casas quando “extremistas muçulmanos incendiaram cerca de 50 igrejas e dezenas de casas de cristãos”.
Na Costa do Marfim, onde cristãos têm sido literalmente crucificados, os rebeldes islâmicos “massacraram centenas e desalojaram dezenas de milhares” de cristãos.
Na Líbia, os rebeldes islâmicos forçaram várias ordens religiosas cristãs, que ajudavam pessoas doentes e necessitadas no país desde 1921, a fugir.
Para qualquer pessoa que acompanha o problema dos cristãos sob perseguição islâmica, nada disso é surpresa.  Como documentei em meu novo livro "Crucified Again: Exposing Islam’s New War on Christians” (Mais uma Vez Crucificado: Expondo a Nova Guerra do Islamismo Contra os Cristãos), Em todo o mundo islâmico, em nações que não compartilham a mesma raça, língua, cultura ou economia, em nações que têm em comum apenas o islamismo, cristãos estão sendo perseguidos até a extinção. Essa é a verdadeira face do ressurgimento do extremismo islâmico.



Fonte: JulioSevero