domingo, 14 de dezembro de 2014

Cristão é preso por causa de sua fé no Turcomenistão


Cristão é preso por causa de sua fé no TurcomenistãoO Turcomenistão está localizado em um dos desertos mais secos do mundo e, por isso, seu clima natural é quente demais durante o dia e absurdamente frio à noite. Imagine a temperatura de uma cela de prisão em pleno inverno. É nesse lugar que se encontra preso o irmão Umid Gajayev.
Malahat, esposa de Gajayev recentemente compartilhou a um dos colaboradores da equipe de Portas Abertas que seu marido precisa de orações poderosas e calorosas. Malahat está planejando visitá-lo nestes dias e entregar a ele um pouco de comida, agasalhos, livros cristãos, de modo que ele não somente receba o alimento físico, mas também espiritual.
Umid Gajayev de Dashoguz foi preso em abril de 2012 e condenado no mês seguinte a quatro anos de prisão sob a acusação de vandalismo. Sua prisão ocorreu após uma discussão com vizinhos que o acusaram injustamente por causa de sua fé.
Ore para Umid permanecer firme em sua fé durante sua sentença na prisão. Ore por sua condição de saúde e também a condição de seu espírito nestes dias de estação tão fria.

Igreja é reprimida e demolida em Cartum, no Sudão


Igreja é reprimida e demolida em Cartum, no SudãoUm edifício, usado como igreja em Bahri no Sudão, foi demolido mesmo depois de uma comovente defesa dos cristãos locais. A comunidade evangélica do subúrbio de Cartum formou uma corrente humana para impedir que o prédio viesse abaixo.
No dia 2 de dezembro, um grupo de investidores insistiu, apesar das objeções dos membros da igreja, que o proprietário do imóvel não permitisse que o prédio permanecesse em pé. A indignação da comunidade cristã começou quando, em 17 de novembro, havia sido demolido um centro juvenil. Os membros da igreja formaram um escudo humano para evitar que houvesse mais destruição.
Em meio ao impasse, a polícia chegou, prendeu cerca de 40 pessoas e alguns componentes da equipe de demolição. De acordo com o comunicado da Sociedade para os Povos Ameaçados (organização de direitos humanos com sede na Alemanha), 5 líderes da igreja estavam entre os presos. Eles foram acusados de não cumprir uma ordem de despejo e de resistir à autoridade policial.
Além dos cristãos presos, várias mulheres ficaram feridas e necessitaram de internação. Um ancião da igreja foi duramente espancado, mas não há informações sobre a extensão de seus ferimentos. Segundo testemunhas, a polícia apreendeu celulares e isolou o imóvel. Esta não é a primeira vez, neste ano, que a construção de uma igreja foi demolida pelas autoridades sudanesas. Em fevereiro e junho, igrejas foram destruídas em Omdurman e Cartum. O ministro do Sudão, defensor do islamismo, Shalil Abdullah, disse que as autoridades não iriam emitir licenças para a construção de novas igrejas.
O Sudão é o décimo primeiro colocado na Classificação da Perseguição Religiosa 2014, uma lista anual publicada pela Portas Abertas dos 50 países onde viver como cristão é quase impossível.

Líder de igreja doméstica é preso em Shiraz, no Irã


Líder de igreja doméstica é preso em Shiraz, no Irã
Forças de segurança iranianas invadiram a casa de Ebrahim Hossin-Zadeh. Ele foi levado em meados de novembro e acreditava-se ter sido interrogado e levado para o centro de detenção de Shiraz "Bloco 100", mas a sua localização atual é desconhecida.
Um dos líderes de uma igreja doméstica em Shiraz, Ebrahim, depois de ter sua casa invadida por funcionários e agentes de segurança à paisana, foi preso há duas semanas e levado para um local desconhecido.
A partir da publicação desta notícia por Mohabat Notícias, nenhuma informação foi disponibilizada à família do pastor. Uma fonte informou diz Mohabat News que depois de terem prendido o pastor, policiais revistaram a casa dele e apreenderam diversos objetos pessoais, como livros, telefone móvel, computador e outros itens e os levou para o escritório local do Ministério da Informação.
O pastor Ebrahim tem 32 anos e tem o seu próprio negócio e se tornou um cristão em 2009. Ore por ele, por sua família e pela Igreja iraniana que tem sofrido forte perseguição por amor a Jesus.

Militantes do Estado Islâmico jogam homem do alto de prédio


Nesta terça-feira, 9 de dezembro, o Estado Islâmico divulgou imagens fortes de mais uma barbárie cometida por seus radicais.
Militantes do Estado Islâmico jogam homem do alto de prédioTrata-se de fotografias do momento em que o grupo jogou de cima de um prédio um homem acusado de ser homossexual.
"O tribunal islâmico de tribunal de wilaya (região) de Al-Furat decidiu que um homem que praticava sodomia deveria ser jogado do ponto mais alto da cidade, e depois apedrejado até a morte", afirma um comunicado postado em fóruns jihadistas.
Não se sabe se o homem morreu após a queda do edifício, mas as fotografias mostram os homens armados jogando-o do alto.
Essa não é a primeira vez que o Estado Islâmico age violentamente contra homossexuais. No final de novembro, dois rapazes acusados de homossexualidade foram apedrejados em Deir Ezzor, leste da Síria.

Pastor é sequestrado e queimado vivo com as mãos amarradas, na África

Martin Beneke, de 45 anos, era pastor sênior e fundador da Life in Christ Network. O corpo de um pastor sul-africano foi encontrado tot...