quinta-feira, 11 de julho de 2013

FAÇA PARTE DE NOSSO GRUPO DE INTERCESSORES . https://www.facebook.com/groups/intercessoresgracaepaz/

FAÇA PARTE DO GRUPO DE INTERCESSORES GERAÇÃO GRAÇA E PAZ .

O que você precisa saber sobre Intercessão

Intercessão
Antes que você possa ser um intercessor bem sucedido, precisa aprender a andar em vitória e a encontrar resposta para as suas próprias orações.
Não se preocupe tanto com seu nível hoje. Comece onde está, e o Espírito irá conduzí-lo passo a passo. A medida que você se expõe a Ele e a Palavra, separando-se para orar por outros, Ele irá tomar a sua mão, onde você se encontra agora, e levá-lo a uma nova dimensão, até chegar a plenitude.

O que é intercessão?

Interceder é colocar-se no lugar de outro e pleitear a sua causa, como se fora a sua própria. É estar entre Deus e os homens, a favor destes, tomando seu lugar e sentindo sua necessidade de tal maneira, que luta em oração até a vitória na vida daquele por quem intercede.
O intercessor é o que vai a Deus não por causa de si mesmo, mas por causa dos outros. Ele se coloca numa posição de sacerdote ( 1 Pedro 2:9) entre Deus e o homem, para pleitear a sua causa.
A mais simples definição está na Bíblia: “Orai uns pelos ouros” (Tg. 5:16)
Exemplos de intercessores na Bíblia:
  • Abraão suplicou por Ló e este foi liberto da destruição de Sodoma e Gomorra
  • Moisés intercedeu por Israel apóstata e foi ouvido
  • Samuel orou constantemente pela nação
  • Daniel orou pela libertação do seu povo do cativeiro
  • Davi suplicou pelo povo
  • Cristo rogou por Seus discípulos e fez  especial intercessão por Pedro
  • Paulo é exemplo de constatnte intercessão
Toda a Igreja é chamada ao fascinante ministério da intercessão.
Samuel disse: “Longe de mim que eu peque contra o Senhor deixando de orar pos vós” (1 Samuel 12:23)

Batalha Espiritual

É um encontro com Deus e um confronto com Satanás, a favor dos homens.
Interceder é combater. Deus já despachou do Céu tudo quanto é necessário para uma vida de vitória. Deus é a fonte das nossas bençãos. O ladrão é quem procura segurar a benção no caminha.
Tudo é meu em Cristo Jesus, ele ja pagou o prêço para que eu tenha a vitória. Porque vivo na miséria, amarrado, prêso, derrotado, oprimido? Alguém segurou a minha benção no caminho e agora vamos brigar. É a vez de voltar-se para o inimigo e declarar: “ Se Cristo pagou o preço, tira a mão de cima Satanás, porque eu vou entrar agora na batalha, na autoridade de Cristo Jesus”. Se o inimigo chegar perto, ele vai ver que o justo é ousado como um leão. É essa atitude que chamamos de combate espiritual e eis aí por que chamamos o intercessor de Guerreiro de oração.
O intercessor se coloca face a face com Deus e face a face com Satanás. Quanto mais você intercede , mais verá a cara do inimigo. Haverá guerra! Mas glória a Deus, porque quanto mais você combate, mais se transforma em um guerreiro firme, que não tem medo da batalha. Quando vem a guerra você está de prontidão, e vai a luta. Porque você já sabe que Satanás está derrotado. Essa é uma luta cuja vitória já foi ganha na cruz do calvário há dois mil anos atrás. “Tudo que eu tenho que fazer é vencer um inimigo que já foi derrotado.”
Satanás nao tem nenhuma autoridade sobre você, só aquela que você lhe der.Você tem armas poderosas de Deus para enfrentá-lo e vencê-lo. Não se impressione com o rugir do inimigo. Ele faz muito barulho, ruge como um leão, mas não á leão. Jesus é quem é o leão da tribo de Judá, e ele procura imita-lo, mas só faz barulho, só ruge.
“O intercessor harmoniza dentro de si o coração de uma criança diante do Pai e de um leão diante do adversário”.

Beneficios da Intercessão

Alarga a nossa visão.

Quem se devota ao ministério de interceder, passa a ter uma visão cada vez mais ampla do reino de Deus. Sai do seu mundo limitado e vai se elastecendo em seu amor e visão até ver como Cristo vê. Quando nos devotamos a intercessão, de repente o mundo se torna nossa paróquia; vamos subindo com Jesus, e quanto mais se sobe, mais se vê. Quando você fica bitolado no seu reinozinho, orando apenas para si: abençõa-me Senhor, para mim, Senhor , eu tenho um problema. Jesus declarou:
“Não vim para ser servido, mas para servir e dar a minha vida como resgate de muitos” (Mt. 20:28)
Quando você começa a interceder, seu coração vai se elastecendo para acomodar todo mundo. Porém se você é aquele tipo que só ora pela sua igreja local: Senhor, abençõa os pecadores para que eles se convertam e nossa Igreja se encha, sua visão tem o limite da sua igreja. Se evangeliza alguém que se converte, mas não fica na sua igreja, até acha que perdeu o tempo. Exitem até pastores que almadiçoam membros da igreja que se transferem para outra igreja, como se a ovelha fosse sua propriedade e não do supremo Pastor da igreja, Senhor da ovelhas e de todos os apriscos que se espalham pelo mundo.

Edifica a Fé.

A medida que vemos Deus agindo e mudando circunstâncias, a fé é edificada. Quanto mais oramos, tanto mais Deus se move na vida dos homens. Sendo canais através dos quais Deus manifesta seu poder, vamos sendo fortalecidos de fé em fé. Quando vemos Deus respondendo nossas orações a favor de outros, nossa fé é fortalecida.

A intercessão está sob a lei de semeadura e ceifa.

Aquilo que semeamos colhemos multiplicadamente. É interessante ver o que aconteceu com Jó na area da intercessão.
“ O Senhor, pois, virou o cativeiro de Jó, quando este orava pelos amigos; e o Senhor deu a Jó o dobro do que antes possuia” (Jó 42:10).
Você não está tão preocupado consigo, está intercedendo pelo Corpo de Cristo, você é um canal do  Espírito de Deus. Quando chega a sua necessidade, Deus levanta intercessores por você.

Necessidade de um Intercessor

Há certos textos na Bíblia que nos deixam admirados , por deixarem um viva impressão de que a intercessão é indispensável para a operação de Deus na terra.
“ Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante mim a favor desta terra, para que Eu não a destruísse, mas a ninguém achei” (Ez. 22:30)

“Sobre os teus muros, o Jerusalém, pus guardas que todo dia e toda a noite jamais se calarão, vos os que fareis lembrado o Senhor, não descanseis, nem deis a Ele descanso até que restabeleça Jerusalém e a ponha por objeto de louvor na terra” (Is. 62:6).

Jesus, o Espirito Santo e o Cristão como Intercessores

Jesus

Um dos grandes versículos sobre intercessão, destacando a qualidade do intercessor perfeito, está em Jó 9:32,33:
“Porque Ele (Deus) não é homem como eu, para eu lhe responder, para nos encontrarmos em juízo. Não há sobre nos árbitro para colocar a mão sobre nós ambos”

O que Jó está dizendo? “Deus não é homem como eu. Gostaria de chegar diante dEle e apresentar  a minha causa, mas Ele não é meu igual, e não tenho alguém que se coloque entre nós dois. Não posso ir a Deus, não há alguém que coloque a mão no meu ombro e no ombro dEle”.

O que Jó deseja? Alguém que seja ao mesmo tempo Deus, para colocar a mão no Seu (Deus) ombro, e homem, para que este se identifique. Jó estava certo, e vemos como isto aconteceu, com a reação do próprio Deus. Isaías 59:16 diz:

“E viu que ninguém havia, e maravilhou-Se de que não houvesse um intercessor;  pelo que o seu próprio braço Lhe trouxe a salvação, e a Sua justiça O susteve”

Então Deus providenciou um Intercessor que não pode falhar, Jesus. Esse intercessor é Filho do homem, nasceu na terra, recebeu um corpo humano, logo legalmente Ele pode se colocar  diante de Deus a favor do homem. Tambem é Filho de Deus e pode Se colocar diante do homem a favor de Deus. Ele é a salvação que o braço de Deus trouxe a terra, a justiça no meio dos homens.
Jesus se tornou  Filho do Homem e viveu na terra como homem. Aqui nasceu, viveu, morreu e ressuscitou. Quando voltou à glória, após a ressurreição, não tinha corpo humano, Ele levou consigo o corpo, mas glorificado. Quando desceu da glória, era só Espírito. Hoje Ele está na gloria revestido de um corpo de homem. Como tal, Jesus é intercessor no Céu, representando os intersses do homem diante do Pai.

O Espírito Santo

Antes, porém que Jesus moresse no nosso lugar  e ressurgisse, disse a Seus discípulos:
“Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se porém eu for, eu vo-lo enviarei.”

Uma vez na glória, Jesus enviou o Espírito Santo a Sua igreja na terra, de acôrdo com Sua promessa. O Espírito não tem um corpo humano, por isso Ele veio para viver naqueles  que foram regenerados por Cristo, pelo poder da Sua morte e ressurreição. Conforme declara o Apóstolo Paulo em 1 Co 3:16:
“Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus  habita em vós?”

Assim Ele intercede na terra usando o coração do cristão e a sua boca. Como está o homem em Cristo, no Céu, Deus está na terra, na pessoa do Espírito Santo, no crente. O crente lhe oferece o corpo, através do qual Ele opera aqui. Assim, pois como há um intercessor no Céu, junto ao Trono, que é Jesus, há um intercessor na terra , junto ao homem, que é o Espírito Santo. Jesus fala pelo homem ao Pai e o Espírito fala por Deus a nós. Jesus representa os interesses do homem no Céu, e o Espírito Santo representa os interesses de Deus na terra.
O Espírito Santo tanto intercede por nós, como nos ajuda em nossa intercessão. A palavra de Deus diz em Romanos 8:26,27
“ Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza: porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos seus Santos”.

O Cristão

Agora você poderá dizer: Mas Deus já não provéu Jesus, como nosso intercessor? Isso não basta?
“Os Céus são os Céus do Senhor, mas a terra deu-a Ele aos filhos dos homens.” (Sl. 115:16)
Deus limitou Sua ação na vida dos homens quando lhe deu o livre arbítrio e entregou-lhe a terra, para que tivesse domínio sobre ela. Deus fez o homen livre, com capacidade de escolha, decisão e realização. Deus não viola a sua palavra e interfere na vida do homen a seu próprio pedido. Ele deu a terra aos filhos dos homens, para que governassem em perfeita harmonia com seus propósitos e Palavra, e espera o amém destes a Palavra revelada, e o pedido de intervenção.
“A Palavra profética revela sua vontade, mas é nossa intercessão que gera a manifestação da promessa.”
Como ja foi dito, o intercessor é aquele que se coloca entre Deus e os homens, a favor destes, para pleitear sua causa, como se fosse própria. A intercessão visa alterar circunstâncias contrárias a vontade perfeita de Deus, levando-as a se harmonizarem com a mesma. O crente é o canal de Deus na terra, não só da proclamação da sua palavra, da Sua vontade e obra de redenção, mas também de intercessão. Sintetizando:
  1. Deus tem um propósito para o homem em Seu coração. Esse propósito tem sido revelado na Bíblia e em Cristo.
  2. Jesus intercede junto ao Pai de acordo com esse propósito. Como representante do homem no céu, Jesus fala por ele (homem).
  3. O Espírito Santo ouve o que Jesus fala e revela Seus desejos ao espírito do crente. É ali que Ele habita e faz o elo de ligação enter Deus e o cristão. Ele traz o que está no coração de Deus para o coração do crente.
  4. O intercessor fala e ora em linha com a revelação recebida pelo Espírito Santo. Quando ele abre a boca para orar movido pelo Espírito, uma perfeita harmonia se estabelece entre Céu e a terra.
  5. É desencadeada a manifestação de poder de Deus nas circunstâncias a serem alteradas e que foram objeto de orações, provocando uma mudança.
As intercessões geradas pelo Espírito Santo são sempre em linha com a Palavra de Deus. Jesus é a Palavra, portanto tudo que Ele ora é de acordo com a Palavra, sendo que, quando oramos o que Ele revela, estaremos orando a Palavra com Ele. Haverá aí uma perfeita sintonia: Nós, o Espírito Santo e Jesus, na intercessão, estaremos diante de Deus Pai, orando a mesma coisa, orando a Palavra. Essa é a intercessão que funciona: eu, na terra falo movido pelo Espírito Santo, respaldado pela palavra escrita. Portanto, aquele que se levanta como verdadeiro intercessor na terra, é, de um certo modo, a boca do Espírito Santo, falando aqui o que Jesus está falando no Céu diante do Trono de Deus.
“Toda intercessão movida pelo Espírito Santo e respaldada pela Palavra, tem o poder de Trono para trazer sua plena manifestação”.

Caracteristicas do Intercessor

Como a intercessão é um ministério no qual Jesus está hoje enolvido no Céu e o Espírito Santo na terra, e o crente é o canal dessa intercessão, ousaríamos dizer que o ideal de intercessão é a incarnação das virtudes do Senhor Jesus. Que qualidades portanto deve ter o intercessor? As de Jesus. Ora, já que nenhum de nós chegou a plena maturidade e todos estamos no caminho, somos falhos na nossa intercessão; todavia, com o auxílio do Espírito Santo e a nossa diligência, cresceremos, tornando-nos um canal de intercessão cada vez mais transparente, para que Deus cumpra através de nós os Seus propósitos nesta área.
Vamos abordar algumas das principais características do verdadeiro intercessor. Todo intercessor as possui, em maior ou menor grau. A medida que ele vai se desenvolvendo na arte da intercessão, elas vão amadurecendo.
  1. AMOR- Quem não ama não pode interceder
  2. IDENTIFICACÃO- Muitas vezes o intercessor sentirá exatamente o que sente a pessoa por quem ora. Essa identificação é o combustível para o seu amor. Ela o ajuda a entender e a consagrar-se a intercessão. O intercessor começa a orar pelos pecadores e as vêzes sente como se ele mesmo estivesse indo para o inferno.
  3. COMPAIXÃO – Um mover de compaixão no espírito sempre desencadeia uma grande manifestação do Espírito Santo.
  4. PERSEVERANÇA – A oração intercessória requer constância, persistência, intensidade, perseverança.
  5. OUSADIA – A intercessão exige coragem, disposição, fervor, galhardia, confiança, intrepidez, ousadia. Ousadia diante de Deus, dos homens, e de Satanás, opositor das nossas orações. Nenhum tímido ou covarde se colocará diante de Deus a favor dos homens, nem diante dos homens a favor de Deus e jamais lutará até a vitória contra Satanás.
  6. DISCERNIMENTO – é a habilidade especial de se conhecer com segurança se certo comportamento é Divino, humano ou satânico; é agudeza de julgamento, o poder de perceber diferenças entre coisas ou ideais, bem como sua conexão. O Espírito Santo em nós é aquele que dá esse discernimento

A Proteção Divina

Em meio a esta batalha de oração, confrontando os poderes das trevas, firmamo-nos na certeza de que há proteção para os que lutam de acordo com as normas estabelecidas na palavra de Deus. A armadura de Efésios 6:10-18 é destinada ao guerreiro de oração. Serve de proteção contra os ataques inimigos. O uso da armadura não é algo automático ou mecânico, nem mesmo pelas repetições de chavões. Implica em uma atitude correta para com as verdades contidas na armadura. Como então estar protegido dos ataques na vida de oração? Sugerimos sete coisas:
  1. Seja um adorador em Espírito e em verdade. O lugar mais protegido do mundo é a sala do Trono, o lugar da verdadeira adoração.
  2. Fortaleça-se no Senhor como ordena o Apostolo Paulo: “fortalecei-vos no Senhor e na força do Seu poder”.
  3. Informe-se nas maquinações inimigas (Ef. 6:12)
  4. Esteja apropriadamente vestido (Ef. 6:11) Revestir-se com a armadura de Deus está relacionado com o “orando em todo o tempo”.
  5. Cuide de sua saúde mental. Satanás faz a guerra na mente. É ali que todas as batalhas são travadas. Nossa atitude nental, estrutura de raciocínio e pensamento, determinarão nossa vitória ou derrota. Pensamentos cativos a Cristo e mente renovada com a palavra, é uma forma de proteção que não pode ser negligenciada.
  6. Seja um intercessor que lança mão da intercessão no Espírito (Ef. 6:18)
  7. Ande na obediência a palavra de Deus, que é a mais poderosa forma de proteção.

Armas Espirituais

Deus colocou em nossas mãos armas poderosas.
2 Coríntios declara: “Porque embora andando na carne não militamos segundo a carne.”
Isto é, embora vivamos num corpo, não usamos na guerra armas humanas como crítica, luta, inveja, contenda. Porque nossa luta não é contra homem, é contra seres espirituais. Somos espirituais e lutamos contra seres espirituais, logo as armas de combate também são espirituais.
Quais as armas de que dispomos para demolir as fortalezas inimigas, especialmente na batalha da intercessão?
  1. O nome de Jesus
  2. A Palavra de Deus, que é a espada do Espírito
  3. A fé em Jesus
  4. O sangue do Cordeiro
  5. A Palavra do nosso testemunho. Testemunho é a confissão dos nossos lábios. Quando abrimos a nossa boca e confessamos que Deus é fiel, e que Suas promessas se cumprem, nós estamos vencendo o inimigo.
  6. O Espírito Santo. Sem Ele nada nos resta. Temos uma armadura de proteção e armas, mas é o Espírito Santo que nos capacita e dá poder para usá-las. Ele é o poder de Deus em nós. Quanto mais confiamos e nos submetemos a Ele, tanto mais efetiva nossa oração, por causa do seu poder operando em nós.

Advertências

Os grupos de intercessão deveriam se reunir sempre sob a supervisão do pastor da igreja ou alguém amadurecido. Muitos grupos tem incorrido em engano por falta de alguém que julgue, dentro das escrituras, o que está ocorrendo. Intercessores insubmissos e soltos, que saem debaixo de uma proteção ou cobertura espiritual, tendem a ser dominados por um espírito de rebeldia e superioridade, julgando-se melhores do que os líderes da Igreja e mais sábios do que eles. Isso é um engano que deve ser evitado a qualquer custo. Cada um de nós necessita um espírito submissivo e a proteção de outros que falem nas nossas vidas. Líderes espirituais são dados ao Corpo de Cristo para nos guardar (vigiar) e ajudar-nos a crescer.
Hebreus 13:17 diz:
Obedecei aos vossos líderes e sede submissos para com êles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo pois isto não aproveita a vós outros.”

Ninguém, incluindo líderes, está acima de responsabilidade. Lembre-se do centurião que veio a Jesus e pediu-O que curasse seu servo. Um grande milagre aconteceu porque ele entendeu autoridade. Barbara Wentroble diz que tem se involvido em diversas situações com o propósito de reconciliar intercessores e pastores. Vários pastores têm reportado confusão, desunião e dor devido a intercessores que achavam que tinham “a Palavra de Deus” para a igreja, mas eram incapazes de se submeterem a liderança.

Prepare-se para Interceder

O intercessor deve se preparar para entrar na batalha da intercessão. Consideremos alguns aspectos dessa preparação.

1. Um auto exame

  • Examine seus lábios. Seus lábios devem ter a pureza dos lábios de Jesus.
  • Examine sua mãos. O guerreiro de mãos limpas pode segurar a Espada do Espírito com mais firmeza.
  • Examine sua obediência. A oração vitoriosa é sempre feita por alguém que tem prazer de obedecer a Deus.
  • Examine sua consciência. Todo intercessor deve testemunhar que tem uma consciência pura diante de Deus e dos homens.

2. Auto-Expressão

  • Pela confissão. Cofessamos nossas imperfeições a luz da perfeição divina, e o sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado.
  • Pela obediência. Tudo quanto é revelado e confessado, deve resultar em mudança de atitude. As boas intenções por si só não bastam; Deus requer mudança. É pela obediência que se revela a sinceridade de uma confissão.

3. Uma exposição de si mesmo

  • Expopnha a personalidade inteira ao controle e direção do Espírito de Deus. “Enchei-vos do Espírito” (Efesios 5:18).
  • Exponha sua inabilidade do poder do Espírito. De nós mesmos somos impotentes.
  • Exponha-se ao auxílio do Espírito Santo. “Ele sonda os nossos coraçoes”.

4. Um encontro de amor com o Pai.

Não há forma mais vital de prepara-nos para a intercessão, do que entrar em profunda adoração a Deus, na sala do Trono. No momento de começar a intercessão, nosso ser inteiro está inebriado com a doce presença do Pai e sua compaixão em nós pelas vidas é algo mais profundo

VIA GRITOS DE ALERTA / 

Prefeitos consagram suas cidades a Jesus para combater violência



Monterrey é a terceira maior cidade do México e uma das mais ricas do país, enfrenta como toda grande cidade, problemas de violência urbana. Recentemente, Alicia Margarita Arellanes Cervantes, sua prefeita, decidiu simplesmente consagrar o município a Jesus na tentativa de reverter essa situação.

Prefeitos consagram suas cidades a Jesus para combater violência
Em uma cerimônia pública, realizada a poucos metros da Câmara Municipal, a prefeita fez um longo discurso onde afirmou que só a participação humana “não tem a capacidade de reverter a escuridão” e que somente a luz da fé em Deus pode mudar a situação da cidade. Ela iniciou dizendo que “Estamos reunidos aqui hoje, para entregar Monterrey, Nuevo León, ao nosso Senhor Jesus Cristo, para que o seu reino de paz e suas bênçãos possam ser estabelecidas aqui.”
“Eu abri as portas deste município para Deus como a autoridade final”, acrescentou. ”Senhor Jesus Cristo, Monterrey é a sua casa Senhor Jesus,  Seja Senhor do Monterrey”. Uma multidão de cerca de 10.000 pessoas reunida na praça gritava amém, aplaudia e orava.
Aparentemente esse movimento pedindo ajuda divina se tornou comum no México. Os prefeitos de Guadalupe, e de Juárez , duas cidades perto de Monterrey, além do de Ensenada fizeram o mesmo este ano.
As cerimonias de consagração foram preparadas e difundidas pela Assembleia de Pastores, organização evangélica com forte representação em várias cidades no norte do México. Algo surpreendente, pois 82% da população do país são católicos e apenas 6% declaram-se evangélicos.
Segundo o jornal The New York Times, os líderes evangélicos por trás do movimento afirmaram que iriam continuar a parceria com os políticos, independentemente das criticas que estavam recebendo. E há motivos de sobra para comemorarem.
O México é um dos países latinos onde o movimento evangélico menos cresceu nos últimos 50 anos. Em parte por causa da “Guerra de Cristero”, um sangrento conflito entre o governo e as milícias católicas no final de 1920, que teve como resultado a aprovação de leis que proíbem demonstrações públicas de qualquer fé religiosa. A Constituição mexicana é uma das mais restritivas do Ocidente no tocante a limitar o papel da religião na esfera pública.
Igrejas e seus representantes estão proibidos de exercer qualquer atividade política. Por exemplo, os padres só foram autorizados a votar em 1994. A lei também proíbe que as autoridades municipais e federais participem de ”qualquer ato religioso oficial de culto público”. As celebrações religiosas públicas necessitam de autorizações especiais, sujeitos à aprovação por um sub-secretário para assuntos religiosos.
Obviamente, a imprensa e representantes das igrejas católicas não estão satisfeitos em ver esse “modismo evangélico”. Na entrevista concedida após seu discurso em Monterrey, Arellanes tentou desviar as críticas dizendo que, quando entregou a cidade para Jesus, ela agiu “como uma cidadã e não como a prefeita” e ressaltou que é católica e pediu tolerância para “suas próprias crenças.” Com informações de NY Times.

VEM AI O PRIMEIRO CONGRESSO DE JOVENS DO MINISTÉRIO GERAÇÃO GRAÇA E PAZ .


Ex-transexual tenta reaver identidade masculina

Ex-transexual peruano se converteu ao Evangelho e abandonou a homossexualidade.

Um ex-transexual peruano que se converteu ao Evangelho e abandonou a homossexualidade tem dado testemunhos da sua mudança de vida e protagonizado uma batalha em busca de recuperar sua identidade masculina.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Fernando Ñaupari Buendía fez a cirurgia de mudança de sexo há 25 anos, adotou uma nova identidade passando a se chamar Claudia Maria, e casou-se com um francês, obtendo cidadania europeia. Entretanto, onze anos depois, ao ser evangelizado e optou por abandonar a vida de homossexualidade: “Me falaram a Palavra de Deus e veio uma mudança em minha vida”, afirmou numa entrevista ao Canal N.

“Nunca imaginei um dia estar vestido de homem, porque nunca passou pela minha cabeça, que um dia optaria por voltar a ser homem“, declarou Fernando.

Quando se converteu, Fernando Ñaupari Buendía pediu o divórcio de seu antigo companheiro e iniciou os procedimentos para voltar a usar o nome de batismo. Na França, a burocracia foi menor, porém, em sua terra natal, o Peru, a luta continua.

“Não consigo entender o porque os homens que mudam de sexo no Peru conseguem rapidamente um nome de mulher. Não estou reivindicando outro nome, estou reivindicando o nome com o qual fui registrado em minha certidão de nascimento“, disse.

O drama de Fernando é acompanhado de perto pelo parlamentar Julio Rosas, que tem oferecido assistência e ajuda para que o ex-transexual tenha “direito a uma identidade e à reorientação sexual”. Segundo Rosas, Fernando “terá que fazer todo um processo judicial e o doutor Roberto Miranda vai levar o caso a fim de que o senhor Ñaupari possa obter sua identidade original de homem“, disse ele, mencionando o advogado do caso.

Fonte: Gospel +

só faltava isso - Reality show só com pastores gera polêmica antes da estreia



Carros de luxo, mansões em bairros chiques, episódios de infidelidade e muita raiva sendo mostrada na tela da TV.  Essas são cenas de um reality show “diferente” que vai estrar em breve pelo canal pago Oxygen nos próximos meses. Não se trata de artistas nem músicos de sucesso. Quem aparecerá na telinha serão pastores americanos.
Reality show só com pastores gera polêmica antes da estreiaSeis deles estarão no “Preachers of Los Angeles” ´[Pregadores de Los Angeles]. Alguns são bem-conhecidos pelos moradores da Califórnia, pois transmitem os cultos de suas igrejas em diferentes canais de televisão. Outros são desconhecidos do grande público embora liderem igrejas com milhares de adeptos.
O vídeo de divulgação mostra algumas cenas dos primeiros episódios e diz:  “Conhecido por seus sermões inflamados e por liderarem comunidades com seguidores apaixonados, os pastores tornaram-se uma espécie de ícones nos dias de hoje. São amados por muitos, mas por vezes geram grande controvérsia. Poucas pessoas têm acesso aos bastidores da vida destes homens quando estão longe do púlpito. Até agora.”
Em seguida, podem ser visto um pouco da vida dos pastores  Deitrick Haddon, que também é cantor gospel; Jay Haizlip, um ex-skatista profissional ;  Ron Gibson , um ex-criminoso  recuperado, além dos menos conhecidos Clarence McClendon ,  Noel Jones  e Wayne Chaney.
Um dos aspectos que mais chama atenção é que aparentemente todos eles defendem (e vivem) a chamada “teologia da prosperidade”, ostentando um estilo de vida luxuoso.
O bispo Clarence McClendon, por exemplo, aparece defendendo que “não há outro tipo de Evangelho” além daquele que ensina a prosperidade. As transmissão dos cultos da megaigreja que lidera atingem cerca de 250 milhões de lares, toda semana.
Já Ron Gibson, que abandonou a vida do crime que participava na juventude, prega semanalmente para cerca de 4.500 pessoas. Ele defende que não são apenas P. Diddy e Jay-Z, dois astros do rap “que podem aparecer dirigindo Ferraris e morando em casas luxuosas”.
O bispo Noel Jones, que viveu na pobreza extrema na Jamaica, seu país de origem, agora comemora viver “em uma mansão numa colina da praia de Malibu, com vista para o Oceano Pacífico”. Ele protagoniza uma curiosa cena onde aparece discutindo com a esposa dizendo “Eu sou um prêmio” depois de declarar “gosto de ser bem sucedido”. Por sua vez a mulher diz que ele não é tão amado quanto pensa ser.
Já Dietrich Haddon surpreende em assumir diante das câmeras que teve um filho fora do casamento e declara “Eu sou um pastor, mas no final das contas continuo sendo apenas um homem”.
De maneira similar, o pastor Wayne Chaney desabafa: “ser pastor é muito perigoso, porque parece que você tem de ser perfeito em todos os momentos.”
O reality show não envolve confinamento e não há competições nem um prêmio para o vencedor.  Preocupa-se apenas em registrar a realidade da vida dessas pessoas. As reações do público até agora têm sido um misto de apoio, desconfiança e indignação.
Críticas não faltam nos comentários do vídeo postado no Youtube.  Teólogos que escrevem no blog The Gospel Coalition, por exemplo, dizem temer que o programa sirva para afastar ainda mais as pessoas das igrejas.  O professor Trevin Wax, explica que “Como pastores e líderes de igrejas, temos a obrigação de pregar o evangelho bíblico de uma forma que leve em consideração o nosso contexto atual. Infelizmente, esse tipo de coisa pode influenciar o público a pensar que a bênção de Deus é algo somente financeiro e pode ser comprada ou merecida”. Com informações The Christian Post. GP

Aprovada Lei que Libera o Aborto no Brasil

aborto-fe-em-jesus_0.jpg
Os parlamentares mais radicalmente favoráveis à vida votaram pelo projeto e a própria imprensa sequer chegou a noticiar o fato, consumado neste dia 4 de julho passado.
COM URGÊNCIA, REPASSE A TODAS AS LISTAS, TOME O TELEFONE E EXIJA QUE A PRESIDENTE VETE A LEI EM SUA TOTALIDADE.
A TODOS OS QUE COMPREENDEM O VALOR DA VIDA HUMANA:
PRECISAMOS NOVAMENTE DE SUA AJUDA PARA IMPEDIR A INSTALAÇÃO DA CULTURA DA MORTE NO BRASIL.
Na quinta feira dia, 4 de julho de 2013, o Congresso Brasileiro aprovou um projeto de lei que virtualmente legaliza o aborto no país.
Em pouco mais de dois meses o projeto foi aprovado por unanimidade, em quatro votações relâmpago, na Câmara e no Senado, sem que a maioria dos parlamentares tivessem tido tempo de tomar conhecimento do teor e da verdadeira importância do que estava sendo tratado.
Agora, para transformar-se definitivamente em lei, o projeto somente necessita da sanção da Presidente Dilma Rousseff.
Segundo explicado abaixo, a iniciativa de aprovar de modo repentino o projeto em regime de urgência foi desencadeada pelo Dr. Alexandre Padilha, Ministro da Saúde do governo da presidente Dilma Rousseff. Todos os restantes principais atores da tramitação relâmpago do projeto pertencem ao Partido dos Trabalhadores. O Partido dos Trabalhadores, em seu 3º Congresso Nacional, realizado em agosto e setembro de 2007, aprovou uma resolução que compromete o partido e todos os seus afiliados a defender a descriminalização do aborto no Brasil. Sobre o compromisso do Partido dos Trabalhadores com a legalização do aborto no Brasil,veja um dossiê completo neste arquivo:
CONTEXTUALIZAÇÃO DA DEFESA DA VIDA NO BRASIL - COMO FOI PLANEJADA A INTRODUÇÃO DA CULTURA DA MORTE NO PAÍS.
Na mensagem explico com detalhes o que aconteceu e em seguida peço a todos que se comuniquem com a Presidência da República. Peçam à presidente Dilma Roussef que honre o compromisso assumido durante as eleições presidenciais de não legalizar o aborto no Brasil e vete o projeto de lei que lhe está sendo encaminhado.
O Brasil, assim como numerosas outras nações, está sendo preparado para uma forma inteiramente nova de ditadura, baseada naimplantação de instituições aparentemente democráticas, mas que, em conjunto com uma descapacitação sistemática do povo para que este possa alcançar os conhecimentos essenciais que lhe permitam sustentá-las, deixarão, de fato, de ser democráticas.
O problema transcende as fronteiras de qualquer país e faz parte de um plano abrangente pesadamente financiado por organizaçõesinternacionais que investem na promoção do aborto em todo o mundo.
O QUE ACONTECEU
Em pouco mais de dois meses, um projeto que virtualmente legaliza o aborto no Brasil e abre caminho para a sua legalização formal, foi quatro vezes aprovado por unanimidade: uma vez no plenário da Câmara, depois em duas comissões do Senado e finalmente no plenário do Senado.
Tratou-se de uma das votações mais estranhas já havidas na história das duas casas do legislativo brasileiro. O título enganoso, a rapidez meteórica como o projeto foi tramitado, ocultou o verdadeiro teor da proposta, que passou desapercebida por todos osgrupos em favor da vida e os inúmeros parlamentares, contrários ao aborto, tanto na Câmara como no Senado, que votaram todos a favor do projeto.
Segundo informa o jornal interno da Câmara, a iniciativa de desencadear este processo partiu do Poder Executivo. Mais exatamente, do Ministro da Saúde da presidente Dilma Rousseff, o Dr. Alexandre Padilha.
Na quarta feira, dia 20 de fevereiro de 2013, o Ministro Alexandre Padilha reuniu-se com o deputado Henrique Eduardo Alves, atual presidente da Câmara, para pedir-lhe que, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que seria celebrado no dia 8 de março de 2013, fosse votado no plenário da Câmara, em regime de urgência, o Projeto de Lei 60/1999. Este projeto, nominalmente, trata do atendimento prioritário nos hospitais à mulher vítima de violência.
A notícia do Jornal da Câmara pode ser lida neste endereço:
http://www2.camara.leg.br/...oticias/noticias/SAUDE/435832-CAMARA-DEVE-VOTAR-PROJETO-QUE-MELHORA-ATENDIMENTO-AS-VITIMAS-DE-VIOLENCIA-SEXUAL.html
O PL 60/1999 estava parado na Câmara desde o ano de 2002, época em que Lula ainda não era presidente do Brasil. A redação do projeto, tal como havia sido votada em 2002, pode ser encontrada neste endereço:
http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=63567&filename=Tramitacao-PL+60/1999
Então, em consequência do acordo havido entre o Ministro da Saúde e a Presidência da Câmara, no dia 5 de março de 2013, o deputado José Guimarães, irmão do deputado José Genoíno e líder da bancada do PT na Câmara, pediu a tramitação do projeto
em regime de urgência.

Por motivo de viagem, naquela semana o deputado Henrique Eduardo Alves, atual presidente da Câmara, estava sendo substituído no cargo pelo deputado André Vargas, também secretário nacional de comunicação do PT. O regime de urgência foi imediatamente aprovado por uma reunião de líderes das bancadas dos diversos partidos. Em seguida, no mesmo dia, o projeto foi emendado e apresentado ao Plenário da Câmara.
Os relatores do projeto, a deputada Janete Pietá, do PT de São Paulo, e o deputado Eliseu Padilha, do PMDB do Rio Grande do Sul, apresentaram de modo oral e sumário seus pareceres logo antes da votação. Nenhum deputado teve tempo de ler antecipadamente o teor do
projeto. O projeto foi aprovado por unanimidade no mesmo dia 5 de março. Nenhum deputado, dos inúmeros que são a favor da vida, percebeu o alcance do que estava sendo votado. Três dias depois foi encaminhado para ser apreciado pelo Senado.

A tramitação completa do projeto pode ser examinada no seguinte endereço:
http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=14993
O teor do projeto emendado e aprovado, que depois não seria mais modificado pelo Senado, pode ser encontrado neste endereço:
http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1062696&filename=Tramitacao-PL+60/1999
O texto emendado e aprovado em 5 de março de 2013, em conjunto com as alterações do que foi subtraído ou acrescentado ao texto original de 2002, pode ser examinado em um só arquivo encontrado neste outro endereço:
http://www.documentosepesquisas.com/plc3-13.pdf
No dia 10 de abril de 2013, já renomeado como Projeto de Lei Originário da Câmara 3/2013, ou PLC 3/2013, o projeto foi aprovado por unanimidade pela Comissão de Direitos Humanos do Senado, após leitura de relatório favorável da Senadora Ana Rita, do PT do Espírito Santo.
No dia 19 de junho de 2013, após relatório favorável da Senadora Ângela Portela, do PT de Roraima, o projeto foi também aprovado por unanimidade pela Comissão de Assuntos Sociais do
Senado.

Finalmente, no dia 4 de julho de 2013, sem que houvesse sido apresentado um único pedido de emenda, o PLC 3/2013 foi aprovado por unanimidade no Plenário do Senado e, em seguida, encaminhado à Presidência da República para ser sancionado.
Toda a tramitação no Senado pode ser acompanhada neste endereço:
http://www.senado.gov.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=111416
O QUE DIZ O PROJETO APROVADO.
O título do projeto afirma que trata do atendimento às pessoas que sofreram violência sexual. O texto do projeto evita propositalmente mencionar a palavra aborto, embora seja disto que o projeto trate. A palavra aborto foi cuidadosamente omitida e o projeto foi tramitado em um regime de urgência conscientemente planejado para que os parlamentares, inclusive os que são totalmente contrários ao aborto,não pudessem perceber o verdadeiro alcance da proposta senão depois de definitivamente aprovado.
O artigo primeiro afirma que os hospitais, - todos os hospitais, sem que aí seja feita nenhuma distinção -,
"DEVEM OFERECER ATENDIMENTO EMERGENCIAL E INTEGRAL DECORRENTES DE VIOLÊNCIA SEXUAL, E O ENCAMINHAMENTO, SE FOR O CASO, AOS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL".
Atendimento emergencial significa o atendimento que deve ser realizado imediatamente após o pedido, não podendo ser agendado para uma dataposterior. O atendimento integral significa que nenhum aspecto pode ser omitido, o que por conseguinte subentende que se a vítima de violência sexual estiver grávida, deverá ser encaminhada aos serviços de aborto. Os serviços de assistência social aos quais a vítima deve ser encaminhada, que não eram mencionados no projeto original, são justamente os serviços que encaminharão as vítimas
aos serviços de aborto ditos legais.

Portanto, uma vez o projeto sancionado em lei, todos os hospitais do Brasil, independentemente de se tratarem de hospitais religiosos ou contrários ao aborto, serão obrigados a encaminhar as vítimas de violência à prática do aborto. O projeto não contempla a possibilidade da objeção de consciência.
Na sua versão original, o artigo terceiro do projeto afirmava, que o atendimento deverá ser imediato e obrigatório a todos os hospitais integrantes da rede do SUS que tivessem Pronto Socorro e Serviço de Ginecologia, mas a emenda do dia 5 de março de 2013 riscou a cláusula do "PRONTO SOCORRO E SERVIÇO DE GINECOLOGIA", deixando claro que qualquer hospital, pormenor que seja, não poderá deixar de encaminhar as vítimas de violência, se estiverem grávidas, aos serviços de aborto. O artigo primeiro sequer restringe os hospitais aos integrantes da rede do SUS.
O artigo segundo define que, para efeitos desta lei, "VIOLÊNCIA SEXUAL É QUALQUER FORMA DE ATIVIDADE SEXUAL NÃO CONSENTIDA".
A expressão "TRATAMENTO DO IMPACTO DA AGRESSÃO SOFRIDA", constante do artigo primeiro do texto original, foi suprimida e substituída por "AGRAVOS DECORRENTES DE VIOLÊNCIA SEXUAL", para deixar claro que a violência sexual não necessita ser configurada por
uma agressão comprovável em um exame de corpo de delito. Uma vez que o projeto não especifica nenhum procedimento para provar que uma atividade sexual não tenha sido consentida, e o consentimento é uma disposição interna da vítima, bastará a afirmação da vítima de que ela não consentiu na relação sexual para que ela seja considerada, para efeitos legais, vítima de violência e, se elaestiver grávida, possa exigir um aborto ou o encaminhamento para o aborto por parte de qualquer hospital.

As normas técnicas do Ministério da Saúde publicadas durante o governo Lula afirmam que as vítimas de estupro não necessitam apresentar provas ou boletins de ocorrência para pedirem um aborto dos hospitais credenciados. Basta apenas a palavra da mulher, e os médicos terão obrigação de aceitá-la, a menos que possam provar o contrário, o que usualmente não acontece. Mas pelo menos a mulher deveria afirmar que havia sido estuprada. Agora não será mais necessário afirmar um estupro para obter um aborto. Bastará afirmar que o ato sexual não havia sido consentido, o que nunca será possível provar que tenha sido inverídico.
A técnica de ampliar o significado das exceções para os casos de aborto até torná-las tão amplas que na prática possam abranger todos os casos é recomendada pelos principais manuais das fundações internacionais que orientam as ONGs por elas financiadas. Com isto
elas pretendem chegar, gradualmente, através de sucessivas regulamentações legais, até a completa legalização do aborto. É este o propósito do PLC 03/2013. Um dos mais famosos manuais sentido é o manual "INCREMENTANDO O ACESSO AO ABORTO SEGURO - ESTRATÉGIAS DE AÇÃO", publicado internacionalmente pela International Women Health Coalition (IWHC). Foi a equipe do IWHC, queredigiu este manual, a mesma que inventou, no final dos anos 80, o conceito de "DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS", que em seguida, em 1990, passou a ser utilizado pela Fundação Ford, através da qual passou para a ONU em 1994, durante a Conferência de População do Cairo. A fundadora do IWHC foi condecorada, em 2012, pela ONU, com o Population Award, justamente por ter desenvolvido, pela primeira
vez, em 1987, o conceito de "SAÚDE REPRODUTIVA".

[American Reproductive Health Pioneer Win 2012 United Nations Population Award: http://unfpa.org/public/home/news/pid/10237]
Nas páginas 8 e 9 do manual "Incrementando o Acesso ao Aborto Seguro - Estratégias de Ação", que menciona várias vezes o exemplo do Brasil, a IWHC comenta:
"ASSEGURAR AO MÁXIMO A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREVISTOS PELAS LEIS EXISTENTES QUE PERMITEM O ABORTO EM CERTAS CIRCUNSTÂNCIAS POSSIBILITA ABRIR O CAMINHO PARA UM ACESSO CADA VEZ MAIS AMPLO. DESTE MODO OS PROVEDORES DE ABORTO PODERÃO FAZER USO DE UMA DEFINIÇÃO MAIS AMPLA DO QUE CONSTITUI UM PERIGO PARA A VIDA DA MULHER E TAMBÉM PODERÃO CONSIDERAR O ESTUPRO CONJUGAL COMO UMA RAZÃO JUSTIFICÁVEL PARA INTERROMPER UMA GRAVIDEZ DENTRO DA
EXCEÇÃO REFERENTE AO ESTUPRO. DESDE OI NÍCIO DOS ANOS 90 PROFISSIONAIS E ATIVISTAS DE VÁRIAS CIDADES DO BRASIL ESTÃO TRABALHANDO COM O SISTEMA DE SAÚDE PARA AMPLIAR O CONHECIMENTO DAS LEIS E MUDAR O CURRÍCULO DAS FACULDADES
DE MEDICINA". http://www.iwhc.org/storage/iwhc/documents/access_spanish.pdf

É exatamente isto o que está sendo feito aqui pelo PLC 03/2013 que acaba de ser aprovado pelo Senado. É a virtual legalização do aborto, que bastará ser sucessivamente regulamentada por leis posteriores para poder transformar-se na completa legalização do aborto, com a aprovação unânime de todos os parlamentares, inclusive os que mais ferrenhamente defendem a vida.
Para não deixar dúvidas sobre o que está sendo legislado, o PLC 3-2013 acrescenta, no artigo 3, que o "ATENDIMENTO IMEDIATO E OBRIGATÓRIO EM TODOS OS HOSPITAIS" compreende os serviços listados em sete incisos, o último dos quais foi acrescentado na versão de 5 de março de2013 e não constava no texo original:
"O FORNECIMENTO DE INFORMAÇÕES ÀS VÍTIMAS SOBRE OS DIREITOS LEGAIS E SOBRE TODOS OS SERVIÇOS SANITÁRIOSDISPONÍVEIS".
É evidente aqui que o projeto está se referindo ao aborto. Apesar de que apenas afirme que trata-se de um fornecimento de informações, não se deve esquecer que o artigo primeiro estabelece serobrigatório, quando for o caso, o encaminhamento aos serviços de assistência social. Isto significa que todos os hospitais, inclusive os religiosos, estão obrigados a encaminhar qualquer mulher grávida, que alegue ter tido uma relação sexual não consentida, a um serviço de aborto supostamente legal. Mais adiante será muito mais fácil aprovar novas leis, que regulamentem a que hoje está sendo aprovada, para que exijam mais explicitamente o cumprimento do dever hoje, ainda que em linhas gerais, claramente estabelecido.
O inciso quarto do artigo terceiro lista, ainda, como obrigação de todos os hospitais, em casos de relação sexual não consentida, "A PROFILAXIA DA GRAVIDEZ". Note que a lei não especifica o que deve ser entendido como "PROFILAXIA DAGRAVIDEZ". O termo aparentemente é novo e recém inventado especialmente para este projeto de lei. Terá, portanto, mais adiante, que ser regulamentado ou interpretado, pelo legislativo ou pelo judiciário, quando surgirem as primeiras dúvidas sobre o seu
significado. Hoje ninguém sabe o que isto poderá significar amanhã. Os senhores parlamentares foram propositalmente enganadospara assinarem um cheque em branco.

O QUE FAZER
O PLC 03/2013, que tomou impulso inesperado por uma intervenção intencional do Poder Executivo através do Ministro da Saúde do governo Dilma Roussef e dos parlamentares do Partido dos Trabalhadores é um modelo da habilidade que este partido possui para enganar o povo brasileiro, que é totalmente contrário ao aborto, e os próprios parlamentares, cuja maioria também tem votado contrariamente ao aborto.
Os mesmos parlamentares que em maio de 2008 votaram por 33 votos a zero contra o substitutivo do PL 1135/91, apresentado ao Congresso pelo presidente Lula para legalizar o aborto no Brasil, e que em seguida votaram novamente, em julho de 2008, por 57 votos
a quatro, contra o mesmo projeto, agora votaram quatro vezes, em um espaço de três meses, por unanimidade, a favor de um projeto apresentado para legalizar o aborto no Brasil.

O projeto é tão absurdo e tão irregularmente tramitado que não será difícil revertê-lo. Todos nós esperamos que os numerosos parlamentares a favor da vida que, enganados pelo nosso governo e pelo partido, votaram a favor deste projeto, se manifestem imediatamente.
Ademais, pedimos encarecidamente a todos os que receberem esta mensagem possam manifestar-se junto à presidência de república para que a Presidente Dilma Roussef vete o projeto em sua integralidade. Não se pode e não se deve enganar o povo e o Congresso desta maneira vergonhosa.

Agora precisamos de sua ajuda mais do que nunca!
Os governantes são eleitos pelo povo, e devem representar o povo que os elegeu. Não devem prestar-se a enganar o povo que os elegeu. Se o povo brasileiro entende que o aborto é homicídio, é necessário que ele se manifeste e exija que os governantes que ele elegeu vetem
projetos como este que são exemplos de pura vigarice legislativa. É simples assim, e é porque estamos em uma democracia que podemos dizer isto, educadamente, mas tão claramente.

Mas para isto é necessário que entendamos exatamente o que está acontecendo, e que cada um de nós queira manifestar-se.
LEIA TODA ESTA MENSAGEM COM ATENÇÃO.
Examine todos os links para saber exatamente o que está acontecendo.
EM SEGUIDA FAÇA O SEGUINTE:
- MOBILIZE SUA REDE
Envie esta mensagem a todas os seus contatos. Faça uma introdução, de sua própria iniciativa, explicando a gravidade do problema e por que devem ler a mensagem em sua integridade;
-CONTATE COM O SEU BISPO OU PASTOR
Se você pertence a alguma igreja ou congregação religiosa, imprima a mensagem anterior e entregue-a pessoalmente a seu bispo ou pastor. Comunique-lhe o que está acontecendo e encorage-o a tomar uma posição firme e pública a respeito.
-CONTATE COM A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA E O MINISTÉRIO DA SAÚDE:
Escreva, envie faxes e telefone para os contatos abaixo do governo federal.
Explique-lhes:
(A) COMO NOSSO GOVERNO NÃO ESTÁ CUMPRINDO AS PROMESSAS ELEITORAIS E CONTINUA SISTEMATICAMENTE PREPARANDO A IMPLANTAÇÃO DO ABORTO NO BRASIL.
(B) EXIJA QUE A PRESIDENTE DA REPÚBLICA, EM VISTA DO QUE FOI EXPOSTONESTA MENSAGEM, VETE COMPLETAMENTE TODO O PLC 03/2013.
Telefone, envie faxes e mensagens ao Ministério da Saúde e à Casa Civil da Presidência, mostrando, com educação mas com clareza, que o povo brasileiro compreende exatamente o que nosso governo está fazendo: o governo está violando sistematicamente o direito à vida e quebrando as promessas que havia feito ao eleger-se em outubro de 2010. O povo brasileiro entende que o aborto é ohomicídio de um inocente, e não está de acordo com a implantação desta prática no país.
Não tenha receio de pedir, com firmeza e educação, o veto de todo o PLC 03/2013.
ENTENDA QUE É O SEU DIREITO, POIS ESTAS PESSOAS ESTÃO NO GOVERNO PARA SERVIR AO POVO, E NÃO O CONTRÁRIO.
E muito menos elas estão no governo para enganarem cidadãos e parlamentares.
Se não podemos pedir o veto de um projeto tão vergonhosamente tramitado, simplesmente o Brasil não é mais uma democracia.
NÃO SE LIMITE A APENAS ESCREVER UM E-MAIL QUE PODE SER FACILMENTE APAGADO. ENVIE UM FAX E FAÇA UM TELEFONEMA. EXPLIQUE COM AS SUAS PRÓPRIAS PALAVRAS O QUE ENTENDE SOBRE O QUE ESTÁ ACONTECENDO.
EMAILS E TELEFONES DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA.
EMAILS DA PRESIDÊNCIA
gabinetepessoal@presidencia.gov.br; gabinetesg@presidencia.gov.br; vanessa.faria@presidencia.gov.br; casacivil@presidencia.gov.br; carlos.carboni@presidencia.gov.br; gabinetecasacivil@presidencia.gov.br; tassiana.carvalho@presidencia.gov.br; beto.vasconcelos@presidencia.gov.br;
EMAILS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE
ministro@saude.gov.br; eliane.cruz@saude.gov.br; gabinete.se@gov.br;
É POSSÍVEL ESCREVER PARA A PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF
GABINETE PESSOAL DA PRESIDENTA DA REPÚBLICA
Telefones: (61) 3411.1200 (61) 3411.1201
Fax: (61) 3411.2222
gabinetepessoal@presidencia.gov.br,
SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - GILBERTO CARVALHO
Ministro-Chefe
Telefone: (61) 3411.1224, 3411.1226 e
3411.1227

gabinetesg@presidencia.gov.br
Fax: (61) 3321.1994
VANESSA DOLCE DE FARIA
Chefe de Gabinete
Telefone: (61) 3411-1225
E-mail: vanessa.faria@presidencia.gov.br
CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA
MINISTRA-CHEFE DA CASA CIVIL - GLEISI HELENA HOFFMANN
(61) 3411-1096/1166
casacivil@presidencia.gov.br
CHEFE DE GABINETE
LEONES DALL'AGNOL
(61) 3411-1573/1935
leones.dallagnol@presidencia.gov.br
Fax: (61) 3321-1461
ASSESSORA ESPECIAL DO GABINETE
DAYANE HIRT
(61) 3411-1573 / 1935
dayane.hirt@presidencia.gov.br
E-mails: casacivil@presidencia.gov.br, leones.dallagnol@presidencia.gov.br, gabinetecasacivil@presidencia.gov.br,
SECRETARIA-EXECUTIVA
SECRETÁRIO-EXECUTIVO INTERINO - GILSON ALCEU BITTENCOURT
(61) 3411-1034/1855
se.casacivil@presidencia.gov.br
CHEFE DE GABINETE
MIRIAN LIMA LIPOVETSKY
(61) 3411-1034/1855
mirian.lipovetsky@presidencia.gov.br
E-mail: se.casacivil@presidencia.gov.br
MINISTÉRIO DA SAÚDE
MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE - ALEXANDRE PADILHA
Fax: 0 xx 61 (61) 3315-3955
E-mail: ministro@saude.gov.br
CHEFIA DE GABINETE - ELIANE CRUZ
E-mail: eliane.cruz@saude.gov.br
CHEFE DE GABINETE SUBSTITUTA: JOSILDA
VALENÇA

Contatos
E-mail: chefia.gm@saude.gov.br
Telefone: (61) 3315-2788 / 2789 / 2399 /
2392

Fax: 0 xx (61) 3315-2680
SECRETARIA EXECUTIVA
SECRETÁRIA EXECUTIVA: MARCIA APARECIDA DO AMARAL
SECRETÁRIO ADJUNTO: ADAIL DE ALMEIDA ROLLO
CHEFE DE GABINETE: IRACY DE ALMEIDA GALLO
Contatos
E-mail: gabinete.se@saude.gov.br
Telefone: (61) 3315 9262, 3315-9263 e
3315-9264

Fax: 0 xx (61) 3315-2816
E-mail: gabinete.se@saude.gov.br
Com Informações Julio Severo.
Fonte: Julio Severo

Denúncia! Anomalia política permite a legalização do aborto no Brasil


Em 3 meses, parlamentares abortistas conseguiram aprovar projeto que garante o direito à mulher “reverter a gestação”.

A maracutaia foi tamanha que é difícil até de explicar. Em nenhum momento a palavra “aborto” ou a expressão “interrupção da gestação” são encontradas no texto, mesmo assim, não impediu o projeto de ser o primeiro instrumento legal a liberar o aborto no Brasil.
A lei “estabelece o atendimento imediato e multidisciplinar para o controle e tratamento do ponto de vista físico e emocional da vítima”, exige apenas a declaração oral da mulher de que o ato sexual foi efetuado sem consentimento para que “sob o ponto de vista da vítima” o tratamento devido seja dado.
aborto-e-assassinato-fe-em-jesus.jpg
Sem Boletim de Ocorrência ou laudo do IML, qualquer mulher nos hospitais brasileiros, particulares ou não, tem agora o direito à “profilaxia da gestação”, termo brilhantemente apensado pelo Deputado Luiz Eduardo Greenhalgh, ainda em 2011, durante seu voto como relator:
apensamento.jpg
O termo profilaxia é utilizado na medicina para remeter a tratamentos médicos que revertam à condição do doente, como a utilização da vacina, por exemplo. Então, como reverter uma gestação senão pelo aborto? A palavra só é mais bonita, o conteúdo é o mesmo.
Tempo Recorde
O mais chocante do projeto não é apenas seu conteúdo estrategicamente projetado para uma difícil interpretação, mas o fato de que após 10 anos completamente parado, em apenas UM dia, repetindo, UM dia, o projeto passou por duas comissões, quatro sessões plenárias e em todas foi aprovada unanimemente, três dias depois ele já foi despachado para o Senado.
Veja o texto
Novamente, em tempo recorde, a lei foi aprovada por unanimidade em duas comissões e, no último dia 04, foi aprovada em Plenário no Senado, sem qualquer emenda ou objeção.
Em um dos sistemas políticos mais morosos do mundo,  uma lei passou por duas casas legislativas, em menos de 3 meses, durante fortes manifestações populares, sem ninguém perceber. Tanto na Câmara, quanto no Senado, os relatores do projeto, a deputada Janete Pietá, do PT de São Paulo e a Senadora Ângela Portela, do PT de Roraima, apresentaram de modo oral e sumário seus pareceres logo antes da votação. Nenhum parlamentar teve tempo de ler antecipadamente o teor do projeto.
Veja as tramitações aqui:
No Congresso
No Senado
Contudo, se você entrar acessar a tramitação, verá que o projeto mudou de nome para PDC 3/2013 e a ele foi acrescentado o seguinte parágrafo, no artigo 3:
 "ATENDIMENTO IMEDIATO E OBRIGATÓRIO EM TODOS OS HOSPITAIS" compreende os serviços listados em sete incisos, o último dos quais foi acrescentado na versão de 5 de março de 2013 e não constava no texo original: "O FORNECIMENTO DE INFORMAÇÕES ÀS VÍTIMAS SOBRE OS DIREITOS LEGAIS E SOBRE TODOS OS SERVIÇOS SANITÁRIOS DISPONÍVEIS". É evidente aqui que o projeto está se referindo ao aborto aqui.
Leia o texto final
O projeto só aguarda sanção presidencial, para isso, o povo brasileiro precisa manifestar, exigindo o veto completo à lei ou presenciar, de braços cruzados, a institucionalização do direito à morte.
Um abaixo-assinado foi criado com a intenção de manifestar a rejeição à esse Projeto, e lembra que foi extamente esse ponto que levou a disputa presidencial ao segundo turno na eleição passada, o que surpreendeu a todos do Partido dos Trabalhadores e deu muito trabalho para que fosse revertido o estrago. Para assinar clique no títilo: Só defende o aborto quem já nasceu! Ajude-nos a defender a VIDA!

Abaixo, contatos dos gabinetes da presidência, secretarias e ministério da saúde. Ligue, encaminhe emails e exerça seu direito e dever de cidadão.
gabinetepessoal@presidencia.gov.br;
gabinetesg@presidencia.gov.br;
vanessa.faria@presidencia.gov.br; casacivil@presidencia.gov.br;
carlos.carboni@presidencia.gov.br;
gabinetecasacivil@presidencia.gov.br;
tassiana.carvalho@presidencia.gov.br;
beto.vasconcelos@presidencia.gov.br;
EMAILS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE
ministro@saude.gov.br; eliane.cruz@saude.gov.br;gabinete.se@gov.br;
GABINETE PESSOAL DA PRESIDENTA DA REPÚBLICA
Telefones: (61) 3411.1200 (61) 3411.1201
Fax: (61) 3411.2222
gabinetepessoal@presidencia.gov.br,
SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
GILBERTO CARVALHO - Ministro-Chefe
Telefone: (61) 3411.1224, 3411.1226 e 3411.1227
gabinetesg@presidencia.gov.br
Fax: (61) 3321.1994
VANESSA DOLCE DE FARIA - Chefe de Gabinete
Telefone: (61) 3411-1225
E-mail: vanessa.faria@presidencia.gov.br
CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA - MINISTRA-CHEFE DA CASA CIVIL
GLEISI HELENA HOFFMANN
(61) 3411-1096/1166
casacivil@presidencia.gov.br
CHEFE DE GABINETE - LEONES DALL'AGNOL
(61) 3411-1573/1935
leones.dallagnol@presidencia.gov.br
Fax: (61) 3321-1461
ASSESSORA ESPECIAL DO GABINETE  - DAYANE HIRT
(61) 3411-1573 / 1935
dayane.hirt@presidencia.gov.br
e-mails: casacivil@presidencia.gov.br, leones.dallagnol@presidencia.gov.br,  gabinetecasacivil@presidencia.gov.br,
MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE
ALEXANDRE PADILHA
Fax: 0 xx 61 (61) 3315-3955
E-mail: ministro@saude.gov.br
CHEFIA DE GABINETE
ELIANE CRUZ
E-mail: eliane.cruz@saude.gov.br
CHEFE DE GABINETE SUBSTITUTA: JOSILDA VALENÇA
Contatos
E-mail: chefia.gm@saude.gov.br
Telefone: (61) 3315-2788 / 2789 / 2399 / 2392
Fax: 0 xx (61) 3315-2680
SECRETARIA EXECUTIVA
SECRETÁRIA EXECUTIVA: MARCIA APARECIDA DO AMARAL
SECRETÁRIO ADJUNTO: ADAIL DE ALMEIDA ROLLO
CHEFE DE GABINETE: IRACY DE ALMEIDA GALLO
Contatos
E-mail: gabinete.se@saude.gov.br
Telefone: (61) 3315 9262, 3315-9263 e 3315-9264
Fax: 0 xx (61) 3315-2816
E-mail: gabinete.se@saude.gov.br
Fonte: Fé em Jesus

Pastor é sequestrado e queimado vivo com as mãos amarradas, na África

Martin Beneke, de 45 anos, era pastor sênior e fundador da Life in Christ Network. O corpo de um pastor sul-africano foi encontrado tot...