quarta-feira, 22 de julho de 2015

Base de Glicerina Vegetal para Sabonete de Glicerina -Transparente - ARTESANAL - glicerina para sabonete artesanal

Resultado de imagem para glicerina para sabonete artesanalBase de Glicerina Vegetal - 

Sugestões de Formulação:
Corte a Base. Coloque em um recipiente esmaltado na fonte de calor, após o derretimento adcione a essência, corante e extratos, coloque em um molde, deixe
esfriar até a solidificação e desenforme.

Ganhador do Premio Top of Mind Brazil 2005/2006

Sodium Tallowate / Sodium Babassuate, Propylene Glicol, Glycerin, Sodium Laureth, Alcohol,Water,Sucrose,Tetrassodium Edta,
Dipropileno Glycol,Tocopheryl Acetate,Aloe Bardensis Leaf Extract, 
Origem Nacional

Manter longe do alcance das crianças. Proteger da Luz e do calor. Manter em local Seco. Não Ingerir



PEDIDOS POR EMAIL.

INF. 019 9 8292 7812  WHATSS APP

e mail  pedidosmfb@outlook.com



Após polêmica, em novo vídeo, Thalles Roberto pede perdão


Após a enorme polêmica causada por suas declarações, o cantor Thalles Roberto resolveu pedir perdão pelo teor do que afirmou.

O cantor Thalles Roberto desde que ficou conhecido no meio gospel se envolve com polêmicas. As mais recentes foram suas declarações durante uma apresentação na Conferência Global 2015 realizada pela Comunidade das Nações, em Brasília, no começo da semana passada.

O cantor anunciou que estava saindo do meio gospel por que Deus teria dito a ele “Você está acima da média porque você está no meio de gente fraca… Quero ver você estar acima da média lá fora”.

Sua decisão então é obedecer a este “novo chamado” e deixar de se apresentar em igrejas e fazer mais eventos seculares. Além disso, afirmou entender de Deus que já fez no meio gospel “tudo o que ele tinha para fazer”. Agora o cantor se prepara para lançar um CD que não tem os evangélicos como público alvo.

O vídeo com as declarações dele foi reproduzido e comentado no Facebook milhares de vezes. Um percentual muito grande dos evangélicos ficou indignado com as declarações. Poucos dias depois, começou a circular nas redes sociais outro vídeo, com mais declarações contundentes. O material passou dos dois milhões de visualizações e aumentou a polemica, pois Thalles afirmou que canta melhor que todos os cantores juntos e que sua riqueza é maior do que todos os bens que os cantores evangélicos podem somar.

Quase imediatamente, surgiram textos em sites evangélicos e vários videos postados nas redes sociais mostrando que a imagem do artista está definitivamente prejudicada entre grande parte dos evangélicos. A maioria acredita que Thalles foi arrogante e não demonstra entender o que significa ser um cantor gospel, pois parece ter mantido uma visão apenas comercial do que sua carreira no meio religioso lhe proporcionou.

Devido a repercussão negativa, o artista acabou divulgando nota à imprensa, se desculpando. Ele começa mencionando seu testemunho pessoal, lembrando em seguida que em pouco tempo se tornou um “furacão de sucesso” no meio evangélico. Listou ainda ter conquistado “Muitos discos de ouro, platina duplo, platina, 1º lugar de vendas no iTunes, música em 1º lugar nos Estados Unidos”.

Thalles conta que Deus lhe pediu para “sacrificar” o seu sucesso. Ele faria isso voltando ao meio secular de onde saiu em 2008. Portanto, sua motivação agora seria alcançar, através de suas músicas, pessoas que não conhecem o evangelho.

Na nota, ele ressalta “Nunca vou sair da igreja, nem deixar de cantar nelas, eu amo a igreja do Senhor, mas não quero que o meu sucesso seja o limite pra eu evangelizar”. No final, pede que os evangélicos orem por ele.

Neste sábado (18), Thalles usou sua conta no Facebook (onde tem mais de 7 milhões de seguidores) para publicar um vídeo de dois minutos, onde procura esclarecer o que considera um mal-entendido.

Pediu perdão por que “pode ter se equivocado” na maneira como se expressou e que não tinha a intenção de menosprezar os demais cantores do meio gospel.

Usando os mesmos termos da nota oficial, apresentou o que chama de seu plano de vida, que determinaram o nome de seus discos. Agora, se inicia uma nova fase de sua carreira. Com o nome de “Projeto Luz”, ele aponta para seu desejo de usar sua música para alcançar as pessoas “do lado de fora”.

Lembrou que seu pai é pastor e que ele ama a igreja, despediu-se dizendo que ama a todos. O vídeo teve quase 350 mil visualizações no dia em que foi ao ar.

Contudo, os comentários na publicação mostram que isso não foi o suficiente.

Uma grande quantidade de pessoas deixou claro que o cantor está novamente equivocado em suas colocações. A polêmica parece que não deve acabar tão cedo. Somente com o passar do tempo será possível medir as consequências desse imbróglio.
Anos atrás, a banda Catedral também “rompeu” com o mercado evangélico, fazendo muitas críticas, mas jamais conseguiu se firmar no mercado secular e anunciou seu fim este ano.

A repercussão
Diversos cantores da música gospel brasileira comentaram as declarações de Thalles Roberto, mas a resposta que mais foi compartilhada pelos usuários do Facebook foi a escrita pelo cantor Leonardo Gonçalves.

O cantor, casado com a cantora e compositora Daniela Araújo, pontuou a fala de Thalles e o criticou severamente por sua postura arrogante em relação aos colegas de ministério e profissão. Confira a íntegra:

Quando alguém demonstra achar que todos que discordam dele apenas o fazem por inveja, então não há mais muito o que fazer. Só orar, mesmo. E tenho orado bastante por você, Thalles Roberto.

Mas entenda que o problema nunca foi você me diminuir ou diminuir meus colegas de ministério. Sua opinião a nosso respeito não faz a menor diferença, nem para nós, nem para nosso público (e talvez pra ninguém, mesmo). O que assustou e assusta é a imagem que você tem de si mesmo. Talvez você não saiba disto (porque chegou faz pouco tempo), mas nunca antes na história da música cristã no Brasil alguém se arvorou a tanto. E é por isso que, já há algum tempo, você está em minhas orações.

Não quero e nem nunca quis sua fama e seu dinheiro. Estou feliz com o que o Senhor me deu. E o que ELE me deu não é pouco! Com certeza muito mais do que eu mereço. Tanto pela pessoa falha que sou como pelo talento que – diga-se de passagem – ELE me deu.

Não sou ninguém pra questionar sua sinceridade, mas acho estranhas também as conversas que você diz ter com ELE e as coisas q você diz que ELE fala, nestes diálogos. Algumas delas não me parecem muito com as coisas que ELE diz em SUA PALAVRA. Oro também pra que você encontre alguém que lhe ajude a ler e compreender melhor SUA PALAVRA. Como já disse, você chegou faz pouco tempo e um ou outro equívoco é natural, neste processo de caminhar com ELE.

Mas se ELE está chamando você pra cantar outras coisas pra outras pessoas, faça isto! Eu e muitos outros cantores cristãos estaremos orando por vc. Se não der certo e você quiser voltar, também estaremos aqui, pra receber você de braços abertos, mais uma vez, se necessário for. Porque assim é o Evangelho.

P.S.: Apenas para sua informação: você não é o número 1 do meio gospel. Se é que isso existe (e com certeza não importa) esse lugar é de Aline Barros”.



A repercussão da fala de Leonardo Gonçalves foi similar à fala desmedida de Thalles, e o cantor resolveu apagar sua resposta, e publicou outro texto, explicando seu desabafo. Confira:


Hoje acordei triste.

Publiquei ontem um texto a respeito de algumas declarações públicas de Thalles Roberto. Meu texto foi sincero. E não acho nada que eu tenha escrito “errado”. O objetivo do que escrevi foi de tentar canalizar toda a consternação que eu e muitos outros estávamos sentindo em uma direção mais cristã, porque estava havendo muito sarcasmo (talvez numa tentativa de não levar tudo tão a sério) e outros sentimento ainda menos nobres.

Fato é que acordei triste. Com toda a situação, mas também com meu texto.

O escrevi pouco antes de sair pra cantar, fui à igreja, atendi as pessoas, jantei e voltei pro hotel depois de 1 AM. Foi quando entrei no FB de novo pra olhar que comecei a me sentir mal. Nunca um texto na minha página foi tão curtido, tão compartilhado, tão comentado e teve um alcance tão grande. Ganhei mais de 20.000 likes na página! E isso me parece um sintoma. E um sintoma de algo que não é muito legal.

Me senti como fazendo parte do “lado errado” desta história toda, mesmo que eu não tenha (na minha opinião) escrito nada errado. Por isso retirei o texto. E estou compartilhando este sentimento com vocês.

Não tenho respostas. Continuo orando pelo Thalles. Mas não quero fazer parte de uma “caça-às-bruxas”. Peço perdão ao Eterno, ao Thalles e a vocês se de alguma maneira o fiz.

P.S.: Curioso: desde ontem, várias músicas dele simplesmente não saem da minha cabeça… (principalmente “D-S me ama”, minha preferida).






Fonte: Gospel Prime via Conexão Penedo e Gospel Mais

Estado Islâmico instrui crianças a treinar decapitações em bonecas



Os mais de 120 meninos receberam cada qual uma espada e uma boneca, e em seguida a ordem de cortar a cabeça da boneca.

Todos os meninos haviam assistido a vídeos de decapitações, e seus instrutores da facção radical Estado Islâmico no Iraque e no Levante (EI) os informaram de que um dia teriam de realizar tarefa semelhante.

Um menino de 14 anos que fazia parte do grupo, sequestrado de sua família que é parte da minoria religiosa yazidi, no Iraque, contou que não conseguia fazer o corte direito. Ele golpeou a boneca uma, duas, três vezes.

"Depois eles me ensinaram como segurar a espada, e me explicaram como golpear. Disseram que era a cabeça de um infiel", disse o menino, chamado de Yahya por seus captores, à agencia de notícias Associated Press (AP), na semana passada no norte do Iraque, para onde fugiu depois de escapar do campo de treinamento do EI.

Quando os radicais do EI tomaram as cidades dos yazidis no norte do Iraque, no ano passado, massacraram os homens mais velhos e escravizaram muitas das mulheres e meninas. Dezenas de meninos yazidis, como Yahya, tiveram destino diferente: o EI busca reeducá-los. Foram forçados a se converter de sua antiga religião ao islamismo, e o movimento tentou transformá-los em combatentes.

A ação é parte de um esforço coordenado dos extremistas para criar uma nova geração de milicianos, de acordo com entrevistas da AP com moradores que fugiram da Síria e Iraque ou continuam vivendo lá sob o domínio do EI. O grupo está recrutando adolescentes e crianças, usando presentes, ameaças e lavagem cerebral. Meninos foram transformados em matadores, e encarregados de atentados suicidas. Um vídeo do EI divulgado na semana passada mostrou um menino decapitando um soldado sírio, sob a supervisão de um militante adulto. No mês passado, um vídeo mostrou 25 crianças fuzilando sem hesitar 25 soldados sírios capturados, com tiros na cabeça.

Em escolas e mesquitas, os militantes infundem nas crianças a doutrina extremista, e muitas vezes as voltam contra seus pais. Os combatentes do movimento fazem amizade com crianças nas ruas e lhes dão brinquedos. Os campos de treinamento do EI produzem os "ashbal", termo árabe para "filhote de leão", as crianças combatentes do califado que o movimento declarou em seu território. O califado é uma forma histórica de governo muçulmano que o grupo afirma estar retomando, com sua própria interpretação radical, ainda que a grande maioria dos muçulmanos rejeite seus preceitos.

"Estou terrivelmente preocupado com as futuras gerações", disse Abu Hafs Naqshabandi, xeque sírio que conduz aulas de religião para refugiados na cidade turca de Sanliurfa, a fim de rebater a ideologia do EI.

A doutrinação se dirige principalmente a crianças muçulmanas sunitas. Nas cidades controladas pelo EI, os militantes mostram vídeos às crianças em cabines montadas na rua. Realizam eventos ao ar livre para crianças, distribuindo doces e refrigerantes —e propaganda.

Eles dizem aos adultos que "já desistimos de vocês, só queremos saber da nova geração", disse um ativista da oposição ao EI que fugiu da cidade síria de Raqqa, que serve de capital aos extremistas. Ele falou sob a condição de que seu nome não fosse mencionado, para preservar a segurança de parentes que vivem em áreas governadas pela facção.

No caso dos yazidis, que o EI vê como hereges e elegíveis para matança, o grupo buscou incorporar os jovens da outra comunidade, apagar seu passado e substitui-lo pelo radicalismo.

Yahya, seu irmão menor, sua mãe e centenas de yazidis foram capturados quando o EI tomou a cidade iraquiana de Sulagh, em agosto. Eles foram levados a Raqqa, onde os dois irmãos e outros meninos yazidis com idades entre os oito e os 15 anos foram alojados no campo de treinamento de Farouq. Eles receberam nomes islâmicos em árabe para substituir seus nomes curdos. Yahya não revelou seu nome curdo à AP, para proteger a ele mesmo e à sua família.

O menino passou quase cinco meses no campo, treinando de oito a 10 horas por dia, o que incluía exercícios, uso de armas e o estudo do Corão, livro sagrado do islamismo. Disseram-lhe que os yazidis eram "sujos" e deviam ser mortos, contou Yahya. Mostraram como atirar contra alguém a curta distância. Os meninos socavam uns aos outros como parte dos exercícios. Yahya arrancou com um soco um dente de seu irmão de 10 anos de idade.

O instrutor disse que "se eu não o fizesse, atiraria em mim", contou Yahya. "Disseram que isso nos endureceria. Nós apanhávamos em todo lugar".

Em um vídeo do EI sobre o campo de Farouq, meninos em uniformes camuflados fazem ginástica e gritam lemas. Um combatente do EIIL diz que os meninos estudaram a jihad para que "no futuro Deus Todo Poderoso possa colocá-los nas linhas de frente contra os infiéis".

Vídeos de outros campos mostram meninos rastejando sob obstáculos de arame farpado e praticando tiro. Um menino está deitado no chão disparando uma metralhadora. Ele é tão pequeno que a força do recuo arrasta seu corpo inteiro para trás alguns centímetros. Meninos que estão sendo treinados para suportar adversidades têm de ficar imóveis enquanto um instrutor golpeia suas cabeças com um bastão.

A facção afirma contar com centenas desses campos. O Observatório Sírio dos Direitos Humanos documentou que pelo menos 1.100 crianças sírias de menos de 16 anos de idade aderiram ao EI este ano. Pelo menos 52 foram mortas em combate, entre as quais oito em atentados suicidas, de acordo com a organização.

Yahya escapou no começo de março. Os combatentes deixaram o campo para executar um ataque, e os guardas restantes dormiram, o que permitiu que ele e o irmão escapassem. Ele insistiu em que um amigo os acompanhasse, mas o menino se recusou, dizendo que havia se tornado muçulmano e gostava do islamismo.

A mãe de Yahya estava em uma casa próxima com outros yazidis capturados —o menino era autorizado a visitá-la ocasionalmente. Por isso, ele e o irmão foram até ela. Viajaram à cidade síria de Minbaj onde ficaram com um combatente russo do EI, disse Yahya. Ele fez contato com um tio no Iraque, e o tio negociou um pagamento ao russo pelos dois meninos e a mãe. Quando surgiu acordo, eles se reuniram ao tio na Turquia e depois se transferiram à cidade curda de Dohuk, no Iraque.

Agora em Dohuk, Yahya e seu irmão passam boa parte do tempo assistindo TV. Parecem comunicativos e sociáveis. Mas há sinais de seu sofrimento. Quando o tio deu uma pistola a Yahya, o menino a montou e carregou sem dificuldade.

E ele jamais esquecerá os vídeos de decapitações que os instrutores do EI mostravam aos meninos.

"Fiquei assustado ao ver aquilo", ele disse. "Sabia que não seria capaz de decapitar alguém daquele jeito. Mesmo quando adulto". 


Fonte: Folha de São Paulo

SABONETE DE GLICERINA , COM EXTRATO DE FRUTA - BASE DE GLICERINA PARA FABRICAÇÃO ARTESANAL DE SABONETES . Funções do sabonete de glicerina

Resultado de imagem para base para sabonete de glicerina

BASE PARA SABONETE DE GLICERINA .  TEMOS A BASE , CORANTES , ESSÊNCIAS  ETC .


VENDEMOS TAMBÉM O KIT SABONETE COM 4  UNIDADES .

ABAIXO DESSA POSTAGEM TEM AS INFORMAÇÕES.


Em todo caso, quando produzido adequadamente, o sabonete de glicerina, seja industrializado ou artesanal, possui propriedades semelhantes.
O sabonete de glicerina é hidratante, emoliente e mantém a umidade natural da pele, por isso, ele é uma ótima indicação para crianças, as quais já que, em geral, elas têm a pele normal e não oleosa. O produto também é indicado para pessoas com a pele mais seca, sensível, com alergias e até mesmo nas áreas íntimas, pois é hidratante e tem a formulação mais neutra.
Sabonete glicerinado“Qualquer sabonete, em tese, pode retirar a maquiagem, pois são produtos de limpeza e retiram os resíduos e a gordura. O sabonete de glicerina também pode ser usado para este fim”, acrescenta  sobre a capacidade demaquilante do sabonete de glicerina.
Para peles oleosas e acneias, a dermatologista fez ressalvas sobre o uso do produto, principalmente em função da sua característica hidratante. “Nesses casos, para retirar o excesso de óleo e combater as espinhas, há outros princípios ativos que podem ser adicionados como ácido salicílico”, completa . A solução para quem pele oleosa é procurar sabonetes que tenham ácido salicílico na sua composição.
A dermatologista acrescenta que mesmo sendo umectante, o uso do sabonete de glicerina não dispensa o uso de hidratante, especialmente no inverno. “Para peles ressecadas, sensíveis ou com lesões, como alergia e psoríase, existem outros [produtos] mais eficazes”, acrescenta. Quanto ao uso na higiene íntima, ela o indica desde que não exista nenhum problema específico que necessite tratamento. Para maquiagem, a dermatologista diz que o sabonete a base de glicerina pode ser usado, mas para essa finalidade ela prefere indicar lenços umedecidos demaquilantes.
Para Soares, é possível criar fórmulas balanceadas para cada tipo de pele. Isso depende dos óleos vegetais, óleos essenciais e extratos de ervas contidos nas fórmulas.
“Para retirar maquiagem eu utilizo um óleo vegetal puro. Por exemplo, o óleo de coco ou de oliva. Em seguida, lavo meu rosto com sabonete natural”, sugere.
“O uso de sabonete de glicerina artesanal é um tratamento terapêutico obtido através do equilíbrio de óleos, manteigas e extratos vegetais e óleos essenciais, que resulta em uma limpeza suave, hidratação suficiente e um tratamento simples e diário para a pele”.

FAÇA SEU PEDIDO POR EMAIL.

E MAIL  pedidosmfb@outlook.com
CAIXA COM 4  SABONETES - SORTIDOS .
MAÇA - CANELA - ERVA DOCE - NATURAL
VALOR POR CAIXA = 20,00  MAIS FRETE .

PRODUTO ARTESANAL , QUE É VENDIDO PARA NOS AJUDAR NA OBRA EVANGELIZADORA .

Ap . Roberto.

PALAVRA DO DIA - QUEM ENVIAREI ?

GOVERNO COMUNISTA MALDITO - Bebê de SC poderá ter pai, duas mães e seis avós na certidão - PT , ACABANDO COM A FAMÍLIA

Grávida (Foto: Divulgação)Decisão leva em consideração as novas formas
de composição da família na sociedade atual
(Foto: Divulgação)
Um bebê que está para nascer em Santa Catarina terá direito ao registro na certidão de nascimento do nome do pai, de duas mães e dos seis avós. Trata-se do resultado de uma liminar da Justiça de Florianópolis que, de acordo com o poder judiciário catarinense, leva em consideração "as novas formas de composição da família na sociedade atual".
Segundo a sentença, duas mulheres casadas buscaram um parceiro para ser o pai da criança que desejavam. Consensualmente estabeleceu-se relação que, progressivamente, envolveu a todos. Então houve o pedido judicial para que essa formação multiparental seja reconhecida.
Decisão
"Defiro o pedido que busca desde já preservar o que corresponde à realidade familiar, dada a prevalência do afeto que expressa juridicamente o que de ocorrência no mundo concreto, na complexidade humana, e de interesse da criança por nascer, que recebe o reconhecimento em exame, desde já: duas mães e um pai", registrou o juiz Flávio André Paz de Brum, titular da 2ª Vara da Família da capital.
Para ele, o fato de não haver legislação sobre novos arranjos familiares não impede que eles sejam reconhecidos. "A ausência de lei para regência de novos – e cada vez mais ocorrentes – fatos sociais decorrentes das instituições familiares não é indicador necessário de impossibilidade jurídica do pedido", interpretou o juiz.
Brum reforçou o entendimento no artigo 4º da Lei de Introdução ao Código Civil. "Quando a lei for omissa, o juiz decidirá o caso de acordo com a analogia, os costumes e os princípios gerais de direito". O juiz encerrou a sentença afirmando que "o caráter biológico (não é) o critério exclusivo na formação de vínculo familiar".

INF. G1.COM.BR   VIA  GRITOS DE ALERTA

ATENÇÃO - DOE BÍBLIAS .


A QUE PONTO CHEGAMOS . Igreja manda cobrança de dízimo a membros “devedores”

Quem costuma frequentar a igreja está acostumado a ver o anúncio do momento de dízimos e ofertas durante o culto. Geralmente, as pessoas doam o que desejam, independentemente de ser ou não membro daquela congregação.
Mas uma mulher de Tampa, Flórida, passou por uma situação constrangedora. Ela recebeu uma carta da Igreja Batista Primitiva Monte Moriá, onde costumava congregar. Tratava-se de uma cobrança no valor de mais de 1000 dólares. O montante cobriria o que a igreja esperava receber como contribuição mínima de seus membros durante um ano. Caso contrário, ela seria “desligada” do rol.
Carta do Dízimo
Carta do Dízimo.
Candace Petterson é mãe solteira e começou a frequentar a Monte Moriá quando se mudou para o atual endereço, cerca de seis meses atrás. “As pessoas sempre foram muito simpáticas comigo, e eu realmente gostava de estar lá”, disse.
Contudo, ao receber a carta, entendeu que havia uma expectativa por parte da igreja que ela não tinha condições de arcar.
“Para ser um membro efetivo e ter o direito de votar, os adultos precisam contribuir com no mínimo 50 dólares por mês”, diz Petterson. A carta explicava ainda que a igreja estava com dívidas e anualmente fazia uma coleta de aniversário, onde cada membro precisava dar 250 dólares. Outro evento regular da congregação era o chamado “dia de Moriá”, onde se doava mais 150 dólares por pessoa.
Quando a senhorita Petterson deu uma entrevista à rede de TV ABC, relatando o que sentiu ao receber a cobrança, gerou grande polêmica. Segundo a emissora, Candaca não foi a única a receber a carta de cobrança e estariam saindo da igreja por causa disso.Com informações de Urban Christian News

Igreja é a instituição em que os brasileiros mais confiam


Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira (21) identificou a Igreja como a instituição em que os brasileiros mais confiam.

Pelo menos 53,3% dos entrevistados a apontaram neste sentido ante 15,5% que citaram as Forças Armadas, 10,1% que citaram a Justiça e 5% que citaram a Polícia.

Ainda de acordo com o levantamento, a Imprensa é a instituição que 4,8% mais confiam. As piores avaliações são do governo e dos partidos políticos, as duas instituições que gozam de menor confiança dos brasileiros. Cerca de 0,1% apontam os partidos como a instituição em que mais confia e 1,1% apontam o governo.

Em relação à Igreja, 43% afirmaram que confiam sempre nela e 27,5% confiam na maioria das vezes. Os números são bem diferentes quanto aos partidos políticos. Mais de 73% dos entrevistados disseram que não confiam nunca neles. Quanto ao Congresso Nacional, 51% não confiam nunca e outros 33% disseram confiar poucas vezes.

Já quanto ao governo, 56% não cofiam nunca e apenas 2% afirmaram confiar sempre. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas em todo o país na semana passada em 137 municípios de todas as cinco regiões do país.

A pesquisa também aferiu a percepção do brasileiro quanto à corrupção. A maioria acha que o governo e os partidos políticos são os responsáveis e 65% culparam o ex-presidente Lula pelos desmandos na Petrobras.

O levantamento apontou que 70,9% avaliam negativamente o governo contra apenas 7,7% dos entrevistados que o avaliaram positivamente.


Fonte: R7

Cristianismo ainda é a maior religião do mundo


Cristianismo ainda é a maior religião do mundo
Dentro da teologia existe uma área específica que estuda a propagação do evangelho e o avanço da igreja, chamada de missiologia. Uma das revistas especializadas neste estudo, o Boletim Internacional de Pesquisa Missionária (IBMR na sua sigla em Inglês) publica há 31 anos um levantamento das estatísticas religiosas em todo o mundo.
O cuidadoso trabalho é feito pelo prestigiado Seminário Teológico Gordon Conwell através do seu Centro Para Estudo do Cristianismo Global.
Os dados de 2015 indicam que a Igreja está crescendo mais lentamente na Europa e América do Norte, mantendo a tendência de anos anteriores. Desde 1900, a Igreja na Europa testemunhou um aumento de 52,2%, chegando a 559.900.000 em 2015. No entanto, a população mundial cresceu 78% no mesmo período.
Por outro lado, a Igreja continua experimentado um crescimento dramático e explosivo na Ásia, na África e na América do Sul. Por exemplo, em 1900 havia menos de 9 milhões de cristãos africanos. Existem hoje mais de 541 milhões. Nos últimos 15 anos, a Igreja na África aumentou 51%.
De modo geral, o cristianismo se mantém como a maior religião do mundo, ao menos nominalmente. As estatísticas consideram como parte do cristianismo todos que assim se denominam, incluindo protestantes, católicos e ortodoxos.
Existem mais de 2,4 bilhões de cristãos em todo o mundo, pouco mais de um terço do total da população mundial. O Islã ocupa o segundo lugar, com 1,7 bilhão de fiéis. De acordo com este estudo, existem cerca de 136.400 mil ateus no mundo, ou 1,8% da população mundial.
A estudiosa Molly Wall explica: “De modo geral, o mundo está se tornando cada vez mais religioso, e lugares historicamente não religiosos (antigos países comunistas, especialmente a China) agora veem suas populações declarando-se religioso novamente e os números globais refletem essa mudança.”
O relatório anual faz projeções para o ano 2050 levando em conta as tendências atuais. Entre os dados levantados, confirma-se a tendência de concentração urbana nas chamadas megacidades (mais de um milhão de habitantes).
Também existem estudos específicos sobre a Igreja cristã, desde o número de templos até o número de Bíblias. No quesito “não evangelizadas” leva-se em conta a impossibilidade de uma pessoa ter contato com o evangelho a qualquer hora do dia seja ouvindo, lendo ou encontrando com um cristão.