terça-feira, 24 de maio de 2011

UBBPES - União Brasileira dos Bispos Pastores Evangelicos. - ESTAREMOS PUBLICANDO AQUI OS NOMES DOS POLITICOS QUE ESTÃO POR DETRÁS DESSA POUCA VERGONHA CHAMADA PL 122/06 E O KIT GAY PARA AS ESCOLAS.

Querem que aceitemos calado e contra nossos princípios a união de pessoas do mesmo sexo .
E ainda querem corromper nosso filhos .

ORAS , ISSO JÁ É DEMAIS DA CONTA.

POVO DE DEUS , VAMOS NOS MOBILIZAR E LUTAR CONTRA ESSAS MAZELAS DO INFERNO.

FORA PL 122/06
FORA KIT GAY.
FORA AOS POLÍTICOS QUE APOIAM ESSA IDEIA.

SOMOS A FAVOR DE DEUS E DA FAMÍLIA.

UBPES - União Brasileira dos Bispos  Pastores Evangélicos.

Casamento Gay Ainda Ganha Entre os Jovens?Perdendo a luta

Uma organização pró-família, admitiu esta semana que está perdendo a batalha do casamento homossexual, sobretudo entre os jovens.
Em entrevista ao World Magazine, o Chefe Executivo e Presidente da Focus on the Family, Jim Daly, disse que as pessoas em seus 20 e 30 anos eram especialmente suscetíveis de apoiar o casamento do mesmo sexo.
Daly foi perguntada pela revista como os evangélicos estavam fazendo em seus esforços de apoiar o casamento tradicional, em comparação com o sucesso que eles tiveram defendendo contra o aborto.
Ele respondeu: "Nós estamos perdendo nesse sentido, especialmente entre as pessoas entre 20 e 30 e poucos anos: 65 a 70 por cento deles são a favor do casamento homossexual. Eu não sei se isso vai mudar com um pouco mais de idade - demógrafos diriam provavelmente não.
"Nós provavelmente já perdemos esta. Eu não quero ser extremista aqui, mas eu acho que nós precisamos começar a calcular onde estamos na cultura."
Uma pesquisa Gallup divulgada na semana passada revelou que pela primeira vez, a maioria dos americanos (53 por cento) pensa que o casamento homossexual deve ser reconhecido por lei como válido. Quarenta e cinco por cento são contra. Gallup tinha seguido o assunto desde 1996 e cada ano até este ano, mais americanos estavam no lado oposto da legalização do casamento gay.
Uma pesquisa recente da Human Rights Campaign também constatou que a maioria dos Cristãos (68 por cento) apoiam a proteção à comunidade LGBT contra a discriminação e uma pequena maioria (52 por cento) se opõe à Lei de Defesa do Casamento, que proíbe o casamento homossexual em um nível federal e dá aos estados o direito de não reconhecer as uniões realizadas em outros estados.
Daly sugere que a Igreja use a tendência emergente como uma oportunidade de colocar a sua própria casa em ordem.
"Temos que olhar o que Deus está fazendo em todo este processo," disse ele.
"Fizemos um trabalho tão pobre com o casamento, está Ele tão chateado com o nosso mau uso do mesmo na comunidade cristã, juntamente com a nossa concupiscência da carne como uma nação, que Ele está nos entregando à situação de poligamia e mesmo sexo a fim de, talvez, conduzir a comunidade cristã, remanescente, a dizer 'OK, não há divórcio sem culpa em nossa Igreja?'"
Daly disse que conheceu um ativista gay que lhe perguntou por que os Cristãos estavam tão contrariados com os homossexuais terem uma chance no casamento, quando eles próprios não tinham feito tão bem isso.
"Temos de olhar para a nossa própria casa, certificar-nos que os nossos casamentos são saudáveis, que nós estamos sendo um bom testemunho para o mundo," disse Daly.
"Então nós podemos continuar a trabalhar para defender o casamento da melhor maneira que pudermos."

 CRISTIAN POST

Funcionário da Family Radio, diz que Harold Camping é um falso profeta

harold camping1 300x200 Funcionário da Family Radio, diz que 
Harold Camping é um falso profeta
Funcionário afirma que Harold Camping faz essas profecias desde criança, e que ele é um falso profeta!
Um funcionário de longa data, na Family Radio, disse que Harold Camping gastou cerca de US $ 100 milhões para anunciar a previsão fim do mundo em 21 de maio.
  Matt Tuter, gerente de Projetos Internacionais da Family Radio, disse que a maioria do dinheiro não veio de doações, mas a partir da venda da propriedade – mais especificamente, a televisão KFTL e uma estação de FM.
“Muitos jornalistas tiveram uma idéia errada,” disse ele ao The Christian Post. “A maior parte do dinheiro não veio de doadores.”
Todo esse dinheiro, no entanto, foi basicamente usado “para fazer-se um tolo ao mundo inteiro,” comentou Tuter.
  Agora é segunda-feira, dois dias depois que o arrebatamento que era para acontecer, de acordo com Camping, 89 anos. Ele permaneceu em sua casa, em Alameda, Califórnia, desde a sua previsão – aquele fim do mundo começaria às seis horas em cada fuso horário no sábado – foi provado ser falso.
  Tuter fez a observação ao The Christian Post que Camping fez realmente pelo menos 10 previsões para o fim do mundo, embora apenas algumas foram anunciadas publicamente.
“Eu estava aqui para nove das 10,” Tuter disse.
O gerente de projetos sustentou que ele não é um seguidor de Camping. Ao contrário, ele é um funcionário da Family Radio, a qual sua mãe se voluntariou quando ele era um bebê.
“Eu me lembro quando a organização era normal!” disse ele.
“Não se tratava sempre de Harold Camping. E espero que não vá ser assim. Family Radio é um bom ministério. Exceto o programa de Harold Camping, os outros programas são normais.”
Embora alguns se lembrem de Camping como um bom professor de estudos bíblicos em uma Igreja reformada há algumas décadas e refletem sobre quando a mudança para um falso profeta ocorreu, Tuter observou: “O irmão dele disse que ele (Camping) tem sido sempre assim desde que ele era uma criança.”
“Para Harold,” segundo o funcionário, “parábolas são parábolas que podem ter interpretações diferentes. é por isso que ele pode fazer todas essas previsões.”
A maioria dos funcionários da Family Radio não acredita nas previsões do Dia do Julgamento, ressaltou.
Ele ainda tentou convencer alguns doadores – que estavam indo tão longe quanto deixar suas casas em execuções hipotecárias a fim de apoiar a campanha do Dia do Juízo – contra fazer as contribuições.
“Eu lhes disse claramente, no Evangelho de Mateus, Jesus disse que sete vezes em sete maneiras diferentes, podem estar preparados, mas a data é desconhecida.”
Tuter também os dirigiu para Deuteronômio 18 para ilustrar que o Camping é um falso profeta.
Infelizmente, muitas famílias – principalmente cidadãos de classe trabalhadora – ainda escolheram tomar medidas drásticas, como deixar seus empregos e economias de uma vida em anúncios do Dia do Julgamento, pensando que a vida na Terra terminaria no dia 21 de maio.
Tuter fez críticas à Diretoria da Family Radio, que não apareceu no escritório desde quinta-feira.
“Eles são os únicos responsáveis ??por esta confusão,” disse ele, acrescentando que o membros do conselho colocam a ênfase na autoridade de Camping mais do que ouvir a voz de Jesus.
Hudson Tsuei contribuiu para este relatório, de Oakland, Califórnia


Christian Post

TEM QUE SER DENUNCIADO ESSA COVARDIA - Após ameaças, líderes extrativistas são assassinados no Pará

Intimidações começaram quando o casal denunciou madeireiros que 
avançavam em sua comunidade para extrair espécies nobres de madeireira. 
Foto: Divulgação
Intimidações começaram quando o casal denunciou madeireiros que avançavam em sua comunidade para extrair espécies nobres de madeireira
Foto: Divulgação

Dois líderes do Projeto Agroextrativista (Paex) Praialta-Piranheira foram assassinados na manhã desta terça feira, na comunidade de Maçaranduba, a 50 km do município de Nova Ipixuna, sudeste do Pará. Maria do Espírito Santo da Silva e José Claudio Ribeiro da Silva vinham sendo ameaçados desde 2008. Segundo familiares, pessoas desconhecidas rondavam a residência do casal, geralmente à noite, disparando tiros para o alto. Algumas vezes, até alvejaram animais da propriedade.
As intimidações teriam começado com a denúncia dos líderes extrativistas contra madeireiros da região, que constantemente avançam na área do Paex para extrair espécies madeireiras nobres, como castanheira, angelim e jatobá. Para Atanagildo Matos, diretor da regional Belém do Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS), a morte de José Cláudio e Maria é uma perda irreparável. "Eles nos deixam uma lição, que é o ideal dos extrativistas da Amazônia: permitir que o 'povo da floresta' possa viver com qualidade, de forma sustentável com o meio ambiente", disse. Ele revelou que a entidade contatou o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e outras instituições. "Apoiaremos fortemente as investigações, para que esse crime não fique impune."
Trabalho
O casal vivia há 24 anos em Nova Ipixuna e integravam do Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS), ONG fundada por Chico Mendes. Desde que começaram a viver juntos, tentavam mostrar que era possível viver em harmonia com a floresta, de forma sustentável. "O terreno deles tinha aproximadamente 20 hectares, mas 80% era área verde preservada", afirma Clara Santos, sobrinha de José Cláudio. "Eles extraíam principalmente óleos de andiroba e castanha, além de outros produtos da floresta para sua subsistência."
O Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAEX) Praialta-Piranheira situa-se à margem do lago da hidrelétrica de Tucuruí. Foi criado em 1997 e possui atualmente uma área de 22 mil hectares, onde encontram-se aproximadamente 500 famílias. Além dos óleos vegetais, o açaí e o cupuaçu, frutas típicas da região, garantem a renda na comunidade.
Fórum da Amazônia Oriental
O Fórum da Amazônia Oriental (Faor) divulgou nota manifestando "sua indignação com o assassinato das lideranças do Conselho Nacional das Populações Extrativistas". Antidade apontou que "José Cláudio, a muito estava marcado para morrer, desde que começou a denunciar o desmatamento e a extração ilegal de madeira na região". "O Faor exige publicamente que as autoridades competentes, investiguem esse crime com seriedade e prendam os criminosos (mandantes e executores) para que esse não seja mais um crime a fazer parte da imensa lista de impunidade que assola o nosso Estado. O Faor aproveita para declarar a sua solidariedade aos familiares das vítimas, ao CNS e reafirmar aqui o nosso compromisso em defesa da vida, da justiça e das populações tradicionais da Amazônia", diz o texto.
Terra

Igrejas cristãs são incendiadas e saqueadas na Indonésia

 

http://4.bp.blogspot.com/_Ya7t9PnG_04/TVF1JVKrSbI/AAAAAAAAAZE/STQDlMOEo4U/s1600/images+%25281%2529.jpg

Um grupo de muçulmanos indonésios incendiou e depredou igrejas cristãs e enfrentou a polícia nesta terça-feira, em meio a uma onda de violência religiosa no maior país islâmico do mundo.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelDois dias depois de um grupo de muçulmanos ter linchado até a morte três membros de uma pequena seita islâmica, uma multidão de muçulmanos furiosos atearam fogo a dois templos cristãos e saquearam um terceiro na cidade de Temanggung, no centro da ilha de Java, segundo a polícia.
Os fatos ocorreram durante confrontos com a polícia quando o grupo reclamava a pena de morte para um cristão condenado por blasfêmia contra o islã.
Eles exigem a pena de morte para Antonius Bawengan, 58, cristão condenado a cinco anos de prisão por distribuir panfletos considerados ofensivos ao islamismo.
“Hoje [terça-feira] foi o auge do julgamento. A multidão gritava que ele deveria ser condenado à morte ou ser entregue ao público”, afirmou Djihartono, porta-voz da polícia provincial de Java Central.
Os manifestantes gritavam “morra, morra” do lado de fora do tribunal, e “queimem, queimem” ao seguirem em direção às igrejas, em uma região de Java onde muçulmanos e cristãos convivem pacificamente. Uma escola católica também foi vandalizada.
Os cerca de 1.500 manifestantes também atiraram pedras contra a polícia, que respondeu com gás lacrimogêneo e tiros de advertência para o alto. Uma viatura da polícia foi queimada em meio à confusão, que começou em frente à corte e se espalhou pelas ruas do bairro.
O mais recente episódio de violência religiosa na Indonésia –geralmente citada como exemplo de país pluralista– coincide com um aumento da pressão sobre o governo para que combata o extremismo e reforce seu compromisso com a diversidade.
A Constituição indonésia garante liberdade religiosa, mas grupos de defesa dos direitos humanos afirmam que a violência contra minorias –incluindo cristãos e ahmadis– só aumentaram desde 2008.
Organizações como a Anistia Internacional indicam que a intolerância está em alta na Indonésia, país de 240 milhões de habitantes, dos quais 80% são muçulmanos.
AHMADIS
Nesta segunda-feira, a imprensa indonésia divulgou um vídeo com imagens fortes, que mostram como membros de um movimento religioso minoritário são linchados por uma multidão de muçulmanos sem que a polícia intervenha.
As imagens foram filmadas no domingo em um povoado no oeste de Java, onde mais de 1.000 pessoas, armadas com machados e pedaços de pau, atenderam à convocação de organizações islâmicas para impedir uma reunião da seita dos ahmadis em uma casa particular. Três membros do movimento religioso morreram, segundo a polícia.
Os ahmadis, movimento pacifista, contam com 500 mil fiéis na Indonésia, onde mais de 80% da população é muçulmana.
Eles acreditam que Maomé não foi o último profeta do islã e dizem que Mirza Ghulam Ahmad, que fundou a seita na Índia no século 19, foi um sucessor e messias.
Um decreto do governo, adotado em 2008 devido à pressão de movimentos islâmicos, proíbe os ahmadis de propagar sua fé.
“Este brutal ataque contra fiéis ahmadis reflete o contínuo fracasso do governo indonésio em proteger as minorias religiosas de perseguições e ataques e em responsabilizar os responsáveis por estes crimes”, destacou Donna Guest, diretora da Anistia Internacional para a região do Pacífico Asiático.
Scot Marciel, embaixador americano em Jacarta, divulgou um comunicado nesta terça-feira “lamentando a violência”. “Encorajamos o governo indonésio a continuar incentivando a tolerância e protegendo os direitos de todas as comunidades”, afirmou.
O presidente indonésio, Susilo Bambang Yudhoyono, condenou o linchamento dos ahmadis no domingo, mas defendeu a lei de 2008 que proíbe a seita de propagar sua fé. Esta legislação é usada por grupos radicais muçulmanos para justificar os ataques contra membros da minoria religiosa.

ISSO AQUI É PARA MOSTRAR QUE FALAMOS A VERDADE SOBRE OS RADICAIS ISLÂMICOS , QUE MATAM EM NOME DE ALÁ.

BRITOS DE ALERTA , O BLOG DO BISPO ROBERTO TORRECILHAS , PRESENTE EM 104 PAÍSES PARA GLÓRIA DE DEUS , ANUNCIANDO JESUS CRISTO O ÚNICO E SUFICIENTE SALVADOR.

Igreja cresce no Japão após tragédias

Igreja cresce no 
Japão após tragédias

Uma denominação quer plantar 50 novas igrejas numa área com menor número de templos do Japão
Já faz quase três meses desde que o Japão foi destruído por um terremoto e um tsunami. Bilhões de dólares foram enviados ao país para diminuir os danos dessa profunda recessão, com milhares de empregos perdidos, empresas aleijados, e em alguns casos - destruída pelo desastre. Embora tenha sido uma má notícia para a economia, a tragédia deu à Igreja um impulso.

Joe Handley é presidente da Asian Access , um ministério que apóia a igreja local no Japão. Ele está em Fukushima, com boas notícias sobre o que Deus está fazendo através da igreja pós-terremoto. Ele diz que de todos os grupos de ajuda que ele tem visto na região, a maior resposta veio de "igrejas japonesas de todo o país - Okinawa, Tóquio, Hiroshima. É simplesmente inacreditável a quantidade de amor das igrejas japonesas, como elas têm se mobilizado para alcançar e ajudar neste momento".

Em conversa com eles, Handley diz que as igrejas têm o desejo de plantar novas icongregações, especialmente em áreas onde há não há templos. "Uma dessas áreas, Iwata, é uma das regiões com menos igreja de todo o país do Japão, e ainda os pastores têm um coração de verdade para alcançá-los neste momento de necessidade."

Handley diz que uma denominação quer plantar 50 novas igrejas nesta área, enquanto outro grupo quer plantar igrejas nas aldeias à beira-mar que nunca tiveram um templo.

Antes do desastre, o crescimento da igreja estava em declínio. “Esta é realmente uma nova época para a igreja. Novas redes estão se formando. Deus está nos chamando para um novo momento com estas igrejas”, diz Handley.


Fonte: Mission Network News

Aldeões espancam cristão por defender moças

Aldeões 
espancam cristão por defender moças

Jovem teria defendido moças cristãs de assédios e intimidações constantes
Aldeões muçulmanos espancaram um jovem cristão de 22 anos, no mês passado, por ter defendido moças cristãs de assédios e intimidações constantes, disseram fontes.

Sipon Mondol foi espancado em 20 de abril, quando voltava para Nittanandapur, seu vilarejo natal, vindo de Gangni, distrito de Meherpur, a 200 quilômetros a oeste da capital, Dhaka, declarou seu pai. Em 15 de abril, em um evento cultural para celebrar o Ano Novo Bengali, Poresh Mondol disse que seu filho defendera moças cristãs das difamações de um grupo de homens muçulmanos, o que levou a uma briga entre os grupos.

“Eles estavam fazendo comentários sugestivos sobre nossas moças durante o programa,” disse Mondol. “Alguns rapazes cristãos, incluindo meu filho, protestaram contra isso. Uma briga entre os muçulmanos e os cristãos se seguiu ao protesto. Eles tentaram arrastar meu filho para o vilarejo deles, puxando-o pelo colarinho.”

A família Mondol informou os pais dos jovens muçulmanos, e anciãos do vilarejo asseguraram aos cristãos que iriam resolver esse antigo problema e esse tipo de assédio não aconteceria novamente.

“Depois da queixa, no entanto, aqueles jovens muçulmanos se tornaram mais violentos,” disse ele. “Eles bateram no meu filho no seu caminho de volta para casa, vindo da cidade de Gangni na noite de 20 de abril. Ele foi violentamente espancado. Foi tratado em um hospital durante um dia inteiro e liberado em 21 de abril.”

O pai do jovem disse à Compass  que os cristãos costumam ficar chocados com o linguajar de seus jovens vizinhos muçulmanos em eventos religiosos e culturais.

“Para importunar nossas moças, eles usam palavras obscenas, que nos deixam arrasados,” declarou o ancião Mondol. “Nós somos envergonhados diante de nossas famílias.”


Fonte: Portas Abertas

Evangélicos Tentam Anular Decisão da Justiça Sobre União Homoafetiva A Frente Parlamentar Evangélica (FPE) começa a articular investida para tentar anular os efeitos da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação à união homoafetiva. O grupo está colhendo assinaturas e vai apresentar um requerimento para a convocação de uma comissão geral no plenário da Câmara dos deputados, objetivando discutir o assunto.

BRASÍLIA – No último dia 5, a corte máxima da Justiça brasileira decidiu, por 10 votos a zero, reconhecer a união homossexual estável como unidade familiar. Na prática, ela foi equiparada à relação estável entre homem e mulher, permitindo que direitos e deveres comuns aos casais heterossexuais sejam estendidos aos casais do mesmo sexo.

“Achamos que o remédio para isso é o Parlamento aprovar um projeto de decreto legislativo, com fundamento na Constituição Federal, que diz caber ao Parlamento zelar pela sua competência. O remédio que tem é sustar, através do decreto legislativo, os efeitos dessa decisão (do Supremo). Agora, se a Casa terá esse mesmo entendimento e irá aprovar, evidentemente, depende de um debate a partir da apresentação desse projeto. Esta é a nossa disposição”, adiantou o presidente da FPE, deputado João Campos (PSDB-GO).

Na avaliação dele, o Supremo vem praticando um “ativismo judicial perigoso”, invadindo a e atropelando a competência do Legislativo.

“Isso é muito ruim para o Estado Democrático de Direito, pois ofende o princípio da separação de poderes, fere o princípio do equilíbrio entre os poderes. O Judiciário não tem legitimidade democrática para alterar nenhuma norma. Ele pode interpretar. Em alguns casos, como o da união homoafetiva, como o da fixação do quantitativo das câmaras de vereadores, como o da fixação das regras para o uso de algemas, o Judiciário não interpretou lei nenhuma, mas legislou. Isso é um absurdo. É como se o Parlamento, em nome da demora do poder Judiciário, avocasse processos aqui para que nós pudéssemos dizer a sentença”, acrescentou.

Sobre as críticas de que o STF teria sido impelido a se posicionar em relação à união estável homoafetiva diante da suposta inércia, do vácuo deixado pelo Legislativo, rebate:

“Esse argumento é falacioso. Se a própria Constituição e o Código Civil criaram uma regra, que, do meu ponto de vista, não cabe nem interpretação de tão clara que é, não há vácuo. Outro argumento que os ministros do Supremo utilizaram foi o da demora do Parlamento em deliberar. Onde é que está escrito que, quando o Parlamento demora a decidir por que a sociedade não constituiu dentro dele uma maioria acerca daquele assunto, outro poder tem que decidir? Se o argumento da demora vale para o Judiciário, então, vale para o Legislativo em relação ao Judiciário. Então, nós poderíamos alocar o processo do mensalão, que está quase prescrevendo sem que o Judiciário se pronuncie, e dizermos a sentença. Isso não tem cabimento”, provoca.

“KIT GAY” – O material do projeto “Escola sem Homofobia”, elaborado pelo Ministério da Educação (MEC) para ser distribuído em colégios da rede pública, também vai receber marcação cerrada dos parlamentares religiosos.

Segundo João Campos, que participou na quarta-feira da reunião entre deputados evangélicos, católicos e o ministro Fernando Haddad, ficou acertado que a Frente Parlamentar Evangélica, a Frente Parlamentar da Família e a bancada católica irão compor uma comissão para examinar o material, que recebeu a pecha de “kit gay”.

“Esta comissão será nossa interlocução com o MEC. Ela, em nosso nome, irá examinar o conteúdo do kit, que não será aprovado antes de ser avaliado pela comissão. A ideia é verificar se há excessos sob nossa visão”.

O deputado afirma que, se forem atendidas todas as exigências da comissão, não há objeção quanto à aprovação do material anti-homofobia. Entretanto, pondera em tom de crítica:

“Se ele se adequar àquilo que achamos razoável do ponto de vista pedagógico, não há por que ter objeção. Só achamos que o governo, ao invés de fazer um material que previna preconceito, discriminação a gays, deveria elaborar um material que pudesse prevenir preconceito, violência contra qualquer pessoa. Por que um material apenas para este segmento?”

Ele confronta a ideia de que lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais seriam mais vulneráveis à violência em razão da intolerância.

“A sociedade brasileira não é intolerante, preconceituosa. Graças a Deus, as ocorrências de intolerância em relação a preconceitos são muito pontuais. Pela nossa formação, essa miscigenação que ocorreu no Brasil, somos uma síntese da sociedade mundial. Mas o que parece é que o governo brasileiro e o movimento homossexual querem vender para o mundo que a sociedade brasileira é intolerante. Querem criminalizar condutas, oferecer toda uma estrutura de governo para enfrentar a intolerância. Se for assim, teremos que criar um plano nacional de cidadania para os religiosos, para os ciganos, daí por diante, com a mesma linha, com a mesma estrutura, o mesmo financiamento do voltado para o movimento homossexual”.

Na interpretação dele, as estatísticas sobre crimes motivados por homofobia no Brasil não encontram paralelo com a realidade.

VAZAMENTO – Durante a reunião com parlamentares católicos e evangélicos, o ministro da Educação, Fernando Haddad, negou que alguns materiais em circulação, atribuídos ao kit anti-homofobia, tenham sido aprovados pelo MEC.

“O ministro disse que o governo contratou uma empresa para elaborar o material, que só agora o apresentou ao ministério. Segundo ele, houve um vazamento. Nós estamos presumindo que o vazamento partiu da empresa contratada. Aí, o nosso questionamento, como uma empresa contratada pelo governo para elaborar um material dessa natureza, se antecipa e coloca na mídia? Queremos que seja apurada a responsabilidade. Senão, vamos concluir que houve concordância, aquiescência do governo. Mas independentemente de ele ter concordado, vamos fazer uma representação para que isso aconteça”, avisa.



Com informações Jornalweb/ Jornal Alagoas

Silas Malafaia diz que Dilma Prometeu Vetar e Desafia ser Preso se PL 122 for Aprovada


Silas Malafaia diz 
que Dilma Prometeu Vetar e Desafia ser Preso se PL 122 for Aprovada Neste sábado, no programa Vitória em Cristo, exibido em todo o país em diversos horários, o Pastor Silas Malafaia atacou a decisão do STF que reconheceu a união estável entre pessoas do mesmo sexo. Munido da Bíblia e da Constituição, defendeu seu direito de expressão e de ser contra os homossexuais.

Sobre decisão do Supremo Tribunal Federal, Malafaia lê a Constituição Federal, artigo 7º., parágrafo 3º do artigo 226 “para efeito da proteção do Estado, é reconhecido que a união estável entre homem e mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento”. Malafaia questiona a decisão do STF e diz que o mais alto tribunal constitucional do país praticou a violência contra a Constituição. O pastor diz ainda que o que foi aprovado no STF é um projeto de direito deles, mas diz que o PL 122 mexe com os direitos dos outros.

“Eu queria desafiar os grupos homossexuais a publicarem a PL 122. Estão desafiados a publicar. Por que eles não querem publicar? Ué, já que é uma lei que vai beneficiar eles. É a lei da homofobia. Mentira, é a lei do privilégio. É um lixo de lei. É uma vergonha. É um afronte, é uma afronta à Constituição brasileira. Querem atingir crenças, direitod de expressão. Querem criminalizar a opinião. Eu desafio os grupos homossexuais a promoverem a leitura do PL 122. Eu conclamo a imprensa mostrar”.

Segundo Malafaia, a imprensa se omitiu sobre a decisão do Supremo e não divulgou com antecedência e pediu para que a imprensa publique a PL 122 para ver se a população concorda.

“Se a PL 122 for aprovada como está no Senado, vai para a Câmara. Se ela for aprovada com ela está, vai à sanção da presidente. Inclusive, sua excelência, a presidente da República, assinou um documento nas eleições que vai vetar, qualquer, vai dar veto, a qualquer lei artigo que criminalize aqueles que são contra. Mas se ela promulgar, então que quero dizer uma coisa, e aqui eu estou dando uma palavra, e quero que você anota. Das duas uma: ou a Constituição brasileira vai valer, ou eu vão me botar na cadeia. Vou repetir: ou a Constituição brasileira vai valer, ou eu vão me botar na cadeia. Porque se a PL 122 for aprovada como ela tá. Quando se esgotar todas as instâncias, até o presidente da República, na semana seguinte, eu vou fazer um programa aqui e criticar, usando a Bíblia, a conduta homossexual. Eu vou criar um cisma nesse país. Ou a Constituição brasileira vai valer, ou eu vão me botar na cadeia. E eu não tenho medo nada disso”, diz o pastor que em seguida cita a Bíblia para se justificar e diz que a população hoje se acovarda e se esconde, ao invés de defender a Bíblia e chama os fiéis para as Marchas para Jesus.



Informações Lado A

AGENDA DO BISPO ROBERTO TORRECILHAS ESTA ABERTA A PARTIR DE 01 DE AGOSTO DE 2011. CONTATO . ubpes@yahoo.com.br

Médico britânico prescreve fé em Jesus aos seus pacientes e é advertido

Conselho de médicos do Reino Unido diz que ele quer se aproveitar de seus pacientes para fazer proselitismo religioso.

O médico britânico Richard Scott, 50 anos, foi advertido pelo General Medical Council (GMC), órgão que fiscaliza o exercício da medicina no Reino Unido, por prescrever aos seus pacientes a fé em Cristo como parte do processo de cura.

Scott é casado, pai de três filhos e já atuou como cirurgião e missionário na Tanzânia e na índia. O médico foi denunciado pela mãe de uma de suas pacientes, uma jovem de 24 anos. “Ele tentou empurrar religião para minha filha,” disse. A jovem diz que o doutor falou que ela “precisava de Jesus” para se sentir melhor.

A argumentação da GMC é que o médico cristão está desacreditando a medicina e se aproveitando de pessoas em situação vulnerável para fazer proselitismo religioso.

Scott confirmou que vinha conversando sobre Cristo com os pacientes, mas de uma maneira consensual e de acordo com a prática de outros médicos. Por isso, ele vai recorrer da advertência, levando o caso à audiência pública, se preciso.

“Nenhum paciente disse estar ofendido com a minha recomendação [sobre fé]. Se alguém tivesse reclamado, eu teria encerrado a conversa imediatamente”, afirmou.

Em defesa ao cristão, o médio Peter Saunders, da Christian Medical Fellowship, disse que GMC exagerou, pois a espiritualidade foi indicada com o propósito de ajudar a recuperação dos pacientes.

Fonte: Gospel Prime com informações Paulopes

AGORA VEREMOS QUEM SÃO OS VERDADEIROS , POIS MUITOS VÃO RETROCEDER E SE ALIAR AO INIMIGO - Aliança de Batistas do Brasil aprova decisão do STF sobre união gay

A Aliança de Batistas do Brasil aplaudiu a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que concede direitos civis a pessoas do mesmo sexo vivendo em situação estável.


Um documento dos batistas, assinado pela presidente da instituição, pastora Odja Barros diz que a Aliança “compreende como uma ‘boa nova’ o fato de que as pessoas identificadas sob a rubrica LGBTS (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Simpatizantes) estejam sendo incluídas no ideal de equidade social defendido pela Constituição Federal Brasileira.”

Para eles a decisão do STF trata de uma reparação a uma minoria historicamente tratada como pessoas de segunda categoria, estigmatizadas e sem uso pleno da cidadania.

“Não defendemos essas ideias por mera sofisticação cultural, muito menos para sermos fiéis à cultura presente, mas a defendemos como conseqüência de nossa leitura do Evangelho de Jesus Cristo e de nossa relação com a herança batista da qual fazemos parte”, escreveu Odja Barros que não encara o reconhecimento de direitos civis a pessoas do mesmo sexo vivendo em união estável como uma “onda de imoralidade”.

A sede da Aliança fica em Maceió e está presente em Pernambuco, Alagoas, Bahia e Rio de Janeiro.

Leia abaixo a íntegra do pronunciamento da Aliança de batistas do Brasil:

Pronunciamento em relação à decisão do STF

A Aliança de Batistas do Brasil, instituição batista de caráter ecumênico em sua Carta de Princípios proposta no ano de 2005, se propõe a “celebrar a diversidade da vida e da humanidade em todas as suas formas, respeitar as diferenças e promover o diálogo”, assim como também “defender a causa dos empobrecidos e proscritos da sociedade”. Esses anseios se fundamentam em nossa leitura do Evangelho de Jesus Cristo, em seu claro chamamento à causa dos oprimidos, em sua paixão pela liberdade humana e pela plenitude da vida de toda criação. Esses anseios também se fundamentam em nossa tradição batista, marcada historicamente pela defesa da liberdade de consciência de todas as pessoas, em matéria de religião e de civilidade.

É com base nestes princípios que a Aliança de Batistas do Brasil, mais uma vez fazendo uso das prerrogativas constitucionais de livre expressão, deseja tornar público o seu posicionamento com relação à decisão do Supremo Tribunal Federal brasileiro (STF) em garantir, de modo unânime, a legitimidade dos direitos civis das uniões estáveis de pessoas do mesmo sexo. Como entidade identificada com a justiça social e com a busca da equidade devida a cada cidadão e cidadã da nação brasileira, desejamos externar nossa satisfação e nosso contentamento com a decisão unânime do STF.

Desejamos tornar pública nossa leitura destes fatos, conscientes de que a mesma possa divergir da maneira como amplos setores das igrejas cristãs brasileiras têm se posicionado frente à mesma discussão.

1. Em primeiro lugar, não consideramos a decisão do STF relacionada aos direitos civis das uniões estáveis de pessoas do mesmo sexo como “ondas de imoralidade”, nem as articulações dos grupos identificados sobre a rubrica LGBTS (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Simpatizantes) como “afrontas à família brasileira e à moralidade sexual cristã”. Antes, as consideramos sob o ponto de vista da legalidade da luta política e ideológica, como expressões das possibilidades plurais de expressão próprias de qualquer estado democrático de direito. Em outros termos, compreendemos que conquistas como a sinalizada pela decisão do STF apontam para o amadurecimento da democracia, para a organização e o fortalecimento dos movimentos sociais, expressas por lutas demoradas, pacientes, assumidas por amplos setores da sociedade civil organizada. É com esta compreensão que manifestamos nosso apreço a programas como o Brasil sem Homofobia, cuja finalidade, mais do que conceder privilégios a grupos em especial, é reparar lapsos feitos a certas minorias, historicamente tratadas como pessoas de segunda categoria, estigmatizadas, e sem pleno uso de sua cidadania.

2. Em segundo lugar, compreendemos que embora decisões como a do STF não sejam eficazes na diminuição do preconceito de que os indivíduos e grupos implicados têm sido vítimas ao longo de muito tempo, ao menos ajudam a reparar injustiças históricas e a conceder a esta comunidade de pessoas direitos legais já possuídos pelo restante da sociedade. Desta maneira, entendemos que as leis que regem o nosso país, em grande parte, estão ligadas a contextos sócio-políticos e culturais onde vigiam o patriarcado, além de refletirem a visão de mundo e de sociedade das pequenas elites ocupantes dos espaços políticos e jurídicos de produção dessas leis. Como conseqüência dessa leitura, entendemos que decisões como as do STF, também são reflexo do amadurecimento político e cultural, senão diretamente de nossos representantes políticos, pelo menos de alguns setores da sociedade civil organizada. A Aliança de Batistas do Brasil compreende que conquistas como as que estão em questão, representam rupturas históricas louváveis frente aos modos de constituição das formas jurídicas que regulam a sociedade brasileira. Oxalá esse amadurecimento chegue em breve aos campos tributário, penal, ambiental e político institucional.

3. Em terceiro lugar, e do ponto de vista estritamente teológico, desejamos tornar pública nossa posição de que com o reconhecimento dos direitos civis da união estável de pessoas do mesmo sexo, os princípios evangélicos da vida com abundância, da dignidade humana e da justiça, amplamente defendidos pelas Escrituras Sagradas, são profundamente afirmados. Compreendemos que decisões legais como a que está em questão, ajudam a dirimir o senso de indignidade daqueles e daquelas que em nossa cultura cristã-patriarcal têm sido considerados “impuros”, e cuja opção, até o presente momento, tem sido os guetos de nossa sociedade. Pautados na atitude de Jesus de Nazaré, que sempre subverteu as formas com que as instituições religiosas de seus dias tratavam os “impuros”, relativizando dogmas milenares e chamando as pessoas a uma nova atitude frente àqueles excluídos, a Aliança de Batistas do Brasil compreende como uma “boa nova” o fato de que as pessoas identificadas sob a rubrica LGBTS estejam sendo incluídas no ideal de equidade social defendido pela Constituição Federal Brasileira. Também compreendemos teologicamente que eventos como a decisão unânime do STF ajudam a corroborar aquele que certamente é o maior princípio evangélico de todos, que é a defesa e a prioridade da vida. O preconceito contra a diversidade sexual, radicalizado por reações homofóbicas de todo tipo, degeneram em grande número de casos em crimes e atentados contra a integridade física dessas pessoas. Por isso, compreendemos que qualquer lei que beneficie e proteja a vida, funciona em sintonia com o espírito do Evangelho de Jesus Cristo.

4. Finalmente, como Aliança de Batistas do Brasil, entendemos que nosso papel principal, como igrejas cristãs desse tempo, seja o de contribuir no enfrentamento da intolerância que se dissemina com força cada vez maior no tecido social. Somos profundamente simpáticos a uma espiritualidade que se abra ao diálogo e que não tema o encontro com a alteridade; que se paute pela celebração da diversidade e que tenha na defesa da vida sua motivação precípua.

Não defendemos essas idéias por mera sofisticação cultural, muito menos para sermos fiéis à cultura presente. Mas as defendemos, como dissemos, como conseqüência de nossa leitura do Evangelho de Jesus Cristo e de nossa relação com a herança batista da qual fazemos parte.

Maceió, 17 de maio de 2011
Prª Odja Barros
Presidente da Aliança de Batistas do Brasil



Fonte: Gospel Prime, ALC e aliança Batista no Brasil

MG – Dentro de igreja, pastor é baleado em Timóteo

assalto5 300x225 MG   Dentro de igreja, pastor é baleado em 
Timóteo


Dentro de igreja, pastor é baleado na véspera do seu aniversário em Timóteo
Um pastor foi baleado dentro de uma igreja na noite desse domingo (22) em Timóteo, no Vale do Aço. Nessa segunda-feira, a vítima que está internada em estado grave no Hospital Vital Brasil, completa 47 anos.
De acordo com a Polícia Militar, após a realização do culto noturno, a vítima e algumas pessoas se reuniram atrás da igreja para discutirem sobre ações religiosas. No entanto, por volta das 21h30, um homem entrou no local com as mãos em um dos bolsos da calça e, sem dizer nenhuma palavra, aproximou do pastor, tirou um revólver do outro bolso e atirou quatro vezes contra ele. Após o crime, o suspeito, que estava vestido com uma jaqueta jeans e tem olhos e cabelos claros, fugiu. Até a tarde desta segunda-feira (23), o homem ainda não havia sido localizado.
Conforme a polícia, testemunhas informaram que o pastor havia sido ameaçado em data anterior, mas que não sabiam informar o motivo. De acordo com a PM, a vítima não tem passagem pela polícia.
A Polícia Civil de Timóteo está investigando o crime, que assustou não só aos evangélicos, mas como toda a comunidade do município.

Agências

Um certo lider islãmico do Brasil me caluniando mandou eu aprender mais.APRENDER O QUE? QUE OS RADICAIS ISLÂMICOS MATAM OS CRISTÃOS SEM DÓ ?

APRENDER O QUE .

QUE SEU LIVRO SAGRADO MANDA MATAR OS NÃO CRENTES EM ALÁ?
APRENDER O QUE ?
QUE OS RADICAIS ISLÂMICOS MATAM SEM MISERICORDIA E DETROEM FAMÍLIAS INTEIRAS EM NOME DE UM DEUS ?

Veja só uma parcial dos mandamentos do Alcorão:

Sura 2:191 - Matai-os onde quer que os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque a perseguição é mais grave do que o homicídio. Não os combatais nas cercanias da Mesquita Sagrada, a menos que vos ataquem. Mas, se ali vos combaterem, matai-os. Tal será o castigo dos incrédulos.

Sura 4:91...capturai-os e matai-os, onde quer que os acheis, porque sobre isto vos concedemos autoridade absoluta.

Sura 40:25 - Matai os filhos varões daqueles que, com ele, crêem, e deixai com vida as suas mulheres! Porém, a conspiração dos incrédulos do improfícua.

Sura 9 - 111.Deus cobrará dos fiéis o sacrifício de seus bens e pessoas, em troca do Paraíso. Combaterão pela causa de Deus, matarão e serão mortos. É uma promessa infalível, que está registrada na Tora, no Evangelho e no Alcorão. E quem é mais fiel à sua promessa do que Deus? Regozijai-vos, pois, a troca que haveis feito com Ele. Tal é o magnífico benefício.

Sura 9:5;29 - Mas quanto os meses sagrados houverem transcorrido, matai os idólatras(564), onde quer que os acheis; capturai-os, acossai-os e espreitai-os... Combatei aqueles que não crêem em Deus e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Deus e Seu Mensageiro proibiram, e nem professam a verdadeira religião...

Na Tradição Islâmica se encontra o seguinte: Fazei guerra, com sangue e extermínio, a todos que não crêem em Deus (Alá)... Quando encontrardes com os infiéis, matai-os.(Hadith)

Como alguém pode aceitar como verdade absoluta isso que lemos acima e ainda não ser radical???(pois todos os islâmicos aceitam o Alcorão como a única e verdadeira revelação de Alá) Precisamos alertar a população dos "prós e contras" que essa religião pode trazer à nossa sociedade. Não estamos lidando só com religiosos simplesmente, mas com pessoas que vivem uma religião/política de maneira fanática. É nesse aspecto que precisamos tomar os devidos cuidados.


ORAS . VOCÊS É QUEM DEVEM APRENDER QUE O VERDADEIRO DEUS É AMOR , E QUE VIVEMOS NO TEMPO DA GRAÇA DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO.

BISPO ROBERTO TORRECILHAS.

TODOS PRECISAM DE DISCIPULADO - Em sua 3ª edição, conferência lota Igreja Bíblica da Paz

  "A hora chegou". Com esta frase, apresentada em um vídeo, começou a terceira edição da Conferência Livres, realizada nos dias 20 e 21 de maio, em São Paulo, na Igreja Bíblica da Paz. O evento contou com Livres para Adorar, banda 5AM, Casting Crowns, Jason Upton, pastor Ariovaldo Ramos, professor Adauto Lourenço e pastor Ed René Kivitz.
     Na noite de sexta-feira, 20, o pastor Mark Hall, do Casting Crowns, começou sua fala mostrando a relevância do evento e o trabalho de Juliano Son. "Nós podemos ver o coração dele voltado a Deus". Depois, deu início a sua ministração cantando. "Quero compartilhar com vocês uma canção que é muito importante pra mim", disse antes de começar a cantar a música Voice of Truth, acompanhado apenas por um violão.
     Ele falou a importância de buscar a água viva de Deus e ser fonte dessa água. "Quando deixamos a água mágica e escolhemos a água viva, nos tornamos fontes de águas vivas". Ainda mostrou a importância do discipulado. "Todos precisam de um Paulo e de um Timóteo", ilustrou, explicando o significado de ter uma cobertura espiritual e de auxiliar alguém que é novo na fé.
     O sábado contou com ministrações de manhã, a tarde e a noite, além das apresentações musicais.
     Alguns problemas de organização e a falta de cadeiras suficientes - deixando alguns em pé - geraram alguns pedidos de desculpas durante a conferência, mas nada estragou o clima. Pessoas dos mais diferentes estilos, estados e até países se reuniram para buscar um mesmo propósito: ter Cristo como o centro de suas vidas e falar dEle pro maior número de pessoas possíveis.

Camping Harold Insiste: 21 de Maio Arrebatamento Veio e 21 de Outubro Fim do Mundo

O Dia do Julgamento em 21 de maio chegou, um Juízo Final disse sem remorso o pregador Harold Camping, segunda-feira.
"Em 21 de maio, este fim de semana passado, este é onde o aspecto espiritual disso realmente vem passando. Novamente Deus trouxe julgamento sobre o mundo. Não vejo nenhuma diferença, mas Deus trouxe o Dia do Julgamento de se incidir por todo o mundo. Todo mundo está sob o Dia do Julgamento e vai continuar mesmo até 21 de outubro de 2011 e nesse tempo, todo o mundo será destruído,” proclamou.
21 de maio foi uma vinda espiritual, ele insistiu.
Camping falou publicamente nesta segunda-feira pela primeira vez desde sua fracassada previsão do 21 de Maio Dia, não oferecendo nenhuma desculpa, mas continuando a falar de seu "momento difícil" no fim de semana e seguindo adiante sua mensagem de julgamento com um novo ângulo.
O presidente da Family Radio disse que concordou em falar, porque muitas pessoas lhe pediram e que ele tinha que “honradamente” enfrentar.
"Você está pronto para atirar-se ou ir em viagem de bebida ou qualquer outra coisa?" Camping disse de perguntas das pessoas a ele.
"Eu posso dizer com toda franqueza que, 21 de maio chegou e passou, foi um momento muito difícil para mim, um momento muito difícil. Fiquei me perguntando: 'O que está acontecendo?'" disse ele, falando da sede da organização em Oakland, Califórnia.
A emissora de rádio de 89 anos disse que ele orou e revisou a Bíblia e concluiu que ele estava olhando para a Bíblia mais factual do que espiritualmente.
"A Bíblia é um livro muito espiritual. Existem muitas coisas que são muito concretas, muito factual, é claro, mas há um monte de coisas que são muito espirituais. Como saber se a olhar para ela com uma compreensão espiritual ou um entendimento factual é difícil saber," disse Camping.
"O fato é que quando olhamos para ele mais espiritualmente, então nós descobrimos que Ele veio."
Ele chegou a sugerir que 21 de outubro ainda é a data do Fim do Mundo, mas foi vago sobre como o período seria até lá.
Foi primeiro comunicado oficial de Camping a ser liberado desde sexta-feira, dia em que ele previu para ser o começo do fim do mundo.
Seus comentários foram transmitidos ao vivo segunda-feira, no início das 08:30 (ET) durante o programa "Fórum Aberto" da Family Radio, por rádio através de estações FM da organização e pela televisão no Canal 28 KFTL. Os membros da imprensa foram autorizados a ficar dentro do escritório da Family Radio e ouvir enquanto Camping dava a sua declaração.
Antes do discurso de segunda-feira, Camping se recusou a conceder entrevistas para responder sobre sua previsão errada. Para os poucos meios que conseguiram alcançá-lo, Camping disse poucas palavras e indicou que ele precisava de tempo para pensar antes de responder.
No domingo, ele disse ao San Francisco Chronicle que ele ficou "perplexo" que o arrebatamento não aconteceu. Falando a International Business Times, que o atendeu em sua casa, em Alameda, Camping chamou a data de 21 de maio um "grande negócio" e algo que ele teve que "conviver."
Conduzindo a sua data Dia do Julgamento, Camping tinha corajosamente previsto que o Arrebatamento iria ocorrer às 6:00h da tarde em 21 de maio de 2011 e que o mundo seria destruído cinco meses depois, em 21 de outubro de 2011.
Um orador regular em programas de rádio da família, Camping alegou que ele havia decodificado números na Bíblia para prever o fim dos dias. Baseado em seus cálculos, ele concluiu que o Arrebatamento aconteceria 722.500 dias depois que Jesus havia sido crucificado no Gólgota.
O co-fundador da rede de rádios cristãs com 66 estações em todo o país também previu que em 21 de maio haveria terremotos em todo o mundo e que cerca de três por cento da população mundial seriam arrebatados, enquanto o resto do mundo iria suportar a tribulação até 21 de outubro, quando o mundo inteiro seria destruído.
Transmissões da rede estão disponíveis em 61 idiomas on-line.

POUCA VERGONHA NO GOVERNO DO PT - Governo deu quase dois milhões de reais para ABGLT produzir kit gay

Vergonha:

O ativista gay Beto de Jesus, membro da ABGLT (a maior organização gay do Brasil e responsável pela elaboração do kit gay para distribuição nas escolas públicas), confessa nesta reportagem que o governo deu um milhão e quinhentos mil reais, através de emenda parlamentar do Dep. Chico Alencar (PSOL-RJ), para produzir o kit gay e critica o ministro da Educação por estar demorando muito na distribuição do material gay nas escolas. A reportagem está neste link: http://www.youtube.com/watch?v=jh2Tw2IR4Hc



É assim que, sob a cobertura e financiamento milionário do MEC, ativistas homossexuais prepararam um dos maiores materiais de doutrinação homossexual para as crianças de escola pública. Com o kit gay, vai ser fácil criança virar gay.
 
ESPALHE E MOSTRE A VERDADE.

ALERTA - QUEREM NOS MONITORAR -Prisões Eletrônicas

( QUANDO VOCÊ COMPRA UM DESSES APARELHOS , QUE REGISTRADO É EM SEU NOME , COM TODOS SEUS DADOS , E SEM VOCÊ SABER , PASSA A SER MONITORADO.

SABENDO ELES , ONDE VOCÊ ESTÁ , QUAL RUA , LOCAL , SE EM MOVIMENTO OU PARADO ETC.

ESSE SISTEMA JÁ PROJETADO PARA O DOMÍNIO DO ANTI CRISTO NO MUNDO.

EMBORA VÃO FALAR QUE ISSO É CONTO DE FADAS , MAS É A PURA VERDADE .

LOGO NA FICHA DE CADASTRO VÃO COLOCAR TAMBÉM A SUA RELIGIÃO , E ASSIM TER ESSE BANCO DE DADOS , SABENDO QUEM SÃO OS AMIGOS E OS INIMIGOS DO MAYTREA.)


LEIA A MATÉRIA.

Apple, Google e Microsoft Colocam "Interruptor Mortal" em Seus Telefones

Quando você compra um videogame, você não dá o varejista o direito de entrar em sua casa sempre que quer. Então, por que dar essa permissão para empresas de software?

A maioria dos sistemas operacionais dos smartphones mais populares e outros aparelhos eletrônicos incluem o que pesquisadores de segurança chamam de "interruptor mortal" (kill switch em inglês).

Esse recurso permite que a empresa que fabrica o software operacional possa enviar um comando através das redes da Web ou sem fio, que altera ou remove certas aplicações dos dispositivos.

Apple, Google e Microsoft incluem essa função em suas plataformas, descrito em algumas linhas de seus acordos de uso que descreve a política. Os executivos do Google e da Apple dizem que essa característica é importante para proteger contra softwares maliciosos.

"Tomara que nunca precisemos puxar essa alavanca, mas seríamos irresponsáveis de não ter um interruptor como este para usar", disse o CEO da Apple Steve Jobs disse ao The Wall Street Journal em 2008. Está lá como uma medida de segurança para quando os guardiões da App Store erroneamente aprovarem um aplicativo que tem problemas, disse ele.

A Apple parece não ter usado este recurso nos quatro anos desde a introdução do iPhone. Um porta-voz da Apple preferiu não comentar sobre o assunto.

Andy Rubin, diretor de desenvolvimento do Google Android, disse algo parecido em uma entrevista com repórteres nesta terça-feira. Ele descreveu o interruptor mortal como uma "alavanca de segurança" ou "dispositivo de malware", utilizada para "remover o material malicioso de dispositivos, quando este caia por engano no Android Market"

A Google utilizou este procedimento de segurança duas vezes, uma no verão passado, quando um pesquisador de segurança independente desencadeou um programa potencialmente problemático, e novamente em março, depois de alguns programas maliciosos se espalharam por celulares com Android. Neste último caso, o Google acionou o interruptor cerca de 50 minutos após saberem do problema, disse Rubin.

Estes dois incidentes foram as únicas vezes que o Google tem utilizado a função, segundo uma pessoa familiarizada com o assunto. Um porta-voz do Google não quis comentar.

É necessário concordar que o Google possa apagar remotamente o software de seu aparelho para que você possa usar o android market para baixar os aplicativos. Não está claro se os fabricantes de telefones, que por vezes alteram o software básico, podem também adicionar um "interruptor mortal" próprio. A Samsung Telecommunications, um fabricante top de aparelhos portáteis Android, não respondeu a um pedido de comentário.

Research in Motion, que produz o BlackBerry, e Symbian da Nokia não acrescentam este tipo de interruptor em seus aparelhos.

--------------------------------------------------------------

A Microsoft é de do eugenista Bill Gates, e tanto ela quanto o Google são membros Premium do CFR, conselho de relações exteriores, um órgão controlado pela elite globalista que manda e desmanda na política externa americana. Por outro lado a Apple tem Al Gore em sua diretoria,um dos maiores alarmistas do aquecimento global que já apareceu.. Não está bem claro qual o limite de controle sobre os smartphones que estas empresas têm.

Realmente ficamos em uma sinuca de bico para escolher um celular que não nos deixe na mão quando a m....a for jogada no ventilador... Como um usuário do android, acho realmente preocupante que existam tais brechas que permitam alterar meu celular sem minha prévia autorização. Mas entre o android, o iphone ou o windows mobile, ainda fico com o android , mais especificamente um Nexus S, que entre nós dá um banho no IPhone em termos de aparelho :). Blackberry e Nokia infelizmente estão defasados em termos de usabilidade e funcionalidades, o que torna inútil o fato de eles não terem o tal do "kill switch".

Fontes:
CNN: Why gadget makers wield a 'kill switch'
Google flips Android kill switch, destroys a batch of malicious apps (update)
Engadget: Google flips Android kill switch, destroys a batch of malicious apps (update)

Muçulmanos radicais matam evangelísta a pauladas e agridem esposa grávida

 Quatro muçulmanos agrediram fisicamente um evangelista até a morte e atacaram sua esposa, que estava grávida, em Worabe, Etiópia, área 97% muçulmana.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Os muçulmanos atraíram o evangelista Abraham Abera para fora da Igreja Kale Hiwot, onde mora e ministra. Eles disseram que o amigo dele estava doente e precisava de atenção imediata. Abraham saiu com eles; então, eles começaram a agredi-lo com varas. A esposa do evangelista, Birtukan, viu os homens agredindo seu marido e correu para interferir, mas os muçulmanos a agrediram também.
Abraham morreu na hora e sua esposa, que estava com diversos ferimentos na cabeça, foi abandonada, inconsciente na rua. Quando a encontraram, a levaram para um hospital em Butajira, onde começou a recuperar a consciência e pôde contar os detalhes do ataque. Birtukan disse que conhecia dois dos agressores. Ela declarou que, enquanto os homens os agrediam, eles diziam: “Vocês, cristãos, estão ficando mais numerosos em nossa região. Vocês estão espalhando essa mensagem (o evangelho). Vamos destruir vocês”.
Apesar de Birtukan ter sofrido diversos ferimentos no corpo, felizmente seu bebê está vivo.
Os agressores continuam soltos. Um líder cristão na área disse que os homens podem não ser presos porque os oficiais locais também são muçulmanos.

-POSTAS ABERTAS PARA JESUS -

MAIS COVARDIAS PRATICADAS PELOS EXTREMISMO ISLÃMICO - Cristão é enterrado vivo, sobrevive e agora testemunha o poder do Senhor

(AI NOVAMENTE EU PERGUNTO , ISSO É AMOR DE DEUS ? ENGANADORES , ISSO SIM , SÃO ENGANADORES OS QUE TAIS ATOS PRATICAM.)
   
 
Igreja cristã na Nigéria  
  O dia 17 de janeiro será uma vívida memória de Ali Moses, 46, durante muito tempo. O ataque quase fatal contra a vida de Ali se transformou em um testemunho poderoso, destinado a tocar muitas vidas.

Naquela tarde, Ali estava indo para casa após um longo dia de trabalho. Ele havia recebido seu salário e, como nos seus outros dias de pagamento, Ali tinha planejado algo muito especial para sua família.

Em seu caminho para casa, Ali ouviu tiros. O pânico fez com que ele voltasse para o seu local de trabalho o mais rápido possível. Mas, antes de chegar lá, ele se encontrou com um grupo de muçulmanos furiosos. Eles estavam declarando o nome de Alá em árabe, gritando frases profanas, insultando o governador cristão de Jos e pedindo o extermínio dos cristãos.

Em segundos, Ali estava cercado pela multidão violenta. Ele levou muitos socos.

Mais de 18 horas depois, Ali acordou em um hospital. Seu corpo estava debilitado e coberto de ferimentos. O representante da Portas Abertas, Isaac,  foi visitar Ali no hospital logo depois do incidente, para levar encorajamento e ajuda e para saber sobre a agressão sofrida. Considerando o curso dos acontecimentos, parece que os agressores enterraram Ali vivo enquanto ele estava inconsciente.

Ali se refere à pessoa que veio ao seu encontro para lhe ajudar como “samaritano”. Na manhã seguinte ao acidente, Ado estava caminhando e notou algo que parecia ser um túmulo recente. Ele percebeu um movimento no monte de areia e se aproximou para verificar o que era. Para sua surpresa, ele constatou que era uma pessoa. Imediatamente, ele pediu ajuda.

A polícia militar retirou Ali da cova e o levou para o hospital. No início, os médicos pensaram que seria muito difícil que ele ainda estivesse vivo após 18 horas de sofrimento. Mas o testemunho de Ali faz os mais céticos refletirem.

Após passar algum tempo no hospital, Ali se recuperou completamente.

“Eu sou muito grato a Deus por salvar minha vida naquele buraco. É um milagre. Deus me resgatou de uma maneira muito especial. Para a Portas Abertas, que Deus lhes abençoe abundantemente por sua ajuda. Ele irá recompensá-los poderosamente. Agora eu creio que o poder da vida e da morte está nas mãos do Senhor. Toda graça pertence a Ele”.

Tradução: Deborah Stafussi



Fonte: Portas Abertas

QUEREM ACABAR COM O CRISTIANISMO - UMA DAS PRIMEIRAS ORDENANÇAS DA NOVA ORDEM MUNDIAL -A Liberdade de imigração mundial


O projeto do passaporte mundial já é aceito em 150 paises, contém uma série de recursos tecnológicos e possui sete línguas que são: Inglês, francês, espanhol, russo, árabe, chinês e esperanto.
O objetivo do passaporte é fazer com que o cidadão global tenha acesso a uma falsa liberdade de viajar e futuramente morar em qualquer lugar do planeta. Ele foi inspirado no Artigo número 13 capítulo II da “declaração universal dos direitos humanos” que diz:
“II) Todo o homem tem o direito de deixar qualquer país, inclusive o próprio, e a este regressar.”
A declaração dos direitos humanos surgiu através das epistolas de Baha’u’llah e principalmente do Kitáb-i-aqdas. Com a morte de Baha’u’llah, coube ao seu filho implantar essa parte do sistema de governo no ocidente e criar os alicerses da ONU em 1912. O artigo 13 dos direitos humano foi totalmente inspirado na palestra de Abdu’l’Bahá abaixo, onde ele deixou ordens para que fosse criado no futuro um mundo sem fronteiras pelos governantes:
“Não existirão nações com fronteiras separadas e restritas - tal como a Pérsia, por exemplo. Os Estados Unidos da América serão apenas um nome. Alemanha, França, Inglaterra, Turquia, Arábia - todas essas nações serão interligadas em união. Quando se perguntar às pessoas do futuro: “Qual a sua nacionalidade?”, a resposta será: “Pertenço à nação da humanidade. Vivo à sombra de Bahá’u'lláh. Sou servo de Bahá’u'lláh” (Abdu’l’Bahá – A paz universal)
E os globalistas obedeceram muito bem aos ensinamentos de Abdu’l’Bahá! No primeiro link abaixo contém todos os artigos dos direitos humanos:
E no mesmo site temos uma página totalmente dedicada ao Kitáb-i-Aqdas (A carta magna da nova ordem mundial) de Baha’u’llah:
Observe que Abdu’l’bahá disse: “Quando se perguntar às pessoas do futuro”, ou seja, as pessoas terão que falar o nome de Baha’u’llah (a senha universal) e assim declarar o seu amor publicamente a ele. A senha universal também esta relacionada com a futura movimentação financeira do cidadão global. Uma das tecnologias que trabalham intensamente para satisfazer essa vontade de Baha’u’llah é a identificação biométrica por voz:
Nick Ogden, da Inglaterra foi um dos primeiros criadores do sistema de movimentação financeira através da autenticação biométrica por voz em 1994.
O novo sistema de identificação biométrica foi desenvolvido pelo grupo Voice Commerce Group em parceria com a empresa de software americano Nuance Communications.
O novo sistema funciona com o cadastro de uma “assinatura de voz” pelo cliente do banco. Quando o cliente efetuar uma saque no caixa eletrônico ele escolhe a opção pagamento por voz, retira o fone do caixa que está conectado ao banco. O banco por sua vez verifica a autenticação da voz e libera o dinheiro.
http://www.epaynews.com/index.cgi?survey=&keywords=voice%2
Como o “THE WORLD PASSPORT” foi totalmente inspirado nos ensinamentos de Baha’u’llah, é natural que ele seja regido pelo número cabalístico “nove.”
O passaporte contém 19 páginas de visto e a comissão organizadora é formada por 19 pessoas. Distribuindo o 19 em proporção de Bahá (3) temos : 1 (3+3+3). Essa é a representação da besta de dez chifres, ou como Baha’u’llah (o cristo cósmico) prefere dizer: O seu “executivo mundial (vulgo Anticristo)” e seus nove mestres eleitos. Nem mesmo o futuro falso profeta foi esquecido, pois o Estado do Vaticano também faz parte dos 150 países membros do passaporte. Abaixo segue a foto do visto do vaticano:
vaticano2
A liberdade de imigração mundial abriu as portas para a propagação do Islã principalmente na Europa e Suécia. A autora Oriana Fallaci em seu novo livro, La Forza della Ragione descreve que hoje a Europa se transformou em mais um província do Islã.
Ao fortalecer o islamismo e enfraquecer o cristianismo no mundo, a nova ordem mundial de Baha’u’llah está criando um exército fiel ao seu governo, pois o mesmo fanatismo que o Islã tem por Maomé será transferido para Baha’u’llah.
A manifestação espiritual de Baha’u’llah causará um desequilíbrio mental em muitas pessoas e essas serão capazes de fazer qualquer coisa pelo deus da nova era em troca de um sentimento de paz na alma.
Para receberem essa futura “recompensa” espiritual”, basta entregar ao governo qualquer pessoa que se opor ao novo regime “cooperativista.” Baha’u’llah descreve que a fidelidade ao seu governo provocará até uma divisão familiar:
“… Verdadeiramente digo, tal é a grandeza desta Causa, que o pai foge de seu filho e o filho foge de seu pai.. “ (Seleção dos escritos de Baha’u’llah)
Baha’u’llah simplesmente ocultou o lado amargo do seu governo em suas epístolas, mas a verdade é totalmente revelada no versículo da Bíblia abaixo:
E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai o filho; e os filhos se levantarão contra os pais, e os matarão. (Mateus 10 : 21)
isla(ELES ESTÃO DIZENDO NESSA FOTO , PREGAMOS O VERDADEIRO AMOR ? OU ... )
Documentos como o “THE WORLD PASSPORT”, inspirados nos “direitos humanos” , abrem a porta para os radicais islâmicos propagarem a sua doutrina e futuramente com o apoio do governo mundial, onde a base principal e destruir o cristianismo. No Alcorão Cap.19 surata 35 o nome do Senhor Jesus nem e mencionado, ele é chamado apenas como o “filho de Maria” : “surata 35-São blasfemos aqueles que dizem: Deus é o Messias, filho de Maria”.
Se alguém se atrever a dizer que as palavras do Senhor Jesus é a verdade absoluta, imediatamente será preso, pois tanto no Alcorão como nas escrituras Bahá’is o Senhor Jesus é visto apenas como mais um manifestante de DEUS.
O “direito humano” de cometer tal atrocidade está escrito no preâmbulo da declaração dos direitos humanos, onde salvo o temor da necessidade, ou seja, em nome da paz e cooperação global que é a verdade relativa, os direitos humanos serão temporariamente suspensos
Preâmbulo:“ CONSIDERANDO que o desprezo e o desrespeito pelos direitos do homem resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da Humanidade, e que o advento de um mundo em que os homens gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade de viverem a salvo do temor e da necessidade…”


ESSE É O AMOR PREGADO POR ESSE BANDO DE MATADORES , QUE MATAM EM NOME DE UMA FALSA RELIGIÃO.

Vendo essas matérias que mostram os CHAMADOS DE RADICAIS ISLÂMICOS , QUE PROPAGAM SUA FÉ NA BASE DA VIOLÊNCIA , onde se não aceitam seu Deus como Deus devem morrer.
Vejo no livro sagrado dos muçulmanos menções de morte ao inimigo , o qual para eles eu já me tornei um ,apenas por falar a verdade e expressar meus sentimento.
Vejo esse grupo reclamando quando um pastor da igreja batista dos Estados Unidos queimou um exemplar do ALCORÃO ,  
mas eles queimam todos os dias nossas bíblias, matam nossos irmãos em Cristo , acabam com famílias inteiras ,
e ainda querem reclamar .
Reclamar do que ?


olha as palavras amorosas deles a nosso respeito.



"Eu instilarei terror nos corações dos infiéis, golpeai-os acima dos seus pescoços e arrancai todas as pontas dos seus dedos. Não fostes vós quem os matastes; foi Deus [Alah]" (Sura 8:13-17).

"Imprimi terror [nos corações dos] inimigos de Deus e vossos inimigos" (Sura 8:60).


Combatei-os [os não muçulmanos] e Deus [Alah] os punirá através das vossas mão, cobri-os de vergonha" (Sura 9:14)


portanto eu digo que se convertam todos ao verdadeiro Deus , e se prostrem ao pés do Senhor Jesus Cristo.
Não sou contra religião nenhuma , mas sou contra essa violência imposta por esse grupo , que tudo se fazem torno das ameaças de morte .

Bispo Roberto Torrecilhas

MAIS UM ATAQUE COVARDE DESSES RADICAIS ISLÃMICOS - Extremistas islâmicos matam a facadas mulher e filhos de Pastor e mais 12 cristãos em ataque

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel O pastor Musa James Rike contou à Compass que segurou as mãos de sua esposa de 35 anos de idade, enquanto ela morria, e lhe disse: “Apegue-se à sua fé em Jesus, que nós nos encontraremos e nunca mais nos separaremos.”
Muçulmanos extremistas que atacaram a vila Kurum, na área governamental de Bogoro, estado nigeriano de Bauchi, já haviam matado duas crianças do casal num tumulto que teve início na quarta-feira, dia 4 de maio, à meia-noite. Rike, pastor da Igreja de Cristo na Nigéria (COCIN, sigla em inglês), congregação em Kurum, em seguida ouviu os gritos de sua filha de 13 anos de idade, Sum James Rike, numa área próxima.
“Eu corri em direção a minha filha, somente para descobrir que ela também havia sido golpeada no estômago com um facão e seus intestinos estavam espalhados ao seu redor”, ele disse. “Eu segurei sua mão e comecei a orar, sabendo que ela iria morrer também. Ela me disse que os militantes muçulmanos lhe disseram que iriam matá-la, para ver ´como seu Jesus vai te salvar.’”
A garota disse a seu pai que lhes respondeu, dizendo que Jesus já a havia salvado e que, matando-a, eles só tornariam possível seu encontro com ele. O pastor Rike orou por ela, enquanto agonizava.
Atirando e ateando fogo às casas, os extremistas muçulmanos mataram outros 12 cristãos nesse ataque. A polícia de Bauchi relatou 16 mortos: um homem, três mulheres e 12 crianças.
O pastor Rike disse que, ao alcançarem sua casa, os agressores tentaram entrar nos quartos. “Eu abri a porta dos fundos e nós corremos pela noite escura, enquanto os militantes nos perseguiam,” ele disse. “Eles atiraram na minha esposa e em dois de nossos filhos, enquanto tentavam escapar.”
O pastor Rike disse que, após matarem as duas crianças, Faith James Rike e Fyali James Rike, de um ano de idade, cortaram a barriga de sua mulher com um facão.
“Fiquei chocado com o que vi”, ele disse. “Eu sabia que minha mulher não aguentaria e a única coisa que fiz foi encorajá-la a apegar-se à sua fé em Jesus. Os extremistas muçulmanos atearam fogo em mais de 20 casas antes de deixarem a vila”, ele disse.
O pastor Rike e seu filho sobreviveram ao ataque, mas sua filha adotiva, Whulham Rike James, foi ferida e estava recebendo tratamento no Hospital Geral de Bogoro. Disse também que outras cinco pessoas estavam sendo atendidas no mesmo hospital.
Algumas fontes da igreja disseram que entre os mortos estão: Murna Ayuba, Angelina Ezekiel, Dorcas Sunday, Asabar Toma, Rhoda Joseph, Dhunhgwa Zakka, Bukata Amos, Ishaku Amos, Kalla Amos, Amos Daniel, Samidah Joel e Changtan Joel.
Os muçulmanos jihadistas também roubaram dinheiro e outras coisas de valor da vila cristã, enquanto iam embora, segundo essas fontes da igreja.

A região

A área tem uma história de violência e os ataques se seguem à morte de centenas de pessoas em Bauchi e outros estados do norte, onde, no mês passado, houve revoltas dos muçulmanos por causa da eleição de 16 abril, que elegeu um presidente cristão, Goodluck Jonathan. Ele venceu o candidato muçulmano Muhammadu Buhari. Líderes cristãos do norte da Nigéria disseram que mais de 200 igrejas foram queimadas e que eles têm convocado uma sindicância federal sobre a violência, em que os cristãos são o principal alvo.
O norte da Nigéria subiu de 27º, em 2009, para 23º lugar, em 2010, na posição da lista da Portas Abertas de classificação de nações intolerantes ao cristianismo.
A igreja em que o pastor Rike ministra tem por volta de 30 membros e existe há mais de 50 anos. Os que foram assassinados eram membros das três igrejas da vila – a igreja COCIN, a Igreja Católica de São João e uma congregação da Igreja Evangélica do Oeste da África.
O pastor Rike disse que o incidente fortaleceu sua fé em Jesus.
“Qualquer que seja a situação, eu nunca negarei a Cristo,” disse. “Todos os seres humanos foram criados por Deus e aqueles que nos atacaram precisam entender que devem abandonar qualquer coisa que os leve a destruir as criaturas de Deus.”
A população da Nigéria é superior a 158,2 milhões de pessoas e quase que igualmente dividida entre os cristãos, que somam 51,3% da população e vivem principalmente no sul, e os muçulmanos, que somam 45% da população e vivem principalmente no norte. As porcentagens podem ser menores, entretanto aqueles que praticam religiões locais talvez estejam acima de 10% do total da população, de acordo com a Operation World.


Fonte: Portas Abertas

Kit gay: Ministério da Educação teria mentido para Bancada Evangélica e anuncia que não fará alterações

Em ação contra o Kit Gay, a Bancada Evangélica ameaçou uma greve paralisando as votações na Câmara caso ele fosse distribuido. Imediatamente o Ministro da Educação e coordenador da fabricação do projeto anunciou que reavaliaria o “kit anti-homofobia” e teria uma reunião com representantes evangélicos, mas segundo o jornalista e colunista da Veja Reinaldo Azevedo tudo não passou de um blefe.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Uma das principais oposições ao kit seria porque em suas cartilhas teriam conteúdos considerados não próprios para os jovens, como assuntos sobre masturbação, sexo anal e outros temas polêmicos, além dos já comentados vídeos que fariam apologia ao homossexualismo e não contra a homofobia. Como o conteúdo do kit gay é feito por ongs gays internacionais e não pelo MEC, assim que eles consideraram o trabalho terminado deixaram vazar na internet. A cartilha e documentos com o símbolo do MEC caíram rapidamente nas mãos dos deputados e os vídeos do kit gay podem ser visto online.
Para a bancada evangélica o Ministro Fernando Haddad disse que o conteúdo que viram não era do Ministério da Educação, mas em vídeo de 2010 o ex-secretário do MEC confirma o conteúdo, afirma que ele está pronto e que a única dúvida seria se no vídeo sobre as jovens lésbicas apareceria beijo, até onde a lingua poderia ir ou se haveria lingua. O kit como está deve começar a ser distribuido nas escolas a partir do segundo semestre deste ano.
Para confirmar o blefe, o próprio Ministro divulgou ainda na última semana que o Kit Gay não sofrerá alterações. Segundo ele o encontro com a bancada evangélica foi para comunicar que podem dar opinião, mas que isso não quer dizer que ele fará qualquer mudança no projeto do kit feito pelas ONGs Global Alliance for LGBT Education (Gale), uma fundação holandesa; a Pathfinder do Brasil, associada à Pathfinder Iternational, dos EUA; a Reprolatina, entidade brasileira que trabalha em parceria com a Universidade de Michigan, a Ecos – Comunicação em Sexualidade e a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.
A Bancada Evangélica ainda não anunciou o que irá fazer ou se cumprirá com a promessa de travar as votações na Câmara.

ALERTA , TARADO NO PEDAÇO - Austríaco coloca placa de aviso contra padres pedófilos em floresta

De acordo com a placa, os clérigos são impedidos de entrar na floresta com crianças.

Um austríaco que é dono de terras que ficam em um bosque no sul do país decidiu colocar placas de aviso contra padres pedófilos, avisando que sacerdotes não podem entrar em sua propriedade acompanhados de crianças.

Sepp Rothwangl, 60, --que afirma ter sido vítima de abusos na infância-- diz que a medida é uma tentativa de impedir a ocorrência de tais crimes por parte de religiosos. Segundo ele, o ato é um "protesto como simples cidadão", já que a Igreja Católica parece ser incapaz de expulsar tais padres da instituição.

"Área de Proteção a Crianças", diz o aviso que ele colocou na entrada de seus 160 hectares de terras na província de Styria. "Violações serão denunciadas. Somos forçados a tomar essa medida em defesa dos interesses das crianças".

De acordo com a placa, os clérigos são impedidos de entrar na floresta com crianças, a não ser que estejam na companhia de pais ou outros adultos responsáveis.

O aviso está causando polêmica porque fica no trajeto para uma basílica do século 16 que atrai milhares de peregrinos católicos todos os anos.

A TV austríaca tem mostrado a placa nos principais jornais, e causado debate no país de 8,4 milhões de habitantes. A história também já repercute na Alemanha e na França.

Georg Plank, porta-voz da arquidiocese de Graz, capital da Styria, diz que a placa é um "ato bizarro que visa atrair atenção". No entanto, ele diz que a igreja pretende ignorar a medida, sem entrar com medidas legais ou qualquer outro tipo de ação.

"Isso me lembra uma placa que foi colocada na época do nazismo, que dizia que judeus eram proibidos de entrar na floresta da Alemanha", diz Gerhard Gross, chefe do partido político BZO, que detém 16 dos 186 assentos do Parlamento.

Gross acusa Rothwangl de espalhar uma "guerra religiosa contra o cristianismo" e entrou com pedido judicial contra ele por "incitar o ódio à igreja".

No entanto, o dono das terras rejeita as acusações.

"Eu me recuso a ser comparado com os nazistas. Apenas quis chamar a atenção para esse problema", diz.

Fonte: Folha Online

FINAL DOS TEMPOS - Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia

Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia Segundo relato da vítima à políc...