terça-feira, 30 de abril de 2013

PADRE DETONA VATICANO - Pedófilos não são excomungados, mas eu fui, desabafa padre de Bauru (SP)



Roberto Francisco Daniel, 48, conhecido como padre Beto, durante entrevista coletiva concedida no sábado (27) em sua casa, em Bauru (SP), na qual anunciou seu afastamento da Igreja CatólicaRoberto Francisco Daniel, 48, conhecido como padre Beto, durante entrevista coletiva concedida no sábado (27) em sua casa, em Bauru (SP), na qual anunciou seu afastamento da Igreja Católica
Roberto Francisco Daniel, 48, mais conhecido como padre Beto, diz ver com incoerência sua excomunhão da Igreja Católica, já que sacerdotes que cometeram crimes de pedofilia, entre outros, não receberam a mesma punição.
O religioso que atuava na Diocese de Bauru (329 km de São Paulo) desde 2001 foi excomungado nesta segunda-feira (29) pela igreja, após um vídeo no qual ele se mostra favorável à união entre homossexuais ter sido publicado na internet.

Padre Beto conta ter sido recebido ontem pelo bispado da Diocese de Bauru em uma sala que se transformou rapidamente em um tribunal. Lá, ele deveria 'se desculpar pelos crimes contra a igreja', entre os quais o vídeo, que deveria ser retirado do ar.

O combinado, segundo ele, era ir à diocese somente para entregar seu pedido de afastamento, pois não havia aceitado pedir desculpas pelo conteúdo do vídeo. Ao questionar se estava "no banco dos réus", recebeu a afirmativa e, em seguida, abandonou a sala. Depois do episódio, recebeu a notícia da excomunhão.
"Foi com bastante indiferença [que recebi a notícia] porque eu já tinha me desligado. Mas, por outro lado, vejo com muita tristeza a incoerência dela [da Igreja], porque nós sabemos de casos que são notórios e públicos de pessoas, padres e bispos que erraram, que cometeram crimes de pedofilia, outros crimes também, que são punidos pela lei penal, mas não são excomungados. E a gente que simplesmente ajudou na reflexão sobre esses temas é excomungado. Vejo uma incoerência muito grande", disse ao UOL.
Impedido de celebrar missas a partir de então, Beto diz que manterá suas ações como teólogo e professor universitário na cidade, mantendo o diálogo sobre assuntos que envolvem a sexualidade.
"Pretendo continuar uma vida religiosa como teólogo. Sou teólogo formado, tenho doutorado e vou continuar contribuindo com a reflexão sobre Deus, sobre o mundo e como eu já comecei sobre a sexualidade humana, sobre o comportamento humano e sua relação com Deus", disse.
Padre Beto nunca foi um padre 'comum'. Com aparência jovial, vista no piercing em uma das orelhas, na tatuagem aparente e na calça jeans e camiseta, ele atraía jovens universitários e católicos não praticantes para as missas bauruenses. Em muitas delas, as mulheres eram maioria. O motivo? A simpatia e os olhos claros do religioso também costumeiramente chamado de 'padre galã'.
Beto repudiou ainda o discurso da igreja que diz que seus atos provocam escândalo.
"Quando ela [a Igreja Católica] fala em atos, isso é muito grave. Não são atos, são reflexões, é uma grande diferença. Tenho uma vida íntegra, dou a cara para bater. Reflito claramente porque não tenho o que esconder. Tudo o que eu faço é da linha da igreja, nunca feri o celibato, sempre levei a vida na moral cristã. Reflito a igreja, mas ela tem que revisar o conceito", diz.
Para ele, falta a Igreja Católica abrir espaço para a reflexão de temas atuais, como o uso de métodos anticoncepcionais.
"É claro que a maioria dos casais da Igreja Católica usa camisinha, faz laqueadura e ninguém fala. É aquela hipocrisia e não se esclarece que temos que ter uma boa educação sexual, planejar nossas famílias. Agora se isso é escandaloso em pleno século 21, eu não sei em que sociedade estou vivendo", diz.

VIA GRITOS DE ALERTA / INF. UOL

O presidente da Rússia, Vladimir Putin disse que a aprovação do casamento gay na França vai contra aos valores tradicionais russos.



Com a aprovação pelo parlamento francês na terça-feira do casamento gay e a adoção de crianças por pais homossexuais, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta sexta-feira (26) que seu governo vai buscar mudanças no acordo que regulamenta as adoções de crianças russas por pais franceses. Putin alega que a nova lei na França vai contra aos valores tradicionais russos.

A Rússia já havia suspendido as adoções por norte-americanos após uma disputa com Washington sobre direitos humanos. Segundo informações da Reusters Brasil, qualquer movimento para acabar com o acordo com a França, ou impor novas restrições, pode aprofundar a divisão entre Putin e nações europeias sobre os direitos dos homossexuais.

Desde quando começou o mandato, há um ano, o presidente Russo defende os valores considerados socialmente conservadores. Na Holanda, Putin foi recebido neste mês de abril por manifestantes que protestavam contra a legislação da Rússia, entendidas por muitos como discriminatória aos homossexuais.

O anúncio do presidente Russo foi expressado em apoio à deputada regional, Marina Orgeyeva, durante uma reunião que tratava sobre questões infantis, em que propôs rever o acordo de adoção com a França por causa do casamento gay. "Respeitamos os nossos parceiros, mas pedimos que respeitem as nossas tradições culturais e as normas éticas, legislativas e morais da Rússia. Eu acho que nós temos o direito de fazer as alterações", disse Putin, segundo Reuters Brasil.

O casamento homoafetivo e a adoção por casais do mesmo na França foi sancionada pelo presidente François Hollande e deve permitir que os primeiros casamentos sejam realizados já no meio deste ano. A decisão tem causado muita discussão e protestos no país e dividindo opiniões.

Segundo pesquisa do instituto BVA, 58% da população francesa se declaram favoráveis ao casamento gay.

Entre as manifestações na França, cerca de 50 mil pessoas contrárias ao casamento gay marcharam no último dia 21 de abril pelas ruas de Paris, com bandeiras nas cores rosa e azul, em protesto contra lei que viria ser aprovada no dia 23 de abril.

Fonte: The Christian Post

Morte de pastor evangélico comove cidade

O pastor caiu de uma altura de sete metros, de um andaime no qual estava realizando uma obra na laje da igreja.

O pastor da Igreja Pentecostal do Belém (RJ), Anderson Conceição, 34 anos, morreu tragicamente no domingo, ao cair de uma altura de sete metros, de um andaime no qual estava realizando uma obra na laje da igreja. O acidente ocorreu às 10h15min, tendo o óbito sido registrado as 11h45min, no Pronto Socorro Municipal. O Instituto de Medicina Legal (IML) de Angra dos Reis informou que a causa morte foi traumatismo cranio-encefálico e traumatismo toráxico.

Anderson Conceição era Administrador Regional do bairro Belém (Grande Japuíba), subordinado à subsecretaria de Serviços Públicos. O subsecretário Antônio Edineide Cordeiro, bastante abalado com a morte do funcionário, disse que, além de perder um amigo, perdeu um dos administradores mais competentes e atuantes do governo municipal. “Ele era um homem de atitudes, de compromissos com ma comunidade. Demonstrava ser diferente. A comunidade o admirava”, disse Cordeiro.

O subsecretário acrescentou: “O Anderson, além de ser um excelente administrador, era trabalhador e honesto. Era um servidor publico por excelência. Apesar de ser evangélico, a comunidade católica gostava dele, pois ele tinha um compromisso com toda a população do bairro.”

O corpo do pastor Anderson Conceição foi velado na igreja que ele dirigia, localizada na Rua Vivaldo Paz, no Belém. Milhares de pessoas compareceram ao velório e ao sepultamento, realizado hoje à tarde, no cemitério do bairro.

Fonte: A Voz da Cidade

Silas Malafaia acusa ativistas gays de quererem destruir a família

Open in new windowO pastor Silas Malafaia se pronunciou contra o ativismo gay no Brasil em seu programa Vitória em Cristo.

O popular televangelista do país falou sobre uma tentativa de alijar os evangélicos do processo democrático e destruição da família por parte de ativistas da causa LGBT.

“Nós estamos vivendo um momento no Brasil de uma verdadeira tentativa de destruição da família e da desconstrução da heteronormatividade”, disse ele em seu programa, no último sábado.
“Família não é uma questão de evangélicos é uma questão de civilização. Toda a história da civilização humana está sustentada em homem mulher e sua proble”, explicou.

Silas Malafaia mostrou indignação por saber de tentativas de mudanças em processos sociais e culturais para não ofender essa nova classe, dos homossexuais. Ele citou a sugestão de abolição do dia da mãe e do pai e da não colocação do nome da mãe e pai em certidão de nascimento.

Para Malafaia no jogo da democracia, há tentativas de alijar os evangélicos do processo social.

“É isso o que o diabo e os ímpios querem. Querem nos alijar de todo o processo social, para que o nosso pensamento, a nossa ideologia a nossa maneira de ser e de viver não possa ser colocada dentro diante da sociedade, e isso é jogo da democracia.”

“Qualquer ideologia pode ser manifestada..., ateísta, humanista, anarquista, e por aí vai. Quando nós nos manifestamos, ‘ah isso ai é religião, não pode!’ Ué, todos nós nos manifestamos na sociedade, a partir de crenças e valores que temos, sejam ateístas, sejam cristãos, judeus, católicos, evangélicos ou qualquer que seja”, defendeu.

Malafaia lamentou também que os evangélicos tenham medo de se mostrar e confrontar a sociedade ‘pecadora’. Ele acredita que a fé tem que ser mostrada fora das “quatro paredes da igreja”.

“Quando a Bíblia diz para transformar o mundo não é dentro da igreja. (...) A igreja evangélica brasileira por muitos anos ficou no monte da religião, entre quatro paredes. Como se fôssemos anjos e não cidadãos. Como vamos transformar o mundo se não confrontarmos o modo de vida dessa sociedade?”

Ele comparou o tempo em que o fiel passa em média dentro da igreja e fora em uma semana, constatando que é na igreja onde a fé é menos manifestada.

“O lugar onde menos manifestamos a nossa fé é dentro da igreja. Uma semana tem 178 horas. Você vai duas vezes por semana na igreja, 4 horas de culto, não dá 3% do seu tempo dentro da igreja. E você acha que é dentro da igreja que você manifesta a sua vida cristã?”

“A vida cristã é mostrada no lado de fora. É na sociedade, é confrontando esse modelo politicamente correto que quer botar na guela da sociedade vários conceitos pelos quais em nenhuma época da história e da sociedade foi um conceito que dirigiu que marcou que manteve a sociedade”, completou.

O líder evangélico conclama os evangélicos a se unirem em uma manifestação em Brasília 05 de junho, às 15h00 para defender a família tradicional, a vida, a liberdade de expressão e a liberdade religiosa.

Fonte: The Christian Post

Quadrilha liderada por pastor é presa ao tentar assaltar a igreja.

Uma quadrilha liderada por um suposto pastor da Internacional da Graça de Deus, em Rondônia, foi presa na madrugada desta terça-feira, enquanto agia dentro da sua própria congregação.

O grupo estava tentando roubar o malote de dízimo dos membros locais.

Segundo o jornal Rôndonia ao Vivo, a Polícia Civil prendeu pelo menos 10 homens. A quadrilha agia na congregação localizada no centro da capital Porto Velho e entrava pelos fundos do templo.

A polícia localizou os bandidos após dias de investigação. O pastor Josué Alves dos Santos, 23, foi identificado como o responsável pelo delito e coordenava a ação. Entre os presos, estão três bandidos que estavam foragidos por crimes de roubo.

De acordo com informações do Rondonotícias, os policiais civis já estavam a postos esperando a ação do grupo. Após uma troca de tiros entre policiais e bandidos, a equipe formada por integrantes da Polícia Civil e Polícia Militar cercou os ladrões.

Foram identificados como Mateus Lima Vieira 18, Romário Antero da Silva 19, Leandro Garcia da Silva 21, Anderson Souza da Silva 19, Francisco Claudio 22, Elisvaldo dos Santos 23, Rogerio Gomes, 22, e Jeferson Andrade, 23 anos.

Foram apreendidos diversos materiais com os suspeitos, como quatro armas, dinheiro, munição, ferramentas, veneno de rato, vários disfarces, aparelhos eletrônicos da igreja e um veículo modelo Palio.

Os acusados foram levados para o primeiro distrito policial da capital e ficaram a disposição do delegado responsável pelo caso.

No início deste mês, uma quadrilha especializada em roubo de dízimo em templos religiosos também foi presa em São Paulo. Eles fizeram arrastão durante um culto da Igreja Mundial do Poder de Deus.

Fonte: The Christian Post

Cristianismo pode ser extinto do Iraque

De acordo com o ministro da Portas Abertas, Paul Eastbrooks, os cristãos ouvem constantemente que não são bem vindos no país, o que faz deles constantes alvos de ataques.

“Quando a guerra no Iraque começou, extremistas islâmicos de Bagdá fizeram cerco na comunidade de Dara, aonde viviam os cristãos. Hoje, todas as famílias cristãs foram expulsas do loteamento onde viviam”, diz Eastbrooks.

Se a derrubada de Saddam Hussein foi uma vitória para as forças de coalizão, Eastbrooks afirma que o fato foi um desastre para os cristãos iraquianos.

Em 2003, havia mais de um milhão de cristãos no país. Atualmente, apenas cerca de 300 mil ainda estão ali. O ministro afirma que a história dos cristãos no Iraque é a maior perda, já que o Cristianismo tem sido parte fundamental da história iraquiana desde o início e sempre sobreviveu às investidas dos islâmicos em tentar dizimá-lo.

“À medida que os ataques contra os cristãos aumentam nas últimas semanas, há cada vez mais preocupação que o êxodo continue”, diz Eastbrooks.

Louis Raphael Sako, recém ordenado patriarca católico caldeu, afirmou à Portas Abertas que os cristãos “precisam permanecer” no território do Iraque. “Essa é nossa herança cultural. Se sairmos, tudo vai embora conosco”, disse.

Eastbrooks pede que os irmãos em Cristo orem pelos cristãos que ainda permanecem no Iraque e para que não esmoreçam. É preciso orar, pois é o “único recurso que realmente temos, além de informar à comunidade internacional que esse tipo de ‘limpeza religiosa’ está acontecendo”, prega o ministro.

A Portas Abertas Internacional mantém locais nos quais os cristãos podem se aconselhar, se reunir para ler a Bíblia e se organizar na esperança de que o cristianismo sobreviva no Iraque.

Fonte: The Christian

SHIMON PERES VISITA PAPA FRANCISCO I EM ROMA E CONVIDOU-O A VISITAR JERUSALÉM

 

Deram-se hoje em Roma acontecimentos que, aos olhos dos mais atentos, poderão representar uma simbologia profética de alcance inimaginável: no mesmo dia, o presidente de Israel, Shimon Peres é o primeiro chefe de um estado a se encontrar com o recém-empossado novo primeiro-ministro romano, Enrico Lette, e no mesmo dia encontrou-se com o novo Chefe da Igreja Católica de Roma, Francisco I, convidando-o já a visitar Jerusalém.

"ESTOU À SUA ESPERA EM JERUSALÉM!" 
"Estou à sua espera em Jerusalém," - convidou o presidente israelita na presença dos repórteres - "não apenas eu mas todo o povo de Israel." O encontro dos dois demorou cerca de 30 minutos, no palácio apostólico do Vaticano. 
Segundo um porta voz do Vaticano, o papa aceitou o convite com "boa vontade e alegria", não tendo ainda sido marcada a data para a viagem.
Os dois papas anteriores a Francisco I, João Paulo II e Bento XVI, visitaram Israel, em 2000 e 2009, respectivamente.
Peres pediu a Francisco I para "orar por todos nós" e disse ao papa que iria orar por ele durante a visita que ele irá fazer na Quarta-Feira a Assis, onde irá visitar o túmulo de S. Francisco de Assis, cujo nome adoptou para o seu papado.
Antes de partir para Roma, o presidente israelita afirmou que um dos seus propósitos na visita ao papa era de fortalecer as boas relações existentes entre Israel e o Vaticano, as quais, segundo ele, têm um importante papel a desempenhar na estabilidade do Médio Oriente e na direcção dos esforços para a paz.
PERES OFERECE UMA BÍBLIA AO PAPA...
O papa revelou também a Peres o seu plano para uma convocação para a paz internacional com líderes espirituais de muitos credos do mundo inteiro, que com uma só voz clara e alta apelem ao fim da violência.

SHIMON PERES OFERECEU UMA BÍBLIA AO PAPA
No final do encontro, Peres presenteou uma Bíblia ao papa Francisco I. Quem dera que o chefe idólatra da religião católica a pudesse ler e obedecer aos mandamentos de Deus nela registados...
Depois do encontro, Peres encontrou-se ainda com o cardeal Tarcisio Bertone, o primeiro-ministro da Santa Sé.

ENCONTRO COM O NOVO PRIMEIRO-MINISTRO DE ROMA
Peres reuniu-se também hoje com o recém empossado novo primeiro-ministro italiano, Enrico Lette, tendo já sido confirmada para a segunda parte deste ano uma cimeira bilateral entre Israel e a Itália.
No encontro dos dois líderes foi também focado o processo de paz para o Médio Oriente.
SHIMON PERES E ENRICO LETTE
O primeiro-ministro romano, membro de um dos mais secretos e poderosos clubes do mundo, declarou que se sentia "feliz e honrado" pelo facto de a primeira recepção feita a um chefe de estado durante o seu mandato ter sido ao presidente de Israel...

Creio ser demasiado evidente o caminho para o Anticristo. O dia de hoje tem sido sintomático do trajecto que estes líderes - sabendo-o ou não - estão a desbravar para o assinar do "grande acordo" assinado entre o Anticristo, o falso profeta e Israel, nos "últimos dias." Leia-se a profecia reveladora do profeta Daniel 9:27...
Sendo estes ou não as personagens, a verdade é que prefiguram claramente aquilo que irá em breve acontecer a este mundo...
Shalom, Israel!

ALERTA PAIS - Crianças estão sendo estupradas e sodomizadas em páginas do Facebook

Crianças estupradas e sodomizadas em páginas do Facebook




(MATERIAL EXPLÍCITO: Esta reportagem contem detalhes explícitos de abuso sexual de crianças, conforme mostrado em várias páginas do Facebook. O WND imediatamente denunciou imagens de pornografia infantil e abuso sexual de crianças ao FBI. As fotografias censuradas aqui publicadas estão entre as mais moderadas que encontrei.)


Ela é baixinha, morena, com olhos castanhos, mal completou 10 anos, e está nua; posando para o homem que a estuprou e trocou sua foto como moeda com milhares de predadores insaciáveis no Facebook.

A menina não sorri, porque sabe o que virá depois. Seu agressor irá compartilhar fotos e ganhar o direito de se vangloriar diante de milhares de outros depravados iguais a ele, que irão trocar suas próprias fotos eróticas (geralmente enviadas de celulares) de meninos e meninas que eles estupram.
Ela é linda. Aliás, poderia ser sua filhinha ou sua irmã mais nova. Seus cachinhos pendem sobre a sua jovem pele. Seu corpo nu mostra claramente que ainda não se desenvolveu. Mas tornou-se um brinquedo sexual, uma figurinha colecionável para adultos, um meio de excitar depravados sexuais pelo mundo.
Existem muitas outras meninas e meninos como ela; não em alguma revista vulgar nos fundos de uma livraria adulta, nem em um vídeo caseiro do Bairro das Luzes Vermelhas, nem nos becos de Bangladesh, mas em páginas de uma das mais bem sucedidas entre as novas empresas de internet no mundo.
Descubra o lado negro do Facebook, uma empresa onipresente com sede nos Estados Unidos, que está para fazer uma oferta pública inicial em que se espera avaliar a empresa em 100 bilhões dólares.



Imagens explícitas de crianças sexualizadas menores de 12 anos e de adultos estuprando crianças são colecionadas entre círculos de pedófilos no Facebook. Os print-screens publicados estão entre os mais “leves” dos que foram achados.
Outro perfil mostra um garotinho de certa de 8 anos, que se parece com um jovem esportista ou escoteiro da vizinhança. Ele foi forçado a se despir em uma cama, segurar os tornozelos atrás da cabeça para que seu captor fotografasse sua genitália e seu ânus.
Outro garoto, de cerca de 12 anos, está deitado de barriga para baixo em uma cama enquanto um homem adulto o penetra. A foto foi enviada por um celular, tirada ao vivo por uma terceira pessoa no quarto que observava o estupro da criança e enviava a imagem ao Facebook.
Em outras páginas, os depravados da pornografia infantil compartilhavam uma foto de duas meninas nuas se beijando e trocando carícias em um ambiente externo. Outro menino ainda, que aparenta cerca de 4 anos, recebendo sexo oral de uma criança cerca de dois anos mais velha.
Outras crianças na mesma faixa etária são mostradas sodomizando umas as outras, ou sendo estupradas por homens ou mulheres adultas, com links das fotos e vídeos postados no Facebook. Álbuns inteiros de meninos e meninas explorados estão visíveis para o público e compartilhadas com um mero clique.

Na página do Facebook chamada de “Kidsex Young”, um homem pergunta aos outros, “Vamos trocar vídeos?” Outro usuário posta o vídeo de um homem nu acariciando um bebê em uma cama.



“PedoBear”, desenho de um urso pedófilo, utilizado por pedófilos para identificarem um ao outro no Facebook.
Na maioria dos casos, pedófilos e pessoas que compartilham pornografia infantil possuem dois tipos de amigos: 1) pervertidos sexuais que possuem interesses similares e 2) crianças inocentes que eles encontraram e adicionaram no Facebook. Muitos predadores estabelecem um relacionamento virtual com uma criança, convencem-nas a enviar fotos provocantes ou até mesmo as convencem a se encontrar com eles pessoalmente.
Os nomes abaixo são de grupos e páginas reais atualmente ou anteriormente disponíveis para usuários do site de todo o mundo:
Kidsex Young
Preteen Lesbians
10-17 Teen Bisexual
Incest (“curtido” 2,119 vezes em 19 de abril de 2012)
PTHC (preteen hard-core pornography)
12 to 13 Boy Sex
Young Gay Pics and Movie Trade
Gangbanging
Hot and Teen Lesbians
Bl*wjob Fan Page (curtido 1,662 vezes em 20 de abril de 2012, a maioria por meninas e algumas jovens aparentemente adolescentes)
Young Lesbians
Teen Sex
Love Little Kids
I.ncest Forever
Menfor Babygirls
Sex Little Girls
Nude Teens
F**k Young Girls
F**k Young Boys
Como o nome sugere, o “PedoBear” é um desenho de um urso pedófilo, utilizado por pedófilos para identificarem um ao outro no Facebook. No momento dessa reportagem, havia 267.064 páginas “curtidas” de dezenas de páginas cheias de grupos que continham o termo “PedoBear”. Em alguns desses grupos, o WND encontrou imagens bastante preocupantes.
Parece haver poucas restrições a esses grupos pela rede social.
Apesar de repetidas solicitações, o Facebook não respondeu as ligações telefônicas e e-mails do WND a respeito das numerosas imagens, vídeos ou páginas explícitas direcionadas a depravados sexuais.
A maioria desses predadores não está simplesmente procurando imagens de pornografia infantil. Em um estudo conduzido em 2007 pela Agência Federal de Prisões, no qual psicólogos conduziram uma pesquisa de opinião detalhada sobre o comportamento sexual de criminosos virtuais, 85% deles afirmaram ter cometido abuso sexual contra menores, de toques inapropriados a estupros.
O Ministério da Justiça dos EUA explica: “Na maioria dos casos de pornografia infantil, o abuso não é um acontecimento que ocorreu uma única vez, mas uma vitimização contínua que progride ao longo de meses ou anos.  É comum que os produtores de pornografia infantil cuidem de crianças ou cultivem um relacionamento com a criança, para com o tempo gradualmente sexualizar o contato. O ato de cuidar estimula uma falsa sensação de confiança e autoridade sobre uma criança com vista a insensibilizar ou quebrar sua resistência ao abuso sexual”.
Em “The Berlin Turnpike”, Bechard explica: “Sites de redes sociais como Facebook, MySpace e Twitter mudaram o jogo completamente. Com uma enorme popularidade (e crescendo a cada dia que passa), esses sites gratuitos oferecem ferramentas muito poderosas para homens que compram sexo, cafetões e pedófilos que colecionam pornografia infantil. Em um estratagema de marketing brilhantemente tortuoso, cafetões utilizaram esses sites de maneira que os homens não precisam mais procurar mulheres nas esquinas ou na internet. Por meio das redes sociais, as mulheres vão a eles…
“Muito mais flagrante foi a utilização do Facebook por pedófilos para se conectarem uns aos outros pelo mundo e trocarem material sexualmente explícito de crianças, outra forma de tráfico de pessoas, conforme legislação americana”.
Em um grupo do Facebook chamado de “Forbidden Incest” (Incesto Proibido), uma “adolescente” demonstra interesse por um “papai amoroso” e recebe resposta de vários pretendentes.
Bechart observa que um perfil do Facebook do início de 2011, sob o nome fictício de “Marcos Teia”, tinha mais de 500 “amigos” que trocavam fotos. Uma das primeiras imagens de sua galeria retrata uma criança de apenas 6 ou 7 anos.
“Ela não estava sorrindo na foto. Com a cabeça levemente inclinada para a direita, olhava envergonhada para a câmera. Seu cabelo estava arrumado em alto estilo, com fitas verdes e amarelas. Além da maquiagem, estava usando batom, lápis de olho e sombra. Estava em um ambiente externo, com o céu azul e colinas não identificadas no fundo. Segurava um boneco inflável do Patolino. E estava completamente nua”.
A coleção crescia a cada hora que passava. Depois que o perfil de “Marcos Teia” foi denunciado, desapareceu temporariamente, mas logo ressurgiu.
“Um dia ele estava no Facebook com centenas de amigos, cujos perfis também exibiam fotografias sexualmente explícitas de crianças e adultos no site da rede social, e no dia seguinte havia desaparecido. Poucos dias depois estava de volta, ávido por aceitar solicitações de amigos de quem quer que fosse”.
Bechard também encontrou o perfil de um “Marcos Robson”.
“As fotografias eram imagens explícitas de meninas, aparentando a idade de 3 a 9 anos”, explica. “As imagens mostravam essas meninas envolvidas em sexo vaginal, oral e anal. Algumas estavam imobilizadas com silver tape. De acordo com o mural do grupo, “sex little girls” tinha 51 membros e o número de fotos havia aumentado para 37, incluindo uma que parecia ser uma menina recém-nascida e a genitália de um homem adulto”.
Bechard disse ao WND que os colecionadores de pornografia infantil estão lucrando com a postagem no Facebook de links externos para suas galerias de vídeos no Facebook.
“Muitas dessas pessoas possuem galerias secretas e links para vídeos que baixaram ou fizeram eles próprios”, afirma. “É aí que eles ganham dinheiro, com vídeos”.
Bechard disse que um dos maiores obstáculos é o de superar a falta de conhecimento do público sobre a pornografia infantil no Facebook.
“Um dos problemas é o fato de poucas pessoas sequer saberem que esse problema existe”, afirma. “Ninguém sabe disso”.
Bechard e Lepoutre informaram aos gabinetes de congressistas que trabalham na área de abuso infantil e exploração comercial do sexo a respeito da pornografia infantil no Facebook.
“Eles não faziam ideia de que isso existia, porque todos confessaram que adoram o Facebook”, afirma Bechard. “A rede social os ajuda a se elegerem ou a evitar que outros se elejam. Todo mundo utiliza o meio”.
 
ATENÇÃO . CUIDADO . SEUS FILHOS PODEM ESTAR CORRENDO PERIGO .
 
 
VIA GRITOS DE ALERTA / INF. Chelsea Schilling

O Jogo Duplo Sujo dos Ativistas Gays

 


Os ativistas gays sabem muito bem o que interessa a uma grande parte da população homossexual. Afinal, o estilo de vida deles tem tudo a ver com sexo. O sexo homossexual tem um significado marcante e inescapável para muitos que vivem no comportamento homossexual: Sexo anal, oral e atos eróticos com rapazes e meninos.

Muitos rapazes mais pobres conseguem se estabelecer na vida por causa de suas ligações com homossexuais influentes e ricos. Os mais pobres se entregam aos instintos dos mais poderosos, porque querem recursos e poder. Os mais poderosos querem sexo, e acabam, de certa forma, escravizados à obrigação de atender a seus alvos sexuais, que podem levar a público os segredos das mais estranhas e pervertidas práticas sexuais de homens famosos. Seu silêncio é comprado com muitos favorecimentos. A chantagem sempre fez parte da cultura gay.

A imprensa liberal bem conhece a realidade dessa cultura. Mas não expõe nenhum famoso a uma incômoda investigação jornalística, que poderia sem dificuldades revelar artistas, políticos e autoridades em situações sexuais bem desagradáveis, até mesmo com menores. É claro que a perversão sexual é crime em todos os casos, não só de homossexuais, porém a pornografia, a prostituição e a pedofilia têm uma participação fundamental no estilo de vida homossexual ativo. É uma realidade que os ativistas gays muito se esforçam para esconder ou neutralizar diante do público. Contudo, pode também ser uma arma poderosa de chantagem e manipulação em suas mãos, quando um homem no homossexualismo se recusa a atender às reivindicações do movimento homossexual.

Foi o que aconteceu no final de 2005 no caso de Jim West, prefeito da cidade de Spokane, em Washington, EUA.


Ele é homossexual, porém demonstrou opor-se ao movimento homossexual, chegando a apoiar medida impedindo ativistas gays de fazerem apresentações de seu estilo de vida nas escolas públicas. Naturalmente, esse homossexual não estava marchando conforme às ordens da militância gay! Por isso, ele se tornou alvo do ódio de outros homens que vivem no homossexualismo.

Uma revista secular tomou a iniciativa de introduzir um espião no cenário. A mídia não contou quem deu a inspiração à revista de investigar e violar a privacidade do prefeito Jim West, porém o que o espião acabou descobrindo é exatamente o que todo ativista homossexual já sabe: Jim usava o computador da prefeitura para procurar sexo com homens mais jovens. Logo em seguida, ele foi afastado do cargo.

Se Jim tivesse se curvado diante dos desejos da militância gay, seus segredos e preferências sexuais seriam protegidos de todo tipo de violação de privacidade. Os ativistas homossexuais fazem barulho imenso com uma mínima tentativa de investigação ao seu comportamento, por motivos óbvios. Mas nenhum grupo gay se manifestou em defesa de Jim, que caiu unicamente por causa de seu homossexualismo e por causa de sua oposição ao movimento homossexual. Muitas outras autoridades homossexuais também poderiam cair se viesse ao conhecimento do público seus desejos e práticas. Mas o jogo sujo que Jim sofreu não atinge os homossexuais que se comportam conforme exige a elite politicamente correta, que requer que todos os homossexuais apóiem o homossexualismo, sob pena de sofrerem todo tipo de invasão à privacidade.

Para os que se prostram diante dessa elite, há acobertamento e privilégios. Para os que não se submetem, há implacável intolerância, preconceitos, armações e ciladas.

O comportamento de Jim procurando sexo homossexual com homens mais jovens foi certo? Claro que não. Mas já que ele teve de cair, porque também não permitir que todas as autoridades homossexuais sejam colocadas, por justiça, na mesma balança moral? Por que não permitir que as autoridades e famosos sejam investigados em sua privacidade homossexual? Se de fato os ativistas gays querem plena igualdade, por que não se expõem ao público do jeito que expuseram Jim West?

Jim não era diferente de outros homossexuais, exceto que ele era conservador e contrário às exigências dos homossexuais radicais. Se suas práticas homossexuais puderam ser usadas para sua própria queda, por que não revelar também as práticas homossexuais dos ativistas que armaram sua queda?

A justiça, que atingiu Jim West, é para todos, não apenas para homossexuais descontentes com as injustiças do movimento homossexual. A justiça deve ser igual para todos, até mesmo para os militantes gays.



VIA GRITOS DE ALERTA / FONTE JULIO SEVERO

TARADO DE BATINA - Padre suspeito de abusar sexualmente de menino de 11 anos é preso no Amapá

Um padre católico de origem italiana, que atuava como pároco substituto em Mazagão, município de Macapá (AP), distante 34 km da capital, foi preso na manhã de quinta-feira (11) suspeito de abusar de um menino de 11 anos.
O padre, que já era alvo de investigação por parte da Polícia Federal em Macapá pelo mesmo motivo, tinha sido transferido recentemente a Mazagão.
O delegado da Polícia Civil Sandro Torrinha cumpriu mandado de prisão preventiva emitido pelo juiz da comarca, Saloé Ferreira, após familiares denunciarem que o menino teria sido abusado pelo padre durante as festividades da Semana Santa numa das salas da casa paroquial.
Segundo o delegado, o padre pediu ao garoto para acompanha-lo até a sala onde aconteceu o abuso. O menino, que estava brincando com outra crianças, seguiu o padre.  Após algum tempo, os colegas foram procurá-lo na casa paroquial, onde presenciaram o abuso e começaram a gritar para chamar a atenção.
O menino abusado, as crianças que testemunharam o crime e familiares foram ouvidos pela polícia, que solicitou a prisão preventiva do padre. Preso, ele foi transferido ao Iapen (Instituto de Administração Penitenciária do Amapá ).


VIA GRITOS DE ALERTA / INF. R7

Abner Ferreira planeja projeto de evangelização digital

 
Pastor Abner Ferreira planeja projeto de evangelização digitalO pastor Abner Ferreira, presidente da Assembleia de Deus em Madureira, no Rio de Janeiro, anunciou que lançará um grande projeto de evangelização digital que deverá incluir sites, redes sociais e aplicativos para iPhone e Android.
“Temos tanta coisa na internet – coisas boas. Por que não usar estas ferramentas a favor do evangelismo mundial? Enquanto um culto ou um projeto de bairro atinge algumas centenas de pessoas, um projeto de evangelismo digital atingirá milhares e até milhões de pessoas”, explica o pastor.
O líder assembleiano disse também já ter iniciado melhorias nas redes e sites do ministério e que deverá anunciar o nome do novo projeto dentro de algumas semanas. A intenção do projeto seria incentivar a criação de conteúdo evangelístico.
A estratégia estaria voltada para a promoção de conteúdos através das redes sociais, vídeos, materiais digitais, como jogos, aplicativos, blogs, entre outros. A estratégia evangelística também deverá contar com a participação de diversos portais e personalidades evangélicas.
Modelo Billy Graham
Há um ano a estratégia de evangelização da Associação Billy Graham foi lançada e só em 2012 contabilizou mais de 1,5 milhão de pessoas atingidas. Abner Ferreira deverá seguir a mesma linha.
O líder do ministério de Madureira será o primeiro no Brasil a criar um projeto voltado para o evangelismo on-line.

GP

Silas Malafaia denuncia jogo político dos ativistas gays

Silas Malafaia denuncia jogo político dos ativistas gays
No programa Vitória em Cristo deste sábado (27), o pastor Silas Malafaia falou a respeito das manifestações dos ativistas gays que querem mudar os princípios da família cristã e também comentou sobre as críticas que o deputado e pastor Marco Feliciano tem recebido desde que assumiu a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.
Malafaia já havia tocado no assunto da CDHM em março, quando os protestos começaram. Mas dessa fez ele citou a proposta de tirar o nome da mãe e do pai das certidões de nascimento, projeto que tenta impedir que crianças adotadas por homossexuais não se sintam ofendidas.
“Eu vou mostrar para vocês o jogo sujo daqueles que querem nos cercear”, disse ele falando dos ativistas gays que tentaram tirar seu registro de psicólogo junto ao Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro e dos vídeos manipulados para colocá-lo como homofóbico.
Outro processo recente movido contra ele por deputados do PSOL e PT que usaram uma página falsa do Facebook para incriminá-lo por difamação e calúnia. A justiça já retirou o nome de Silas Malafaia do processo e agora é o pastor quem está processando os deputados por “denunciação caluniosa”.
Na visão do pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo as acusações contra o deputado Feliciano é um jogo ideológico do PT. “Eu estou mostrando fatos comprovados”, disse ele.
“Querem controlar a mídia e nos calar”, denuncia Malafaia que convocou seus telespectadores para a manifestação pacífica que irá acontecer em Brasília no dia 5 de junho.

GP

Dilma é vaiada em solenidade em MS e minimiza: 'é democracia'

Presidente Dilma Rousseff em Campo Grande (Foto: Fernando da Mata/G1 MS)Produtores rurais entraram em área destinada ao público (Foto: Fabiano Arruda/G1 MS)
Produtores rurais vaiaram a presidente Dilma Rousseff (PT) e o governador do estado, André Puccinelli (PMDB), durante solenidade de entrega de 300 ônibus escolares, no Jóquei Clube, em Campo Grande, nesta segunda-feira (29). O grupo protestou contra a demarcação de terras feita pela Fundação Nacional do Índio (Funai) em Mato Grosso do Sul.

A maioria do grupo ficou atrás do setor da imprensa, na parte descoberta. Eles repetiram as vaias durante o discurso de diversas autoridades ao longo do evento. O protesto foi organizado pelos 69 sindicatos rurais do estado e pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) e outras entidades que representam os produtores rurais. Segundo a Famasul, cerca de 3 mil produtores de Mato Grosso do Sul e também do Paraná participaram.

 a entrega de chaves dos ônibus escolares aos prefeitos, em que não havia discursos, Dilma Rousseff foi vaiada pelos produtores, que gritavam “demarcação, não” e “sim à produção”. O governador chegou a interromper a solenidade para pedir que eles parassem de vaiar, “em respeito a presidente”. Em seguida, os manifestantes chegaram a vaiar novamente, mas depois pararam.
  
Presidente Dilma Rousseff em Campo Grande MS (Foto: Fernando da Mata/G1 MS)Dilma Rousseff durante visita em Campo Grande.
(Foto: Fernando da Mata/G1 MS)
No momento em que a presidente foi ao microfone para o discurso, que durou cerca de uma hora, ela foi vaiada novamente. “Gente: acho bom ver vocês gritarem mesmo porque democracia é isso. Não tenho problema nenhum [com as vaias]”, disse.

Ao final do evento, boa parte dos manifestantes se posicionou na saída do Jóquei. Com faixas e apitos, eles fizeram mais barulho, mas viram Dilma de longe. A comitiva presidencial evitou passar em frente dos manifestantes. Do lado de fora do hipódromo, a equipe partiu em dois helicópteros para a Base Aérea de Campo Grande de onde seguiu para Brasília (DF).

Carta entregue
O presidente da Famasul, Eduardo Riedel, afirmou ao G1 que entregou um documento à presidente que pede a interrupção da demarcação de terras indígenas no estado. Segundo ele, o objetivo é cessar os conflitos entre produtores e indígenas. Riedel afirmou que são 52 pontos de conflito em Mato Grosso do Sul, a maioria na região sul.
 

Comitiva presidencial não passou perto de manifesto na saída da solenidade. (Foto: Fabiano Arruda/G1 MS)
"O mais importante foi ter conversado com ela e ter entregado a reivindicação pessoalmente", disse o presidente da federação. “O movimento dos produtores foi legítimo para que encontremos soluções. Não é possível deixar a Funai avançar em todos os processos [de demarcação] sem nenhum contraponto", completa.

O conflito entre produtores e índios é histórico no estado e, os casos mais recentes, envolvem atritos entre os fazendeiros e os guarany-kaiwá. A Funai aponta que em todo o estado existem atualmente 24 terras indígenas regularizadas ocupadas pelos guarany-kaiwá (entre propriedades regularizadas, homologadas, declaradas e delimitadas). O total de terras equivale a 90,4 km² -- cinco vezes o tamanho da Ilha de Fernando de Noronha.


FONTE . WWW.G1.COM.BR

Presidente Obama elogia coragem de jogador da NBA que assumiu ser gay

Basquete O presidente dos Estados Unidos, Barack, Obama, ofereceu todo o suporte para o jogador Jason Collins, da NBA, que assumiu, publicamente, que é gay, em entrevista divulgada nesta segunda-feira na revista "Sports Illustrated".
Hora depois do anúncio de Collins, o primeiro jogador da NBA a assumir ser gay, o presidente Obama ligou para o atleta e disse ter ficado impressionado com a sua coragem, de acordo com um funcionário da Casa Branca que não estava autorizado a discutir publicamente a conversa privada e falou sob condição de anonimato.
No início da segunda-feira, o porta-voz da Casa Branca Jay Carney já havia dito que a decisão de Collins havia sido um outro exemplo de progresso e evolução nos EUA, assim como para o crescimento entre os americanos à aceitação dos direitos dos homossexuais e ao casamento do mesmo sexo.

ELE É UM DOS APOIADORES DA AGENDA GAY .

VIA GRITOS DE ALERTA / INF. FOLHA

Igreja decide excomungar padre que defende homossexuais em SP

Mais de mil pessoas lotaram a igreja Santo Antônio, em Bauru, no domingo de manhã para de despedir das missas celebradas pelo Padre Beto que anunciou sua saída da igreja no sábado. Pedro Motta deixa um churro de adeus. Crédito: Luly Zonta/Agência BOM DIA A Igreja Católica decidiu excomungar o padre de Bauru (a 329 km de São Paulo) que havia se afastado de suas atividades religiosas neste final de semana após declarações de apoio aos homossexuais.
A decisão da excomunhão foi divulgada pela Diocese de Bauru num comunicado publicado em seu site. O texto é assinado pelo Conselho Presbiteral Diocesano, formado por dez sacerdotes da cúpula do órgão.
Agora, o processo de excomunhão será tocado por um juiz instrutor até chegar ao Vaticano, onde funciona a última instância da igreja.
Conhecido por contestar os princípios morais conservadores da Igreja Católica, Roberto Francisco Daniel, 48, o padre Beto, realizou suas últimas missas neste domingo (28), em duas igrejas que ficaram lotadas de fiéis em clima de comoção.
Com a excomunhão, ele não pode participar de nenhuma cerimônia do culto católico, celebrar ou receber sacramentos --não pode mais batizar ou ser batizado, casar-se ou realizar um casamento, confessar-se ou ouvir confissões, por exemplo--, nem exercer cargos eclesiásticos.
Como membro desligado da Igreja Católica, ele também não recebe mais os benefícios dos cargos que tenha exercido, como pensão.
Ele havia recebido prazo do bispo de Bauru, Caetano Ferrari, 70, para se retratar e "confessar o erro" cometido em declarações divulgadas na internet nas quais afirma que existe a possibilidade de amor entre pessoas do mesmo sexo, inclusive por parte de bissexuais que mantêm casamentos heterossexuais.
Beto também questiona dogmas católicos e chama a atenção pelo estilo. Fora da igreja, usa piercing, anéis, camisetas com estampas "roqueiras" ou com a imagem do guerrilheiro comunista Che Guevara e frequenta choperias.
Luly Zonta/Agência Bom Dia
Mais de mil pessoas lotaram igreja em Bauru no domingo de manhã para de despedir das missas celebradas pelo Padre Beto
Após o ultimato, o religioso anunciou que iria se afastar de suas funções religiosas, mas disse que considerava a hipótese de voltar um dia.
"Se refletir é um pecado, sempre fui e sempre serei um pecador", afirmou. "Quem disse que um dogma não pode ser discutido? Não consigo ser padre numa instituição que no momento não respeita a liberdade de expressão e reflexão".
Nesta segunda-feira de manhã, ele tentou entregar o pedido de afastamento, mas foi informado sobre a excomunhão.
No comunicado, a diocese afirma que "uma das obrigações do bispo diocesano é defender a fé, a doutrina e a disciplina da igreja" e que, por isso, o padre "não pode mais celebrar nenhum ato de culto divino (sacramentos e sacramentais, nem mais receber a santíssima eucaristia), pois está excomungado".
O bispo convocou um padre canonista perito em Direito Penal Canônico e o nomeou como juiz instrutor para tratar a questão e aplicar a "Lei da Igreja". A partir da decisão da excomunhão, o juiz instrutor iniciará os procedimentos para a "demissão do estado clerical".
Ainda segundo o comunicado, o bispo tenta há muito tempo o diálogo para "superar e resolver de modo fraterno e cristão esta situação". Segundo a diocese, todas as iniciativas foram esgotadas. O juiz instrutor teria tentando mais uma vez o diálogo com o padre, mas Beto reagiu agressivamente e recusou a conversa, afirma a diocese.
Ainda segundo o comunicado, o padre "feriu a Igreja" ao fazer as declarações e ao negar "obediência ao seu pastor", o que resulta "no gravíssimo delito de heresia e cisma cuja pena prescrita no cânone 1364, parágrafo primeiro do Código de Direito Canônico é a excomunhão anexa a estes delitos".
A assessoria de imprensa da diocese informou que após a decisão nenhum pronunciamento será feito pelo bispo ou padres da diocese. O silêncio é uma determinação do juiz instrutor do processo.
Ao lado de uma advogada, Padre Beto procurou um cartório para registrar seu pedido de afastamento logo após ser informado sobre a excomunhão.
"Ainda bem que não tem fogueira", disse ao comentar de forma irônica a decisão do bispo. Padre Beto afirmou ainda que a decisão não vai mudar nada em sua vida, pois já havia decidido pelo afastamento da Igreja.

FONTE . UOL.COM.BR

O QUE SIGNIFICA 5777--"LEI PERFEITA, LEI DA LIBERDADE"

(TG 2:8; 1:25)(ler -2 Co 3:16 a18)."SE CRISTO VOS LIBERTAR SEREIS VERDADEIRAMENTE LIVRES."(JO 8:36)-- Para que...