sábado, 20 de abril de 2013

Revista Time coloca pastor entre os 100 líderes mais influentes do mundo

 
Revista Time coloca pastor assembleiano entre os 100 líderes mais influentes do mundoTitãs, pioneiros, líderes, artistas e ícones. Essas são as categorias usadas este ano pela revista Time na sua tradicional lista com as 100 pessoas mais influentes do mundo. Além de políticos e empresários, chama atenção na lista de “líders” o nome de Wilfredo de Jesus, 48, mais conhecido como Pastor Choco. Ele está a frente do Ministério Aliança de Vida Nova, uma das que igrejas que mais crescem nos Estados Unidos. Com sede em Chicago, é a maior congregação da Assembleia de Deus do país,  com 17.000 mil membros.
Em 2000, eram apenas 100 pessoas por culto. Essa igreja majoritariamente latina além dos cultos em inglês e espanhol realiza ações em sua comunidade, com trabalhos entre os sem-teto, as mulheres envolvidas com drogadição e prostituição, além de jovens pertencentes a gangues.
“Quando você vive nos subúrbios de uma cidade grande, isso molda você, porque você vê a injustiça e não pode simplesmente pregar no domingo e ignorar o que acontece à sua volta”, diz ele. “Você não tem outra escolha a não ser entrar no meio dessa luta e falar para as pessoas sobre uma vida diferente”.
Choco também é o vice-presidente do departamento de justiça social da influente organização Conferência Nacional de Liderança Cristã Hispânica.  O perfil do pastor latino na revista é assinado por Rick Warren, que já figurou em listas anteriores da Time.
Já o papa Francisco é descrito como uma pessoa simples como Jesus e São Francisco de Assis; descomplicada, um pastor sincero. A Time destaca os novos rumos que a Igreja Católica poderá tomar se o novo pontífice conseguir impor sua filosofia de vida e de ministério em uma instituição marcada por escândalos financeiros e sexuais nos últimos anos.
Há um brasileiro entre os 100 mais deste ano: o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. Curiosamente, ele tomou o lugar de representante do Brasil da presidente Dilma que figurou na lista ano passado. De acordo com a Time, com o julgamento dos membros do partido de Dilma por causa do mensalão ele passou a “simbolizar a promessa de um novo Brasil, comprometido com o multiculturalismo e igualdade”. Com informações de Time e Terra.

Latino se converteu e vai se casar em cerimônia evangélica

Latino se converteu e vai se casar em cerimônia evangélica, revela noiva
A modelo Rayanne Morais, noiva de Latino, disse em entrevista nesta quinta-feira (18) que se casará em uma cerimônia evangélica já que ela e o cantor se converteram.
O casamento está marcado para o dia 12 de outubro no Copacabana Palace e após a reunião os noivos passarão a lua de mel em Dubai, nos Emirados Árabes, e nas Maldivas.
“Somos evangélicos e vamos fazer um culto bem bonito, simples. Depois, queremos festejar nossa união com os amigos e a família em uma grande festa”, disse a noiva que assistia aos desfiles do Fashion Rio.
O cerimonialista que conduzirá o casamento será Roberto Cohen, famoso entre os artistas. O casal espera 500 pessoas para celebrar a união que aconteceria em dezembro do ano passado, mas que acabou sendo remarcada.
A notícia da conversão do cantor pegou a muitos de surpresa, pois em 2011 Latino chegou a dizer que tinha interesse em gravar CD gospel, mas não tinha a intenção de se tornar evangélico. Com informações Mundo Pop e Terra.

Feliciano pede desculpas para quem se ofendeu com suas palavras

 
Feliciano pede desculpas para quem se ofendeu com suas palavrasO deputado federal pastor Marco Feliciano (PSC-SP) usou o Twitter para pedir desculpa a todos que se sentiram ofendidos com as ministrações antigas que foram postadas na internet para prejudicar a imagem do pastor que enfrenta diversas acusações desde que assumiu a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.
Antes de pedir perdão, o deputado voltou a dizer que se arrepende da forma como tratou diversos assuntos em suas ministrações antigas e disse que se fosse hoje ele usaria outras palavras para poder se expressar.
Apesar de se desculpar, Feliciano considerou uma covardia essa tática usada por seus opositores para tentar denegrir sua imagem diante da população brasileira.
“Covardia pegarem vídeos de 10, 12 e até 14 anos atrás para me ridicularizarem. Vivo em outro tempo. Querem destruir a imagem dos evangélicos”, escreveu ele.
Sobre a nova polêmica com os católicos, Feliciano lembra que o padre Paulo Ricardo de Azevedo Junior chegou a declarar em uma missa que os evangélicos são otários. “Este padre por exemplo nos ofendeu, mas é passado, perdoamos e pronto.”
É esse perdão que o deputado pede na mensagem seguinte: “Peço a todos os que se sentiram ofendidos com minhas palavras antigas que me perdoem. Estamos numa luta maior e mais séria. Um abraço.”

GP

ISRAEL SE PREPARA PARA A GUERRA NA PALESTINA: 'NOSSA RESPOSTA SERÁ DURA'

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, responsabilizará o Hamas em caso de um ataque vindo da Faixa de Gaza. Neste domingo, ...