segunda-feira, 23 de setembro de 2013

SINAIS DO FIM - Pastor chileno relata destruição após tornado em Taquarituba

Mapa Taquarituba - vale este (Foto: Arte/ G1) O pastor chileno Ricardo Ossandon, de 51 anos, foi uma das testemunhas do tornado que atingiu a cidade de Taquarituba, no interior de São Paulo, na tarde do último domingo (22). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de Avaré, foram confirmados 2 mortos, um adolescente e um motorista de ônibus, e mais de 60 feridos.
“Foi terrível, destruiu muita coisa. Casas, telhados, silos onde se armazena milho, cereais”, contou Ricardo por telefone ao , lembrando que estava acompanhado de alguns fiéis assim que o fenômeno ocorreu, a cerca de 1 km de distância.

“Vimos que a coisa estava fora dos padrões e começamos a orar. O vento atingiu onde estávamos, mas o epicentro (sic) da coisa foi a 1 km de distância. Parecia que tinham bombardeado tudo”, contou o pastor.
Ossandon relatou também que conhece quatro famílias que foram muito prejudicadas pelo fenômeno. “Conheço uma moça que caiu a casa inteira, outra a parede caiu em cima do carro, outro o telhado saiu e o João de Matos”, pontuou o senhor, relembrando que este último escapou por pouco ao se refugiar em um barraco, localizado próximo a um posto de gasolina que foi totalmente destruído elo tornado.
Força do vento fez com que caminhão virasse durante tornado (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular) “João mora a uns 100 m do posto. Como na casa dele tem um barracão, ele estava lá na hora e começou a estourar os vidros, e então ele se trancou no banheiro. Quando saiu, estava tudo destruído”, contou o Ricardo, informando também que a mulher de João, Pâmela de Matos, teve o rosto machucado em consequência do fenômeno.
Terminal rodovíario de Taquarituba ficou completamente destruído após o femômeno no último domingo (22), que deixou mortos e mais de 60 feridos (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular) Apesar de toda a destruição, o pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular garantiu que não ficou muito assustado com o fenômeno, já que tinha experiências com terremotos em sua terra natal. “Não me assustei muito porque no Chile tem muito terremoto, já passei por dois lá”, relembrou Ossandon, destacando que teme mais os tremores de terra do que o vento forte. “O tornado não me assustou porque ele tem um caminho a percorrer, e o terremoto está em todo lugar. Fiquei tranquilo”, apontou o senhor.
Mesmo com a comunicação parcialmente restabelecida na cidade, com exceção dos celulares que não funcionam corretamente, o pastor afirma que o local mais atingido pelo tornado ainda não possui energia elétrica, e que os bombeiros estão trabalhando na limpeza da área, permitindo apenas a entrada de moradores da rua. “Acredito que vai demorar”, disse Ossandon.
Fenômeno assustou moradores da pequena cidade no interior de São Paulo (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Resgate aos feridos
Segundo a polícia, um esquema especial  foi montado no hospital da cidade para atender as vítimas, inclusive com o auxílio de médicos da região.

O Corpo de Bombeiros não soube informar para onde as pessoas desalojadas serão encaminhadas. Não há ainda o número total de pessoas que ficarão fora de casa por conta da destruição.
Segundo a Somar Meteorologia, o temporal que atingiu a região foi resultado de uma frente fria que veio do Sul do país e trouxe nuvens carregadas à região.
Árvores foram arrancadas e casas foram destruídas após a passagem do tornado em Taquarituba (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Força do vento fez com que caminhão virasse durante tornado (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
Cobertura metálica é vista presa em poste. Pastor afirma que região mais afetada ainda não possui energia elétrica (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Terminal rodovíario de Taquarituba ficou completamente destruído após o femômeno no último domingo (22), que deixou mortos e mais de 60 feridos (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
Fenômeno assustou moradores da pequena cidade no interior de São Paulo (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
Árvores foram arrancadas e casas foram destruídas após a passagem do tornado em Taquarituba (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
Cobertura metálica é vista presa em poste. Pastor afirma que região mais afetada ainda não possui energia elétrica (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
 
 
VIA GRITOS DE ALERTA / INF. G1.COM.BR

ISLÂMISMO , A RELIGIÃO QUE MATA OS CRISTÃOS .

Os Cristãos estão  vivendo momentos aterrorizantes nos países comandados por islâmicos radicais .
Povo esse que comanda com unhas afiadas a matança de CRISTÃOS , que sem defesa são brutalmente atacados .
Levanto aqui umas perguntas .


PORQUE ESSES ISLÂMICOS EM TERRITÓRIA BRASILEIRO NÃO SE PRONUNCIAM SOBRE ISSO?

SERÁ QUE ELES TAMBÉM APOIAM ESSA MATANÇA INDISCRIMINADA DOS CRISTÃOS ?

SERÁ QUE OS ISLÂMICOS , QUE SÃO MORADORES DA TRIPLICE FRONTEIRA DO BRASIL COM OS PAÍSES DA AMERICA DO SUL , TAMBÉM SÃO CONIVENTES COM ESSAS ATITUDES DESSES COVARDES , SEM EXCRUPULOS ?


FICA AQUI REGISTRADA A MINHA PERGUNTA , E ESPERO QUE PELO MENOS UM DESSES RESPONDAM .


Pois sabemos dos seus planos de estruturarem suas mesquitas em território brasileiro , mas aqui as coisas são um pouco diferentes .


GRITOS DE ALERTA

SUJEIRA PETISTA- Denúncia da r evista Época mostra irregularidades das ONGs e chega até Pablo Capilé, da Fora do Eixo e da Mídia Ninja

Murilo Ramos, com Flávia Tavares e Marcelo Rocha
(Época)
Maria Suely Fernandes, funcionária de do Banco do Brasil, sempre quis trabalhar com projetos sociais. Há três anos, graças à indicação do PT, teve sua chance. Aos 29 anos, conseguiu uma vaga na Fundação Banco do Brasil, braço filantrópico da empresa, dominado pelo PT há dez anos.
Suely era filiada ao PT de Minas Gerais desde a adolescência e fora indicada ao cargo pelo sindicalista Jacques Pena, ex-presidente da fundação e quadro influente do partido em Brasília – ele foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Dilma na capital da República, em 2010.
Para desgosto de Pena e do grupo petista que controla a fundação, Suely ignorou o apadrinhamento do partido. Descobria tudo, fossem pequenas falhas na apresentação de projetos, fossem fraudes complexas em contratos milionários.
Ingênua, Suely relatava as falcatruas encontradas – a maioria envolvendo seu padrinho político, Jacques Pena – a seus superiores na fundação e no Banco do Brasil. Era ignorada. Ela insistiu, insistiu, insistiu… até que, em dezembro passado, convencida de que ali ninguém nada faria, juntou seus relatórios e denunciou as fraudes ao Ministério Público do Distrito Federal e à Polícia Civil de Brasília.
ESCUTAS
As escutas confirmaram as informações prestadas por Suely e revelaram mais casos de desvio de dinheiro. Há dez dias, o juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Frederico Ernesto Maciel, autorizou a polícia e o MP a apreender documentos e computadores na sede da fundação, em Brasília.
A polícia e o MP deram início à Operação Overnight e apreen­deram documentos na sede de uma ONG que pertence a Joy Pena, irmão mais novo do sindicalista e ex-presidente da fundação Jacques Pena.
É dos quadros do PT o prefeito do município gaúcho de Canoas, Jairo Jorge, cunhado de Pena – a fundação financiou em Canoas projetos de reciclagem de lixo e “inclusão digital”. Numa das escutas realizadas pela polícia, funcionários da fundação cogitavam transferir um equipamento de triturar lixo de obra – adquirido para o município vizinho de São Leopoldo, com recursos da fundação – para Canoas, em razão de a prefeitura de São Leopoldo ter passado para as mãos de PSDB nas últimas eleições.
O favorecimento a prefeituras administradas pelo PT fica evidente na investigação. Numa das escutas, funcionários disseram que o presidente da cooperativa de catadores de lixo de Uberaba, a Cooperu, se apropriara de dois caminhões doados com dinheiro da fundação, para transportar material de uma empresa particular. Os funcionários da fundação ainda apelidaram a cooperativa de Coopergato, numa alusão à quantidade fantasiosa de catadores de lixo.
CAPILÉ NA PARADA
Descobriu-se que a fundação investe em qualquer coo­perativa. Uma delas, espécie de cooperativa do novo milênio, chamada Casa das Redes, recebeu R$ 370 mil. A associação é comandada pelo jornalista Pablo Capilé, guru do Movimento Fora do Eixo e da Mídia Ninja. O dinheiro serviria para criar uma “estação digital” em Brasília. E o que faria essa estação? Difícil saber. O argumento de Capilé para convencer a fundação a lhe entregar dinheiro é irresistível: chaleirar o governo petista.
“Na gestão Lula, o acesso aos recursos e bens de produção, principalmente sustentados pelas novas tecnologias, somados ao empoderamento da sociedade civil, como partícipe da construção de políticas públicas para o setor foram medidas importantes que contribuíram para a articulação, fortalecimento e ampliação de alternativas econômicas à classe cultural em todo o país”, escreveu Capilé.
Com o dinheiro na mão, Capilé e seus amigos Fora do Eixo alugaram uma casa bacana em Brasília. Mobiliaram e equiparam a casa com tudo o que têm direito: bons móveis, TVs de LCD, computadores MacBook, mas não quaisquer MacBooks: MacBooks Air, aqueles fininhos, mais modernos e charmosos. A fundação banca o aluguel, contas de água, luz e telefone de nove ativistas e um bebê de 9 meses, Benjamin, filho de um deles. (Não se sabe se a fundação paga as fraldas.)
Por dentro, a tal casa criativa parece mais uma start up de tecnologia que uma comunidade de “agitadores culturais”, como eles se definem. Como a luta de Capilé e de seus amigos Fora do Eixo nunca foi pelos 20 centavos, há também um carro para servir a casa. Até recentemente, de acordo com uma apuração da própria fundação, o carro circulava pelas ruas de São Carlos, no interior paulista.


FONTE. http://www.portali9.com.br/noticias/denuncia/denuncia-mostra-irregularidades-das-ongs-e-chega-ate-pablo-capile

Maior financiador de campanha dos governos Lula-Dilma vem tornando-se sinônimo de sonegação, cartel e carnes com vermes

Lula e o "garoto-propaganda" Friboi, o ator Global Tony Ramos
Como o maior frigorífico do setor de carne bovina do mundo, a Friboi tornou-se dona de uma avalanche de denuncias: tais como sonegação, cartel e carnes com vermes.
Empresa muito ligada ao ex Presidente Lula e a atual Presidente Dilma Rousseff, o Grupo Friboi deu um salto quântico, tornando-se o maior e mais poderoso frigorífico do mundo. A Friboi, durante os últimos anos, foi comprando toda a sua concorrência ou quebrando-as, transformando-se numa espécie de Grupo EBX do ramo da carne para o PT.
Sendo a maior financiadora da campanha de Lula e Dilma, chegou a doar a vultuosa quantia de mais de 40 milhões de reais à campanha petista, nas últimas eleições.
Depois da quebra de Eike Batista, Grupo Friboi é o próximo da fila
Presidente Dilma Roussef, com medo de mais informação negativa, está de olho na JBS. Governo quer impedir que efeito Eike se repita na empresa de Goiás.
Não é apenas o resultado da pesquisa Serpes/O Popular que tem desestimulado o empresário Júnior do Friboi (PMDB). Após a onda de quebradeira das empresas de Eike Batista, o Governo Federal está de olho nos passos do grupo, o JBS, do pré-candidato goiano.
Conforme fontes no Planalto, a presidenta Dilma Rousseff (PT), com medo de mais desgastes, teria orientado que agentes públicos fiquem atentos aos movimentos do grupo JBS. Em todo país, existem hoje pelo menos 30 promotores de Justiça se debruçando sobre questões legais do grupo.
Depois que foram divulgados áudios de conversas em que José Batista Júnior, então dono do Friboi, relata como sua empresa e outras três (Independência, Mataboi e Bertin) agem para controlar o preço da arroba do boi em pelo menos cinco Estados no país.
O JBS caiu na mira de vários órgãos fiscalizadores de que usa gado de fazendas que utilizam trabalho escravo, investigações quanto à sonegação de impostos e monopólio de mercado. No começo do ano, Joesley Batista, irmão de Júnior, foi denunciado pelo Ministério Público Federal por sonegar R$ 10 milhões em dois anos.**
Nem mesmo com o garoto propaganda e ator Global, Tony Ramos dizendo e propagando a qualidade de "primeiro mundo" da carne Friboi, o produto conseguiu escapar de uma ou outra de denuncia sobre a falta de higienização no interior da embalagem, dessa vez foram encontrados vermes no produto.
Assista vídeo:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=FT5J_gxM1bw
 
ARTICULAÇÃO
A OGX, a mega empresa que Eike se gabava nas rodas políticas e empresariais, quebrou. Suas ações valem hoje centavos. Como a JBS, ela tem recursos públicos investidos, caso do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
A articulação em defesa de Eike e JBS se cruza: Lula, quando presidente, teria garantido aos dois inúmeros benefícios. Não se sabe o que o presidente teria em troca. Uma das recomendações foi de que a JBS empregasse Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central na gestão de Lula, mas que ficou sem função com Dilma. Meirelles também não tem uma função específica ou tradicional na empresa, conforme noticiou a revista “Exame”, mas mesmo assim é bem remunerado para dizer que presta consultorias ao grupo.
O BNDES já perdeu R$ 359 milhões com as empresas de Eike. Por isso, no mercado, já existe uma onda de boatos de que a JBS estaria no mesmo caminho. Espalham pela internet informações de que a empresa teria dificuldades financeiras. Daí as propagandas com Tony Ramos em excesso e o uso da imagem de Henrique Meirelles.
Dilma teria juntado o quebra cabeça e informado a um grupo dentro do Planalto seu receio. Não quer ser pega de surpresa por mais nada.
Vice Presidente, Michel Temer no ato de filiação ao PMDB do proprietário da Friboi, Junior da Friboi
FONTE . http://www.portali9.com.br/noticias/denuncia/marca-friboi-vem-tornando-se-sinonimo-de-sonegacao-cartel-e-carnes-com-vermes

Cristãos coptas,católicos,anglicanos e evangélicos temem novos ataques no Egito – ORE

O mês de agosto/13 marcou um triste episódio da Igreja Perseguida no Egito, quando aconteceu uma dos mais violentos ataques contra cristão dos últimos tempos. A quase um mês do ocorrido os Cristãos no país temem novas investidas dos radicais muçulmanos contra suas vida e as Igrejas nos país. - Confira, ORE e comenteEsta semana vai completar um mês desde que a onda de ataques contra os ministérios, igrejas e instituições cristãs em várias cidades egípcias. os quais foram alvos de extremistas islâmicos que reagiram de forma extremamente violenta a retirada pelo exército dos ativistas que estavam acampados no Cairo manifestando-se a favor presidente do deposto Morsi.
Após esta situação formada, os radicais islâmicos começaram uma perseguição desenfreada e violenta , principalmente aos Cristãos em várias cidade e regiões do Egito. Dentre todas as cidades atacadas, Minya foi uma das mais afetadas. Os radicais islâmicos desencadearam ataques as igrejas cristãs coptas , católicos, anglicanos e evangélicas, deixando um rastro de destruição e muitos feridos e vitimas fatais. Hoje estas diferentes comunidades estão vivendo com um certo receio de que os violentos ataques possa acontecer novamente.
Adel Shafiq, ativista cristão, contou como era o mosteiro da Virgem Maria na cidade de Dalga. Mas acrescentou “Nós não temos uma igreja para ir a rezar”. “Nós ainda estamos tentando limpar e recuperar o que pudermos”. Temos quatro igrejas na área, mas ninguém pode realizar reuniões “, desabafou com tristeza.
Janet Wadie, outro cristão, conta como radicais atacaram sua casa no dia 14 de agosto. “Eles jogaram bombas incendiárias que queimaram nossa varanda”,  “Os vizinhos tentaram apagar o fogo, mas estávamos com medo e fugimos”, lembra ele.
Apesar de o Exército reforçar sua presença nas ruas do país, e em cidades como Minya não não deixa esquecer que os ataques não eram algo isolado, mas cumprimento das ameaças que os radicais islâmicos proclamou contra todos os cristãos, depois da queda do presidente Morsi. Apesar de não serem uma das principais forças no Egito, mostraram-se bem armados e treinados para atacar igrejas, edifícios e casas.
A instabilidade que atravessa o país não ajuda tranquilizar os cristãos, que continuam a pedir um esforço ainda maior na área de segurança e ajuda para reconstruir suas igrejas. Dai vem o receio dos cristãos estabelecidos no Egito de uma nova onda de ataques acontecer de ma hora para outra.

Fonte: O Diario

Nova série de prisões de cristãos no Irã



Nova série de prisões de cristãos no Irã Cristãos iranianos pedem oração; uma série de prisões abalou a Igreja entre julho e agosto. Sabe-se que pelo menos 20 cristãos, a maioria ex-muçulmana, foram presos em várias cidades.

As prisões ocorreram na capital Teerã e também nas cidades de Karaj, Isfahan e Tabriz.


Entre os presos, estava Ebrahim, cristão que aguardava uma decisão do tribunal. Em 21 de agosto Ebrahim foi preso com dois outros crentes: Masoud (ex-muçulmano) e Sevada (cristão armênio). Eles foram detidos após uma incursão de agentes de segurança no local de trabalho de Masoud. Eles permanecem detidos.


Em sua campanha eleitoral, o atual presidente do Irã, Hassan Rouhani – empossado em 3 de agosto –, prometeu durante melhorar da situação dos direitos humanos no país. Ele falou da criação de um "contrato dos direitos civis" para assegurar a igualdade de todos os cidadãos, sem discriminação de raça, religião ou sexo.


Líderes cristãos estavam entre aqueles que acolheram esta promessa. Com o passar do tempo, porém, perceberam que os poderes do presidente são limitados, já que ele não tem controle direto sobre o Ministério da Inteligência e sobre o Poder Judiciário, os principais autores de muitas das violações dos direitos humanos no Irã.


O pastor Saeed Abedini, um cidadão iraniano-americano preso em Teerã desde 26 de setembro de 2012, apelou este mês ao presidente Rouhani para que ele cumpra a sua promessa. Saeed foi condenado a oito anos de prisão por supostamente colocar em perigo a segurança nacional e atentar contra o regime iraniano. Na prisão, Abedini tem sido pressionado a negar sua fé em Cristo por meio de tortura.


Pedidos de oração


• Ore por todos os cristãos detidos por causa de sua fé, para que a presença e a paz de Jesus estejam sobre a vida deles a cada dia.


• Interceda pelos cristãos no Irã, para que a proteção do Pai, o conforto do Filho e a orientação do Espírito Santo façam parte do cotidiano deles.



Fonte: Portas Abertas

Líderes religiosos denunciam casamento infantil


Líderes de várias religiões, entre eles cristãos, estão denunciando o casamento infantil em uma transmissão de áudio e vídeo para rádio, TV e Internet no país de maioria hindu, o Nepal.
A transmissão, lançada esta semana na língua Nepali com legendas em inglês, foi criada por três grupos das Nações Unidas.
"Vamos por fim ao casamento infantil", disse o clérigo hindu Chintamani Yogi. 

Líderes religiosos denunciam casamento infantil No Nepal, 11 por cento das meninas com menos de 14 anos de idade e 29 por cento das jovens entre 15 a 19 anos são casadas. Sete por cento dos meninos se casam antes de completar 18 anos, de acordo com Hanaa Cantor, representante do Nepal para o Fundo das Nações Unidas para a Infância .
Durante o lançamento da produção em 15 de setembro, os líderes participaram em uma reunião num hotel em Kathmandu, capital do Nepal. O embaixador da Noruega no Nepal, Alf Arne Ramslien, foi o convidado principal e introduziu a produção e discussão.
"Isso vai contra todas as convenções dos direitos humanos e tratados internacionais que, direta ou indiretamente, impeçam a degradação e maus tratos de meninas inerentes ao casamento infantil ", disse Singer.
Em um relatório de junho intitulado "Casamento infantil e violações dos direitos das meninas", o nova iorquino Human Rights Watch recomendou que a idade mínima para o casamento fosse fixada em 18, sugestão do consenso emergente de convenções internacionais de direitos humanos.
O casamento infantil "afeta com mais frequência as meninas e, muitas vezes, coincide com outras violações de direitos, incluindo, mas não limitando a violência doméstica, e o acesso dificultado aos serviços de saúde reprodutiva e educação", disse o relatório da organização .
As meninas que se casam "lutam com os efeitos na saúde de ficarem grávidas muito jovens e, muitas vezes, a falta de educação e a independência financeira , a violência doméstica e estupro marital. "
"Elas também sofrem uma alta taxa de mortalidade durante o parto, devido, em grande parte, à falta de maturidade física das meninas, onde a pélvis e o canal do parto não estão totalmente desenvolvidos", disse a organização .
O pastor K.B. Rokaya finaliza: "O casamento infantil nunca é mencionado na Bíblia. Todas as religiões devem trabalhar juntos para acabar com essa prática".
 
Fonte: Charismanews

Pastor leva a Cristo 28 muçulmanos na prisão



Pastor leva a Cristo 28 muçulmanos na prisão Um pastor iraquiano levou 28 muçulmanos a Cristo na prisão, antes de ser concedido um perdão presidencial sem precedentes, revelou Terry Law, fundador da Compaixão Terry Law Ministérios.

"Eu estava tão animado quando recebi o telefonema, que não podia acreditar nos meus ouvidos", disse Terry Law, fundador da Compaixão Mundial Terry Law Ministérios, recordando o dia em que ele soube que seu bom amigo, o cristão iraquiano Ali Abdi Hamzah, também conhecido como pastor Jamal, ia ser posto em liberdade.


O pastor foi posto em liberdade em abril, 21 meses depois de ser mantido na prisão. Existia uma grande preocupação sobre o estado de saúde do pastor, já que ele havia detectado previamente um tumor e precisava de atenção.


"Nunca aconteceu antes. É a primeira vez que o perdão é concedido a um muçulmano que se converteu ao cristianismo e,  logo em seguida, tenha levado a fé cristã aos outros muçulmanos. É inédito ", diz o Direito.
Durante o tratamento, Jamal revelou que tinha levado 28 prisioneiros muçulmanos à fé em Jesus Cristo, algo que Terry Law descreveu como "uma história incrível" que o deixou confuso.
Jamal foi preso em julho de 2011 e condenado a cinco anos de prisão no Iraque, supostamente para trabalhar como espião para Iran. Law conta que o pastor realmente estava ajudando distribuir alimentos às pessoas necessitadas, quando foi descoberto nas aldeias de refugiados. A prisão de Jamal tinha mais a ver com a conversão do pastor islamismo para o cristianismo, algo rejeitado pela lei de inspiração muçulmana.
"Ele foi detido sem acusação por 14 meses. Durante esse período, eu tentei desesperadamente tirá-lo da cadeia ", disse Law. "Nós fizemos uma entrega de comida com ele para os campos de refugiados em 2010 e trabalhou conosco e nós só saoubemos que ele havia sido preso depois de saímos de Curdistão do Norte".
Mais tarde puderam visitar Jamal na prisão. "Quando fomos, o diretor o deixou sair da cela. Ele estava animado para nos ver ", recorda Law, que comprovou  que o pastor estava sofrendo. "Ele caiu de joelhos, e tinha fortes dores de cabeça. Nós pensamos no que ele estava suportando. "
Graças a implicação do senador dos EUA James M. Inhofe, se produziram movimentos burocráticos e legais para organizar uma reunião entre Terry Law e Karim Sanjari, ministro do Interior da região kurda. Na primeira, Sanjari disse Jamal tinha sido julgado por juízes kurdos, e assim não havia maneira de sair da prisão, apesar de sua condição.
Mas a partir do ministério insistiu, citando a falta de saúde do preso. Sanjari finalmente concordou e pediu perdão por Jamal, libertado da prisão 21 meses depois de sua prisão.
"Foi através do ato de coragem do presidente Masoud Barzani e do governo regional Kurdo, que o pastor Jamal foi perdoado e libertado da prisão", informou a  Compaixão Mundial.
 
Fonte: Mundo Cristiano

Missionária brasileira fala sobre a situação atual na Síria



Missionária brasileira fala sobre a situação atual na Síria Voluntária no Oriente Médio há 17 anos, Raquel Elana passou 6 meses ajudando refugiados que deixaram campo de Zaatari, na Jordânia.

Aos 40 anos, a brasileira Raquel Elana passou quase metade da vida como voluntária no Oriente Médio. Já são 17 anos como missionária da Igreja Batista, os últimos seis meses na Jordânia, ajudando refugiados que deixaram a Síria, país vizinho mergulhado numa guerra civil que já deixou 100 mil mortos nos últimos dois anos e meio. Antes, esteve em lugares como Líbano e territórios palestinos, onde conviveu com mulheres que sofriam por causa da opressão masculina.


Raquel, que também é professora e tem diversos livros sobre as missões publicados - o próximo será pela editora Multifoco - trabalhou na Jordânia, na periferia de al-Mafraq, ajudando refugiados que deixaram o campo de Zaatari, o maior do país, com 120 mil pessoas. A ONU calcula que pouco mais de 30% dos dois milhões de sírios que deixaram o país vivem nos campos. A grande maioria foge da polícia e acaba encontrando uma vida difícil nas cidades.


"Dentro do campo há várias organizações não governamentais, mas, mesmo com a ajuda, muitos saem de lá porque vivem sem ter o que comer ou o que vestir. Eu atendia cerca de cem famílias por mês, fornecendo cestas básicas, remédios e conforto espiritual", afirma.


Na Jordânia, país predominantemente muçulmano, Raquel tem que lidar ainda com o conflito religioso. Lá, ela é voluntária, e não missionária da Junta Administrativa de Missões (Jami). A professora conta que já chegou a ser interrogada por policiais por ser cristã. E lembra a destruição de Maaloula, vila de cristãos ortodoxos, praticamente destruída pela guerra civil.


"Usamos a palavra ‘voluntário’. Missionário lá tem outro teor, diferente do daqui. Eles pensam que nosso objetivo é a conversão, o que não é verdade", explica ela, que já atendeu até os rebeldes do Exército Livre da Síria.


Com a iminência de uma intervenção militar americana - nos últimos dias mais distante devido ao acordo russo-americano - o grupo de religiosos que trabalha com os refugiados está menor. Os que ficaram, de outras missões, têm trabalho dobrado, numa situação cada vez mais caótica. E embora a maioria dos jordanianos não acredite que o país vá se envolver em uma possível guerra, muitos temem que a economia afunde ainda mais e que o número de refugiados aumente.


"A população toda aprendeu a viver com medo, mas ninguém quer a guerra. Nem os jordanianos nem os refugiados, que, em sua maioria, não apoiam o Bashar (al-Assad, o presidente sírio), mas também não querem ajuda dos rebeldes. Eles estão depressivos. O povo chora muito pela destruição da Síria. Estão revoltados com os dois lados", afirma a missionária, que tem planos de voltar no ano que vem para continuar o trabalho.


Acesse
www.apoiesiria.org e participe da ajuda da Portas Abertas no país.


Fonte: Portas Abertas

Pastor Abedini: `Não deixe que meus filhos fiquem órfãos´




Pastor Abedini: `Não deixe que meus filhos fiquem órfãos´ Pastor Saeed Abedini, americano preso no Irã por causa de sua fé cristã, intercedeu diretamente com o presidente do Irã para não permitir que seus filhos se tornem órfãos.

Abedini apelou ao novo líder por sua liberdade, através de uma carta que escreveu em sua cela na prisão de Evin, uma das mais cruéis do país. Diz-se que o Presidente Hassan Rouhani é mais moderado do que o seu antecessor.


"Dado o fato de que eu vim para o Irã para servir os órfãos, por favor, não deixe que os meus filhos se tornem órfãos e minha esposa sem um guardião", ele escreveu, de acordo com o Centro Americano de Direito e da Justiça (ACLJ).


O órgão, que representa o pastor da família, lançou uma campanha para enviar milhares de cartas solicitando a liberação do Pastor Saeed ao presidente do Irã.


As cartas podem ser escritas por pessoas de todo o mundo, através de um texto padrão ou em suas próprias palavras, pelo site SaveSaeed.org, no "Projeto de ser ouvido."
 
Fonte: Mundo Cristiano

O QUE É SER UM CRISTÃO ?



 
O Dicionário Webster’s define um Cristão como “uma pessoa que professa a crença em Jesus Cristo ou na religião baseada nos ensinamentos de Jesus.” Enquanto este é um bom ponto de partida para entender o que é um Cristão, como em muitas definições seculares, entretanto, ela falha em comunicar a verdade bíblica do sigificado de ser Cristão.

A palavra Cristão é usada três vezes no Novo Testamento (Atos 11:26; Atos 26:28; 1 Pedro 4:16). Os seguidores de Jesus Cristo foram chamados “Cristãos” pela primeira vez em Antioquia (Atos 11:26) porque seu comportamento, atividade e fala eram como Cristo. A expressão foi inicialmente usada pelas pessoas não salvas de Antioquia como um apelido desrespeitoso para debochar dos Cristãos. Significa literalmente: “pertencente ao partido de Cristo” ou um “aderente ou seguidor de Cristo”, o que é bem similar à forma como o Dicionário Webster’s a define.

Infelizmente, com o tempo a palavra “Cristão” perdeu uma grande parte de seu significado e é geralmente utilizada para descrever alguém que é religioso ou tem altos valores morais ao invés de ser um verdadeiro seguidor renascido de Jesus Cristo. Muitas pessoas que não acreditam em Jesus Cristo se consideram Cristãs simplesmente porque vão à igreja ou vivem em uma nação “Cristã”. Mas ir à igreja, servir aos menos afortunados que você, ou ser uma boa pessoa não fazem de você um Cristão. Como disse um evangelista certa vez: “Ir à igreja não faz de você um Cristão mais do que ir a uma oficina faz de você um carro.” Ser um membro de igreja, freqüentar os cultos regularmente e trabalhar para a igreja não podem fazer de você um Cristão.

A Bíblia nos ensina que as boas obras que fazemos não são capazes de nos tornar aceitáveis para Deus. Tito 3:5 nos diz que “não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo Sua misericórdia, Ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo.” Então, um Cristão é alguém que foi renascido por Deus (João 3:3; João 3:7; 1 Pedro 1:23) e colocou a sua fé e confiança em Jesus Cristo. Efésios 2:8 nos diz que “pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus.” Um verdadeiro Cristão é alguém que se arrependeu do seu pecado e colocou sua fé e confiança somente em Jesus Cristo. A sua confiança não é em seguir uma religião ou um conjunto de códigos morais, ou uma lista de faças e não-faças.

Um verdadeiro Cristão é alguém que colocou a sua fé e confiança na pessoa de Jesus Cristo e no fato de que Ele morreu na cruz como pagamento por nossos pecados e ao terceiro dia ressuscitou dos mortos para obter vitória sobre a morte e dar vida eterna a todos os que Nele crêem. João 1:12 nos diz: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome.” Um verdadeiro Cristão é de fato um filho de Deus, uma parte da verdadeira família de Deus, e alguém que recebeu vida nova em Cristo. A marca de um verdadeiro Cristão é o amor pelos outros e obediência à palavra de Deus (1 João 2:4; 1 João 2:10).






ACEITE JESUS COMO SALVADOR DE SUA VIDA.

Você tomou uma decisão por Cristo por causa do que você leu aqui? 



ENVIE ME UM EMAIL CONTANDO SOBRE ISSO . ubpes@yahoo.com.br



RADICAIS ISLAMICOS , MATADORES DE CRISTÃOS - Atentados contra cristãos no Paquistão deixam 81 mortos


Homem chora após a morte de seu irmão no local de um atentado suicida em uma igreja em Peshawar, no Paquistão (Foto: Fayaz Aziz/ Reuters)
Homem chora após a morte de seu irmão no local de um atentado suicida em uma igreja em Peshawar, no Paquistão (Foto: Fayaz Aziz/ Reuters) Ao menos 81 pessoas morreram e 131 ficaram feridas nos atentados suicidas de domingo (22) contra uma igreja cristã em Peshawar, noroeste do Paquistão, segundo um novo balanço divulgado por fontes médicas.
O médico Arshad Javed, do hospital Lady Reading de Peshawar, informou à AFP que o número de mortos chegou a 81 durante a noite e o de feridos a 131. Entre as vítimas fatais estavam 37 mulheres.
O balanço anterior do ministro do Interior, Chaudhry Nisar Ali Khan, citava 78 mortos e mais de 100 feridos.

O ataque contra a Igreja de Todos os Santos de Peshawar foi reivindicado pelos talibãs paquistaneses, que anunciaram a criação de uma nova facção, a Junood ul-Hifsa, para matar estrangeiros e vingar os ataques de drones americanos contra a Al-Qaeda nas áreas tribais próximas da fronteira com o Afeganistão.
"Cometemos o atentado suicida na igreja de Peshawar e continuaremos atacando os estrangeiros e não muçulmanos até que parem os ataques de drones", disse por telefone à AFP Ahmad Marwat, porta-voz do grupo.
Cristãos protestaram em diferentes cidades do Paquistão, incluindo Karachi e Faisalabad, para contra a violência e para pedir mais proteção das autoridades.
Em Islamabad, mais de 100 manifestantes bloquearam a principal avenida da cidade durante várias horas nesta segunda-feira.
Este foi um dos ataques mais violentos contra os cristãos no Paquistão, comunidade que representa 2% da população do país de 180 milhões de habitantes, em sua maioria muçulmanos.


GRITOS DE ALERTA / INF. G1.COM.BR

ONU VETA TENTATIVA ÁRABE DE CONDENAR ISRAEL


REACTOR NUCLEAR EM DIMONA
A organização de acompanhamento nuclear das Nações Unidas vetou esta manhã a resolução promovida pela Liga Árabe para "denunciar" Israel por causa do seu alegado arsenal nuclear.  
Esta tentativa, que teve a imediata oposição dos EUA, é a consequência do mal estar existente entre alguns regimes árabes por causa do adiamento de uma possível conferência internacional visando banir os armamentos nucleares em toda a região do Médio Oriente.
A Agência Internacional para a Energia Atómica vetou assim em Viena esta pretensão árabe, tendo havido 51 votos a favor e 43 contra, com a abstenção de 32 países. 
Caso esta resolução tivesse sido aprovada por maioria de votos, Israel seria  obrigado a assinar o "tratado de não proliferação nuclear" e permitir ainda  que a agência mandasse observadores para   as suas instalações nucleares.
Israel congratulou-se com esta derrota dos projetos árabes, acrescentando que foi mais "um ataque contra Israel" e que a preocupação da comunidade internacional deveria ser a interrupção do programa nuclear iraniano.
De acordo com a última edição do "Boletim dos Cientistas Atómicos", Israel possui em stock 80 ogivas nucleares, todas produzidas em 2004, ano em que Israel congelou toda a produção.
O programa nuclear israelita é mantido no maior segredo. Segundo estudos de peritos, Israel tem capacidade para lançar ogivas nucleares através de diferentes métodos, incluindo mísseis balísticos, aviões e mísseis disparados a partir de submarinos.
Shalom, Israel!

Assaltos deixam igrejas católicas e evangélicas em alerta em Maceió

O crime na capital alagoana não tem perdoado nem mesmo igrejas e templos religiosos que constantemente são alvos dos criminosos. Aparelhos de som, microfones, instrumentos musicais têm atraído os bandidos que muitas vezes não se intimidam com a igreja cheia e entram para roubar as bolsas dos fiéis.
Com medo dessa onda de violência os líderes religiosos estão investindo em segurança, instalando câmeras pelos templos e até mesmo contratando seguranças particulares.
Na igreja Catedral Metropolitana de Maceió um homem entrou no meio dos festejos a Nossa Senhora dos Prazeres e roubou o microfone. Por sorte a igreja já estava equipada com câmeras e flagrou o homem.  “Entregamos as imagens à polícia e agora cabe aos oficiais identificar a pessoa”, diz o padre Lídio José, responsável pela igreja.
Uma igreja evangélica no bairro da Ponte Verde também tem sido alvo dos criminosos. O pastor responsável preferiu não ser identificado na reportagem do G1, mas contou que precisou instalar 34 câmeras no templo para tentar inibir a ação dos bandidos.
“É uma situação lamentável que toda população tem vivido e as igrejas e tão passando por essa situação também”, lamenta. O religioso, porém, não se sente intimidado e diz que a igreja precisa continuar pregando. “O que nós temos que fazer é continuar pregando o evangelho, falando do amor de Cristo para que vidas sejam transformadas”.
Uma igreja batista em Tabuleiro do Martins também resolveu investir em segurança e contratou uma empresa e alarmes para proteger o local, mas esse investimento todo não impediu uma nova ação dos criminosos da cidade. Eles conseguiram entrar no templo empurrando o ar-condicionado e levaram instrumentos musicais e um aparelho de DVD.
“É inadmissível as pessoas não respeitarem mais nem o espaço de culto, espaço religiosos, espaço de sagrado, por isso temos que tomar cuidado até na casa de Deus para que não ocorra transtornos”, disse o pastor da igreja.
Com Informações G1.

Terroristas muçulmanos invadem shopping no Quênia para matar cristãos

Segundo a Cruz Vermelha local, 68 pessoas morreram, entre elas várias crianças. Há cerca de 175 feridos que foram levado aos hospitais da cidade. Testemunhas relatam que homens entraram com os rostos cobertos e usando coletes à prova de bala empunhavam rifles AK-47, além de granadas.
Terroristas muçulmanos invadem shopping no Quênia para matar cristãosRelatos de sobreviventes dizem que eles jogaram uma granada e todos começaram a correr. Muitos se jogaram ao chão. No início, gritavam para os muçulmanos saírem dali, pois não eram os alvos. Depois de alguns minutos, começaram a atirar. O shopping Westgate é conhecido por ser frequentado por quenianos de classe alta e estrangeiros. O prédio estava cheio durante o atentado.
Foi confirmada a morte de três britânicos, dois franceses, dois indianos, um sul-africano, uma chinesa, um médico peruano que trabalha no Unicef, um ganês e um sobrinho do presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta.
Usando sua conta no Twitter, a Al Shabab explicou que seus militantes escoltaram os muçulmanos para fora do prédio antes de começar o massacre.  O Departamento de Estado dos EUA anunciou que “vários americanos” foram feridos, mas nenhum morreu.
A BBC informa que algumas pessoas ficaram até 40 minutos escondidas em lojas e nos banheiros até conseguirem escapar. Agências de notícias afirmam que ainda há reféns em poder do grupo. O chefe de polícia Benson Kibue explica que um grupo de 15 soldados de turbante negro foram responsáveis pelas mortes. Após 30 horas, as forças do exército tomaram conta da maior parte do prédio. O  ministro do Interior, Joseph Ole Lenku, relatou que alguns dos atiradores “muito provavelmente” morreram durante a ação. Dentr os 30 reféns, apenas 10 ainda estão nas mãos dos terroristas. 
shopping kenya Terroristas muçulmanos invadem shopping no Quênia para matar cristãos
Unidades do Exército chegaram ao local para auxiliar a polícia. O governo não tem fornecido muitas informações, apenas divulgou que a situação está sob controle e a segurança foi reforçada em outros shoppings da cidade. Estranhamente, o governo queniano e muitas agências internacionais evitam falar sobre a questão religiosa determinante para o atentado. O Quênia tem 82% da população de cristãos e apenas 11% de muçulmanos.
Horas depois, quem assumiu a autoria do atentado foi o grupo extremista somali al-Shabab, baseados na vizinha Somália, onde 99% dos habitantes são muçulmanos. Desde 2011, eles tem feito ataques em protesto ao envio de tropas quenianas para seu país. Os alvos incluíam igrejas, bares, shoppings e instalações militares.
Este ano, outros ataques com mortes ocorreram em diferentes cidades do país, mas os terroristas não se identificaram. No mês passado, 18 das 19 embaixadas e consulados dos Estados Unidos em todo o Oriente Médio e África foram fechadas após a interceptação de mensagens da Al-Qaeda sobre os planos para um grande ataque terrorista este mês. Reconhecidamente, a al-Shabab é um grupo extremista muçulmano ligado ao braço da Al-Qaeda na África.
Com informações de BBC, Telegraph, Daily Mail e Guardian

Vaticano destitui bispo acusado de pedofilia no Peru

O bispo foi destituído em meio a uma política de "tolerância zero" do papa Francisco.

A Igreja Católica destituiu um bispo auxiliar do Peru acusado de manter relações sexuais com menores de idade, em meio a uma política de "tolerância zero" do papa Francisco, disse nesta sexta-feira uma importante autoridade religiosa.

O bispo emérito de Chimbote, Luis Bambarén, disse a uma rádio local que se trata do bispo auxiliar Gabino Miranda, que exercia funções no Arcebispado de Ayacucho, uma região andina e uma das mais pobres do país.

"O papa disse: tolerância zero", afirmou Bambarén, ex-presidente da Conferência Episcopal Peruana, à rádio RPP.
"Precisamos manter uma conduta irrepreensível e não podemos tolerar o abuso de crianças ... a Igreja não só deve tomar uma medida radical, mas também ir ao Poder Judiciário", afirmou.

Pouco depois de o papa Francisco assumir o cargo em março, ele anunciou que queria que a Igreja Católica eliminasse pela raíz o abuso sexual de crianças por parte de sacerdotes e garantisse que os abusadores fossem castigados pela Justiça.

Funcionários do Arcebispado de Ayacucho e representantes do bispo Miranda não estavam disponíveis de imediato para comentar ou explicar o caso. Uma autoridade da Igreja Católica em Lima disse à Reuters que Miranda havia renunciado à Conferência Episcopal Peruana, à qual também pertencia.

O Ministério Público informou que a promotoria de Ayacucho abriu uma investigação contra o bispo auxiliar e que "nas próximas horas" tomará as ações pertinentes contra o sacerdote, sem revelar se iria prendê-lo ou chamá-lo para oferecer sua versão.

Fonte: Cenário MT

Suposto Pastor é acusado de abusar sexualmente de mulheres na Califórnia

Um pastor do sul da Califórnia, que alegou ter “mãos curadoras”, foi acusado de ter abusado sexualmente de várias paroquianas, informaram autoridades.

Jorge Juan Castro, de 54 anos, foi preso na semana passada e acusado de estupro, sexo oral e penetração com um objeto estranho, de acordo com um comunicado da polícia do condado de Los Angeles.

Castro era pastor adjunto da Igreja da Boa Nova, no subúrbio de Norwalk, mas foi removido quando funcionários da igreja souberam da investigação.

Segundo O Globo, mais de 20 mulheres, entre 19 e 39 anos, se queixaram aos funcionários da igreja de abuso sexual, o que levou a investigação, e é possível que mais encargos sejam adicionados ao caso.

Castro está detido e o valor da fiança foi fixado em 2 milhões de dólares.

A promotoria diz que Castro começou a atacar as mulheres na igreja e em suas casas, em 2004, no mesmo ano em que chegou de uma região da Argentina.

O pastor planejou encontros com mulheres sob o pretexto de cura espiritual e para oferecer conselhos.

Fonte: Bahia Notícias

Pastor é sequestrado e queimado vivo com as mãos amarradas, na África

Martin Beneke, de 45 anos, era pastor sênior e fundador da Life in Christ Network. O corpo de um pastor sul-africano foi encontrado tot...