terça-feira, 8 de dezembro de 2015

África do Sul aperta o cerco contra pastores que obrigam fiéis a comerem grama e cobras


As distorções teológicas cometidas por líderes de igrejas neopentecostais na África do Sul fizeram o governo do país se mobilizar para combater o que enxerga como seitas. A Comissão para os Direitos Culturais, Religiosos e Linguísticos da África do Sul (CRL Rights Commission) abriu uma investigação para punir a “comercialização da religião” e “o abuso” da fé alheia que propiciam ganhos financeiros absurdos.
Imagem redimensionadaDentre os escândalos que levaram as autoridades a se posicionarem estão casos relatados pela imprensa de pastores que fizeram fiéis engolirem serpentes, ratos, grama e até gasolina. Em outras circunstâncias, pastores se deixaram filmar pulando em cima da barriga de fiéis ou obrigando-os a ficarem nus.

Segundo informações do portal Terra, o alerta soou no último mês de julho, quando a mídia do país publicou fotos do pastor Penuel Mnguni, do Ministério do Fim dos Tempos, obrigando os fiéis engolirem cobras vivas para comprovar sua fé.

Na ocasião, Mnguni entrou na mira da Sociedade Protetora de Animais, que o denunciou às autoridades, e foi criticado pelo Conselho de Igrejas Sul-Africanas (SACC). Como resultado da chacota pública que o pastor causou, um grupo de cristãos indignados incendiou o templo da igreja.

Diante de toda essa comoção, Mnguni foi detido, porém a Justiça ordenou sua liberação com a retirada de todas as acusações, por falta de provas consistentes.

Mas o caso não foi esquecido, e a Comissão para os Direitos Culturais, Religiosos e Linguísticos resolveu tomar medidas, e Mnguni, que ficou conhecido como “pastor das serpentes”, e outros pastores neopentecostais foram convocados a depor.

Lesego Daniel, um pastor que ficou famoso por fazer fiéis comerem grama e beberem “suco de gasolina”, organizou um protesto com outros pastores em frente à sede da Comissão, em Johanesburgo, onde receberam o apoio de seus fiéis.

Mesmo assim, não escaparam das críticas da sociedade, que destacou o fato de eles terem ido à manifestação em carros de luxo, vestidos em ternos caros e cercados de guarda-costas, tudo custeado pelas doações dos fiéis, em sua maioria, pobres.

Mnguni não compareceu ao protesto, e nem à audiência onde deveria depor, e agora tem seu paradeiro considerado “desconhecido”. “Ele deve responder perante a nós. Deve nos dizer se é certo, a partir de seu ponto de vista religioso, fazer alguém comer serpentes, ratos e pelo humano”, afirmou a presidente da Comissão, Thoko Mkhwanazi-Xaluva.


Fonte: Gospel Mais

Pastor descreve perseguição a igrejas e cristãos em Cuba



Autoridades cubanas teriam ordenado a demolição de todas as igrejas num bairro da cidade de Santiago, em Cuba, durante uma ação que alguns cristãos estão chamando de "caça às bruxas" - comparando os procedimentos ao extremismo adotado pelo Tribunal da Santa Inquisição, na Era Medieval.

"Há uma caça às bruxas contra igrejas em Cuba, neste momento, principalmente contra as igrejas do ministério apostólico e profético. Os comunistas intensificaram seu ódio e perseguição contra as igreja depois da visita do Papa a Cuba e o restabelecimento de relações com os Estados Unidos", disse o reverendo Alain Toledano, que lidera uma das igrejas do bairro de Abel Santa Maria, de acordo com um relatório da 'Christian Solidarity Worldwide', divulgado na última terça-feira (1).
Imagem redimensionada"Eu peço constante intercessão em nome das igrejas em Cuba. No nosso caso, esta seria a segunda vez que os comunistas racistas tentaram nos expulsar da nossa casa, nos jogar na rua e demolir o nosso templo, agora mesmo o seu ódio diabólico e fúria são dirigidos a outras congregações também", acrescentou.

Toledano disse que outros pastores e suas famílias que vivem nas igrejas foram expulsos, como parte da ordem emitida no final de novembro de Planejamento e Habitação Funcionários.

O pastor disse que as denominações Batista e Assembléia de Deus em Santiago, junto com igrejas Assembléias de Deus da província de Las Tunas, estão entre os templos que são alvo da perseguição.

Funcionários do governo estão afirmando que as igrejas não são legalmente registradas, apesar dos pastores assegurarem que eles têm os documentos para comprovar a situação legal dos imóveis.

A CSW acrescentou que recebeu uma série de relatórios de ambas denominações - registadas e não registadas - afirmando que as autoridades têm-se movimentado para confiscar as propriedades a seu próprio critério, ou sendo informadas de que podem ficar se pagarem ao governo taxas abusivas.

"Continuamos a pedir ao governo cubano para pôr termo à perseguição e perseguição de grupos religiosos em toda Cuba. As invasões e tentativas de manipular as organizações religiosas, ligados aos esforços para confiscar propriedades da igreja, devem terminar", disse o CSW Chief Executive Mervyn Thomas.

Igrejas Batistas do Sul (EUA) registraram um grande crescimento do cristianismo em Cuba no início deste ano, com a 'International Mission Board', da Sociedade Bíblica e o envio de de 83.723 Bíblias em língua espanhola para o país em março.

Ainda assim, o líder estratégico da IMB para Cuba, Kurt Urbanek, disse na época que as autoridades cubanas exigem uma grande negociação para permitir o envio em massa dessas Bíblias.

"O crescimento é incrível, por isso Bíblias são tão importantes", Urbanek disse sobre o aumento do número de crentes no país.

Em fevereiro, Cuba anunciou a construção de sua primeira Igreja Católica Romana desde 1959, na sequência de um "aquecimento das relações" com os EUA e o Vaticano.

A construção de novas igrejas tinha sido severamente limitada em Cuba, após a Revolução Cubana de 1959 e a ascensão de Fidel Castro ao poder, que também viu um grande número de padres católicos presos ou exilados.


Fonte: Guia-me

ESTUDANDO A BÍBLIA

O estudo da Bíblia é muito importante para o cristão porque o capacita para testemunhar o evangelho.
Quanto mais você aprende da bíblia mais você tem condição de entendê-la (Marcos 4.25)
e quanto menos conhece, menos entende. Muitas pessoas não lêem a bíblia porque não a entendem.
Mas para entendê-la é preciso mais que leitura, estudo, pesquisa e muita dedicação. Porém quem
não estuda a bíblia na maioria das vezes não o faz porque não sabe.
1° passo: Leitura( João 5:39) 
A base para o conhecimento bíblico é a leitura ou muito mais que isso, o estudo e pesquisa sobre o texto bíblico. A leitura deve ser diária e constante. A bíblia pode ser vista de longe e superficialmente ou de perto na busca do conhecimento. A boa leitura passa por 3 níveis.
1° nível: Leitura Literária- Conhecer o texto, o que diz, o significado das palavras e expressões, como se situa dentre do contexto, etc
2° nível: Leitura Histórica – Entender o que estava acontecendo, o que provocou o fato, quando e por quem o texto foi escrito, etc.
3° nível: Leitura Teológica – O que Deus representava na situação. O que Deus queria falar para as pessoas da época e o que Deus pode falar hoje através do mesmo texto.
Quando lemos levamos para o texto nossas realidades e curiosidades, mas é importante procurar ler o texto no mesmo Espírito que foi inspirado
2° passo: Meditação (1 Timóteo 4:15,16)
É vez da interpretação. Primeiro vamos ao texto e depois trazemos o texto até a nossa realidade. Depois ler e entender o texto é preciso fazer uma reflexão sobre o que o texto diz, fazendo um exame pessoal sobre o que o texto significa e o que pede do leitor. Este é um exercício mental (Romanos 12.1 e 2). Meditar é ouvir a voz de Deus através da bíblia.
3° passo: Oração(Filipenses 4:6 a 9)
Depois de ler e entender o texto é hora de orar a Deus sobre o texto. Orar e entregar o fardo. Deus falou através da bíblia e quer uma resposta de nós. A oração é uma resposta a Deus pelo que ouvimos dele. É importante celebrar a palavra orando, cantando, falando e crendo.
4º passoContemplação(Efésios 1:15 a 21)
A contemplação é um patamar sobre a escada. Quando subimos uma escada e chegamos a um ponto principal ou um patamar, sempre olhamos para ver as coisas do alto. É daí que se pode contemplar a interpretação bíblica.
Quando vamos até a palavra levamos nossas dores, realidades e problemas. Ao ler e meditar somos tratados e lapidados por Deus. Quando oramos entregamos a situação para Deus e agora podemos contemplar (ver) as circunstâncias de outro modo, com os olhos de Deus. “Por que não andarmos por vista, mas por fé” (2 Coríntios 5.7). Contemplar é olhar de cima, do jeito de Deus. A leitura orante da bíblia não encerra aqui, mas é um novo começo.
5º passo: Disciplina: (2 Timóteo 3:14 a 17)
A contemplação é um degrau que fica em cima da oração, mas precisa de um equilíbrio para não desmoronar. Isso é possível através da Disciplina.
Para dar firmeza e segurança para esta escada é preciso disciplina. Sem disciplina tudo desmorona. O Salmo 1 diz que “ Bem aventurado o homem … que tem o seu prazer na lei do senhor e na sua lei medita de dia e de noite… e tudo quanto ele fizer será  bem sucedido”(Salmo 1. 1,2 e 3).
Conclusão: (2 Timóteo 2:15)
Uma prática estimula e dá base para outra. Nesta escada do conhecimento, um degrau dá base para outro e quem quiser crescer precisa de passo a passo ir caminhando sem desanimar. O conhecimento não vem de uma só vez, mas é um processo contínuo.
Sugiro um exercício de estudo bíblico com 3 minutos para leitura, 3 minutos para meditação e 3 minutos para a oração diariamente. Dentre em pouco, 3 horas será pouco para você, por causa do prazer que encontrará

TOQUE EM CRISTO

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...