sábado, 4 de julho de 2015

Transexual da parada gay toma ‘lambada’ da justiça.


Ela pede identificação de pessoas e quer que políticos e artistas paguem R$ 800 mil de indenização. Mas contra o senador Magno Malta ela já perdeu
Ela pede identificação de pessoas e quer que políticos e artistas paguem R$ 800 mil de indenização. Mas contra o senador Magno Malta ela já perdeu
Criticada após ser “crucificada” durante a 19ª Parada Gay, a atriz e transexual Viviany Beleboni entrou na Justiça de São Paulo com processo contra o Facebook para obrigar a rede social a identificar usuários que, após o desfile, publicaram montagens de fotos dela em meio a imagens de sexo explícito. Ela também abriu sete processos em que reivindica indenização por danos morais no valor total de R$ 800 mil. Porém, já perdeu um contra o senador Magno Malta (PR-ES).

‘Lambada’ da justiça
Na ação contra Malta, o juiz Marcos Roberto de Souza Bernicchi indeferiu o pedido antecipando a decisão. “Claramente o objetivo da pessoa que se dispõe a se postar em uma cruz em uma manifestação popular é de chamar a atenção por meio [de] atitude controversa e chocante. E o objetivo da artista foi alcançado, já que o choque gerou a controvérsia. Não poderia a autora esperar reação outra que não fosse a intolerância de quem assumiu o risco de ofender”, disse o juiz, no despacho.
“As manifestações do réu, que constam da petição inicial, não foram exacerbadas contra a autora, já que não atingiram sua pessoa e sim o ato por ela praticado. O conteúdo das críticas manifestadas pelo réu tem cunho político e social, que são inerentes ao cargos que exerce, e, repita-se, em nenhum momento voltou-se contra a pessoa da autora. Indefiro, pois, a tutela requerida”, afirmou.
O senador Magno Malta afirmou, por meio de sua assessoria, que recebeu com naturalidade a informação sobre a ação judicial por entender que é direito de Beleboni entrar na Justiça, assim como também é direito dele, senador, falar.
O senador acrescentou que não retira nenhum ponto do que falou e que entrou com uma queixa-crime na Procuradoria Geral da República contra a transexual por crime de vilipêndio, escárnio e intolerância religiosa.

Deixe o seu comentário abaixo 
Fonte: G1

Igrejas do Iêmen são atacadas

Evangelismo no país é proibido e os iemenitas que deixam o islã podem enfrentar a pena de morte – isso faz o Iêmen um dos países menos evangelizados do mundo

Igrejas do Iêmen são atacadas
Uma igreja ficou seriamente danificada durante um ataque aéreo liderado pela Arábia Saudita em 11 de maio e outra foi ocupada por rebeldes. Algumas igrejas no Iêmen, atuam, principalmente, do serviço aos estrangeiros. No entanto, como resultado da falta de segurança, as igrejas não funcionam mais, pois a maioria dos seus líderes tiveram de deixar o país por causa da evacuação.
Hanriette, analista de perseguição da Portas Abertas, disse: "Embora não seja essencialmente provável que o ataque aéreo foi anti-cristão, pode ser considerado um duro golpe para a visibilidade da minoria cristã no Iêmen. É lamentável que não há atividades sendo realizadas na igreja já há algum tempo, devido ao local inseguro que se tornou. Apesar disso, as reuniões cristãs não pararam totalmente. Embora os cortes de energia e escassez de combustível tornam difícil estar em contato uns com os outros, cristãos nacionais e internacionais tem encorajado uns aos outros a alcançar a comunidade em torno deles."

Imagens da Nasa mostram buraco negro 'arrotando' raios-X

"...e grandes sinais do céu." Lucas 21:11

Um satélite dos Estados Unidos fotografou o que astrônomos descreveram como simplesmente o "arroto" de um buraco negro. O Swift, controlado pela Agência Espacial Americana (Nasa), detectou um pulso de raios-X emitido por um buraco negro batizado de V404 Cygni.

Localizado na constelação de Cisne, a 8 mil anos-luz da terra, o corpo celeste já tinha "arrotado" antes, mas a última vez tinha sido em 1989.
"Esse tipo de erupção é bastante raro. Quando detectamos um, usamos tudo o que temos para monitorar suas emissões, dos sinais de rádio aos raios gama", explica Neil Gehrels, astrônomo da Nasa.
"No momento, V404 Cygni está mostrando uma variação excepcional nas emissões e oferece uma rara chance de observarmos (o fenômeno)".
O Swift não é um satélite comum: ele tem a habilidade de girar rapidamente para observar as emissões de raios gama, que normalmente duram menos de um minuto, assim como outras rajadas energéticas, incluindo os raios-X. Emissões deste tipo são brilhantes, mas atingem seu pico de intensidade em apenas alguns dias.
Ocorrem quando gases são atraídos pela gravidade dos buracos negros - apesar do nome, eles são estrelas contraídas e cujo pulso gravitacional é capaz de atrair até a luz.
Os buracos negros são extremamente difíceis de serem observados e sua localização normalmente é "denunciada" pelo movimento de corpos celestes próximos.
Por isso, a oportunidade apresentada pelo V404 Cygni foi preciosa. Ainda mais porque o buraco negro voltou a "dormir", segundo a Nasa.
Fonte: BBC Brasil.

Israel reforça segurança na fronteira com o Sinai

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6


Devido ao imprevisto ataque de ontem na parte Norte do Sinai, perto da fronteira com Israel, em que os terroristas do "Isis", provocaram dezenas de mortos entre os militares e civis egípcios, e sabendo das ambições deste hediondo grupo islâmico terrorista em estabelecer um "estado islâmico" em toda a região, Israel reforçou as suas medidas de segurança na fronteira que o separa do Sinai.
 
O ataque foi dirigido especificamente contra tropas egípcias estacionadas na cidade de Sheikh Zuweid, causando dezenas de vítimas, algumas delas civis. 
 
As tropas egípcias assistidas pelos aviões F-16 atacaram incessantemente os redutos terroristas, tendo causado a morte de mais de 100 elementos identificados com o "estado islâmico."
 
Segundo informações de um jornal diário egípcio, os terroristas eram portadores de equipamento bélico altamente sofisticado, incluindo mísseis anti-tanque "Kornet" de fabrico russo.
 
O jornal relatou ainda que os terroristas utilizaram morteiros, metralhadoras anti-aéreas e outros mísseis tele-guiados.
O ataque incluiu explosões suicidas e ataques a instalações de segurança, com a utilização de dezenas de militantes terroristas, constituindo o ataque mais mortífero em todo o Sinai desde há décadas. 
 
Fontes oficiais egípcias alegam terem morrido várias dezenas de militares egípcios e cerca de 100 atacantes. 
Esta manhã, o Egito anunciou que as suas forças mataram mais 23 militantes islâmicos na península do Sinai através de vários raidsaéreos, perto da cidade fronteiriça de Rafah.
 
Segundo informações oficiais, estão sendo feitas buscas de casa em casa na cidade onde se deu o ataque, estando também a ser feita a desminagem de dispositivos explosivos que os terroristas montaram nas estradas à volta da cidade. 
 
Fonte: Shalom Israel.

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...