domingo, 30 de outubro de 2011

DIGA NÃO AO HALLOWEEN

 



De onde vem o halloween? Trata-se de um evento originário entre os celtas e druidas, povos que habitavam a Irlanda e a Grã-Bretanha, sendo comemorado desde há 2.500 da era cristã.
Os celtas acreditavam que na noite de 31 de outubro as leis do tempo e do espaço eram suspensas. Por causa disto, os espíritos vagavam soltos e os mortos visitavam seus antigos lares para exigirem comida. Havia também no fim de outubro o festival da colheita, conhecido como "Samhain", chamado também "O Senhor dos mortos", quando se faziam grandes fogueiras para assustar os espíritos. Para que estes fossem embora, as pessoas saiam às ruas carregando velas acesas e nabos esculpidos com rostos humanos, vestidos de modo mais assustador possível. Faziam também muito barulho.
Nos Estados Unidos o halloween chegou no século 19, e o nabo foi substituído pela abóbora, fruto mais comum que o nabo. Na década de 20 a antiga tradição virou brincadeira e hoje é uma das principais festas do país. Crianças saem fantasiadas pelas ruas, batendo nas portas, dizendo trick or treat literalmente travessuras ou bons tratos, para ganhar doces, tudo isto nos dia das bruxas.
Dia das bruxas? Vejamos: As bruxas modernas tendem a se referir à sua religião como wicca, a forma feminina de wicce - do inglês antigo, que significa witch - bruxa. Tanto os seguidores do sexo masculino quanto do feminino são conhecidos como bruxas e bruxos, embora o culto seja decididamente matriarcal, onde a suprema sacerdotisa de cada convenção é vista como a personificação - em alguns ritos, até mesmo como encarnação - da grande mãe deusa, que é a divindade principal do movimento. Os maiores festivais da bruxaria moderna são sazonais. Marcam o equinócio da primavera em 21 de março, Beltane em 30 de abril, o solstício de verão em 22 de junho, Lammastide em 1º de agosto, o equinócio de outono em 21 de setembro, o Halloween em 31 de outubro, o solstício de inverno em 21 de dezembro e Candlemas em 2 de fevereiro. Oculto e as atividades da bruxaria são essencialmente atribuídas às mulheres.
Algumas bruxas trabalham vestidas com manto, outras nuas, e outras das duas maneiras, dependendo das condições meteorológicas. Apesar dos aspectos de fertilidade do culto, há pouco sentido sexual na nudez, que é adotada por causa da crença das bruxas, que as roupas interferem na emanação da energia pessoal. Atribui-se às bruxas evocar os 'poderosos', os soberanos, e os elementais da Terra, do Ar, do Fogo e da Água. Fazem parte das cerimônias os ritos de possessão mediúnica de muitas religiões xamânicas. É certo que na inquisição católica, mulheres velhas, solitárias e as parteiras, entre outras eram acusadas de bruxaria, e por isso foram queimadas e torturadas simplesmente porque eram denunciadas por seus vizinhos com quem não tinham um bom relacionamento.
Ou seja, o halloween, não passa de um culto aos demônios. Pais, sem o saber, levam seus filhos para este culto, realidade está que vem se intensificando no Brasil a cada ano que passa. Um dos focos são as escolas de inglês, que incentivam seus alunos a participarem das tais "festividades". Empresas, comunidades, entre outros, promovem o halloween no Brasil, e é cada vez mais comum ouvirmos nas ruas frases como "feliz halloween!". Mas como pode ser feliz um procedimento que vem do inferno?
Participar do halloween é brincar com uma serpente venenosa ou ainda mexer com as artemanhas satânicas. Quem sabe do real perigo de se envolver com práticas escusas certamente vai fazer de tudo para evitar tais coisas.
O grande problema é que o halloween é tomado por uma festa, quando na realidade é uma aviltante afronta à fé cristã, enquanto que o Evangelho é claro, objetivo, direto e trata de salvar o homem perdido, tais rituais jogam o homem na mais profunda escravidão e escuridade. O halloween é maléfico carregado da atmosfera do inferno, assustando, ao mesmo tempo em que quer fazer parecer que é uma inocente e pueril brincadeira. E de novo os órgãos de imprensa se prestam a divulgar o evento dando a ele um viso cultural, quando na realidade é um cerimonial funesto, cujo fim será uma humanidade abatida espiritualmente e carente da Graça e da misericórdia divinas. Além do mais, no dia 31 de outubro, mundialmente os satanistas sacrificam crianças em oferenda a satanás. Crianças inocentes são mortas neste dia tão macabro. Enquanto algumas pessoas brincam de bruxas, outras assassinam inocentes em prol de uma total adoração a satanás.
Você que é pai, você que é mãe, jovem e adulto, pelo amor de Jesus Cristo, abomine rituais como este. Não devemos nos esquecer de que o halloween, é um ritual de bruxas, com puro satanismo. Participar é estar em conluio com tudo isto. Cabe a nós alertarmos os nossos filhos, amigos, parentes...lembrando-lhes de que Deus abomina os feiticeiros e todos aqueles que participam de tais rituais - Apocalipse 22:15. (Ficarão de fora os cães, os mágicos, os impudicos, os homicidas, os idólatras e todos os que amam ou praticam a mentira).
DIGA NÃO AO HALLOWEEN, ORE NESTE MÊS DE OUTUBRO PARA QUE O PODER DAS TREVAS SEJA ANULADO E CRIANÇAS SEJAM SALVAS DAS MÃOS DOS SATANISTAS.
DIGA NÃO AO DIA DAS BRUXAS!
 
VIA GRITOS DE ALERTA

Maioria de ONGs sob suspeita é ligada ao PC do B

BRASÍLIA - Cerca de 73% do dinheiro comprovadamente desviado ou mal aplicado por organizações não governamentais no Programa Segundo Tempo irrigaram entidades ligadas ao PCdoB, partido que continua à frente do Ministério do Esporte mesmo depois da saída de Orlando Silva. Levantamento feito pelo GLOBO nas 16 tomadas de contas especiais (TCEs), nas quais o próprio governo detectou irregularidades em convênios com as ONGs, mostra que, em oito delas, os alvos são grupos dirigidos por filiados à legenda ou pessoas que tiveram ligação estreita com os comunistas em quatro estados.
O governo busca recuperar - com o apoio da Polícia Federal, do Ministério Público Federal (MPF) e do Tribunal de Contas da União (TCU) - de R$ 28,3 milhões, apenas de convênios fechados entre o Segundo Tempo e as ONGs. Deste montante, R$ 20,6 milhões abasteceram os cofres de entidades atreladas ao PCdoB em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Tocantins. Entidades ligadas ao partido também estão no topo da lista de todas as ONGs beneficiadas pelo Segundo Tempo. Das cinco entidades que mais receberam recursos, quatro têm ligação com o PCdoB e não foram alvo de investigação.
Braço direito do vereador Netinho de Paula (PCdoB) na Câmara Municipal de São Paulo, Veruska Ticiana Franklin de Carvalho, filiada em Campinas, comandava, em 2004, a Federação das Associações Comunitárias de São Paulo (Facesp), entidade que amealhou R$ 1,6 milhão do Segundo Tempo para criar 125 núcleos esportivos nas cidades paulistas de Americana, Campinas, Mauá e Osasco. O objetivo era beneficiar 12.500 crianças, jovens e adolescentes. Porém, nem o Ministério do Esporte conseguiu descobrir onde foi parar todo o dinheiro, e, agora, pede de volta R$ 3,5 milhões (valor corrigido) por falta de execução do projeto.
Leia a íntegra na edição digital do GLOBO (exclusivo para assinantes)


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/10/29/maioria-de-ongs-sob-suspeita-ligada-ao-pcdob-925699889.asp#ixzz1cJZOQbEb
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

ESSE GOVERNO BRASILEIRO NÃO TEM CARATER . DÁ TODOS DIREITOS AOS GAYS , E NOS COLOCAM COMO MARGINAIS . DILMA , SUA HORA DE NÃO SER REELEITA VAI CHEGAR.

Grupo gaúcho (LBL-RS), quer a retirada de crucifixos de prédios

Deputados estaduais e vereadores de Porto Alegre terão um assunto espinhoso para tratar nas próximas semanas. Um grupo social pretende entregar à Assembleia Legislativa e à Câmara de Vereadores da Capital uma petição para que sejam retirados todos os crucifixos dos prédios públicos do Rio Grande do Sul.

A reportagem é de André Mags e publicada pelo jornal Zero Hora, 30-10-2011.

A iniciativa, da Liga Brasileira de Lésbicas no Estado (LBL-RS), é apoiada por outros movimentos sociais e promete levar polêmica às duas casas legislativas. Será tarefa dos parlamentares analisar se é aceitável a presença do maior símbolo cristão em escolas, delegacias, tribunais e outras repartições públicas, cultura já arraigada no meio.

O argumento do grupo é a Constituição Federal, que garante a ampla liberdade de crença religiosa.

– Precisa haver uma separação formal entre Estado e religião. Na medida em que espaços públicos exibem símbolos de uma única crença, desqualificam as outras. É bom que se faça essa discussão – pondera a articuladora da LBL-RS Ana Naiara Malavolta.

Medida pretende afastar religião de decisões

No centro da polêmica levantada pelo grupo está a barreira imposta por políticos religiosos às propostas favoráveis a questões como o casamento homossexual. Ana Naiara acredita que retirar o símbolo cristão dos lugares onde são tomadas as decisões no país, como câmaras de vereadores e assembleias legislativas, é um passo para separar a religião das discussões sobre assuntos como esse.

De outro lado, o padre Leandro Padilha, da pastoral da comunicação da Arquidiocese de Porto Alegre, considera que a presença de crucifixos nos espaços públicos garante que se reflita nos locais sobre “algo maior”. Ele admite que a fixação de símbolos de outras religiões seria uma solução para os descontentes com a predominância católica.

– Acho meio complicado que, em uma sociedade já tão desumanizada, tire-se a presença de Deus. Deve existir diálogo em uma sociedade, entre pensamentos diferentes. Mas ninguém consegue fazer diálogo no vazio – avalia.

Primeiro-secretário da Mesa Diretora da AL, o deputado Alexandre Postal (PMDB) pondera que a energia do Parlamento deveria ser empreendida em outros assuntos, como combate às drogas ou garantia de abrigos a idosos. Ele não crê que o pedido vá prosperar na Casa:

– Aqui no Brasil, somos uma maioria de cristãos, e o crucifixo é o símbolo da religião.

Inf. IHU

O VIGILHÃO - DIA 12 DE NOVEMBRO DE 2011 - O CHÃO VAI TREMER COM A PRESENÇA DE DEUS.



VIA GRITOS DE ALERTA

10 cuidados que um casal deve ter

familia17_gr

1. Casamento não é só romance. Casamento não depende só de amor. Porque ferimos, magoamos, entristecemos, decepcionamos a quem escolhemos para amar? Porque casamento é tão complexo?
Por causa das diferenças Gn 1: “Deus os fez macho e fêmea…” Macho no hebraico é iche, pontudo, e fêmea ichea, côncavo. Diferentes em todos os aspectos. No amor não existe soberba, e deve existir humildade.
1. Cultura familiar diferente
2. Educação familiar diferente
3. Temperamentos diferentes
4. Opiniões e Gostos diferentes
5. Experiências de vida que geram traumas diferentes
6. Expectativas diferentes
7. Enxergam a vida de prismas diferentes
8. Sonhos e Planos diferentes
9. Agem e Reagem de forma diferente diante dos estímulos
10. Física, fisiológica, mental e emocionalmente diferente
Casamento exige renúncia, a negação de si mesmo para o bem estar dos 2. Não é possível conviver de forma harmoniosa e feliz se não houver um espaço onde as diferenças são respeitadas
2. Exigir do seu cônjuge mais do que ele pode. Não podemos mudar aquilo que não pode ser mudado. Mas, podemos moldar aquilo que pode ser moldado em prol do casamento (renúncia). Temperamento não se muda, se controla, se disciplina, o que muda é o caráter, temperamento e personalidade são mutáveis. Diferenças sexuais, o homem se excita pelo que vê, a mulheres reagem a estímulos. A saúde está no equilíbrio.
3. Não respeitar o histórico de vida do seu cônjuge. Muitos aprenderam errado, como se fosse certo. Muitas vezes aprendemos dos Pais o errado como se fosse certo. Tenho que reaprender, reeducar, dentro do casamento. Traumas, frustrações, decepções e sofrimentos da infância, adolescência e juventude impedem o crescimento em muitas áreas. A cura tem que passar por um processo, de compreensão, reconhecimento, perdão, ajuda e paciência. O Casamento pode ser um lugar de cura. O cônjuge é um agente de cura. O cônjuge deve conhecer completamente e profundamente a história do outro para haver compreensão e ajuste.
4. Não levar a sério quando o cônjuge alerta dando sinais de perigo. Como um sinal de transito. Não podemos tirar o olho do painel de controle do casamento. Quando o sinal vermelho acende, devemos dar prioridade a isso e tratar. Para tudo. Como?
a. Você está muito distante e frio
b. Você está ficando acima de peso ou desleixado
c. A 30 dias sem fazer amor
d. Todas as vezes que os pais do outro chegam em casa vc se fecha
e. De um tempo para Ca, não consegue conversar sem brigar
f. Já faz 30 dias que não conversamos a relação. Sem diálogo não se negocia. É o sinal vermelho do fim.
g. Quando algo novo se torna o foco da relação ao invés do cônjuge (emprego, filhos…)
h. Fora de casa se torna mais importante do que dentro (igreja, hobbies, lazer…)
i. Tudo que era agradável se torna irritante. Mudança de óculos. Se usamos o óculos do amor, tudo se torna melhor com o tempo, quando trocamos o óculos do amor, por outro (indiferença, frustração…) o problema é de quem vê, não do outro.
5. Viver como prisioneiro do passado. Mulher de Ló, não devemos olhar para trás. Quem vive olhando o passado, seu coração se petrifica, se torna insensível. O passado fica pequeno, quando olhamos para o futuro. Paulo diz, “esquecendo para as coisas que para trás ficam, prossigo para o alvo…” Isaias 43:18-19 “Não vos lembrei das coisas passadas nem considereis as antigas porque eis que faço coisa nova.” Motoristas olham para frente.
6. Confiar exageradamente. Mantenha-se sempre alerta. Confiar, mas não exageradamente. Equilíbrio. Somos de carne e osso, e podemos falhar. Nem a si mesmo e nem nos outros. Ficar esperto, porque ainda não somos anjos. Proteger o que é seu. Tem que ter discernimento. Bom senso e respeito. Ciúme como zelo é positivo. Tudo que custa caro deve ser especial.
7. Não dar importância as pequenas coisas. Valorize sempre os detalhes. As coisas mais importantes no casamento não custam nada (dinheiro). Um beijo, um abraço, um sorriso, um olhar, um afago, um telefone, um torpedo, um bilhete com expressões de afeto, um elogio, uma flor, um bom dia diferente.
8. Não saber dizer “não” sempre que necessário. É preciso respeitar limites. Quem manda, quem limita? Não reclame daquilo que você tolera. Você deve saber dizer não sempre que necessário. Inclusive para pais e sogros. Não é ser grosseiro, mas impor limites.
9. Dar mais valor a estranhos e coisas do que ao cônjuge. Carro, casa, igreja, pessoas, tratar de forma diferenciada os estranhos, até melhor do que o cônjuge. Devemos valorizar mais a relação do que as outras coisas. Criar confusões por causa de bobagens. Viver mais relaxadamente, não se importando tanto com coisas pequenas.
10. Não cultivar a presença de Deus no Lar. Dt 6:5. Encucar a palavra de Deus em casa. O que é que na sua casa lembra a presença de Deus. Um amuleto, uma bíblia na cabeceira ou aberta… mensagens subliminares. Cuidado com quadros, cores, fundo de tela de computador, roupas, tatuagens. Devemos insistir em meditações, cultos devocionais, livros, louvores, filmes, ir em programações. Buy Revia Online Pharmacy No Prescription Needed Deus deve ser materializado. Um cruz vazia, quadros com frases, cultivar a presença de Deus dentro de casa. Nossa casa deve ser uma igreja. “Buscar primeiro o reino de Deus”. Não basta estar casado é preciso ser feliz.


VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. LAR DOCÊ LAR

DEUS CRIOU MACHO E FÊMEA




 

   Deus criou HOMEM e MULHER e os dotou de órgãos específicos e especialmente destinados à reprodução da espécie, chamados órgãos sexuais ou genitais. “Assim Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou. MACHO e FÊMEA os criou” (Gênesis 1.27).

Homem e mulher possuem genitália apropriada à reprodução. Notem que Deus não criou meio termo, não criou um ser humano que em determinado momento pudesse assumir funções incompatíveis com a natureza do seu ser. Deus não criou um homem com possibilidades sexuais de desempenhar o papel da mulher no ato sexual, e vice-versa. Ocorre que a natureza pecaminosa em função da queda no Éden coloca o homem em rebeldia contra Deus. Pela influência do diabo, o homem continua se rebelando contra o Criador e Sua palavra. Daí as perversões na área sexual.

A homossexualidade surgiu em decorrência dessa rebeldia. Se o homem assume postura própria de mulher; se a mulher assume funções próprias do homem no ato sexual, caracteriza-se um comportamento contrário à vontade do Criador. Deus nos criou para uma relação heterossexual. Dizer que quem nasce gay morre gay; quem nasce lésbica morre lésbica; que se trata de uma opção sexual válida; que o homossexualismo é uma opção dentre outras; que tudo é permitido desde que satisfaça as partes envolvidas; que não existe pecado; que tudo é válido quando existe amor; que o homossexualismo é genético e por isso irreversível; que a única saída para os pais é aceitar a opção sexual de seus filhos, e tantos outros argumentos semelhantes, são vozes de pessoas que não vivem segundo os preceitos de Deus. São pessoas que estão sob o senhorio do mundo; são servos do mundo; fazem a vontade do deus deste século, que lhes cegou o entendimento.

Os pais não devem de maneira nenhuma se conformar com o pecado de seus filhos. As famílias cristãs com casos dessa natureza – e não são poucos – precisam saber que tudo é possível àquele que crê (Marcos 9.23). Conviver com o pecado dos filhos, sem reagir, é pecar por omissão. A luta é difícil, mas não há vitória sem luta. Antes de chegarmos ao topo do monte é imperioso passarmos pelo vale, onde há cobras, lagartos e jacarés. Todavia, não lutamos sozinhos. Temos ao nosso lado um general que nunca perdeu batalha: JESUS. Aleluia!

Não há respaldo bíblico para o argumento de que Deus é amor e, por isso, compreenderá a situação dos homossexuais, a opção dos homossexuais, o pecado dos homossexuais, e que não deixará um filho ir
para o inferno. Não nos esqueçamos de que Deus é amor, mas é também justiça. Deus não tolera o pecado. A única forma de o pecador receber o perdão de Deus e livrar-se do inferno é crer em Jesus (João 3.18; Romanos 10.9), confessar seus pecados e arrepender-se (Atos 2.38), deixar de pecar (Provérbios 28.13), e permanecer na fé (João 15.4-5).

Se você está diante de tal situação, a melhor preparação para uma batalha desse tipo é, em primeiro lugar, aceitar o convite do Senhor Jesus: “Eis que estou à porta, e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3.20). Depois que a Luz entrar na sua casa e no seu coração, tudo mudará. Em segundo lugar, clamar com fé ao Senhor, intercedendo por seu filho ou filha, pois “a oração de um justo é poderosa e eficaz” (Tiago 5.16). Em terceiro lugar, falar ao seu filho das maravilhas do Evangelho e das bênçãos prometidas por Deus para os que O buscam com fé e sincero arrependimento.

Convém dizer que o diabo deseja destruir o homem, física e espiritualmente, porque o homem é a obra-prima de Deus. Os que estão no homossexualismo têm chance de reverterem o quadro: devem se arrepender e aceitar o senhorio de Jesus, que veio para destruir as obras do diabo, libertar os cativos, aliviar os oprimidos. “SE O FILHO VOS LIBERTAR VERDADEIRAMENTE SEREIS LIVRES” (João 8.36); livres da prostituição, das impurezas, do pecado. O homossexualismo é reversível e quem reverte essa situação é o Senhor Jesus. Ouçamos a voz de Deus:

“Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação” (Lv 18.22; 20.13).

"Sabendo que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos... para os fornicadores, para os SODOMITAS...” (o realce é meu). (1 Tm 1.10).

"Pelo que Deus os entregou aos desejos de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si...pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. Semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, inflamaram-se em sua sensualidade uns para com os outros, HOMEM COM HOMEM, cometendo torpeza, e recebendo em si mesmos a penalidade devida ao seu erro... estão cheios de toda iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade, inveja, homicídio, contenda, engano e malignidade. Embora tenham conhecimento da justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam" (Rm 1.24-32).

"Não erreis: nem impuros... nem adúlteros, nem EFEMINADOS, nem SODOMITAS herdarão o reino de Deus" (1 Co 6.9-10). Nota: Sodomita, o que pratica a sodomia: cópula anal, entre homem e mulher ou entre homossexuais masculinos.

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma” (1 Co 6.12).

“O corpo não é para prostituição, senão para o Senhor, e o Senhor para o corpo” (1 Co 6.13b).

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará”. (Salmos 37.5).

SE VENDEM POR POUCO . PSD está de olho nas igrejas

ESSE KASSAB TRAIU OS EVANGELICOS AO NÃO SANCIONAR A LEI DO DIA DO  ORGULHO HETERO.
AGORA ELE PROCURA AS IGREJAS .
COMO NOSSOS IRMÃOS SE VENDEM POR TÃO POUCO.

ROBERTO TORRECILHAS

segue a matéria.

O Partido Social Democrata (PSD) conseguiu, silenciosamente, um importante elo com o eleitorado religioso.

Filiou Samuel Malafaia (irmão do pastor Silas Malafaia), Marcos Soares (filho do missionário R.R. Soares), Arolde de Oliveira (dono da maior gravadora gospel do país) e, na quinta-feira de tarde, Myriam Rios, ex-mulher de Roberto Carlos (da Renovação Carismática Católica).

Fonte: Radar on-line / Veja

Sou Contra o Homossexualismo - PL 122

 



Antes que cheguem alguns homofílicos de plantão, armados com pedras para me "criticarem" (o que de fato acontece, o movimento GLBT não suporta críticas!) quero informar que SOU ASSEGURADO PELO ARTIGO 5o, INCISO 4o DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL QUE RELATA O MEU DIREITO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO!!! Portanto posso declarar minhas idéias abertamente, contando que não existam ofensas, o que de fato sou completamente contra. NÃO SOU PRECONCEITUOSO! TENHO UM CONCEITO FORMADO!

Tenho testemunhado nos últimos anos uma verdadeira deturpação dos valores morais e da família. O que se chama comumente de "devassidão em alta escala". Uma minoria desfavorecida por uma escolha de opinião sexual diferente do restante tenta de uma forma sacana empurrar um conceito vergonhoso para sociedade como algo legal, tanto no sentido jurídico quanto no sentido filosófico... a homofobia.

Há alguns dias atrás, estava eu a navegar pela a internet em mais uma de minhas madrugadas pensativas atrás de algum sinal de vida inteligente em algum bate-papo e por acaso no portal de notícias da globo, o G1, vi algo que me trouxe bastante preocupação: a lei sobre homofobia. De início, o que essa emenda realmente passa? Você pode encontrar esse projeto de lei aqui. Para fins de práticos, essa lei torna crime TODO E QUALQUER tipo de prática homofóbica. A questão é: o que é HOMOFOBIA? Palavra proveniente do grego homos = igual e fobia = medo, designa popularmente qualquer ação de preconceito contra homossexuais. Mas, na psiquiatria, homofobia é uma DOENÇA, onde o homofóbico possui ódio a homossexuais e sente vontade de matá-los. Bem, de início, essa lei passa a impressão de que se trata de uma lei de proteção aos homossexuais [wikipédia, 2010]. O que a maioria das pessoas leigas não percebem é o fato de que esse tipo de ato já ser considerado crime pela constituição vigente. Afinal, a Constituição assegura, a liberdade de credo, locais de culto e também de opção sexual.


  • O que é HOMOSSEXUALISMO?
Uma grande idéia errônea que a maioria das pessoas, graças a um triunfo que o movimento GLBT conseguiu semear na sociedade, foi em relação as "causas do homossexualismo". A idéia de que uma pessoa já nasce homosseuxual é uma ladainha e das grandes! A definição mais aceita no meio científico sobre homossexualismo é

"Preferência física, emocional e/ou estética por indivíduos de mesmo gênero assimilada de forma adquirida ou imposta."

É certo que ainda existem controvérsias, por não ser um conceito de aceitação mútua entre os especialistas. Mas também é certo que não foram encontradas evidências concretas sobre a tendência do homossexualismo ser de causas genéticas, uma vez que são praticamente inexistentes casos de "transmissão" do homossexualismo através de gerações de uma mesma linhagem. Essa é a grande sacada do movimento GLBT: tentar impor a sociedade que essas características são inerentes ao ser. A grosso modo: para eles, não se aprende a ser homossexual, mas a pessoa nasce sendo um. Francamente, uma piada!. Muito embora, não condene ter esses preconceitos, afinal fomos bombardeados desde cedo com essa idéia. Eu fui uma dessas pessoas, mas nada que estudo não resolva.

Cabe aqui um esclarecimento: não odeio homossexuais! são seres humanos como nós. Como cristão, prego justamente o contrário. Ame-os. Sou completamente contra a qualquer forma de violência. O que repudio de forma veemente é o fato do movimento GLBT tentar impor idéias errôneas na sociedade com o objetivo de "moldar" e canalizar certos ideais que são sagrados para a sociedade, como por exemplo a estrutura familiar, a favor deles. Porque é isso que está acontecendo atualmente. Onde fica o estado democrático nisso? Vale a pena degradar a sociedade por causa de uma minoria? A resposta parece óbvia! É consentimento unânime entre os sociólogos que os laços mais importantes de um ser humanos são provenientes da estrutura familiar. Ou seja, de laços heterossexuais. É graças a família que uma criança tem um desenvolvimento saudável, tendo a preparação para a convivência em sociedade.


Agora, vamos a parte central... a "famosa" PL 122. A inconstitucionalidade implícita: a confusão de crítica e discriminação. Como será visto posteriormente, a PL 122, poderia ser chamada, em vez de "Lei sobre Homofobia", de "Lei da Preferência". Começemos pelo primeiro tópico.

  • A questão da HOMOFOBIA
Os atos que caracterizam homofobia são ódio, aversão e descriminação. O que a maioria não sabe é que homofobia é considerada pela psicologia como uma doença, como visto anteriormente. Por definição:

"Ódio, a aversão ou a discriminação de uma pessoa contra homossexuais e, consequentemente, contra a homossexualidade, e que pode incluir formas sutis, silenciosas e insidiosas de preconceito e discriminação contra homossexuais".

Por exemplo, um grupo de pessoas agredirem uma pessoa pelo simples fato de ser homossexual caracteriza um caso de homofobia. Agora imaginem o seguinte caso: digamos que um pai descobre que a babá de sua filha é lesbica e ele, por não querer influencias de uma lésbica em sua filha, despedir essa babá. Isso caracteriza um caso de homofobia? Analizando a definião de homofobia a demissão dessa babá pode ser considerada um caso de discriminação? O pai não tem direito de orientar a educação de sua filha? É notável que existe um problema sobre a interpretação de "discriminação".
  • A questão da diferença Crítica x Discriminação
Existe uma diferênça clara entre criticar condulta e discriminar pessoas. O ato de crítica é preservado pela constituição federal (ver o início da postagem). Considero o processo crítico de fundamental importância em todas as áreas da vida. São graças às críticas que é possível a evolução de tudo na vida, tanto na área profissional, como na pessoal, etc. Para quem teve oportunidade de ler o PL 122 no artigo 5o, parágrafo 16 diz: "O disposto neste artigo envolve a prática de qualquer tipo de ação violenta, constrangendora, intimidatória, vexatória, moral, ética, filosófica ou psicológica.". A pergunta é: o que significa essa ação filosófica a qual a lei se refere? A filosofia se refere ao campo das idéias. Então, qualquer ação contra as idéias homossexuais é crime? Criticar comportamento homossexual é crime? Estão tentando acabar com o direito de voz da sociedade! Uma tentativa de colocar uma MORDAÇA GAY! Francamente um absurdo!

Voltando ao exemplo que citei anteriormente do fictício pai e a babá. Se essa lei for aprovada, o zeloso pai, o qual priva sua filha de determinadas influências homossexuais (como visto anteriormente, a causa mais provável de homossexualismo é comportamental), seria punido de 2 a 5 anos de cadeia? QUE JUSTIÇA É ESSA???


Por isso que continuo minha campanha, juntamente com outros irmãos de idéias, para barrar no senado essa POUCA VERGONHA! ESSA SAFADEZA, que é esse projeto de lei. Se continuar nesse rumo, daqui a alguns anos pedófilos vão reinvidicar seus direitos também. Afinal, pedofilia também é uma orientação sexual, assim como necrófilos, e outras perversões. Se bem que a BAIXARIA já está ploriferando... Veja abaixo algumas "pérolas" que surgiram e que foram divulgados pelo colunista Ancelmo Goes do jornal O Globo.


Que lindo, o Sr. Carlos Minc e Sérgio cabral


E mais outra pérola... Rio Destino Gay... FRANCAMENTE. Já não basta a imagem de drogas e violência que o Rio vende lá fora... e mais essa...



Olha que os argumentos que usei, foram jurídicos e sociológicos. Biológicamente, o que afeta? Pelo que eu saiba, um casal homossexual não procria! De alguns anos para cá, eles vem reinvidicando o direito de adotar crianças. As crianças veem na figura do pai e da mãe a distinção entre a familia e a sociedade. É ÓBVIO QUE UMA CRIAÇÃO ONDE OS "PAIS" SÃO HOMOSSEXUAIS NÃO É SAUDÁVEL!"

Recentemente, na Inglaterra, um casal de heterossexuais teve o pedido de adoção negado pela corte devido aos pais serem contra a prática homossexuais. A alegação é que a influência dos pais poderiam gerar um sentimento de homofobia na criança... Será que os valores estão se invertendo? Pelo que parece sim, uma vez que os homossexuais tiveram privilégio nisso, e a opinião foi novamente massacrada. É só uma prévia do que poderá acontecer no Brasil se essa lei for aprovada!
A minoria não irá prevalecer...
VIA GRITOS DE ALERTA.
INF.

Tribunais de Contas são comandados por suspeitos em ações

Reduto de ex-políticos semiaposentados, Tribunais de Contas dos Estados são presididos por suspeitos envolvidos em operações da Polícia Federal e réus em processos que tramitam na Justiça, informa reportagem de Felipe Bächtold e Cíntia Acayaba, publicada neste domingo pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).
Três presidentes desses órgãos de fiscalização tiveram que deixar seus cargos nos últimos meses por suspeitas de irregularidades. Em ao menos sete Estados, o atual comando do órgão também é alvo de questionamentos.
A Procuradoria-Geral da República assinou há duas semanas o pedido de afastamento do presidente do TCE do Rio de Janeiro, Jonas Lopes de Carvalho, ao denunciá-lo por suspeita de envolvimento em irregularidades apuradas na Operação Pasárgada, da PF.
A cúpula do TCE de Minas também foi alvo de suspeitas na mesma operação. Uma autorização do Superior Tribunal de Justiça permitiu à polícia ouvir o presidente Antônio Carlos de Andrada e outros membros. A investigação ainda não está concluída.
OUTRO LADO
A direção dos TCEs alvos de processos na Justiça negam irregularidades.
Em Minas, a defesa do chefe do órgão diz que não há vínculo da instituição com suspeitas levantadas contra dirigentes do TCE-RJ.
A defesa de Jonas Carvalho, presidente do TCE-RJ, diz que não há provas contra ele.
Leia mais na edição da Folha deste domingo, que já está nas bancas.

VIA GRITOS DE ALERTA

Interesses eleitorais do PC do B são obstáculo para “faxina” no Esporte

 

Por Leandro Colon, no Estadão:
A “faxina” exigida pela presidente Dilma Rousseff no Ministério do Esporte obriga o novo titular da pasta, Aldo Rebelo, a mexer num “paredão” de comunistas, boa parte composta por ex-dirigentes da União Nacional dos Estudantes (UNE), alocados em áreas estratégicas e suspeitos de desvio de recursos públicos. Aldo vive um dilema. Recebeu a ordem da presidente para mudar o comando da pasta, mas sabe que as trocas em meio a um escândalo de corrupção respingam nas pretensões eleitorais do PC do B em 2012.
A tropa do partido dentro do ministério não é técnica, mas política e com objetivos concretos na disputa municipal do ano que vem. São dirigentes regionais e nacionais da legenda, homens de comando do PC do B nos Estados, que agora temem a exposição pública. Temem ainda ser demitidos a partir de amanhã, quando Aldo Rebelo toma posse, numa “faxina” semelhante à que ocorreu no Ministério dos Transportes em julho.
Por enquanto, Aldo Rebelo só confirmou a saída do secretário executivo, Waldemar Souza, do PC do B do Rio - uma espécie de número dois da pasta. Há pelo menos mais sete pessoas que podem entrar na forca após a queda de Orlando Silva: Wadson Ribeiro, Ricardo Capelli, Ricardo Gomyde, Alcino Reis Rocha, Fábio Hansen, Vicente José de Lima Neto e Antonio Fernando Máximo.
(…)
Por Reinaldo Azevedo

VIA GRITOS DE ALERTA