quarta-feira, 18 de maio de 2011

LISTA DOS SENADORES (TRAIDORES)* QUE VOTARAM PELO DESARQUIVAMENTO DA PL 122 (DIVULGUE, O BRASIL TEM QUE SABER QUEM QUER O SEU MAL.)



QUE QUER PRENDER PASTORES, PADRES, RABINOS E IMÃS,
QUE EXPRESSÃO SEU POSICIONAMENTO, GARANTIDO POR LEI NO ART.
5º DA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, CONTRA O HOMOSSEXUALISMO.

ESTAMOS DE OLHO EM VOCÊS E VAMOS DAR O TROCO ANTES MESMO
DAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES, QUANDO VOCÊS SE APROXIMAREM DE NÓS
PEDINDO VOTOS PARA DESTRUIR NOSSAS FAMÍLIAS.

Aloysio Nunes, PSDB
Ana Rita,         PT
Blairo Maggi,    PR
Cícero Lucena  PSDB
Cristovam Buarque  PDT
Delcídio do Amaral   PT
Eduardo Suplicy       (PT)
Francisco Dornelles  (PP)
Humberto Costa        (PT)
Inácio Arruda            (PC DO B)
João Alberto Souza  (PMDB)
João Pedro    (PT)
José Agripino (DEM)
José Pimentel ( PT)
José Sarney     (PMDB)
Kátia Abreu      (DEM)
Lídice da Mata  (PSB)
 Lindbergh Farias  (PT)
Marinor Brito  (PSOL)
Marta Suplicy (PT)
Pedro Simon   ( PMDB)
Renan Calheiros  (PMDB )
Roberto Requião  (PMDB)
Rodrigo Rollemberg  (PSB)


FONTE: DIÁRIO DO SENADO

OBS: ALGUNS VOTAM CONTRA A 
PL 122, PORÉM. TORNAR ESTA LISTA
PÚBLICA GARANTE QUE NÃO IRÃO VOTAR
A FAVOR DE ÚLTIMA HORA, SOB PENA DE 
SEREM PENALIZADOS NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES.

PORQUE A PL 122 É INCONSTITUCIONAL?
CONFIRA EXPLICAÇÃO ABAIXO.


Antes de fazer qualquer comentário, é importante frisar que uma coisa é criticar conduta, outra é discriminar pessoas. No Brasil, pode-se criticar o Presidente da República, o Judiciário, o Legislativo, os católicos, os evangélicos, mas, se criticamos a prática homossexual, logo somos rotulados de homofóbicos. Na verdade, o PL-122 é contra o artigo 5º da Constituição, porque o projeto de lei quer criminalizar a opinião, bem como a liberdade religiosa.

Vejamos alguns artigos deste PL:


Artigo 1º: Serão punidos na forma desta lei os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual, identidade de gêneros.

Comentário: Eles tentam se escorar na questão de raça e religião para se beneficiar. O perigo do artigo 1º é a livre orientação sexual. Esta é a primeira porta para a pedofilia. É bom ressaltar que o homossexualismo é comportamental, ninguém nasce homossexual; este é um comportamento como tantos outros do ser humano.

Artigo 4º: Praticar o empregador, ou seu preposto, atos de dispensa direta ou indireta. Pena: reclusão de 2 a 5 anos.

Comentário: Não serão os pais que vão determinar a educação dos filhos — porque se os pais descobrirem que a babá dos seus filhos é homossexual, e eles não quiserem que seus filhos sejam orientados por um homossexual, poderão ir para a cadeia.

Artigo 8º-A: Impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público, em virtude das características previstas no artigo 1º desta lei. Pena: reclusão de dois a cinco anos.

Comentário: Isto significa dizer que se um pastor, ou padre, ou diretor de escola — que por questões de princípios — não queira que no pátio da igreja, ou escola haja manifestações de afetividade, irão para a cadeia.

Artigo 8º-B: Proibir a livre expressão e manifestação de afetividade do cidadão homossexual, bissexual ou transgênero, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos ou cidadãs. Pena: reclusão de dois a cinco anos.

Comentário: O princípio do comentário é o mesmo que o do anterior, com um agravante: a preferência agora é dos homossexuais; nós, míseros heterossexuais, podemos também ter direito à livre expressão, depois que é garantida aos homossexuais. O parágrafo do artigo que vamos comentar a seguir "constituiu efeito de condenação".

Artigo 16º, parágrafo 5ª: O disposto neste artigo envolve a prática de qualquer tipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica.

Comentário: Aqui está o ápice do absurdo: o que é ação constrangedora, intimidatória, de ordem moral, ética, filosófica e psicológica? Com este parágrafo a Bíblia vira um livro homofóbico, pois qualquer homossexual poderá reivindicar que se sente constrangido, intimidado pelos capítulos da Bíblia que condenam a prática homossexual. É a ditadura da minoria querendo colocar a mordaça na maioria. O Brasil é formado por 90% de cristãos. Não queremos impedir ou cercear ninguém que tenha a prática homossexual, mas não pode haver lei que impeça a liberdade de expressão e religiosa que são garantidas no Artigo 5º da Constituição brasileira. Para qualquer violência que se cometa contra o homossexual está prevista, em lei, reparação a ele; bem como assim está para os heterossexuais. A PL-122 não tem nada a ver com a defesa do homossexual, mas, sim, quer criminalizar os contrários à prática homossexual — e fazem isso escorados na questão do racismo e da religião.

Fonte: Associação Vitória em Cristo

  

Quatro em cada dez crianças vítimas de abuso sexual foram agredidas pelo próprio pai, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada no Hospital das Clínicas (HC) da Universidade de São Paulo (USP) revela que o combate e a prevenção de abusos sexuais a crianças precisam ser feitos, principalmente, dentro de casa. Segundo o estudo, quatro de cada dez crianças vítimas de abuso sexual foram agredidas pelo próprio pai e outras três, pelo padrasto.



Os resultados foram obtidos após a análise de 205 casos de abusos a crianças ocorridos de 2005 a 2009. As vítimas dessas agressões receberam acompanhamento psicológico no HC e tiveram seu perfil analisado pelo Programa de Psiquiatria e Psicologia Forense (Nufor) do hospital.

Segundo Antonio de Pádua Serafim, psicólogo e coordenador da pesquisa sobre as agressões, em 88% dos casos de abuso infantil, o agressor faz parte do círculo de convivência da criança.

O pai (38% dos casos) é o agressor mais comum, seguido do padrasto (29%). O tio (15%) é o terceiro agressor mais comum, antes de algum primo (6%). Os vizinhos são 9% dos agressores e os desconhecidos são a minoria, representando 3% dos casos.

“É gritante o fato de o pai ser o maior agressor. Ele é justamente quem deveria proteger”, afirmou Serafim, sobre os dados da pesquisa, que ainda serão publicados na Revista de Psiquiatria Clínica da Faculdade de Medicina da USP. “As crianças são vítimas dentro de casa.”

A pesquisa coordenada pelo psicólogo mostra também que 63,4% das vítimas de abuso são meninas. Na maioria dos casos, a criança abusada, independentemente do sexo, tem menos de 10 anos de idade.

Para Serafim, até pela pouca idade das vítimas, o monitoramento das mães é fundamental para prevenção dos abusos. Muitas crianças agredidas não denunciam os agressores.

Elas, porém, dão sinais de abusos em seu comportamento, segundo Serafim. Por isso, as mães devem estar atentas às mudanças de humor das crianças. “Uma mudança brusca é a maior sinalização de abuso”, disse.

PL 122 um progeto assassino.Deputados barram votação da “PL 122″ um dos mais terriveis e devastador.”Precisamos debater à exaustão, sem privilegiar ninguém. Há pelo menos 150 milhões de brasileiros que não foram ouvidos, e nem sabe do que se trata.Bolsonaro começa a derrotar a midia bandida.Racismo, é fingir que não vê milhares de crianças inocentes, sendo recrutadas por traficantes e distribuindo crak do norte ao Sul do país..

Relato do Pastor Kaiser Vasconcelos acerca de sua viagem na Índia no mês passado

O desafio da Índia



Estive na Índia e visitei uma base do Exército da Salvação em Mumbai, que trabalha dentro da RED LIGHT, onde vivem mais de 250 mil prostitutas. Ali estavam os guerreiros do Senhor fazendo a triagem de meninas que são tiradas da prostituição. Eles precisam convencer as mães a entregarem suas filhas para serem cuidadas, primeiro por eles, próximo dali, e depois serem enviadas para outros projetos cristãos sociais. E, assim, poderem evangelizar as mães também.

Pedimos para ver e andar no meio daquelas ruas, onde predominam a sujeira, cheiro terrível, num aglomerado humano de mulheres, meninos, meninas, entre animais variados: cachorros, galinhas, cabritos, ratazanas... Tudo o que você puder pensar, ali, se mistura ou disputa a cada metro quadrado. Confesso que nunca vi em toda a minha vida nada igual.

Por causa da superpopulação, de cada “portinha” saíam e entravam várias mulheres, meninos e homens, o tempo todo. Crianças, meninas, adolescentes, adultos e velhos se confundem e se misturam entre milhares que ali vivem, dia e noite, sem ter, muitas vezes, o privilégio de poder escolher mudar de vida, de casta... A atmosfera é tão pesada que chega a nos empurrar para fora. Um ambiente de profundo medo, até mesmo de olhar para frente.

Do outro lado, mulheres com olhar de tristeza misturado com ódio e dor, e com um vazio tão profundo que ninguém jamais conseguirá entender ou definir na sua essência; a não ser a falta de Deus, que nos ama incondicionalmente e sempre dá a oportunidade para recomeçar.

Comecei então a orar em línguas como uma forma de escapar daquela realidade, ou sair um pouco daquele mundo denso de trevas e de pecado. Ao sairmos, tivemos a sensação de alívio do peso desse ambiente que deixa impregnado o cheiro do inferno, na sua essência, em nossos corpos e roupas. Alguns que lá estiveram, saíram correndo para jogar suas roupas fora e tomar um banho demorado. Como o pecado é cruel, violento, repugnante, monstruoso, mentiroso, enganoso, destruidor, escuro e infernal.

É por isso que quando o nosso Senhor Jesus expulsava um espírito maligno, Ele sempre dizia: “Espírito “imundo” sai desse corpo!”.

Enfim, somos chamados para ganhar as nações! Essa é a verdade que nunca deixará de ecoar nos nossos corações. Interceda pela Índia, ouça o clamor das nações, responda ao chamado missionário e tenha uma vida em santidade na presença de Deus.

:: Pastor Kaiser Vasconcelos.

Para mais informações sobre o Ministério Gideões 24H Diante do Senhor ou se você deseja orar e adorar nas Torres de Oração ou Adoração, comunique-se conosco: (31) 3429-1400 ou 8793-9576 – fale com Cíntia, www.gideoes24h.com ou pelo e-mail: gideoesdaoracao@gmail.com

Entenda porque a lei PL122 irá prejudicar a Igreja Cristã


Art. 4º A Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1999, passa a vigorar acrescida do seguinte Art. 4º-A:
“Art. 4º-A Praticar o empregador ou seu preposto atos de dispensa direta ou indireta: Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco)anos.”
Art. 5º Os arts. 5º, 6º e 7º da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1999, passam a vigorar com a seguinte redação:
“Art. 5º Impedir, recusar ou proibir o ingresso ou a permanência em qualquer ambiente ou estabelecimento público ou privado, aberto ao público: Pena: reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos.”
Para demitir um homossexual, um empregador terá de pensar duas vezes. E cinco para contratar — caso essa homossexualidade seja aparente. Por quê? Ora, fica decretado que todos os gays são competentes. Aliás, na forma como está a lei, só mesmo os brancos, machos, heterossexuais e eventualmente cristãos não terão a que recorrer em caso de dispensa. Jamais poderão dizer: “Pô, fui demitido só porque sou hétero e branco! Quanta injustiça!”. O corolário óbvio dessa lei será, então, a imposição posterior de uma cota de “gênero”, “orientação” e “identidade” nas empresas. Avancemos.
“Art. 6º Recusar, negar, impedir, preterir, prejudicar, retardar ou excluir, em qualquer sistema de seleção educacional, recrutamento ou promoção funcional ou profissional: Pena – reclusão de 3 (três) a 5 (cinco) anos. ”Cristãos, muçulmanos, judeus etc têm as suas escolas infantis, por exemplo. Sejamos óbvios, claros, práticos: terão de ignorar o que pensam a respeito da homossexualidade, da “orientação sexual” ou da “identidade de gênero” — e a Constituição lhes assegura a liberdade religiosa — e contratar, por exemplo, alguém que, sendo João, se identifique como Joana? Ou isso ou cana?
Art. 7º A Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, passa a vigorar acrescida dos seguintes art. 8º-A e 8º-B:
“Art. 8º-B Proibir a livre expressão e manifestação de afetividade do cidadão homossexual, bissexual ou transgênero, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos ou cidadãs: Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.”
Pastores, padres, rabinos etc. estariam impedidos de coibir a manifestação de “afetividade”, ainda que os fundamentos de sua religião a condenem. O PL 122 não apenas iguala a orientação sexual a raça como também declara nulos alguns fundamentos religiosos. É o fim da picada! Aliás, dada a redação, estaríamos diante de uma situação interessante: o homossexual reprimido por um pastor, por exemplo, acusaria o religioso de homofobia, e o religioso acusaria o homossexual de discriminação religiosa, já que estaria impedido de dizer o que pensa. Um confronto de idéias e posturas que poderia ser exercido em liberdade acaba na cadeia. Mas o Ai-5 mesmo vem agora:
“Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero:
§ 5º O disposto neste artigo envolve a prática de qualquer tipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica.”
Não há meio-termo: uma simples pregação contra a prática homossexual pode mandar um religioso para a cadeia: crime inafiançável e imprescritível. Se for servidor público, perderá o cargo. Não poderá fazer contratos com órgãos oficiais ou fundações, pagará multa… Enfim, sua vida estará desgraçada para sempre. Afinal, alguém sempre poderá alegar que um simples sermão o expôs a uma situação “psicologicamente vexatória”. A lei é explícita: um “processo administrativo e penal terá início”, entre outras situações, se houver um simples“comunicado de organizações não governamentais de defesa da cidadania e direitos humanos.” Não precisa nem ser o “ofendido” a reclamar: basta que uma ONG tome as suas dores.
A PL 122 institui o estado policial gay!
O que querem os proponentes dessa aberração? Proteger os gays? Não há o risco de que aconteça o contrário? A simples altercação com um homossexual, por motivo absolutamente alheio à sua sexualidade, poderia expor um indivíduo qualquer a um risco considerável. Se o sujeito — no caso, o gay — for honesto, bem: não vai apelar à sua condição de “minoria especialmente protegida”; se desonesto — e os há, não? —, pode decidir infernizar a vida do outro. Assim, haverá certamente quem considere que o melhor é se resguardar. É possível que os empregadores se protejam de futuros dissabores, preferindo não arriscar. Esse PL empurra os gays de volta para o gueto.
Linchamento moral
O PL 122 é uma aberração jurídica, viola a liberdade religiosa e cria uma categoria de indivíduos especiais. À diferença de suas “boas intenções”, pode é contribuir para a discriminação, à medida que transforma os gays numa espécie de “perigo legal”. Os homossexuais nunca tiveram tanta visibilidade. Um gay assumido venceu, por exemplo, uma das jornadas do BBB. Cito o caso porque houve ampla votação popular. A “causa” está nas novelas. Programas de TV exibem abertamente o “beijo gay”. Existe preconceito? Certamente! Mas não será vencido com uma lei que acirra as contradições e as diferenças em vez de apontar para um pacto civilizado de convivência. Segundo as regras da democracia, há, sim, quem não goste dessa exposição e se mobiliza contra ela. É do jogo.
Ninguém precisa de uma “lei” especial para punir aqueles delinqüentes da Paulista. Eles não estão fora da cadeia (ou da Fundação Casa) porque são heterossexuais, e sua vítima, homossexual. A questão, nesse caso, infelizmente, é muito mais profunda e diz muito mais sobre o Brasil profundo: estão soltos por causa de um preconceito social. Os homossexuais que foram protestar na Paulista movidos pela causa da “orientação sexual” reduziram a gravidade do problema.
Um bom caminho para a liberdade é não linchar nem física nem moralmente aqueles de quem não gostamos ou com quem não concordamos. Seria conveniente que os grupos gays  não colocassem com tanta vontade uma corda no próprio pescoço sob o pretexto de se proteger.
Quando trato de temas como esse, petralhas costumam invadir o blog com grosserias homofóbicas na esperança de que sejam publicadas para que possam, depois, sair satanizando o blog por aí. Aviso: a tática é inútil.  Não serão! Este blog é contra o PL 122 porque preza os valores universais da democracia.

Atenção, pais e mães: governo lança mega-iniciativa para exterminar os direitos dos pais corrigirem a desobediência dos filhos


Seminário de 19 de maio de 2011 reunirá altas autoridades do governo do Brasil e da Suécia para conspirar maior interferência estatal na relação entre pais e filhos do Brasil

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, em parceria com a Embaixada da Suécia em Brasília e a organização sueca Save the Children, realizarão o Seminário sobre Experiências de Legislação Contra Castigos Corporais de Crianças e Adolescentes, que ocorrerá no dia 19 de maio, no Plenário 1 do Anexo II da Câmara dos Deputados em Brasília, DF.
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República é comandada pela ultra-marxista Maria do Rosário, ministra que se comprometeu a avançar o infame PNDH-3 e está na liderança da implementação da ideologia homossexualista no Brasil. Ela já é muito conhecida como defensora do controle estatal sobre as famílias. Em 2006, com muito esforço e com a cooperação da Frente Parlamentar Evangélica, conseguimos barrar o projeto dela de proibir os pais de usar a vara da correção nos filhos. Mas agora, com o PT governando o Brasil com sua safadeza socialista, Rosário volta a atacar as famílias.
A abertura do Seminário será feita pela rainha Silvia da Suécia. E, como se verá, a participação sueca será em peso no evento.
Em 2010 o governo Lula apresentou o Projeto de Lei 7672/2010 contendo uma linguagem de que “a criança e o adolescente têm direito de serem educados e cuidados sem o uso de qualquer forma de violência, castigo cruel ou humilhante”. O projeto de lei, que está em tramitação na Câmara dos Deputados, está também no olho da atenção do governo.
Seria interessante perguntar ao governo, que tanto interesse tem no aborto e no homossexualismo, se as crianças e adolescentes têm direito de serem educados e cuidados sem homossexualismo e sem aborto.
A preocupação do governo com o direito de os pais corrigirem seus filhos é tão forte que o seminário anti-disciplina de filhos terá participação dos seguintes indivíduos do Brasil e da Suécia:
Maria do Rosário, a suprema ministra dos assuntos gays no Brasil
Xuxa, atriz que, iniciando sua carreira com pornografia infantil, quer agora terminar atacando as famílias
Marta Santos Pais, representante da ONU
José Sarney, presidente do Senado Federal do Brasil
Marco Maia, presidente do Câmara dos Deputados Federal do Brasil
Cezar Peluso, presidente do Supremo Tribunal Federal do Brasil
Manuela D’Avila, Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados
Ulrika Carlsson, Membro do Parlamento Sueco
Annika Markovic, Embaixadora da Suécia no Brasil
Elisabeth Dahlin, secretária-geral da organização sueca Save the Children
Marie-Pierre Poirier, representante do UNICEF no Brasil
Staffan Janson, Professor, Universidade de Karlstad, Suécia
Carlos Trapani, Coordenador do Programa CECODAP, Venezuela
Eva Waltré, Organização para os Direitos das Crianças na Sociedade, Suécia
Embaixadora sueca Annika Markovic
Para entender a presença em massa de suecos no esforço do governo brasileiro de banir o direito dos pais disciplinarem os filhos, veja os links abaixo sobre a Suécia. Todos os outros links trazem assuntos relacionados diretamente à disciplina física.
Quem puder participar do evento, participe, orando e, conforme a coragem, levando faixas. Favor se comunicar com Elias ou Benedito, da Frente Parlamentar Evangélica, para maiores informações de participação, no seguinte telefone: (61) 3216-6769.
Quem não puder participar, ore para que Deus enfraqueça o poder dos grandes reunidos para conspirar contra as famílias no Brasil.
Envie esta denúncia a pastores, padres e amigos interessados.
Fonte: www.juliosevero.com

EM RESPOSTA AO BLOG NOVA CRUZADA - A Nova Cruzada para uma Velha Jihad

Enquanto eu navegava pela REDE encontrei dois blogs que merece consideração. Um blog SHIITA ou XIITA que traz a “Bandeira da Resistência Islâmica do Brasil” (imagem acima) e um outro blog tem um nome um tanto SUSPEITO: A Nova Cruzada.
O fato de que a imagem da “Bandeira da Resistência Islâmica do Brasil existir SOMENTE no blog do Islam Maranhão (agora no Rafik), fortemente sugere que os lideres do “Islam Maranhão” foram os criadores desta bandeira.
Explicando a SIMBOLOGIA da Bandeira
A bandeira terrorista brasileira tem uma grande semelhança com a bandeira do grupo TERRORISTA XIITA Hezbollah, o que levanta ainda mais perguntas e suspeitas sobre o envolvimento destes brasileiros com este grupo terrorista.
A tal bandeira foi claramente inspirada nos ideais do Hezbollah, tendo a mesma cor e os mesmos desenhos e decorações.
A bandeira traz a confissão de fé Islâmica no topo com duas mãos segurando uma arma e uma lápis. A luta armada é valorizada pelo desenho da mão segurando uma arma AK47 e a luta ideológica, pode ser vista pelo desenho da mão segurando um lápis.

O Alcorão aberto simboliza a base das leis do mundo Islâmico representada pelo mapa Islâmico dentro do Alcorão.
A flor sangrando poderia simbolizar a beleza do sofrimento e do martírio no Islam.
Quanto ao blog “A NOVA CRUZADA”, o nome ja é bem sugestivo. Não é interessante a escolha do nome? Digamos que eu inicie um blog chamado “A VELHA JIHAD” (alguém deveria). Não seria um nome que vem carregado de historia?
Estes caras se esquecem que as Cruzadas foram motivadas por causa da AGRESSÃO Islâmica, invadindo e conquistando o que era conhecido como paises Cristãos?
Embora a Bíblia não de nenhum apoio para o uso de guerra como as cruzadas, elas foram uma reação política, revestida de cunho religioso.
No entanto não se pode dizer o mesmo do ISLAM. O tema mais ensinado e discutido no Alcorão é JIHAD (Luta militar armada para se estabelecer e expandir a lei divina (sharia) na terra). Para
A maioria das traduções do Alcorão, estão cheias de EUFEMISMO, isto é, uma palavra branda para representar uma expressão grosseira. Mas as vezes, eufemismo nao funciona. A Sura 2:216 diz que a LUTA é um DEVER para com Allah: “Está-vos prescrita a luta (pela causa de Deus), embora o repudieis...
Nesta tradução que uso da expressão “causa de Deus” que significa Jihad, foi usada 49 vezes. A palavra COMBATEI foi usada 15 vezes. O comando imperativo MATAI foi usado 8 vezes, e assim por diante.
Outro exemplo: Na Sura 22:78 “E combatei com denodo pela causa de Deus”.
Em Árabe transliterado esta assim: “Wajahidoo fee Allahi haqqa jihadihi”. Voce pode notar que JIHAD aparece duas vezes, mas somente uma vez foi traduzido como COMBATEI?
Poucos tradutores tem coragem de traduzir o verso exatamente como ele é. Por exemplo, a tradução “Ali Quli Qarai” diz: “And wage jihad for the sake of Allah, a jihad which is worthy of Him” ou “empreenda JIHAD pela CAUSA de ALLAH, um JIHAD que é digno Dele”.
O BLOG "A Nova Cruzada"
Mas para que esta introdução mesmo? Lembrei, foi para explicar o titulo do blog dos nossos amigos JIHADISTAS que se chama “A NOVA CRUZADA”. Deixa eu comentar sobre o blog deles um pouquinho.
Quem escreve o blog? Um convertido ao Islam que agora se chama “Omar Israfil Dawud Bin Ibrahim” ex-clérigo católico, se diz jornalista e sua esposa “Fatimah Bint Maryam” que se diz, escritora, poetiza, radialista, locutora etc. QUE FICHA invejável eles tem!
Eles dizem que o blog surgiu por conta das AGRESSÕES dos Cristãos ao Islam. Irônico? O ex-clerico católico que nunca deve ter lido a bíblia inteligentemente, se baseia no trabalho de um outro jihadista chamado Ahmed Deedat que “segundo o insigne Sheikh Ahmed Deedat, mais de 50.000” erros na Bíblia. ‘Ce guenta um trem desse?’
O pobre 'jornalista' nem se deu ao trabalho de pesquisar o numero de versos da Bíblia, que são 31.102 versos. O que daria quase DOIS erros por verso. INCRÍVEL! Ou os Cristãos são muito burros para não ver estes erros ou os muçulmanos são extremamente inteligentes para todos estes erros!
Na sessão biblioteca voce encontrara uma coleção de arquivos denegrindo a FÉ CRISTÃ. Interessante não é? Engraçado que eu não encontrei nenhum comentário de cristãos esbravejando e ameaçando estes jihadistas de morte. Omar Israfil se desculpa dizendo que não publica tais ameaças e agressões. Por que sera? Elas não existem!
Como se pode ver, a integridade intelectual não é algo que se leva a serio neste blog.
Neste vídeo acima mostra Anjen Choudary dizendo que Islam não significa paz e que JIHAD é o ensino mais mencionado e difundido no Alcorão depois da Tawhid. Para quem não fala inglês, a transcrição do vídeo esta aqui.
O tal “Omar Israfil Dawud Bin Ibrahim” ex-clérigo católico, é outro principiante. Ele fala muito sobre problemas sociais, mas é fraquinho (igual a todos os outros) na teologia Islâmica. Logo mais eu vou escrever um artigo provando que as acusações deles são falsas. Espere para ver.
Abraços



Rafik

Incidentes recentes de perseguição


   
 
Indiano lendo a Bíblia  
Em 24 de abril, um grupo de extremistas hindus, interrompeu as celebrações da Páscoa de cristãos, os atacando com bastões. Um cristão teve um osso da mão fraturado. O ataque veio três dias depois de uma manifestação que atrapalhou um culto de oração no dia 21. Nenhuma prisão foi feita em nenhum dos casos. Segundo as autoridades, quando os jornais noticiam que está ocorrendo conversões, os cristãos sofrem ataques.

Na cidade de Karnataka, hindus invadiram uma reunião de domingo e forçaram a congregação a se converter ao hinduísmo. De acordo com informações, havia cerca de 50 extremistas hindus armados com bastões e eles ofereceram dinheiro aos pastores Gurappa Powar e Ashok Motilal para marcarem suas testas com símbolos hindus.

Os pastores rejeitaram essa opção e os extremistas hindus bateram neles – o pastor Gurappa, mais tarde, teve que receber tratamento hospitalar para cuidar de seus ferimentos – eles rasgaram bíblias e hinários e denunciaram os dois pastores para as autoridades com relatos falsos de que estavam convertendo pessoas à força. Alguns grupos de ajuda aos cristãos dizem que a polícia se recusa a ajudá-los, mas eventualmente, um inspetor da polícia tenta trazer calma para os conflitos na região.

Em Kerala, extremistas hindus agrediram verbalmente cristãos por estarem distribuindo o Novo Testamento e folhetos evangelísticos. Segundo notícias, os extremistas hindus interromperam a evangelização dos quatro cristãos que estavam distribuindo os folhetos. Os hindus atacaram os cristãos de repente, destruíram seus folhetos, bateram neles e rasgaram suas roupas. Felizmente, nossos irmãos não sofreram ferimentos graves.

Tradução: Lucas Gregório



Fonte: Compass Direct
 

CADA VEZ MAIS ACREDITO QUE TA CHEGANDO O FINAL - Homem afirma ser Jesus Cristo e mulher ser Maria Madalena e juntos reuniram muitos seguidores


Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel “Meu nome é Jesus e estou falando sério”, declarou Alan ao jornal Courier Mail.
“Jesus” comprou um terreno de 16 hectares em 2007 e, desde então, os seus seguidores compraram propriedades na vizinhança. Como vivem de doações, os religiosos da Verdade Divina arrecadam contribuições que chegam a R$ 690 mil e já adquiriram um terreno de 240 hectares, onde os cultos são realizados.
Numa coincidência, o desmatamento do terreno acabou criando uma cruz gigante, mas os moradores dizem que não foi proposital.
Fonte: Meia Hora

Pastor Silas Malafaia fala do reconhecimento da união gay e desafia ir para a cadeia se PLC 122 for aprovada

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Malafaia também falou sobre a PLC 122, que deve ter sua aprovação acelerada de acordo com especialistas políticos. O Pastor utilizou durante o programa alguns trechos da PL 122 de 2006 para refutar a proposta constitucionalmente. O Pastor Silas também desafiou os opositores afirmando que caso a proposta seja aprovada irá no programa seguinte dedicar todo o espaço para pregar contra o homossexualismo: “quero ver se a Constituição Brasileira será respeitada ou vão me mandar para cadeia!”, provocou.
Além das críticas ao STF e a PLC, Silas Malafaia também voltou a atacar personalidades do mundo evangélico. Segundo ele alguns Cristãos estão neutros no assunto por terem alianças políticas firmadas com quem defende a causa; para não perderem integrantes de suas congregações que vivem na prática da homossexualidade; e/ou para não perderem seus fãs e ouvintes que praticam o homossexualismo. Em seu Twitter o líder já havia criticado diretamente alguns famosos cantores evangélicos como Ana Paula Valadão, Aline Barros, Fernanda Brum e outros que não terem divulgado sua campanha em suas respectivas páginas no serviço.
O Pastor Silas Malafaia também lembrou que irá fazer um protesto contra a PLC 122 em Brasília no dia primeiro de junho às 15 horas.

 Juntos na mesma fé.

Da mesma forma eu tambem afirmo que jamais ficarei calado.
Para quem já foi desafiado em tantas outras oportunidades , não vai ser agora que me calarei.

Bispo Roberto Torrecilhas.

Fonte: Gospel+

Taleban paquistanês divulga primeiro vídeo prometendo vingar Bin Laden - PREPAREN SE O TERRORISMO VAI ATACAR EM BREVE.

Reprodução

TV árabe também confirma nomeação de líder provisório da rede Al Qaeda
Reprodução
Vídeo divulgado pela TV Al Jazeera mostra membros do Taleban paquistanês prometendo vingar a morte do ex-líder da Al Qaeda


A rede árabe Al Jazeera divulgou nesta quarta-feira (18) o primeiro vídeo de autoria do grupo extremista Taleban do Paquistão feito após a morte do terrorista Osama bin Laden, no qual promete vingar o ex-líder da rede Al Qaeda.
Nas imagens obtidas pelo correspondente em Islamabad, membros grupo aparecem fazendo uma promessa de vingança pelo assassinato de Bin Laden por forças americanas, no dia 1º de maio, perto da capital paquistanesa.
A Al Jazeera também informou que a Al Qaeda nomeou um líder provisório e um novo chefe de operações. Segundo um correspondente da emissora, o militante egípcio Saif al Adel foi nomeado líder interino, enquanto Mustafa al Yemeni, cuja nacionalidade não foi divulgada, iria chefiar as operações.
Procuradores dos Estados Unidos afirmam que Adel é um dos principais comandantes militares da Al Qaeda e ajudou a planejar os ataques contra as embaixadas dos EUA em Nairóbi e em Dar es Salaam, em 1998.
Os procuradores também afirmam que Adel coordenou a instalação de campos de treinamento da Al Qaeda no Sudão e no Afeganistão nos anos 1990.
Logo depois da captura de Bin Laden, cogitou-se que Ayman al Zawahri, o número dois da rede terrorista, seria o novo líder. A "filial" iraquiana da Al Qaeda inclusive anunciou apoio ao dirigente e disse que pretendia cometer atentados para vingar a morte do líder.
Adel não será líder da organização como Bin Laden, diz ex-aliado
O especialista em Al Qaeda, Noman Benotman, disse nesta terça-feira (17) que Adel provavelmente não agiria como líder da organização.
- Esse cargo que ele assumiu não é como líder geral, mas ele está encarregado dos termos operacionais e militares.

Benotman era ex-aliado de Bin Laden e hoje se tornou analista do grupo britânico de pesquisa Quilliam Foundation.
Acreditava-se que Adel havia fugido para o Irã depois da invasão norte-americana no Afeganistão que seguiu os ataques de 11 de setembro de 2001 contra os EUA, e foi posteriormente mantido sob um tipo de prisão domiciliar na república islâmica, segundo algumas informações na imprensa.
Segundo a mídia árabe, autoridades iranianas libertaram Adel há cerca de um ano, e ele então voltou à região de fronteira entre o Afeganistão e o Paquistão. Alguns analistas acreditam que Adel pode ter retornado ao Irã ou ao Afeganistão nas últimas semanas.


R7 COM REUTERS
VIA GRITOS DE ALERTA.