quarta-feira, 27 de maio de 2015

Em coma por 3 anos, jovem “ressuscita” após oração

O caso da adolescente americana Taylor Hale ganhou destaque em vários meios de comunicação da mídia mundial na última semana. A jovem foi declarada pelos médicos “clinicamente morta” em setembro de 2011, depois de um terrível acidente.
Após passar mais de 3 anos em coma, os pais da menina que tinha 14 anos no dia do acidente não sabiam se ela voltaria a acordar. Ela escorregou do capô de um carro, bateu a cabeça na calçada e sofreu uma lesão cerebral irreversível.
Seus pais, Chuck Hale e Stacey Hennigsen, foram desenganados pelos médicos que cuidavam do caso. Por isso, ela foi colocada em coma induzido. Poucos dias depois, Taylor sofreu uma hemorragia cerebral.
O cérebro de Taylor teve um afundamento na região do canal vertebral. A partir daí os médicos resumiram-se a afirmar que “nada poderia ser feito” e “ninguém consegue se recuperar quando isso acontece”. A recomendação é que os pais desligassem os aparelhos, providenciassem a doação dos órgãos dela e preparassem o funeral.
Taylor Hale no hospital em coma.
Taylor Hale no hospital em coma.
Contudo, eles não seguiram esse conselho. Algumas semanas atrás, Jeff Stickel, um amigo da família que é cristão, esteve no hospital dizendo Deus o estava chamando para ajudar a curar Taylor. Primeiramente, os pais de Taylor disseram que a filha estava inconsciente e não havia nada que ele pudesse fazer por ela. Stickel insistiu que gostaria de orar por ela e eles aceitaram.
Uma oração seguida de imposição de mãos mudou a vida de Taylor.  Depois que Stickel saiu, os aparelhos foram desligados e surpreendentemente a jovem apresentou reações. Os médicos religaram tudo e nos próximos dias ela foi voltando sozinha do coma. Seu cérebro voltou aos poucos ao normal.
Prestes a completar 18 anos, a jovem saiu do coma e foi a convidada de honra na formatura de sua classe na Escola Waukee High School em De Moines, Iowa. Ela inclusive recebeu seu diploma com o restante dos colegas.
Contrariando o prognóstico dos médicos, aos poucos Taylor vai se recuperando e tem contado sobre seus planos para o futuro. Algumas semanas atrás, ela estava inconsciente e sequer conseguia respirar sem a ajuda dos aparelhos. “Serei sempre grata a todos os médicos e enfermeiros que ajudaram na minha recuperação, mas sei que Deus fez a maior parte”, disse ela ao Daily Mail.
Gospel Prime

Jovens adultos abandonam a igreja porque não têm uma fé própria


As estatísticas são alardeadas todos os dias e apavoram os pais, líderes e educadores cristãos: cada vez mais jovens criados no Evangelho abandonam a igreja, sobretudo após a conclusão do ensino médio.

Em números, seriam 94% (alguns dizem 86%) dos jovens evangélicos que saem para nunca mais voltar. Só isso já comprometeria, em termos aritméticos, a próxima geração de evangélicos. As razões alegadas são as mais diversas possíveis, e boa parte delas se deve ao assédio das atrações “do mundo”, às novas conquistas intelectuais que esvaziam a noção do sagrado e o secularismo exacerbado de nossos dias. O cerne da questão, todavia, é mais sutil, e nem sempre reconhecido pela própria igreja. Os jovens adultos que a abandonam, muitas vezes, não possuem uma fé verdadeira – uma fé própria – e um relacionamento com Cristo que seja profundamente importante para suas vidas pessoais, algo que fuja à mera pressão exercida por seus pais ou responsáveis nos primeiros anos de sua vida.

Quem se debruça com mais seriedade sobre o fenômeno descobre algumas verdades. Tais estatísticas, muitas vezes, são, com se diz, meras lendas urbanas – ou, pelo menos, expressam uma meia verdade. Nenhuma pesquisa, de fato, chegou a essa conclusão. É claro que a evasão existe, e deve gerar preocupações. A realidade é que existem desafios em relação a esse fato, mas pesquisas confiáveis mostram que a fé é bastante resistente de uma geração a outra, desde que seja genuína e pessoal. Há alguns anos, a LifeWay Research analisou a questão, observando algumas das coisas que ajudam os jovens a ficarem na igreja e a terem uma fé forte. O estudo queria saber o que é necessário para que um aluno permaneça seguindo a Cristo durante o ensino médio, a faculdade, a carreira e além. Observou-se a fé de alunos que frequentavam uma igreja protestante (tradicional ou renovada) duas vezes ao mês ou mais por, pelo menos, um ano durante o ensino médio. Mais tarde, cerca de 70% dos jovens com idade entre 18 e 22 anos pararam de frequentar a igreja regularmente por pelo menos um ano. Uma taxa de abandono da ordem de 70% – muito alta, por sinal.

Outras pesquisas e estudos entre jovens evangélicos, no entanto, indicam que o número é quase certamente muito menor. E é importante notar que quase dois terços daqueles que largaram a igreja ao longo do estudo voltaram para suas igrejas até o fim da pesquisa. Também perguntou-se a esses jovens por que eles abandonaram a igreja. Dos que saíram, cerca de 97% (quase todos, portanto) afirmaram que o motivo foram mudanças de vida ou algumas situações. Entre as razões mais específicas, destacaram-se:

• Simplesmente, queriam “dar um tempo” da igreja (27%)

• Mudaram de domicílio em função de estudos (25%)

• O trabalho dificultou ou impossibilitou o comparecimento (23%)

Cinquenta e oito por cento dos jovens alegaram que saíram por causa de suas igrejas ou pastores. Um aprofundamento das perguntas indicou algumas causas mais específicas:

• Os membros pareciam críticos e hipócritas (26%)

• Não sentiam empatia pelas pessoas da igreja (20%)

• Os membros não eram amigáveis e acolhedores (15%).

Dos pesquisados, 52% indicaram alguma espécie de crença religiosa, ética ou política como razão pela saída. Em outras palavras, mais da metade deles mudaram suas visões cristãs. Talvez, eles não acreditassem no que suas igrejas ensinavam, ou não davam crédito àquilo no que os outros membros pareciam acreditar.

Mais especificamente, 18% discordavam com a posição da igreja em relação a questões políticas e sociais; 17% disseram que só iam à igreja para agradar a outras pessoas; e 16% disseram que não queriam mais ser identificados com a igreja ou com qualquer religião organizada.

A razão pela qual muitos jovens abandonam a igreja depois do ensino médio é porque a sua fé não era pessoalmente significativa para eles. Em outras palavras, eles não tinham uma fé verdadeira. A igreja não havia se tornado algo valioso em suas vidas – algo que impactasse a sua maneira de viver, de se relacionar e amadurecer. Talvez, a igreja fosse algo que os pais queriam que eles frequentassem. Eles podem ter crescido na igreja e talvez sofreram pressão dos pais ou colegas para se envolverem; mas não se tratava de uma fé pessoal e verdadeira.

Independentemente da exatidão dos números, o fato é que muitos e muitos jovens cedem aos apelos da carne e da sociedade em uma época crucial, justamente quando estão para tomar decisões que se refletirão por toda a sua vida. Não se pode tratar os jovens como crianças. Precisamos prepará-los para os desafios espirituais que virão e as questões de fé que precisarão enfrentar. A fé pessoal e verdadeira leva à transformação de vida e ao compromisso – para toda a vida.

Fonte: Cristianismo Hoje

Polícia prende padre em operação contra a pedofilia no país italiano


Sacerdote e outros três homens foram levados sob suspeita de adquirir ou facilitar o tráfico de materiais sexuais infantis.

A polícia italiana deflagrou nesta terça-feira (26.05) uma operação para conter casos de pedofilia, com mandados contra cerca de 30 pessoas, entre elas um sacerdote.

Até o momento, quatro foram presos, incluindo o religioso, de 49 anos, que foi detido em Alassio. Os outros presos são dois desempregados (de 58 e 51 anos) e um operário (51).

Eles são suspeitos de adquirir ou facilitar o tráfico de materiais sexuais infantis. Os mandados de prisão cautelar foram emitidos pela Justiça de Milão e estão sendo executados pela Polícia de Estado da Itália.

Há anos, o Vaticano enfrenta uma série de denúncias de abusos sexuais cometidos por membros da Igreja Católica. Em 2014, o Vaticano precisou dar explicações às Nações Unidas.


Fonte: Tribuna da Bahia

A DOR DA TRAIÇÃO -

BRASIL - UM LAMAÇÃO DA CORRUPÇÃO .Marin recebeu propinas de R$ 2 milhões por ano pela Copa do Brasi

 José Maria Marin recebeu propinas de R$ 2 milhões por ano de parceiros comerciais para a realização da Copa do Brasil enquanto foi presidente da CBF. Na manhã desta quarta-feira, ele foi um dos presos na Fifa pela polícia suíça e à pedido do FBI, a Agência Federal de Investigação dos Estados Unidos. 

Segundo a investigação americana, a CBF cobrou propinas de parceiros para que tivessem o direito de transmissão dos eventos. O valor, porém, subiu quando Marin assumiu a presidência, em 2012. Marco Polo Del Nero, presidente atual da CBF, saiu em defesa de Marin, alegando que todos os contratos eram da época de Ricardo Teixeira. 

Outra constatação é de que a Nike pagou uma propina de US$ 40 milhões (cerca de R$ 127 milhões) em uma conta na Suíça para fechar um contrato com a CBF para patrocinar a seleção brasileira. A informação faz parte da investigação conduzida nos Estados Unidos e que acabou com a prisão de José Maria Marin, ex-presidente da CBF. 

Segundo o levantamento, o acordo avaliado em US$ 140 milhões (R$ 445 milhões) rendeu em pagamentos paralelos e depositados no paraíso fiscal alpino. As suas duas empresas que teriam recebido o dinheiro seriam a Traffic Sports International Inc. e a Traffic Sports USA Inc. -, que estão sediadas na Flórida (EUA). Ambas são citadas pela Justiça americana. Os suíços já indicaram que contas foram bloqueadas.

Marco Polo del Nero, presidente da CBF, se recusou a comentar o contrato da Nike. "Isso é algo antigo", disse. O cartola participa de uma reunião de emergência em Zurique com dirigentes sul-americanos e deixou claro que a responsabilidade pelos contratos é de Ricardo Teixeira. " Eu não sabia de nada", declarou.

Padre suspeito de desviar R$ 2 milhões de igreja em SP é preso

Osvaldo Palópito, tenente-coronel da Polícia Militar e ex-capelão da Igreja de Santo Expedito, teria bens incompatíveis com sua renda, como um apartamento duplex na Riviera de São Lourenço, praia em área nobre do litoral sul de São Paulo

Da redação
palopito.jpg
O padre Osvaldo Palópito, 60 anos, tenente-coronel da Polícia Militar e ex-capelão da Igreja de Santo Expedito, em São Paulo, foi preso na última segunda-feira (25), suspeito de improbidade administrativa e "crimes militares", segundo informações do jornal Folha de S.Paulo.
A prisão preventiva foi pedida pelo coronel corregedor da PM Levi Anastácio Félix, responsável pelo inquérito que investigava o pároco. Palópito é suspeito desviar R$ 2 milhões da Igreja de Santo Expedito, localizada na Luz, no centro da capital paulista.
 
Padre Osvaldo Paló, como é conhecido, tinha uma porção popstar. Tem seis CDs gravados e fazia shows. Ainda que tivesse uma carreira paralela à rotina paroquial, a Corregedoria da Polícia Militar identificou desproporção entre seu patrimônio e seus vencimentos. Entre seus bens estaria um apartamento duplex na Riviera de São Lourenço, praia em área nobre do litoral sul de São Paulo, cujo valor está na casa dos milhões. A Corregedoria recebeu denúncias há alguns anos, mas o inquérito só foi aberto no ano passado, após interceptações telefônicas e quebra de sigilo.
 
No dia 31 de janeiro, ele pediu transferência para a reserva. Com isso, mesmo que seja considerado culpado, conseguirá manter alguns benefícios.

Saiba mais na reportagem exclusiva "Os Escândalos do Padre Golpista", da revista ISTOÉ.

RAZÕES PELAS QUAIS DEUS NOS FAZ ESPERAR

Thalles Roberto conta se deixou ou não a música gospel!

O cantor Thalles Roberto, na tarde desta terça-feira, 26, usou sua pagina oficial no Facebook, para desabafar sobre a recente polêmica em que esteve envolvido, onde ele teria ‘deixado’ a musica gospel para gravar secular romântico.
Sempre envolto por polêmicas, o cantor deu uma entrevista recentemente ao site UOL, onde comentava sobre o seu novo cd com musicas românticas que ele compôs para sua esposa, Daniela.
Durante a entrevista o cantor evangélico, disse que embora o ‘publico gospel não ouve música secular’, ele conta que tem como influências grandes nomes desse mercado, como Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Djavan, entre outros. Ele vê com bons olhos a mescla entre o gospel e outros gêneros.Após esta entrevista, diversos sites de noticias gospel passaram a noticiar que ele ‘se afasta do gospel tradicional’ e lança álbum romântico. Nós inclusive, colocamos a expressão no titulo da noticia entre aspas “deixa”  – Thalles Roberto, ‘deixa’ o gospel e grava secular romântico – porém dentro da noticia explicamos que “O cantor Thalles Roberto, deu um ‘tempo’ no gospel tradicional para gravar um cd com músicas românticas, que além de homenagear a sua esposa, serve também para ‘faturar $’ no mercado secular.” agora, quem grava um cd e não pensa no retorno financeiro, não é mesmo?
Porém, nesta terça-feira, o cantor gospel, quebra o silêncio e grava um vídeo diretamente da Argentina, onde esta em uma turnê. Ele chamou aqueles que o critica de fariseu… Isso mesmo, se não concordamos com tudo com que eles fazem somos fariseu…. O mais incrível é que ele colocou no titulo do vídeo, “POLÊMICA”.
Assista ao vídeo do cantor Thalles Roberto e deixe a sua opinião

Padom

“Eu vou contar tudo a Deus”, diz uma criança antes de morrer na Síria.

Um fato que tem chamado à atenção em vários meios de comunicação é a publicação de uma foto de um pequeno menino sírio momentos antes de morrer. Dias atrás, este pequeno valente, contou uma das frases mais comovedora do ano, em suas últimas horas de vida.
Esta foto é preocupante e tem circulado na internet desde dezembro de 2013, com a seguinte legenda: A última frase que a 3 anos de idade, disse antes de morrer: “Eu vou contar tudo a Deus”.
criança-vítima-síria-guerra
Segundo uma nota “World Observer Online”, é impossível verificar as veracidades dessa imagem, no entanto ela conta uma história sobre a dor e o sofrimento que vive na Síria nestes momentos.
Alguns culpam Bashar Al Assad, outros os Estados Unidos, mas enquanto os acadêmicos, teóricos, políticos e os meios de comunicação tentam explicar a dureza do conflito no país árabe, a população esta sendo morta.
A Reuters informou no mês passado que mais de 150 mil pessoas morreram desde o início da guerra na Síria, há três anos, de acordo com um novo balanço divulgado pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).Esta ONG com sede no Reino Unido e que conta com uma rede de ativistas e fontes médicas e militares, relatou 150.344 mortos, incluindo civis 51,212, dos quais 7.985 crianças.

Padom

PALAVRA DO DIA . 5 leis espirituais que definem escravidão ou liberdade

AVIVAMIENTO CRISTÃO INUNDA O NORTE DE ÁFRICA

  • Avivamiento cristiano inunda el Norte de África
Un avivamiento cristiano se esta produciendo en el norte de África, Una vez hostil al evangelio, donde ahora decenas de miles de musulmanes están siguiendo a Jesús.
Desde las costas de Casablanca en Marruecos a Trípoli en Libia, los expertos dicen que el crecimiento del cristianismo, especialmente en los últimos 20 años, no tiene precedentes.
Tino Qahoush, graduado de la Universidad Regent, ha pasado años viajando a la región para documentar la realidad de esta transformación.
"Tengo el privilegio de grabar testimonios y escuchar historias de hombres y mujeres, de todas las edades, que sentados en una sala, ven la presencia de Dios ante sus ojos de forma real, como una visión. Algunos cuentan historias de cómo sostienen una conversación, no se trata sólo una luz que se les aparece", explicó Qahoush.
Sus entrevistas confirman lo que los expertos dicen que es un profundo mover del Espíritu de Dios en las naciones de mayoría musulmana de Mauritania, Sahara Occidental, Marruecos, Argelia, Libia y Túnez.
"A veces siento celos de cómo Jesús visita al mundo musulmán en este tiempo y no escuchamos que ocurra en la comunidad tradicionalmente cristiana", aseveró Qahoush.  

EL CASO DE ARGELIA
Uno de los lugares donde ese crecimiento es más evidente es en Argelia. . "Nunca pensamos que la iglesia argelina crecería tanto", indicó el pastor Salah que lidera una de las iglesias más grandes en Argelia, con unos 1.200 creyentes que asisten asus cultos.
El 99 por ciento de los que asisten pertenece a la población musulmana, y -refiere Salah- todos los nuevos cristianos de su iglesia tienen trasfondo musulmán. "Desde nuestro inicio como iglesia hasta hoy, hemos bautizado alrededor de 150 a 160 creyentes al año", relató Salah.
Un caso típico es el de un hombre llamado Zino, un ex-musulmán, que fue invitado a asistir a la iglesia por un amigo. "Yo vi a argelinos adorando a Dios con todo su corazón y eso me tocó", dice conmovido.
Otros como Farhat hablan de hechos milagrosos. Ella era musulmana y analfabeta. No sabía leer cuando aceptó al Señor, pero entonces Dios revolucionó de manera inesperada su vida. "Desde entonces fue capaz de leer la Biblia, y entendía la Palabra de Dios. Esto es sólo un ejemplo de lo que Dios hizo en mi vida y es el caso de muchos aquí en Argelia", relata Farhat, un ex-musulmán.

 DE TERRENO PEDREGOSO A TIERRA FÉRTIL
Aunque Argelia es mayoritariamente musulmana, el Gobierno da a las iglesias protestantes la libertad de registrar sus congregaciones. "Es el primer gobierno árabe que reconoce oficialmente a las iglesias", dice Youssef Ourahmane, argelino y pastor de la iglesia Casa de Esperanza.
Youssef dice que no obstante el gobierno hostiga e intimida a los cristianos de vez en cuando, pero el nivel de persecución no es como hace 20 años.
"Dios nos ha dado muchas oportunidades de testificar en las estaciones de policía, en las cortes. Una vez fui a la estación de policía y me dieron 45 minutos para hablar sobre Jesús. Imagina, todos ellos musulmanes sentados y diciéndome: 'háblanos de Jesús'", aseveró Ourahmane.
Pero Argelia y los países del norte de África no han estado siempre abiertos al evangelio. "Peter" es un veterano misionero aquí. "Usted sabe la parábola, el sembrador salió a sembrar y la semilla cayó en pedregales, éste es el norte de África, en esos días estaba resistente y pedregoso", expresó "Peter".
"La religión y la cultura eran hostiles a cualquier cosa extranjera y el cristianismo era considerado como la religión de los europeos", explicó "Peter". "Peter" cree que la llegada de la televisión y el internet han cambiado la percepción de la gente sobre el cristianismo. "Hoy, en el norte de África en la televisión se puede escuchar a árabes cristianos hablando de su fe, cristianos maduros, respondiendo preguntas, participando en debates", indicó "Peter".
Animados por el poder de Dios, los cristianos argelinos están ahora en una misión para llevar el evangelio a todos los rincones del globo.
"Dios ha puesto en nuestro corazón que podamos enviar 1.000 misioneros para el año 2025. Creo que tal vez un día América terminará con algunos misioneros convertidos del Islam alcanzando a los musulmanes ahí y en otras partes", concluyó Ourahmane.
Fuente: http://protestantedigital.com/

FÉ , O FIRME FUNDAMENTO

PENTECOSTES É UM TEMPO DE RESTITUIÇÃO

Pentecostes Certo

A Festa de Pentecostes ou Shavuot, dura 50 dias que também é representada pelo Jubileu, onde há uma grande restituição de tudo que os gafanhotos roubaram, está profetizada em Joel 2:21-27
É a segunda das três festas de peregrinação; as várias dimensões da festa de Pentecostes como: a entrega da Torah no monte Sinai; o fato de Rute uma gentia ser colocada no meio do povo judeu para Israel, a restituição (Joel Capítulo 2), a cura da alma através do Tabernáculo de Moisés e o Derramamento do Espírito Santo. Lê-se o livro de Rute que é um livro central na festa de Pentecostes. O Pentecostes recebe quatro nomes que são: a Festa das Semanas; A Festa da ceifa, onde começamos a colheita; A Festa das Primícias e a data da Entrega da Torah.
Nessa comemoração Deus quer te dar uma coroa, Ele espera passar 49 dias depois da Páscoa para no 50º derramar de novo seu amor sobre nossas vidas, nos presenteando com a Torah. Uma das dimensões da festa é a entrega da Torah, Moisés recebeu no Monte Sinai a Torah, porque precisamos primeiro receber o espiritual para depois receber o material.
No momento em que é feito a entrega das primícias, é julgado o principado “Sérvulo”, que está ligado à Mamom, ou seja, estamos julgando um principado que lidera Mamom “o deus do dinheiro”. A única forma de julgar ele é ofertando. O objetivo do diabo é ir tirando-lhe área por área até te matar, ele quer acabar com você esgotando todos os seus recursos, o(a) deixando pobre, por isso é importante lembrar que a oferta quebra o poder desses gafanhotos e quando ela quebra este poder tudo aqui que os gafanhotos te roubaram Deus ordena que eles te restituam. O objetivo da restituição é quebrar a vergonha que a pobreza trouxe sobre sua vida, “… e o meu povo nunca mais será envergonhado.” Joel 2:27.
“E restituir-vos-ei os anos que comeu o gafanhoto,…” Joel 2:25, a palavra ANO vem do verbo “Shoni” que significa “mudança”; então tudo o que aconteceu nos anos passados, Deus quer trazer uma mudança através da restituição para você.
Existem quatro fases dos gafanhotos, a primeira é “Arob” que tem suas raízes (Arab, Orab, Orba, Araubã, Ma’Arab), esse gafanhoto fica a espreita e faz uma emboscada, depois usa um artifício para lhe enganar, abre uma janela para poder te roubar e você caí na cilada. Na segunda fase tem o “Leleq”, depois que você caiu na cilada de não dizimar e não ofertar ele começa a comer aqui ló que é teu. A terceira fase é a do “Chasil”, o objetivo dele é acabar com você, bloqueando sua vida financeira para impedir que os recursos cheguem até você e ganhe seu tesouro. A Última fase é Gazam, esse último estágio é quando ele quer drenar suas riquezas de tal forma que ele arranca fora tudo que é teu (casa, carro, até perder tudo).
Bloqueamos esses gafanhotos com nossas ofertas e acontecerá a restituição, que em hebraico é “Shilam” (significa estar completo ter plenitude); junto virá “Shalom” (paz, prosperidade, bem, inteireza, segurança e saúde) é a primeira coisa que Ele lhe dará; depois vem “Shallam” (estabelecer uma aliança de paz); “Shalem” (Perfeito, inteiro, completo) e o último que é “Shilluma” (retribuição), ou seja, Deus olha para nossa fidelidade e nos retribui tornando-nos uma pessoa completa na área financeira. No Pentecostes Deus lhe preenche em corpo, alma e espírito.
A cura da alma ocorrerá através de três objetos que estão no tabernáculo sendo eles: A mesa dos pães (é a Palavra e ela cura); A Menorah de Ouro (depois que se recebe a Palavra está na hora de receber a Unção, para que a cura possa se manifestar através do Espírito Santo, essa unção restaura) e o Altar de Incenso (representa a oração que nos leva para o Santo dos Santos, o primeiro ingrediente da dela é o perdão para que possamos entrar em Sua Presença).
Em Atos 2 têm uma promessa, que foi declarada em Joel “E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito.” Joel 2:28,29. Tudo que Joel declarou aconteceu em Atos.
E como resultados no Pentecostes caí Sua Glória, acontece uma grande colheita de vidas, O Poder e a Unção são derramados, por último os milagres começam a acontecer um atrás do outro.