terça-feira, 14 de setembro de 2010

Igreja da Bélgica divulga depoimentos de vítimas de pedofilia

A Igreja Católica da Bélgica, abalada por escândalos de pedofilia, divulgou nesta sexta-feira depoimentos inéditos de mais de 100 vítimas, em um relatório que conclui que nenhuma congregação religiosa fica de fora.
Um total de 475 queixas foram recebidas por uma comissão interna criada em janeiro pela igreja belga para elaborar o relatório, em um esforço de transparência para dar a oportunidade às vítimas de denunciar seu sofrimento, em muitos casos após décadas de silêncio.
A maioria dos casos faz referência a abusos cometidos entre os anos 1950 e 1980 por religiosos, mas também por professores de religião e monitores de colônias juvenis.
O documento, que contém os testemunhos anônimos de 124 “sobreviventes” –termo utilizado pela própria comissão–, destaca que os abusos sexuais da maioria das vítimas aconteceu aos 12 anos, mas também existem casos de crianças vitimadas dos dois aos sete anos.
A descrição das vítimas sobre os autores dos abusos geralmente é imprecisa, já que passaram muitos anos desde os crimes, mas depois das verificações pertinentes a comissão determinou que 102 eram membros de uma congregação religiosa.
“É possível afirmar que nenhuma congregação fica à margem dos abusos sexuais de menores por parte de um ou vários de seus membros”, destaca o relatório.
A comissão recebeu muitos depoimentos, a princípio prescritos do ponto de vista penal, após a renúncia forçada, em 23 de abril, do arcebispo de Bruges, Roger Vangheluwe, que reconheceu ter abusado sexualmente de um sobrinho entre 1973 e 1986.
Dois terços dos denunciantes são homens.

DA FRANCE PRESSE, EM BRUXELAS

PT ameaça processar Pr. Paschoal Piragine por vídeo em que fala sobre questões do aborto

O pedido do pastor da 1ª Igreja Batista em Curitiba (PR), Paschoal Piragine Júnior para que os evangélicos não votem nos candidatos do PT, gerou revolta entre os integrantes do partido. Durante entrevista à Rádio CBN do Paraná, o dirigente do PT,Enio Verri disse que vai acionar o pastor juridicamente imediatamente.
No dia 29 de agosto o pastor alertou a Igreja sobre a ‘iniqüidade estatizada’ e denunciou que o PT, durante o Congresso anual, manifestou-se favorável ao aborto, PLC 122/06. A mensagem repetida durante os dois cultos da Igreja lembrou como a iniqüidade pode ferir o coração do homem. Após pedir oração pelas eleições exibiu um vídeo mostrando os casos de abortos, infanticídios indígenas e ameaça à igreja através do PLC 122/06 que cria uma ditadura gay. No vídeo, durante a Parada Gay, lideranças do movimento preparam uma ofensiva para aprovar leis como a união civil entre pessoas do mesmo sexo com apoio do Governo.
Enio Verri diz que o partido estuda medidas para acioná-lo juridicamente e diz que ele mentiu misturando posição pessoal e insinuou que Piragine está comprometido. “Não esperava que um pastor proferisse a mentira, certamente o céu não será destino de-le.
Em dez dias, mais de 500 mil pessoas já assistiram ao vídeo da mensagem.

Cristãos chineses recebem Bíblias legalmente

A China, que ocupa a 13ª posição dos países que mais perseguem a igreja, tem se mostrado mais acessível ao Evangelho. Tanto que o Ministério Voice of China and Asia, não encontra dificuldades para compartilhar as Boas Novas da Salvação.

O ministério distribui legalmente as Sagradas Escrituras para os irmãos, sem serem incomodados pelo governo, mas isso só foi possível graças a um cadastramento das igrejas.

O presidente do ministério, Jonathan Brooks, diz que a China tem um histórico recente de perseguir os cristãos, mas a situação parece ter mudado. "Aqueles que se inscreveram têm liberdade de culto. Essa é uma oportunidade maravilhosa, pois vamos trabalhar legalmente com a igreja registrada, que está aberta para a difusão do Evangelho", jubila.

A única Bíblia legal na China é impressa pela Amity Press. "Essas Bíblias são mais desejadas porque não têm ligações com o exterior. Ninguém tem que responder ao governo uma possível ligação com o exterior para conseguir uma Bíblia".

As Bíblias são encontradas em 70 pontos de distribuição. De lá, elas vão para 55 mil igrejas registradas.

No entanto, isso não significa que todo cristão chinês tem uma Bíblia. "Aquelas pessoas que moram na zona rural, distantes da cidade, não sabem onde procurá-las. Eles gastam cerca de 4% do rendimento anual para ir à cidade”.

Para ajudar essas pessoas, o ministério está levantando recursos para adquirir as Bíblias. "Estamos comprando Bíblias impressas legalmente para serem doadas. As igrejas farão a distribuição nos pontos pré-definidos”.

A expectativa para este ano é adquirir 30 mil Bíblias e para 2011 50 mil em 2011. Mas o ministério não tem recursos suficientes para comprar as Bíblias. "As pessoas podem comprar Bíblias por US$ 5", diz Brooks.