terça-feira, 5 de julho de 2011

Mãe é detida em Sorocaba por mentir que a filha tinha câncer para obter doações


Ela afirmava que precisava de R$ 750 para pagar parte do tratamento da menina.
A história da menina de 4 anos com câncer sensibilizou centenas de fiéis de uma igreja evangélica de Sorocaba, mas a história não passou de uma farsa da mãe para conseguir donativos. Roupas, alimentos e brinquedos, além de quase R$ 500 (em dinheiro) seriam doados à criança, que nunca teve a doença. A mulher foi detida, mas liberada em seguida, enquanto a menina e a irmã foram levadas para um abrigo. As informações são da TV TEM.
Missionárias da igreja começaram a desconfiar da história, depois que uma delas viu o que teria embaixo dos curativos na cabeça, no tórax e na barriga da menina. De acordo com as missionárias, a mãe, Edilaine Vieira Brito, contou que a filha fazia tratamento no Gpaci, o Hospital do Câncer Infantil de Sorocaba, mas uma pesquisa nos prontuários da instuitição mostrou que a menina nunca tinha sido atendida no local. Desconfiadas, as integrantes da igreja resolveram marcar uma consulta no hospital para examinar a criança. Lá, veio a confirmação dos médicos de que a menina não tinha câncer.
Edilaine desmentiu as acusações e disse que ainda não estava comprovado que a filha tinha câncer, mas sim uma suspeita. A mãe da criança disse também que nunca pediu doações, nem dinheiro e acusou as missionárias de usarem a menina para conseguir dinheiro para a produção de um CD de música gospel.
Os médicos que examinaram a menina chamaram a polícia e o Conselhor Tutelar. Um boletim de ocorrência foi aberto com base no Estatuto da Criança e do Adolescente e a mãe pode responder por vexame à criança e lesão corporal. A menina e a irmã dela, de dois anos, foram levadas para a Casa do Menor e continuam sob a responsabilidade da Justiça. A mãe pode perder a guarda definitiva das crianças.

Mãe cortava filha com faca
De acordo com Jaqueline Coutinho, delegada que acompanhou pessoalmente o exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal) de Sorocaba, várias lesões na região do tórax e abdomen foram constatadas. A menina prestou um depoimento durante a tarde desta segunda-feira (4) e contou que os machucados eram feitos pela mãe com uma faca.

Notícias Cristãs com informações da Agência Bom Dia

EM QUANTO OLHA O BLOG GRITOS DE ALERTA - ESCUTE www.gritosdealerta.com

Brasil pode ganhar dois novos estados: Campanha pela divisão do Pará é patrocinada por Igrejas Evangélicas e maçonaria

Após a confirmação da data do plebiscito sobre a divisão do Pará, as campanhas a favor e contra a divisão do Pará em três Estados, com a criação de Carajás e Tapajós, ganharam voz oficial. A consulta será realizada no dia 11 de dezembro.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel A campanha de criação do Estado de Carajás será patrocinada, principalmente, por igrejas evangélicas e associações de criadores e produtores rurais das 39 cidades da região, além de prefeitos, vereadores e líderes políticos da região – que terão a chance de disputar novos cargos em na futura Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados, Senado e Tribunal de Contas. Do lado contra a separação, a luta pela preservação do Estado do Pará do tamanho atual coloca lado a lado associações empresariais, ONGs e sindicatos de trabalhadores.
O presidente da Comissão Brandão, uma das entidades que lideram o movimento separatista no Pará, José Soares de Moura e Silva, afirma que existe um “anseio popular” pela criação do novo Estado. Entre as entidades que apoiam o projeto estão as associações de produtores, as centenas de igrejas evangélicas da região, o Rotary Club em Marabá e a Maçonaria, por exemplo. “Ainda não falamos em custos, mas o projeto de criação do novo Estado é um projeto de todos”, afirmou. “Cada um vai dar uma ajuda financeira nessa campanha”, complementou Silva.
O presidente da Associação dos Municípios do Tocantins e Araguaia (AMAT), outra entidade que lidera as discussões dos separatistas, Luciano Guedes, afirma que nesse momento até mesmo partidos adversários estão unidos. “Não existe uma bandeira partidária. Existe uma bandeira pró-Carajás. Nessa causa, temos apoio de gente do PT, do PSDB, do DEM, do PTB, de vários partidos. Existem empresários que já se manifestaram em nos dar ajuda financeira com esse projeto”, diz ele. “Se você fizer uma pesquisa aqui, quase 100% dos moradores são a favor da idéia”, conclui.
Os líderes argumentam que, com a divisão do Estado, será mais fácil a implementação de políticas públicas nos 39 municípios que farão parte de Carajás em saúde, educação e principalmente segurança. Quem é contra a separação rebate essa idéia e afirma que a divisão do Estado vai criar uma máquina pública insustentável.



Fonte: IG

Mais de um milhão de cristãos se ajoelham e oram pelo perdão dos pecados dos EUA e por avivamento

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Além de pedir perdão pelos pecados dos Estados Unidos, os participantes também clamam por um despertar espiritual. “Nós (Igreja High Point) não estamos apenas orando por um grande despertar, estamos orando para o maior despertar”, disse o pastor Gary SImons da Igreja High Point, em Arlinton, Texas.
Na edição do Call2Fall de 2009 mais de 600.000 pessoas se juntaram ao evento de oração da FRC no primeiro domingo de julho. O evento é baseado em 2 Crônicas 7:14: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”
“A Jornada da nossa nação de volta a Deus de joelhos começa em humildade e oração de arrependimento”, disse Tony Perkins, presidente da Family Research Council que ainda continuou. “A América está numa encruzilhada não menos crítica do que fundadores de nossa nação quando juntos em humilde oração se curvaram diante do Deus Todo-Poderoso.
Para o fundador dessa campanha é importante que os americanos orem declarando a dependência da vontade de Deus enquanto celebram a Independência do país, data comemora no dia 4 de julho.
Fonte: Gospelprime

Fim da PLC 122 foi jogada política: Confira as táticas pró-gays para que projeto seja aprovado

Fim da PLC 122 foi jogada política: Confira as táticas pró-gays 
para que projeto seja aprovadoO que pareceu ser uma vitória evangélica contra a PLC 122, chamada de mordaça gay, não passou de uma manobra política para manter a proposta viva não apenas no Senado, mas onde quer que ela possa ser aprovada. Após reunião com os senadores Magno Malta (PR-ES) e Walter Pinheiro (PT-BA) e o deputado Gilmar Machado (PT/MG), a senadora Marta Suplicy afirmou que encerrou o projeto de lei 122 de 2006 que visava criminalizar a homofobia e recebia forte rejeição da ala conservadora de Brasília. O motivo seria porque o projeto não tinha mais chances de ser aprovado no Senado em nenhuma votação devido ao fato de já estar “demonizado” pelos cristãos do Brasil.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Apesar das comemorações de evangélicos e opositores a agenda gay no Brasil, a alegria não durou muito. Foi anunciado que diversas manobras políticas estão acontecendo ao mesmo tempo, todas com o objetivo idêntico: aprovar o conteúdo da PLC 122, mesmo que não seja exatamente com esse nome. Dentre as idéias existem apoios de deputados e senadores evangélicos.
A Senadora Marta Suplicy, relatora da última versão da PLC 122, anunciou que irá fazer um novo projeto com o mesmo foco do anterior. Apesar do anúncio do fim da PLC 122 ter acontecido nos últimos dias, a intenção do fim e a criação do novo projeto já tinham sido preparado pela Senadora e lideranças gays semanas antes, como conta a própria integrante do PT: “Em proposta minha, e já acordada há algumas semanas, com Toni Reis, presidente da ABGLT, e os senadores Marcelo Crivella e Demóstenes Torres (DEM-GO), chegamos à conclusão que devido à demonização do PLC 122 deveríamos apresentar um novo projeto de lei, mantendo as principais diretrizes no combate à homofobia”, disse a Senadora que frisou a participação do Senador evangélico Marcelo Crivella (PRB-RJ), integrante da Frente Parlamentar Evangélica e da Igreja Universal do Reino de Deus, na tática e no novo projeto. Crivella, assim como seu partido e igreja, são apoiadores do PT de Marta Suplicy.
Apesar do anúncio da petista, o Senador Demóstenes Torres anunciou que também apresentará um projeto parecido a PLC 122, este visaria contemplar as reividicações gays e de várias vertentes evangélicas ao mesmo tempo. “Ainda que esta não seja a alternativa mais adequada, o PLC 122 já foi demonizado. Acima de tudo, queremos um projeto que combata a violência e criminalize a homofobia”, afirmou o presidente da ABGLT, Toni Reis, em apoio a proposta do Senador Demóstenes.
Além dos dois projetos, os defensores gays ainda trabalham com outras frentes para conseguir a aprovação
do projeto. Uma das idéias é apoiar a PL 6418/2005, do Senador Paulo Paim, que visa classificar como inafiançáveis e imprescritíveis crimes de discriminação no mercado de trabalho, de injúria resultante de preconceito e de apologia ao racismo. A idéia seria poder incluir a homofobia dentre as formas de preconceito descritos no projeto. Esta PL tem o apoio da bancada evangélica. A outra frente que a liderança gay e a Senadora Marta Suplicy anunciaram é levar a questão tratada na PLC 122 ao STF, aproveitando as recentes decisões pró-gays definidas pelos ministros do Supremo.
Além dessas ações para aprovar a proposta, apesar do pronunciamento de Marta Suplicy e Magno Malta a PLC 122 não está oficialmente encerrada. O anúncio aconteceu a cerca de cinco dias, mas segundo o Senado até o fechamento desta matéria o projeto não foi arquivado pela senadora.
Fonte: Gospel+

Acabei de ser convidado para ser apóstolo!


A secretária da minha igreja acabou de me ligar a apavorada com um convite que recebi. Um grupo que trabalha com treinamento de líderes, me convidou para participar de um evento em Israel onde após um curso intensivo me tornaria apóstolo. Segundo eles, bastaria com que eu levantasse 24 mantenedores com R$ 39,00 mensais, que eu teria os recursos necessários para realizar a viagem que faria de mim um apóstolo de Cristo.

Sinceramente ao receber o convite não sabia se ria ou chorava de desgosto. Por favor alguém me diga que loucura é essa? Para onde a Igreja de Cristo está indo?

Ora, Eu não quero ser apóstolo! Eu não preciso deste titulo. Eu não creio na doutrina apostólica dos neopentecostais! Eu não creio nos apóstolos modernos! Eu não quero e nem desejo colocar-me acima das Escrituras!Eu não quero fazer parte dos ungidos de GEZUIS,

Prezado amigo, lamentavelmente para muitos tornar-se  apóstolo é  o apice ministerial! Infelizmente  a cada novo dia, novos líderes apostólicos são consagrados ao ministério dos especiais tomando para si prerrogativas que não lhes pertencem por direito.

Ao contrário destes eu prefiro continuar sendo o que sou, um simples servo de Cristo, mesmo porque, não possuo os atributos necessários ao ministério apostólico. 

A minha adoração não é extravagante, meus louvores não são repetitivos, não canto músicas para o diabo, nem tampouco sou levita do Senhor. 

Não demarco territórios com urina, não tenho a unção do leão, nem troco o anjo da guarda. Não sou dualista, muito menos maniqueísta. Não dou ordens a Deus, nem tampouco determino através de atos proféticos o que o Soberano tem que fazer. 

Não sou judaizante, não toco shofar, não possuo réplicas da arca e do tabernáculo em minha igreja, como também não sou adepto do retété de Jeová. 

Não ando com cajado na mão, não tenho a unção do riso, não creio em galo que profetiza, nem meus sapatos são de fogo. 

Não fui arrebatado ao terceiro céu, nem tampouco tive uma nova e especial revelação. Não uso sal grosso para espantar mal olhado, não saio por aí ungindo objetos inanimados, nem tampouco sincretizo o evangelho do meu Salvador. Não manipulo anjos, não comercializo a fé, não vendo indulgências. Não prego a graça barata, nem tenho por hábito quebrar maldições.

Não sou rico, meu carro é velho e usado, meus ternos são nacionais e não sou adepto da confissão positiva.

Graças a Deus que nada sou.

Soli Deo Gloria,

Renato Vargens

Templo guardava tesouro enterrado

(Foto: Reuters) Templo tinha tesouro intacto havia um século
Autoridades da Índia encontraram um tesouro avaliado no equivalente a R$ 780 milhões no porão do templo hindu de Sree Padmanabhaswamy, em Kerala.
O edifício, construído no século 16, pertencia à dinastia Travancore, que por séculos governou a região e perdeu seus poderes após a independência da Índia, em 1947. O governo acredita que o tesouro foi enterrado no local por marajás da dinastia e não era tocado havia pelo menos um século.
Apenas duas das quatro câmaras foram abertas. Nelas, foram encontradas estátuas de ouro cravejadas de pedras preciosas como diamantes, rubis e esmeraldas, além de coroas e colares. Havia também moedas de ouro e prata em quantidades que só podem ser calculadas com uma balança – e não manualmente.
Um dos membros da dinastia, Anand Padmanaban, afirmou que “há no local peças do século 18 de valor inestimável”.
A abertura do subsolo foi autorizado pela Suprema Corte da Índia, em meio a uma briga judicial. Um advogado local questionou a propriedade do templo por parte dos descendentes da dinastia.
Um grupo de sete pessoas, entre arqueólogos, representantes do governo e da família Travancore participou da abertura. A localização e o tamanho do tesouro eram assunto de lendas na região.
Alguns dos descendentes da dinastia afirmam ser os verdadeiros donos de tudo que há no prédio. Eles alegam ser herdeiros de Padmanabhaswamy – divindade a quem o templo é dedicado e que seria um dos aspectos do deus Vishnu, um dos mais importantes no hinduísmo.
O atual marajá, Uthradan Thirunaal Marthanda Varma, também alega possuir o direito de controlar o templo por causa de uma lei especial indiana, decretada após a independência, que dava a posse do local ao líder da dinastia. Mas ele não é reconhecido pelo governo. A partir de agora, o Estado irá administrar o local.

www.gritosdealerta.com - A WEB RÁDIO DO GRITOS DE ALERTA - Bispo Roberto Torrecilhas

Marta Suplicy e Grupos Gays Preparam Novo PLC 122

Marta suplicyO projeto de lei 122/06 que visa criminalizar a homofobia foi “sepultado” pela senadora Marta Suplicy mas já tem “outro na manga” com as “mesmas diretrizes”.
(Foto: Reuters)
O projeto de lei 122/06 que visa criminalizar a homofobia foi “sepultado” pela senadora Marta Suplicy mas já tem “outro na manga” com as “mesmas diretrizes”.
Em conversa com o senador Magno Malta (PR-ES), a senadora Marta Suplicy (PT/SP), relatora do PLC 122, teria reconhecido que o projeto não seria aprovado. Marta Suplicy propôs modificar a proposta “no conceito e no contexto”. Entretanto, o plano da senadora é criar um novo projeto que tenha o mesmo foco do PLC 122, como ela informou em seu site.
“Em proposta minha, e já acordada há algumas semanas, com Toni Reis, presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), e os senadores Marcelo Crivella (PRB-RJ) e Demóstenes Torres (DEM-GO), chegamos à conclusão que devido à demonização do PLC 122, ocorrida ao longo da última década, deveríamos apresentar um novo projeto de lei, mantendo as principais diretrizes no combate à homofobia”, explicou a senadora.

Os membros da bancada religiosa e grupos pró-família justificaram que o PLC 122, não pode ser aprovado porque é inconstitucional, mostrando que o preconceito não existe somente contra os homossexuais, não podendo assim apenas contemplar um segmento na lei.
O novo projeto segundo a publicação de noíticias aos homossexuais Revista Lado A o novo projeto será apresentado esta semana no Senado com um número próprio.
Segundo a publicação, que disse ter tido acesso ao texto do novo projeto, ele não criminaliza a agressão verbal aos homossexuais, mas cria dentro da legislação existente “agravantes” e a “tipificação de crimes por preconceito”.
O novo projeto, ainda segundo a mesma revista, altera o artigo 61 do Código penal incluindo “orientação sexual” dentro dos agravantes de crimes. A tipificação entra nos artigos de lesão corporal e Injúria.
Além de tipificar a homofobia em crimes já existentes, diz a matéria, o projeto criminaliza ainda a discriminação no mercado de trabalho por não contratação ou dificultar a contratação por preconceito de sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.
Segundo os ativistas LGBT e a senadora Marta Suplicy o PLC 122 foi “demonizado” e que por isso eles deveriam criar um novo projeto. Apesar do pronunciamento de “sepultamento” do PL 122, ele ainda não foi oficialmente arquivado pela senadora.

Celebrações de Inverno 2011 com a presença dos bispos Robson e Lúcia Rodovalho, Dr Mike Murdock e Dr Myles Munroe entre outros.

Slide 1 jFlow Plus
A contagem regressiva começa na segunda-feira dia 11 de julho com a Santa Convocação conduzida pelos bispos Rodovalho e Wesley Bandeira de Atlanta-USA. Confira a programação. Á partir de quarta-feira dia 13, o Ginásio Nilson Nelson será palco da maior concentração de fé da Sara Nossa Terra com caravanas vindas de todo o país e mesmo do exterior. No sábado, 16, pisaremos na terra da nossa plenitude, local profético, onde acontecerá a unção dos novos bispos, pastores e diáconos, na Arena da Fé.

Vamos lavar nossa mente na Palavra de Deus durante as Celebrações de Inverno 2011 buscando o favor e a prosperidade de Deus com nossos profetas, os bispos Robson e Lúcia Rodovalho. É tempo de trocar nossas vestes renovando a unção para alcançarmos as vitórias que o Senhor preparou para esse ano!

Nos vemos lá em nome de Jesus.

Para maiores informações disque 0xx 61-3035-9000

QUER APRENDER TEOLOGIA DE GRAÇA - PARA TODOS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA - DE GRAÇA



entre em www.discipulosparaasnacoes.blogspot.com

já tem a primeira apostila publicada , imprima e estude , faça a prova e receba a nova apostila .

Sem custo Nunhum , e no final receba u seu diploma de conclusão.

ubpes@yahoo.com.br

Bispo Roberto
Gritos de Alerta

CONGRESSO DE JOVENS DA IGREJA PODER DA FÉ EM JAGUARIÚNA /SP DIAS 19 E 20 DE NOVEMBRO DE 2011


Cantor Luís Fernandes       Ministério poder da fé
de Jovems da Igreja Poder da Fé
de Jovems da Igreja Poder da Fé
Congresso de jovens da igreja poder da fé.
Usado por Deus no poder da cura e dom profético dos últimos tempos, uma das vozes que Deus mais ungido nos últimos tempos, irmão Luís Fernandes de Portugal.



19 de Novembro de 2011
Convidado especial: Cantor Luís Fernandes/ Pastor Luís Fernandes.
“Ainda há solução” Jesus é a solução”
MINISTÉRIO PODER DA FÉ BISPO ROBERTO TORRECILHAS RUA PAULO SAVIOLLI 32
JARDIM EUROPA JAGUARIUNA SÃO PAULO BRAZIL
Marcos10:46,48 – 52 Mas entre vós não será assim; antes, qualquer que entre vós quiser ser grande, será vosso serviçal;
44 E qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos.
45 Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.
46 Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando.
47 E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.
48 E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim.
49 E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama.
50 E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus.
51 E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista.
52 E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho.

Os planos da Irmandade Muçulmana


Esta é então a nossa estratégia,” afirmou o Presidente Bush há alguns anos: “Nós vamos lutar contra eles como forma de evitar lidar com eles nos Estados Unidas da América.” Ele falava de jihadistas, claro.
Mas o ex-presidente aparentemente não sabia que a luta já decorre nos EUA. A evidência disso são documentos de 1991 que o FBI encontrou quando fez uma rusga à casa de um suspeito em Virgínia.
Este "memorando explanatório" traça o "propósito estratégico" para a operação da América do Norte da Irmandade Muçulmana ("Ikhwan"). Eis aqui o parágrafo chave:
O processo de instalação [do islão nos EUA] é uma processo "Civilizacional-Jihadista" com tudo o que a palavra significa.A Ikhwan tem que entender que o seu trabalho na América é uma forma de grande jihad na eliminação e destruição da civilização Ocidental a partir de dentro, e "sabotando" a sua miserável estrutura com as suas próprias mãos e a partir das mãos dos crentes [=muçulmanos] de forma a que ela seja eliminada e a religião de Allah se torna vitoriosa sobre todas as outras religiões.
Sem este nível de percepção, nós não estamos prontos para este desafio e não estamos prontos para a Jihad.
É o propósito do muçulmano executar a jihad onde quer que se encontre e onde quer que ele se fixe até a hora final chegar, e não há escapatória a esse propósito excepto para aqueles que escolhem desleixarem-se.
O documento de 18 páginas delineia uma estratégia a longo prazo que descreve o plano compreensivo da Irmandade Muçulmana no seu propósito de se estabelecer na sociedade civil, começando com o financiamento e o controlo das organizações muçulmanas americanas como forma de unificar e educar a comunidade muçulmana - isto como forma de preparar a dita comunidade no estabelecimento do estado islâmico global governado pela Sharia.
Soa a teoria da conspiração mas é real. Husain Haqqani, o principal do Centro de Relações Internacionais da Universidade de Boston (e um antigo muçulmano radical), confirma que a Irmandade "tem gerido as principais organizações muçulmanas nos EUA" como parte do plano delimitado no documento estratégico.

É devido a coisas como estas que se vê que o islão é uma teoria política e não uma religião no verdadeiro sentido da palavra. O seu propósito é o controlo político do mundo sob a bandeira de Allah. Quem se insurgir à "pax islamica" vai ser vitimado.
Os seus planos são planos políticos e não espirituais. A sua estratégia é uma estratégia usada por organizações políticas e não algo que se esperaria dum líder religioso preocupado com a transformação interior de cada indivíduo. A sua forma de governação é a emulação do mesmo sistema de governação que existia na Arábia Saudita no século VII. Qual é a espiritualidade nisto?
Outra coisa que se nota é quão semelhante é a forma de subversão existente entre os muçulmanos e os comunistas: infiltração e destruição. Eles não propõem um ataque frontal (guerra organizada) porque o Ocidente é superior ao islão e às nações (ainda) comunistas. Como não podem vencer em guerras convencionais, os mesmos (muçulmanos e marxistas) optam pela destruição das estruturas que sustentam a superior Civilização Judaico-Cristã: família, patriotismo, governação da lei, etc, etc.

Conclusão:

A Irmandade Muçulmana é uma organização forte com planos bem estabelecidos. O seu objectivo é a implantação do Islão no Ocidente. Todos aqueles que julgam que é possível negociar com organizações ligadas a esta organização tudo o que fazem é uma "hudna" (estado de paz até que os muçulmanos estejam suficientemente fortes para voltar a atacar).
Mas como o mundo é governado por pessoas com o mesmo ódio anti-Cristão que o islão tem, todas as evidências que mostram os propósitos anti-ocidente da Irmandade Muçulmana vão ser ignoradas.

Muçulmanos da Costa do Marfim crucificam 2 Cristãos


Em Abril do ano passado as tropas francesas capturaram o democraticamente eleito presidente Cristão Laurent Gbagbo e entregaram-no aos rebeldes.

Como resultado disso, centenas de Cristãos foram chacinados em Abril na missão salesiana "Santa Teresa do Menino Jesus" em Duékoué - Costa do Marfim.
Desde então, as forças maometanas do "presidente" Alassane Ouattara (apoiado por Obama, claro) continuaram a cometer atrocidades contra os apoiantes de Gbagbo.
Há alguns dias atrás dois Cristãos foram crucificados como "um exemplo de Cristo" pelas forças leais ao ilegalmente "eleito" presidente Alassane Ouattara. Eles foram atacados porque eram vistos como apoiantes do legítimo presidente Cristão.
Raphael Aka Kouame morreu devido aos ferimentos; por incrível que pareça, os seu irmão mais novo, Kouassi Privat Kacou, sobreviveu. Ambos haviam sido brutalmente agredidos e torturados pelos muçulmanos antes de serem crucificados.
Seguindo o bom exemplo esquerdista de projectar para o inimigo aquilo que eles mesmos fazem, os maometanos acusaram os irmãos de esconderem armas dentro da sua casa, em Binkro. Acredita-se que os apoiantes de Ouattara atacaram este lugar por ser o local de nascimento dum inimigo chave.
Eles buscavam Prefect Koko Djei, presidente do Concílio Geral de Oumé e um oficial no partido Frente Popular da Costa de Marfim (o mesmo partido do presidente Cristão). Prefect alegadamente distribuiu armas entre os jovens de Oumé men. Os irmãos negaram terem qualquer tipo de envolvimento com armas mas os muçulmanos ignoraram as suas palavras, e prosseguiram em usar a tortura contra eles, tal como o seu profeta fez com os Judeus de Khaibar.
Depois de terem crucificado os Cristãos, os muçulmanos fizeram uma busca extensiva em Binkro, mas tudo o que encontraram foi uma loja de equipamento médico e abastecimentos (que eles prontamente assaltaram).
Os gravemente feridos irmãos foram levados para a prisão de Oumé, onde Raphael morreu nessa noite.

"Como uma cena de um filme de terror": Xiitas cortam as cabeças para a Ashura, na Grã-Bretanha





Se alguém quiser cortar a cabeça e sair se exibindo na rua com o sangue escorrendo, é problema dele, creio eu. Não é ilegal. Mas, os outros têm, igualmente, o direito de achar isso enervante, nojento e, possivelmente, um perigo para a saúde pública.  E certamente é  sinal de uma crescente assertividade da parte dos muçulmanos xiitas na Grã-Bretanha e uma manifestação de um sistema de valores que difere radicalmente do que a maioria tem, no Ocidente.  Últimas da islamização da Grã-Bretanha: "Muçulmanos cortam o corpo pela Fé," por David  Jarvis e Shekhar Bhatia , no Express, 7 de novembro (obrigado a todos que me mandaram isto):                                        
Fanáticos islâmicos estão se mutilando em uma mesquita da Grã-Bretanha, em uma cerimônia sangrenta conduzida a poucos metros de uma avenida movimetada.
Os muçulmanos xiitas usam uma corrente de cinco lâminas chamada Zanjeer para açoitar as próprias costas e fazem cortes nas testas com navalhas, em reverência a sua fé. 
Homens com os peitos nus sangraram em abundância durante o ritual conhecido como Matam - auto-flagelação -, que  uma testemunha descreveu como sendo " como uma cena de um filme de terror."
O Sunday Express descobriu que até 800 homens executaram a cerimônia sangrenta em segredo na Mesquita Imamia, em Forest Gate, área leste de Londres, ano passado. 
O Matam ocorre durante a cerimônia xiita da Ashura e celebra a morte de Hussein, um neto do profeta Muhammad. É praticado principalmente no Paquistão, Irã, Iraque e na Índia, bem como no Iêmen e no Afeganistão. 
Enormes tapumes de madeira foram colocados ao redor da mesquita para manter o evento secreto e impedir os transeuntes de ver o banho de sangue. 
O Sunday Express visitou a mesquita, semana passada,  e soube que a cerimônia tinha ocorrido em dezembro último e deve ser repetida mês que vem. Um homem que testemunhou a cerimônia, ano passado, ficou tão apavordo com o que viu que quase desmaiou. Diz ele: "Havia saguem por toda parte. Havia poças de sangue no chão e minhas roupas ficaram salpicadas de sangue. Foi assustador."
""Me disseram que fazia parte de uma cerimônia religiosa, mas o sentimento anti-ocidental era claro. Se o público tivesse visto o que estava acontecendo, teriam informado a polícia. Era como uma cena de um filme de terror."...
A Scotland Yard disse ter ciência do evento anual da Ashura na mesquita, mas não tinha conhecimento do banho de sangue, que disse não ter poder para proibir. 
Um porta-voz disse: "Se esta é nossa propriedade privada e nenhuma infração está sendo cometida, este não é assunto para a polícia. A Ashura é um evento comunitário que acontece em Newham há muitos anos. "
O conselho distrital de Newham disse que não tinha conhecimento da ocorrência do Matam e o ministério da Justiça disse que a auto-flagelação não é uma infração.

"Vamos falar francamente dos que querem nos matar”

Sua ira sobre suas cabeças
O sangue de Bagdá grita aos céus e à terra.

Houve uma orgia de violência no Iraque nesta semana, os terroristas desencadearam uma série ataques de bombas, matando mais de 100 pessoas. Mas o que aconteceu no último domingo foi tão absolutamente horrível que merece especial e completa condenação, apoiado em força letal, se necessário.

No domingo, um grupo terrorista afiliado da al-Qaeda invadiu a catedral  durante a missa à noite, matando imediatamente o sacerdote  – e mais três sacerdotes  foram assassinados.

Eles começaram a atirar nos membros da congregação, e prendendo outros reféns que se refugiaram em uma sala trancada. Quando as forças de segurança invadiram a igreja, os jihadistas mataram quantos podiam, e alguns deles detonaram as bombas suicidas em seus cintos.

Cerca de 60 católicos foram mortos. Em sua catedral. Durante a Missa. Cristãos são mortos em oração por fanáticos muçulmanos.

Existem cristãos no Iraque desde os primeiros séculos, muito antes de existir um Iraque ou, pode-se notar, antes mesmo do Islã. Jihadistas lançaram uma campanha com intenção genocida, que visa expulsar todos os últimos cristãos a partir do que eles consideram ser uma terra islâmica. Agora está claro que o único lugar que os jihadistas deixaram para cristãos no Iraque é a sepultura.

O arcebispo católico foi morto. Os sacerdotes foram crivados de balas ao sair de suas igrejas. Cristãos comuns, tentando viver uma vida tranquila, tem sido alvo de perseguição, ameaças e violência. O Iraque na sequência da invasão norte-americana tem sido particularmente perigoso, mas a violência anticristã se estende por todo o mundo islâmico.

“Os cristãos são assassinados no Iraque, em suas casas e igrejas, e o chamado mundo  ‘livre’ está prestando atenção com completa indiferença, interessado apenas em responder de uma forma que é politicamente correta e economicamente oportuna, mas na realidade é hipocrisia”, disse o patriarca católico sírio Ignace Joseph III Younan depois destas últimas matanças.

De fato, a comunidade internacional emitiu as condenações no clichê habitual, a maioria deles se recusam a identificar os responsáveis. Na Igreja, também, muitas vezes há uma certa relutância em apoiar vigorosamente os cristãos sob ataque, e chamar as coisas pelo nome.

“Como no passado e ainda hoje existente, alguns desequilíbrios estão presentes em nossas relações,” é a declaração final da recente Vaticano Sínodo dos Bispos sobre o Médio Oriente caracterizou as relações entre cristãos e muçulmanos. Desequilíbrios? Tal como no desequilíbrio entre os jihadistas jogando granadas e explodindo famílias católicas?

O sangue sobre o altar torna claro. Nem mesmo uma boa quantidade de sangue, nem mesmo uma boa quantidade de diálogo, nem mesmo uma boa quantidade de evasões e circunlóquios, nem mesmo uma boa quantidade de prostrações – nada vai dissuadir os jihadistas. Então, não vamos renunciar a nós mesmos sobre os cadáveres dos nossos irmãos caídos em Cristo.

Vamos falar francamente dos que querem nos matar.

Allahu Akbar – Deus é grande! Assim, os católicos no domingo ouviram a mensagem dos jihadistas durante o massacre na igreja. Pode haver algo maior do que o sacrilégio de matar inocentes em oração, enquanto gritava que Deus é grande?

Os jihadistas não respeitam nem o homem, nem Deus, nem mesmo seus próprios. Eles matam os seus irmãos muçulmanos e mesquitas são bombardeadas. Cristãos foram mortos no domingo assim como os iraquianos, os árabes, os seus concidadãos, os seus vizinhos. Eles matam, porque eles estão tomados por um ódio assassino. O mínimo que podemos fazer é convocar uma justa raiva em troca.

O cristão sempre espera para a conversão e oferece o perdão. Também deve haver justiça e prudência e a prudência exige que aqueles que matam em nome de Deus são os que mais rapidamente são despachados para o seu julgamento.

A vingança é minha, diz o Senhor. Assim, a Escritura ensina-nos, e por isso deve assim para nós, deixando a vingança para o Senhor, e implorar a graça da conversão e da reconciliação. Mas não vamos deixar de levantar nossas vozes ao Senhor, com a justa raiva e quentes lágrimas, para que possa mandar sua vingança contra aqueles que fizeram isso, trazer a Sua ira sobre suas cabeças e aplicar sobre eles uma terrível justiça na medida certa.

Essa não é a língua dos desequilíbrios, é a angústia e a agonia do pastor quando o rebanho está sendo abatido.

Fonte: Frates in Unum

Declamador do Alcorão aceita Jesus e prega o evangelho


   
  Haik Hovsepian (martirizado em 1994) uma vez pregou um sermão com o título “Salvação ou religião”. Essa foi uma mensagem muito poderosa, que tratou sobre cinco diferenças entre religião e a salvação em Cristo. A gravação foi amplamente distribuída no Irã. Uma das pessoas que, recentemente, teve acesso a uma dessas fitas é um declamador oficial do Alcorão. Ele tem uma voz muito forte, e foi convidado diversas vezes para ler passagens do Alcorão em diferentes mesquitas no Irã. Ele também recitava sobre a vida dos Imams (descendentes de Maomé). Ele era uma pessoa muito religiosa.

Quando ele recebeu a fita com o sermão de Haik, percebeu que somente através da religião ele não poderia ser salvo. Ele estava preso a alguns pecados imorais como alcoolismo e adultério, e era uma pessoa com o temperamento muito difícil. Quando ouviu sobre a diferença entre a religião e a salvação em Jesus, o Espírito Santo falou ao seu coração. Ele foi tocado pela mensagem, e escutou a fita mais algumas vezes.

Então, ele se sentiu mais convencido de que precisava da salvação em Jesus e entregou sua vida ao Senhor. Daquele momento em diante, ele não apenas ficou livre de seus pecados, mas também da religião com a qual ele se identificava tanto.

Após essa experiência, ele ficou muito feliz. No passado, ele usava camisas pretas, e seu trabalho era fazer as pessoas nas mesquitas chorarem. Mas depois de receber Jesus em sua vida, até as cores de suas roupas ficaram mais claras! Agora, ele usa sua voz para louvar ao Senhor e compartilhar sobre Jesus em todos os lugares.

Como ele era uma pessoa muito conhecida entre os líderes religiosos muçulmanos e muitas outras pessoas, em uma noite, a polícia secreta bateu em sua porta e o levou. Duas semanas depois, eles o libertaram da prisão sob fiança, para aguardar até o momento de seu julgamento. Ele teve que pegar metade do dinheiro emprestado de seus parentes, porque ele não tinha dólares o bastante em suas economias. Ele havia perdido seu emprego como declamador do Alcorão, e não tem nenhuma fonte de renda, então está muito difícil para ele se sustentar e pagar o empréstimo para sua família.

Pedidos de oração

- Ore para que ele consiga arranjar um emprego, para poder pagar a dívida para sua família e viver de modo digno.

- Ore por segurança, para que as pessoas que o conheciam como muçulmano e agora sabem que ele é cristão não o forcem a deixar sua nova fé em troca de dinheiro.

- Louve a Deus pela fé desse irmão e peça para que ele continue firme no caminho de Cristo, falando sobre Seu amor e a verdadeira salvação.

Tradução: Missão Portas Abertas



Fonte: Portas Abertas

VOCÊ TAMBEM QUER ISSO AQUI NO BRASIL , POIS UM GOVERNO ISLÂMICO É PIOR QUE ... - Sentença de morte para Youcef Nadarkhani é mantida


   
 
Pastor Yousef Nadarkhani  
No último dia 22 de junho, o Supremo Tribunal do Irã manteve a pena de morte para o pastor Youcef Nadarkhani, que foi condenado em 2010 por apostasia, ou seja, por ter deixado a fé islâmica. A execução deste cristão pode ocorrer a qualquer momento, assim que a decisão judicial for publicada por escrito.

A última execução judicial de um cristão condenado por apostasia no Irã ocorreu em dezembro de 1990, quando o reverendo Hossein Soodmand foi enforcado.

Os advogados de Youcef ainda têm que receber a confirmação por escrito, mas eles entendem que a sentença pode ser confirmada a qualquer momento (a menos que ele negue sua fé cristã).

Youcef está preso desde 12 de outubro de 2009. Em 21 e 22 de setembro de 2010, o Tribunal Revolucionário da Província de Gilan declarou Youcef culpado por apostasia e, portanto, condenado à morte. O veredito foi emitido no dia 13 de outubro.

Youcef é pastor dentro da Igreja Iraniana do Evangelho Pleno, uma denominação no norte da cidade de Rasht. Youcef e sua esposa, Fatemeh, têm dois filhos pequenos. Fatemeh ficou detida de 8 de junho até 11 de outubro de 2010.

Os cristãos iranianos agradecem por suas orações e pedem que continuemos a interceder para que:

- Youcef não seja executado
- Para que Youcef conheça a presença e a paz de Jesus
- Pela esposa dele, Fatemeh, e os dois filhos para que conheçam o conforto e a esperança de Jesus, e para que essa família possa se reunir o mais breve possível
- Para que os cristãos no Irã não se sintam intimidados, mas que eles permitam que o Senhor dê orientação para suas vidas
- Para que todos os oficiais envolvidos possam ter amor e misericórdia, ajam com justiça, aprendam sobre Jesus e que eles possam decidir segui-lo

Escreva também para a Embaixada do Irã no Brasil pedindo pela vida de Youcef Nadarkhani:

Embaixada da República Islâmica do Irã em Brasília - DF
SES - Av. das Nações, Quadra 809, lote 31
CEP 70421-900 - Brasília – DF
Tel. (0xx61) 242-5733
Fax (061) 244-9640
e-mail: webiran@webiran.com.br
site: www.webiran.org.br



Tradução: Portas Abertas



Fonte: Portas Abertas

Ministro da Saúde qualifica homossexualismo como doença


Durante evento contra a aids nesta segunda-feira, o 
ministro da Saúde indiano qualificou o homossexualismo como uma doençaDeclarações foram dadas em conferência acompanhada pelo primeiro-ministro

Durante evento contra a aids nesta segunda-feira, o ministro da Saúde indiano qualificou o homossexualismo como uma doença (Gurinder Osan/AP)
O ministro da Saúde indiano, Ghulam Nabi Azad, provocou uma grande polêmica no país após assegurar em uma conferência sobre a Aids que o homossexualismo é uma "doença" que atinge cada vez mais pessoas.

"A doença dos homens que praticam sexo com outros homens é antinatural e não é boa para a Índia. Não somos capazes de identificar onde está ocorrendo", disse Azad.

"É fácil encontrar as trabalhadoras do sexo e conscientizá-las sobre o sexo seguro, mas é um desafio encontrar os homossexuais", acrescentou Azad.

Até 2009, o homossexualismo podia ser punido com até dez anos de prisão no país. Apesar de não existir mais esta lei, o preconceito ainda é forte na Índia.

"É surpreendente que o ministro da Saúde deste país faça um comentário assim", declarou o ativista Mohnish Malhotra, um dos organizadores do "Dia do Orgulho Gay" na Índia.

Há na Índia cerca de 2,5 milhões de pessoas contaminadas pela Aids.

A conferência na qual Azad deu as polêmicas declarações teve a presença do primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, e da líder do governamental Partido do Congresso, Sonia Gandhi.
(com Agência EFE)

Livro polêmico desencadeia protesto de judeus ortodoxos em Jerusalém

O polêmico livro defende que o assassinato de não judeus seria justificado em certos casos.

Centenas de judeus ultraortodoxos protestaram nesta segunda-feira em frente à Suprema Corte de Jerusalém contra o interrogatório de dois rabinos que apoiaram um livro que defende que o assassinato de não judeus seria justificado em certos casos.

A polícia já havia investigado os autores do The King´s Torah, ou a Torá dos Reis, os rabinos Yitshak Shapira e Yosef Elitzur, por incitar a violência.

Mas a detenção, o questionamento e a posterior liberação, na semana passada, de outros dois rabinos conservadores mais respeitados, Dov Li'or e Yaakov Yosef, que defenderam a obra, causou revolta entre as comunidades ortodoxa e ultraortodoxa de Israel.

Muitos no protesto desta segunda-feira diziam seguir os ensinamentos do livro, outros se diziam revoltados com o fato de dois rabinos respeitados estarem sendo investigados.

Polêmica

O livro, publicado em 2009 e posteriormente proibido em Israel, diz que bebês e filhos dos inimigos de Israel podem ser mortos sob certas condições desde que "seja claro que eles vão crescer para nos ameaçar".

A obra também diz que os não judeus seriam "pessoas de pouca compaixão por natureza" e ataques a eles "combateriam sua inclinação maléfica".

"Em qualquer lugar onde a influência dos gentios for uma ameaça para a vida de Israel, é permissível matá-los", diz o livro.

Muitos rabinos já condenaram publicamente o livro, dizendo que ele contraria os ensinamentos do judaísmo.

O correspondente da BBC em Jerusalém Jon Donnison diz que o protesto desta segunda-feira coloca em uma posição difícil o premiê israelense, Binyamin Netanyahu, que já declarou publicamente ser a favor das detenções, alegando que ninguém deve se posicionar acima da lei.

Mas Donnison diz que a coalizão governista de Netanyahu conta com o apoio do partido ultraortodoxo Shas. Muitos dos simpatizantes do partido são contra as detenções.

Fonte: BBC Brasil

Cantora evangélica ganha ação por plágio contra o padre Marcelo Rossi

Open in new windowAssociação Brasileira de Música e Artes reconheceu que a cantora evangélica Marinalva Santos é autora de “Noites traiçoeiras”.

A cantora piauiense Marinalva Santos, 39 anos, ganhou ação por plágio contra o padre Marcelo Rossi. A Associação Brasileira de Música e Artes reconheceu que a cantora evangélica é autora da música “Noites Traiçoeiras” e que a canção foi plagiada pelo padre.

Em 2009, a cantora esteve no Jornal do Piauí denunciando que a música foi plagiada. Ela contou que a canção foi feita inspirada em um salmo e para comemorar aniversário de uma igreja Assembleia de Deus em Uberlândia.

O pastor Francisco Felipe Cordeiro, que é marido e empresário da cantora, informou ao Cidadeverde.com que a música já rendeu um milhão de cópias ao “padre cantor” e que a agora os direitos autorais vão para a piauiense.

“Entramos com ação e apresentamos todos os documentos a Associação Brasileira de Música e Artes. A partir desta segunda-feira, todos os direitos autorais vão para Marinalva”, garantiu o pastor.

Ele ressaltou que a cantora tentou um acordo com a assessoria do padre Marcelo Rossi, mas a proposta foi recusada. “Nós tentamentos acordo com ele (Marcelo Rossi), mas não deu certo e a proposta que ofereceu em dinheiro foi rejeitada”, disse o pastor sem revelar o valor em dinheiro.

Para comemorar a vitória, a cantora que já compôs mais de 100 músicas, vai fazer uma festa em Santana do Piauí.

Fonte: Cidade Verde

Obedecer a Deus é melhor


“Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.” (Atos 5:29)
          
O versículo de hoje narra o momento em que o apóstolo Pedro estava no templo pregando a palavra de Deus e foi preso pelas autoridades da época, e quando preso, ele foi proibido de pregar a Palavra. No entanto, a resposta que as autoridades receberam foi esta: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens”. Com esta resposta os apóstolos estavam deixando claro que não iriam fazer a vontade dos homens, tendo em vista que esta estava contra a vontade de Deus.



Conclusão:
Muitas pessoas procuram agradar aos homens fazendo as suas vontades, e muitas vezes deixam de fazer a vontade de Deus, desagradando-o.
“Prefira agradar a Deus ao invés dos homens!!!”



Versículos Relacionados:
Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra (Isaias 1:19)
Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.” (1 Samuel 15:22)




Deus te abençoe.

SEJA UM ENCORAJADOR



“pelo contrário, exortai-vos mutuamente cada dia, 
durante o tempo que se chama Hoje...”
Hb 3.13

Quem deve realizar o trabalho de encorajamento? Será que todos estão aptos ou apenas os especialistas? A Bíblia diz que Deus nos conforta nas tribulações para podermos consolar outros (2 Co 1.3-4). Toda pessoa que recebe o conforto de Deus está apta para consolar. Por si mesmo ninguém pode consolar outro, mas pela graça de Deus o cristão é um veículo da consolação divina. “As riquezas do Espírito não são para serem guardadas para nós mesmos, mas sempre que alguém as recebe deve também passá-las a outrem” (João Calvino).

Encorajar é um mandamento coletivo e mútuo. Todos os crentes têm o dever de encorajar uns aos outros, a cada dia. Temos a ordem divina de animarmos uns aos outros. Não se trata de opção, mas de dever cristão. Todo cristão deve ser um encorajador. Encorajar é dom do Espírito Santo. “Ou o que exorta faça-o com dedicação” (Rm 12.8). Há cristão que recebe do Espírito Santo o dom de encorajar. O dom é capacitação espiritual para ser usada na edificação da igreja. Um grande exemplo bíblico é Barnabé, “filho de exortação” (At 4.36-37).

Ore


Altíssimo Deus, usa-me na vida de outras pessoas a fim de que eu seja instrumento de edificação e encorajamento àqueles que necessitam de vigor para caminhar. Em nome de Jesus.

A Bíblia que as Testemunhas de Jeová usam


Os cristãos que se envolvem em discussões com as Testemunhas de Jeová devem estar cientes de que a assim chamada "Bíblia" que as Testemunhas de Jeová usam contém uma série de modificações introduzidas ao texto com o único propósito de sustentar as doutrinas da Torre de Vigia.Tradução do Novo Mundo

O apóstolo Pedro disse a respeito das cartas inspiradas de Paulo que "Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição" (2 Pedro 3:16). Freqüentemente, tal torcer das Escrituras é limitado à sua interpretação e isso foi feito pela Sociedade Torre de Vigia por três quartos de século. Ela publicou cópias das versões da Bíblia, que mencionam o nome "Jeová" no Antigo Testamento, junto com instruções detalhadas sobre como fazer com que as Escrituras parecessem ensinar que Deus condenou a vacinação, que Abraão e os profetas fiéis seriam ressuscitados para a terra em 1925, que Deus inspirou a Grande Pirâmide do Egito, e assim por diante. Mas havia doutrinas que eram muito difíceis de ser fundamentadas nas versões clássicas da Bíblia, não importando quanta distorção pudesse ser aplicada ao texto.

Assim, durante os anos da década de 50, os líderes da Torre de Vigia foram além da interpretação, produzindo sua própria versão da Bíblia, com centenas de versos modificados para se ajustarem às doutrinas da Torre de Vigia. E a sua Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas continua a ser modificada com o passar dos anos, com as mudanças feitas para trazer a palavra de Deus a uma conformidade maior com o que a organização ensina.

Por exemplo, ao invés de "cruz", a Tradução do Novo Mundo usa a expressão "estaca de tortura" - para apoiar o ensinamento das Testemunhas de Jeová de que Jesus foi pregado em um poste ereto sem trave horizontal. Ao invés de "Espírito Santo", nós achamos referências ao "espírito santo" ou "força ativa", reforçando a negação da deidade e personalidade do Espírito Santo feita pelas Testemunhas de Jeová. Cristo fala não da sua segunda volta, mas de sua "presença" (que as Testemunhas de Jeová acreditam ser invisível).

Tradução do Novo MundoA Tradução do Novo Mundo sistematicamente se dispõe a eliminar a evidência da divindade de Cristo. Ao invés de "cair aos pés de Jesus para o adorar" as pessoas faziam "reverência" a ele. João 1:1 não mais afirma que "o Verbo era Deus", mas que "o verbo era deus". Jesus não disse: "antes que Abraão existisse, Eu Sou". Mas, para evitar a associação com "EU SOU" de Êxodo 3:14, a declaração de Jesus se torna: "Antes de Abraão vir à existência, eu tenho sido".

Mas a mudança mais difundida na Bíblia da Torre de Vigia é a inserção do nome Jeová 237 vezes no Novo Testamento. É claro que é apropriado um tradutor escolher o nome Jeová, Javé, Jeví, Jeoví, Jevé ou Yahweh no Antigo Testamento onde o tetragrama hwhy = YHWH realmente aparece no texto hebraico. Mas a Torre de Vigia foi além inserindo o nome Jeová no Novo Testamento, onde ele não consta nos manuscritos gregos. Basta verificar uma tradução do original dos textos gregos da Bíblia para notar que o nome Jeová não aparece ali.

Para achar exemplos específicos das distorções mencionadas acima, consulte o Índice de Assuntos. Dois casos que se destacam na demonstração da linha doutrinária das Testemunhas de Jeová estão em Romanos 14:8,9 (onde a inserção do nome "Jeová" produz um lógico non sequitur no texto inglês) e Hebreus 1:6 (onde as edições anteriores diziam "E todos os anjos de Deus o adorem", mas em edições mais recentes-especialmente em língua inglesa a palavra "adorem" foi substituída por "reverenciem").

(Para considerações mais detalhadas, veja O Novo Testamento das Testemunhas de Jeová, Robert H. Countess [1982, Presbyterian and Reformed Publishing Co., 136 páginas, editado em inglês]).

A História das Testemunhas de Jeová



Charles Russel
Charles Russel - Fundador da OrganizaçãoA seita das Testemunhas de Jeová foi fundada por Charles Taze Russell, em 1872. Ele nasceu em 15 de Fevereiro de 1852, e era filho de Joseph L. e Anna Eliza Russell. Ele tinha grande dificuldade de aceitar a doutrina da condenação eterna ao INFERNO e, em seus estudos, veio a anular não apenas a punição eterna, mas também a Trindade, a deidade de Cristo e o Espírito Santo. Em 1870, com a idade de 18 anos, Russell organizou uma classe bíblica em Pittsburgh. Em 1879, ele procurou popularizar as suas idéias e doutrinas aberrantes. Ele co-publicou a revista "The Herald of the Morning" com seu fundador, N. H. Barbour e, em 1884, Russell tomou o controle da publicação dando-lhe o novo nome de "The Watchtower Announcing Jehovah's Kingdom" (A Sentinela Anuncia o Reino de Jeová), e fundou a "Zion's Watch Tower Tract Society", agora conhecida como "Watch Tower Bible and Tract Society", Sociedade Bíblica Torre de Vigia. (Em 2004 muda para: Associação Torre de vigia. – isso por causa do novo código Civil brasileiro). A primeira edição da revista Sentinela tinha somente 6.000 cópias por mês. Hoje o complexo publicitário das Tes-temunhas, no Brooklyn, Nova York, imprime mais 100.000 livros e 800.000 cópias de duas revistas – diariamente!
Russell alegava que a Bíblia só seria corretamente entendida de acordo com as suas interpretações. Era um perigoso arranjo, já que era ele quem controlava o que era escrito na revista Sentinela.

Depois da morte de Russel, em 31 Outubro de 1916, um advogado do Missouri chamado Joseph Franklin Rutherford recebeu o controle da Sociedade Torre de Vigia que era conhecida, então, co-mo Associação Bíblica Dawn. Em 1931, ele mudou o nome da organização para "As Testemunhas de Jeová".

Depois da morte de Rutherford controlaram a Sociedade Nathan Knorr e Frederick William Franz, como presidentes. Hoje, a Sociedade é liderada por Mr. Henschel. O grupo tem mais de 4 milhões de membros em todo o mundo. As estatísticas da Sociedade Torres de Vigia indicam que 740 casas são solicitadas para recrutar cada um dos quase 200.000 novos membros que se juntam cada ano.

As Testemunhas de Jeová tem diversos 'livros de estudos' semanais. Os membros não são obri-gados a participar, mas existe um nível de expectativa que suavemente leva os convertidos a parti-ciparem. É durante estes 'livros de estudos' que a TESTEMUNHAS DE JEOVÁ é constantemente exposta aos ensinos anti-cristãos. Uma TESTEMUNHA DE JEOVÁ mediana, com a sua constante doutrinação pela Torre de Vigia, pode, facilmente 'surrar' com seus falsos ensinos um cristão me-diano quando estes vêm defender suas crenças.
As TESTEMUNHAS DE JEOVÁ afirmam veementemente que a doutrina da Trindade é de origem pagã e que a cristandade, com um todo, está envolvida na mentira do diabo. Concomitantemente, com a anulação da Trindade é, da mesma maneira, ferrenhamente combatida a deidade de Cristo, a deidade do Espírito Santo, a realidade do inferno e a punição eterna.

Policiais irão à Câmara na terça para pedir votação da PEC 300



Representantes das forças policiais irão à Câmara na próxima terça-feira (5) com o objetivo de pressionar os deputados a definir uma data para a votação, em segundo turno, da chamada PEC 300 (de 2008). Na verdade, o texto em análise na Câmara é o da PEC 446/09, que cria um piso salarial transitório de R$ 3,5 mil reais para os policiais de menor graduação — os soldados, no caso da PM — e de R$ 7 mil para os oficiais do menor posto (os tenentes, por exemplo).
A proposta, aprovada em março de 2010 em primeiro turno, determina a criação de uma lei federal estabelecendo o piso salarial definitivo dos policiais civis e militares e bombeiros. Ela também determina a criação de um fundo federal para auxiliar os governadores a pagar os salários desses profissionais.
O presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, deputado Mendonça Prado (DEM-SE), afirma já ter pedido ao presidente da Câmara, Marco Maia, a marcação de uma data para a análise em segundo turno da PEC. Caso a data não seja definida logo, Mendonça Prado prevê manifestações dos policiais.
"As consequências não serão as melhores, porque existe a possibilidade de mobilizações, de deflagração de um processo reivindicatório que não é normal para essas categorias; infelizmente, elas chegaram à exaustão. A espera tem sido enorme por decisões congressuais", afirma o parlamentar.
Responsabilidade
Mendonça Prado atribui ao Executivo a culpa pela demora na conclusão da votação da PEC.
Já o deputado Domingos Dutra (PT-MA), também integrante da Comissão de Segurança, avalia que a votação ainda não aconteceu por responsabilidade também do Legislativo: "Essa culpa tem de ser repartida entre todos, inclusive a Câmara — que admitiu  a PEC, formou comissão especial, deu parecer favorável, votou em Plenário em primeiro turno e depois se deu conta de que o nó é muito grande com a PEC."
Mendonça Prado e Domingos Dutra discordam sobre a posição dos estados em relação à proposta. Mendonça Prado afirma que os governadores são favoráveis à PEC: "Eles só teriam benefícios, pois a proposta de número 300 cria um fundo constitucional com recursos de tributos federais que seriam transferidos aos estados."
Para o deputado Domingos Dutra, porém, os governadores é que pressionam o governo pela não aprovação da matéria.

Os dois parlamentares concordam que é necessária uma articulação entre governo federal, governos estaduais e Congresso para garantir um salário melhor aos policiais e bombeiros.

Íntegra da proposta:

Reportagem - Renata Tôrres/Rádio Câmara
Edição – João Pitella Junior

Índia: Turistas americanas são convidadas a saírem do país

Três americanas que entraram na Índia com visto de turistas foram convidadas a deixarem o país depois que organizações hindus fizeram denúncias de que elas eram participantes de uma organização religiosa. O fato ocorreu na cidade de Kochi, estado de Kerala.

O superintendente da polícia do distrito, Asok Kumar, disse que não havia nenhuma prova de que elas estavam envolvidas com atividades que visam a conversão, porém elas iriam participar de um culto de oração. “Os vistos de turismo não lhes permitem participar de qualquer reunião religiosa, incluindo orações. Por isso pedimos que elas saiam do país”, Kumar.
As três mulheres, uma de Wisconsin e duas da Pensilvânia, estavam organizando reuniões de oração junto com pastores locais em uma área que é predominantemente hindu e muçulmana. Organizações hindus começaram a protestar alegando que as mulheres estavam tentando converter as pessoas pobres, oferecendo subornos.
“As famílias pobres da área costeira foram vítimas dessas estrangeiras que estavam tentando convertê-los com várias ofertas”, disse um porta-voz da extrema-direita nacionalista hindu do grupo Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS). “Elas visitaram várias casas na área e realizaram cultos de oração”.
De acordo com o site de notícias indianas mangalorean, as mulheres concordaram em deixar o país. Os pastores locais estão sob investigação.
Fonte: The Times of India, www.mangalorean.com

GRUPO DE SAMBA GRAÇA E PAZ ASSINA CONTRATO COM A AGÊNCIA E COM O SELO MR1





Depois de contratar a cantora Vânia, ganhadora do concurso "Tem um Cantor Gospel lá em casa" e Tiago Mattos, finalista do mesmo programa do SBT, a MR1 MUSIC agora investe no samba, contratando o "Samba Graça e Paz". O grupo, fundado por Elson e Rita em 2009, é uma referência na arte de fazer samba com swing da melhor qualidade para adorar ao Senhor. Confira a primeira entrevista do grupo depois da contratação:



Como surgiu o Samba Graça e Paz? Todos vieram do secular?

O grupo surgiu primeiramente no coração de Deus e, depois, nasceu um sonho no coração do fundador e líder Elson, de fazer um louvor com nosso ritmo brasileiro. A maioria dos integrantes tiveram passagem no secular e contratos com gravadora na década de 90, além de participações em grupos que estão até hoje no mercado musical.

Como foi escolhido esse nome?

O nome Samba Graça e Paz foi escohido por Elson e Rita.

Quando o grupo se formou? E quantas formações já teve?

O grupo se formou no dia 18 de Fevereiro de 2009 e já teve duas formações.

Quantos trabalhos já tem no mercado? E como foram produzidos?

Depois de muita luta, foi lançado em dia 23 de abril de 2011 nosso primeiro CD, sendo nosso primeiro trabalho.

Todos fazem parte da mesma igreja? Que igreja frequentam?

Deus foi juntado pessoas com a mesma visão, porém não são todos da mesma igreja. Tem membros da Atraindo as Nações ao Altar de Deus, Da Assembléia de Deus e Do Verbo Vivo.
  
Samba na igreja, como é isso?

Ainda há um certo tipo de resistência, mas a cada dia está caindo pois não é pelo ritmo.

Já foram vítimas de preconceitos? Como é a aceitação do estilo?

Sim, no início das apresentações todos ficam com o pé atrás, mas quando começamos a ministrar, aí é só alegria, e está bem aceito onde passamos.

E fora, como os sambistas tratam o samba gospel?

Pela qualidade de grupos que existia tempos atrás, não encarava como um samba e sim uma bagunça de pessoas sem experiência que queria fazer barulho, mas, hoje, graças à Deus, essa realidade está mudando. Temos bons sambistas!

Swing com adoração, dá Samba?

Dá sim, dá "Samba Graça e Paz", rssrss

Fale do último CD "Uma História" e da música de trabalho. Teve participações especiais? Em que músicas?

Nosso CD está muito dançante, com duas faixas ao vivo. Uma delas com a participação de Clovis Pinho, vocalista do Renascer Praise, na música "Uma História", titulo do CD e também participa Juninho do Banjo, um dos maiores compositores da década de 90, com sucesso nos grupos Katinguelê, Exaltasamba, entre Outros. Também participa conosco o X-Barão e Nice Garcia.

Por onde já passaram com o trabalho de vocês?

Passamos na Philips, em Guarulhos, Memorial da América Latina, no Abala São Paulo, no Renascer Hall, na Mooca e Apresentação Com Raiz Coral e com Ao Cubo nas Prés-Marcha em Guarulhos, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais , Ibitinga, interior de São Paulo, na Marcha para Jesus em Campinas, entre outros lugares que foram benção!

Fecharam atualmente contrato com a Agência MR1 e o selo MR1 Music, correto? Quais são as expectativas?

Para o grupo Samba Graça e Paz é uma nova etapa para nosso ministério, pois é tão difícil andar sozinho... Por ser um ritmo diferente no Gospel, as pessoas não acreditam nas dificuldades que já enfrentamos... Mas Deus tem propósitos conosco e, além da MR1, nossa agência e novo selo, tocou no coração de uma pessoa muito especial em nosso ministério, que é a empresária Cida Rodrigues, que nos ajudou até chegarmos onde estamos e, agora, com a MR1 Music temos novas metas e objetivos.

Quem são as referências musicais do grupo?

No Gospel é muito difícil, pois não têm grupos com este estilo, mas temos um estilo próprio que misturamos o Black, o Samba e o Swing, mas é semelhante ao som do Rodriguinho no secular e Belo, mais ou menos isso.

Quais são os planos para o futuro?

Nossos planos é alcançar muitas almas e tocar no coração de Deus e das pessoas com uma boa música e trazer um pouco de alegria à este povo, que sofre por não conhecer a verdade que liberta.
 
Luciana Mazza
MR1 Comunicação & Marketing

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...