quarta-feira, 10 de junho de 2015

Muçulmanos estão tendo visões e sonhos de Jesus e se convertendo ao cristianismo

Muçulmanos estão tendo visões e sonhos de Jesus e se convertendo ao cristianismoUma revista da Califórnia publicou recentemente os resultados de uma pesquisa com mais de 600 ex-muçulmanos, que agora seguem Jesus. “Embora os sonhos pareçam desempenhar um papel menor na conversão dos ocidentais, mais de um quarto dos entrevistados ex-muçulmanos enfaticamente confirmam que os sonhos e visões desempenharam um papel vital em sua conversão, e os ajudou em momentos difíceis”, o levantamento afirmou.
Outros têm encontrado o percentual mais elevado. Karel Sanders, um missionário na África do Sul, informou que entre Africanos muçulmanos, “42% dos novos crentes vem a Cristo através de visões, sonhos, aparições angelicais e ouvir a voz de Deus.” De acordo com o site “Sexta-Feira Dawn Fax”, que se concentra em relatórios missionários de língua árabe, moderadores explicam experiências sobrenaturais, tais como sonhos, visões e curas através da oração de Jesus. “Este é um tema quente em nossa região. Pessoas de todo o Oriente Médio nos chamam, dizendo como eles foram curados através da oração em nome de Jesus”, citam os missionários. “Ouvintes muçulmanos costumam nos falar sobre sonhos e visões de Jesus, querendo saber o que isso significa para eles.”
O mesmo é contado em “I Dared to call him Father (Me atrevi a chamá-lo de pai)”, um livro fascinante, escrito por uma rica mulher ex-muçulmana paquistanesa chamada Bilquis Sheikh, que veio a Cristo através de uma série de acontecimentos místicos – começando com a presença do mal, que ela sentia, e era ligado ao assassinato recente de um cristão perseguido.
“A estranha sensação espinhosa cresceu dentro de mim enquanto eu caminhava lentamente ao longo dos caminhos de cascalho do meu jardim”, ela escreveu em um livro que acaba de ser relançado. “Eu parei de andar e olhei em volta. Como eu me inclinei para agarrar as hastes verdes, algo passou por minha cabeça, eu me endireitei, atenta. Senti uma névoa… Um frio, úmido. Uma presença profana – tinha flutuado por mim. Claro que não havia nada lá fora. Estaria lá? Como que em resposta, eu senti uma presença, muito real e misteriosa e um toque em minha mão direita.”
Esta experiência levou a uma série de sonhos que – como tantos outros – culminou na conversão da mulher muçulmana. São tais sonhos mais recorrentes agora – com a situação do mundo como ele é? Ou será que eles sempre ocorreram?
Sabemos que os sonhos podem ser importantes. Nós lembramos de Abraão. Nós lembramos de José, o pai de Jesus.
Mas eles também são cruciais no nosso próprio tempo e, no caso da mulher rica, cujo marido tinha sido um general e ministro do Paquistão, eles formaram uma parte importante de sua conversão – se não o mais importante papel. Conforme ela explica neste livro bem escrito (que foi publicado pela primeira vez em 1978), ela havia sido criada na fé muçulmana, que acreditava que, embora Jesus tenha nascido de uma virgem, ele não era o Filho de Deus. Ainda assim, a mulher sentiu-se impulsionada para explorar a Bíblia – e é aí que tudo começou.
Em um sonho, relatou Sheikh, “eu me encontrei jantando com um homem que eu sabia ser Jesus. Ele veio me visitar na minha casa e ficou por dois dias. Ele sentou-se sobre a minha mesa e em paz e alegria jantamos juntos”.
“De repente, o sonho mudou. Agora eu estava no topo de uma montanha com outro homem, João Batista. Ele estava vestido com uma túnica e calçado com sandálias. Como foi que eu misteriosamente sabia seu nome, também? Eu encontrei-me contando a João Batista sobre as minhas visitas recentes com Jesus”. O sonho – peculiar – a levou à pergunta que todos que poderiam saber responder (porque até aquele momento, Sheikh ainda não havia chegado ao trecho em que João Batista aparece na história) em sua leitura da Bíblia.
Ela se tornou uma cristã. Então, temos milhares de outros. Os relatórios incluíram moradores em lugares como Marrocos. Ouvimos pela primeira vez sobre isso no início de 1990.
“Um seguidor de Jesus da Guiné fala sobre uma pessoa de branco que lhe apareceu em sonho, chamando-o de braços abertos”, afirma a publicação da Califórnia.”Esse tipo de sonho, no qual Cristo aparece como uma figura de branco, é um padrão freqüente na obra missionária entre os muçulmanos.”
Os exemplos são numerosos. Um muçulmano da Malásia viu seus pais falecidos como convertidos aos cristianismo em um sonho, comemorando no céu. Jesus, com uma túnica branca, lhe disse: “Se você quiser vir a mim, vem!” Ele o fez.
Outro convertido, este novamente a partir do Oriente Médio, disse que ele estava deitado na cama com uma dor de cabeça muito forte. A figura branca com uma aparência maravilhosa, pacífica, apareceu e colocou as mãos sobre sua cabeça três vezes, e na manhã seguinte a dor de cabeça que era incurável até então, ​​havia cessado.
Um homem do oeste da África viu um religioso muçulmano no inferno, e um pobre cristão, que não podia mesmo dar esmolas, no céu. A voz explicou que o ponto decisivo não foi a esmola, mas a fé em Jesus.
Enquanto isso, um trabalho missionário entre os Tausugs, das Filipinas, maior grupo muçulmano daquele país, relata que um número de muçulmanos fiéis “viu Jesus” em seus sonhos após o Ramadã (mês em que os muçulmanos praticam um ritual de jejum). Um homem sonhou com Jesus matando um dragão enorme em um duelo e no dia seguinte teve o mesmo sonho, o que o levou a conhecer o Evangelho.
Um membro do povoado Yakan, na Província Basilan sonhou que o Profeta Maomé não podia olhar para Jesus no olho. Quando ele disse seu primo, um cristão, do sonho, seu primo lhe disse que o sonho significava que Jesus é maior do que Maomé.
Há histórias de guerra espiritual. Há relatos da Turquia. Há histórias de curas milagrosas. Há histórias do Iraque. Uma equipe que pertencem aos “Atletas em Ação”, um movimento de atletas missionários, relatou a partir de sua visita às repúblicas da Ásia Central do Turcomenistão e Quirguistão, que “uma das experiências mais interessantes da viagem foi para ouvir um grande número de pessoas dizendo como eles tornaram-se cristãos”. Anteriormente, eles haviam sido ateus ou muçulmanos. Alguns nos contaram como Deus havia falado com eles em sonhos. Outros nos contaram como eles tinham tido dores de cabeça por dias depois de ouvir sobre Cristo. Logo que decidiram tornar-se cristãos, a dor de cabeça havia passado. Uma mulher nos disse que na noite em que ouviu falar de Jesus, nada aconteceu até que ela foi dormir. Enquanto ela dormia, ela teve um sonho terrível, no qual uma figura satânica disse a ela “Você nunca vai escapar de mim”, porém agora ela também se tornou uma cristã.
Existem inúmeros relatos de que muitos dos Berberes que vivem nas montanhas da Argélia estão vindo a Cristo através de sonhos e visões semelhantes, formando células e igrejas, em sua maioria subterrâneas. Ahmed Ait Ben Youcef, um berbere nativo que atualmente vive no exterior, disse que encontrou Cristo no caminho que parece típico para berberes islâmicos anteriormente: “nós berberes sempre acreditamos em Deus, mas muitos o procuram à sua própria maneira, sob a pressão dos árabes islâmicos. Jovens ansiavam pelo caminho certo para nossas vidas e oravam a Deus para orientação. Um dos meus amigos morreu em um acidente de trânsito. Na noite seguinte, sonhei que ele, um outro amigo, e eu nos dirigíamos a uma cidade brilhante, rodeada por uma parede branca. Nesse sonho, meu amigo nos disse que agora ele vivia lá”.
Um muçulmano egípcio estava lendo os Evangelhos, e de acordo com mais um relatório ele tinha acabado de chegar a Lucas, Capítulo 3, quando um vento forte varreu a sala e uma voz disse: “Eu sou Jesus Cristo, a quem você odeia. Eu sou o Senhor que você está procurando.” Ele decidiu seguir a Jesus naquele dia.
Os relatórios são difundidos de tal forma que sites inteiros são dedicados a tais histórias – embora muitas vezes tomem o cuidado de manter o anonimato. Uma fonte bem informada, que por razões óbvias permanece não identificada, relata que um ex-islâmico “Imam” ou líder espiritual levou 3.000 muçulmanos para Jesus, tendo ele chegado a Cristo através de sonhos, em que um homem branco dizia-lhe para estudar a Bíblia. O método desse homem é simples: em uma conversa, ele diz aos outros: “você já viu um homem branco em seus sonhos recentemente? Se eles não tiverem visto, ele lhes diz: eu só estava me perguntando. Obrigado. Se responderem positivamente, ele continua perguntando se eles estão interessados ​​em aprender quem este homem branco é. E quem não está interessado na identidade de uma pessoa misteriosa que aparece em seus sonhos? O ex-Imam, em seguida, mostra-lhes várias passagens da Bíblia em que um homem branco vestido é mencionado, explicando: “Isso é Jesus. Ele quer falar com você, porque Ele quer que você o siga”. Muitos muçulmanos foram preparados para em caso de encontros sobrenaturais, e aceitarem o convite. Algum tempo atrás, Bill Bright, diretor do “Campus Crusade”, escreveu que “estavam vivenciando um fenômeno surpreendente. Muçulmanos em particular, estão tendo sonhos e visões confirmando a realidade de Cristo. Depois de um programa de rádio informaram que Jesus havia aparecido para muitos muçulmanos em um sonho e havia dito a eles: ‘Eu sou o caminho’. A estação de rádio recebu milhares de cartas de muçulmanos no norte da África e do Oriente Médio, em que os ouvintes disseram que de repente tinham entendido sonhos anteriores. Eles, então, queriam mais informações sobre Jesus”.

Lançamento do CD e DVD “25 anos Banda Resgate” em São Paulo

Flyer,-Resgate-800x800.png























A Banda Resgate, já conhecidos nacionalmente como os “tios do rock” não dão sinal de envelhecimento, pelo contrário, no fim do ano passado gravaram um CD e DVD comemorativo de 25 anos da banda e se preparam para fazer o show de lançamento dia 20 de junho em São Paulo.
Esse é o décimo quarto CD e o quarto DVD do grupo, e conta com a participação do Pr. Adhemar de Campos, dos irmãos roqueiros e guitarrista Paulo e Carlinhos Anhaia, e da orquestra Musitá.
arranjo das músicas está cheio de criatividade, onde uma parte tem uma levada acústica com violões, e outra parte como não poderia faltar o típico som das guitarras misturado aos instrumentos clássicos da orquestra, dando uma pitada diferenciada ao álbum, que está sendo lançado pela Sony Music.
O show será realizado na igreja A Casa da Rocha, localizada na Rua da Independência, 850 no Ipiranga a partir das 19 horas, os ingressos limitados custam R$ 30,00 e podem ser adquiridos pelo site: loja.bandaresgate.com.br , pelo whatsapp (11) 94761-8449 ou pelo email:bilheteriaresgate@gmail.com .
Para os amantes do bom e velho rock’n roll esse é um show histórico, já que a banda mesclara seus antigos sucessos em uma nova roupagem com as músicas inédita desse novo trabalho.
 Expediente:
Data: 20/06/2015 – Sábado
Horário: 19h
Local: A Casa da Rocha
Endereço: Rua da Independência, 850 – V. Monumento
Valor do ingresso: R$ 30,00
Informações: WhatsApp (11) 94761-8449 – bilheteriaresgate@gmail.com

 Fonte: Amplitude A Produções





EUA estariam se preparando para receber ‘asteroide enviado por Deus’


A polêmica sobre o ‘asteroide enviado por Deus’ que destruirá a Terra em setembro deste ano continua. Após espalhar o boato — negado pela Nasa — os ‘teóricos’ que mantém um blog sobre o assunto agora acusam o exército dos EUA de estar se preparando para o impacto.

De acordo com informações do tabloide inglês The Mirror, há uma conjuntura militar chamada Jade Helm, que teria 1200 militares e passariam a viajar pelo país com o objetivo de organizar cidades para um possível caos após a queda do asteroide citado na teoria.

A hipótese levantada pelo grupo dá conta de que entre 22 e 28 de setembro deste ano, um asteroide se chocará com a Terra e poderá destruir a raça humana — ou boa parte dela. Além disso, eles afirmam que o evento daria abertura a um período de sete anos de caos na Terra.

Ciente dos boatos acerca desse evento que circulam na web, a Nasa desmentiu qualquer possibilidade de um objeto de grande porte se chocar com a Terra em “pelo menos cem anos”. O Exército dos EUA sequer se manifestou sobre os boatos.

YAHOO

Levar o evangelho ao Turcomenistão se tornará mais difícil do que nunca”


O governo do Turcomenistão decidiu proibir TVs e antenas parabólicas particulares no país. Autoridades justificam tal medida alegando que todas essas antenas são feias e poluem a grandiosa arquitetura das cidades

"É um meio de bloquear o acesso da população turcomena a meios de comunicação internacionais independentes que são acessíveis no país atualmente apenas através de antenas parabólicas", de acordo com a Plataforma de Solidariedade Civil – organização que reúne cerca de 60 organizações não-governamentais dos Estados Unidos e da Eurásia.

Rolf, analista de perseguição da Classificação da Perseguição Religiosa, levantou importantes informações sobre esta proibição do governo: "esta é mais uma tentativa do regime para ganhar o controle total de informações disponíveis para as pessoas. O regime quer eliminar qualquer concorrência dos meios de comunicação estatais, que são usados ​​para a propaganda. Para a Igreja, isso terá um impacto enorme também. Como os meios de comunicação estatais são inacessíveis para anunciar o Evangelho, a população turcomena já não terá a opção de assistir ou ouvir programas cristãos. E isso vem no topo das restrições já existentes: o acesso à Internet no Turcomenistão é restrito a provedores de acesso controlados pelo Estado; toda a produção interna e distribuição de materiais religiosos é controlada pelo Estado, e as fronteiras do Turcomenistão são rigidamente controladas para bloquear a importação de materiais ilegais. Levar o evangelho ao Turcomenistão se tornará mais difícil do que nunca."


Fonte: Portas Abertas Internacional

MINHA INDIGNAÇÃO EM RELAÇÃO A MARCHA GAY

LOBO NO APRISCO - Haitianos pagam R$ 40 mil para pastor que fugiu com o dinheiro


Eles receberam a promessa de que atuariam como missionários no México e receberiam um salário de US$ 1.300, mas, no dia da viagem, pastor sumiu com todo o dinheiro dos imigrantes.

Desempregados e sem dinheiro, oito haitianos que moram há pelo menos quatro anos no Brasil viram a oportunidade de trabalhar como missionários na Igreja Mundial do Poder de Deus como a forma de melhorar de vida. O convite foi feito por um bispo, conhecido como Anderson Rezende, e que coordenava a igreja na região de Itaquera, na zona leste de São Paulo. A promessa era de que o grupo seria levado para o México, onde cada integrante ganharia um salário de US$ 1.300 por mês, equivalente a R$ 4.000.

No entando, para ganhar esse dinheiro, cada um precisaria desembolsar R$ 5.000 pela viagem, tudo pago antecipadamente para o bispo. No dia da viagem, marcada para 27 de maio, o bispo sumiu. Desligou o telefone e fugiu de casa. Dupuy Valere, de 28 anos, e os outros sete haitianos tiveram todos os documentos levados.

A Igreja Mundial do Poder de Deus confirmou que Anderson Rezende era bispo da entidade evangélica, mas alega que ele se desligou em junho do ano passado para abrir uma nova igreja. Anderson usou recibos e fichas de inscrição com a identificação da entidade. Além disso, fez reuniões com os haitianos sobre a viagem ao México dentro da unidade de Itaquera.

A Igreja Mundial do Poder de Deus nega que contrate missionários para países estrangeiros. O pastor Felipe Leite, braço direito do bispo Roberto Santana, que comanda a Mundial, afirma que a igreja não compactua com essa atitude.

A reportagem da CBN tentou contato pelo celular com Anderson, mas ele não atendeu as ligações. A Polícia Civil investiga o paradeiro e supostos cúmplices do crime. Ele deve responder por estelionato.

Fonte: CBN

Ministério Público Federal vai investigar agressão a símbolos cristãos na Parada Gay

VEJA O VÍDEO QUE GRAVEI .
https://www.youtube.com/watch?v=Mznp8zMnnV4&feature=share


A transexual Viviany Beleboni, 26, que interpretou a crucificação, disse estar aterrorizada com as ameaças recebidas, mas que não se arrepende.

O gesto ofensivo da militância homossexual contra os símbolos cristãos entrou no radar do Ministério Público Federal (MPF), que investigará a manifestação a pedido de parlamentares.

Rodrigo Delmasso (PTN-DF), deputado distrital, entrou com uma representação no MPF alegando crime de intolerância, de acordo com informações do jornalista Lauro Jardim, da revista Veja. Delmasso é pastor da Igreja Sara Nossa Terra no Distrito Federal

Outro que se posicionou cobrando providências, e apresentou uma representação no MPF, foi o senador Magno Malta (PR-ES). Em um discurso no plenário do Senado, Malta disse que os ativistas gays “passaram do limite” em seu direito a protestar, e fizeram ofensas graves aos símbolos de uma religião.

“Expresso o meu repúdio, a minha insatisfação à maneira indigna como se comportaram, afrontando uma sociedade cristã deste país. Dois anos atrás eles [ativistas gays] foram à avenida e levaram símbolos religiosos, da Igreja Católica e o usaram em posição sexual, em pleno desrespeito a um povo, os católicos deste país. Mas no final de semana passado, eles passaram dos limites”, afirmou o senador, que também enviou um ofício à Petrobras e à Caixa Econômica Federal questionando o valor gasto no patrocínio ao evento.

O arcebispo de São Paulo, d. Odilo Scherer, emitiu nota sobre o episódio. "Entendo que quem sofre se sente como Jesus na cruz. Mas é preciso cuidar para não banalizar ou usar de maneira irreverente símbolos religiosos, em respeito à sensibilidade religiosa das pessoas. Se queremos respeito, devemos respeitar", disse.

Na madrugada desta segunda (8), o deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC) postou mensagens em uma rede social criticando a manifestação. Ele acusou os organizadores da parada de debocharem da fé cristã e disse que, ao ser contrário a esse tipo de ato, não exerce preconceito nem intolerância, somente a liberdade de expressão e religiosa.

Presidente da Comissão de Direito Constitucional da OAB-SP, Marcelo de Oliveira Fausto Figueiredo não vê crime no ato. "Foi uma manifestação forte, mas a meu ver estava dentro da liberdade de expressão."

Cruz

O transexual que ficou “pregado” à cruz durante a Parada Gay, Viviany Beleboni, 26 anos, afirmou ao G1 que seu gesto tinha a intenção de “representar a agressão e a dor que a comunidade LGBT tem passado”.

“Nunca tive a intenção de atacar a igreja. A ideia era, mesmo, protestar contra a homofobia”, disse, afirmando que é espírita.

Ao final, Beleboni diz que a mensagem “basta de homofobia” que estampou a cruz onde estava, é o resumo do que pretendia transmitir: “Usei as marcas de Jesus, que foi humilhado, agredido e morto. Justamente o que tem acontecido com muita gente no meio GLS, mas com isso ninguém se choca. […] As pessoas não sabem ler? Coloquei a placa justamente para ficar claro que era um protesto. E mais: tudo bem encenar a paixão de cristo, mas quando é um travesti não pode, não é?”, questionou.


Fonte: Gospel Mais e Folha de São Paulo

Lula foi pego! Finalmente! Brasiiiiiiiiiillllll!


EX-PR-LULA-Coletiva-com-blogueiros-03
A melhor notícia do dia – quiçá do mês, do ano, da década… – está no Estadão:
“A Camargo Corrêa pagou R$ 3 milhões para o Instituto Lula e mais R$ 1,5 milhão para a LILS Palestras Eventos e Publicidade, de Luiz Inácio Lula da Silva, entre os anos de 2011 e 2013.
É a primeira vez que os negócios do ex-presidente aparecem nas investigações da Operação Lava Jato, que apura um esquema de cartel e corrupção na Petrobrás com prejuízo de R$ 6 bilhões já reconhecidos pela estatal.
São três pagamentos de R$ 1 milhão cada registrados como ‘Contribuições e Doações’ e ‘Bônus Eleitoral’ para o Instituto, aberto por Lula após ele deixar a Presidência da República, em 2011.
A revelação sobre o elo da empreiteira – uma das líderes do cartel alvo da Lava Jato – com Lula consta do laudo 1047/2015, da Polícia Federal, anexado nesta terça-feira, 9, nos autos da investigação.”
Coisa linda. Finalmente.
O Instituto Lula e a empresa de palestras do petista aparentemente serviram para esquentar o dinheiro recebido da Camargo Corrêa.
Agora é a vez de Sérgio Moro esquentar uma porção de lula.
Brasiiiiiiiiiillllll!

PALAVRA DO DIA - COLHENDO O QUE SE PLANTOU

Pastor diz que igreja está aberta para Naldo, se ele quiser

Jaime Soares, pastor da Assembleia de Deus de Bonsucesso, igreja da Zona Norte do Rio que era frequentada por Naldo Benny desde antes da...