Postagens

Mostrando postagens de Junho 15, 2015

Jean Wyllys e seu grupo festejam . BÍBLIA GAY VEM AI

Imagem
“No Congresso Nacional tem mais de 800 projetos para detonar os conceitos cristãos”, alertou. “Sabe qual é o jogo? O jogo é esse: se destrói os valores morais da sociedade, destrói tudo”, continua. “Destrói a família, destrói casamento, destrói autoridade, destrói valores morais para construir um novo paradigma sustentado na libertinagem, na safadeza, no aborto, nas drogas…” ( SILAS MALAFAIA ) 
ESSA NOTÍCIA É TÃO REAL  QUE NESSES DIAS OS GAYS METIDOS A EVANGÉLICOS LANÇARAM A BÍBLIA GAY , ONDE JÁ NÃO CONSTA MAIS ESCRITO A PALAVRA HOMOSSEXUAL . O FINAL ESTA CHEGANDO .

A homossexualidade continua a ser uma questão amplamente debatida e a Bíblia tradicionalmente é vista como um documento que condena a relação sexual de pessoas do mesmo sexo. Por isso, alguns editores anônimos afirmam que chegou a hora de reinterpretar as Escrituras para criar uma tradução favorável a gays e lésbicas. Ela é chamada de “Bíblia Rainha James”, pois segundo o grupo responsável pela sua edição, o Rei James da Ingla…

4º SALÃO INTERNACIONAL GOSPEL DE 06 A 08 DE AGOSTO DE 2015 NO EXPO CENTE...

Imagem

O que Dilma está fazendo com nossos filhos!

Imagem

PALAVRA DO DIA - RESISTINDO AO DIABO .

Imagem

MÍDIA PODRE - ONDE TUDO E TODOS COOPERAM COM O DIABO .

Imagem
Estamos vivendo tempos de escuridão total nas mídias televisivas , impressas e faladas . 
É de amargar quando notamos que todas as maiores empresas de jornalismo estão pendendo para a causa gay , até mesmo como imposição da ONU .
O Escritório do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos (ACNUDH) lançou um novo manual sobre orientação sexual e identidade de gênero, colocando a agenda gay diretamente nas leis internacionais de direitos humanos. O manual, de 60 páginas, foi feito para que os Estados entendam as suas obrigações e os passos que devem seguir para implementar a agenda gay em suas sociedades. O livro também fornece instruições para que os ativistas gays possam responsabilizar seus governos pelo descumprimento das leis de “direitos humanos internacionais” — descumprimentos que podem ser interpretados, por exemplo, quando as escolas não fornecem educação homossexual ou quando as redes sociais, como internet e televisão, não proíbem a veiculação de mensagens contrárias às p…