segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

EU VIVEREI O MILAGRE DE MANASSES E EFRAIM

José do Egito é um grande exemplo de vida para todos nós, pois José aprendeu a vencer as dificuldades. Foi jogado numa cova pelos próprios irmãos, vendido como escravo, preso por uma armadilha da mulher de Potifar, traído pelo copeiro chefe que se esqueceu de ajudá-lo a sair da prisão. Se José fosse contar com problemas viveria uma vida amargurada e não conseguiria ir adiante.
José sempre se lembrava dos sonhos de Deus para sua vida e para alcançar este sonho, precisou tomar uma decisão em sua vida de libertar-se de seu passado. Quando José chegou ao governo do Egito, antes de vir a fome (v.50). Quando José decidiu passar por uma mudança, resolveu usar os nomes de seus dois filhos para representar a obra de restauração em sua vida.
Como ser liberto do passado?
Vamos aprender como José conseguiu alcançar o sonho de Deus para sua vida e marcou sua libertação através dos nomes de seus filhos:
 1- Manassés > ESQUECIMENTO: v.51 “ao primogênito chamou Manassés, pois disse: Deus me fez esquecer de todos os meus trabalhos e de toda a casa de meu pai”
Quando nasceu o primeiro filho de José, sua vida estava tão abençoada que ele percebeu que havia se esquecido de todo sofrimento que viveu e das dores que sentiu. Por isso José chamou seu filho primogênito de Manassés com o sentido de ‘esquecimento’. Se José ficasse pensando no passado não conseguiria ir adiante.
Nossas vidas são marcadas muitas vezes por lutas e dificuldades que vão formando cicatrizes em nossa alma. Precisamos nos libertar do passado e saber que “aquele que está em Cristo é nova criatura, as coisas antigas já passaram, eis que tudo se fez novo” (II Coríntios 5.17). É necessário renovar a mente (Romanos 12.2), acreditar que Deus pode fazer “novas todas as coisas” (Apocalipse 21.5).
Sua vida só vai melhorar quando você se esquecer de tudo que ficou para trás. Creia Deus pode apagar seu passado, pois o Senhor “lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar” (Miquéias 7.19).
O que você precisa esquecer?
Deixe Deus apagar seu passado!
                              
2- Efraim > PROSPERIDADE: v.52 “ao segundo chamou-lhe Efraim, pois disse: Deus me fez próspero na terra da minha aflição”
Quando nasceu o segundo filho de José, colocou-lhe o nome de Efraim que significa ‘duplamente frutífero’. Com isso estava profetizando que chegou o tempo para realizar o sonho de Deus em sua vida.
A vida José havia prosperado grandemente depois que interpretou o sonho de Faraó e ensinou a estratégia de guardar mantimentos em celeiros para o tempo da fome, ao ponto de faraó dar a José o seu próprio anel de autoridade (v.42). Deus prosperou tanto o governo de José que “havia fome em todas as terras, mas em toda a terra do Egito havia pão” (v.54). José tornou-se tão poderoso que quando o povo procurou Faraó para pedir alimento, este mandou que fossem a José e fizessem o que ele mandasse (v.55).
Deus quer prosperar sua vida e realizar todos os seus sonhos, mas você precisa se apropriar do que Deus tem para você (Salmos 37.4). Creia na promessa do Senhor que “em lugar da vossa vergonha, tereis dupla honra; em lugar da afronta, exultareis na vossa herança; por isso, na vossa terra possuireis o dobro e tereis perpétua alegria” (Isaías 61.7).
Não aceite nada menos do que aquilo que Deus prepara para sua vida que é a “vida e vida em abundância” (João 10.10), pois quem tem a vida abundante, não passa falta do Pão da Vida que é Jesus (João 6.35). Assim como José tinha uma unção de prosperidade, Deus quer abrir portas e confirmar o trabalho de suas mãos (Salmos 90.17).
Você precisa de uma bênção?
Deus vai te abençoar em dobro!
Esqueça o passado e prospere!
-CONCLUSÃO: Gênesis 48.20 “Em ti abençoará Israel, dizendo: Deus te faça como a Efraim e como a Manassés” 
Quando José foi pedir a bênção de seu pai para seus filhos, colocou os dois rapazes diante do idoso Jacó em ordem de idade, o mais velho à direita para receber a bênção da primogenitura e o mais moço à esquerda para receber apenas a bênção paternal. Contudo Jacó cruzou as mãos e colocou a mão direita na cabeça de Efraim e a esquerda em Manassés. José corrigiu seu pai e Jacó lhe disse que fez de propósito, pois Efraim representava a prosperidade e Manassés o esquecimento do passado de tristeza. Então José aceitou a bênção com Deus mostrara (Gênesis 48.12-22).
É preciso passar por estas duas bênçãos para encontrar o sonho de Deus. A bênção de Manassés foi “esquecendo-me das coisas que para trás ficam” e a bênção de Efraim “avançando para as que diante de mim estão” (Filipenses 3.13). Esquecer significa não sentir dor mesmo que as marcas ainda estejam presentes. Prosperidade significa avançar e crescer. É isso que Deus quer para você, que se esqueça das dores do passado que te paralisam e prossiga adiante com seus sonhos.
Quer se libertar do passado e prosperar?


Declare: Manassés ficou pra trás,
     Efraim é o que Deus tem pra mim!


VIA  GRITOS DE ALERTA

Escândalo: ministro de Dilma recebe advogados de empreiteiras

 José Eduardo Cardozo teria recebido no Ministério da Justiça advogados da Odebrecht, UTC e Camargo Correa, todas envolvidas na Lava-Jato.

Ministro desmentiu informação de que teria tranquilizado advogados das empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras.

Segundo revelação da Folha, aos advogados Cardozo teria dito: “fiquem tranquilos, o Supremo vai acabar soltando eles” e que o governo usaria seu poder para ajudar as empresas no Superior Tribunal de Justiça, no Supremo Tribunal Federal e na Procuradoria Geral da República.

Fonte: O Globo 

Ministro da Justiça recebeu advogados da Odebrecht em seu gabinete

Encontro consta da agenda oficial de José Eduardo Cardozo, divulgada no site da Pasta, mas sem detalhar o assunto

Ministro da Justiça não deixa claro teor do encontro com advogados de empreiteiras da Lava-Jato
Ministro da Justiça não deixa claro teor do encontro com advogados de empreiteiras da Lava-Jato
Leia também: Petrolão: Joaquim Barbosa pede cabeça do Ministro da Justiça
BRASÍLIA - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, recebeu em uma audiência em seu gabinete, no dia 5 deste mês de fevereiro, três advogados representantes da empreiteira Odebrecht, envolvida na Operação Lava-Jato. O encontro consta da agenda oficial do ministro, divulgada no site da Pasta, mas sem informar que os advogados representam a construtora, nem detalhar o assunto. Outros encontros com defensores de empreiteiros teriam acontecido. Na sexta-feira, a revista “Veja” informou que o ministro se reuniu com Sérgio Renault, advogado da empreiteira UTC, e com o ex-deputado Sigmaringa Seixas. Na edição de ontem, a “Folha de S. Paulo” noticiou que ele teria tido ao menos três encontros neste mês com advogados da própria UTC e da Camargo Correa.
“Audiência com os senhores Pedro Estevam Serrano, Maurício Roberto Ferro, Dora Cavalcanti e com a participação do secretário-executivo do Ministério da Justiça, Marivaldo Pereira. Pauta: Visita Institucional”, é como está escrito na página da internet. Serrano e Dora são advogados da construtora; Ferro é vice-presidente jurídico.
A Odebrecht foi citada na delação premiada do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. De acordo com ele, a construtora teria lhe pagado US$ 31,5 milhões em propina. Ele afirmou que o dinheiro era depositado em contas na Suíça pelo operador Bernardo Freiburghaus, dono da Diagonal Investimentos. Ainda segundo Costa, os US$ 31,5 milhões foram depositados entre os anos de 2012 e 2013 em quatro ocasiões. Ele disse que a propina foi enviada pela construtora para quatro contas correntes diferentes em nome de empresas criadas por ele. A Odebrecht negou as acusações, que qualificou como “calúnias”.
Agenda do Ministro JosÉ Eduardo Cardoso
Agenda do Ministro JosÉ Eduardo Cardoso
Cardozo confirmou ao GLOBO que se reuniu com os representantes da empreiteira – que ele não quis identificar. De acordo com o ministro, os advogados foram atendidos porque haviam feito um pedido formal de audiência. Cardozo afirmou que os advogados foram apresentar duas representações denunciando supostas irregularidades em fatos que envolvem a Operação Lava-Jato. No entanto, não quis dizer do que se tratava.
– As representações tramitam em sigilo e foram encaminhadas aos órgãos responsáveis, sendo informadas as autoridades competentes. Foi feita uma ata da reunião – declarou.
O ministro disse que essa foi a única reunião que manteve com advogados de empreiteiras envolvidas no escândalo que investiga pagamento de propina a funcionários da Petrobras e políticos. A agenda de Cardozo, porém, não é detalhista. Ele passa meses sem anotar nenhuma atividade. Segundo o ministro, ele age como os demais colegas e, quando não há informação divulgada é porque ele está em despachos internos.
ENCONTRO NA ANTESSALA
Na sexta-feira, a revista “Veja” informou que o ministro se reuniu com Sérgio Renault, advogado da empreiteira UTC, e com o ex-deputado Sigmaringa Seixas. Na edição de ontem, a “Folha de S. Paulo” noticiou que ele teria tido ao menos três encontros neste mês com advogados da própria UTC e da Camargo Corrêa.
Cardozo negou que tenha atendido Renault. De acordo com ele, os dois apenas se cumprimentaram na antessala de seu gabinete. O ministro afirmou que estava reunido com Sigmaringa para tratar de assuntos pessoais, e Renault passou no ministério para dar uma carona a Sigmaringa e levá-lo para almoçar. O encontro entre Cardozo e Renault, segundo o ministro, teria acontecido quando ele acompanhou Sigmaringa até a porta de seu gabinete.
– Foi um encontro rápido, onde apenas trocamos cumprimentos. Eu o conheço há muitos anos e somos amigos. Não falamos nada sobre a Lava-Jato – declarou.
O ministro também afirmou que em nenhum momento teria tranquilizado advogados das empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras.
– Se alguém está dizendo isso, mente. Eu nunca falaria isso, em hipótese alguma. Se há advogados espalhando esse tipo de boato é porque devem estar irritados pelo trabalho que o Ministério da Justiça, por meio da Polícia Federal, tem feito.
O GLOBO procurou a assessoria da Odebrecht, mas, até o momento não obteve resposta.
 

Ministro da Justiça encontra advogados de empreiteiras da Lava-Jato

Reportagens da ‘Veja’ e ‘Folha’ revelam que José Eduardo Cardozo deu orientações aos defensores do executivos presos

Fonte: O Globo
RIO – O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, encontrou-se com advogados que defendem as empreiteiras acusadas de envolvimento na Operação Lava Jato. De acordo com publicações do jornal “Folha de S. Paulo” e da revista “Veja”, os defensores das empresas, como UTC e Camargo Corrêa, tentavam uma ajuda do governo para soltar os executivos que estão presos.
No encontro com Renault, Cardozo teria dito que os rumos da Operação Lava-Jato mudariam radicalmente, segundo a revista “Veja”. O ministro ainda teria orientado a UTC a não fechar um acordo de delação premiada e afirmado que as investigações do caso envolveria nomes da oposição.
Outros advogados que tiveram contato com Cardozo no Ministério da Justiça disseram que ouviram respostas como “fiquem tranquilos, o Supremo vai acabar soltando eles” e que o governo usaria seu poder para ajudar as empresas no Superior Tribunal de Justiça, no Supremo Tribunal Federal e na Procuradoria Geral da República, revelou a “Folha”.
Por meio de nota, Cardozo confirmou uma reunião com o advogado Sergio Renault, da UTC, mas negou que eles tinham tratado sobre a operação que investiga irregularidades e pagamento de propina na diretoria da Petrobras . O ministro afirmou que o encontrou durou dois minutos e que é sua obrigação receber advogados.


Read more: http://www.jogodopoder.com/blog/politica/escandalo-ministro-de-dilma-recebe-advogados-de-empreiteiras/#ixzz3Ruiagbou

Caio Fábio pode ser chamado para depor sobre Lula, na operação Lava Jato

Caio Fábio Nesta sexta-feira (8), o site O Antagonista informou que integrantes do Ministério Público Federal (MPF) poderão chamar o pas...