sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Após orações Said Musa é liberto da prisão

Após orações 
Said Musa é liberto da prisão

Segundo ministério Christian Concern Musa está seguro em outro país
A Bíblia orienta a confessar as culpas uns aos outros, e orar uns pelos outros, para que sareis. “A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos” Tiago 5.16.

Desde o ano passado muitos cristãos estavam orando pela libertação do cristão Said Musa e semana passada a oração produziu o resultado esperado, a libertação do afegão.

Said Musa, que perdeu a perna de uma mina terrestre enquanto servia o exército afegão, trabalhou com amputados companheiros do Comitê Internacional da Cruz Vermelha há 15 anos e há oito se converteu ao cristianismo. Ele foi preso em maio e provavelmente seria executado por se converter do islamismo para o cristianismo.

O International Christian Concern (ICC) relata que Musa foi liberto da prisão na semana passada. "O convite veio no 21 de fevereiro de um funcionário da Embaixada dos EUA em Cabul, confirmando que Said Musa foi para outro país em segurança".

Durante as últimas semanas, a história de Musa ganhou a atenção na Europa e nos Estados Unidos, com artigos publicados no London Sunday Times e The Wall Street Journal, juntamente com uma campanha pelo Twitter.

Musa, que foi sexualmente e fisicamente abusados na prisão, foi discretamente transferido para uma prisão diferente no ano passado depois que ele escreveu uma carta ao presidente Barack Obama detalhando o abuso e implorando por ajuda. Sua esposa e seis filhos fugiram para o Paquistão.

Mas enquanto a família de Musa comemora e agradece a Deus, a família de Shoaib Assadullah, um cristão afegão preso por dar uma Bíblia a um homem que depois denunciou às autoridades, chora porque ele está preso.


O CPAD News relatou os esforços para libertar o cristão Said Musa:


Cristão afegão preso e maltratado por confessar a Cristo escreve a Obama

Fundo Barnabé lança campanha para salvar cristão

Aliança Evangélica Global: Execução de afegão é ilegal

Líderes cristãos lançam campanha no Twitter para evitar a execução de Said Musa



Fonte: Charisma News / Redação CPAD News

Uma mensagem a todos os membros de Uniao de Blogueiros Evangelicos


Olá!

Que bom! É um prazer contar com sua presença na comunidade União de Blogueiros Evangélicos - UBE Blogs.

Convidamos você a estar conosco em todas as redes sociais que o UBE Blogs está.

UBE Blogs no Orkut

Além da comunidade no site de relacionamentos Ning, existe também a comunidade Blogueiros Evangélicos no Orkut, com há a mesma filosofia e cerca de quase 4 mil agregados.

Os conteúdos das comunidades do Orkut são indexados pelo Google para que os internautas o vejam em seus resultados de pesquisa quando procurarem por conteúdo relacionado. Através da Blogueiros Evangélicos, diferente de todas as comunidades existentes naquele site de relacionamentos, há liberdade e incentivo para você fazer com que seu blog possa ganhar maior visibilidade.

Então, nada mais natural que aproveite essa oportunidade! Conheça e faça parte dela. Intregue-se:aqui 

UBE Blogs no Facebook

Recententemnte inaugurado, o espaço é dedicado ao atendimento da classe de internautas blogueiros. Incentiva o ontato do blogueiro com a Blogosfera Cristã. Mural, informações, fotos, e espaço para troca de opiniões. Integre-se, increva-se

UBE Blogs no Twitter

Participe da versão UBE Blogs no microblog mais popular da Internet. Ali poderá conhecer outros internautas blogueiros, ler novidades e trocar informações.Acesse: aqui

Selos UBE Blogs

Tenha em seu blog um dos selos / banners que disponibilizamos para você. Após usá-lo, todos saberão que faz parte de uma turma de internautas cristãos de fala portuguesa, que são, aproximadamente, 12 mil blogueiros reunidos.

Existe uma grande variedade de escolha de selos/banners e com certeza um dos layouts que disponibilizamos combina com o layout do seu blog. Pegue o seu: Selos Clássicos

E.A.G.
Administração UBE Blogs 
Visite Uniao de Blogueiros Evangelicos em: http://ubeblog.ning.com/?xg_source=msg_mes_network

Século 20... o século dos mártires!



martyrs
"O século 20 teve mais mártires do que os 19 séculos anteriores combinados", diz o Bispo de Vannes, Bispo Centene em um artigo publicado na revista "cristãos em Morbihan. E o prelado recorda ainda, "os cristãos são a maior minoria oprimidos e perseguidos pelo mundo inteiro."
Bispo Centene explica que os perseguidores tem muitas faces. "Aqui estão as ideologias do nazismo e do marxismo que negam a Deus e combate os crentes fortemente. (...)  os cristãos são transformados em cidadãos de segunda classe, ou simplesmente excluídos em nome de Deus. Em muitos países com maioria muçulmana ou hindu, a conversão e a expressão pública da fé cristã são proibidos e violentamente reprimidas pelas autoridades públicas e autoridades religiosas. "

No entanto, a peculiaridade do século 20 é, sem dúvida, na evolução dos países ocidentais, que depois de ter sido moldada por séculos de fé cristã, estão "atravessado por uma onda de cristianofobia. Para o Bispo Centene ", esse desejo de limitar a fé cristã e da cultura na esfera privada de consciência, mesmo negando os fundamentos da sociedade ocidental tende a impor uma ditadura da razão positiva que exclui Deus da vida da organizações comunitárias e públicas, privando assim o homem de critérios de discernimento para a extensão de sua dignidade ".

Davos: as igrejas protestantes discutem a guerra no Afeganistão


davos
Qual é o papel do Ocidente no Afeganistão? no coração de Davos, o 9° Fórum Aberto  a espinhosa pergunta durante a primeira noite: "Os americanos estão financiando as ações do Talibã?", iniciou o correspondente SF Ulrich Tilgner.


De Cabul a Grisons. A viagem programada pela Federação das Igrejas Protestantes da Suíça (FSPC) atraiu um batalhão de mais de 450 curiosos quinta à noite. No palco, cinco ilustres convidados respondiam ao apelo do Fórum Aberto.

A vitória através das armas? A que preço?
Entre eles, o jornalista alemão Ulrich Tilgner, conhecedor da região, que se mostrou muito crítico ao fazer um balanço depois de mais de nove anos de presença militar no oeste do Afeganistão. "A vitória militar é possível, mas a que preço? (Nota: há incontáveis bilhões de dólares gastos desde 2001), "perguntou ele. "Claramente, nós não podemos pagar esta guerra", disse Tomasz Radoslaw Sikorski, ministro do Exterior polonês, e como líder político de cerca de 2.600 cidadãos polacos envolvidos no campo.

E o político, acrescentou: "Este país não nos pertence. "Isso significa que a ISAF (International Security Assistance Force) deixará em 2014, quando o presidente dos EUA Obama também retirar as suas tropas? Alguém poderia pensar que ouvir o empresário afegão Haroon  Kharga  empresário do cantor Farhad Darya, a verdadeira estrela local e fervoroso militante dos Direitos Humanos. "Nós agora podemos contar com uma democracia, um parlamento, um governo. E graças aos ocidentais ", argumentou. É verdade?

"Você poderia deixar o país enquanto as nossas crianças sofrem? "

"Você prometeu nos ajudar e você iria deixar o país enquanto as nossas crianças sofrem de doenças e fome? " Sakena Yacoobi, Presidente e Diretor do Instituto afegã de aprendizagem, não mediu suas palavras. Muito activo na frente da educação, o ativista pelos direitos das mulheres não escondeu seu temor de uma retirada das tropas. "Se as mulheres podem expressar-se politicamente (nota: elas representam 60% da população), eles devem primeiro aprender a ler e escrever", ela exclamou. No entanto, se a situação melhorou consideravelmente e que as mulheres estão estudando, por exemplo, na escola de medicina, isto acontece apenas com uma minoria delas.

Recorde de Mortalidade infantil,  êxodo em massa, conflitos étnicos, a concentração da riqueza em 5% dos afegãos: o quadro, de Cabul à Kandahar, parece bem negro.


Encare  os problemas do mundo como seus também

"Não estamos fora dos grandes problemas do mundo, principalmente os étnicos. "Para Simon Weber, porta-voz do FSPC, é o que tenta mostrar o Fórum Aberto desde 2003. Os temas da guerra no Afeganistão e a crise do euro nesta quinta-feira mostrou a abertura da 9 ª edição fo Forum, introduzido pelo novo presidente guarda suíça Reformada, Pastor Gottfried Locher.

Independência do Fórum Aberto

Todos os convidados são escolhidos com o acordo dos líderes do WEF, que também assume alguns dos custos associados com a organização do Fórum. "Mas mantemos a nossa independência de escolha", diz Simon Weber. As discussões são conduzidas por experientes jornalistas  (que são transmitidos ao vivo pelo canal alemão SF).

Mas  também são discutidos os problemas que afetam a vida da Igreja? O debate de sexta-feira sobre o tema "Fé e as Igrejas" responderá a esta questão.

Afeganistão/ Said Musa diz:''Estou pronto para morrer por Cristo''

saidmusa-1
Cristão de origem muçulmana, Said Musa está preso desde maio de 2010 e poderá ser condenado à morte por sua fé.
"Eles me perguntaram se eu era verdadeiramente cristão. Eu disse a eles: ''Eu sou um cristão, cem por cento! Eu creio no filho de Deus Todo-Poderoso, Ele é meu Senhor e Salvador. Disse-lhes que a única maneira de chegar a Deus é ter fé em Jesus Cristo. É o caminho, amor, vida eterna, a verdade,''é realmente Deus. "
Quando perguntado por que ele não aceitou o Islã e porque ele preferiu o cristianismo, Said Musa disse: "Pela  vida eterna, amor, honestidade e sinceridade. Fraternidade entre irmãos e irmãs, gentileza, humildade e o mais importante, o fato de amar nossos inimigos como a nós mesmos. "

Confrontado com a ameaça de punição, Said Musa, diz calmamente está "pronto" e testemunha a  seus acusadores: "Meu Salvador deu a Sua vida por mim. Eu não tenho medo dos homens. Eles só podem matar o meu corpo, mas não pode ferir a minha alma. Eu nunca traí a minha fé. Sem Jesus, que significa vida neste mundo ou depois desta vida? ... Nada! "

Posse e despedida de presidentes da AD de Joinville

Posse e
 despedida de presidentes da AD de Joinville

Culto de transmissão de cargo do pastor presidente Arcelino de Melo para o pastor Sérgio Melfior será no dia 06 de março
No dia 06 de março, às 19h, será realizado o culto de transmissão de cargo do pastor presidente Arcelino de Melo para o pastor Sérgio Melfior, no templo sede da Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Joinville (IEADJO).
 
O presidente da IEADJO, pastor Arcelino de Melo, após o falecimento do pastor Valmor Leonel Batista, no dia 26 de novembro de 2006, assumiu a Igreja por determinação da Junta Executiva da Convenção Catarinense. Nos quatro anos de administração, a Igreja cresceu numericamente, agregando quatro mil novos crentes, construção e ampliação de vários templos espalhados pela cidade, o acréscimo de novos distritos e congregações. Hoje a IEADJO conta com 35 distritos e 145 congregações. Incentivou as melhorias da faculdade teológica que em breve estará recebendo a autorização do MEC para curso de teologia, apoiou o aumento de potência da emissora 107,5 FM para 5 KW, incentivou a programação dinâmica da emissora, colocando-a no topo da lista de emissoras mais ouvidas em Joinville.

Além disso, é o presidente da Convenção das Igrejas Evangélicas Assembléias de Deus de Santa Catarina e Sudoeste do Paraná (CIADESCP) e segundo secretário da CGADB. No dia 06 de março deixa a IEADJO com 35 anos de integração e 27 anos de ministério dedicados na presidência de diversas igrejas no estado catarinense: São Bento do Sul, Curitibanos, Otacílio Costa, Concórdia, Içara, São José, Chapecó, Criciúma e Joinville.
 
Quem assumirá a IEADJO será o pastor Sérgio Melfior, primeiro secretário da CIADESCP e presidente da IEAD Caçador/SC. Nascido em Trindade do Sul/RS, em 08 de dezembro de 1963, aceitou a Jesus aos 15 anos em Xaxim/SC, aos 16 começou a pregar e destacou-se na liderança da juventude e trabalhou como auxiliar em pontos de pregações e programas de rádio na cidade.

Aos 21 anos casou-se com Maria Helena e dessa união nasceram três filhos: Eliseu, Eliã  e Lucas. Foi separado ao diaconato e ao presbitério da Igreja na cidade de Xaxim/SC. Por indicação do pastor José Paulo Evaristo e a convite do pastor Arcelino Victor de Melo, saiu para trabalhar integralmente na Obra do Senhor nas cidades de: Itá, Ipumirim, Concórdia, Caxambu do Sul, Chapecó, Lages, Blumenau, Fraiburgo e Caçador. É formado pela EETAD - Escola de Educação Teológica das Assembléias de Deus (Campinas - SP) e graduado em Teologia pela FAETEL-SP.

Trabalhou como vice-presidente de três pastores: Leonel Tavares da Silva, Arcelino Victor de Melo e Nilton dos Santos. Sua primeira presidência foi na cidade de Fraiburgo/SC, onde deixou o Templo Sede praticamente concluído, oito novas congregações foram agregadas e o trabalho cresceu. No dia 01 de janeiro de 2007 assume a IEAD de Caçador/SC, e “amplia a tenda”. Igrejas são construídas e reformadas, o departamento de discipulado ganha espaço, e é implantado os Departamentos de Adolescentes e de Casais. A Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Caçador possui hoje 22 Congregações e inúmeros pontos de cultos, 15 obreiros integrados e 32 missionários espalhados por todo o mundo.
 
O pastor Arcelino de Melo deixará a presidência da IEADJO aos 65 anos e, deseja, na vontade de Deus, dedicar-se apenas à presidência de nossa convenção catarinense, na qual nos últimos cinco anos adquiriu um grande terreno para a construção da sede própria da CIADESCP em Itajaí/SC. “O nosso desejo, se Deus quiser, é construir um grande prédio para receber com muito carinho os 1,5 mil pastores que temos em nosso estado catarinense e no sudoeste do Paraná”, salientou o pastor.
 
 
Fonte: Assessoria de Comunicação do IEADJ

No Piauí, pastores são esquecidos em solenidades oficiais

No Piauí, pastores são esquecidos em solenidades oficiais

Lei determina que eventos deem vez a ao menos dois credos
A posse dos deputados estaduais no início do mês reascendeu a polêmica sobre direitos dos evangélicos no Estado Laico. A presença apenas de representante da Igreja Católica na Assembleia Legislativa foi alvo de críticas de entidades que pedem a presença de alguém dos credos em solenidades oficiais. E não se trata apenas de um pedido, mas cobrança para que a Lei número 5112, sancionada em 13 de dezembro de 1999, seja cumprida.
Diz a Lei prosposta pelo deputado estadual Hélio Isaias (PTB) (foto) que "As solenidades oficiais promovidas pelos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, quando da participação das autoridades eclesiásticas, de forma facultativa, deverão contar com a presença de representantes de pelo menos dois credos religiosos".
O pastor Robson Marcelo, presidente da Associação Interdenominacional de Pastores do Piauí, pretende solicitar audiência pública com deputados estaduais e o Ministério Público para tratar desse e outros temas, como a permanência de imagens sacras, objetos do catolicismo, em órgãos públicos. Segundo ele, os evangélicos se sentiram discriminados por não terem representante na posse dos deputados, mesmo tendo procurado o cerimonial antecipadamente.
"Não somos contra a Igreja Católica. Somos contra a Assembleia Legislativa não contemplar as outras religiões", disse o pastor, lembrando que na oportunidade foram empossados deputados evangélicos. "Não reconhecer a representação de um pastor é desconsiderar o cargo", acrescentou.
Remédios Carvalho, presidente da Associação Evangélica Piauiense - AEPI -, se queixa que o descumprimento da Lei em diversas solenidades. Segundo ela, uma das raras exceções no Estado e municípios foi a posse do governador Wilson Martins em janeiro. A inauguração de prédios públicos costumam contar com um padre para benzer o local, mas pastores não são convidados.
"Se chamar um padre, tem que chamar um pastor, um representante evangélico. E isso não é cumprido. O que nós da associação pedimos são direitos iguais. Que as autoridades nos respeitem, assim como repeitam a Igreja Católica", declarou.

Fonte: Notícias Cristãs com informações do Cidade Verde

Bíblias são proibidas de entrar no Uzbequistão

Bíblias são
 proibidas de entrar no Uzbequistão

Uzbequistão ocupa o 11º lugar na lista de vigilância mundial dos países em perseguição aos cristãos
A liberdade religiosa é um direito instável no Uzbequistão. Segundo o Fórum 18 News, Pitirimov Natalya, o contador da Sociedade Bíblica do Uzbequistão foi multado por violar os procedimentos sobre a importação de dois carregamentos de Bíblias infantis em 2008 e 2010.

O Comitê de Estado de Assuntos Religiosos, que controla a censura de toda a literatura religiosa, não está permitindo que as Bíblias sejam liberadas, apesar dos apelos das igrejas locais. O juiz, neste caso, disse ao Forum 18 que as igrejas não apresentaram o seu pedido no tempo e agora as Bíblias precisam ser devolvidos à custa da Sociedade Bíblica.

Joel Griffith, da Associação Evangelho Eslavos, diz que esta é apenas outra tentativa de restringir a liberdade religiosa. "Isso é parte integrante do aumento contínuo das restrições sobre as igrejas evangélicas e entidades religiosas no Uzbequistão. E é certamente muito preocupante ver isso acontecer."

Autoridades disseram que eles confiscaram Bíblias porque a Sociedade Bíblica não deu solicitações de envio para a Comissão dos Assuntos Religiosos no tempo, e eles também alegaram que não havia necessidade de importação de Bíblias no Uzbequistão, porque "há uma versão eletrônica disponível na internet."

Griffith disse que isso é um grande erro. "Olhe o que aconteceu no Egito, na maneira que eles bloquearam a internet. Dizem que você pode obter uma versão eletrônica na internet, mas mesmo que você consiga agora, não há garantias de que poderá ter acesso amanhã.

Somente as igrejas registradas podem solicitar permissão para material de impressão ou de importação. A literatura religiosa é muitas vezes apreendida pela polícia durante os ataques e depois destruída.

Isso faz com que o alcance ao evangelho seja difícil. "Qualquer um que está fazendo o ministério pelo mundo, e especialmente em lugares como o Uzbequistão, realmente precisa trabalhar o mais discretamente possível."

Uzbequistão ocupa o número 11 na lista de vigilância mundial dos países em perseguição aos cristãos.

 
Fonte: Mission Network News

O Que A Bíblia Realmente Diz Sobre Sexo?

Terá a igreja compreendido mal os ensinamentos da Bíblia sobre a sexualidade, por mais de dois mil anos? A edição atual da revista Newsweek trás relatórios sobre o tema, que supostamente podem deixar nossa compreensão dos ensinamentos da Bíblia sobre o sexo de cabeça para baixo.



Lisa Miller, editora de religião da revista Newsweek, escreveu o artigo intitulado "O que a Bíblia realmente diz sobre sexo." Bem, a única coisa que você precisa saber de antemão é que o artigo está muito aquém do seu título.



Miller baseou seu artigo em dois livros recentes – “Deus e Sexo: O que a Bíblia Realmente Diz”, de Michael Coogan (ao lado) e “Textos Desprotegidos, Surpreendented Contradições da Bíblia Sobre sexo e Desejo”, de Jennifer Wright Knust (abaixo). Nenhum destes livros inova. Em vez disso, os livros destilam argumentos que tornaram-se comuns entre os estudiosos liberais e revisionistas bíblicos e grupos de ativistas homossexuais.


Coogan, treinado como um padre jesuíta, foi editor do Oxford Annotated Bible, um estudo bíblico favorito entre os teólogos liberais. Ele atualmente trabalha como diretor de publicações do Museu Semita de Harvard. Em Deus e o Sexo, Coogan argumenta que a condenação bíblica de diversos comportamentos sexuais e relacionamentos, não deve ser considerada normativa para hoje. Em suas palavras, os textos bíblicos sobre a sexualidade "refletem as pressuposições e preconceitos, as idéias e os ideais de seus autores." Ele argumenta que não devemos estar presos a aqueles mesmos preconceitos.



Ele rejeita a crença de que a Bíblia é, em qualquer sentido objetivo, a Palavra de Deus. Acadêmicos estudiosos bíblicos adotaram uma abordagem liberal da Bíblia, ele afirma, e diz que o problema real é que a grande multidão de freqüentadores de igreja não aderiram ao estudiosos da abordagem liberal. Coogan lamenta o fato de que não se conseguiu mudar a maneira com que não estudiosos e mesmo muitos no clero pensam a respeito da Bíblia. Ao invés, as pessoas ainda defendem que a Bíblia é a Palavra de Deus, pura e simplesmente", Que Deus é o autor das escrituras ".

Sim, é verdade, o Dr. Coogan defende essa crença.

Para seu crédito, Coogan não argumenta de forma desonesta. Ele é simples na apresentação de sua tradução dos principais textos bíblicos, pois o seu ponto principal é que a igreja não está vinculada aos "pressupostos e preconceitos" desses textos.

Jennifer Wright Knust segue um plano de jogo muito diferente em Textos Desprotegidos, embora ela compartilhe a rejeição de Coogan sobre a inspiração bíblica. Knust, que ensina religião na Universidade de Boston, baseia seu revisionismo sobre a alegação de que a Bíblia simplesmente não tem qualquer ética sexual coerente. "A Bíblia não é só contraditória, mas complexa", ela insiste. Algumas partes da Bíblia "promovem pontos de vista que, a partir de uma perspectiva moderna, são claramente imorais".

Pastora batista ordenada, Knust argumenta que a Bíblia é tão contraditória quando se trata de questões sexuais que não podemos tirar qualquer ética sexual coerente de suas páginas. Sua intenção é clara desde o início - ela quer derrubar a autoridade normativa da Bíblia em questões de moral sexual.

Lisa Miller resume os argumentos de Coogan e Knust explicando que eles tentam "Tirar a conversa sobre sexo da Bíblia e do direito religioso". Pondo os dois livros juntos, Miller explica que eles argumentam ao longo destas linhas: a primeira, que "a Bíblia é um texto antigo, inaplicável em suas particularidades para o mundo moderno." Por outro lado, que "o sexo na Bíblia é por vezes oculto." Terceiro, que "o que é proibido é permitido também." E em quarto lugar, que "interpretações aceitas são por vezes erradas."

Bem, um problema imediato com este conjunto de argumentos é que são contraditórios entre si. Está errada a própria Bíblia, ou apenas as suas interpretações? Se a Bíblia é apenas um texto antigo, que não é relevante para suas indicações para o mundo moderno, por que discutir sobre a sua interpretação? Eles precisam começar a deixar sua história alinhada.

Coogan e Knust e não conseguem nem mesmo concordar quando se trata de particularidades. Knust afirma que o Rei Davi "apreciou a satisfação sexual", com Jonathan, e que isto, assim, serve como prova de uma relação homossexual autorizada nas Escrituras. Coogan é muito cuidadoso nesse caso, sua mente de estudioso não concorda com esse tipo de argumento. Davi e Jonathan eram parceiros da aliança, ele argumenta - "mas, apesar das alegações de alguns ativistas gays, não eram parceiros sexuais."

Lisa Miller observa que "Coogan e Knust dificilmente são os primeiros estudiosos a oferecer leituras alternativas dos ensinamentos da Bíblia sobre sexo." Na verdade, quase todos os argumentos apresentados nesses livros têm estado em pauta nos últimos 30 anos. Miller afirma que é o populismo destes livros que os diferencia. "Com o título provocativo e grandes editoras, obviamente eles esperam vender muitos livros", explica. "Mas a sua maior causa é uma luta contra as interpretações "oficiais".

Em resposta a isso, Lisa Miller cita-me: "É por isso que Albert Mohler, presidente do Southern Baptist Theological Seminary, a cidadela do conservadorismo cristão, conclui a que leitura da Bíblia deve ser supervisionada pelas autoridades competentes." Gostei da minha conversa com a Sra. Miller, mas o meu ponto não era que a igreja precisa de "autoridades competentes", mas que apenas uma interpretação qualquer da Bíblia, não vai dar certo. A autoridade neste assunto é a da própria Bíblia. Aqueles que a lêem como tendo a autoridade de Deus vão ler a Bíblia de forma bastante diferente do que aqueles que a vêem como um livro humano condicionado e deformado pela fragilidade e falibilidade.

O ponto mais importante que fiz para Lisa Miller é que os intérpretes revisionistas da Bíblia estão jogando um jogo desonesto. Considere a audácia do que dizem: eles afirmam que ninguém entendeu a Bíblia corretamente por mais de dois mil anos. Nenhum intérprete judeu ou cristão da Bíblia já havia sugerido que a relação entre Davi e Jônatas era homossexual - pelo menos não até as últimas décadas. O caso revisionista é igualmente ridículo. Somente agora somos capazes de entender o que Paulo estava falando em Romanos 1? A igreja estava errada por dois milênios?

Tenho um respeito muito maior sobre a integridade intelectual do estudioso que lê a Bíblia e a interpreta honestamente, mas então a rejeita com sinceridade. Isso é muito superior às tentativas evasivas e inteligente de fazer a Bíblia dizer o que claramente ela não diz. A Bíblia é brutalmente honesta sobre a pecaminosidade humana em todas suas formas, incluindo a sexualidade. No entanto, a Bíblia apresenta uma ética sexual consistente e clara. A questão não é a falta de clareza.

O verdadeiro problema aqui não é que a Bíblia é incompreendido e que necessita de revisão. Ao contrário, o verdadeiro problema é que a ética revelada na Bíblia é rejeitada e criticada.

==

Christian Post

ESSA É DE DOER - Presbítero no Carnaval: Líder da Igreja Renascer Comandará Bateria da Mangueira “Sou um servo de Deus e acredito que as pessoas têm um dom. E acredito no plano de Deus para a minha vida. E faz parte passar por isso, estar à frente da bateria”, explica o maestro e presbítero Ailton Nunes

Presbítero da Igreja Renascer em Cristo, Ailton Nunes quer buscar a nota dez para a bateria da Mangueira. Cria da comunidade, ele vê a mão de Deus em seu dom de tocar. Quis o Criador abençoar o talento de Ailton André Nunes e ele acabou traçando seus passos no compasso do surdo de primeira. Ou melhor, da ‘Bateria Surdo Um’. Foi a paixão pelo ritmo, surgida quando ainda era moleque e rolava pelo lixão do Chalé, no Morro da Mangueira, em busca de latas e papelão para fazer tambores afinados com o calor de fogueiras, que fez o hoje presbítero, (uma espécie de líder) da Igreja ‘Renascer em Cristo’, aceitar o convite do presidente Ivo Meirelles e se tornar, há pouco mais de um mês, o novo mestre de bateria da Verde e Rosa.

Contradição com a fé? Não para Ailton, percussionista profissional, 39 anos, casado, pai de duas filhas e avô de outra menina. “Sou um servo de Deus e acredito que as pessoas têm um dom. E acredito no plano de Deus para a minha vida. E faz parte passar por isso, estar à frente da bateria”, explica o maestro, que também é um dos autores do samba que homenageia Nelson Cavaquinho, enredo da escola.

Antes de aceitar conduzir a bateria que ele conhece desde menino e da qual já chegou a ser um dos diretores — na época do primo Alcir Explosão, a quem elogia o talento —, além de primeiro repique, Ailton conversou com a família e seus orientadores na igreja.

A volta à escola, entretanto, levou 8 anos para acontecer. Foi quando, diz, “tinha outro tipo de conduta e estava perdendo a família”, acabou encontrando a igreja em seu caminho. Na caminhada de lá para cá, trabalhou com música, rodou a Europa como percussionista e reencontrou amigos no Brasil. Agora, só quer saber de unir a “Família Surdo Um” em torno de um objetivo: ganhar a nota dez para a Mangueira.

“Mas e as tentações do Carnaval?”, provoco eu ao entrevistado. “Todos nós somos pecadores. Só que tem um porém: eu tenho consciência que sou pecador, mas hoje não vivo pelo pecado”, responde, sem atravessar o discurso.



Informações O Dia - Fabiana Sobral

Pastor usa Revólver no meio do Culto para dar Tiro no Diabo

As imagens foram gravadas durante uma Cruzada de Avivamento no Sul do país. O vídeo que foi editado e postado no Youtube começa com um aviso: as armas usadas foram doadas como oferta

Aparece então outro aviso que diz “O uso destas armas foi apenas com a intenção de encenar um ato profético. O Centro de Avivamento para as Nações repudia qualquer manifestação de violência e somos totalmente contra o uso de qualquer tipo de arma.”

O apóstolo Manuel chega para o apóstolo Silvio Ribeiro e diz que as duas armas foram “entregues como missão” e a igreja aplaude. Silvio Ribeiro pede para a igreja fingir que tem uma arma na mão e, na posse das armas verdadeiras, aponta-as para baixo e profetiza:

“Ao que diz Eclesiastes 10:19 o vinho que você não gosta, e até Jesus tomava, alegra a vida e o dinheiro que você acha que não tem que falar na igreja, diabo, é a resposta para todas as coisas!”, esbraveja o apóstolo.

Em seguida ele se dirige para a igreja e pede: “agora aponta o seu 38 para baixo e repete: diabo, bala de fogo na sua cabeça!” E começam os disparos.

OGALILEO

EUA pode ter representante especializado para defender minorias religiosas no Oriente Médio e Ásia

Ministério Portas Abertas dos Estados Unidos apoiou o projeto e pediu a oração da igreja por cristãos perseguidos.

Uma organização cristã envolvida com o tema da perseguição a cristãos comentou e declarou apoio, em 22/2, à possibilidade dos Estados Unidos criarem um cargo de enviado especial do Departamento de Estado ao Oriente Médio e Sul da Ásia central para defesa dos direitos das minorias religiosas.

O deputado americano Frank Wolf apresentou recentemente um projeto de Lei com o objetivo de criar um cargo de enviado especial do Departamento de Estado ao Oriente Médio e Sul da Ásia central para defesa dos direitos das minorias religiosas.

Diante dessa possibilidade o ministério Portas Abertas dos Estados Unidos (Open Doors USA ) comentou e apoiou o projeto e aproveito a ocasião para pedir a oração da igreja por cristãos perseguidos, e outras minorias religiosas, se intensifique, especialmente no Egito, Irã, Líbia, Afeganistão, Paquistão e outras áreas de conflitos.

Segundo a organização os países como Irã, Afeganistão, Arábia Saudita, Maldivas, Iêmen, Iraque, Uzbequistão e Paquistão estão entre os 11 maiores perseguidores dos cristãos, de acordo dados da Portas Abertas em que são classificados os países segundo o grau de perseguição religiosa em seu território.

Eles acreditam que o projeto virá no momento certo já que na região o Egito, Iêmen, Tunísia e Líbia estão atraindo a atenção da mídia mundial nas últimas semanas, com os cidadãos nas ruas para protestar contra a falta de direitos humanos básicos e outras questões.

O ministério relata também que no Egito, houve vários ataques contra os cristãos desde o Natal, e que no Ano Novo um homem-bomba matou 22 cristãos numa igreja em Alexandria. Além disso, de acordo com as portas abertas, mais de 120 cristãos iranianos foram presos desde dezembro, incluindo vários que costumam se reunir em uma casa para adoração.

O Oriente Médio inclui países como a Argélia, Bahrein, Egito, Irã, Iraque, Israel, Jordânia, Kuwait, Líbano, Líbia, Marrocos, Omã, Qatar, Arábia Saudita, Síria, Tunísia, Emirados Árabes Unidos, Iêmen e também a Cisjordânia e Faixa de Gaza. Os países do Sul da Ásia Central incluem o Afeganistão, Bangladesh, Butão, Índia, Quirguistão, Cazaquistão, Maldivas, Nepal, Paquistão, Sri Lanka, Tajiquistão, Turquemenistão e Uzbequistão. Quase todos esses países estão entre os 50 mais perseguidores da lista de Portas Abertas, excetuando-se Israel, Líbano, Nepal e Cazaquistão. O enviado especial seria nomeado pelo presidente e apresentar um relatório ao Presidente e ao Secretário de Estado.

Fonte: Gospel Prime

Polícia prende suspeito de roubar R$ 20 mil de igreja em SP

A polícia prendeu um vigilante suspeito de roubar R$ 20 mil de uma igreja evangélica na região central de São Paulo.

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), o homem confessou o roubo. Os policiais conseguiram recuperar R$ 14 mil.

O dinheiro havia sido roubado no dia 14 deste mês. Armado, o vigilante surpreendeu funcionários de uma empresa de segurança que fazia o transporte do dinheiro arrecadado pela igreja, afirma a SSP. Ele estava em uma moto azul.

O homem foi encontrado e confessou o crime, segundo a polícia. O local onde estava o dinheiro foi indicado pelo próprio suspeito, afirma a secretaria.

Fonte: Folha Online

Deputados evangélicos resistem à Frente LGBT

Religiosos não querem a homofobia, por exemplo, discutida em uma frente específica na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

A batalha pelo voto entre evangélicos e não evangélicos, que ganhou força nas eleições de outubro, vai se repetir, agora, no plenário da Assembleia Legislativa. Os parlamentares ligados às igrejas protestantes prometem derrubar todas as bandeiras levantadas pela Frente pela Cidadania LGBT (lésbicas, gays e transgêneros) cujo funcionamento foi oficializado ontem.

Daniel Coelho (PV), líder da Frente, prefere ´não crer` que haverá contraposições de debates, principalmente nas questões que envolvam homofobia. ´Quando você debate as questões homofóbicas você também debate a família, porque os homossexuais podem constituir família. Então eu não vejo o porquê desse antagonismo que apresentaram`, salientou Coelho, referindo-se à resistência à formação da Frente demonstrada pelo deputado do PSC, Cleiton Collins (foto), pastor evangélico e recordista de votos nas urnas em outubro.

Coelho ressaltou que é importante levantar ´essa bandeira` para que não se repitam casos comoo de duas jovens lésbicas agredidas na terça-feira porque se beijavam em uma festa em Natal. ´Da mesma forma que há delegacia para a mulher e para a criança, queremos uma delegacia para tratar de crimes e agressões homofóbicas`, defendeu o parlamentar. O tema será um dos primeiros a serem debatidos na Frente.

A oficialização da Frente pela Cidadania LGBT sofreu forte resistência da bancada evangélica, composta por cinco deputados. Já está marcado para hoje a primeira reunião da Frente da Família como uma espécie de resistência à Frente LGBT. ´A Frente da Família é um contraponto à LGBT`, disse Collins, que vai liderar o grupo. O parlamentar promete questionar as proposições que, ao ver da bancada evangélica, sejam ´contra a família`, como a união entre homossexuais. O parlamentar lembrou que fará isso pois ´tem compromisso com os eleitores`, principalmente os evangélicos.

O presbítero Adalto (PSB), também evangélico - o segundo lugar nas urnas em outubro - fez promessa semelhante. ´Certamente haverá conflito.Toda vez que alguém subir à tribuna para levantar a bandeira do homossexualismo nós vamos defender a família`, disse. O presbítero disse que ´não vê com bons olhos` a discussão das questões homossexuais de maneira separada. ´Elas poderiam ser discutidas dentro da Comissão de Cidadania. Não há necessidade de um tratamento especial para o tema.`

O cientista político Robinson Cavalcanti vê como normal o ´barulho` que o tema provocou. ´Por séculos, concebeu-se a família como a união do homem com a mulher. As reivindicações homossexuais são recentes e o que vimos na Assembleia é um eco dos conflitos que elas causaram na sociedade`, argumentou. O também cientista político Túlio Velho Barreto acrescentou que o debate resulta da exigência dos eleitores evangélicos. ´É legítimo que o deputado defenda os interesses da sua base eleitoral, seja evangélica ou homossexual`. Mas Barreto acredita que isso não deve ´ultrapassar a discussão de direitos`, sem invadir questões morais que fugiriam à perspectiva da atuação parlamentar.

Deputados querem visibilidade para ações

Eles cresceram na Casa Joaquim Nabuco ao saltarem de três para cinco deputados estaduais. Juntos, respondem hoje por 366.777 votos e formam a bancada evangélica da Assembleia. Na união em torno da Frente Parlamentar da Família, viram um meio de garantir espaço e ´força oficial`, como define o líder do grupo, o pastor Cleiton Collins (PTC). ´A bancada evangélica não tem representação constitucional. Já com a Frente passamos a ter direitos e ganhamos espaço para discutir e enfrentar questões polêmicas`, argumentou.

A Frente da Família atende à representação do segmento evangélica e, como consequência, já anunciou que vai se contrapor à Frente LGBT, aprovada nesta semana sob forte resistência da bancada dos cinco deputados. Porém, não são apenas eles. A Frente da Família também conta com a participação de parlamentares assumidamente católicos como o deputado Eriberto Medeiros (PTC).

Collins levantou ainda um outro porquê para a criação dessa Frente, e este sem conotações religiosas. Segundo ele, toda a bancada evangélica é composta por governistas, enquanto a Comissão de Cidadania, responsável pelos temas sociais, é presidida por Betinho Gomes (PSDB), da oposição. Sem a Frente, as propostas vindas de parlamentares do grupo poderiam ser barradas na comissão por questões ´meramente políticas`.

As duas frentes também foram criadas na legislatura passada. A LGBT tinha a liderança de Isaltino Nascimento (PT), atualmente secretário estadual de Transportes. Ele relembra, apesar de tratar questões polêmicas como união homofóbica, o diálogo foi permanente entre elas, não havendo o tumulto presenciado na Assembleia nesta semana. ´Eu fazia parte das duas frentes, porque acredito que qualquer forma de preconceito está ultrapassado`, disse.

Na análise do sociólogo e cientista político Délio Mendes, o embate entre conservadores e progressistas é histórico. ´Questões de comportamento sempre foram motivo de discussão, desde a Idade Média. Considero importante que secriem essas Frentes para que tenhamos uma sociedade saudável e democrática. O estado é laico e por isso cabe dentro dele posições antagônicas.`

Fonte: Diário de Pernambuco

Apóstolo Valdemiro Santiago visita Câmara Federal e conhece Marco Feliciano

Na tarde do dia 23 de fevereiro o apóstolo Valdemiro Santiago, presidente da Igreja Mundial do Poder de Deus, foi até Brasília e fez uma visita na Câmara Federal.

Open in new windowNa ocasião os parlamentares estavam reunidos no plenário Ulysses Guimarães e assim o apóstolo pode conhecer pessoalmente o deputado e pastor Marco Feliciano.

Apesar de serem pastores de longa data, os dois pregadores não tinham se encontrado ainda. “É um prazer conhecê-lo pessoalmente pastor Marco Feliciano,” disse Valdemiro.

No momento que o apóstolo Valdemiro chegou a casa, os deputados foram parabenizá-lo pelos seus feitos. E aproveitando o momento, Marco Feliciano dedicou usar o tempo do seu discurso no plenário para falar um pouco do apóstolo.

“Estou muito lisonjeado por estar ao lado deste homem abençoado e escolhido por Deus para propagar o evangelho do nosso Senhor Jesus Cristo,” disse o pastor Marco Feliciano durante seu discurso.

Valdemiro afirmou ao pastor Marco que por diversas vezes já viu seus DVD´S, “Olha pastor eu vou lhe dizer, já vi muitas mensagens suas em DVD, é bom saber que temos grandes pessoas lutando pelas mesmas idéias nossas, lutamos pelo evangelho e sei que juntos conseguiremos muitas almas para Cristo”.

Fonte: Gospel Prime

Caetano Veloso afirma ser burrice criticar seus filhos por irem na Igreja Universal

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelEm entrevista ao Jornal Brasil, Caetano afirmou não saber da reação da opinião pública: ” Eu não vi. E, se alguém protestou por alguma coisa, eu não sei o porquê. Na verdade, eu não declarei nada. Apenas o entrevistador me perguntou: “seus filhos são evangélicos, não é?”, e eu disse: “olha, eu sou ateu, mas meus três filhos são religiosos. O Moreno tem uma religiosidade muito abrangente, sem uma religião específica, mas é muito religioso. E os outros dois são evangélicos.” (Faz longa pausa). Porque ele tinha me perguntado, e eu então dei o panorama assim. Isso é natural, eles têm religião. Eles gostam, eles têm uma vida religiosa. Precisam, gostam disso, como a maioria dos seres humanos. O próprio entrevistador ficou problematizando a questão das igrejas evangélicas, da Universal em particular, e eu respondi de acordo com as perguntas que ele me fez, muito objetivamente. Ninguém tem nada que se meter na vida íntima, espiritual e religiosa dos meus filhos. Isso é burrice. É burrice.”
Fonte: Jornal do Brasil

Países apertam cerco sobre ditador líbio; oposição avança rumo a capital

Onda de Revoltas A União Europeia e os Estados Unidos aumentam a pressão e já estudam sanções contra o ditador da Líbia, Muammar Gaddafi, pela violenta repressão dos protestos da oposição que deixou ao menos 300 mortos desde 15 de fevereiro.
Apesar do contra-ataque com armas de grosso calibre e até armamento antiaéreo, a oposição não cede e planeja nesta sexta-feira novas ofensivas em cidades próximas da capital Trípoli, reduto de Gaddafi.
A chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, exigiu nesta sexta-feira sanções contra o regime do ditador líbio. "É hora de considerar o que chamamos de medidas restritivas, o que podemos fazer para garantir que estamos pressionando tanto quanto é possível para tentar interromper a violência na Líbia e ver o país seguir adiante", disse Ashton.
Um comitê de Segurança e Defesa da UE, assim como os ministros da Defesa, reunidos em Godollo (Hungria), analisarão as sanções o mais rápido possível, segundo Ashton.
As propostas incluem o congelamento dos bens no exterior e a proibição de viagens ao exterior para membros do regime de Gaddafi --o ditador já teve seus bens congelados na Suíça e no Reino Unido.
Durante esta semana, os Estados-membros já encarregaram seus especialistas em Bruxelas de estudar as possíveis medidas que podem ser adotadas contra as autoridades líbias.
Ashton afirmou, contudo, que "ninguém falou de uma ação militar" da UE na Líbia e que os países-membros se concentram por enquanto em coordenar esforços para retirar os milhares de europeus que continuam na Líbia.
Na véspera, a Casa Branca disse que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, conversou com os líderes da França, Reino Unido e Itália para discutir o "conjunto de opções" que eles consideram como resposta à crise na Líbia.
Obama fez ligações separadas para o primeiro-ministro britânico, David Cameron; o presidente francês, Nicolas Sarkozy; e o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, segundo a Casa Branca.
"Os líderes discutiram o conjunto de opções que os Estados Unidos e os países europeus estão preparando para responsabilizar o governo líbio por suas ações, assim como o planejamento de assistência humanitária", disse a Casa Branca, sem mais detalhes.
CORTE E A OTAN
Também na quinta-feira França e Reino Unido apresentaram ao Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) um projeto de resolução para impor um embargo de armas à Líbia, assim como um recurso à Corte Penal Internacional (CPI) para que o país responda por "crimes contra a humanidade", informou a chanceler francesa Michèle Alliot-Marie.
O Conselho de Segurança da ONU se reunirá nesta sexta-feira em Nova York (EUA).
"Há um projeto franco-britânico no qual pedimos que a resolução tenha a previsão de um embargo total de armas, assim como sanções, e de levar Muammar Gaddafi à CPI para que responda por crimes contra a humanidade", declarou a ministra.
"A situação é muito grave", completou, antes de afirmar que é necessário "dar um sinal muito forte". "A situação é absolutamente dramática. Não temos certeza sobre o número de vítimas, mas tudo indica que são centenas. Não pode haver impunidade".
A situação na Líbia será discutida também pelos países-membros da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). O secretário-geral Anders Fogh Rasmussen convocou uma reunião de emergência com os embaixadores dos 28 países aliados.
"A situação da Líbia é uma grande preocupação. A Otan pode atuar para facilitar e coordenar qualquer ação, sempre e quando os Estados-membros quiserem tomar medidas", destacou.
O ex-primeiro-ministro dinamarquês ressaltou nesta quinta-feira durante sua visita à Ucrânia que a Otan não tinha planos de intervir na Líbia, já que por enquanto a situação não representa uma ameaça nem para a aliança nem para nenhum de seus membros.
No entanto, especificou que os eventos que estão ocorrendo na Líbia podem ter consequências negativas, em particular, podem gerar uma grande onda de refugiados procedentes desse país. Ele já criticara o indiscriminado uso da força que as autoridades líbias empregaram contra os manifestantes, apelando para que as autoridades de Trípoli "freiem a repressão contra os civis".
MILHARES DE VÍTIMAS
A Alta Comissária da ONU (Organização das Nações Unidas) para os Direitos Humanos, Navi Pillay, denunciou nesta sexta-feira um crescimento "alarmante" da repressão à rebelião e estimou que pode ter deixado "milhares de mortos e feridos".
"Em aberta e contínua violação das leis internacionais, a repressão das manifestações pacíficas na Líbia se intensifica de forma alarmante, com notícias de massacres, detenções arbitrárias, detenções e torturas de manifestantes", declarou Pillay.
"De acordo com algumas fontes, podem ser milhares de mortos ou feridos", acrescentou, no início de uma sessão especial do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas que vai examinar a situação na Líbia.
Os 47 membros do Conselho se pronunciarão ao fim da reunião sobre um projeto de resolução que pede a exclusão da Líbia deste organismo da ONU, do qual o país faz parte desde maio de 2010.
AVANÇO DA OPOSIÇÃO
As forças opositoras ao regime de Gaddafi mantêm nesta sexta-feira o controle sobre a região leste do país país --em cidades como Benghazi, Tobruk e Ajdabiya-- prometendo uma marcha para tentar tomar a capital Trípoli, bastião de resistência do regime.
A maior parte do leste da Líbia já está sob controle da oposição e aumenta a cada hora o número de diplomatas e ministros que abandonam o governo de 42 anos de Gaddafi. O ditador ainda está sob firme controle da capital, algumas cidades dos arredores, o desértico sul e partes esparsas do oeste.
Moradores em várias cidades dizem que a oposição pediu ao povo que vá às ruas protestar após as orações de sexta-feira. Alguns moradores de Trípoli disseram ter recebido mensagens de texto em seus celulares pedindo que protestem na praça Verde --local de intensos confrontos no começo da semana entre opositores e forças de segurança.
A violenta reação de Gaddafi permitiu até agora que mantivesse o controle sobre Trípoli, onde mora cerca de um terço da população de 6 milhões de líbios. Mas a oposição avança significativamente pelo leste do país, já controla importantes poços de petróleo e os rumores de uma guerra civil começam a ganhar força.
Os rebeldes tomaram controle de uma faixa de território que vai da fronteira com o Egito, passa por metade da costa de 1.600 km no Mediterrâneo ao porto de Breqa, a apenas de 710 km leste de Trípoli.


FONTE   FOLHA.COM

Dilma deve se reunir nesta sexta com o governador Geraldo Alckmin em SP

Dilma Rousseff (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB) devem se reunir nesta sexta-feira em São Paulo. A proposta foi feita ontem pelo Palácio do Planalto, aproveitando viagem que a presidente já havia programado ao Estado.
Será a primeira visita da petista ao tucano, um dos primeiros governadores eleitos a telefonar para cumprimentá-la pela vitória no segundo turno em 2010.
Em recente encontro com Alckmin, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) disse que Dilma tinha a intenção de procurá-lo. Da parte do governador, um tema está no topo da pauta com o governo federal: energia, na esteira das recentes falhas de abastecimento registradas no Estado.

FOLHA.COM

Ao senhor Deputado Jean Wyllys .

Nobre Deputado Jean Wyllys , aproveite e coloque também junto com esse seu projecto de  lei a abertura de Faculdades para formação de casamenteiros que farão esses casamentos ( gays ) , pois nós , evangélicos verdadeiros , (não os falsos e mequetrefes que basta ver umas notas de dinheiro para se venderem)  nunca iremos nos submeter a essa pouca vergonha .
Pois Deus fez HOMEM E MULHER , NÃO EXISTINDO ASSIM O GENENS DO HOMOSSEXUALISMO.


"O que diz a Bíblia sobre o casamento?"

Resposta:
A instituição divina do casamento está registrada em Gênesis. “E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada. Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne” (Gênesis 2:23-24). Deus criou o homem e depois fez a mulher do “osso de seu osso”. O processo, como registrado, nos diz que Deus tomou uma das “costelas” de Adão (Gênesis 2:21-22). A palavra hebraica literalmente significa “o lado de uma pessoa”.

Por isto, Eva foi tomada do “lado” de Adão e é a seu lado que deve ficar. “E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo o animal do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea” (Gênesis 2:20). As palavras “ajudadora idônea” são a mesma palavra hebraica. A palavra é “ezer” e vem de uma palavra-raiz primitiva que significa ficar à volta, proteger ou auxiliar, ajudar, ajudador, assistir. Por tal razão, significa ajudar, assistir ou auxiliar. Eva foi criada para ficar ao lado de Adão como sua “outra metade”, para ser seu auxílio e sua ajuda. Um homem e uma mulher, quando se casam, se tornam “uma só carne”. O Novo Testamento adiciona um aviso a esta “unidade”: “Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:6).

Há várias epístolas escritas pelo Apóstolo Paulo que falam de assuntos que governam uma visão bíblica do casamento e como os cristãos nascidos de novo devem agir dentro de seu relacionamento de casados. Encontramos uma destas passagens em I Coríntios capítulo 7 e outra em Efésios 5:22-33. Quando estudadas juntas, estas duas passagens dão ao crente princípios bíblicos que podem ser usados para formar uma estrutura para que Deus se agrade do relacionamento no casamento.

A passagem de Efésios é especialmente profunda em sua magnitude em referência ao casamento bíblico bem sucedido. “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo” (Efésios 5:22-23). “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela” (Efésios 5:25). “Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja” (Efésios 5:28-29). “Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne” (Efésios 5:31).

Quando estes princípios são escolhidos pelo marido e esposa, em harmonia com seus relacionamentos como crentes nascidos de novo, tem-se um casamento bíblico. Este não é um relacionamento assimétrico, mas um relacionamento que está em equilíbrio com o conceito de Cristo como cabeça do homem e mulher. Por esta razão, o conceito bíblico de casamento é o de unidade entre dois indivíduos, unidade que é uma representação da unidade do relacionamento de Cristo com Sua igreja.


Eu respeito , e se quiserem se casar que se casem , mas não tentem nos obrigar a realizar nada que vá contra aos preceitos de nosso  Deus .

Bispo Roberto Torrecilhas




QUERO DIZER UMA COISA, QUE CASO VENHA SER APROVADA NO BRASIL A LEI QUE PERMITA O CASAMENTO ENTRE PESSOAS DO MESMO SEXO , HAJA A PENA QUE HOUVER , CADEIA OU CADEIRA DE MORTE EU NÃO O FAREI , POR SER TOTALMENTE CONTRA ATOS QUE VÃO CONTRA A PALAVRA DE DEUS. PREFITO IR PRESO DO QUE DEIXAR DE CUMPRIR AS LEIS DE MEU DEUS. BISPO ROBERTO TORRECILHAS

http://claudioalbertolauperschlemper.blog.terra.com.br/2010/10/21/files/2010/10/outdoor-campinas-homossexualismo.jpg

Jean Wyllys anuncia em discurso de estreia PEC do casamento gay Deputado federal do PSOL-RJ falou na tribuna da Câmara. Parlamentar disse também que vai integrar comissões da Câmara.

Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) no Plenário da Câmara durante 
discurso de estreia (Foto: Saulo Cruz / Agência Câmara)Jean Wyllys (PSOL-RJ) na Câmara
(Foto: Saulo Cruz / Agência Câmara)
O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), ex-BBB, afirmou nesta quinta-feira (24), em seu discurso de estreia na Câmara, que pretende apresentar um projeto de emenda à Constituição (PEC) que garanta o direito do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.
“Em parceria com outros sete parlamentares, estou reestruturando a Frente Parlamentar Mista pela Cidadania GLBT [Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgênero] e apresentando uma proposta de emenda constitucional que assegura aos homossexuais o direito do casamento civil. Se o estado é laico, os homossexuais têm de ter todos os direitos e leis garantidos. Inclusive o direito ao casamento civil”, disse o deputado.
Na análise do parlamentar, a competência sobre o casamento civil não deve ser das igrejas. “Se um casal pode se divorciar e em seguida partir cada um para novos casamentos é porque o casamento civil não é da competência das igrejas, nem das religiões", declarou.
Se o estado é laico, os homossexuais têm de ter todos os direitos e leis garantidos. Inclusive o direito ao casamento civil"
Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ)
“Eu sou o primeiro homossexual assumido sem homofobia internalizada e ligado ao movimento GLBT a assumir como deputado federal. Eu disse que este seria o norte do meu mandato e vai ser”, afirmou o parlamentar, que no último sábado participou de uma manifestação em São Paulo contra a homofobia.
Jean Wyllys afirmou ainda que, na Câmara, vai integrar a Comissão de Finanças e Tributação, além de ser suplente na Comissão de Direitos Humanos.


FONTE    G1

Araraquara registra mais de 40 casos de dengue em 24 horas O número é equivalente a um aumento de quase 60% dos casos na cidade. Outras cidades do interior de SP também sofrem com a doença.

A cidade Araraquara, no interior de São Paulo, confirmou mais 42 casos de dengue nesta quinta-feira (24), elevando para 113 o número total de registros neste ano. O número subiu 59,1% em 24 horas. A situação preocupa as autoridades da cidade, que buscam maneiras de evitar uma nova epidemia.
Do total, apenas um deles foi contraído fora da cidade. Os focos da doença estão concentrados nos bairros Santana, região onde houve a maioria dos casos, São Geraldo e Carmo. Feiz Mattar, coordenador de Vigilância em Saúde de Araraquara, afirma que a situação ainda está sob controle. “É muita coisa, mas ainda é tolerável.”
De acordo com o coordenador, o trabalho de prevenção precisa ser realizado junto com a população, evitando que o problema se alastre por mais áreas do município.
Rio Claro
O trabalho de prevenção também é realizado em Rio Claro, onde a situação é igualmente preocupante. Já são 36 casos confirmados e apenas três são importados de outras cidades.
De acordo com a Secretaria de Saúde de Rio Claro, as equipes de combate à dengue fazem vistorias nas residências e imóveis. Quinzenalmente essas equipes visitam lugares estratégicos, como borracharias, cemitérios e depósitos de materiais recicláveis.
São Carlos
Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde de São Carlos, foram confirmados seis casos de dengue na cidade, todos de outras cidades da região.

Do G1 SP, com informações da EPTV

NOVO QUADRO DO PROGRAMA ELIANA , NOVO QUADRO DO PROGRAMA ELIANA

 
 
 
foto: Roberto Nemanis (SBT)
 

Neste próximo Domingo (27), à partir das 15h00, quem assistir o Programa da Eliana, no SBT, vai poder conferir o novo quadro "Tem um Cantor Gospel lá em casa". Nesta primeira semana, os convidados são o empresário Marcelo Rebello, idealizador da Expo Music Gospel e parceiro do novo quadro da emissora e a cantora Marina de Oliveira, da gravadora MK Publicitá, também ganhadora do Grammy Latino. Juntos, eles falam do mercado de música Gospel e do momento de visibilidade que esse mercado está vivendo. A apresentadora Eliana, feliz com o novo quadro, entrevistada após a gravação do programa, declarou: " A música é transformadora na vida das pessoas. Acredito nisso! A música tem o poder de mudar nosso estado de espírito, nosso humor, nosso sentimento, tanto através da letra como da melodia."


Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...