sexta-feira, 21 de abril de 2017

Baleia-Azul: suicídios e mutilações sob suspeitas em oito estados; líderes cristãos se mobilizam para aconselhar pais



No Brasil, 1 em cada 10 adolescentes de 11 a 17 anos acessa conteúdo na internet sobre formas de se ferir - e 1 em cada 20, de se suicidar, segundo o Centro de Estudos Sobre Tecnologias da Informação e Comunicação (Cetic). Depois de postar em sua página no Facebook a frase "a culpa é da baleia", um adolescente de 17 anos tentou se jogar ontem do viaduto sobre a Rodovia Marechal Rondon, em Bauru, interior paulista. Trata-se de mais um caso que envolveria o jogo viral de internet Baleia-Azul, que incita a suicídio e mutilações e já causou alertas policiais e de saúde em oito Estados (SP, PR, MG, MT, PE, PB, RJ e SC).

Pesquisa do Cetic que analisou 19 milhões de internautas brasileiros mostra o avanço das buscas desse público por mutilações (11%) e mortes (6%) no universo online. Os casos mais recentes envolvem o Baleia-Azul. O maior número de registros até agora é na Paraíba, onde a Polícia Militar diz ter identificado 20 adolescentes envolvidos no jogo. O coronel Arnaldo Sobrinho, coordenador do Escritório Brasileiro da Associação Internacional de Prevenção ao Crime Cibernético, relatou tentativas de suicídio e mutilação de adolescentes em João Pessoa e nas cidades de Campina Grande e Guarabira.

A origem e até a existência do suposto jogo, com 50 níveis de dificuldade, tendo o suicídio como resultado final, é polêmica. Seu nome deriva da espécie presente nos Oceanos Atlântico, Pacífico, Antártico e Índico que chega a procurar as praias, por vontade própria, para morrer.

As primeiras informações, de 2015, relatavam um jogo de incentivo ao suicídio propagado pelo Vkontakte (VK), o Facebook russo. Posteriormente, entidades denunciaram o caso como "fake news" (notícia falsa), mas o viral não para de avançar. Participantes surgem em grupos fechados, selecionados de madrugada. Na sequência, o administrador, ou "curador", lança desafios, que já provocaram problemas em diversos países, incluindo Espanha e França.

Polícia

O problema tem ganhado contornos reais e policiais. Em São Paulo, o caso de Bauru não é isolado. Na semana passada, um adolescente de 13 anos tentou se matar, em Jaú, cortando braços com lâmina de barbear. Uma irmã contou que o garoto andava depressivo e excluiu a família das redes sociais. A mãe conseguiu entrar no notebook do jovem apenas no dia seguinte e notou a associação com o baleia-azul.

E os casos se espalham pelo País. No Paraná, Priscila (nome fictício), de 25 anos, decidiu entrar no jogo para investigá-lo porque estava preocupada com a irmã, de 11 anos - e se assustou. "Não consegui chegar até o fim, são mensagens pesadas, que nos incitam a fazer mal para pessoas que amamos. É agressivo, intenso, mas precisei entrar para saber o perigo."

O Paraná registrou a entrada de oito adolescentes entre 13 e 17 anos (quatro meninos e quatro meninas), na madrugada de ontem, nas unidades de saúde de Curitiba - cinco por tentativa de suicídio por medicamentos e três por automutilação. O secretário estadual de Segurança, Wagner Mesquita, afirmou que um dos jovens relatou a participação no jogo.

"Nossa investigação vai em busca dos responsáveis para enquadrá-los por incitação ao suicídio", disse ele. O crime, previsto no artigo 122 do Código Penal, tem pena de 2 a 6 anos de reclusão. "Vamos trocar informações com outros Estados."

Em Pernambuco, a Polícia Federal lançou um vídeo na internet e montou equipes anteontem para ir a escolas fazer alertas. Em menos de uma semana, a polícia catarinense atendeu nove casos de mutilações, instigados pelo Baleia-Azul e lançará uma campanha de conscientização. Já a região nordeste de Mato Grosso está em alerta. Além de investigar a morte de Maria Oliveira de 16 anos, há 15 dias, a PM identificou uma suposta comunidade ligada ao jogo com cerca de 350 participantes.

Em Minas, a Polícia Civil investiga dois suicídios, o de um jovem de 19 anos, de Pará de Minas (região centro-oeste), e de um rapaz de 16 anos, de Belo Horizonte. No Rio, há dois casos de aliciamento do jogo sendo apurados pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. 

Líderes cristãos se mobilizam para aconselhar pais

O pastor Renato Vargens, escritor, blogueiro e líder da Igreja Cristã da Aliança, publicou um artigo sobre o assunto e chamou a atenção para a responsabilidade dos pais nos relacionamentos de seus filhos adolescentes, e o que fazem nas horas vagas.

Vargens observa que “no jogo há desde tarefas simples, como desenhar uma baleia num papel, até outras muito mais mórbidas, como cortar os lábios, furar a palma da mão ou desenhar no braço com uma lâmina uma baleia”, e acrescenta que “o desafio mais macabro deste maldito jogo é sempre o mesmo: suicídio”.

“Apesar de não generalizar, sou tomado pela convicção que boa parte dos adolescentes que aceitam participar do jogo da baleia azul, o fazem por se sentirem deprimidos, o que em parte se deve a ausência de pais e mães”, explicou Vargens, que destacou a dedicação dos pais ao trabalho como um fator de ausência na vida dos filhos.

“Quantos adolescentes que mesmo vivendo com seus pais, não recebem por parte destes atenção carinho, amor e disciplina? Eu particularmente tenho visto inúmeros adolescentes deprimidos, angustiados, sem ânimo algum pelo fato inequívoco de terem sido abandonados em vida por seus pais”, lamentou.

Para contribuir de forma efetiva na resolução do problema, o pastor elaborou uma lista de conselhos para que, através do relacionamento, pais de adolescentes possam prevenir que seus filhos fiquem expostos às insanidades do mundo contemporâneo. Confira:

Ame seu filho e lembre-se que amor se mostra através de atitudes;
Dedique tempo ao seu filho. Seja presente, priorize ele, vá ao cinema, ao estádio de futebol, a um parque e gaste tempo em comunhão e relacionamento pessoal;
Seja o melhor amigo de seu filho;
Se perceber que ele está se isolando dos amigos, da família, com um comportamento marcado pela tristeza, tente conversar com ele e se necessário for procure ajuda profissional;
Procure ver com quem ele está se relacionando na escola, na internet ou em outro ciclo de relacionamento qualquer;
Ore com e por ele.


Depressão

Marisa Lobo, psicóloga e palestrante, publicou um artigo em sua coluna no site Gospel+ explicando os detalhes da manipulação premeditada que existe no jogo da Baleia Azul, e alertou para o risco ao qual os adolescentes estão expostos nas redes sociais.

“Para se ter uma ideia da gravidade, o nome da pessoa que aliena jovens para o jogo suicida chama-se “curador”, que cura a depressão e tristeza dos jovens. A maioria são meninas. Os 50 desafios são todos de automutilação. As pessoas que se deixam alienar, ficam reféns desses maníacos, psicopatas que sentem prazer ao dominar pela dor e sofrimento suas vítimas”, observou.

Segundo Marisa Lobo, a sedução aos adolescentes passa pela ideia de confrontar os pais e se livrar da autoridade que eles representam: “A problemática desse jogo é que quem entra convida os amigos, que convidam outros amigos. Existe uma linha muito tênue entre vida e morte que fascina e atrai muitos adolescentes, que estão passando por uma crise normal da adolescência, uma crise de contestação da autoridade dos pais, de valores, uma busca de si mesmos”.

“Precisamos repensar nossa educação. Essa desconstrução da identidade de nossos jovens, essa busca compulsiva por “felicidade”, essa falta de fé, vem adoecendo de morte nossas crianças. Vamos clamar pelas nossas crianças e agir, educar mais, amar mais. Em nome de Jesus , deem mais atenção aos seus filhos, monitorem seus filhos, dialoguem mais com seus filhos”, orientou.

Fonte: UOL e Gospel +

CGADB terá que realizar novas eleições sob comando de interventor judicial

Imagem redimensionada

O interventor judicial Dr. Márcio J. Costa (OAB-RJ 49.563) expediu nesta terça-feira (18) um documento notificando a Convenção Geral das Assembleias de Deus (CGADB) de que as eleições realizadas no último dia 09 encontram-se suspensas por sua decisão judicial.

O documento afirma também que todos os atos praticados pela Comissão Eleitoral da CGADB são nulos de pleno direito, desde a captação de votos até a publicação do seu resultado, tornando nulo também qualquer ato de posse de qualquer candidato.

O interventor afirmou ainda que todo o processo eleitoral terá seu curso reiniciado com a sua participação, sob pena de nulidade, e que novas eleições serão realizadas. A notificação determina ainda que a CGADB deve publicar a notificação em seu site oficial e caso não o faça, será configurado mais uma vez como descumprimento de Ordem Judicial.

Eleições ocorreram descumprindo ordem judicial

A determinação da suspensão da eleição foi feita pela juíza Angélica dos Santos Costa (Processo nº 0084255-87.2017.8.19.0001). Segundo a magistrada, ao não permitir que o interventor judicial assumisse o comando das eleições 09 e a inclusão de 10.479 inscrições declaradas irregulares, foi observado e constatado a formação de fumus boni juris (Fumaça do Bom Direito) tornando necessária a intervenção judicial.

Notificada, a CGADB passou por cima da Ordem Judicial e prosseguiu o pleito eleitoral normalmente e encerrou a votação às 18 horas, como previsto. Após esse horário, a CGADB postou no site oficial da eleição, que a mesma estava suspensa por determinação judicial até segunda ordem, no entanto, depois das 21 horas, a CGADB e a CPAD News divulgou a revelia e em total desrespeito a justiça brasileira, contrariando, liminares em pleno vigor resultado extraoficial, afirmando que o candidato Wellington Júnior é o novo presidente da CGADB. 

Fonte: JM Notícia

Alguns objetos dão legalidade aos demônios dentro de casa, alerta ex-ocultista

Christian Steven Bancarz, ex-blogueiro de Nova Era.
Christian Steven Bancarz, ex-blogueiro da Nova Era, advertiu em um vídeo publicado no seu canal do YouTube que as pessoas não devem manter objetos ligados ao ocultismo, como livros, enfeites, retratos, fotos ou imagens em suas casas.
Bancarz converteu-se ao cristianismo em setembro do ano passado e tem se dedicado a expor os rituais demoníacos através de vídeos e publicações nas redes sociais. Desde que se converteu Bancarz dirige um site chamado “Reasons for Jesus”.
No vídeo em que fala a respeito dos objetos, Bancarz afirma que eles “são carregados com uma energia espiritual que coincide com a ilusão que os poderes das trevas estão tentando criar no reino espiritual”.

“As pessoas que se apegam a essas coisas estão criando uma ponte entre essas realidades sobrenaturais, governadas por principados demoníacos e nossa vida, nossa casa, nossa alma”, diz Bancarz.

O ex-escritor de Nova Era afirma que itens ligados ao ocultismo podem causar estragos na vida das pessoas. “Livros que deveriam ser jogados fora, são aqueles sobre o hinduísmo, as artes esotéricas, o gnosticismo, o transcendentalismo, a feitiçaria, a magia, o misticismo, o yoga ou qualquer material que defenda a reencarnação, entre outros”.
Bancarz afirma ainda que livros de ficção que abordam elementos do ocultismo, como os livros de Herry Potter, trazem elementos que dão legalidade para os demônios.
Em uma publicação no Facebook ele afirma que “objetos ocultos, ídolos e informações podem fazer com que você seja espiritualmente oprimido, dando aos demônios terreno legal em sua vida”.
“Sua alma se tornará enganchada e energizada no delírio espiritual com que esses objetos se conectam no espírito, já que tanto a Bíblia como toda outra tradição espiritual na Terra acreditam que esses objetos contêm laços com poderes no espírito”.

Assista:

Com informações Christian Today.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Som Livre realiza “Você Adora nas Igrejas” em Santo André (SP)

No dia 27 de abril, às 20h, a Renascer Hall de Santo André (SP), localizada à Avenida Gilda, 234, recebe mais uma edição do “Você Adora nas Igrejas”. Uma noite de muito louvor e adoração a Deus com a participação do cast da Som Livre, selo gospel Você Adora.
Regis Danese e a dupla Dan e Janaina são presenças confirmadas para este culto. A cantora independente Mari Rocha Costa também já confirmou a sua participação.
Pioneira no segmento gospel e braço musical das Organizações Globo, a Som Livre criou o projeto “Você Adora nas Igrejas” – evento aberto ao público com a participação dos artistas que fazem parte do selo gospel da gravadora.
Além da marca da gravadora, este evento conta também com a parceria na produção da Al Agenciamentos, empresa com sede em Brasília e comandada pelo coach Ângelo Luiz.
A primeira edição foi realizada no dia 12 de novembro de 2014 na Igreja Batista Referencial de Vida, em São João de Meriti, Rio Janeiro. O evento contou com o apoio das igrejas locais, do público e da mídia.
O “Você Adora nas Igrejas” já foi realizado em várias cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Amazonas e Distrito Federal. Há projetos para que o evento ultrapasse as fronteiras brasileiras e alcance terras estrangeiras.
Informações Evento: Você Adora nas Igrejas – Edição Santo André (SP) Datas: 27/4/17 Hora: 20h Local: Renascer Hall Endereço: Avenida Gilda, 234, Santo André (SP) Entrada: franca
Por Ana Paula Costa Assessoria Você Adora nas Igrejas – Som Livre Você Adora anacostacomunicacao@gamil.com Facebook: www.facebook.com/voceadora Twitter: www.twitter.com/VoceAdora Instagram: www.instagram.com/voceadoraoficial

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Muçulmanos estão agredindo cristãos nas ruas da Austrália

Relatos de ataques a cristão por parte de gangues muçulmanas têm se multiplicado nos últimos meses na Austrália.  O pastor batista George Capsis está denunciando que já são  quatro casos somente em Sydney nos últimos meses.
Estranhamente, o governo local não tomou providências. O pastor Capsis, um líder dentro da comunidade grega local, sugere que os moradores não  usem símbolos cristãos nas áreas predominantemente muçulmanas em Sydney, pois correm o risco de serem atacados.
O caso mais recente, ocorrido na semana passada, foi de Mike, um ortodoxo de 30 anos. Ele teve o crucifixo arrancado de seu pescoço e pisoteado por quatro homens. A vítima conta que eles  bateram nele e o chutaram quando estava caído. Múltiplas lesões foram comprovadas pelo exame médico que ele apresentou. Nada foi roubado, evidenciando que se trata de perseguição religiosa.
Sua namorada, que estava junto, diz que tentou intervir quando duas mulheres que acompanhavam os agressores partiram para cima dela.
O jornal Daily Telegraph relata que, segundo testemunhas, os homens que bateram no casal falavam árabe, mas se referiram a “Allah” e ofenderam o nome de Jesus em inglês.
“Eu nasci na Austrália, mas sou de família grega”, disse Mike ao Telegraph. “Eu sempre usei meu crucifixo. Para eles arrancarem e pisarem nele está claro que  foi um crime religioso. Não quero me sentir inseguro em meu próprio país”, reclama.
O governo australiano está sendo duramente criticado por sua complacência com os muçulmanos. A exemplo do que ocorre em alguns países da Europa, existem áreas nas grandes cidades australianas onde os muçulmanos aplicam suas próprias leis, verdadeiros enclaves governados pela sharia. Essa situação bizarra repercutiu amplamente na Austrália, onde há uma verdadeira guerra política e midiática por conta dos imigrantes muçulmanos que estão vindo para o país. O movimento conservador australiano é liderado pela senadora Pauline Henson, do One Nation [Uma Nação] considerado de extrema-direita.
Recentemente, líderes islâmicos vieram a público defender o direito dos homens ter mais de um casamento e que os apóstatas – que abandonam o Islã – deveriam ser mortos.
Atualmente na Austrália há uma verdadeira guerra política e midiática por conta dos imigrantes muçulmanos que estão vindo para o país. O movimento conservador australiano é liderado pela senadora Pauline Henson, do One Nation [Uma Nação] considerado de extrema-direita.
governo liberal australiano diz que continuará recebendo refugiados e tem censurado quem faz campanhas advertindo sobre os perigos da islamização do país.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Hidekazu Takayama foi eleito novo presidente da frente parlamentar evangélica

A bancada evangélica na Câmara está sob nova direção e ideologia de sempre. Sai o deputado-delegado João Campos (PRB-GO), entra o deputado-pastor Hidekazu Takayama (PSC-PR).

Imagem redimensionadaSua prioridade é clara: são 29 menções à família em uma hora de entrevista no gabinete do novo presidente de uma frente que conta com 188 deputados signatários (cerca de cem deles atuantes).

E não qualquer uma: aquela com homem e mulher, até porque onde já se viu "Adão casado com Evo, ou Eva com Ada", diz. "Se a Bíblia tivesse [esses casais], só teria os primeiros capítulos. Somos coerentes com as leis naturais."

O tema está aberto a discussões, vide os confrontos constantes com alas à esquerda no Congresso –em 2015, a deputada Érika Kokay (PT-DF) criticou o Estatuto da Família, que só reconhece a união entre sexos opostos, de "institucionalizar o preconceito", Takayama afirmou que "homem com homem não gera", e ela rebateu: "Não gera, mas cria".

"Por que defendemos o Estatuto da Família com unhas e dentes? Ninguém é dono da verdade, mas entendemos que, se você tivesse dois pais, não estaria aqui, estaria? 'Ah, mas [gays] podem adotar.' Ok, mas já se torna uma coisa não natural", Takayama afirma à Folha.

Mais inquestionável é o aumento da influência evangélica em Brasília nos últimos anos. Na semana passada, o presidente Michel Temer recebeu no Palácio do Planalto parte da bancada da fé. Discutiram maconha, aborto, ideologia de gênero no currículo escolar e se alunos transexuais podem usar o banheiro que preferirem, "eles" ou "elas".

Os deputados foram taxativos: não, não, não e nem pensar.

Temer disse que, pessoalmente, concordava, segundo relatos. No mesmo dia, o Ministério da Educação divulgou documento que subtrai "identidade de gênero" e "orientação sexual" da nova base nacional curricular, que definirá o que os alunos devem aprender da creche ao ensino médio. As expressões apareciam em texto que o MEC divulgou dois dias antes a jornalistas.

Na véspera da caravana ao Planalto, 13 deputados atenderam ao tradicional culto das quartas-feiras na Câmara, num dos plenários da Casa. Ou melhor, "12 mais um, ou 14 menos um deputados. Não podemos dizer [13], esse número é complicado", disse o pastor Eurico (PSB-PE) no púlpito improvisado, refletindo escárnio coletivo ao número do PT.

Com a palavra, Takayama, 68, que lidera no Paraná a Cristo Vive, uma das milhares de igrejas sob aba da Assembleia de Deus. "Você é um príncipe, Deus te colocou no Parlamento", pregou aos colegas. Também os convocou a ser "luz" num momento em que "a sociedade questiona o parlamentar" e criticou jornalistas que os fustigam por recibos "de almoços caríssimos" –comer na capital não é barato, disse.

Em 2016, ele foi 92º deputado que mais pediu reembolso por alimentação, R$ 6.175, num gasto médio de R$ 46,60 por refeição, com gosto particular por palmito assado.

Takayama brinca que, pelos olhos puxados, no Brasil é confundido com um "cearense com conjuntivite".

Descendente de japoneses budistas, ele se converteu evangélico na adolescência, após "um irmão me falar muito de Jesus". "No ginásio quase caminhei para as guerrilhas, lá em Osasco, terra do capitão Lamarca. Entre a ideologia de esquerda e os ensinos de cristo, não tem como", afirma Takayama, que ainda assim se diz de esquerda, "por lutar pelos pobres".

Um projeto de lei que coassina com colegas evangélicos propõe sustar decreto sancionado por Dilma Rousseff, que "dispõe sobre o uso do nome social de pessoas travestis e transexuais" em órgãos federais, como estatais e universidades –ou seja, uma servidora trans batizada no masculino ter o direito de usar no crachá o nome de mulher.

Outras propostas seguem o viés gospel, como a instituição do Dia da Oração, Adoração e Celebração a Deus e do Conselho Nacional de Ministros de Confissão Religiosa.

Também já dividiu projeto com Jean Wyllys (PSOL-RJ): um pedido, em 2015, de audiência pública para "debater questões relacionadas à vulnerabilidade de brasileiros residentes no exterior, sobretudo mulheres com filhos".

BRIGA
Do chamado "baixo clero" da Câmara, em seu quarto mandato na Câmara, o novo líder da frente evangélica virou notícia em 2015 ao brigar com o motorista do então senador do PT Delcídio Amaral, hoje preso na Lava Jato.

Diz o deputado que o funcionário "jogou o carro nele". Foi tirar satisfações e levou um soco que deixou poça de sangue no chão. Na época, Delcídio disse que Takayama começou a agressão. Ele nega. "Eu, com 1,60 m e pouco, o homem devia ter dois metros, boxeador de MMA... Sou protegido pelo Estatuto do Idoso, querida."

Uma briga que não comprou: absteve-se na votação que cassou o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, condenado na Lava Jato –que Takayama diz gostar, lembrando que um de seus coordenadores, o procurador Deltan Dallagnol, é evangélico.

"Tive um período doente, cirurgia, enfarto. De repente foi nessa época." A operação aconteceu um ano antes.

Takayama continua: "Tinha simpatia por ele pelo fato de ser evangélico, fiquei muito horrorizado. Até mau apóstolo existe. Jesus tinha Judas, tinha Tomé, que não botava um pingo de fé, Pedro, o cortador de orelha..."

Fonte: Folha de São Paulo

Papa Francisco envia carta a Michel Temer e recusa visita ao Brasil

Em uma carta na qual recusa um convite para visitar o Brasil, o papa Francisco cobrou o presidente Michel Temer para evitar medidas que agravem a situação da população carente no País.

Imagem redimensionadaA correspondência foi uma resposta a outra enviada pelo mandatário no fim de 2016, na qual o líder da Igreja Católica era convidado formalmente para as celebrações dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, comemorados em 2017.

"Sei bem que a crise que o país enfrenta não é de simples solução, uma vez que tem raízes sócio-político-econômicas, e não corresponde à Igreja nem ao Papa dar uma receita concreta para resolver algo tão complexo", escreveu o Pontífice, segundo trecho publicado pelo jornalista Gerson Camarotti, da Globo News .

"Porém não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira", acrescentou.

Sobre o convite, o Papa disse que, devido a sua intensa agenda, não poderia visitar o Brasil neste ano. Ainda de acordo com Camarotti, Jorge Bergoglio afirmou rezar pelo País e que acompanha "com atenção" os acontecimentos na maior nação da América Latina.

Citando sua exortação apostólica "A Alegria do Evangelho", Francisco também lembrou que não se pode "confiar nas forças cegas e na mão invisível do mercado", em um momento em que o governo Temer tenta aprovar reformas econômicas para garantir a confiança dos investidores.

Em setembro passado, na inauguração de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida no Vaticano, o Pontífice já havia dito que o Brasil passava por um "momento triste". Um mês antes, Francisco enviara uma carta não oficial em apoio a Dilma Rousseff, que na época ainda não tinha sofrido o impeachment.

Contudo, Bergoglio sempre evitou se posicionar publicamente sobre a crise política enfrentada pelo País e que culminou na derrubada da presidente petista.

Fonte: Terra

Jaguariunenses madrugam em frente ao posto Jardim Fontanella para tomar vacina da febre amarela

Febre capa 1563Sob chuva e frio, 150 pessoas se aglomeram no posto de saúde do Jardim Fontanella com guarda-chuvas e cadeiras para aguardar a vacina contra a Febre Amarela na madrugada desta sexta-feira (7). Em média, são disponibilizadas 90 doses de segundas e sextas-feiras, no período da manhã das 8h00 às 12h00 e à tarde das 13h30 às 15h30.

O cabeleireiro morador do Nassif, Divino Torres, de 50 anos, foi o primeiro a chegar às 00h25 para garantir a vacinação do filho de cinco anos. “Vamos para Minas Gerais daqui dez dias, meu filho é o único da casa que não está protegido”.
O posto do Fontanella é o único que oferece a vacinação na cidade. De acordo com o polo de saúde, a concentração das doses em único local se deve ao fato de que quando os frascos são abertos as quatro cápsulas devem ser utilizadas no mesmo dia para evitar desperdícios.
Apesar de ter saído muito cedo de casa, o líder de produção, Vagner Aparecido de Soares, de 39 anos, morador da Roseira de Cima se surpreendeu com a imensidão de pessoas ao chegar no Posto. “Não achava que chegaria a ser o último, sai de casa às 5h15 porque pretendo viajar para Capitólio, em Minas”.
Segundo a Secretaria de Saúde, foram aplicas 3000 vacinas contra a doença neste ano em Jaguariúna, em média 800 por mês. Até o momento nenhum caso de febre amarela houve na cidade. A pasta também afirma que realiza mapeamento diário, qualquer suspeita de casos positivos a população será alertada e a quantidade de vacinas disponibilizada será maior.
Aflito, o aposentado Oliveira Silva, de 63 anos, morador do Jardim Gastaldo, perdeu a dose na semana passada porque havia esgotado o estoque, que segundo ele a fila também estava gigantesca. “Vim semana passada e estava entre os últimos, porém entrou muita gente na frente e fiquei de fora”. Silva saiu de casa às 4h30 e pretende viajar nos próximos dias para São Lourenço, desta vez conseguiu garantir a prevenção.
Em comunicado oficializado na terça-feira (4), a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu Campinas (SP) na lista de cidades com recomendação para vacina contra a febre amarela aos estrangeiros que planejam vir ao Brasil. Em Souzas foram encontrados três macacos mortos pela doença.
Segundo a OMS, adultos que possuem uma dose da vacina registrada em carteira de vacinação é considerado imune para toda a vida, e, portanto, não necessitam de dose de reforço.
AMPARO
Na sexta-feira (7), a Secretaria de Saúde de Amparo confirmou o primeiro óbito por febre amarela no município neste ano, por meio do diagnóstico do Instituto Adolpho Lutz. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Vanessa Coelho, um homem de 69 anos se deslocou para áreas endêmicas de Minas Gerais e havia falecido no final de março.
Seis macacos morreram com a febre amarela na cidade. Assim como os humanos, os primatas não são transmissores diretos da doença, apenas receptores. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos haemagogos e o sibethes infectados.
Em Amparo, desde 1° de abril, foram realizadas aproximadamente 24 mil doses de vacina de febre amarela. No sábado (8), está marcado o dia “D” de vacinação contra a doença em todas as Unidades de Saúde da Família, das 8h às 17h.
Os sintomas iniciais causados pelo vírus da febre amarela são calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. O índice de mortalidade nos estágios graves alcança de 20% a 50% dos doentes.


http://www.gazetaregional.com.br/?p=5841

Jogo da Baleia Azul: Menina de 12 anos tenta suicídio dentro de escola no RJ

Menina de 12 anos tentou se matar dentro de escola no Rio de Janeiro.












Embora milhares de pessoas acreditem que não passa de uma lenda urbana e que as pessoas que participam do jogo mortal #Baleia Azul querem na verdade é aparecer, podemos afirmar que este game é um risco de morte eminente para crianças e adolescentes.


Jogo do suicídio

O desafio e/ou jogo da Baleia Azul, fez duas vítimas fatais no Brasil em menos de oito dias, Maria de Fátima de 16 anos se matou na cidade de Vila Rica localizada no Mato Grosso, ela participava do jogo do suicídio e de acordo com sua mãe e amigos nos últimos dias de vida, ela apresentou atitudes estranhas. A jovem se atirou dentro de uma represa de grande profundidade na terça-feira (11). Ela deixou duas cartas e em uma delas estavam descritos os desafios propostos pelo game mortal.
Outra vítima fatal deste jogo demoníaco foi Gabriel Antônio de 19 anos, que morava em Pará de Minas em MG, ele deixou a esposa e uma filha de apenas 40 dias de nascida. Sua mãe relatou a #Polícia que o filho vinha sendo ameaçado, ele havia tentado deixar o jogo, mas não foi possível.
Em ambos os casos a polícia está fazendo uma devassa nos grupos secretos da Baleia Azul, buscando informações sobre os jogadores e "curadores", que podem ser até mesmo presos por incentivar o suicídio, por se tratar de um crime previsto em lei.
De acordo com o portal de notícias G1, uma estudante de 12 anos tentou se matar dentro de uma escola do Rio de Janeiro. A polícia acredita que ela participava de um grupo do jogo Baleia Azul e está investigando o caso.

Tentativa de suicídio dentro de escola

A Delegacia de Repressão a Crimes Virtuais (DRCI), investiga a tentativa se suicídio de uma menina de 12 anos dentro de uma escola. A delegada Fernanda Fernandes, afirmou que testemunhas sobre o caso começaram a ser ouvidas nesta segunda-feira (17).
De acordo com Fernanda a polícia quer saber quem são os responsáveis por induzirem a garota ao suicídio, a denúncia da existência de um grupo da Baleia Azul, chegou até a delegada, depois que a mãe de outra aluna procurou a polícia para relatar a descoberta da participação de sua filha no jogo.
Fernanda afirmou que a maior preocupação neste momento é evitar a morte de outros jovem por causa deste game. Ela relatou que as crianças e adolescentes estão recebendo ameaças e por isso não conseguem abandonar o jogo, os "curadores" conseguem os dados pessoais dos jogadores e ameaçam suas famílias e amigos de morte, caso não cumpram os desafios.
A polícia de todo Brasil faz um alerta aos pais, para que eles conversem com seus filhos sobre este jogo, deixando claro que se trata de um crime. Na opinião dos especialistas em segurança as escolas também devem abordar o tema, para que seus alunos não aceitem convites para participar dos grupos secretos. #Jogo da morte

http://br.blastingnews.com/brasil

segunda-feira, 17 de abril de 2017

CRENTES COM COSTUMES DIFERENTES DOS DA ASSEMBLÉIA DE DEUS SÃO SAMARITANOS PAGÃOS, DIZ EX-PRESIDENTE DA IGREJA

Para o pastor José Wellington Bezerra da Costa, ex-presidente da CGADB, homens que usam barba, mulheres que pintam cabelo e crentes que aplaudem no culto são “samaritanos pagãos” (vídeo no final do post).
O pastor José Wellington Bezerra da Costa, há 3 décadas na presidencia da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), falou sobre a perda dos “bons costumes” pela denominação. Segundo o líder da AD, a igreja está perdendo sua unção porque alguns costumes pagãos tem sido adotados.
“Nós estamos, paulatinamente, imitando e aceitando os costumes dos samaritanos”, disse ele, comparando a conduta de alguns cristãos de outras denominações com práticas dos samaritanos, povo miscigenado que vivia em inimizade com Israel nos tempos de Jesus.
“Os samaritanos trouxeram alguns corinhos e muita bateção de palma, alguns conjuntos que começam o culto para animar”, disse o pastor, como se o simples ato de acompanhar uma canção com palmas como fazem inúmeros crentes de outras igrejas evangélicas, fizesse de alguém menos cristão.
Mulheres com cabelos curtos, o uso de enfeites e jóias, a barba dos homens, todas essas práticas seriam pagãs e samaritanas, e por culpa destas práticas a Assembleia de Deus estaria perdendo sua unção. “A Assembleia de Deus não é mais a mesma”, desabafou (Veja o vídeo).
De fato, a Assembleia de Deus não é mais a mesma. Tornou-se em um feudo, em uma capitania hereditária como foi comprovado nas últimas eleições da Convenção Geral. Tornou-se uma monarquia passada de pai para filho: Do José Wellington B. Costa, para o José Wellington Jr.
Mas louvado seja Deus que está por cima de todas essas coisas, e continua abençoando a denominação à despeito de sua cúpula. Deus ama a Assembleia de Deus, e a piedade destes irmãos. Deus ama a simplicidade e o valor com que muitos deles desbravam os mais remotos rincões do país, como pioneiros, muitas vezes recebendo pouco ou nenhum apoio da denominação, da igreja mãe, ou da SENAMI, agência missionária da instituição.
Agora, quanto ao pronunciamento do pastor, só há o que lamentar. Além de mostrar uma suprema ignorância bíblica ao comparar práticas pagãs e sincretistas com o uso de roupas e acessórios, o pastor demonstrou não ter respeito algum para com presbiterianos, batistas, metodistas, renovados, e tantos outros grupos cristãos que não adotam os costumes da Assembleia de Deus.
Felizmente a conduta deste senhor não representa o pensamento de toda a igreja e há quem veja os crentes de outras denominações como irmãos. Há dentro da Assembleia de Deus quem acredite que ser irmão em Cristo está muito além de questiúnculas sobre roupa, cabelo e maquiagem, ou sobre calvinismo e arminianismo, cessassionismo ou continuísmo.
Sim, tem gente decente na Assembleia de Deus. Gente que não se sente representada pelo pensamento do gestor-mor que manteve a denominação num retrocesso que durou três décadas e agora, via influência familiar, seguramente conduzirá a igreja em um caminho de discriminação e preconceito por outro tanto, hostilizando a todos em seu isolacionismo, chamando crentes diferentes de “pagãos”, “samaritanos”, e tornando ainda mais apertada a porta e o caminho ao impor costumes meramente humanos.
Além disso, muito pior que a barba ou o corte de cabelo é o desprezo ao irmão que é diferente. Pior do que bater palmas no culto é o legalismo – tão combatido por Paulo em sua carta aos Gálatas – que faz a salvação depender de práticas exteriores e não da fé do coração. Que define o cristianismo em termos de “não proves, não toques e não manuseies” (Colossenses 2.21).
Nossa oração é para que Deus abençoe a Assembleia de Deus e nossos irmãos pentecostais, e para que estes não se espelhem na conduta nem no ensino de parte de sua liderança, que de tão viciada em poder, tem esquecido dos pilares fundamentais do cristianismo como a doutrina da justificação, pois não é por ter barba ou pela falta de barba, nem por pintar ou deixar de pintar o cabelo, e nem por aplaudir ou não aplaudir no culto, mas pela fé em Cristo é que somos justificados.

Por Léo Gonçalves
Redação Púlpito Cristão

Faleceu o rabino do Chabad espancado na Ucrânia dias após Rosh Hashaná


O rabino Mendel Deitsch z’l não sobreviveu aos graves ferimentos sofridos há seis meses atrás, quando foi assaltado na estação de trem de Zitomir, cidade ao oeste da Ucrânia. O rabino Deitsch foi passar alguns dias na cidade de Haditch, onde está sepultado o rabino Schneur Zalman de Liadi, o fundador do Chabad Lubavitch.
A ação criminosa é do tipo bem conhecido no Brasil. Dois casais o espancaram cruelmente para roubar um telefone celular e o pouco dinheiro que carregava. Os quatro foram presos e dois deles eram menores de idade. Foram desferidos muitos golpes e chutes na cabeça do rabino de 64 anos de idade quando ele já estava caído indefeso no chão. Já se encontrava em coma quando o resgate médico chegou. Após o atendimento inicial, foi transferido para o hospital Tel Hashomer, em Ramat Gan, em Israel, onde permaneceu internado sem se recuperar coma até falecer neste domingo dia 16 de abril.
Não há informações até o momento se o roubo do dia 7 de outubro de 2016, agora seguido de morte, foi apenas uma ocorrência policial ou se a violência do ataque denota uma ação antissemita.
O rabino Deitsch foi durante muitos anos o emissário do movimento Chabad Lubavich para a França e mais recentemente trabalhava em Israel.
Deixou esposa e onze filhos.
Foi sepultado neste domingo, dia 16, em Jerusalém.

TUDO E TUDO SERVIÇOS - TERCEIRIZAÇÃO -SERVIÇOS -MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA


Papa Francisco pede perdão a Deus por escândalos na Igreja Católica

O papa Francisco, que liderou uma cerimônia na Sexta-feira Santa, pediu perdão a Deus por escândalos na Igreja Católica e pela “vergonha” da humanidade que está se tornando cada vez mais acostumada a cenas de cidades bombardeadas e afogamento de imigrantes.

Imagem redimensionadaO pontífice presidiu a tradicional Via Crucis no Coliseu de Roma, que foi acompanhada por cerca de 20.000 pessoas, em meio a um forte esquema de segurança após os recentes ataques em cidades europeias.

O papa sentou-se enquanto uma grande cruz de madeira foi levada em procissão, parando 14 vezes para marcar eventos das últimas horas da vida de Jesus, desde a sua condenação até o seu sepultamento.

No final do serviço de duas horas, Francisco leu uma oração que ele próprio escreveu sobre a vergonha e a esperança. Francisco manifestou confiança de que Jesus “não nos trata pelos nossos méritos, mas unicamente segundo a abundância da sua misericórdia”.

“A esperança de que a sua cruz transforma nossos corações endurecidos em corações de carne, capaz de sonhar, de perdoar e de amar. Transforma essa noite tenebrosa de sua cruz em alvorecer da sua ressurreição. A esperança de que a sua fidelidade não se baseia na nossa”, declarou o papa.

Abusos

No que parecia ser uma referência ao escândalo de abuso sexual da Igreja, ele falou de “vergonha por todas as vezes em que bispos, sacerdotes, irmãos e freiras escandalizaram e feriram seu corpo, a Igreja”.

A Igreja Católica tem lutado por quase duas décadas para deixar para trás o escândalo do abuso sexual de crianças pelo clero. Os críticos dizem que mais deve ser feito para punir os bispos que encobriram os abusos ou foram negligentes na prevenção.

Francisco falou também da vergonha que disse deveria ser sentida pelo “derramamento diário do sangue inocente de mulheres, crianças, imigrantes” e pelo destino daqueles que são perseguidos por causa de sua raça, status social ou crenças religiosas.

O pontífice mencionou a “vergonha por todas as cenas de devastação, destruição e afogamento que se tornaram comuns em nossas vidas”. Nesta sexta-feira, mais de 2.000 imigrantes que tentavam chegar à Europa foram resgatados no mar Mediterrâneo.

Fonte: Veja.com

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...