terça-feira, 2 de outubro de 2012

PMs de Cristo organiza partida de futebol beneficente



PMs de Cristo organiza partida de futebol beneficente Evento teve “oração caveira” e acabou em goleada

PMs de Cristo organiza partida de futebol beneficente
Na tarde do último domingo ocorreu em Santos uma partida de futebol diferente. O time sub-20 do Santos enfrentou nada menos que o time do Bope (Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro), famoso pelo emblema da faca na caveira.
Já no vestiário podia-se ouvir uma oração diferente: “procuramos defender os indefesos e libertar os escravizados”. De um lado, o Santos vestindo seu tradicional uniforme branco. Do outro, o adversário vestido de preto, com o distintivo da faca na caveira.
A partida beneficente foi organizada pelo grupo de policiais evangélicos “PMs de Cristo”. A entrada era um quilo de alimento não perecível. Os alimentos arrecadados foram divididos entre o Santos FC e os PMs de Cristo de São Paulo, e distribuídos às entidades beneficiadas por cada instituição.
Tratou-se da primeira exibição do Bope contra um clube. O time viajou durante oito horas do Rio de Janeiro até Santos em um carro com apenas 12 jogadores, um reserva.
Seu técnico é Pepinho, filho do ex-ponta Pepe. “Pode errar, mas não pode brincar, tem que ter seriedade. O Bope não veio aqui para brincar e temos que respeitá-los”, disse o treinador. O placar final na partida realizada no CT Rei Pelé foi 7 a 1.
O jogo foi calmo e marcado por pedidos para diminuição de ritmo. “O Mathias aqui não para. Vai devagar, Mathias”, pedia um dos zagueiros do time do Bope, comparando um atacante santista a André Mathias, personagem de André Ramiro nos filmes.
As conversas, claro, teve parte dos bordões eternizados pelo Capitão Nascimento, personagem central dos filmes Tropa de Elite.
“Missão dada é missão cumprida”, lembrou o sargento Marcos Campello, que serviu de auxiliar técnico na partida. Ele confessa: “(nos jogos) as pessoas falam algumas coisas para brincar, descontrair, já chegamos a ouvir o ‘pede para sair’ e o ‘nunca serão’”.
Com informações Terra/GOSPEL PRIME

POR:GRITOS DE ALERTA

Israel usa rolo da Torá como “escudo” contra o Irã

Israel usa rolo da Torá como “escudo” contra o IrãSinagoga foi construída dentro de reator nuclear estratégico
Israel usa rolo da Torá como “escudo” contra o Irã
Nesta terça-feira foi dedicado um rolo da Tora, juntamente com uma nova sinagoga, no reator nuclear de Dimona, Israel. O espaço para orações substitui o antigo, que era uma sala improvisada num antigo abrigo antibombas.
Um número restrito de convidados participou da cerimônia de inauguração. O reator, localizado na região norte do Negev é considerado estratégico pelo governo israelense.
A iniciativa de se construir uma sinagoga nova naquele espaço foi do rabino David Abuhatzeira. O bilionário e filantropo norte-americano Ira Rennert já disponibilizou recursos para a compra de dezenas de pergaminhos de Torás por todo o Israel e respondeu positivamente ao apelo do rabino. A nova sala de oração tem capacidade para 300 pessoas.
“O rabino disse que uma sinagoga neste reator nuclear seria uma combinação enorme de santidade com poder [não-espiritual]“, explicou uma fonte envolvida na angariação de fundos. “O rabino pediu que trabalhássemos o mais rapidamente possível para construir a sinagoga, que ele descreveu como ‘esplêndida’”.
“O reator opera 365 dias por ano, mesmo durante as férias, mas, até agora, não tinha uma sinagoga adequada”, disse a fonte. “Isso foi muito importante para o rabino. Há milhares de trabalhadores no reator, e ficamos surpresos ao descobrir que não havia sinagoga para as centenas de judeus observantes que ali trabalham”.
Ele observou que não é coincidência a sinagoga estar sendo dedicada na mesma época em que há um debate público sobre a ameaça nuclear iraniana.
“Eu não tenho dúvida de que a construção de uma nova sinagoga e a dedicação de um novo rolo da Torá aqui vai nos proteger contra todas as ameaças externas, incluindo a do Irã”, acrescentou.
A instalação nuclear é oficialmente conhecida como Centro de Pesquisa Nuclear de Negev e, embora seja vigiada por guardas do exército continuamente, em janeiro a Comissão de Energia Atômica de Israel pensou em fechar o reator, pelo menos temporariamente, por causa de sua possível vulnerabilidade a um ataque do Irã.
Traduzido de Israel National News

'Estou vivo por um milagre', diz sobrevivente do Carandiru

O ex-detento e atual pastor evangélico Jacy de Oliveira onde era o Pavilhão 9 do Carandiru, hoje um parquinho infantil do Parque da Juventude (Foto: Flavio Moraes/G1)O ex-detento e atual pastor evangélico Jacy de Oliveira, no lugar que, segundo ele, se localizava o Pavilhão 9 do Carandiru - hoje um parquinho infantil do Parque da Juventude (Foto: Flavio Moraes/G1)
Jacy Lima de Oliveira diz lembrar todos os detalhes daquele 2 de outubro de 1992. As imagens, o cheiro, e, principalmente, os gritos. "Foi um inferno na Terra, estou vivo por um milagre", conta o ex-presidiário da antiga Casa de Detenção e sobrevivente do massacre que deixou 111 mortos, quando há 20 anos a polícia de São Paulo invadiu o pavilhão 9 da penitenciária após um início de rebelião.
"Eu sobrevivi, eu vi a história, eu pisei em sangue que dava quase na canela, e isso não é exagero, não! Ouvi gritos que até hoje ecoam na minha mente", disse Jacy ao G1, em uma entrevista feita no Parque da Juventude, construído após a implosão dos pavilhões do Carandiru e inaugurado em 2003. "Quando venho aqui eu me sinto livre, feliz de estar vivo. E me sinto também muito triste por saber que aqui morreu muita gente, e que os crimes estão impunes. Na verdade isso aqui é um tapete em cima de um grande montão de sujeira."
O massacre ficou conhecido internacionalmente, e até agora nenhum réu foi preso. Todos respondem ao processo em liberdade - e nenhum ficou ferido na ação. Alguns se aposentaram e outros morreram antes mesmo de serem julgados.
Jacy foi para o maior presídio da América Latina aos 27 anos, suspeito de um roubo a uma mansão no Morumbi - que alega não ter participado. "Eu vivia uma vida de criminalidade, muita droga, era um desespero, mesmo. Mas quando eu estava no auge do crime e da droga, achei por bem procurar um trabalho."
Segundo ele, um irmão achou um bico de auxiliar de pedreiro e ele aceitou. Quando chegou lá, viu que um outro ajudante era da mesma quadrilha que ele participava. Segundo Jacy, que na época era conhecido como "mineirinho" pela origem do estado vizinho, o companheiro de gangue organizou o assalto, mas sem chamá-lo. "Fiquei 11 meses e quatro dias preso. Nesse tempo fui seis vezes ao Fórum. Nunca provaram nada contra mim nesse caso."
Jacy entrou com uma ação contra o Estado na Justiça por ter ficado preso sem condenação e, segundo ele, ganhou em primeira e segunda instâncias, e agora aguarda a liberação da indenização. O atual pastor evangélico, e pai de dez filhos, publica neste mês um livro com seu relato do massacre. O título será exatamente esse: "Eu sobrevivi para testemunhar o massacre do Carandiru".
Biblioteca do Parque da Juventude foi construída, segundo Jacy, no lugar do Pavilhão 2, onde era feita a triagem dos presos do Carandiru (Foto: Flavio Moraes/G1)Biblioteca do Parque da Juventude foi construída, segundo Jacy, no lugar do Pavilhão 2, onde era feita a triagem dos presos do Carandiru (Foto: Flavio Moraes/G1)
O começo: rebelião no Pavilhão 9
Jacy conta que naquele 2 de outubro era o seu dia de fazer a comida na cela. Ele saiu para procurar óleo antes do fim do período de banho de sol e, quando descia as escadas, viu uma aglomeração estranha no segundo andar, uma briga entre presos.
"Quando decretaram a rebelião, a gente estava esperando a hora, porque automaticamente o Choque ia entrar. Aí começaram a quebrar tudo. Tocaram fogo em toda papelada da justiciária, quebraram os espelhos da barbearia, quebraram os canos de esgoto e aquela água de fezes começou a desaguar dentro do pavilhão", disse ele.

"Quando foi 18h, se viu pela televisão as aglomerações no portão. Só que não só entrou o Choque, entrou o Gate [Grupo de Ações Táticas Especiais] e a Rota [Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar]. Na minha concepção, eles entraram para matar, não para apaziguar, acabar com a rebelião."
'Matança'
"Eu tive um privilégio, que tenho pra mim como um milagre, porque muitos que passaram ali, como eu, morreram a facada, a tiro a queima roupa na cabeça. Eu passei no corredor da morte duas vezes. Descendo em direção ao patio e voltando. Subiram na minha frente umas 80 pessoas e eu ouvi o grito da morte delas."

Jacy acredita que os mortos foram muito mais do que os oficiais 111. "Até hoje tem família procurando os filhos no sistema carcerário", diz ele.
Outro sobrevivente concorda com Jacy: os números reais de mortos seriam bem maiores. Sidney Sales estava no quinto andar do Pavilhão 9 quando começou a rebelião, e conta que na hora que os policiais chegaram, ele estava abaixado, rezando junto com outros presos.
"Policial invadiu e pediu para todos nós tirarmos a roupa e, quando saímos, já existiam diversas pessoas estiradas no chão. Descemos até o primeiro andar e pediram para ficar com a cabeça entre as pernas. Ali, por volta de umas duas ou três horas, os policiais mandaram que os detentos retornassem a suas celas. E, quando eu estava nessa fila, um policial bateu no meu ombro. Eu pensei que ele tirar a minha vida, mas foi justamente quando ele me pediu para carregar alguns cadáveres."
Sidney disse, num depoimento dado na última sexta-feira (28) em um encontro de movimentos sociais em São Paulo, que carregou cerca de 35 cadáveres. Quando percebeu que um dos corpos que carregava era justamente de um preso que fazia o mesmo que ele, entendeu que aquilo se tratava de "queima de arquivo" e fugiu para dois andares superiores. Lá, conta que encontrou mais três policiais que lhe mostraram um molho de chave e disseram que ele teria uma única chance de sobreviver: se a chave que escolhessem abrisse a cela à sua frente. "Quando ele cata aquela chave, eu recito o salmo 91, e quando ele bate a chave e torce, o cadeado abre, e milagrosamente eu entro pra dentro daquela cela."
Emocionado, Sidney contou que voltou para a criminalidade e para as drogas depois do massacre, quando foi transferido para a penitenciária de Mirandópolis e depois liberto. Anos depois, em uma troca de tiros com uma gangue rival, foi baleado e ficou paraplégico. Na cadeira de rodas, foi preso novamente em um assalto e convertido à igreja evangélica dentro da cadeia. Hoje, Sidney é coordenador de um centro de reabilitação de jovens viciados em drogas. Autor do livro "Paraíso Carandiru", ele ajuda no tratamento de 120 pessoas em uma chácara, em Jundiaí. "O sistema carcerário me fez uma pessoa qualificada para o mundo. Tento reverter a sequela que o Estado me deixou, fazendo o que o Estado não fez."


FONTE E DIREITOS -http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/10/estou-vivo-por-um-milagre-diz-sobrevivente-do-carandiru.html

Televisões evangélicas investem em Israel para alcançar judeus

Televisões evangélicas investem em Israel para alcançar judeusExistem cerca de 20 mil judeus convertidos em Israel hoje
Televisões evangélicas investem em Israel para alcançar judeus
Quando o Messias descer sobre o Monte das Oliveiras, conforme profetizado na Bíblia, duas das maiores emissoras de TV cristãs estarão bem posicionadas para cobrir o evento ao vivo. Talvez por isso, elas compraram recentemente estúdios em Jerusalém em uma colina com vista para a Cidade Velha e o Monte.
O canal Daystar Television Network já transmite imagens 24 horas por dia ao vivo de uma webcam instalada no alto do prédio. Agora, a Trinity Broadcasting Network adquiriu prédio vizinho. Os estúdios são parte de uma investida agressiva dessas emissoras evangélicas norte-americanas para marcar presença na cidade santa. Sua presença faz parte de uma investida polêmica em plataformas para difundir o evangelho entre os judeus em Israel.
Além de seu edifício novo, a TBN está em negociação com o sistema Yes de televisão via satélite de Israel. O desejo é uma parceira com o canal evangélico Shalom.
A Daystar já transmite sua programação em língua inglesa em canais no YES e pela operadora de TV de cabo HOT Telecommunications Systems. Ela afirma ser a primeira emissora que transmite programação evangélica na televisão israelense 24 horas por dia.
“Nosso principal alvo é ajudar a vida do que chamamos de judeus messiânicos, ou judeus que receberam a Jesus Cristo como Messias”, disse o co-fundador da TBN, Paul Crouch. “Nós queremos fazer alguns programas em hebraico para chegar até os judeus ortodoxos e instigá-los a ler a palavra de Deus e tornar-se o que chamamos de um judeu completo”.
A evangelização é legal em Israel, embora o governo, por vezes, restrinja e desencoraje tal prática. “Uma das coisas que eu acho ofensiva é que eles se vangloriam de seu trabalho missionário”, disse Ellen Horowitz, diretora de pesquisa da Jewish Israel, um grupo criado em 2008 para controlar e neutralizar a atividade dos missionários cristãos em Israel. “Eles são realmente muito diretos quando fazem isso.”
Horowitz disse que o proselitismo é um assunto delicado em Israel. “Nosso povo tem passado por maus bocados em outros países, por conta de perseguição ou tentativa de assimilação”, disse. “Agora quando as pessoas finalmente chegam em uma nação judaica alguém quer empurrar uma cópia do Novo Testamento em hebraico em suas gargantas”.
Quando a Daystar estreou em Israel, em 2006, gerou tamanha revolta no público mais conservador que o canal foi temporariamente suspenso e só voltou ao ar depois de uma batalha judicial.
Desde então, grupos evangélicos tem ampliado constantemente sua presença em Jerusalém.
Na primavera passada, o evangelista Mike Evans arrecadou US$ 10 milhões para montar uma sede de seu ministério no centro de Jerusalém onde quer montar um espaço de evangelização cristã.
Em julho, o missionário Rick Ridings, sobrinho de Paul Crouch, que dirige um centro de missões e intercessão perto do Monte Sião, conseguiu reunir centenas de jovens judeus durante um festival de música gospel de três dias na capital Tel Aviv.
Seu tio, que está ampliando o alcance da TBN, que já possui 18 redes transmitindo em sete idiomas, entende que “o cristianismo não está tão bem representado em Israel como poderia”, disse ele. “Esperamos igualar e dar o cristianismo uma plataforma melhor.”
Alguns israelenses estão acolhendo melhor os membros da comunidade evangélica nos últimos tempos, vendo-os como parceiros estratégicos, tanto política quanto economicamente.
Além disso, emissoras cristãs doaram dezenas de milhões de dólares nos últimos anos para construir escolas, centros comunitários, hospitais e até mesmo sinagogas em Israel. Parte desse investimento maciço é a crença de que o retorno dos judeus para Israel vai preceder a segunda vinda de Jesus.
Elen Horowitz reconhece que: “Com todos os milhões de dólares que eles estão dando, é mais difícil para o governo dizer não.” Ela calcula que o número de congregações evangélicas em Israel cresceu para 150, e que reúnem cerca de 20.000 judeus convertidos. Em 1987, eram apenas 3.000.
Com tudo isso, as emissoras cristãs se vangloriam que seus mantenedores estão vendo um número recorde de judeus se converterem ao cristianismo. “A colheita está crescendo muito rápido”, finaliza Crouch.
Traduzido de LA Times 

Devi Titus fala sobre o papel da mulher cristã no Brasil

Devi Titus fala sobre o papel da mulher cristã no BrasilA autora pretende criar um comitê para que mulheres ministras de todo o país possam trocar suas experiências religiosas.
Devi Titus fala sobre o papel da mulher cristã no Brasil
Entre as grandes presenças internacionais que estiveram na Expocristã 2012 estava a conferencista Devi Titus que conversou com a correspondente do Gospel Prime, Carla Stracke sobre o ministério feminino e o papel da mulher cristã no Brasil.
Devi ficou ainda mais conhecida em nosso país depois de ministrar do Congresso Diante do Trono, despertando a participação das mulheres na igreja, tema que ela pretende transformar em um comitê para que essas ministras brasileiras possam se conhecer e trocar experiências entre si.
Autora de grande relevância nos Estados Unidos, Devi Titus também fala sobre os livros que são lançados no Brasil, dizendo que é importante oferecer para as mulheres livros que falem sobre atitudes práticas do dia a dia, para ajudá-las a transformarem suas vidas e suas casas.
Leia a entrevista completa:
Gospel Prime – Devi, o Brasil está passando por um boom na área ministerial feminina nos últimos anos e desde 2011 você tem sido parte disso com suas ministrações práticas para mulheres, além de seus livros. O que você acha disso tudo e quais são os planos para o futuro?
Devi Titus – Acho isso maravilhoso. O Brasil está cheio de mulheres de Deus maravilhosas e espalhadas em cada canto, só que elas ainda não se conhecem. Nossa idéia é fazer algo como um comitê nacional para que elas se conheçam e ministrem por todo o país. Devo auxiliá-las para iniciar esse processo.
GP – De uns tempos para cá, livros específicos para a ala feminina têm sido lançados, porém a maioria deles está muito similar e focam somente em temas em como uma mulher deve orar, formatos de oração etc. O que você acha disso?
Devi – Livros sobre oração são importantes, mas já está mais que na hora das mulheres colocarem toda essa teoria em prática e também o Brasil ter livros sobre atitudes práticas para mulheres cristãs. Elas precisam ser transformadas e transformarem suas casas.
GP – Vivemos em uma era onde a maioria das mulheres já foram criadas para serem autossuficientes – estudar, trabalhar, viajar, ter seu próprio sustento, tudo isso de preferência até os 30 anos e então depois procurar por um parceiro para casar se acharem necessário. Já ouvi algumas ministrações suas e muitas das coisas que você diz minha avó dizia para mim que era o molde de uma mulher antigamente. O que você acha disso?
Devi – Tudo o que falo sobre comportamento feminino é 100% baseado na palavra e provavelmente essas coisas que sua avó te dizia e eram encaradas como algo cultural, também eram posturas cristãs de uma mulher que foi se perdendo com o tempo. Resumindo, tudo que uma mulher deve ser muitas vezes não foi ensinado a ela e é praticamente o oposto do que dizem por aí sobre como uma mulher brasileira deve ser culturalmente falando. Tudo está na palavra de Deus, é só elas a seguirem e coloca-la em prática.

GOSPEL PRIME/GRITOS DE ALERTA

Expocristã 2012 reúne 168 mil pessoas no Anhembi


Expocristã 2012 reúne 168 mil pessoas no Anhembi O evento teve a participação de diversos artistas da música gospel

Expocristã 2012 reúne 168 mil pessoas no Anhembi
A Expocristã de 2012 conseguiu atrair 168 mil pessoas durante os sete dias de atividades que aconteceram entre os dias 25 e 30 de setembro no centro de exposições do Anhembi em São Paulo.
Líderes evangélicos, livreiros, lojistas e o público em geral tiveram acesso à diversas novidades do segmento como lançamento de livros, CDs, DVDs, palestras e shows.
Entre os expositores estavam diversas gravadoras gospel entre elas a Sony Music, Graça Music, Som Livre, Canzion Brasil e Salluz. Poucas editoras participaram da feira em compensação as rádios tiveram grandes participações promovendo shows ao vivo.
Um dos organizadores do evento, Eduardo Berzin Filho, presidente da EBF, comentou que esta 11ª edição mostrou que a Expocristã tem o papel de promover o intercâmbio entre a indústria e o canal de distribuição. “Registramos novamente a presença de lojistas, livreiros e distribuidores e permitimos um contato maior com a liderança. A Expocristã fomenta a abertura de novas livrarias e auxilia os pastores na evangelização”, disse.
Além das autoridades religiosas, diversos políticos participaram das atividades que aconteceram nos auditórios do Anhembi, entre eles o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alkimin, e o prefeito da capital paulista Gilberto Kassab.

GOSPEL PRIME/GRITOS DE ALERTA

Encontro de oração reúne 25 mil pessoas

Encontro de oração reúne 25 mil pessoas América para Jesus 2012 reuniu cristãos de todas as denominações para interceder pelo país

Encontro de oração reúne 25 mil pessoas
Exatamente 40 dias antes da eleição para presidente dos EUA, cerca de 25.000 pessoas se reuniram durante dois dias no Independence Mall, na Filadélfia, durante a maratona de oração “América para Jesus 2012”. O objetivo deste encontro que reuniu cristãos de todas as raças, partidos e denominações dos Estados Unidos, era orar pela cura da nação e chamar a América de volta a Deus. O local escolhido é histórico, pois foi o local onde Declaração de Independência foi assinada.
“Hoje chegamos a um lugar histórico para escrever a história espiritual na América”, disse o reverendo Billy Wilson, co-presidente do América para Jesus 2012. ”Hoje nós viemos a este lugar, porque acredito que a América está à deriva espiritualmente e precisa corrigir o rumo”.
O evento de dois dias começou com uma reunião de jovens na noite de sexta-feira. A bispa Anne Gimenez, da Rock Church International, de Virginia Beach, e co-presidente do movimento, disse aos milhares de adolescentes reunidos, “América para Jesus será um grito ouvido em todo o mundo. Este é um início de um empurrão pedindo por justiça na América. Estamos aqui para declarar a Palavra do Senhor. ”
No sábado, Tom Phillips, que trabalha no ministério de Billy Graham, leu uma carta de saudação e solidariedade do evangelista de 93 anos de idade, que afirmou estar orando pela  América e preocupado com o seu futuro.
“Nada poderia ser mais urgente do que para o povo de Deus para se unir e orar por nossa nação e nosso mundo”, escreveu Graham. ”Nossa única esperança é voltar-se para o Senhor Jesus Cristo em arrependimento e fé, para buscar obedecê-lo em todas as áreas de nossas vidas, como indivíduos e também como uma nação…”
O conhecido pastor televisivo Pat Robertson foi um dos palestrantes e declarou “Nós nunca iremos mudar nosso país através da política. Só mudaremos a América com um poderoso derramamento do Espírito Santo de Deus.”
Logo no início da maratona de oração, que durou nove horas, o pastor Wilson pediu um tempo de arrependimento para os sete pecados mortais: orgulho, avareza, luxúria, inveja, gula, ira e preguiça, que seriam as causas dos problemas da nação. Vários líderes cristãos fizeram  orações pedindo perdão por questões específicas e relacionadas com as questões sociais, como a pobreza, o tráfico de desemprego, sexo, crime e gestão governamental.
Na pauta das palestras e das orações durante o sábado estavam a condenação do aborto, o casamento gay e o controle populacional, além de críticas ao governo de Barack Obama.
Traduzido de ABC News Com infos de Gospel Prime

POR:GRITOS DE ALERTA

Carreta cai de ponte após batida na BR-116 e motorista morre, diz PRF

Acidente ocorreu entre as cidades de Feira de Santana e Antônio Cardoso.
Equipes da PRF e do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para a região.


Caminhão (Foto: Imagem/TV Subaé)Caminhão despencou de ponte na BR-116, perto de Feira de Santana (Foto: Imagem/TV Subaé)
O motorista de uma carreta morreu após uma batida contra outro veículo no Km 442 da BR-116, trecho entre os municípios de Feira de Santana e Antônio Cardoso, na Bahia, informou a Polícia Rodoviária Federal. O órgão chegou a comunicar que o acidente ocorreu na manhã desta terça-feira (2), mas retificou a informação sinalizando que o fato aconteceu na segunda (1º).
Caminhão (Foto: Imagem/TV Subaé)Congestionamento se formou na BR-116
(Foto: Imagem/TV Subaé)
Com a colisão, a carreta caiu de cima da ponte que passa pelo Rio Cavaco. Equipes da PRF e do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para a região do acidente. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, como o corpo do motorista ficou preso às ferragens da carreta, que está dentro do rio, a retirada dos destroços do acidente só pode ser realizada nesta manhã, com o auxílio de um guindaste. Até as 11h desta terça-feira equipes ainda trabalhavam na remoção do veículo.
O trânsito no local do acidente foi afetado e um longo congestionamento se formou na BR-116. A PRF não soube informar a extensão do congestionamento.

Caminhão (Foto: Imagem/TV Subaé)Caminhão ficou destruído após queda de ponte (Foto: Imagem/TV Subaé)


G1/GRITOS DE ALERTA  

Bombeiros resgatam cachorra cega e surda que caiu em bueiro em Goiânia

Cadela estava perdida há quase 24h quando foi localizada; resgate levou 2h.
Animal de estimação está com os donos há mais de 16 anos.


O Corpo de Bombeiros realizou na noite de segunda-feira (1º) o resgate de uma cadela que caiu dentro de um bueiro, no Setor Riviera, região leste de Goiânia. Eles tiveram de abrir um buraco no meio da rua, que foi isolada, para salvar o animal que estava desaparecido há quase 24h e está quase cego e surdo. O trabalho foi concluído depois de mais de duas horas.
Depois de cair no bueiro, a cadela ainda caminhou pela tubulação e ficou parada em uma caixa que coleta a água da chuva. Os bombeiros fizeram revezamento entre eles para abrir o asfalto e perfurar a tampa de concreto. “Estamos tentando chegar ao acesso da tampa onde concentra a galeria de captação de água da chuva”, explica o aspirante dos bombeiros Rafael Paiva Justos.
A vizinhança se reuniu para acompanhar o trabalho que mudou a rotina do bairro. Todos na torcida pela Chula. “Afinal de contas é um ser vivo. Ela merece o esforço”, diz o aposentado Vicente de Almeida Neto. “Estamos por cima e estamos morrendo de calor, imagine quem está lá por baixo então”, comenta a aposentada Maria de Fátima Almeida.
A hipótese da família para a fuga do animal é de que alguém pode ter deixado o portão da casa aberto. “Como ela não enxerga direito, não ouve direito, saiu e caiu dentro do bueiro”, diz a dona da cachorra Daniela Ramos da Cruz.
Depois de duas horas, os bombeiros conseguiram chegar à galeria. A Chula foi encontrada bastante assustada a dois metros de profundidade. Logo que saiu do buraco, todos comemoraram.
“Isso aqui é como se fosse uma criança minha. Tem mais de 16 anos que ela acompanha a gente”, emociona-se o dono da cachorra Waltermir Pereira da Silva. “Quero agradecer, primeiramente, a Deus e depois aos bombeiros”, diz Daniela da Cruz.

G1/GRITOS DE ALERTA

Ressaca muda paisagem e revela baleia enterrada há uma década

Turistas que caminhavam pela praia encontraram o esqueleto.
Ossos estavam na Ponta da Praia, em Santos, no litoral de São Paulo.


A ressaca que atingiu as praias da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, na semana passada revelaram uma cena curiosa. Uma ossada que seria de uma baleia chamou a atenção de quem passava pelo local. (Foto: Nirley Sena/A Tribuna)A ressaca que atingiu as praias da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, na semana passada revelaram uma cena curiosa. Uma ossada que seria de uma baleia chamou a atenção de quem passava pela Ponta da Praia, em Santos. (Foto: Nirley Sena/A Tribuna)
Moradores acreditam que o animal que encalhou na orla de Santos há pelo menos dez anos. O material foi recolhido por especialistas e passará por uma análise. Não é a primeira vez que vestígios foram encontrados nas praias da região. Em Iguape, no Vale do Ribeira, pesquisadores encontraram ossos de baleia de 6 mil anos. (Foto: Nirley Sena/A Tribuna)Moradores acreditam que o animal encalhou na orla há pelo menos dez anos. O material foi recolhido por especialistas e passará por uma análise. Não é a primeira vez que vestígios foram encontrados nas praias da região. Em Iguape, no Vale do Ribeira, pesquisadores encontraram ossos de baleia de 6 mil anos. (Foto: Nirley Sena/A Tribuna)
 
G1/GRITOS DE ALERTA

Sobe a 36 o número de mortos em choque de barcas em Hong Kong

Dos 100 feridos, nove estão sendo tratados em estado crítico, diz governo.
Choque entre embarcações ocorreu a cerca de 3 quilômetros da ilha.


A colisão de duas barcas de passageiros matou 36 pessoas nesta segunda-feira (1º) na região de Hong Kong.
Morreram 28 vítimas afogadas no local do acidente, entre elas várias crianças, e outras oito chegaram a ser levadas a hospitais, mas não resistiram.
Dos 100 feridos, nove estão sendo tratados em estado crítico, enquanto os serviços de emergência continuam os trabalhos de resgate, segundo o governo local.
Mais de 120 passageiros e a tripulação estavam no barco, que afundou próximo à ilha de Lamma, a cerca de três quilômetros da ilha de Hong Kong, deflagrando uma grande operação de resgate.
"A colisão entre as duas barcas de passageiros aconteceu próximo à Ilha de Lamma na madrugada", informou o comunicado do FSD.
Equipes de resgate em botes e helicópteros passaram a noite buscando sinais de sobreviventes, enquanto mergulhadores vasculhavam o barco naufragado.
Na manhã desta terça-feira (2), uma das barcas foi içada por um guindaste.
Equipes de resgate fazem buscas em embarcação parcialmente submersa em Hong Kong (Foto: Tyrone Siu / Reuters)Equipes de resgate fazem buscas em embarcação parcialmente submersa em Hong Kong (Foto: Tyrone Siu / Reuters)
 
G1/GRITOS DE ALERTA

Motorista perde controle e bate contra poste na Marginal Tietê

Veículo prestava serviço para campanha política de vereador.
Carro ficou preso entre o poste e uma grade de proteção.


Um motorista ficou ferido após perder o controle e colidir contra um poste na Marginal Tietê, no sentido Castello Branco, na Zona Norte de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (2). Ele foi levado para o Pronto-Socorro da Santa Casa. O carro ficou preso entre o poste e uma grade de proteção, perto do Sambódromo do Anhembi.
A rede elétrica foi atingida e técnicos da Eletropaulo foram acionados para fazer os reparos. O acidente aconteceu por volta das 3h50 desta terça. A vítima, Valdir Mozart Júnior, de 40 anos, é um prestador de serviço do candidato a vereador Eduardo Tuma (PSDB).
Segundo o motorista relatou à polícia, o acidente ocorreu após ele dormir ao volante. De acordo com Magali Celeghin Vaz, delegada assistente do 13º Distrito Policial, da Casa Verde, o motorista não estava embriagado e não havia nenhum vestígio de álcool ou droga no veículo. “O que mais chamou a atenção é a forma como ficou o veículo”, comentou.
A vítima não responderá criminalmente pelo caso, já que apenas ele se feriu. Segunda a polícia, ele passa bem e teve ferimentos leves.
Por volta das 11h, o veículo já havia passado por perícia. Ele estava sendo retirado do local com o auxílio de um guincho da Eletropaulo. Duas faixas e a calçada da pista local da Marginal Tietê permaneciam interditadas. Havia lentidão por aproximação.
Segundo a polícia, motorista dormiu ao volante e bateu em poste (Foto: Alex Falcão/ Futura Pressa/AE)Segundo a polícia, motorista dormiu ao volante e bateu em poste (Foto: Alex Falcão/ Futura Pressa/AE)
 
G1/GRITOS DE ALERTA

Imagens podem ajudar a descobrir quem atropelou jovem em Santos

Ainda não foi possível identificar placa do carro que atingiu Ana Carolina.
Garota mobilizou redes sociais e conseguiu doação recorde em Santos.


Imagens de câmeras de monitoramento podem auxiliar a polícia nas investigações sobre o atropelamento da jovem Ana Carolina Teixeira, que morreu nesta segunda-feira (1º), em Santos, no litoral de São Paulo. Por meio das gravações, pode ser possível identificar dados do carro que atropelou a jovem. O motorista não parou para socorrer a vítima. (veja o vídeo ao lado)

As imagens captadas por câmeras de monitoramento da Rua Governador Pedro de Toledo mostram toda a ação. Na gravação é possível identificar que um carro prata atingiu Ana Carolina. Porém, segundo a Polícia Civil, a placa do veículo não fica claramente a mostra nas imagens. A polícia acredita que as câmeras do circuito interno de um edifício na Rua Artur Assis possam ajudar a coletar mais dados sobre o carro que atropelou a jovem.

As pessoas que tiverem informações sobre o veículo que, segundo a polícia, deve estar com marcas da batida, podem ligar para o Disque Denúncia pelo telefone 181.

Enterro
Dezenas de pessoas compareceram ao sepultamento da jovem, que aconteceu na tarde desta segunda-feira, no Cemitério do Saboó, em Santos. Vanda Galatro, amiga da família, conhecia Ana Carolina desde criança. “Era uma menina muito boa, muito companheira da mãe, porque moravam só as duas. Ela era muito trabalhadora. Ela começou a trabalhar cedo para ajudar a mãe”, lembra. O sentimento de revolta estava presente entre amigos e familiares da vítima, que se mostraram inconformados com o fato de que o responsável pelo atropelamento tenha fugido do local do acidente sem prestar assistência. “Nós queremos justiça. Que o culpado seja encontrado e que se ele se conscientize”, diz a estudante Beatriz Lemos, amiga de Ana Carolina.

Horas antes, no velório, Luiz Henrique Nalin, um dos amigos mais próximos da garota, afirmou que o motorista do veículo não prestou assistência à Ana Carolina. "Infelizmente parece que a vida não tem mais valor. Parece que é só uma palavra. A morte dela não pode ficar como mais um número na estatística. Não pode cair no esquecimento. O cara não teve nenhuma decência de ligar para o resgate. A família precisa procurar um advogado para dar sequência ao processo. A história não pode morrer com ela", pede.
Ana Carolina Cópia Teixeira (Foto: Angélica Goudinho/Arquivo Pessoal)Ana Carolina Cópia Teixeira morreu nesta segunda
(Foto: Angélica Goudinho / Arquivo Pessoal)
O acidente
Ana Carolina Teixeira foi atropelada no dia 23 de setembro. A jovem, de 21 anos, voltava do trabalho, por volta das 4h, quando foi surpreendida por um veículo em alta velocidade. O motorista que estava no carro não prestou socorro à vítima, que foi levada para a Santa Casa de Santos e passou por uma cirurgia por causa de um traumatismo craniano. A jovem permaneceu internada mais de uma semana na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital em coma induzido, até sofrer uma parada cardíaca e morrer.

Campanha nas redes sociais
Na última quarta-feira (26), amigos de Ana Carolina se mobilizaram em uma rede social para conseguir doações de sangue. Apenas na quarta, 59 pessoas foram até o hospital doar sangue em nome dela. Em uma das mensagens colocadas na rede social, mais de 2 mil pessoas compartilharam a ação, e o número de doadores não parou de crescer. Segundo a Santa Casa de Santos, o acidente com a jovem mobilizou um número recorde de doadores na cidade. Foi o maior movimento dos últimos cinco anos no local.

Para Nalin, a mobilização serviu para que várias pessoas levantassem a bandeira da doação de sangue. "As pessoas que se manifestaram para ajudar a Carolina também ajudaram muitas pessoas que poderão precisar desse sangue um dia", explica.

G1/GRITOS DE ALERTA

Fazendeiro é devorado por porcos nos EUA

Caso é tão estranho que a polícia não descartou nenhuma hipótese.


Caso é tão estranho que a polícia não descarta
nenhuma possibilidade. (Foto: BBC)
Caso é tão estranho que a polícia não descarta nenhuma possibilidade. (Foto: BBC) As autoridades americanas estão investigando a morte de um fazendeiro que foi devorado pelos próprios porcos que criava em seu rancho. Terry Vance Garner, de 70 anos, foi visto pela última vez na quarta-feira (26) da semana passada, quando saiu de casa para alimentar os porcos, em sua propriedade rural no litoral do Estado do Oregon.
Após o desaparecimento, partes de seu corpo e de sua arcada dentária foram encontradas por um parente.
Um promotor do condado de Coos, onde ocorreu o incidente, disse que um dos porcos já havia sido agressivo contra o fazendeiro. Cada porco pesa cerca de 300 kg.
Segundo a rede de TV local KCBY News, os restos do corpo do fazendeiro estão sendo analisados por um legista da Universidade de Oregon para determinar como ele morreu.
A polícia disse à rede de TV que o caso é tão estranho e inusitado, que a polícia abriu uma investigação criminal - não descartando nenhuma hipótese.
"Até onde sabemos, foi um acidente horrível, mas isso é tão estranho que precisamos considerar todas as possibilidades", disse o promotor Paul Frasier ao jornal The Register Guard.
Os investigadores acreditam que existe grande chance de ele ter sofrido um problema de saúde - por exemplo, um infarto - enquanto estava trabalhando em meio aos porcos.

G1/GRITOS DE ALERTA

COMEÇOU A FESTA BÍBLICA DOS TABERNÁCULOS "SUKKOT"

 




Cumprindo a ordenança bíblica para o povo judeu, de seguindo o calendário das Festas do Senhor, os judeus de todo o mundo - mas especialmente os de Israel - iniciaram ontem um período de festas com a duração de uma semana, o "Sukkot", ou a Festa das Cabanas/Tabernáculos.
Muitos deles constroem ou montam pequenas cabanas nos terraços ou nos jardins de suas casas, passando muitas vezes a noite dentro das mesmas, lembrando a passagem do povo de Israel pelo deserto do Sinai, sob o comando de Moisés.
Esta é a última das 7 Festas bíblicas do Senhor com Israel, e realiza-se poucos dias depois do Ano Novo (Rosh Hashanah) e do Dia da Expiação (Yom Kippur).
E a Bíblia ordena que seja uma festa de grande alegria: "No primeiro dia, tomareis para vós outros frutos de árvores formosas, ramos de palmeiras, ramos de árvores frondosas e salgueiros de ribeiras; e, por sete dias, vos alegrareis perante o Senhor, vosso Deus. Celebrareis esta como festa ao Senhor, por sete dias cada ano; é estatuto perpétuo pelas vossas gerações; no mês sétimo, a celebrareis. Sete dias habitareis em tendas de ramos; todos os nativos de Israel habitarão em tendas, para que saibam as vossas gerações que Eu fiz habitar os filhos de Israel em tendas, quando os tirei da terra do Egito." (Levítico 23:40-43).
 
SINAL DO REINO MILINAR DO MESSIAS
Profeticamente, esta festa fala do futuro descanso do povo de Deus, no Reino Milenar do Messias, quando todo o Seu povo se alegrará e descansará na presença do Senhor.
O cristão celebra então as 2 festas judaicas que "falam" da Páscoa, a morte e a ressurreição do Cordeiro de Deus, o Messias de Israel, a festa do Pentecoste que introduz um "novo programa" de Deus, agora não só para os judeus mas para todos quantos crerem, através da vinda e ação do Espírito Santo de Deus.
Resta celebrar esta última festa, os Tabernáculos, a única que ainda não se cumpriu, mas podemos mesmo assim alegrar-nos e antever aquilo que ela anuncia: a volta gloriosa do Messias Yeshua, nosso Salvador, para recolher todos os eleitos à Sua presença, julgar os iníquos e trazer o Seu Reino de paz e Justiça a este mundo.
Ao celebrarmos esta festa, proclamamos a vinda gloriosa do Rei e o nosso eterno descanso juntamente com Ele, no Seu Reino!
Shalom

FINAL DOS TEMPOS - Empresário de Campinas é preso após ser flagrado abusando da própria filha de 12 anos

A Polícia Civil de Campinas (93 km de São Paulo) deve abrir um inquérito nesta segunda-feira (1°) para investigar um empresário de 41 anos preso em flagrante enquanto abusava sexualmente da própria filha de 12 anos dentro de um carro no Jardim Santa Cruz. O caso aconteceu no último sábado (29). De acordo com o boletim de ocorrência, um carro fazia patrulhamento de rotina pelo bairro quando os policiais suspeitaram do veículo modelo Montana que estava estacionado na rua Hebert de Souza.  Após serem abordados, a garota confessou que havia três meses que o pai abusava constantemente dela e que ainda não tinha contado para a mãe por medo. O homem foi detido em flagrante por suspeita de estupro de vulnerável, mesmo após alegar que a história era invenção da garota.
No boletim está registrado ainda que, para tentar se livrar da acusação, o homem tentou subornar os policiais com grande quantidade de drogas e armas, inclusive um fuzil e uma metralhadora, que seriam deixados em uma rua de um bairro próximo por dois comparsas. Os policiais fingiram que concordavam para pegar as provas contra o suspeito. No local combinado, os PMs encontraram um revólver e uma pistola.
O delegado Rodrigo Otávio Aidar Monteiro, que atendeu ao caso, disse que também vai investigar a procedência das armas e o suposto envolvimento do homem com a principal facção criminosa do Estado de São Paulo. Após a prisão, o acusado foi encaminhado à cadeia anexa ao 2º Distrito Policial de Campinas sob acusação de estupro.
Devido a uma crise nervosa, a menina foi encaminhada ao Centro de Atendimento de Urgência e Emergência de Valinhos (85 km de São Paulo)e em seguida para o Hospital da Mulher Professor Doutor José Aristodemo Pinotti (CAISM), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde permaneceu em observação por cinco horas.
No mesmo dia, acompanhada pela mãe, a menor foi levada para um abrigo sob a custódia do Conselho Tutelar, para acompanhamento, e, após liberada, foi para casa. A polícia não informou sobre as declarações da mãe.

FONTE . UOL

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...