quarta-feira, 20 de novembro de 2013

ASSUSTADOR: Garota decapitada em Guarulhos pode ter sido alvo de magia negra!


O corpo de Laisa Correia Xavier, dez anos, desaparecida desde 10 de outubro, foi encontrado mais de 15 dias após seu sumiço. No dia 26 de outubro a GCM (Guarda Civil Municipal) de Guarulhos encontrou o corpo da criança na estrada Albino Martelo em um local conhecido como Mato das Cobras, em avançado estado de decomposição, decapitado, com as duas mãos e o pé esquerdo decepados e parcialmente queimado.

Muito abalada, Antônia Pereira da Silva, mãe da menina, confirma a informação e diz que reconheceu o cabelo da filha e o sutiã que a garota usava.

— Ninguém merece morrer do modo que mataram minha filha.

Segurando nas mãos o caderno cor-de-rosa da filha onde se lê na capa “Com Jesus estou seguro”, Antônia acredita, pelo modo como o corpo foi encontrado, que Laisa pode ter sido vítima de magia negra.

— Cortaram a cabeça, as duas mãos e o pé esquerdo da minha filha.

Segundo testemunhas, a garota estava nua e vestia só um sutiã. Próximo ao corpo, foram encontrados uma calcinha e sandálias cor dourada número 36, mesma medida que calçava a menina. No entanto, a mãe descartou que fossem da garota.

Foram solicitados exames de DNA para identificação e a polícia aguarda o resultado para esta terça-feira (5). Na segunda-feira (4), a mãe colheu amostra de sangue para comparação de DNA. Laisa será enterrada às 16h30 desta terça-feira, no cemitério Vila Rio, em Guarulhos e, como o IML ainda não reconhece o corpo como sendo oficialmente de Laisa, a criança será sepultada sem nome, devendo ser alterada a identidade após os resultados dos exames.


No dia em que desapareceu, Laisa tinha perdido o horário da escola e por volta das 9h30 foi para a casa de uma vizinha acompanhada do irmão de 12 anos. A vizinha pediu pra ela comprar sabão em um mercadinho próximo. Após entregar o produto, a mulher deu R$ 0,50 para a menina, que retornou para casa e saiu novamente, desta vez sozinha, até a padaria que fica a menos de um quarteirão de sua casa.

Laisa comprou pão e não foi mais vista. A mãe acredita que ela foi encontrar as colegas da escola já que estava próximo do horário da saída das aulas.

Retrato falado

Fontes policiais informaram que uma testemunha afirma ter visto Laisa em um ônibus na companhia de um homem aparentando ter pouco mais de 30 anos.

Segundo a testemunha, o homem segurava Laisa pelos ombros como se estivesse abraçando a garota, mas o que chamou a atenção foi o desconforto da menina, que tentava se afastar do homem. Eles teriam descido próximo a um posto de combustível na altura da Favela do Piolho.

A polícia está elaborando um retrato falado do suspeito que deverá ficar pronto em breve para ajudar na identificação do homem.

Terceiro caso

No mesmo bairro, no dia 2 de outubro de 2007, outra criança desapareceu. Hugo Ribeiro dos Santos Camargo foi visto pela última vez na porta de casa e nunca foi encontrado. Ele tinha dez anos na época e desapareceu no mesmo mês que Laisa, próximo ao Dia das Crianças.

Além disso, moradores mais antigos do bairro se lembram de outro caso. O corpo de uma menina aparentando entre 10 e 11 anos de idade foi encontrado na trilha que leva até a represa Nazaré, entre os bairros de Fortaleza e Marmelo. O caso aconteceu há cerca de dez anos, segundo uma moradora que não quer se identificar. A mesma informação chegou até a mãe de Laisa por outros vizinhos.  Os três desaparecimentos aconteceram no entorno da escola do bairro e até o momento nenhum foi esclarecido.

Assista ao vídeo:




R7 NOTÍCIAS

ALÔ SENADO - Pelo arquivamento do PLC 122, a lei da tirania gay!

Entenda por que você precisa agir de todas as formas possíveis contra o PLC 122.
O PLC 122/2006, projeto originário das entranhas do PT para criminalizar a chamada “homofobia” (que inclui opiniões contrárias às práticas homossexuais) tem sido barrado no Senado desde 2006, por conta da oposição da população e dos eleitores às suas medidas radicais de concederem privilégios legais e sociais para praticantes dos homossexualismo e punições rigorosas para os discordantes. Para eliminar as barreiras para sua aprovação no Senado, o senador petista Paulo Paim removeu, em seu substitutivo recente, as punições e o termo “homofobia.” Em vez disso, ele reforçou os termos “orientação sexual” e “identidade de gênero.” Se esses dois termos forem legalmente aprovados, os papéis sexuais tradicionais de homem e mulher deixarão de ser padrão para entrar na categoria de “opressões” contra as novas e inventadas categorias, como homossexualidade, bissexualidade, transexualidade e outras. Essas novas categorias estarão legalmente “normalizadas” e protegidas pela aprovação do PLC 122. Com isso, kits gays, bissexuais, transexuais e outros serão obrigatórios nas escolas. Assista a este excelente vídeo:http://youtu.be/wWrCOLyi9qE

Com a aprovação do PLC 122 no Senado, o que acontece? O projeto volta para a Câmara dos Deputados, onde os deputados, em grande parte controlados pelo PT, podem manter as modificações feitas no Senado ou rejeitá-las. Se as rejeitarem, o PLC 122 volta ao seu estado original (veja este vídeo: http://youtu.be/jIOOE0n2V5g) cheio de ameaças e punições e pode seguir diretamente para a aprovação da presidente Dilma Rousseff. Para deter o avanço dessa ameaça, você precisa fazer contato imediato com seus senadores. Para ajudá-lo, temos emais de todos os senadores. Consulte este link:http://bit.ly/19sHAsY
Manifeste o seu protesto contra o PLC 122 ligando para o Senado Federal, neste número gratuito:
0800 61 22 11
Diga para a telefonista que você quer que o PLC 122, que está sendo votado na Comissão de Direitos Humanos, seja arquivado.



VIA GRITOS DE ALERTA .
INF. JULIO SEVERO .COM

CAIU A PL 122/06 - Projeto que criminaliza preconceito contra homossexuais é retirado da pauta da CDH

Com a sala cheia de deputados ligados a entidades religiosas, pastores e outros representantes de igrejas, a senadora Ana Rita (PT-ES) anunciou, na abertura da reunião desta manhã (20) da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), que o projeto (PLC 122/2006) que criminaliza a discriminação contra homossexuais e todo tipo de preconceito foi retirado da pauta dos trabalhos de hoje.
Conforme anunciou, a decisão foi resultado de acordo entre o relator da matéria, senador Paulo Paim (PT-RS), líderes partidários e as lideranças religiosas, visando à busca de entendimento sobre o texto. Ana Rita, que preside a CDH, disse que quer ver esse projeto votado ainda este ano. Segundo afirmou, o relatório de Paim é um texto que tem consenso, pois foi construído a partir de diálogo com diversos segmentos envolvidos com o tema.
A reunião da CDH segue com a análise de outras 40 proposições na pauta.
Mais informações a seguir
Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)






Depois de uma pressão muito forte por parte de nossos deputados e lideres evangélicos do Brasil , Foi tirado da pauta de votação , que ocorreria hoje , a PL 122/06 , MAIS CONHECIDA COMO LEI DA MORDAÇA .
O relator desse projeto , Paulo Pain , fez de tudo para tentar passar esse projeto , mas não resistiu o poder de DEUS .

Essa vitória mostra que se nos unirmos , seremos mais fortes a cada momento .


PARABÉNS AO PASTOR ABNER , BISPO MANOEL (MADUREIRA) PASTOR MARCO FELICIANO , PASTOR JOSÉ FREIRE (BELEM) PASTOR TAKAIAMA , E A TODOS GUERREIROS QUE FIZEREM PRESSÃO , SOB BASES DA ORAÇÃO DE UM POVO VENCEDOR . 


VENCEMOS MAIS UMA VEZ E VENCEREMOS TODAS EM NOME DE JESUS .

MAIS UMA VITÓRIA - FOI TIRADO DA PAUTA DE VOTAÇÃO A PL 122/06 - VALEU GUERREIROS -

Depois de uma pressão muito forte por parte de nossos deputados e lideres evangélicos do Brasil , Foi tirado da pauta de votação , que ocorreria hoje , a PL 122/06 , MAIS CONHECIDA COMO LEI DA MORDAÇA .
O relator desse projeto , Paulo Pain , fez de tudo para tentar passar esse projeto , mas não resistiu o poder de DEUS .

Essa vitória mostra que se nos unirmos , seremos mais fortes a cada momento .


PARABÉNS AO PASTOR ABNER , BISPO MANOEL (MADUREIRA) PASTOR MARCO FELICIANO , PASTOR JOSÉ FREIRE (BELEM) PASTOR TAKAIAMA , E A TODOS GUERREIROS QUE FIZEREM PRESSÃO , SOB BASES DA ORAÇÃO DE UM POVO VENCEDOR . 


VENCEMOS MAIS UMA VEZ E VENCEREMOS TODAS EM NOME DE JESUS .

"A MÚSICA SALVOU A MINHA VIDA" -

 A MAIS IDOSA SOBREVIVENTE DO HOLOCAUSTO 

E MAIS VELHA PIANISTA DO MUNDO EM FILME 

NOMEADO PARA OS ÓSCARES!


"A SENHORA NO NÚMERO 6: A MÚSICA SALVOU A MINHA VIDA" - é o filme sobre Alice Herz Sommer, uma senhora de 109 anos, a mais idosa sobrevivente do Holocausto ainda viva e a mais velha pianista do mundo!

O filme já está na lista final dos 8 nomeados para um Óscar na categoria dos documentários curtos, na 86ª atribuição dos Óscares em Março do próximo ano. Em Janeiro serão nomeados os finalistas.
"A Senhora no Número 6: A Música salvou a minha vida", o filme dirigido pelo vencedor de um Óscar, Malcolm Clark, recebeu recentemente a sua estreia na Grã-Bretanha como parte do Festival do Cinema Judaico do Reino Unido. O filme conta a história da senhora Alice Herz Sommer, uma pianista nascida em Praga que tocava em concertos de música clássica, e que esteve no campo de concentração de Theresienstadt. O número 6 refere-se ao número do apartamento em que ela vive atualmente no Norte de Londres.  

Neste filme - que demorou cerca de 2 anos e meio a realizar - ela partilha os seus pontos de vista de como viver uma vida longa e feliz, a centralidade da música, sempre falando com candura e otimismo, não obstante os traumas que teve de enfrentar.
Segundo Chris Branch, um dos produtores do filme, o interesse no mesmo subiu consideravelmente desde o anúncio de que ele tinha entrado na shortlist.
Alice foi enviada para Terezin com o seu marido Leopold Sommer e o filho Raphael, com seis anos de idade, no ano 1943. Ela tocou em mais de 100 concertos no campo de concentração, e apesar de tanto ela como o filho terem conseguido sobreviver, acabou  perderdo a mãe e o marido em Auschwitz.
Impressionante é o fato de ela nunca ter odiado os nazis, nem de nunca o querer fazer.
"Nunca odiei. O ódio só atrai ódio." - afirmou a anciã.

Depois da guerra, Alice e o filho deixaram a Europa e foram para Israel, onde viveram e trabalharam até imigrarem para Londres, em 1986. O seu filho, conceituado violoncelista e maestro, morreu subitamente em 2001.
O filme exibe fotografias e filmagens raras e antigas, com muitas cenas de Alice tocando o piano. Capta também a sua força moral, modéstia e humor, e ela é inequívoca quando afirma que a música preservou a sua sanidade mental e trouxe-lhe esperança:"A música salvou a minha vida, e salva-me ainda."

Branch acredita que "A Senhora no Número 6"não deveria ser visto apenas como um documentário acerca do Holocausto, mas como um testemunho do seu amor à música e como esta a ajudou a sobreviver. O filme é "um testamento ao poder do pensamento positivo" - afirma o produtor.
O produtor descreve o trabalho de realizar o filme como uma labuta de amor, primariamente pelo facto de ter sido subsidiado a 100% pelos produtores, sem ajuda exterior, e com poucas perspectivas de retorno financeiro. Tanto Branch como o seu colega produtor e amigo de longa data Nick Reed anunciaram que no caso de haver algum retorno economico, ele irá diretamente para a Fundação Musical Rafael Sommer.

QUASE COM 110 ANOS!
No próximo dia 26 de Novembro Alice completará 110 anos, e os produtores do filme estão tentando conseguir 110.000 mensagens de parabéns através do facebook. Apesar de ainda viver no número 6, Alice mal consegue ver e ouvir. 
O final do filme deixa-nos com o seu triste comentário de que "Só quando somos assim tão velhos - só então - é que nos conscientizamos da beleza da vida."


Shalom, Dona Alice!

MAIORIA DOS ISRAELITAS ACREDITAM QUE UM ATAQUE AO IRÃN SERÁ BEM SUCEDIDO


Cada vez mais isolados perante a ameaça iraniana, uma vez que o maior aliado, os EUA, estão  fazendo o jogo do inimigo, Israel se convence  que terá que enfrentar  sozinho  o problema do programa nuclear iraniano.
O primeiro-ministro Netanyahu já pode neste momento contar com uma confortável percentagem de 52,4% de israelitas que acreditam no sucesso de um ataque às instalações nucleares do Irãn.
Esse é pelo menos o resultado da sondagem à opinião pública realizada pela "Israel Hayom - New Wave Research", sendo que 52,5% apoiam a posição do primeiro-ministro em relação às tensões com os EUA respeitantes ao Irãn.
INSTALAÇÕES NUCLEARES NO IRÃO
A maioria dos israelitas aprova assim a linha dura do governo do seu país, achando-a"justificável" e acredita que, caso seja necessário, Israel é capaz de preparar um ataque unilateral às instalações nucleares do Irãn. A percentagem de israelitas que acredita no sucesso de tal empreendimento é de 68,8%.
Esta pesquisa foi realizada no passado dia 13 de Novembro entre cerca de 500 judeus acima dos 18 anos de idade.

Conte comigo Israel .
Bispo Roberto Torrecilhas .

Shalom, Israel!

Ciência & Saúde : Estudo da USP mostra alto uso da pílula do dia seguinte entre jovens


Um estudo realizado pela USP (Universidade de São Paulo) com 800 jovens mostrou que quase 60% delas já usaram a pílula do dia seguinte pelo menos uma vez na vida. O porcentual surpreendeu pesquisadores.

"Estudos anteriores em regiões metropolitanas indicavam taxas menores, em torno de 50%", afirma Ana Luiza Borges, professora da Escola de Enfermagem e coordenadora do trabalho apresentado na Conferência Internacional de Planejamento Familiar, na semana passada, na Etiópia.

Feito em Arujá em 2011, o trabalho entrevistou alunos entre 15 e 19 anos e seus resultados podem, segundo os pesquisadores, ser estendidos à região metropolitana de São Paulo. Do total, 307 jovens disseram ter vida sexual ativa. Entre os alunos de escolas públicas, 57,9% disseram ter usado a pílula e 57% dos estudantes das particulares também já recorreram ao método.

Farmácias

A maioria das jovens comprou o produto nas farmácias: 74,6%. Apenas 6,8% obtiveram os contraceptivos em posto de saúde. A pílula é acessível e custa em torno de R$ 12. Para a professora, o comportamento tem um lado positivo: "Jovens conseguem tomar medidas para evitar gravidez indesejada", diz. No entanto, a baixa procura por profissionais de saúde representa a perda de oportunidade de se repassar informações aos jovens.

Ela destaca, por outro lado, que não é a maioria dos jovens que usa a pílula por diversas vezes. "O receio de que a pílula de emergência fosse usada indiscriminadamente não foi confirmado", diz. Do total, 18,5% das jovens recorreram ao método mais de três vezes em um ano.

A professora observa que a maior parte (31,6%) recorre à contracepção de emergência por insegurança, por medo de não ter usado de forma adequada o contraceptivo. Mas um dado é preocupante: 19,8% não quiseram usar nenhum método para impedir a gravidez.

"O aconselhamento é importante para todos os grupos", enfatiza a pesquisadora. Remédio de emergência, a pílula do dia seguinte deve ser usada no máximo até 72 horas depois da relação sexual. O acesso ao medicamento no SUS (Sistema Único de Saúde) foi facilitado em abril deste ano.

Fonte: Estadão

GRITOS DE ALERTA - PL 122 com alterações deve ser votado no senado


Julio Severo mostra que as mudanças no texto trazem ameaças não explicitas para os defensores da família tradicional.

O senador Paulo Paim (PT-RS), novo relator do Projeto de Lei 122/2006, apresentou um texto substitutivo na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado e marcou a votação para a próxima quarta-feira (20).

O petista diz que alterou o projeto e tirou a polêmica descrição do que é homofobia. O texto original classificava como crime até as opiniões contrárias ao homossexualismo.

“No texto não vai entrar a palavra homofobia”, disse Paim que está substituindo a senadora Marta Suplicy na relatoria do projeto.

O novo projeto mantém que deve ser preso toda pessoa que discriminar um homossexual da mesma forma como acontece em casos de racismo, discriminação com idosos, deficientes e índios.

“Entrou na lei geral. Todo crime de agressão, seja verbal ou física, vai ter que responder um processo legal.”

Para evitar novas discussões com os religiosos, o projeto vai deixar de fora o que for dito dentro dos templos. “Dentro dos cultos religiosos, temos que respeitar a livre opinião que tem cada um. Por exemplo, você não pode condenar alguém por, num templo religioso, ter dito que o casamento só deve ser entre homem e mulher. É uma opinião que tem que ser respeitada”, afirmou Paim para a Agência Senado.

Ativista pró-família alerta sobre a aprovação da lei

Mesmo com as alterações feitas pelo novo relator, o projeto ainda apresenta riscos segundo o blogueiro e ativista pró-família Julio Severo que na década de 1990 escreveu um livro alertando sobre as ameaças da “agenda gay”.

Severo diz que o termo homofobia pode ter sido retirado do texto, mas “não seu espírito”. “As ameaças explícitas foram removidas. Mas outras ameaças, não explicitas, estão presentes. Sob a roupagem de uma legislação punitiva, o projeto pretende ser o veículo para introduzir na legislação brasileira os conceitos de ‘ORIENTAÇÃO SEXUAL’ e ‘IDENTIDADE DE GÊNERO’, agora mais reforçados do que nas versões anteriores”, escreveu.

O conceito seria mostrar que não existe sexo “masculino e feminino”, mas sim gêneros e que estes não são biológicos, mas sim construções sociais. “Neste caso a família tradicionalmente entendida, como originária da união entre um homem e uma mulher, deixa de fazer qualquer sentido”, alerta Severo.

“A ideologia de gênero está sendo introduzida na legislação como uma bomba relógio com o objetivo de destruir o conceito tradicional da família como a união de um homem e uma mulher vivendo com compromisso de criar e educar filhos.”

O maior perigo, de acordo com Julio Severo, é exatamente a criação desse conceito de “gênero” pois ele vai reinventar, através de uma lei, a concepção do que é a sexualidade humana.
Outro alerta que o blogueiro faz é que essas mudanças entrarão nas escolas e que em breve quem ousar propor a família tradicional como tema central da educação da juventude será perseguido por “discriminação de gênero”.

Fonte: Gospel Prime

ALERTA - Em seis anos, número de pessoas com diabetes aumenta 40%


O número de pessoas com diabetes aumentou 40% entre 2006 e 2012, segundo dados da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2012) divulgada nesta quinta-feira, 14, pelo Ministério da Saúde. O porcentual de pessoas que se declararam diabéticas passou de 5,3% para 7,4% no período.

Segundo dados do ministério da Saúde, o avanço do diabetes está relacionado ao excesso de peso, à falta de exercícios físicos, à má alimentação e o envelhecimento da população. O Vigitel aponta que 75% do grupo de brasileiros convivendo com a diabetes estão acima do peso. Em 2012, pela primeira vez na história, o número de pessoas com sobrepeso superou a metade da população, chegando a 51%.

Segundo os dados do Vigitel 2012, o diabetes é mais comum em mulheres (8,1%) do que em homens (6,5%). O estudo revela também a educação como um fator importante de prevenção: 3,8% dos brasileiros com mais de 12 anos de estudo declararam ser diabéticos, enquanto 12,1% dos que têm até oito anos de escolaridade dizem ter a doença.

O crescimento ocorreu em todas as faixas etárias, porém na faixa de 35 a 44 anos o aumento foi mais significativo: 26,6% de 2006 a 2012. No ano passado, o porcentual de pessoas nessa faixa etária, que declararam ter diabetes foi de 3,9%, enquanto em 2006 o dado foi 2,9%. Outra faixa etária de destaque foi a de 65 anos e mais, que passou de 19,2% para 22,9% de 2006 a 2012, respectivamente.

A pesquisa coletou dados nas 26 capitais e no Distrito Federal, ouvindo 45.448 pessoas. A capital com maior porcentual de diabéticos é São Paulo (9,3%), seguido de Curitiba (8,4%), Natal (8%) e Porto Alegre (8%0). Os menores índices estão em Palmas (4,3), Macapá (4,9), Manaus (4,9%) e Porto Velho (5,0%).

Fonte: Estadão

Thalles Roberto gravou participação no Programa da Eliana


O cantor Thalles Roberto gravou recentemente uma participação no Programa da Eliana, do SBT.

A edição com o cantor mineiro irá ao ar no próximo dia 24 de novembro, de acordo com informações da Graça Music.

Open in new windowNo programa, Thalles interpretou a música “Paixão de Adolescente”, durante o quadro “Quer casar comigo?”.

“Paixão de Adolescente” integra o repertório do CD “Sejam cheios do Espírito Santo”, lançado em 2013 pela Graça Music. O álbum já vendeu mais de 110 mil cópias, o que gerou certificados de Disco de Ouro e de Platina.

Fonte: Gospel+

Justiça inocenta pastor no caso da máfia das sanguessugas


A Justiça Federal em Sergipe inocentou o pastor Heleno acusado em 2006 de ter participado da chamada “máfia das sanguessugas”.

José Heleno da Silva é deputado federal pelo PRB e teve seu nome envolvido nas investigações sobre o esquema de fraudes em licitações na área de saúde para a compra de ambulâncias.

Open in new windowA 2ª Vara Federal em Sergipe entendeu que não há provas que ligue o parlamentar evangélico com as fraudes denunciadas sete anos atrás.
“Não houve prova adicional, nesta demanda cível, a importar em conclusão diferente, tanto porque as provas hauridas foram as mesmas, inexistindo inovação em relação ao que se conteve nas demandas penais ora referidas. Ante todo o exposto, JULGO IMPROCEDENTES os pedidos contidos nesta Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa”, sentenciou o juiz Ronivon de Aragão.

O deputado se pronunciou sobre a decisão da justiça dizendo que o período em que aguardou a decisão foi muito difícil. “Foram anos tendo minha vida investigada, mas sempre tive a convicção da minha inocência. Graças a Deus fui inocentado e a justiça foi feita. Agradeço minha família e aos amigos pelo apoio que sempre me deram nestes últimos sete anos acreditando sempre em minha inocência”.

Fonte: Gospel Prime com informações Infonet.

Record compra série com relações gays


A Record adquiriu as três temporadas da série "Spartacus", já cancelada pelo canal americano Starz.

Produção muito elogiada e que chama atenção pela quantidade de lutas carregadas de sangue. Nudez e sexo também aparecem como outros dos seus principais ingredientes, inclusive com a presença de relações homossexuais.

O anúncio da sua aquisição, segunda-feira no Rio de Janeiro, para representantes das emissoras próprias e afiliadas provocou surpresa. 

Para o colunista do UOL, Flávio Ricco, ou a Record mudou seu posicionamento ou vai realizar um festival de cortes, até mais violentos que os apresentados na própria série.

"Spartacus" irá ao ar, evidentemente, bem tarde da noite, colada, ou servindo de passagem, veja só, para a programação da igreja, conclui Ricco.

Fonte: UOL

Missionária brasileira escapa de afogamento nas Filipinas


Missionária brasileira escapa de afogamento nas FilipinasMissionária brasileira escapa de afogamento nas Filipinas
A missionária brasileira Lídia Caetano de Souza, 63 anos, contou à BBC News como conseguiu escapar da inundação que atingiu sua casa em Tacoblan, nas Filipinas.
Lídia disse que quando a tempestade inundou as ruas e começou a encher sua casa ela usou o buraco do ar condicionado para conseguir escapar das águas e encontrar abrigo em uma casa vizinha que tinha dois andares.
“Quando a água começou a subir, escapamos pelo buraco do ar condicionado. Amarramos cortinas e lençóis para improvisar uma corda e com ela atravessamos a correnteza do quintal até a construção vizinha, que era de dois andares”, disse.
A casa da missionária foi completamente invadida pelas águas, o nível de água atingiu sete metros de altura e chegou a derrubar algumas paredes. “Não consegui salvar nada, só os documentos. Perdi tudo”, disse Lídia.
As cortinas e lençóis serviram para ajudar outras quatro pessoas a atravessar a correnteza até a construção mais alta, porém uma delas acabou se afogando e morreu. A missionária e outros ficaram em cima da construção até que a água baixou.
A cidade de Tacoblan foi completamente destruída, a brasileira afirmou que não restou nada além de mortes e destruição. Os sobreviventes foram levados para o aeroporto e aguardavam a remoção para a capital do país.
Lídia é solteira e não tem filhos. Ela foi ungida como missionária da igreja Assembleia de Deus do Rio de Janeiro há 20 anos. Nos últimos 14 anos ela morou nas Filipinas onde fez muitos amigos. Com a tragédia a brasileira perdeu o contato e não sabe quantos dos seus colegas mais próximos conseguiram sobreviver.
Lídia deve voltar ao Brasil para passar as festas de final de ano, mas em 2014 ela viaja novamente para a Ásia para continuar seu trabalho de evangelização.

VIA GRITOS DE ALERTA  / INF/ GP

Jurista cristão mostra como seria o texto ideal da PL 122


Jurista cristão mostra como seria o texto ideal da PL 122Jurista cristão mostra como seria o texto ideal da PL 122
Nesta quarta-feira (20) o Senado deve votar no Projeto de Lei Complementar 122/2006, lei que criminaliza a homofobia. O texto foi reescrito pelo senador Paulo Paim (PT-RJ) tentando retirar a palavra homofobia, mas dando o caráter de “gênero” e “identidade de gênero”.
O texto continua polêmico e enfrenta a rejeição de quem acredita que o projeto tem objetivo de dar privilégios aos homossexuais. Já os defensores do PL 122, ativistas e simpatizantes do movimento gay, dizem que o projeto quer resguardar os homossexuais e protegê-los da violência e preconceito.
Pensando em punir crimes gerados por preconceito, o doutor Rubens Teixeira usou sua coluna no Gospel Prime para propor um projeto de lei ideal para proteger os homossexuais e punir qualquer tipo de preconceito e violência.
Para isso ele propõe a retira dos termos “raça, cor, etnia, religião, origem, gênero, sexo, orientação sexual, identidade de gênero ou condição de pessoa idosa ou com deficiência” contidos no novo texto e pede apenas para que seja punido a violência gerada pelo “preconceito de qualquer natureza”.
Sobre as alterações propostas, Rubens Teixeira diz que da forma como o PL 122/2006 está redigido ele pode ser “uma armadilha” contra os religiosos e ainda faz uma observação: “Qualquer tentativa de querer punir uma forma de preconceito em detrimento das demais seria uma homenagem ao preconceito, portanto uma contradição ao que se diz defender neste PLC122″.
Teixeira também fez outras anotações sobre o texto fazendo explicações do que é certo e errado de acordo com seus conhecimentos como bacharel em Direito. Confira a proposta aqui.

Rodovalho critica políticos que só procuram evangélicos nas eleições


Rodovalho critica políticos que só procuram evangélicos nas eleiçõesRodovalho critica políticos que só procuram evangélicos nas eleições
O bispo Robson Rodovalho, líder da Igreja Sara Nossa Terra, escreveu um artigo para o jornal Folha de São Paulo criticando os políticos que só procuram os evangélicos em época de eleição e depois passa a desprezá-los.
Rodovalho cita o crescimento do público evangélico no Brasil que de acordo com o Censo 2010 já passa de 40 milhões de pessoas. Apesar dessa quantidade significativa, mais de 20% da população brasileira, os políticos e a imprensa destratam esse segmento chegando a discriminá-los.
O tratamento “diferenciado” da mídia se dá quando noticiam que os políticos estão se aproximando dos evangélicos sem reconhecer que a quantidade de eleitores dentro desse grupo da população é tão significativa que pode mudar os rumos das eleições.
“Os posicionamentos dos candidatos em relação a temas como aborto e união civil de pessoas do mesmo sexo foram os mais observados pelos eleitores na hora de decidir o voto em 2010″, lembra Rodovalho.
O bispo da Sara Nossa Terra não esqueceu de que muitos desses políticos que pedem espaços nos púlpitos de todo o país se esquecem dos evangélicos assim que a eleições acabam.
“Os evangélicos, por somarem um número expressivo de eleitores, capaz de decidir qualquer pleito no Brasil, ganham os holofotes com sua fé reduzida a propósitos eleitoreiros. Tornam-se a noiva almejada para ir às urnas. Porém, passado o pleito, são tratados como a amante inconveniente a ser ignorada.”
Contudo, Robson Rodovalho comenta que os evangélicos estão amadurecendo politicamente e percebem esses interesses. O bispo nota que hoje os evangélicos “têm mais clareza sobre a importância do seu voto” e que assim passarão a decidir levando em consideração a defesa da vida e da família.

GP

Fragmentos das versões das bíblias mais antigas do mundo são expostos em Jerusalém


Fragmentos das versões das bíblias mais antigas do mundo são expostos em JerusalémVersões das bíblias mais antigas do mundo são expostas em Jerusalém
As antigas perguntas sobre onde está “a Bíblia original” e “o quanto a Igreja mudou o texto bíblico” ainda persistem para muitos. Agora surge mais uma oportunidade de tentar esclarecer a trajetória que as Escrituras passaram até chegarem ao século 21.
O Museu Terras da Bíblia, localizado em Jerusalém, fará uma exposição a partir de 23 de novembro deste mês, sobre a história da Bíblia. O material mostra as raízes judaicas do cristianismo e a difusão da fé através da palavra escrita. Apresenta o desenvolvimento da Bíblia juntamente com a disseminação do judaísmo e o cristianismo, a partir de Israel.
A mostra “O Livro dos Livros” reúne fragmentos originais das bíblias mais antigas do mundo, alguns de quase 2 mil anos. São manuscritos, objetos e documentos impressos que mostram a importância do texto sagrado no desenvolvimento da civilização ocidental.
Amanda Weiss, diretora do Museu, asseverou: “A exposição é a primeira já feita no mundo que mostra de maneira equilibrada as histórias do Tanach (Bíblia judaica), e do Novo Testamento que compõem a Bíblia cristã. Trata-se de uma combinação incomum de documentos bíblicos e comentários importantes e transcendentais jamais encontrados e reunidos nesta exclusiva exibição”.
Os visitante poderão ver, de forma cronológica, parte dos manuscritos bíblicos mais antigos conhecidos, bem como suas interpretações e representações. São papiros milenares escritos em hebraico e aramaico, e também material em grego, latim e siríaco dos primeiros séculos. Passando por volumes medievais manuscritos, até chegar às primeiras versões impressas.
biblias antigas Fragmentos das versões das bíblias mais antigas do mundo são expostos em JerusalémSão mais de 200 obras, incluindo fragmentos da Septuaginta (versão da Bíblia hebraica), as escrituras mais antigas do Novo Testamento, manuscritos raros, fragmentos delicados da Geniza do Cairo e páginas originais da Bíblia de Gutenberg, bem como outra que pertenceu ao rei Henrique VIII da Inglaterra, e vários volumes da versão popular do rei James I.
Exposição no Museu Terras da Bíblia
Um dos mais importantes é parte dos rolos do Mar Morto, as cópias mais antigas dos textos do Antigo Testamento, cujos originais estão em Amã, na Jordânia. Jehuda Kaplan, diretor do Departamento de Educação do museu, explica “Esta é a primeira vez que este texto é apresentado em Israel. Está escrito em hebraico e menciona as regras da comunidade que vivia ali no século I”.
Outra parte importante são os fragmentos da Septuaginta (versão do Velho Testamento para o grego koiné), refletindo o vínculo inegável entre o início do cristianismo e o Judaísmo. A exibição se estenderá até abro de 2014. Com informações CBN.

Centenas de pessoas participam da 16ª Marcha para Jesus de Cubatão

Centenas de pessoas participam da 16ª Marcha para Jesus de CubatãoCentenas de pessoas participam da 16ª Marcha para Jesus de Cubatão
Na última sexta-feira (15) a cidade de Cubatão (SP) recebeu a 16ª edição da Marcha para Jesus. O evento reuniu centenas de evangélicos de diversas denominações.
A festa começou às 13h30 na Praça Januário Estevam Lara Dante quando os religiosos se reuniram e dali partiram para marchar pelas principais vias da cidade.
“Passamos pelo Hospital Modelo para orarmos pelos enfermos e pelo hospital num todo, desejamos muitas bênçãos para a cidade de Cubatão”, disse o pastor Aguinaldo Araújo, organizador do evento.
Depois da caminhada os fiéis voltaram para a Praça onde um palco estava montado para receber bandas gospel da região.
Entre os participantes estavam jovens, adultos, crianças e idosos. Um deles, João Moreno, aceitou falar com a equipe da Rede Globo dizendo que a Marcha para Jesus é uma festa para agradecer a Deus pelas bênçãos.

GP

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...