terça-feira, 22 de novembro de 2011

Especialista americano adverte: o terror islâmico já está no Brasil

Em entrevista ao jornalista Leonardo Coutinho publicada pela edição de VEJA que deixa hoje as bancas, o embaixador Roger Noriega, americano neto de imigrantes mexicanos nascido em Kansas e especialista em América Latina, descreve como o terrorismo islâmico está infiltrado no continente e chega ao Brasil: ”Rezo para que as autoridades brasileiras deixem de cometer o erro de ignorar o terrorismo”, diz ele. “O risco para o país é real e iminente”.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
O Brasil não é imune a atentados

Nas últimas duas décadas, o embaixador americano Roger Noriega, de 51 anos, atuou na linha de frente na elaboração da política externa dos Estados Unidos em relação à América Latina. Trabalhou como consultor do Congresso americano e, no governo de George W. Bush, foi chefe da delegação dos EUA junto à Organização dos Estados Americanos (OEA) por dois anos.

Em 2003, assumiu o cargo de secretário adjunto para Assuntos do Hemisfério Ocidental, do Departamento de Estado. Ficou no posto até 2005, quando deixou a vida pública para atuar no American Enterprise Institute for Public Policy Research, um centro de estudos em Washington que reúne pesquisadores das mais diversas áreas, principalmente as de segurança e políticas públicas.

Em outubro, uma semana antes da prisão do iraniano acusado de planejar um atentado contra o embaixador da Arábia Saudita em Washington, Noriega divulgou um artigo sobre as atividades do Irã e do grupo libanês Hezbollah na fronteira mexicana. Na entrevista a seguir, ele conta como foi capaz de antecipar a presença dos terroristas nas franjas do território americano e denuncia a escalada do terror na América Latina.

Como o senhor sabia que o Irã e o Hezbollah atuavam em consórcio com traficantes mexicanos?

Nossa investigação foi baseada em meses de estudos realizados por uma equipe de quatro pessoas que percorreu, além do México, muitos países vizinhos. Essa equipe entrevistou autoridades e fontes secretas nos grupos comandados pelo libanês Hezbollah na região. Nós juntamos os nomes, ligamos os pontos e revelamos uma realidade perigosa.

O Irã e o Hezbollah têm expandido suas bases na América Latina com o objetivo de promover atentados terroristas. Eles construíram uma estrutura operacional de recrutamento, treinamento e captação de recursos. Os fatos observados indicam que os terroristas compartilharam suas experiências com os cartéis do tráfico no México.

Além do relatório publicado a respeito no site do American Enterprise Institute for Public Policy Research, que antecipou as informações sobre essas ações extremistas, nós produzimos um documento confidencial compartilhado com autoridades e vários governos da região.

Por que os Estados Unidos demoraram a detectar essa movimentação em sua fronteira sul?

Gasto grande parte do meu tempo explicando aos políticos americanos que negligenciamos a América Latina.
Recentemente, apresentei no Congresso provas consistentes das atividades desses grupos terroristas no continente. Nossos investigadores identificaram pelo menos duas redes paralelas que colaboram entre si e crescem de forma alarmante na América Latina.

Essas redes são compostas de mais de oitenta extremistas instalados em doze países, concentrados sobretudo no Brasil, na Venezuela, na Argentina e no Chile. Nós não podemos enfrentar as ameaças transnacionais do tráfico de drogas e do terrorismo sem a cooperação de nossos amigos na região.
Por isso, os Estados Unidos precisam prestar mais atenção na região, estabelecer relações econômicas fortes e saudáveis para estimular o crescimento, a prosperidade e a estabilidade entre nossos vizinhos.

O embaixador saudita em Washington, Adel Al-Jubeir: alvo de complô falido de traficantes mexicanos e Quds iranianos

Qual tem sido o papel da CIA, a agência de inteligência americana, em relação a esse problema?

Praticamente, nenhum. Em paralelo com o nosso trabalho, que tornou pública a presença do Irã e do Hezbollah no México, o DEA (a agência antidrogas americana) já vinha investigando as ligações entre extremistas islâmicos e traficantes de drogas.

E eu acho que isso foi uma sorte, porque os integrantes do DEA estão acostumados a pensar além do que diz o manual. Eles não foram constrangidos pelo raciocínio convencional dos especialistas da CIA em Forças Quds (a unidade de elite da Guarda Revolucionária do Irã).

Na agência de inteligência, eles poderiam ter concluído que o modus operandi dos iranianos de contratação do cartel mexicano Zetas para executar o embaixador saudita em Washington era incomum demais para ser realidade — o que poderia ter sido fatal. Em vez disso, o DEA, extremamente ativo em investigações de vários tipos no continente, seguiu em frente e descobriu o plano para matar o embaixador Adel al Jubeir.

Quais são exatamente as conexões do Irã e do Hezbollah na América Latina?

Em 2007, um terrorista que tentou cometer um atentado no Aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, foi preso em Trinidad e Tobago quando se preparava para viajar a Caracas. Da capital venezuelana, ele seguiria para Teerã, onde, segundo alegou, faria um curso de religião.

Ele sabia para onde fugir em segurança. A Venezuela é uma base avançada do terrorismo islâmico na América Latina. Na Ilha Margarita, na costa venezuelana, funciona um dos mais movimentados centros de treinamento de terroristas fora do Líbano.

A Tríplice Fronteira, região entre a Argentina, o Brasil e o Paraguai, ainda preocupa por ser um centro de operações financeiras das mais diversas organizações terroristas. Mas é na Venezuela que esses grupos terroristas têm permissão oficial para adestrar-se e planejar ataques contra os Estados Unidos.

O senhor, então, acusa o governo venezuelano de dar suporte a terroristas?

Não resta dúvida de que o presidente Hugo Chávez usa a riqueza petrolífera de seu país para fortalecer o terrorismo islâmico, cujo alvo principal é o território americano. Isso é um escândalo.

Sinceramente, em qualquer lugar em que exista uma embaixada iraniana ou mesquita ou centro islâmico patrocinado pelo Irã, e na Venezuela praticamente todos o são, pode haver uma célula do grupo libanês Hezbollah.

Não estou sugerindo que toda mesquita seja um centro de terrorismo. Essa é uma suposição ridícula e perigosa. Entretanto, quando agentes iranianos patrocinam mesquitas e centros islâmicos nas Américas, eles o fazem com a finalidade explícita de radicalizar a comunidade muçulmana local. A missão básica desses emissários do terror é identificar alguns indivíduos com potencial para ingressar no Hezbollah ou nas Forças Quds.

Como esses extremistas islâmicos atuam na Venezuela?

Há uma rede que administra a captação de recursos, o recrutamento, o treinamento e a coordenação dos agentes do Hezbollah no país. Essa rede leva o nome de seu chefe, Ghazi Nassereddine. Ele é um venezuelano nascido no Líbano que exerce um cargo diplomático na Síria.

Em 2008, Nassereddine foi identificado pelo governo dos Estados Unidos como um dos fornecedores de suporte logístico e financeiro ao Hezbollah. Apesar de sua relevância, eu o considero menos perigoso que seus comparsas. Esses atuam mais discretamente em suas atividades de treinamento. Nossas fontes confidenciais nos trouxeram evidências de que, no ano passado, ativistas iranianos e do Hezbollah realizaram, na Ilha Margarita, um curso de técnicas terroristas para alunos de países da América Latina.

Como se não bastasse, a Venezuela foi utilizada como sede de uma reunião de líderes terroristas do Hamas, do Hezbollah e da organização palestina Jihad Islâmica. Esse encontro ocorreu em Caracas em 22 de agosto de 2010, com o aval de Hugo Chávez.

Na Bolívia de Evo Morales há "uma academia de treinamento de milicianos patrocinada pelos iranianos" (Foto: Jorge Bernal / AFP)

O presidente venezuelano é o único governante da região a apoiar terroristas?

O presidente da Bolívia, Evo Morales, hospeda uma academia de treinamento de milicianos patrocinada pelos iranianos. Essa escola foi inaugurada recentemente pelo infame ministro da Defesa do Irã, Ahmad Vahidi, identificado como um dos arquitetos dos atentados contra alvos judaicos em Buenos Aires, nos anos 90.

Tanto a Bolívia quanto o Equador estão permitindo que o Irã realize movimentações supostamente comerciais em seus territórios. A mais preocupante delas é a exploração de minérios estratégicos, como urânio.

Essas operações suspeitas podem ser úteis para acelerar o programa nuclear iraniano. Além disso, o comércio entre a Argentina e o Irã aumentou dramaticamente nos últimos anos. Temo que, com o crescimento dos interesses comerciais, exista a possibilidade de que as preocupações com segurança esmoreçam.

A Justiça argentina ainda tenta prender e julgar os diplomatas iranianos autores de dois atentados no país. O senhor acha que esse comportamento pode mudar?

Os argentinos estão totalmente cientes das atividades do Irã em seu território. Os atentados contra a Embaixada de Israel e contra a Associação Mutual Israelita Argentina (AMIA), em 1992 e 1994, são prova disso.

Por isso, o Judiciário da Argentina pediu a emissão de um mandado internacional de prisão pela Interpol. Mas, francamente, algumas operações do governo argentino com o Irã são muito suspeitas. A principal delas é o acordo de cooperação na área nuclear assinado entre os dois países.

Espero que a descoberta pelo DEA de que poderia haver também outro ataque em Buenos Aires coloque a Casa Rosada em alerta.

O atentado terrorista contra a Associação Mutual Israelita Argentina, em Buenos Aires, em 1994: a mão do Irã, e 85 mortos


Por que o Irã e o Hezbollah escolheram a América Latina como campo de operações?

A proximidade com os Estados Unidos torna a região atraente. O presidente Hugo Chávez, como já disse, também vem construindo uma aliança estreita com o Irã, como forma de fortalecer sua agenda antiamericana. Além disso, ele usou os petrodólares de seu país para abrir as portas da Bolívia e do Equador para o Irã.
Como se não bastasse, os serviços de inteligência locais são ineficientes e a América Latina tem baixa capacidade de aplicação das leis. Essa combinação transforma os países latino-americanos em solo fértil para terroristas globais. Diante dessas circunstâncias, o governo dos Estados Unidos precisa empenhar-se mais na cooperação com nossos vizinhos amigos e, desse modo, fortalecê-los.

Hugo Chávez e Mahmoud Ahmadineyad: laços estreitos (Foto: Atta Kenare - AFP)

O que o senhor pode dizer sobre o Brasil?

Há evidências claras de que Mohsen Rabbani, um agente das Forças Quds envolvido nos atentados perpetrados em 1992 e 1994, esteve no Brasil duas vezes nos últimos dois anos.
Embora proibido de sair do Irã, por causa de um mandado de prisão expedido contra ele pela Interpol, Rabbani se vale de documentos falsos para entrar no Brasil pela fronteira venezuelana. Isso tem de ser motivo de preocupação.

Relatórios oficiais dizem que Rabbani e seu irmão, Mohammad Baquer Rabbani Razavi, com residência fixa no Brasil, recrutaram dezenas de jovens pobres brasileiros para sua causa extremista. Sabemos que Razavi, apesar de ser xiita, uniu-se a líderes sunitas para dar suporte às operações do Hezbollah na Tríplice Fronteira.

Eu espero que as autoridades brasileiras parem de negar a existência de extremistas no país e passem a considerar a crescente atuação de organizações terroristas na América Latina. A própria segurança de cidadãos brasileiros está em jogo. O governo do Brasil não pode ignorar essa ameaça.

Qual é o risco para o Brasil?

Dentro em breve, o país será palco da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos. Obviamente, isso transforma o Brasil em alvo tentador. É um erro subestimar esse fato.

A presença de redes terroristas em território brasileiro obriga as autoridades responsáveis pela segurança a aumentar sua atenção. O Brasil, ou qualquer outra nação, não está imune a atentados. A comunidade internacional deu um voto de confiança ao Brasil e espera que o país não falhe em garantir a integridade física dos atletas e do público da Copa e dos Jogos Olímpicos.

Rezo para que as autoridades brasileiras deixem de cometer o erro de ignorar o terrorismo. O risco para o país é real e iminente.

VIA GRITOS DE ALERTA
Fonte: Revista Veja

Relatora descarta consulta popular sobre direitos dos homossexuais

Dep. Jô Moraes (PCdoB-MG) participa de  Chat  sobre o PL 6297/05, que permite a inclusão de parceiro homossexual entre os dependentes de funcionário público da União

Para Jô Moraes, é descabida ideia de promover referendo ou plebiscito sobre direitos fundamentais de minorias.
Beto Oliveira
Deputada Jô Moraes durante o bate-papo promovido pela Agência Câmara.
A deputada Jô Moraes (PCdoB-MG), relatora do projeto que estabelece o pagamento de pensão para companheiros do mesmo sexo, descartou que possa haver necessidade de levar a questão a referendo ou plebiscito.

Para a deputada, é descabida a ideia de levar a votação popular questões relativas aos direitos fundamentais de cidadãos pertencentes a minorias. “Direitos são conquistas fundamentais em uma sociedade desigual e desumana como a nossa. Logo, segundo os próprios ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o direito não pode ser uma garantia de uma maioria”, explicou.

As declarações foram dadas nesta terça-feira (22) em bate-papo promovido pela Agência Câmara de Notícias sobre o Projeto de Lei 6297/05. A proposta altera a Lei de Benefícios da Previdência Social (8.213/91).

Substitutivo
O projeto é do deputado licenciado Maurício Rands, mas Jô Moraes apresentou um substitutivo na Comissão de Seguridade Social e Família retirando a pensão dos servidores públicos [valeria só para a Previdência privada], por considerar inconstitucional essa iniciativa - que, segundo ela, precisa ser proposta pelo Executivo. O substitutivo ainda não foi votado.

Atualmente, o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) já vem pagando pensões para companheiros e companheiras homossexuais de segurados do Regime Geral da Previdência Social (RGPS), com base em uma orientação da Advocacia-Geral da União.

Esse pagamento, contudo, ainda não é amparado por lei e pode eventualmente ser revogado e perder a eficácia, o que gera insegurança entre os segurados. “A questão precisa necessariamente passar pela aprovação de uma lei”, afirmou Jô.

Confusões
A parlamentar esclareceu que a proposta se limita ao campo da Previdência Social, não devendo, portanto, ser confundida com outros projetos, como aquele que regulamenta a união civil entre pessoas do mesmo sexo (PL 1151/95), da ex-deputada e hoje senadora Marta Suplicy (PT-SP), ou o Projeto de Lei 5003/01, da ex-deputada Iara Bernardi, que criminaliza os atos de homofobia.

A proposta também não altera as atuais regras da previdência complementar. “Seria interessante uma manifestação judicial para provocar um pronunciamento (do Judiciário) sobre a questão”, disse a deputada.

Pelo projeto, os documentos que deverão ser aceitos serão os mesmos válidos para comprovar as uniões heterossexuais, sem necessidade de registro em cartório.

Jô Moraes relatou também que não acredita que a medida possa ter um impacto significativo nos cofres do INSS. “Hoje são apenas 1.760 pensões”, lembrou.

Filhos
Questionada por alguns internautas se faz sentido conceder pensão para pessoas que formaram uma relação que não pode gerar filhos, a deputada esclareceu que em nenhum momento o Código Civil (Lei 10.406/02) vincula as uniões à capacidade de se reproduzir. “Ter filhos não é condição para esse direito”, afirmou.

Para a parlamentar, se essa premissa fosse verdadeira os casais heterossexuais que nunca tiveram filhos hoje não estariam amparados. “Não é a reprodução que caracteriza a união coberta por direitos e, sim, a unidade constituída na sociedade”, apontou.

Supremo
Outros internautas perguntaram se não seria necessário aprovar uma emenda à Constituição antes de votar o projeto, já que a Carta cita o relacionamento entre homem e mulher como exemplo de união. Jô Moraes respondeu que essa questão já foi resolvida pelo STF.

Ela lembrou que, em seu voto, o ministro Ayres Brito afirmou literalmente que “o sexo das pessoas, salvo disposição contrária, não se presta para desigualação jurídica, e o previsto na Constituição não fala em disposição contrária”, teria dito o magistrado.

A deputada lembrou também que, em sua opinião, deve-se sempre buscar garantir e ampliar os direitos dos cidadãos e trabalhadores. “De todos eles, homem ou mulher, independentemente de orientação sexual. Direitos humanos, trabalhistas e previdenciários têm que ser de todos os brasileiros e brasileiras”, acrescentou.

Íntegra da proposta:

Da Redação/ JMP

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara de Notícias'

Deputados Evangélicos se Aliam Contra Simulação de Sexo oral em Parada Gay no Acre

Os deputados evangélicos em reunião na Assembleia Legislativa concordaram nas críticas feitas contra a simulação de sexo oral feita por um dos participantes da Parada Gay do Acre, RB, realizada neste domingo, 20.
A performance foi realizada pelo cabeleleiro Carlos Duarte, 56, que disse que só fez a cena porque havia consumido muita bebida alcóolica, afirmando que esta não é a sua conduta normal.
“Admito que errei e estou envergonhado. Dizem que todo mundo tem direito a 15 minutos de fama. Tive o meu, infelizmente, mas não queria que tivesse sido da forma como aconteceu,” ponderou em entrevista à um jornalista local.
O deputado Jamyl Asfuty, DEM, foi o primeiro a se pronunciar: “quando temos órgãos masculinos sendo expostos, pessoas expondo seus seios, isso é crime. Eu não concordo com isso. Essa imagem me estarreceu. Existiram exageros premeditados - afirmou”. Ele também lamentou o uso da música “Faz um milagre em mim” durante a Parada.
“Compete ao Estado reprimir aquele tipo de manifestação. Nós temos um símbolo para nós, que é um hino, e ele foi profanado. Um dia, um líder religioso foi condenado à prisão porque chutou a imagem de uma santa. Não basta pedir perdão, tem que ser punido”, completou.
Já Astério Moreira, PRP, questionou o uso do dinheiro público na realização do evento, “o governo não pode continuar usando dinheiro público para patrocinar um evento que agride às famílias”.
O deputado Ney Amorim (PT), secretário da Assembléia, contou que nos últimos dias tem mantidos todos os dispositivos de acesso à internet distante de seus filhos, para impedir que tenham acesso ao “ato obsceno” da Parada Gay.
O deputado Gerado Pereira, líder do PT, também evangélico, ponderou que a polêmica é decorrente da atitude irresponsável de duas pessoas que participavam da manifestação e que agrediram a sociedade.
“Temos que respeitar os direitos individuais das pessoas e reconhecer que são fatos isolados. Ninguém é obrigado a ir para o céu. Ir para o céu é opcional. Mas os direitos individuais, que regem a sociedade, nos temos que garantir”.

VIA GRITOS DE ALERTA
INF. CRISTIAN POST

confira lista dos 10 líderes cristãos mais influentes que foram consagrados ao apostolado

Com a ascensão do neopentecostalismo, uma característica que a igreja evangélica brasileira adotou foi a consagração de grandes líderes a apóstolos, e cada um deles possui uma “visão” diferenciada para seus ministérios. Embora igrejas protestantes mais tradicionais não abracem essa prática, as igrejas que mais crescem no Brasil possuem estreita relação com esses líderes.
Confira uma lista com os dez apóstolos mais famosos do Brasil e fatos marcantes ligados a seus ministérios.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
1 – Apóstolo Miguel AngeloO líder da Igreja Evangélica Cristo Vive, fundada em 1985, com sede internacional no Rio de Janeiro, e Bispo Primaz da Missão Apostólica da Graça de Deus, nasceu em Angola, é casado com a Bispa Doutora Rosana Torres Ferreira, fez seminário na Assembleia de Deus em Portugal. Antes de fundar a igreja Cristo Vive, foi Pastor na Igreja Nova Vida, também no Rio de Janeiro. Sua ordenação ao apostolado aconteceu em 1991, na cidade de Miami (Estados Unidos), na I Convenção das Igrejas em Graça. Miguel Angelo é membro da Academia Evangélica de Letras e da Ordem dos Teológos Evangélicos da América Latina. Uma de suas posturas teológicas mais marcantes é a de que as pessoas que a Bíblia define como “eleitos”, existiram em outras vidas como anjos.

2 – Apóstolo Estevam HernandesFundador da Igreja Apostólica Renascer em Cristo (1986), Estevam foi gerente de marketing de empresas multinacionais antes do ministério. Casado com a Bispa Sônia Hernandes, o casal passou por várias igrejas antes de decidirem fundar a Renascer. Consagrado a Bispo em 1994, foi elevado ao patamar de Apóstolo em 1995, em uma Conferência Profética realizada no templo-sede da Renascer. Estevam coordena diversas instituições ligadas à Renascer, como a Rede Gospel e a Fundação Renascer, além de apresentar programas de TV, escrever livros, compor músicas e praticar um hobby: tocar saxofone. Em 2005, o Apóstolo Estevam Hernandes fundou a CIEAB (Confederação de Igrejas Evangélicas Apostólicas do Brasil). Outra marca importante em seu ministério foi a implantação no Brasil da Marcha para Jesus.

3 – Valnice MilhomensApóstola da Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo, foi a primeira missionária brasileira enviada pela Convenção Batista Brasileira à África (1971) e 13 anos após, retornou ao Brasil e desligou-se da Convenção por desavenças teológicas quanto ao Batismo com o Espiríto Santo. Fundou o Ministério Palavra de fé em 1987 e foi também a primeira líder evangélica a apresentar um programa de televisão. Em 1993 foi consagrada pastora, e em 2001, foi a primeira mulher brasileira a ser reconhecida como Apóstola. Ao lado de Renê Terra Nova, trouxe o modelo dos 12 ao Brasil. Valnice é solteira, optou pelo celibato para se dedicar ao ministério, e também é escritora.

4 – Mike SheaFundador e principal líder do Ministério Casa de Davi, Mike Shea é casado com Marlene Shea. Afirma que em 1993 o Espírito Santo o mostrou o desenho de uma chave nas ruas da cidade de Londrina, no Paraná, e então, a partir dessa revelação, fundou o ministério do qual é líder até hoje. Um dos fatos recentes mais marcantes sobre o Ministério Casa de Davi foi a confissão de um dos principais nomes, Davi Silva, de que seus testemunhos eram mentira ou cópia do testemunho de outras pessoas. Na ocasião, Shea afastou Davi Silva e o aconselhou a procurar ajuda médica.

5 – Renê Terra NovaFundador e Presidente do Ministério Internacional da Restauração (MIR), é Apóstolo do Brasil e das Nações e Patriarca da Visão Celular no Modelo dos 12. Terra Nova era Pastor Batista na Igreja Batista Memorial em Manaus, e fundou a Primeira Igreja Batista da Restauração. É casado com a Apóstola Ana Marita Nogueira Terra Nova, e foi ungido em 2001, na mesma cerimônia que consagrou o Pastor Márcio Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha. Junto com Valnice Milhomens, é um dos responsáveis pela implantação do modelo dos 12 no Brasil, e em 2002 foi nomeado presidente da Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém para o Brasil e América do Sul. Já ungiu ao apostolado outros mil líderes e no dia de seu aniversário em 19/06/2010, foi reconhecido como Patriarca.

6 – Márcio ValadãoPastor da Igreja Batista da Lagoinha, fundada em 1957, foi ungido a Apóstolo na mesma cerimônia que consagrou Renê Terra Nova ao apostolado. Casado com a Pastora Renata Valadão, Márcio não usa o título de Apóstolo. É escritor, presidente da Rede Super de Televisão e membro do Conselho Apostólico Brasileiro. É pai dos principais nomes do Ministério Diante do Trono: Ana Paula Valadão, André Valadão e Mariana Valadão.

7- Neuza ItiokaApóstola do Ministério Ágape Reconciliação, que enfatiza a batalha espiritual, cura interior e libertação, foi seminarista do Fuller e missionária da Sepal. Coordena a Rede Internacional de Guerra Espiritual e a Rede Internacional de Intercessão Estratégica. Neuza é escritora, membro do Conselho Apostólico Brasileiro, diretora da Rede Apostólica de Ministérios Cristãos e Presidente do Projeto de Transformação Brasil. Foi ungida Apóstola em 2002, e recebeu a incumbência de ungir o Brasil em uma semana. Afirma ter usado um avião que cruzou todo o território nacional espalhando óleo sobre as cidades.

8 – RinaRinaldo Luiz de Seixas Pereira foi ungido Apóstolo após fundar a “Bola de Neve Church”, em 2000. Rina era Bispo na Renascer em Cristo, e saiu para fundar a Bola de Neve. A curiosidade pelo nome da igreja levou diversas pessoas a se interessarem por conhecer a “igreja dos surfistas”. Rina é membro da Coalizão Apostólica Profética Brasileira, casado com a Pastora Denise Gouvêa, é formado em Marketing e Teologia, com pós-graduação em Administração. O Apóstolo também apresenta um programa de televisão.

9 – Ezequiel TeixeiraApóstolo do Projeto Vida Nova, conhecida como a “Igreja com Cara de Leão”, é Presidente do Conselho de Ministros das Igrejas Evangélicas de Vida Nova e da Projeto Vida Nova de Irajá, no Rio de Janeiro. Em 1989, participou da fundação da Associação Missionária Vida Nova, e no mesmo ano foi fundou a Projeto Vida Nova. Uma curiosidade é o “evangelismo estratégico”, feito no Dia de Cosme e Damião, no Dia de Finados e no Carnaval, utilizando o Bloco Cara de Leão. Casado com a Pastora Márcia Teixeira (vereadora na cidade do Rio de Janeiro), é escritor e apresentador de um programa de televisão. Foi consagrado ao apostolado em 2005.

10 – Valdemiro Santiago
Ex- Bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, fundou a Igreja Mundial do Poder de Deus em 1998, após desavenças com o Bispo Edir Macedo. Valdemiro, antes de se desligar da IURD, era cotado como sucessor do líder da Universal. É casado com a Bispa Franciléia Oliveira, escritor, apresentador de TV, cantor e Presidente da TV Igreja Mundial. Atualmente, o Apóstolo Valdemiro Santiago é o pregador evangélico com mais horário na televisão.

VIA GRITOS DE ALERTA
Inf. Gospel+

Coleção Promessas da Som Livre já vendeu mais CDs que Luan Santana

Open in new windowOs bons resultados que a música gospel traz para o setor fonográfico são visíveis. A coleção “Promessas” lançada pela Som Livre vendeu mais cópias que o cantor Luan Santana, que foi o artista brasileiro que mais vendeu CDs em 2010.

Os números foram apresentados em uma reportagem da F5, coluna do site da Folha de São Paulo, no dia 17 de novembro. De acordo com a publicação, o cantor sertanejo vendeu 230 mil cópias de CDs em 2010 e a Som Livre vendeu 482 mil CDs da Coleção Promessas que reunia em 4 CDs os melhores hits da música gospel.

Os CDs foram lançados com temas diferentes, sendo os dois primeiros com músicas diversas, o terceiro voltado para o público pentecostal e o quarto com o melhor do Louvor e Adoração.

Apesar de serem lançados entre 2009 e 2010 a quantidade de cópias vendidas mostra quão lucrativo é o setor.

A mesma reportagem do F5 dizia que os bons números das vendas é resultado de um público que consome menos produtos piratas.

Enquanto o mercado secular sofre perdendo 60% para a pirataria, o mercado gospel sofre apenas 15% de perdas, o que garante o sucesso de grandes artistas como, por exemplo, a cantora Aline Barros que conseguiu ultrapassar a marca de 360 mil cópias com o CD “Extraordinário Amor de Deus”, certificação pouco atingida nos dias de hoje.

Fonte: Gospel Prime

Líderes de igrejas domésticas são atacados por autoridades

Um grupo de homens atacou os líderes de uma igreja doméstica batista perto de Hanói no domingo, dia 13 de novembro, deixando um pastor inconsciente e ferindo gravemente outros, incluindo mulheres e filhos adolescentes.

Líderes da Igreja Batista Ágape estavam participando de uma reunião de renovação espiritual na casa do pastor Nguyen Danh Chau, na aldeia de Tao, quando a quadrilha invadiu a reunião às 9h30, disseram as fontes.

Os agressores arrombaram a porta e destruíram a propriedade e feriram uma dúzia de pessoa que estavam reunidas no culto. Além disso, advertiram ao pastor Nguyen que eles iriam matá-lo se ele continuasse se reunindo com os outros cristãos.

Os cristãos que foram gravemente feridos incluem 5 pastores, 4 pastoras e outros líderes da igreja e seus filhos adolescentes. O pior dos feridos, pastor Nguyen, ficou inconsciente por várias horas e depois da meia-noite, começou a sentir intensas dores no peito, estômago e na cabeça

A esposa do pastor, Nguyen Thi Lan, ainda não consegue caminhar. Os outros cristãos que foram atacados permanecem fracos e perdendo muito sangue. Os cristãos receberam socos em suas bocas e rostos, no peito e nas costas. Alguns foram barbaramente chutados enquanto estavam no chão.

Os vândalos quebraram também as cadeiras do templo, derrubaram o púlpito e arrancaram as madeiras da parede, deixando clara qual era intenção deles. Eles também roubaram peças de motocicletas que pertenciam aos pastores e destruiu os outros veículos, o que foi uma grande para os líderes da igreja.

A Igreja Batista Ágape é uma organização de igrejas domésticas não registradas que possui cerca de 2200 membros que adoram regularmente nas suas 38 congregações. Ela foi criada em 2007 e muitas das congregações estão localizadas perto ou ao redor de Hanói.

Fonte: Missão Portas Abertas

Evangelista é morto a tiros no Paquistão

Um evangelista foi morto a tiros na quarta-feira por um atirador não-identificado no qual sua família acredita ser um membro de um grupo radical muçulmano que tem como principal alvo os cristãos.

Zahid Jameel, 25 anos, disse ao Compass que seu pai, Jameel Saawan, e um ajudante estavam abrindo as portas da sua loja de comésticos na área de Gulshan-e-Iqbal, no centro comercial de Karachi, Paquistão, na manhã de quarta-feira, quando um jovem apareceu e disparou contra seu pai.

O assassino fugiu em uma motocicleta na qual duas pessoas estavam esperando e vigiando o que estava acontecendo, disse Zahid. “Acreditamos que meu pai foi morto por causa da pregação da Bíblia, porque não existe outra razão”, disse ele.

Seu pai não havia comentando nada de ter recebido ameaças nas últimas semanas, apesar de ter recebido após ter manifestado desejo de começar uma organização de bem-estar para os cristãos pobres na região de Karachi.

Apesar de receber as ameaças e telefonemas intimidadores, Zahid disse que seu pai continuou a pregar e foi muito respeitado na comunidade cristã como um exemplo de perseverança e coragem.

“Vivemos em um apartamento alugado e nossas lojas também são de locação. Não temos propriedade e não temos inimigos, por isso estamos chocados com o homicídio”, disse ele. “Não foi um simples roubo, porque o assassino andou na direção do meu pai e disparou contra ele.”

Zahid disse que sua mãe está em estado de choque após a morte de seu pai, assim como suas três irmãs e seu irmão mais velho, Shahid. “Nosso pai foi morto a tiros sem existir nenhuma razão para isso.”

Jameel Saawan e sua família se mudaram para Karachi há 10 anos. Segundo seu filho, seu pai havia dito que estava na hora dele começar a transmitir as boas novas para todos que ele conhecia. Mas Zahid disse que seu pai nunca entrou em discussões sobre isso. Todas as tardes, seu pai fazia visitas para pessoas e compartilhava do Evangelho.

Por ter uma vida extremamente dedicada ao evangelismo, autoridades continuam com a ideia de que a morte de Jameel teve um motivo religioso por trás.

Fonte: Missão Portas Abertas

Homens armados invadem igreja evangélica e roubam fiéis no Amazonas

Segundo a PM, um dos suspeitos violentou uma adolescente grávida. Dois homens armados invadiram a igreja local durante o culto.

Fiéis de uma igreja evangélica localizada na comunidade Nossa Senhora da Conceição, na Zona Rural de Manaus, foram surpreendidos, na noite de sábado (19), por dois homens armados que invadiram o local durante o culto. Uma pessoa foi feita refém.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), os assaltantes invadiram a igreja armados com espingardas. Eles levaram dinheiro e objetos pessoais de todos os fiéis.

Em seguida, um dos suspeitos usou uma adolescente de 13 anos, grávida de dois meses, como refém para fugir do local. Ela foi encontrada no matagal e contou à PM que havia sido estuprada.

Ainda segundo a PM, os homens fugiram pelo mato, já que o bote que eles usaram para chegar à comunidade foi localizado pela polícia na margem do Rio Negro.

Na manhã deste domingo (20), após buscas na área, um dos suspeitos acabou preso e levado para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). Ele foi indiciado por crime de estupro.

Fonte: Correio 24 Horas

MMA - Wanderlei Silva ora antes de entrar no octógono e agradece a Deus por vitória

O lutador de MMA estava passando por uma fase difícil e considerou essa conquista como a maior de sua carreira          Wanderlei Silva ora antes de entrar no octógono e agradece a Deus por vitória
O lutador de MMA Wanderlei Silva concedeu uma entrevista ao site Sportv.com dizendo que estava com muito medo da competição que teve no sábado, em San Jose, Califórnia, onde ele enfrentou o lutador vietnamita Cung Le.
Para tentar conter o nervosismo, o lutador que tem a frase “Deus é Fiel” tatuada no ombro disse que orou e pediu para Deus lhe abençoar antes da luta. “Sabia que nessa luta não podia errar. Nada poderia dar errado. Tinha que ganhar e me apresentar bem. Era uma carga emocional grande, mas orei bastante e pedi para Deus me abençoar, e ele me abençoou”, disse.
Wanderlei vinha enfrentando um momento difícil no esporte e até considerou essa vitória como a maior de sua carreira. “Passei meses difíceis para voltar a lutar. Fiz uma cirurgia no joelho, treinei muito, durante um ano e pouco, mas quando voltei acabei perdendo rápido (para Chris Leben). Muito se falou a meu respeito. Graças a Deus tive o apoio dos meus fãs o tempo todo, a minha família me ajudou. Realmente foi uma das maiores vitórias da minha carreira.”
O MMA é uma luta considerada bastante violenta, mesmo assim muitos lutadores oram e agradecem a Deus quando conseguem uma vitória. A relação MMA x cristianismo já foi discutida com pastores em matéria produzida pelo Gospel Prime. Em sua maioria, os pastores acreditam que o vale-tudo não tem apoio da Bíblia, mas mesmo assim Vitor Belfort e Erick Silva, por exemplo, são esportistas cristãos que entendem que no ringue não estão “brigando”, mas trabalhando, praticando um esporte.


VIA GRITOS DE ALERTA
INFORMAÇÕES GOSPEL PRIME

Cristãos entram na justiça para construir templo no Paquistão


Cristãos entram na justiça para construir templo no PaquistãoAs leis do país dificultam ao máximo a construção de templos não muçulmanos

A igreja é um edifício retangular simples, decorado com arcos e algumas torres. Dezenas de vitrais coloridos retratam o sofrimento de Jesus Cristo, enquanto as paredes internas são pintadas de branco. Nada de muito diferente da maioria das igrejas cristãs do mundo. A questão é que essa fica no Paquistão, país que conseguiu sua independência da Índia em 1947, justamente por causa da religião.

Os líderes do país queriam formar um Estado muçulmano liberal, onde os direitos das minorias seriam protegidos, embora a Constituição proíba um cristão de ser primeiro-ministro ou presidente. Mas os grupos islâmicos sempre dominaram o país e a liberdade religiosa é quase inexistente.

Nos últimos 10 anos, a ascensão da Al Qaeda e a militância Talibã aumentaram a perseguição aos cristãos, com atentados e tiroteios constantes. Em março deste ano, militantes mataram Shahbaz Bhatti, o único ministro cristão no governo, numa demonstração que irão continuar usando as leis de blasfêmia para perseguir os que não seguem o Islã.

Mesmo assim, a cada domingo centenas correram para a igreja,vestidos com suas melhores roupas, mas tiram os sapatos na entrada e sentam no chão, costume islâmico adotado por algumas igrejas do país. Eles cantam hinos ao som de um piano e um ‘dhol’, um tambor tradicional.

A pequena comunidade cristã do Paquistão conseguiu o que parecia impossível, recebeu autorização para construir uma igreja nova e um prédio anexo de três andares. Ela está localizada na maior favela do país e foi inaugurada este mês. A cidade de Karachi agora tem uma verdadeira catedral, que pode abrigar em torno de 5.000 pessoas sentadas, afinal eles não usam bancos nem cadeiras nos templos.

A igreja levou 11 meses para ser construída e custou US$ 3,8 milhões, levantados a partir de pequenas ofertas dos membros e diversas doações vindas de todo o mundo, explica Saleh Diego, que lidera a congregação.

As leis do país dificultam ao máximo a construção de templos não muçulmanos. Para ser construída, foi necessário primeiro colocar abaixo a antiga igreja que ficava naquele local, o distrito de Azam Basti, favela onde moram cerca de 15.000 cristãos.

“Havia tantas pessoas aqui que não era mais possível acomodá-los aos domingos. Alguns ficavam sentados na parte de trás, alguns em pé, algumas do lado de fora”, lembra Diego. ”Agora todos nós, cerca de 5.000 pessoas, podemos orar e adorar o Senhor juntos, e realmente compartilhar e fortalecer a nossa fé.”

Em alguns países predominantemente muçulmanos, como Egito e Indonésia, a construção de novas igrejas pode desencadear tensões e até mesmo violência, mas no Paquistão ainda não há sinais de violência contra o prédio novo.

“Nós tivemos alguma oposição no início”, disse um missionário que vive legalmente e trabalha no Paquistão há muitos anos. Ele se recusou a dar seu nome por razões de segurança. ”Se colocarmos uma cruz grande podemos esperar que os habitantes locais nos criem alguns problemas. Por isso, precisamos ir com calma”.

No Paquistão, os cristãos são cerca de 5% da população de 180 milhões de pessoas. Tendem a viver em guetos de extrema pobreza, muitas vezes separados de seus vizinhos muçulmanos por muros altos. Os cristãos do Paquistão enfrentam problemas bem específicos. A maioria é descendente de hindus que se converteram ao cristianismo. Eles ainda fazem o mesmo trabalho de seus antepassados: varrem as ruas, são empregadas domésticas ou fazem algum trabalho braçal.

Por causa da perseguição, há poucas diferenças entre católicos romanos e protestantes. Em alguns casos, eles compartilham os mesmos espações de adoração. Uma igreja como essa, com cinco mil lugares é realmente uma bênção para a comunidade cristã local. É uma vitória e um sinal da resistência de uma fé que há muito sofre diariamente a discriminação.

Saleh Diego, um dos sacerdotes cristãos do lugar, se preocupa com o radicalismo crescente, mas explica: “A perseguição faz parte do cristianismo. Então, somos fiéis na perseguição e permanecemos fiéis mesmo em meio ao sofrimento”.

VIA GRITOS DE ALERTA
Inf.  Washington Post

Cristãos sofrem com ataques na Nigéria


Cristãos sofrem com ataques na Nigéria
Cerca de 15 pessoas foram assassinadas no norte do país

Centenas de pessoas ainda estão desaparecidas e a destruição durante o ataque incluiu cerca de 10 edifícios de igrejas da região.

Mais de 200 pessoas do grupo extremista islâmico Boko Haram que atacaram a capital do Estado de Yobe, em Damaturu, às 5 horas da tarde do dia 4 de novembro e logo, os terroristas haviam bloqueado todas as quatro principais rodovias que levam à cidade.

Os líderes cristãos em Damaturu disseram ao Compass que das 150 vítimas registradas no ataques, mais de 130 eram cristãos. Quando os extremistas muçulmanos chegaram a cidade, qualquer cristão que não conseguisse recitar o credo islâmico era baleado imediatamente e morto instantaneamente.

“Quando os extremistas no atacaram aqui no dia 4 de novembro, foi como o fim de tudo para os cristãos. Nossas casas foram alvejadas indiscriminadamente. Eu e minha família nos trancamos em casa”, disse Rev. Idris Garba, presidente da Associação Cristã da Nigéria (CAN) no estado de Yobe.

Garba, que também é um dos pastores da Igreja Boa Nova na região de Damaturu, disse que sua igreja diminuiu cerca de 500 membros depois dos ataques: “Nós podíamos ter mais do que 100 membros na igreja após o ataque. A maioria dos membros está se escondendo com medo ou deixaram a cidade.

Garba que tem o ministério pastoral desde 1993 e tem servido como pastor da igreja há dois anos disse que os cristãos foram mortos na frente do templo de sua igreja no dia antes de ela ser bombardeada.

VIA GRITOS DE ALERTA
 Inf. Portas Abertas

A música gospel dispara em vendas

Aline Barros é uma das estrelas da MK Music
Enquanto as gravadoras tradicionais estão em crise há anos, a música gospel não para de bater recordes em 2011.
A MK Music, a maior gravadora evangélica do país, atingiu em novembro a mesma marca de três milhões de CDs e DVDs vendidos em todo o ano passado. Até o fim do ano, a MK estima vender mais 600 000 unidades e chegar a um excepcional crescimento de 20% na comparação com 2010.


VIA GRITOS DE ALERTA
 INF. VEJA ONLINE

APOSTASIA FINAL.


“Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os que lhe pertencem. E mais: Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor.”
2 Timóteo 2:19
Para diversas pessoas, a grande multiplicação de Igrejas Evangélicas por toda parte, no Brasil e pelo mundo inteiro, é algo que julgam complexo de entender. Porém não é assim.
Antes de tudo, precisamos entender e compreender o que seja, de fato, um cristão.
Qualquer pessoa, seja ela quem for, e em qualquer lugar do mundo, pode se autodenominar de cristão, e isso por diferentes motivos. Há aqueles que dizem ser cristãos simplesmente porque nasceram em um lar dito cristão, há outros que acreditam ser cristãos por que seguem alguma religião que também assim se autoproclama, e há até mesmo aqueles que se dizem cristãos buscando obter vantagens pessoais assim agindo.
Há, por exemplo, muitos políticos mentirosos e hipócritas, autênticas víboras, os quais, em busca de votos, se dizem cristãos ao adentrarem em uma Igreja evangélica, depois se dizem espíritas ao entrarem em um centro de umbanda, e depois se tornam budistas quando visitam a casa daqueles que dizem não haver céu, inferno, e nem mesmo um Deus pessoal nos céus (os budistas). E há também aqueles que, ainda que em sinceridade, se julgam cristãos, todavia jamais conheceram a Deus e também por ele não são conhecidos.
“Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade.” Mateus 7:22,23
Há exemplos bastante grotescos entre esses que se dizem cristãos e não são, como por exemplo, o do homem que se assenta em um elevado trono cercado por riquezas e glórias humanas, que anda de mãos dadas com toda sorte de governos corruptos da terra, que induz multidões ao grave erro de dirigirem suas preces a mortos, que se diz representante de Deus na terra e ainda é chamado por muitos de pai (Papa), quando é o próprio Senhor Jesus Cristo que solenemente ordena que assim não se faça.
“A ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque só um é vosso Pai, aquele que está nos céus.” Mateus 23:9
Há ainda, outros exemplos não menos bizarros, como aqueles que negam a divindade do Senhor Jesus, que ensinam que não haverá condenação eterna, e que chegaram ao ponto de imprimir uma “bíblia” para si próprios (Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas) com adulterações e fraudes de tradução grotescas e impossíveis, como é o caso das “testemunhas” de Jeová. Pertencem a uma organização norte-americana chamada de Torre de Vigia, situada no estado americano da Pensilvânia, e distribuem uma publicação encharcada de veneno de serpentes, chamada de “A Sentinela”. São esses parte do joio no meio do trigo.
Não poderíamos deixar aqui de falar sobre aqueles que se vestem com calças escuras e com camisas brancas, andam sempre aos pares, percorrendo ruas e casas, falando sobre um tal de Livro de Mórmon, uma aberração teológica do início ao fim. São os chamados membros da “igreja” de Jesus Cristo dos “santos” dos últimos dias.
Enfim, há muitos “cristãos” para os quais será dito naquele dia:
“Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.” Mateus 25:41
Evidentemente, que se abandonarem as trevas, Deus que é misericordioso, justo e bom, por intermédio do Evangelho de Seu Filho, o Deus Unigênito, cujo Nome é Jesus Cristo, esse mesmo Jesus, o Salvador, é poderoso para arrebentar as cadeias espirituais que os prendem, abrir-lhes os olhos e fazê-los filhos de Deus em Cristo. Caso contrário, segundo as Escrituras de Deus, a Bíblia, irão para o inferno. Ainda que se digam cristãos.
Um só Mundo, uma só Moeda e uma só Religião e um só deus, o Diabo
“Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus.” 2 Coríntios 4:3-5
A cada dia que passa, na medida em que nos aproximamos do fim (literal) deste mundo, e na proximidade da chegada do Dia do Juízo de Deus, mais e mais novos movimentos surgem com a finalidade de unir em uma só religião mundial todas as religiões do mundo. À frente desse movimento de proporções impressionantes está Satanás, como não poderia deixar de ser. Seu objetivo é congregar em um só rebanho todos os bodes do planeta, a fim de conduzí-los, pelo engano da sedução e da mentira, à condenação eterna, da qual ele também participará, quando for lançado junto com seus bodes dentro da Geena eterna, o lago que arde com fogo e enxofre.
“Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte” Apocalipse 21:8
“O diabo, o sedutor deles, foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, onde já se encontram não só a besta como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos.” Apocalipse 20:10
Religião e Salvação não são a mesma coisa
Como já escrevemos em outros artigos, o vocábulo Religião não é religare, e religare não é Religião, até porque essa tal palavra religare (que alguns especulam que significaria religar) nem sequer existe em Latim. E ainda que existisse, não se encontra na Bíblia, nem nos originais escritos em Hebraico, Aramaico e Grego, e em nenhuma tradução da Bíblia para qualquer idioma.
Sendo assim, é evidente que Religião não significa “religar” o homem a Deus. Aliás, o homem nem sequer poderia ser “religado” a Deus através de religião alguma, pois o pecado separou os homens de Deus de modo que nunca jamais houve, não há e não haverá nunca qualquer tipo de esforço ou atitude humana que possa restabelecer a união do homem a Deus. Quem reconcilia o homem com Deus, perdoando-nos os nossos pecados é o Senhor Jesus Cristo, conforme está escrito:
“A saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação.” 2 Coríntios 5:19
Quem nos reconcilia com Deus é Cristo, através de sua morte e ressurreição, e isto se chama Salvação.
Os Verdadeiros Cristãos
Ser, ou ser tornado Cristão, diferentemente do que muitos acreditam, não é um passo tomado no sentido homem ------> Deus, mas sim Deus ---------> homem, o que resulta na comunhão com Deus, intermediada por Cristo.
Deus < --- > Jesus Cristo < --- > homem.
A salvação vem a partir do coração de Deus, o qual muito amor teve pelos homens e decidiu exercer esse amor em misericórdia, perdão e reconciliação na pessoa do Filho, o Senhor Jesus.
“Como está escrito: Não há justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer.” Romanos 3:10-12
“Porque assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu mesmo procurarei as minhas ovelhas e as buscarei.” Ezequiel 34:11
“Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.” João 15:16
A salvação é, portanto, um ato divino, uma oferta unilateral, dos céus, cabendo-nos o direito de aceitá-la ou não, segundo o coração de cada um, individualmente. E essa aceitação só pode ser manifestada, executada e consumada de modo sobrenatural, ou seja, pela fé, que é um dom de Deus. Este dom não é preexistente na criatura humana, ele é dado por Deus a quem ele deseja, e é somente pela fé que podemos ser salvos.
“Finalmente, irmãos, orai por nós, para que a palavra do Senhor se propague e seja glorificada, como também está acontecendo entre vós; e para que sejamos livres dos homens perversos e maus; porque a fé não é de todos.” 2 Tessalonicenses 3:1,2
Uma vez que se tenha, portanto, crido no Evangelho, o processo da salvação permanece em sequência de continuidade, havendo a necessidade da consumação da salvação em cada um, em particular, visto que a salvação é individual. E na sequência deste processo sobrenatural divino, o Espírito de Deus passa a habitar na nova criatura, a qual Ele mesmo regenerou para uma nova vida em Cristo, a qual aqui nesta vida se inicia e que adentrará, de uma vez por todas, na eternidade a partir do momento em que formos ressuscitados dos mortos e arrebatados para os céus no dia do retorno do Senhor Jesus Cristo, no último dia.
O versículo a seguir mostra que a salvação é um ato que parte de Deus e que evidencia o que estamos dizendo.
“Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.” João 6:44
A Igreja e o Reino de Deus
A Igreja, vista sob a perspectiva bíblica, é o agrupamento de pessoas reconciliadas com Deus Pai, em torno de, e no, Deus Filho Jesus Cristo na comunhão do Espírito Santo, o qual é o próprio Deus. O homem, que é um ser composto de corpo, alma e espírito se vê, em sua totalidade, na presença do Deus triuno, o Pai o Filho e o Espírito Santo.
“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” Mateus 28:19
Este ajuntamento de novas criaturas, verdadeiramente regeneradas pelo Espírito Santo, habitam em uma região espiritual que a Bíblia chama de o Reino de Deus.
“Interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, Jesus lhes respondeu: Não vem o reino de Deus com visível aparência. Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Lá está! Porque o reino de Deus está dentro de vós.” Lucas 17: 20,21
O vocábulo grego no original do Novo Testamento, traduzido para “dentro de vós” é entos, e significa tanto “dentro de”, “no meio de” ou ainda “entre” no sentido de “entre vocês”. Logo o Reino de Deus se encontra em nós, no meio de nós, dentro de nós e nós dentro dele. E este Reino não pode ser visto com os nossos olhos de carne, pois Deus é Espírito.
“Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.” João 4:24
O Reino de Deus é a extensão para o nosso meio do ambiente onde o próprio Deus habita, sendo que haveremos de ter nossos corpos transformados em corpos espirituais, e então veremos o Senhor.
Porém, a Bíblia afirma que o Reino de Deus é uma dimensão espiritual divina na qual todo verdadeiro cristão já se encontra inserido a partir do novo nascimento.
“A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” João 3:3
“Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus.” João 3:5
Acreditamos que pelo que foi dito até agora, já podemos entender que ser cristão é algo espiritual divino, de todo de Deus dependente, e cujos benefícios são colhidos através da fé e da comunhão com o Deus vivente, por meio do Salvador, Seu Filho, cujo nome é Jesus Cristo.
Muitas Igrejas e um só Rei, Senhor e Deus
Estima-se que a população atual do mundo seja de cerca de quase 8 bilhões de pessoas, espalhadas em algo em torno de 200 nações, isto sem falar em muitos agrupamentos tribais, povos desterrados, populações nômades, etc.
Vemos, portanto como é gigantesco o número de pessoas que há sobre todos os continentes e ilhas do planeta. E todas essas pessoas, sem falar nas que já morreram e nas que ainda nascerão, todas elas são convidadas por Deus a entrar em seu Reino, e este convite se dá pela pregação do Evangelho. A famosa pergunta “e os que não ouviram o Evangelho?” é uma pergunta incrédula em essência, pois quem assim indaga, duvida do grande e imensurável poder que Deus possui para fazer chegar sua mensagem de salvação onde quer que ele deseje. Ora, se nem mesmo os corpos celestes, algum deles muito maiores do que a terra, e que habitam em regiões inacessíveis para os homens, se nem mesmo estes corpos celestes, de modo nenhum, escapam ao alcance daquele que os criou, não teria Deus uma logística própria a fim de fazer com que o seu evangelho percorra toda a terra, tão minúscula em meio a um universo tão imenso? Certamente que todos terão ouvido as Boas Novas.
“Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá.” Salmos 139: 7-10
A Igreja de Deus é, portanto, composta por todos aqueles que creram em Cristo Jesus pela pregação do evangelho. Todas estas pessoas, as que creram, se encontram espalhadas sobre toda a face da terra, e ainda que estejam isoladas, ou que se reúnam em grupos de dois ou três ou ainda em multidões incontáveis, seja lá onde estiverem, são a Igreja de Deus. E somente Deus sabe quem são, de fato, os seus filhos.
Na verdade, todos estes cristãos se encontram agrupados em um só rebanho, vivem debaixo da graça do amor e da orientação de um só Deus, são governadas por um só Rei e dão contas a um só Senhor, que é Cristo.
A unificação dos cristão é algo que aos olhos de Deus sempre existiu, pois Deus nos olha como um só corpo, o que na verdade somos, o Corpo de Cristo.
“Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo.” 1 Coríntios 12:2
Estatísticas apontam a existência de bem mais do que 30.000 denominações cristãs em todo o mundo, sendo que somente uma parte desse número é constituída por cristãos no sentido bíblico da palavra, como já explicado acima. Não há como termos este número exato, mas em meio a essa imensa multidão, Deus vê seus filhos como um corpo único, como uma só família, como um só corpo. Os cristãos estão, na verdade, reunidos em torno do único Pastor e Senhor das ovelhas.
“Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então, haverá um rebanho e um pastor.João 10:16
Diversas tentativas de se agrupar os cristãos em torno de uma figura humana, um líder eclesiástico, terminaram da pior forma possível. E o exemplo mais notório que conhecemos é o da Igreja Católica Romana, um dos mais horrorosos exemplos de apostasia de que se tem notícia.
Denominações evangélicas continuarão a surgir, seja em grandes templos, seja debaixo de árvores ou em algum subterrâneo escondido, pois a perseguição aos cristãos se encontra em curso crescente, e segundo a Bíblia, assumirá proporções mundiais. Nessa hora serão postos debaixo do fogo da provação, como quando se separa do ouro a escória, e permanecerão somente aqueles que são verdadeiros discípulos de Jesus Cristo, fiéis e amados. Mas como já tem havido, continuará a haver, e em proporções crescentes, os que apostatam da fé pelas mais diversas razões. Apostatar significa abandonar a Cristo.
Hoje, mais do que nunca, nossos olhos precisam estar lavados com colírio espiritual, nossos corações cheios de fé, humildade e amor de Deus a fim de que possamos atravessar os terríveis dias que estão à nossa frente. E isto porque, a despeito de haver tantas denominações evangélicas, e graças a Deus por isso, serão forte as pressões das trevas a fim de nos fazer apostatar.
O Novo Testamento já nos mostra como funciona a administração da Igreja, estando ela em Corinto ou em Éfeso, como nos tempos iniciais da Igreja, em Tessalônica, em Roma, em Filipos ou na Galácia. Seja em Esmirna, em Pérgamo, em Tiatira ou em Sardes, como nos mostra o Apocalipse. Seja em Luanda, em Oslo, Singapura, Londres, Damasco ou no interior do Piauí, valerá sempre o que está escrito:
“Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles.” Mateus 18:20
Fica aqui, portanto, o alerta à Igreja a fim de que cada um bem se guarde e vigie, porque a apostasia (a traição a Cristo) já se encontra em pleno curso, e assumirá proporções tais a ponto de o Senhor ter dito:
“Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?” Lucas 18:8
Pensemos bem no que o Senhor Jesus Cristo está dizendo! Quando ele voltar, mesmo que a população mundial já tenha ultrapassado a casa dos 10 bilhões de pessoas, haverá, pelo menos uma única pessoa que ainda terá fé nele?!
Que Deus nos dê graça, sabedoria, humildade, fé, amor e coragem a fim de que possamos ouvir do Senhor, naquele dia, o que está escrito:
“Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” Mateus 25:34

Por que o Ecumenismo conduzirá muitos ao Inferno



“Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.” Romanos 8:9

Em um mundo chafurdado na mentira e no engano, não faltam pessoas para propalar toda sorte de erros e de afirmações falsas. Fosse isto algo que estivesse apenas e tão somente no âmbito de abrangência do intelecto humano, ainda que terríveis as suas consequências, mesmo assim não seria isto tão grave. O grande problema é que se trata do destino eterno de nossas almas, algo que, uma vez consumado, não poderá, de modo nenhum, ser desfeito. Tendo uma pessoa com sua alma adentrado nos lugares celestiais, de lá jamais sairá, assim como quem se encontrar no inferno, de lá não poderá sair nunca mais, eternamente.

O atual movimento ecumênico (que trata de considerar todas as religiões como sendo semelhantes, e que ainda procura uní-las) trará consequências gravíssimas e eternas sobre a alma de muita gente, como veremos adiante.

A princípio, aos olhos da carne (a visão meramente humana e não espiritual da existência), não há nada de errado em se assentarem na mesma mesa cristãos evangélicos, católicos, adventistas e testemunhas de Jeová. Todavia, quando chegar o momento do início do processo de separação do joio do trigo, tristemente uma enorme multidão de “ecumênicos” estará em meio ao joio, e isto porque já, desde agora, não se encontram inseridos nas dimensões espirituais do Reino de Deus.

Essas tais pessoas não estarão ao lado do Senhor Jesus Cristo no Grande Dia, mas sim junto de Satanás, e isto porque deram ouvidos e crédito à mentira, rejeitando o amor da Verdade para serem salvas.

Os Católicos, os Adventistas e os Testemunhas de Jeová não terão como resistir à enganação da Besta e receberão a sua marca nas suas frontes.

“Seguiu-se a estes outro anjo, o terceiro, dizendo, em grande voz: Se alguém adora a besta e a sua imagem e recebe a sua marca na fronte ou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera de Deus, preparado, sem mistura, do cálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre, diante dos santos anjos e na presença do Cordeiro. A fumaça do seu tormento sobe pelos séculos dos séculos, e não têm descanso algum, nem de dia nem de noite, os adoradores da besta e da sua imagem e quem quer que receba a marca do seu nome. Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.” Apocalipse 14:9-12

Observe você que este trecho das Escrituras, a Bíblia, contém uma sentença definitiva e irreversível, de condenação eterna, para todos os que receberem a marca da besta em suas frontes ou sobre a mão. Ou seja, será uma marcação irreversível, assim como se marca gado destinado ao abate. E o mais terrível é, justamente, a irreversibilidade desta sentença. Segundo a Bíblia, quem receber a marca da besta estará, irremediavelmente, condenado ao inferno. Mas, como se dará essa marcação das pessoas? Por que pessoas aceitariam receber a marca do anticristo em seus corpos? A resposta vem a seguir:

“Com efeito, o mistério da iniqüidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém; então, será, de fato, revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda. Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira, e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos. É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira, a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça.” 2 Tessalonicenses 2:7-12

Satanás é o pai da mentira, e há milhares de anos tem ele exercitado o seu poder de enganar. É o maior enganador, embusteiro e assassino de toda a História. E, não nos esqueçamos, trata-se de um anjo, de um querubim, de um ser angelical corrompido, porém com um grande poder de sedução e de enganação. O poder que o diabo tem para seduzir e para enganar alguém é tão intenso que, em diversas situações, é impossível que alguém lhe resista pelo simples poder humano. Somente pelo poder do Espírito de Deus é que podemos fazer frente a Satanás, resistirmos às suas mentiras e tentações e, por fim, sairmos vitoriosos ao lado do Senhor Jesus Cristo.

E isto nos leva ao ponto mais crucial deste artigo: Quem não tiver o Espírito de Cristo, não terá como resistir à besta e à sua marca. Serão enganados pelo diabo, receberão a marca da besta e serão condenados ao inferno eterno.

Mas, os que tiverem recebido o batismo no Espírito Santo, estes resistirão, vencerão e estarão com Deus, nos céus, pelos séculos dos séculos.

Os cristãos nominais e os Verdadeiros Cristãos

“Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus.” João 3:5

As palavras acima, proferidas pelo Senhor Jesus Cristo, afirmam que ser cristão não é algo que dependa de uma simples opção intelectual, mas sim de algo sobrenatural divino, pois ele condiciona a entrada no Reino de Deus ao novo nascimento, que é quando uma pessoa é sobrenaturalmente regenerada pelo Espírito de Deus e passa a ser, de fato, filha de Deus.

Nascer da água significa ser batizado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, como ensina o Mestre:

“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;” Mateus 28:19

E nascer do Espírito significa ser batizado com o Espírito Santo, como está escrito:

“Disse João a todos: Eu, na verdade, vos batizo com água, mas vem o que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias; ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.” Lucas 3:16

E, novamente, nos diz o Senhor Jesus:

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado.” Marcos 16:15,16

Vejamos que o Senhor NÃO diz neste trecho bíblico: “quem crer será salvo”, mas “quem crer e for batizado será salvo”. E isto também está em Romanos 8:9:

“Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.”

“Nele, digo, no qual fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo; em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória.” Efésios 1:11-14

Por que Católicos, Adventistas e Testemunhas de Jeová receberão a marca da Besta?

Antes de respondermos a esta questão, queremos, de modo enfático, afirmar que o arrependimento ainda está à mão. A Porta da Graça ainda não se fechou, restando ainda, portanto, a oportunidade para quem desejar ser salvo do inferno, vir para Cristo, abandonando as doutrinas do engano, ser batizado e salvo.

Mas, se persistirem em dar boas vindas em suas mentes e corações aos muitos e graves erros doutrinários destas religiões pseudocristãs, certamente sucederá que não estarão em comunhão com Cristo, não estarão sujeitos ao senhorio soberano do Filho de Deus, o qual é Deus, mas estarão nas mãos de falsos profetas, de falsos líderes religiosos, e os estarão seguindo até o momento em que esses líderes sem Deus terminarão por conduzir seus seguidores ao ecumenismo já em operação no mundo inteiro, um passo apenas antes da enganação destruidora que virá com o pupilo de Satanás, a besta, que em breve surgirá. E diante dela se curvarão, receberão a sua marca e seu destino será muito triste e doloroso.


Estes, porém, quanto a tudo o que não entendem, difamam; e, quanto a tudo o que compreendem por instinto natural, como brutos sem razão, até nessas coisas se corrompem. Ai deles! Porque prosseguiram pelo caminho de Caim, e, movidos de ganância, se precipitaram no erro de Balaão, e pereceram na revolta de Corá. Estes homens são como rochas submersas, em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se juntos sem qualquer recato, pastores que a si mesmos se apascentam; nuvens sem água impelidas pelos ventos; árvores em plena estação dos frutos, destes desprovidas, duplamente mortas, desarraigadas; ondas bravias do mar, que espumam as suas próprias sujidades; estrelas errantes, para as quais tem sido guardada a negridão das trevas, para sempre. Quanto a estes foi que também profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que veio o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele. Os tais são murmuradores, são descontentes, andando segundo as suas paixões. A sua boca vive propalando grandes arrogâncias; são aduladores dos outros, por motivos interesseiros. Vós, porém, amados, lembrai-vos das palavras anteriormente proferidas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo, os quais vos diziam: No último tempo, haverá escarnecedores, andando segundo as suas ímpias paixões. São estes os que promovem divisões, sensuais, que não têm o Espírito. Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo, guardai-vos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna. Judas 1:10-21

Prosseguir pelo caminho de Caim, como nos diz o texto acima, é o exato comportamento de muitos líderes religiosos pertencentes tanto ao Catolicismo, bem como ao Adventismo e aos Testemunhas de Jeová - e aqui, propositadamente, não escrevemos as testemunhas de Jeová, mas sim os testemunhas de Jeová, pois são falsas testemunhas de Deus, nada tendo a ver com o Senhor. Caim odiava a Abel, seu irmão, e por causa da inveja e do ódio que sentia por Abel, foi por isso que o matou. E a Bíblia afirma que Caim era filho do diabo e que se perdeu:

Porque a mensagem que ouvistes desde o princípio é esta: que nos amemos uns aos outros; não segundo Caim, que era do Maligno e assassinou a seu irmão; e por que o assassinou? Porque as suas obras eram más, e as de seu irmão, justas. 1 João 3:11,12

O ambiente herético do Catolicismo Romano

A Igreja Católica Romana é o maior exemplo de apostasia de todas as épocas, estando em um nível semelhante de comparação com a apostasia dos judeus, os quais, após terem traído a Antiga Aliança, mataram o Senhor Jesus Cristo, conforme a Bíblia nos afirma:

“Tanto é assim, irmãos, que vos tornastes imitadores das igrejas de Deus existentes na Judéia em Cristo Jesus; porque também padecestes, da parte dos vossos patrícios, as mesmas coisas que eles, por sua vez, sofreram dos judeus, os quais não somente mataram o Senhor Jesus e os profetas, como também nos perseguiram, e não agradam a Deus, e são adversários de todos os homens, a ponto de nos impedirem de falar aos gentios para que estes sejam salvos, a fim de irem enchendo sempre a medida de seus pecados. A ira, porém, sobreveio contra eles, definitivamente.” 1 Tessalonicenses 2:14-16

Apostasia significa abandonar a fé, abandonar os ensinamentos do Senhor, abandonar a Cristo. Eles, os católicos romanos, afirmam que nós, cristãos, saímos de seu meio, todavia foi exatamente o oposto que aconteceu.

Desde que o Senhor Jesus Cristo fundou a Sua Igreja sobre Si próprio, Ele é a Rocha, a Sua Igreja continua marchando pela face da terra, desde os tempos dos doze Apóstolos. Porém, em um movimento apóstata iniciado lá pelo século 4 DC, se iniciou a saída dos católicos do seio da Igreja de Cristo. E este movimento permanece até hoje, sendo que em uma situação bem mais grave atualmente. Ao longo de muitos anos, foram surgindo cada vez mais doutrinas hereges, ensinamentos completamente antibíblicos, a ponto de criarem um “substituto” para Cristo, um Papa (que significa pai), indo em franca, grave e inequívoca desobediência a Deus, pois a própria figura de um Papa na igreja é algo aterradoramente blasfemo, pois diz o Senhor Jesus:

“A ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque só um é vosso Pai, aquele que está nos céus.” Mateus 23:9

E a seguir, alguns pontos doutrinários, graves, que nos mostram que a Igreja Católica é uma igreja apóstata, portanto, sem a presença de Deus.

A supremacia do Papa sobre a igreja cristã; a sucessão apostólica; a proibição do casamento; a rígida hierarquia estabelecida, inexistente nas Escrituras, e que consta de Arcebispos, Cardeais, Bispos, Padres, Monges e Freiras, Madres Superiores, etc.; a transformação da pessoa de Maria em uma deusa, para quem dirigem súplicas e preces (como se os mortos fossem capazes de ouvir), bem como os falsos atributos que lhe conferiram: Rainha do Céu, intercessora junto a Cristo, Mãe de Deus (uma loucura! Como se Deus tivesse mãe); os pedidos e preces aos já falecidos apóstolos, os quais não têm nenhuma comunicação com este mundo; a invenção de um fantasioso local intermediário de purificação, entre a terra e o céu, o chamado Purgatório; a infalibilidade papal; as famosas e históricas indulgências; as preces pelos mortos; a cumplicidade e a co-participação no sincretismo religioso brasileiro; a multiplicidade de estátuas, imagens e bonecos que embora aleguem que não os adoram e nem veneram, o comportamento católico em relação às imagens em nada difere do comportamento das religiões pagãs e politeístas, como o Hinduísmo ou o Budismo; a confissão dos pecados a homens, os padres, ao invés da correta confissão dos pecados ensinada pela Bíblia, que deve ser feita diretamente a Cristo; a absurda doutrina da transubstanciação, onde a hóstia se transformaria dentro da boca dos indivíduos, no corpo de Cristo; as canonizações de pessoas onde os Papas reivindicam para si mesmos, de forma arrogante e blasfema, a autoridade de afirmar quem entra ou quem não entra nos céus; a incrível afirmação (que chega a soar como anedota) que Pedro guarda as portas do céu; o valor dos sacramentos; o terço; o batismo de recém nascidos; a afirmação de que os reis magos eram três (a Bíblia não fornece o seu número, logo a afirmação de que eram três significa desobediência a Deus que, solenemente, ordena que absolutamente nada seja acrescido aos textos bíblicos originais); as missas pelas almas dos mortos; a cobrança pelos ofícios religiosos; etc., etc., etc.

Isso ainda sem mencionar as sanguinárias Cruzadas, a Inquisição e as associações da Igreja Católica Romana com a diabólica Maçonaria.


"Nós detemos sobre esta terra o lugar do Deus Todo-Poderoso"

-Papa Leão XIII-

(From Cited in Double Cross by Chick Publications, p. 27; quoting THE GREAT ENCYCLICAL LETTERS OF POPE LEO XIII, p. 304, Benziger Brothers (1903).

Testemunhas de Jeová

Esta seita diabólica é a mais perigosa dentre todas as suas congêneres, pois negam que Jesus Cristo seja Deus, negam a existência do inferno, afirmam que somente 144.000 pessoas serão salvas (deturpando, gravemente, as Escrituras), e tendo ainda confeccionado uma tradução adulterada da Bíblia, o que se constitui em uma gravíssima afronta a Deus. Essa Bíblia adulterada é chamada de Tradução Novo Mundo das Escrituras, e não é, portanto e evidentemente, a Bíblia verdadeira.


Os seguidores desta seita não possuem o Espírito de Deus, logo não somente não conhecem o Senhor, e não poderão resistir ao engano de que fala 2 Tessalonicenses 2:7-12. Seus líderes os convocarão a adorar a besta, e não terão a menor noção do que estarão fazendo, pois estarão enganados (como agora), e só estão enganados porque resistem a Cristo, não o ouvem e não o amam.

Adventistas do Sétimo Dia

Ellen G. White
Não consideram a Bíblia suficiente para si próprios e seguem uma falsa profetiza, já defunta, a qual se chamava Ellen Gould White, cujos ensinamentos incluíam a horrorosa doutrina que assevera que o Sacrifício de Jesus Cristo foi incompleto, estando Ele agora em um santuário celestial, completando a redenção, o que eles chamam de juízo investigativo. Também, assim como os Testemunhas de Jeová, não acreditam que existirá condenação eterna, inferno eterno, mas sim um simples “sumiço” dos pecadores condenados, indo, desta forma, em franca oposição com o que afirma a Bíblia.
“A fumaça do seu tormento sobe pelos séculos dos séculos, e não têm descanso algum, nem de dia nem de noite, os adoradores da besta e da sua imagem e quem quer que receba a marca do seu nome.” Apocalipse 14:11
Embora a Bíblia seja condescendente para com aqueles que pensam que não podem comer carne, que devem guardar dias, como o sábado ou o domingo, os ensinamentos do Adventismo (ou Sabatismo) vinculam a guarda do sábado à salvação, uma aberração doutrinária. Porém a Bíblia nos diz:

“Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados,” Colossenses 2:16

Os Momentos Finais

Estamos nos dias que antecedem a grande tribulação, e já adentramos no período do início do princípio das dores. Mas o que ainda está por vir é de proporções indescritíveis, e a despeito das grandes destruições que sobrevirão sobre o mundo inteiro, o pior de tudo será a enganação da besta, patrocinada pelo poder de Satanás, enganação essa que levará muitos a receber a marca, o número do seu nome, que é seiscentos e sessenta e seis. E só poderão resistir os que estiverem ungidos pelo Espírito de Deus.

“Filhinhos, já é a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também, agora, muitos anticristos têm surgido; pelo que conhecemos que é a última hora. Eles saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos. E vós possuís unção que vem do Santo e todos tendes conhecimento. Não vos escrevi porque não saibais a verdade; antes, porque a sabeis, e porque mentira alguma jamais procede da verdade. Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo, o que nega o Pai e o Filho. Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquele que confessa o Filho tem igualmente o Pai. Permaneça em vós o que ouvistes desde o princípio. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis vós no Filho e no Pai. E esta é a promessa que ele mesmo nos fez, a vida eterna. Isto que vos acabo de escrever é acerca dos que vos procuram enganar. Quanto a vós outros, a unção que dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei nele, como também ela vos ensinou.” 1 João 2:18-27


Mais de 1.300 crianças foram vítimas de abusos sexuais na Austrália

Pedofilia A Comissão Real para Respostas Institucionais ao Abuso Sexual Infantil, na Austrália, lançou, esta quinta-feira, um relatório ...