Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Plano da Leitura Bíblica

Segunda Feira -  Pentateuco – os cinco livros de Moisés: 
Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio

Terça Feira – Os evangelhos e os Profetas Menores
Mateus, Marcos, Lucas e João, 
Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miqueias, Naum,  Habacuque, Sonfonias, Zacarias, Malaquias e Ageu
Quarta Feira – Livros históricos 
Josué, Juízes, Ruth, I e II Samuel, I e II Crônicas, Esdras, Neemias e Ester 
Quinta Feira – Livros Poéticos
Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares

Sexta Feira – Profetas Maiores
Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel, Daniel
Sábado - Atos e as Epístolas

Atos dos Apóstolos, Romanos, I e II Coríntios,
 Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses e I e II  Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito, Filemon,  Hebreus, Tiago, I e II Pedro, I, II e III João, Judas  Apocalipse.
Plano de leitura Capa a Capa: Se você ler 5 capítulos por dia, sem ler aos domingos – você lê a Bíblia toda em 9 meses. 
Se você ler 10 Capítulos, por dia, sem ler aos domingos, você lê a Bíblia toda em 4,5 meses.
E…

CUIDADO COM A OVELHA ROUBADA: UM PECADO CONTRA A UNIDADE DA IGREJA

Imagem
Nesses dias de Rota do Fogo na cidade de Guaíba (RS), Deus tocou profundamente em uma questão ética entre os pastores, que tem gerado divisão no corpo de Cristo: o roubo de ovelhas do aprisco alheio. Assim como o Senhor enviou o profeta Natã para corrigir Davi no livro de II Samuel, capítulo 12, eu creio que Deus também me enviou, pela graça e misericórdia Dele a esta cidade, neste tempo profético, para dar um alerta aos líderes sobre as consequências desse ato, que vem impedindo a unidade da Igreja em todo o país. Aqui (Guaíba) é um lugar onde o satanismo tem bastante força e é difícil ganhar almas para Cristo. Talvez por isso, muitos preferem pescar no aquário de seus colegas, ou seja, roubar as ovelhas do próximo – um pecado grave, do qual muitos não se dão conta. Um ato que é aceito como normal por muitos líderes hoje. Para mostrar a gravidade e as consequências deste pecado vou mostrar na Bíblia o que isso representa para Deus. Davi roubou uma cordeira – a mulher do seu próximo – a e…

“EM PECADO ME CONCEBEU A MINHA MÃE” – A VERDADE SOBRE ESTE TEXTO

Iniqüidade é o estado de institucionalização do pecado ou da corrupção.  O pecado de fornicação se institucionalizou na história de Israel desde os dias de Abraão até os dias de Davi. Por causa da aceitação deste ato hostil entre os hebreus, o pecado de fornicação foi se institucionalizando de forma assustadora, de tal forma que se tornou comum na família hebréia.  Por causa disso, os espíritos familiares não hesitaram em implantar este pecado como uma cultura entre o povo. Mas essa prática jamais deixou de ser abominável a Deus e à sua Palavra. Os espíritos familiares não atuam geneticamente, mas através do tempo, como potestades do ar. Eles não morrem, razão pela qual têm informações privilegiadas de cada pessoa da terra (Is8:19).  Eles não são hereditários, mas atuam, historicamente,por meio das potestades do ar.  (1) Repetem circunstâncias negativas que os pais de uma raça viveram: assim como Abraão mentiu sobre sua esposa, Isaque também fez o mesmo. (2) Cobram juramentos e palav…

ARMAS DE GUERRA .

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim, poderosas em deus, para destruição das fortalezas”   2 Coríntios 10:4

Ao se falar em batalha espiritual temos sempre em mente a idéia de guerra, de luta, de combate. Ao estudarmos profundamente sobre o assunto, vemos que a batalha espiritual envolve tudo isso, mas vai muito além de guerrear, e tornou-se um dos grandes desafios da Igreja do Senhor Jesus nos dias de hoje.

Quando buscamos na Palavra de Deus subsídios para entendermos como de fato devemos nos posicionar com relação a batalha espiritual, vemos uma grande ensinamento do Apóstolo Paulo, quando enfrentava na Igreja de Corinto uma oposição ferrenha à sua autoridade apostólica, e, seus adversários tentavam persuadir a igreja a rejeitá-lo. E vemos no capítulo 10, o apóstolo defendendo sua autoridade apostólica, ensinando aos seus discípulos em Corinto que as armas das nossas milícias não são carnais, mas poderosas em Deus para destruição das fortalezas.

Que fortalezas são …