quarta-feira, 5 de junho de 2013

POLICIA DO RIO DE JANEIRO TREINA UMA TROPA PARA CUIDAR DOS DIREITOS DOS GAYS , EM QUANTO ISSO ESSE GOVERNO SAFADO ABANDONA SEUS MUNICIPES QUE SÃO HETEROS.

QUE COISA ISSO.

ESSE GOVERNO DO RIO DE JANEIRO TREINA UMA TROPA DA POLICIA DO RIO DE JANEIRO PARA DEFENDEREM OS GAYS E SEUS DIREITOS .

DO OUTRO LADO , DEIXA A DEUS DARÁ OS CIDADÃOS HETEROS.


Perfilados no auditório Adauto Belarmino, no 7º andar do Edifício Central do Brasil, dezenas de oficiais da PM e delegados da Polícia Civil acompanharam na terça-feira a execução do Hino Nacional pela travesti Jane Di Castro. Era o início da segunda edição da “Jornada Formativa de Segurança Pública e Cidadania LGBT”, que vai qualificar seis mil policiais civis e militares a lidarem com a diversidade e os direitos de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais.

Uma série de 40 encontros
O projeto pioneiro já capacitou cinco mil agentes, que atuam em delegacias e batalhões da capital, e foi premiado pela União Europeia com a certificação de boas práticas de políticas públicas LGBT. Nesta nova edição, mais seis mil PMs e inspetores da Polícia Civil que trabalham em unidades fora da capital serão treinados.
Durante 18 meses, os agentes participarão de 40 encontros regionais com especialistas formados pelo Programa Estadual Rio Sem Homofobia. Um dos idealizadores da jornada, Cláudio Nascimento afirmou que este é o maior programa de capacitação de policiais sobre homofobia e cidadania LGBT adotado no país.
Cláudio Nascimento, superintendente de direitos individuais, coletivos e difusos da Secretaria estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, anunciou que, até o fim do ano, o estado vai dobrar o número de centros de Cidadania LGBT, com a instalação de quatro novas unidades: duas nos municípios de Queimados e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e uma em Macaé, no Norte-Fluminense. A quarta unidade ainda não tem local definido.
De acordo com o secretário estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira, a escolha das cidades que receberão os novos centros teve como critério a quantidade de casos de violência praticados contra gays, lésbicas e travestis. Ex-chefe de Polícia Civil, Teixeira diz empregar os registros de crimes de homofobia para nortear a implantação dos centros de cidadania.

  VIA GRITOS DE ALERTA , COM INFORMAÇÕES GLOBO.COM

CNT cancela com Valdemiro Santiago e passa a exibir programas da IURD




CNT cancela com Valdemiro Santiago e passa a exibir programas da IURDDepois de cancelar o contrato com Valdemiro Santiago, a CNT vai aceitar vender horas de sua programação para a Igreja Universal do Reino de Deus. A princípio os horários serão de 11 horas de segunda a sábado e 14 horas aos domingos.
A notícia foi dada pelo portal Na Telinha que também divulgou que a quebra de contrato com a Igreja Mundial do Poder de Deus se deu por conta de uma dívida no valor de R$18 milhões.
Ao cancelar os programas de Valdemiro Santiago, a emissora estaria disposta a investir em programas próprios, mas a proposta não teve continuidade. Ao fechar contrato com a IURD, a CNT passa a exibir programas religiosos no período das 5h às 11h e das 17h às 22h diariamente, com exceção dos domingos quando os programas começam às 6h e vão até as 20h.
A CNT oferece espaços de sua grade para outras denominações também, o pastor Silas Malafaia, por exemplo, aluga uma hora diariamente na emissora. A Igreja de Deus Membros Internacional também são clientes da CNT, ocupando diariamente 30 minutos da programação, assim como a Igreja Cristo Vive.
Aos finais de semana o espaço é divido por muitos outros ministérios, além da IURD a grade trás programas da Catedral Evangélica de Sorocaba, Igreja Presbiteriana, Cristo Vive, Catedral do Avivamento, Comunidade Internacional da Zona Sul, Ministério Mudança de Vida e outros.


GP

FALTA DE RESPEITO - Baderneiros seminus fazem protesto em frente a templo da Igreja Universal



Manifestantes protestam seminus em frente a templo da Igreja Universal Manifestantes protestam seminus em frente a templo da IURD
Dezenas de participantes da “Marcha das Vadias” de Florianópolis foram até o templo da Igreja Universal do Reino de Deus protestar contra a forma como a igreja interfere no que chamam de direitos das mulheres se referindo ao aborto e outras causas.
O evento aconteceu no dia 25 de maio, o protesto tem como objetivo defender motivos como a liberdade sexual e o fim da violência contra a mulher.
Entre os ativistas estavam homens e mulheres que usaram faixas, cartazes e pinturas nos corpos seminus com frases de protestos. Um dos cartazes usados dizia: “Tire sua cruz da minha vagina”, falando diretamente sobre a interferência dos dogmas religiosos na vida da mulher. Em outro as manifestantes pediam: “Tirem seus rosários dos nossos ovários”.
A manifestação na porta da IURD foi pacífica, já que não havia cultos naquele horário. Já a “Marcha das Vadias” do Rio de Janeiro, que aconteceu no dia 26, teve tumulto, pois os manifestantes protestaram na porta da Igreja Matriz Nossa Senhora de Copacabana durante o horário de missa.
marcha vadias iurdOs fiéis ficaram revoltados ao ver que as mulheres estavam com os seios de fora e o tumulto precisou ser contido com a ajuda da polícia.

A “Marcha das Vadias” é um protesto que nasceu no Canadá como resposta a declaração de um policial que justificou casos de estupro apontando a roupa que as vítimas usavam. O objetivo da manifestação era pedir respeito às mulheres independentes do tipo de vestimenta que ela esteja usando. Outras causas foram sendo somadas ao evento que é liderado por grupos feministas.