terça-feira, 24 de janeiro de 2012

HERESIAS DOS FINAIS DOS TEMPOS - Igreja cria “rebatismo” para membro que troca de sexo

Nadia Bolz Weber, pastora da House for all Sinners and Saints.
Nadia Bolz Weber é uma pastora diferente da maioria. Cheia de tatuagens no corpo, ela se define como uma “luterana sarcástica” e “encrenqueira pós-moderna” em seu blog.
Esta semana ela postou o relato de uma inovação na igreja que lidera, a House for all Sinners and Saints [Casa para todos os pecadores e santos]. A postura teológica da pastora é luterana, mas é norteada por uma mentalidade “inclusiva”, ou seja, aceita e incentiva o estilo de vida dos homossexuais.
Um dos membros da igreja, Asher O’Callaghan que é transgênero, recentemente passou por um processo de mudança de sexo. Usando a liturgia luterana, a pastora fez uma espécie de “rebatismo”, ou seja, abençoou-o para que ele possa usar com liberdade seu novo nome, que condiz mais com seu novo corpo.
Asher, que anteriormente era uma mulher chamada Mary Christine Callahan, ouviu da pastora, diante da congregação, a leitura da carta de Paulo aos Gálatas, capítulo 3, versos 27 e 28: “Porque todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo. Não há judeu nem grego; não há escravo nem livre; não há homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus”.
Depois, com imposição de mãos, a pastora fez uma oração onde mencionava as situações em que Deus mudou o nome das pessoas na Bíblia: Abraão, Sara, Jacó, Pedro e Paulo. Em uma breve explanação, disse que a partir daquele momento, depois de ter “despertado” o homem que habitava em seu corpo, Asher deveria “usar este nome em nome de Cristo. Compartilhá-lo em nome da misericórdia. Oferecê-lo em nome da Justiça”.
Com a anuência de sua congregação, Mary passará a ser reconhecida por todos na igreja como Asher. Embora não explique como ou porque resolveu fazer esse “rebatismo”, a pastora Nadia escreveu apenas que um procedimento parecido já era realizado em uma igreja episcopal anglicana igualmente inclusiva.

VIA GRITOS DE ALERTA
COM INFORMAÇÕES GOSPEL PRIME / PATHEOS

Orar por São Paulo!


Participem do Ato Cívico e de Oração pela cidade neste dia 24 de janeiro
Há promessas claras na Bíblia de que o poder de Deus vem ao nosso encontro quando oramos. Um exemplo importante é o de Neemias. Jerusalém estava com os muros destruídos e suas portas queimadas. Desprotegida e sem defesa, a cidade gerava medo e insegurança, constituindo grande vergonha para o povo de Israel. Num projeto de jejum, oração, fé e ação perseverante, Neemias convocou as famílias de Israel para a reconstrução dos muros e o fechamento das brechas. "... assentei-me e chorei... e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus." (Neemias 1:4). "Vinde, reedifiquemos os muros de Jerusalém para que não estejamos mais em opróbrio (grande vergonha)". (Neemias 2:17b)
Em 52 dias, trabalhando lado a lado, uma obra impossível aos olhos humanos, repleta de opositores, foi concluída com vitória e honra ao Deus de Israel.
Assim, como Jerusalém, na cidade de São Paulo há muitos muros caídos, portas queimadas, enfim, muitas "vergonhas" que desonram o nome do nosso Deus e o povo cristão desta cidade: violência, corrupção, injustiças, "cracolândias", lares destruídos, crianças abandonadas, igrejas desunidas...
É tempo dos verdadeiros cristãos de São Paulo se unirem para a reconstrução dos muros e o fechamento das brechas. Como Corpo de Cristo e Exército de Deus, precisamos somar forças como foi nos dias de Neemias.
Cada discípulo de Jesus, juntamente com sua Igreja, deve se colocar à disposição para fazer a sua parte na reconstrução dos muros, em cooperação e união com os demais irmãos, para que haja o fechamento completo das brechas e o alinhamento perfeito dos muros de proteção da cidade. O tempo chegou! Precisamos nos humilhar e clamar juntos pela transformação da nossa cidade.
Hoje, neste dia 24 de janeiro, às vésperas do aniversário de 458 anos da cidade, podemos levantar o nosso clamor a Deus, pedindo paz e intercedendo pelas nossas autoridades, como nos exorta a Palavra: "Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade." (I Tim 2:1-2)"
Os PMs de Cristo SP, ao lado de muitos irmãos de diferentes denominações e entidades cristãs, farão parte do Dia do Bem - Ato Cívico e de Oração por São Paulo, que tem início hoje. Vários grupos se reunirão nos Encontros de Ação de Graças nas Subprefeituras. É nosso dever como soldados de Cristo! Participem vocês também.
Tenente Coronel Alexandre Marcondes Terra, vice-presidente dos PMs de Cristo SP

DIA DO BEM - ATO CÍVICO E DE ORAÇÃO POR SÃO PAULO
Programação
Encontros de Ação de Graças - dia 24/01
Oração e entrega de Novos Testamentos nas Subprefeituras.
A programação do evento será de 30 minutos, incluindo: mensagem de reflexão alusiva à data; apresentação musical (MP3); oração pelos funcionários e entrega do NT Gideões. Chegando à portaria, é só informar que você irá participar do Encontro de Ação de Graças alusivo ao aniversário de São Paulo, que será realizado no auditório da Subprefeitura. Haverá voluntários cristãos na recepção.
Locais/ horários:Aricanduva/Formosa/Carrão, às 11h
Subprefeitura Butantã, às 8h30
Subprefeitura Campo Limpo, às 10h
Subprefeitura Capela do Socorro, às 16h
Subprefeitura Casa Verde/ Cachoeirinha, às 11h
Subprefeitura Cidade Tiradentes, às 15h
Subprefeitura de Santana/ Tucuruvi, às 10h30
Subprefeitura Ermelino Matarazzo, às 10h30
Subprefeitura Freguesia do Ó/ Brasilândia, às 10h
Subprefeitura Guaianases, às 10h
Subprefeitura Ipiranga, às 11h30
Subprefeitura Itaim Paulista, às 10h30
Subprefeitura Itaquera, às 10h
Subprefeitura Lapa, às 15h
Subprefeitura Penha, às 11h
Subprefeitura Pinheiros, às 15h
Subprefeitura São Matheus, às 17h
Subprefeitura Vila Maria/ Vila Guilherme, às 11h30
Subprefeitura Vila Mariana, às 15h
Subprefeitura Vila Prudente/Sapopemba, às 16h
Dia 3 de fevereiro (sexta-feira)Subprefeitura São Miguel Paulista, às 9h30
Caminhada Noturna de Oração no Centro Histórico de São Paulo, dia 24/01, das 21h às 23h
A concentração será às 21h no Auditório da Secretaria de Segurança Pública localizada na Rua Líbero Badaró, 39, (Largo São Francisco). Será um momento muito especial para orarmos por órgãos públicos (secretarias municipais/sede da Prefeitura/Câmara Municipal), autoridades e homens de rua. Estaremos também orando e profetizando um novo tempo para São Paulo, no triângulo histórico onde nasceu a cidade (Praça da Sé/Largo São Bento/Largo São Francisco).
Caminhada do Bem (Rede Social do Centro e Missões Cristãs), dia 25/01, às 8h30
Partindo da Praça da Sé — marco zero-, às 8h30, estaremos marchando pelo bem e transformação de São Paulo até a Praça Princesa Isabel (região da antiga Cracolândia), onde ocorrerá das 10h às 17h o DIA DO BEM, para resgate de usuários de drogas e apoio social a pessoas carentes.
Acessem o vídeo no http://youtu.be/aJaLKFpGSCM
Site da Rede Social do Centro: www.redesocialdocentro.com.br

EXIBIR GOSPEL / GRITOS DE ALERTA

“O Estado é laico, mas não é ateu”, afirma deputado evangélico

“O Estado é laico, mas não é ateu”, afirma deputado evangélico
O deputado federal e pastor Roberto de Lucena escreveu um artigo falando sobre a diferença entre religião e espiritualidade e aproveitou a comemoração ao Dia Internacional da Religião (21 de janeiro) para responder aos manifestantes homossexuais que criticaram a presidente Dilma por dar voz aos líderes evangélicos.
Para o deputado que é evangélico há muita diferença entre o Estado ser laico e ser ateu. “O Brasil é uma República e um Estado laico. Dizer que um Estado seja laico não significa dizer que seja um Estado ateu”, escreveu ele.
Sobre as atitudes da presidente Dilma, Lucena, que entregou à líder do Estado um exemplar da Bíblia Sagrada, disse que ela está sendo pautada não por uma religião, mas pelos interesses de toda uma nação. “Ela tem dado sinais de que persegue o ideal de governar o País com seriedade, responsabilidade, sensibilidade, transparência, competência e firmeza – ideal que para ela parece estar acima das questões menores, e dos interesses que sejam menores que os interesses de todos.”
Sobre o Estado ser laico o deputado federal também lembra que na Carta Magna há um trecho que evoca a proteção de Deus. E não é só isso, a Bíblia também fundamenta a fé de grande parte da população brasileira que se declara cristã.
Leia o artigo de Roberto de Lucena:
“Religião é “religamento”. É a palavra utilizada para falar da “reconexão”, do “reencontro”, da “retomada no relacionamento” entre o homem e Deus, entre a criatura e o criador, entre o humano e o divino.
Religião, portanto, traduz o esforço do ser humano em sua busca por Deus, e é claro que esse movimento deveria ser acompanhado em todo o tempo de um consequente crescimento e amadurecimento espiritual.
Religiosidade e espiritualidade são coisas distintas – tanto uma quanto a outra são produtos de nossa relação com a religião. A espiritualidade é o bom fruto de uma relação saudável com a religião.
Uma humanidade mais pautada pela espiritualidade do que pela religiosidade haveria de ser, sem dúvida, o pêndulo do mundo, o equilíbrio planetário. Haveríamos de ser, certamente, uma família global, onde o bem de todos importaria a cada um e o bem de cada um importaria a todos.
É possível imaginar, nessa perspectiva, um mundo menos violento, com menos sofrimento e com mais fraternidade, paz e justiça social.
No entanto, ao contrário disso, as guerras mais sangrentas da humanidade foram geradas no útero da religiosidade. Muita gente morreu, foi perseguida, foi oprimida ou foi prejudicada em nome dessa má religiosidade a que me refiro. Muitos ainda hoje são vítimas dela, em pleno século XXI.
A verdadeira espiritualidade não mata, não persegue, não destrói. Ela promove a vida e vida com abundância. Ela valoriza a verdade, a verdade que liberta. A verdadeira espiritualidade é fruto do exercício da verdadeira fé. E dessa fé todos nós necessitamos. O Brasil necessita.
Se essa fé não estivesse presente no campo, na floresta, nos grandes centros urbanos, em alto mar, nos morros, na periferia, nos condomínios de alto padrão, nas escolas, e em toda a parte, o Brasil estaria em convulsão.
Semanas atrás, a presidenta Dilma Roussef foi muito criticada por setores do movimento LGBT por ter se aproximado de segmentos evangélicos. Diziam os manifestantes homossexuais: “Dilma, que papelão! Não se governa com religião!”. Certamente essa religião a que se referiam essas pessoas não é a mesma a que nos referimos nesse momento.
A Bíblia Sagrada, livro que, com muita honra, presenteei a presidenta, ensina o respeito, a tolerância, o amor, o perdão e a prática da justiça. Ela é o fundamento da fé de grande parte da população brasileira, especialmente aqueles que se declaram cristãos.
O Brasil é uma República e um Estado laico. Dizer que um Estado seja laico não significa dizer que seja um Estado ateu. Aliás, pelo contrário, o preâmbulo da nossa Constituição Federal, a nossa Carta Magna, traduz esse sentimento captado por nossos ilustres constituintes, quando evoca a proteção de Deus.
A presidenta Dilma tem sido para uma multidão de milhões de brasileiros uma agradável surpresa. Ela tem dado sinais de que persegue o ideal de governar o País com seriedade, responsabilidade, sensibilidade, transparência, competência e firmeza – ideal que para ela parece estar acima das questões menores, e dos interesses que sejam menores que os interesses de todos.
A presidenta Dilma tem o nosso respeito e tem merecido a nossa confiança. Um dia ela haverá de passar, como seus antecessores, e certamente deixará uma marca extraordinária. A fé, no entanto, permanecerá!
Quero expressar o meu respeito à fé, e nesse Dia Mundial da Religião homenagear as pessoas de fé desse País, de todos os credos e de todas as religiões.
Que Deus abençoe o Brasil!


Deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP), vice-presidente do Conselho Nacional dos Pastores do Brasil (CNPB) e pastor da Igreja O Brasil Para Cristo.”

VIA GRITOS DE ALERTA/GOSPEL PRIME
INF. ASSESSORIA DO DEPUTADO.

PEDIDO DE ORAÇÃO PELOS IRMÃOS DO SUDÃO .


Evangelista é preso e agredido no Sudão
A polícia há uma semana prendeu um líder cristão na cidade de Cartum, no Sudão. O evangelista foi muito espancado durante o tempo que ficou preso.

O evangelista James Kat, da Igreja Evangélica do Sudão, foi preso na terça-feira (17 de janeiro) pela manhã por policiais. Ele foi espancado enquanto estava sendo levado para a delegacia de polícia da Divisão Norte, disseram as fontes. Ele foi libertado no mesmo dia.

A polícia prendeu James, que mora dentro da propriedade da igreja, porque aparentemente ele estava usando o edifício da igreja como sua moradia. “Eles forçaram ele a ir para a delegacia”, disse uma testemunha.

A prisão aconteceu em meio a crescente perseguição que os cristãos tem sofrido dentro do país por parte das autoridades sudanesas desde que o país se dividiu em julho do ano passado.

Em uma cara para os líderes da Igreja Evangélica Presbiteriana do Sudão (SPEC), as autoridades ameaçaram prender os pastores que realizassem atividades evangelísticas e que não fornecessem as informações sobre os membros de suas igrejas.

Outro líder de igreja foi preso na segunda-feira passada (16 de janeiro) quando a polícia tentou ocupar a força a propriedade da SPEC, que o tribunal concedeu o direito injustamente de os muçulmanos ocuparem o lugar, segundo informações de cristãos.

As autoridades do país estão apoiando pessoas como o empresário muçulmano Osman al Tayeb, que está liderando a ação para possuir a propriedade da igreja. “O governo está tentando se envolver nos assuntos da igreja, apoiando pessoas que são extremistas religiosos”, disse um líder da igreja.

A violência contra os cristãos tem crescido assustadoramente no Sudão. Ore pelos cristãos que vivem em Cartum, e principalmente pelo pastor que foi preso na semana passada. Ore para que o Senhor dê ânimo para que eles continuem a caminhada que Deus preparou para eles.


Fonte: Portas Abertas

Cristolândia pode chegar em outras cidades do Brasil

Cristolândia pode chegar em outras cidades do Brasil
Diante dos bons resultados obtidos pela Cristolândia que atua na cidade de São Paulo há dois anos, o pastor Paschoal Piragine, presidente da Convenção Batista Brasileira (CBB), tem como objetivo levar o projeto para resgate de usuários de crack para outras cidades de outros estados.
Em São Paulo o projeto funciona no Centro da cidade, mais conhecido como Cracolândia, e recebe moradores de ruas e viciados em drogas que vagam pela região. Além de oferecer comida e roupas, os voluntários ligados à Junta de Missões Nacional também falam do amor de Cristo e da salvação para cada um deles.
As cidades do Rio de Janeiro e Recife também possuem suas filias da Cristolândia e já começam a mostrar bons resultados em relação ao número de dependentes alcançados. Por isso, durante a 92ª Assembleia da Convenção Batista Brasileira que terminou neste domingo, dia 22, em Foz do Iguaçu (PR), o presidente da CBB pediu para que outras igrejas se especializassem para lutar contra o crack.
“Assim como São Paulo, Rio e Recife, Deus vai abençoar que cada igreja batista terá um ministério especializado em arrancar jovens e adultos das ruas e das drogas. Deus vai nos dar Graça pois temos a mensagem que transforma que é Jesus”, disse o pastor Piragine.
Nas últimas semanas o projeto Cristolândia de São Paulo tem recebido centenas de dependentes químicos que estão sendo dispersos das ruas principais do bairro da Luz devido a uma ação do governo do Estado em conjunto com a Prefeitura para descentralizar os usuários e encaminhá-los para tratamentos.
Com informações CREIO

VAMOS INTERCEDER - Aumenta o massacre de cristãos na Nigéria

Aumenta o massacre de cristãos na Nigéria
Abubakar Shekau, líder da seita islâmica Boko Haram disse recentemente que seu objetivo era exterminar todos os cristãos da Nigéria. Chegou, inclusive, a desafiar o presidente Jonathan Goodluck, afirmando que ele não tinha poder para evitar a insurgência do grupo. O presidente tem sido severamente criticado por não conseguir parar a onda de terror do grupo e há crescentes boatos que o grupo está infiltrado na polícia, militares e em todas as áreas do governo.
A “Boko Haram” que na língua Hausa significa “a educação ocidental é pecado” foi formada em 2002, e tem sua inspiração nos Talibãs do Afeganistão. Eles têm cometido constantes assassinatos de cristãos na região norte do país, de maioria muçulmana. Seu objetivo é implantar a sharia (lei islâmica) como regra acima da própria Constituição.
Na última semana, os ataques já deixaram mais de 200 mortos e deve aumentar, uma vez que há dezenas de pessoas gravemente feridas nos hospitais. Nem a Polícia nem a Cruz Vermelha puderam divulgar números de maneira oficial, pois continuam recolhendo e organizando dados. Nesta segunda-feira, policiais encontraram carros e vans cheios de explosivos na cidade de Kano, três dias depois que a seita islâmica realizou um ataque mortal no local.
Embora tenha se divulgado que os ataques na sua maioria foram contra a polícia militar e o governo, a verdade é que seus alvos principais são os cristãos. Além de matar homens, mulheres e crianças, eles têm queimado igrejas. A seita culpa os que não são muçulmanos de amaldiçoarem o país.
Em um vídeo postado no Youtube recentemente, o líder da Boko Haram justificou os atos do seu grupo “Essa catástrofe é causada pela incredulidade, a agitação é a incredulidade, a injustiça é a incredulidade, a democracia é a incredulidade e a constituição é a incredulidade.”
Vários membros do grupo extremista morreram ou foram presos nos confrontos com a polícia, mas isso não diminuiu seu furor. Com mais de 150 milhões de habitantes, a Nigéria é o país mais populoso da África. Formado por mais de 200 grupos tribais, sua população sofre tensões constantes por suas diferenças políticas e territoriais. Mas não há registro de um conflito religioso que deixou tantos mortos em tão pouco tempo.
A expectativa é que o número de cristãos mortos e igrejas incendiadas só aumentem. Há registros de agências internacionais que uma grande quantidade de cristãos está abandonando suas casas no norte e rumando para o sul tentando preservar suas vidas.

VIA GRITOS DE ALERTA/GOSPEL PRIME
Com informações REUTERS

Caio Fábio pode ser chamado para depor sobre Lula, na operação Lava Jato

Caio Fábio Nesta sexta-feira (8), o site O Antagonista informou que integrantes do Ministério Público Federal (MPF) poderão chamar o pas...