quinta-feira, 10 de maio de 2012

Transportando a Arca, passando pela eira em carro de boi

Hoje Deus me inspirou em uma palavra linda, onde traz a narrativa da reconquista da Arca da aliança das mãos dos Filisteus, indo parar exatamente na casa de um homem chamado Abinadabe, pai de dois meninos educados para o sacerdócio, Uzá e Aiô. A bem da verdade não basta ser chamado para o obra, é necessário aprender a executar o trabalho de Deus da melhor maneira possível. Deus não vai dar uma gravata em alguém para que exerça o ministério, mas se esta pessoa assumiu o posto tem de estar pronto para exercitá-lo até o fim.
Uzá e Aiô não conheciam a forma correta de se relacionar com a Presença de do Deus de Israel, eram meninos que viram a Arca voltando da terra dos Filisteus puchadas por carros de boi novinhos em folha. E para estes garotos esta era a forma correta de exercer o ministério de transportar a Arca.
Davi em Jerusalém acabara de ser empossado Rei de toda a nação de Israel. E brotou no coração do rei um desejo de trazer a Arca da Aliança para dentro das portas de Jerusalém. O rei conclamou os sacerdotes e levitas para a empreitada, todavia não buscou o conselho dos anciões de Israel.
O rei aparelhou seus carros, os melhores soldados, convocou os levitas e vestiu o seu mais imponente traje real, tudo para buscar a Arca de Deus. O rei encontrou o sacerdote Abinadabe e seus filhos pronto para a jornada até Jerusalém, a cidade da Paz. Com muito entusiasmo e festa no cortejo, Davi sorria a cada passo do caminho pensando "Agora com Deus ao meu lado nada poderá parar o meu governo" E Abinadabe, seus filhos e todos os levitas acreditando estar fazendo uma grande obra para Deus e para seu rei. Até chegar a eira de Nacom...
É na "eira de Nacom", onde o crente é provado para que Deus saiba o que está realmente em seu coração. Não são todos, mas boa parte dos nossos pregadores assim como Uzá já sucumbiram á eira. Pregam, ensinam, fazem prodígios, mas na verdade estão com roturas espirituais. Não conseguem ver o vislumbre real da glória de Deus que emana da Arca. Na eira de Nacom aparecem os pecados escondidos, as falcatruas feitas pelas caladas da noite, aparecem os verdadeiros e se manifestam os falsos. Não são poucos enganados por não conhecerem as escrituras, assim como Uzá e Aiô que cresceram vendo a Arca ser transportada por carros de boi e achar natural o bastante para contestar. É muitas vezes necessário a eira para abrir os olhos do povo.
Ao chegar a eira de Nacom, o carro de boi passou por uma viela esburacada próximo á um penhasco, Uzá com preocupação, não por má fé tocou na Arca de Deus para segura-la. E infelizmente foi trucidado pelo fogo Divino emanado da Arca da Aliança, infelizmente porque este menino ainda tinha muito a aprender, pena que os levitas e bacharelados em teologia naõ estavam preocupados em ministrar aos moços da época. O pai Abinadabe era um sacerdote inculto que possivelmente nem aprendera a ler, necessitava sempre ouvir de alguém uma narrativa biblica para depois retransmitir para sua familia. Não é diferente hoje, a falta que faz uma educação de qualidade no país gera familias de pais e mães analfabetos, sendo o pior analfabeto , o espiritual.
Esta cena chocou o rei Davi com toda a sua pomposa comitiva, a ponto de o rei buscar entre os levitas um que pudesse receber a Arca em sua casa. É bom salientar que depois do fato ocorrido na eira, possivelmente nenhum dos levitas queriam recepcionar a Arca de Deus. Até aparecer um valente chamado Obede Edom.
Obede Edom é o significado de obreiro destemido, valoroso e ousado. O homem sabia que por mais que fosse possível morrer pela ou por causa da Arca, valeria o risco. Obede conhecia muito bem os feitos do Deus Todo Poderoso através dos tempos desde o deserto até a terra prometida. Ele sabia que se pudesse manter a Arca consigo haveria a possibilidade de Deus estar disponível somente para ele e sua familia. Não deu outra, Obede aprendeu a reverenciar a Arca de Deus do amanhecer do dia ao pôr-do-sol, e pela madrugada ainda fazia hora extra curvando-se ante a Arca. Três meses foi o suficiente para Obede Edom dar uma guinada de 360 graus em sua vida. Foi o homem mais abençoado daquelas paragens. A fama das bençãos de Obede Edom chegou aos ouvidos do rei.
Davi voltou a sonhar com a Arca em Jerusalém. Desta vez fez diferente, buscou na lei, convocou um conselho de anciões para descobrir a melhor maneira de transportar a Arca de Deus. Respaldado pelos veteranos, Davi decretou santificação entre os levitas separando-os por pelo menos 7 dias até receber confirmação de Deus por boca dos profetas a hora de buscar a Arca. Agora sem as pompas reais Davi se encaminha para casa de Obede Edom despido de toda sua glória, popularidade e roupas mesmo.
Obede Edom recebe a comitiva assustado, pois entre sacerdotes e levitas está o seu rei semi-nú, vestindo uma fina estola sacerdotal.
Agora sem carro de boi, sem inovação, mais do modo antigo e tradicional os levitas colocam sobre seus ombros a Arca da Aliança e marcham em direção á terra santa. Carregar nos ombros a Arca é sinonimo de responsabilidade, não é fácil viver a fé, é necessário responsabilidade, é necessário abrir mão de muita coisa para agradar a Deus. Há um peso de responsabilidade que paira sobre os anunciadores da Palavra, sobre os levitas que transportam a Arca de Deus. Não é qualquer pessoas ou um despreparado que pode fazer isso, só aqueles escolhidos, santificados para tal.
Oxalá hoje esteja entre nós homens dispostos a deixar o cetro, a coroa, a capa real e voltar no tempo em que na sua inocência corria com apenas roupas de baixo atrás das ovelhas para que estas não saíssem do aprisco enfrentando leões e ursos, e no fim do dia ainda ter fôlego para pegar sua harpa e tocar uma musica de agradecimento á Deus. Em seguida buscar em Deus vencer a empreitada contra gigantes que persistentemente amedrontam por suas estaturas elevadas e palavras de arrogância.
A cada 6 passos do caminho era sacrificado animais ao Senhor dos Exercitos, e o caminho que parecia curto tornou-se longo, mas não havia desânimo, pelo contrário, era festa 24 horas do dia, não sei se custou uma semana ou um mes para chegar, tudo o que sei é que Davi bailava o tempo todo na presença de Deus, pois ele sabia que o Deus que visitou a vida de Obede Edom, agora iria visitar a nação...

@PauloNascimento - Paulo Nascimento

Nenhum comentário:

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...