domingo, 17 de janeiro de 2016

O SENHOR JESUS ESTÁ VOLTANDO (CENAS CHOCANTES)

O SENHOR JESUS ESTÁ VOLTANDO (CENAS CHOCANTES)

O SENHOR JESUS ESTÁ VOLTANDO (CENAS CHOCANTES)

OS MORNOS JÁ ESTÃO CONDENADOS ?

 De acordo com o dicionário da língua portuguesa, para além do significado óbvio de algo que não é quente nem frio, também lhe dá o significado de tibieza e frouxidão. Ora, em termos espirituais (e é este o aspecto que nos interessa neste estudo), alguém que apresenta estas características não pode agradar ao Altíssimo. Alguém que tem estas características não pode ter O Espírito Santo. Como o povo costuma dizer acerca duma pessoa com tais traços de carácter: “não é carne, nem é peixe”, “não tem espinha dorsal”. Trata-se assim de alguém que tem um carácter fraco e que se revela incapaz de assumir a sua condição de verdadeiro filho do Altíssimo. 

A Palavra apelidados de pusilânimes, pessoas de fraco carácter, covardes, tímidos, incapazes de assumirem a fé, receosos, temerosos (temendo mais aos homens que a YHWH). Ora, de forma bem clara, O Altíssimo diz que os vomitará da Sua boca. Tal é confirmado pelas Suas palavras de condenação à destruição em: Apocalipse 21:8 – “Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte”. 

Ao contrário destes, O Eterno sempre elegeu e capacitou aqueles que se mostram valorosos e decididos no combate, quer seja na guerra ou na luta espiritual. Podemos encontrar inúmeros exemplos de servos fiéis que afirmaram a sua fidelidade e firmeza espiritual, em todas as circunstâncias e perigos desta vida, e que não voltaram a cara à luta. Bem pelo contrário. 

Estes revelam firmeza de carácter e não frouxidão. Vamos agora procurar analisar o que a Palavra nos revela sobre a condição de fraqueza moral e espiritual que é própria dos que são tíbios/frouxos/mornos/tímidos. Diz-nos O Amém, A Testemnha Fiel e Verdadeira (Yeshua, que é O Autor das cartas às sete congregações do Apocalipse) palavras muito a propósito da maneira de muitos viverem a doutrina nos nossos dias: www.kol-shofar.org YHWH 


MORNOS CONDENADOS - Apocalipse 3:15-18 – “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.



 Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas”.

 As palavras condenatórias do Rei vindouro são muitissima clara. Infelizmente, muitos estão nesta condição espiritual. Analise-se pois cada um a si mesmo, revendo a sua conduta e os princípios doutrinais da sua fé, não vá dar-se o caso de pensar que está a trilhar uma vereda direita, mas que o não é e que O Altíssimo desaprova. Muitos terão uma surpresa desagradável quando O Rei vier. Até a muitos que ensinam a Palavra lhes será dito “naquele dia” (o dia da vinda gloriosa do Rei Eterno): Mateus 7:21-23 – “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai [a Sua Lei/Torá], que está nos céus. 

Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demónios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas? Então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade”. Insistimos nesta clarificação: a palavra “iniquidade” significa pecado, transgressão ou ausência da Lei/Torá de YHWH nas vidas de muitos. Os que se esquecem do santo conselho para a vida e não fazem a vontade do Pai serão excluídos do reino vindouro. O apóstolo João confirma: 1.João 2:1-7 – “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis [1.João 3:4]; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. 

E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade [a Lei/Torá, cf. a Salmo 119:142, 151]. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou [em obediência a todos os preceitos do Pai]. Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a palavra que desde o princípio ouvistes [a Lei/Torá]”. Que este fundamento da nossa fé (a guarda dos preceitos do Altíssimo nas nossas vidas) fique bem claro e firme no nosso interior e o apliquemos no nosso modo de viver…se não queremos ser rejeitados ”naquele dia”. Nunca é demais insistir! 

 Lembremos ainda que a condição de todo/a o/a que abraça a fé em Yeshua HaMashiach tem a responsabilidade de praticar a Sua ordenança: “Ide e ensinai”. Lucas 12:37 – “Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando [trabalhando na Sua seara]! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará assentar à mesa e, chegando-se, os servirá”. Ora os tímidos/receosos/medrosos não procedem assim. Tendo carácter morno/tíbio/de ânimo fraco, frouxo… deixam o trabalho para os outros. Por isso mesmo serão eliminados do Reino vindouro. 

Não tenhamos ilusões quanto a isto, e não nos deixemos enganar por discursos vazios (porque não estão firmados na Verdade, i.e. na Lei/Torá, em Yeshua, A Torá viva) de muitos falsos ensinadores que pregam que O Deus de amor não excluirá ninguém. Não é isso que a Palavra ensina! Instruções maravilhosas são as do apóstolo de Yeshua: 2.Pedro 1:2-8 – “Graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus nosso Senhor; visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo. 
E vós também, pondo nisto mesmo toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude a ciência, e à ciência a temperança, e à temperança a paciência, e à paciência a piedade, e à piedade o amor fraternal, e ao amor fraternal a caridade.

 Porque, se em vós houver e abundarem estas coisas, não vos deixarão ociosos nem estéreis no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo”. Se procedermos com diligência não seremos vistos como alguém que é morno na fé, mas sim como alguém que cumpre de forma perseverante, com zelo e entrega, a missão que Yeshua deu aos Seus. Porém, se nos revelarmos como servos inúteis…não teremos direito ao prémio da vida eterna. 

Exortemo-nos pois uns aos outros, com estas palavras de vida e de confiança. Por isso Yeshua nos insiste: João 6:27 – “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou”. Lembremos a parábola dos talentos/das minas, onde aquele servo que não multiplicou os talentos/as minas que O seu Senhor lhe havia entregue foi chamado de “mau servo” e condenado a um triste fim – Mateus 25:14-30; Lucas 19:12-26. O verso 30 de Mateus 25 é muito claro: “Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes”.  Mas, continuemos a aprofundar o nosso conhecimento sobre o significado do que é ser-se espiritualmente morno. Remetendo-nos ao conteúdo da passagem que está no início deste trabalho (Apocalipse 3:15-18) vemos que O Altíssimo Adonai repreende não só individualmente os que são mornos/frouxos/receosos/tímidos, mas também algumas congregações que se desviaram da Sua Verdade – a Sua Lei/Torá, apontando-os/as como estando numa condição espiritual de “desgraçado, miserável, pobre, cego e nu”. Todos estes são adjectivos demasiado condenatórios, apesar destas mesmas congregações e indivíduos crerem que são muitissimos abençoados pelo Alto e Sublime porque têm muitos bens materiais. Porém não se dão conta do seu estado espiritual. Por isso o conselho do Eterno vai no sentido de lhes dizer que se arrrependam dos seus caminhos errados e que comprem ouro provado no fogo (a Sua Lei/Torá). 

Podemos afirmar com toda a segurança doutrinal que a verdadeira morte do ser humano não é a morte física, que se traduz no momento em que o seu corpo desce à sepultura, mas sim a sua morte espiritual. E esta dá-se sempre que o ser humano não tem uma ligação perfeita com O Todo-Poderoso e com O Seu Ungido, Yeshua O Messias. Sim, a verdadeira morte do ser humano é a sua separação do Adonai da Vida – Mateus 8:21-22; Efésios 5:14… ainda que possa estar fisicamente vivo. Apesar dos muitos avisos vindos do Alto e Sublime, a generalidade dos seres humanos preferem permanecer na sua mornidão, na qual não criam uma verdadeira entrega e compromisso com O Altíssimo e O Seu Ungido. 

A sua crença e prática resumem-se a ir à congregação uma vez por semana (quando vão…). Ouvem o pregador mas não se deixam transformar/lavar pela Palavra e pelo Espírito Santo. Infelizmente, se não despertarem deste torpor, serão condenados (vomitados da boca do Rei vindouro). Mais conselhos: 1.João 2:15-17 – “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus [a Sua Lei/Torá] permanece para sempre”. Dúvidas? A Palavra ensina-nos que não podemos servir a dois senhores, pois acabaremos por amar a um desprezando o outro – Mateus 6:24. Ora se o coração/a mente do homem está agarrado pelas coisas deste mundo, o seu coração/a sua mente não pode estar em YHWH e no Seu Messias. 

Yeshua usa palavras muito categóricas: Mateus 12:30 – “Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha” Então, uma vez mais podemos concluir que todo o que é morno/frouxo não está verdadeiramente em Yeshua, ainda que use o Seu Santo Nome. Yeshua compara os Seus fiéis ao sal da terra, que serve para temperar e dar gosto aos alimentos. Mateus 5:13 – “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há-de salgar? 

Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens”. Se formos insípidos (mornos) não temos préstimo aos olhos do Altíssimo. Ora o sal na comida não deve ser demais nem de menos, para não estragar o gosto dos alimentos. Assim, se formos insípidos/mornos só serviremos para sermos lançados fora e pisados, não tendo préstimo algum na obra/seara do Senhor… o que significa ser-nos rejeitada a entrada no reino eterno de YHWH. Tiago faz outra comparação interessante acerca daqueles que não se arrependem e não se convertem à Verdade do Altíssimo, preferindo seguir a sua vidinha como sempre, afastados do conselho do Altíssimo, a Sua Lei/Torá – Mateus 12:33-37. Não nos enganemos, pois o homem terá de prestar contas de toda a palavra ociosa que pronunciar. 

Falando da língua do ser humano que expressa o que vai no seu interior, diz o apóstolo do Senhor: Tiago 3:7-13 – “Porque toda a natureza, tanto de bestas feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana; mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal. Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?

 Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce. 
Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria [a Lei/Torá, cf. a Deuteronómio 4:5-6]”. Mas, infelizmente o ser humano não atenta nos ensinamentos do Altíssimo, dados desde o princípio dos tempos (as chamadas “veredas antigas” de Jeremias 6:16). 
Antes busca as suas próprias paixões mundanas, desviando-se da Verdade do Eterno, como hoje é bem visível no catolicismo-romano e nas congregações evangélicas (filhas do romanismo e do ecumenismo). Paulo avisou acerca dos nossos dias através das palavras que escreveu a Timóteo: 2.Timóteo 4:3-4 – “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências [formados pelos muitos seminários…]; e desviarão os ouvidos da verdade [da Lei/Torá, cf. a Salmo 119:142], voltando às fábulas”. Estas palavras têm plena confirmação no mundo do chamado “cristianismo” dos nossos dias! 

O conselho do Altíssimo é que nos separemos da Babilônia espiritual em que o mundo das religiões se tornou: “Sai dela, povo meu…” – Apocalipse 18:4. Paulo faz advertências semelhantes à congregação messiânica de Corinto: 2.Coríntios 6:14-18 – “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça [a Lei/Torá] com a injustiça? E que comunhão tem a luz [= a Verdade, Salmo 1:1-2] com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? 

E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso”.

 Que dificuldade tem o ser humano em compreender e aceitar estas palavras? Só o véu que tem sobre os seus olhos o pode impedir de compreender o papel da santa e eterna Lei do Altíssimo e impedir de “ver” estas verdades! O adversário tem trabalhado bem no seio das congregações que se dizem “cristãs”, pelo que o povo que as frequenta não tem capacidade de entendimento destas verdades. Quando a Palavra nos diz que “conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará”, qual é a Verdade que ali é apontada, senão a santa Lei/Torá de YHWH, conforme a Salmo 119:142, 151.



 No entanto, muitos lêm estas palavras e não as compreendem porque Satanás lhes obscureceu o entendimento e os pastores que os dirigem não conhecem, eles próprios, o que é a Verdade do Altíssimo. Sim, Yeshua é “O Caminho”, “A Verdade” e “A Vida”…mas Ele é também a Lei/Torá viva. Se rejeitarmos a santa Lei/Torá de YHWH estaremos a rejeitar a Yeshua, O Cordeiro do Altíssimo. Acordemos!!! Sim, não sejamos mornos (passivos) na defesa da Verdade do Altíssimo, a Sua Lei/Torá e as palavras que Ele nos enviou através dos Seus santos profetas. Afirme mola sobre os telhados para que todos a oiçam, compreendam e conheçam os caminhos/instruções que YHWH deu ao homem…para que viva. 1.Pedro 3:14-15 – “Mas também, se padecerdes por amor da justiça [da Verdade, da Lei/Torá], sois bem-aventurados. 

E não temais com medo deles, nem vos turbeis; antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”. Entendamos as palavras do apóstolo com toda a clareza: 1.João 3:4 – “Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça [a Lei/Torá], e não ama a seu irmão, não é de Deus”. 

 Nisto são manifestos os filhos do diabo: pela sua rebeldia e desobediência ao conselho do Alto e Sublime…pela sua incapacidade de entendimento da Palavra, pois Satanás cauterizou o coração/mente do homem para que não entenda a Verdade de YHWH. Estes são vasos de desonra destinados à destruição, mais amantes dos deleites deste mundo do que do conselho do Altíssimo. Incapazes de reconhecer a necessidade de mudança (arrependimento) para se salvarem. Destes afastemo-nos. 2.Timóteo 3:1-7 – “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. 

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade”.

 O retrato do homem perverso que aqui nos é dado por Paulo é aquele que podemos hoje reconhecer no chamado mundo religioso, e até nos exemplos de alguns “pastores” que têm causado escândalo no seio das congregações ditas “cristãs”, devido à sua loucura e carnalidade. Agem mal porque não temem o juízo do Eterno. Sim, os homens hoje andam buscando os bens da Terra, esquecendo-se da brevidade dos seus dias e do julgamento próximo do seu Criador, EL YHWH. Estão espiritualmente adormecidos, e anestesiados pelas falácias de outros homens que pregam a mentira e o engano de Satanás. Por isso confiam nas riquezas. Dizem-se ricos e de que nada têm falta, não reconhecendo que são espiritualmente pobres, miseráveis, cegos e que estão nus. Na realidade eles estão fracos/mornos…e, como diz o povo: “dos fracos não reza a História”. Serão “vomitados” da boca do Altíssimo quando Ele vier para julgar. Perante isto lembramo-nos das palavras de Pedro em: 2.Pedro 3:10-13 – “Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite [virá quando não O esperam]; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça”. Amém! Ora vem Adonai Yeshua! AlleluYAH Vem ó Espírito de YHWH, vem já hoje abrir o nosso entendimento à força da Tua Palavra/Verdade.-

TEMOS MUITO QUE APRENDER - Fiéis etíopes caminham quatro horas até a igreja mais próxima Fiéis etíopes caminham quatro horas até a igreja mais próxima Alguns cristãos na Etiópia caminham quatro horas para frequentar as reuniões na igreja mais próxima. O problema se torna ainda pior porque o país vive em uma crise de fome e seca cada vez mais acentuada que tem feito com que muitos deixem de ir até a igreja por falta de forças. “Muitos fiéis já não têm força para caminhar três ou quatro horas até a igreja mais próxima”, disse o Haile Gabriel Meleku, vice-secretário geral da Conferência Episcopal da Etiópia. Segundo ele a fome está atingindo cada vez mais pessoas. “A situação está piorando dramaticamente. As pessoas que correm perigo já são agora dois milhões a mais do que no mês passado, e esse número pode ser ainda maior do que estimamos”. A fundação Ajuda à Igreja que Sofre, doou mais de 1,2 milhão de euros para os trabalhos na Etiópia, para ajudar as 13 dioceses do país a enfrentarem a seca extrema que assola o território. Este ano a contribuição deve ser maior com o objetivo de ajudar os mais de 10 milhões de cidadãos etíopes correm risco de morte. Fugindo da seca e da fome, os etíopes estão migrando internamente para áreas menos atingidas pelos problemas climáticos. Isso tem causado diversos problemas, entre eles a evasão das crianças nas escolas, além do risco de causar conflitos com os etíopes já residentes nos locais de chegada dos migrantes

Uma  das maiores batalhas que encontramos hoje no meio cristão evangélico é fazer com que os membros frequentem a igreja nos dias de custo.
Se chove não vão a igreja , se tem final de novela não vão a igreja , final de campeonato não vão a igreja  , etc .
Não generalizando , mas acentuando com uma grande parte deles .
Dando uma olhada na igreja da ÁFRICA , eu fico envergonhado , pois sei de casos de pessoas que caminham até 3  dias para irem ao culto , ou participar de algum congresso ou evento da igreja .

Fiéis etíopes caminham quatro horas até a igreja mais próxima
Alguns cristãos na Etiópia caminham quatro horas para frequentar as reuniões na igreja mais próxima. O problema se torna ainda pior porque o país vive em uma crise de fome e seca cada vez mais acentuada que tem feito com que muitos deixem de ir até a igreja por falta de forças.
“Muitos fiéis já não têm força para caminhar três ou quatro horas até a igreja mais próxima”, disse o Haile Gabriel Meleku, vice-secretário geral da Conferência Episcopal da Etiópia.
Segundo ele a fome está atingindo cada vez mais pessoas. “A situação está piorando dramaticamente. As pessoas que correm perigo já são agora dois milhões a mais do que no mês passado, e esse número pode ser ainda maior do que estimamos”.
A fundação Ajuda à Igreja que Sofre, doou mais de 1,2 milhão de euros para os trabalhos na Etiópia, para ajudar as 13 dioceses do país a enfrentarem a seca extrema que assola o território. Este ano a contribuição deve ser maior com o objetivo de ajudar os mais de 10 milhões de cidadãos etíopes correm risco de morte.
Fugindo da seca e da fome, os etíopes estão migrando internamente para áreas menos atingidas pelos problemas climáticos. Isso tem causado diversos problemas, entre eles a evasão das crianças nas escolas, além do risco de causar conflitos com os etíopes já residentes nos locais de chegada dos migrantes

VENDENDO SEU PEIXE A QUALQUER CUSTO - Record usa pai de santo para divulgar "Os Dez Mandamentos"



No esforço de marketing para transformar a novela Os Dez Mandamentos em um fenômeno nos cinemas, a Record e a Igreja Universal do Reino de Deus quebraram um "dogma". A emissora, controlada pela igreja, está usando nas redes sociais vídeos de praticantes de umbanda e candomblé e até a imagem de Nossa Senhora de Aparecida para promover o longa-metragem que sintetiza a saga de Moisés, em exibição a partir do dia 28 em cerca de 1.000 salas do país. Até ontem, já tinham sido vendidos mais de 1,5 milhão de ingressos, segundo divulgou a emissora.

Imagem redimensionadaUmbandistas e candomblecistas sempre foram endemonizados pelos bispos e pastores da Igreja Universal. Em 1987, Edir Macedo escreveu o livro Orixás, Caboclos e Guias: Deuses ou Demônios?. Até hoje, nos cultos da Universal os pastores se referem a pais de santo como "pais de encosto". Nos anos 1990, a igreja chegou a estimular fiéis a invadir e destruir terreiros. Contra os católicos, a Universal também tem um passado belicoso. Em 12 de outubro de 1995, um pastor apareceu na Record chutando uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida. Virou um escândalo nacional.

Pelo sucesso de Os Dez Mandamentos, no entanto, essas diferenças ficaram para trás. Ontem, a Record publicou em seu perfil oficial no Instagram um vídeo de uma mulher que se diz católica afirmando que vai assistir ao longa-metragem. Ela aparece segurando uma imagem da santa outrora "chutada" .

Pais de santo deixaram de ser um encosto _pelo menos momentaneamente. Também no Instagram da Record, um deles surge vestindo uma camiseta com a imagem de São Jorge, santo "maldito" para os fiéis da Universal. "Sou candomblecista, sou do axé de Ketu. Sou filho de Xangô. E eu também vou assistir ao filme Os Dez Mandamentos", diz o religioso.

Uma outra praticante do candomblé gravou um vídeo amador em que está caracterizada de baiana, de vestido longo branco, dançando e rodando. Ela se idenfica como Rose, de São Joaquim da Barra (SP). "Quero assistir a Os Dez Mandamentos. Sou do candomblé", diz. O perfil oficial da Record comemora: "O cadomblé marcando presença nas salas de cinema".

Uma cartomante também virou instrumento de marketing da emissora. "Meu nome é Fátima, eu sou da umbanda e sou cartomante. E vou assistir Os Dez Mandamentos", promete.

Os vídeos dos praticantes de candomblé e umbanda dividem espaço com material produzido por quase todos os atores e apresentadores da Record. De Xuxa Meneghel a Gugu Liberato, passando por Paulo Henrique Amorim e âncoras de telejornais regionais, quase todo o elenco da Record foi mobilizado para o lançamento do filme. Xuxa, em férias no exterior, convida os fãs a reverem a abertura do Mar Vermelho. Gugu vai mais longe: "Já garanti meu ingresso", diz.

Também há alguns vídeos de pastores evangélicos de "concorrentes" da Universal, como a Comunidade Cristã Recomeçar e a Aliança Profética.

O filme Os Dez Mandamentos nada mais é do que uma versão condensada da novela, exibida entre março e novembro. De inédito, o longa terá apenas o final, que foi negado aos telespectadores.

Clique aqui e confira os vídeos no Instagram da Record.

Fonte: Tribuna Hoje

POMBA QUE MATA - Viúva e amante são presos acusados de matar pastor dentro de Igreja

A Polícia Civil sob o comando do Delegado, Luis Carlos Hora da primeira delegacia (primeiro distrito), apresentou na tarde desta quarta-feira (13) a imprensa de Ji-Paraná o casal, Erasmo Santana de Almeida (53 anos) e Márcia de Almeida Lopes de Oliveira (38), como os principais suspeitos de ter arquitetado e matado o pastor da igreja evangélica Batista Peniel, Expedito Evangelista Imagem redimensionadaOliveira no interior da própria congregação, localizada no bairro Presidencial do primeiro distrito, na noite do dia 11 de outubro do ano passado. 

Márcia era esposa da vítima e disse não ter ouvido qualquer 'barulho' durante a noite do crime.

De acordo com o delegado o casal, Erasmo Santan e Márcia de Almeira mantem um relacionamento há mais de seis meses, e muito provavelmente tenha sido este o motivo do crime. Alguns dias após fato, Márcia de Almeida foi residir em Rolim de Moura, cidade em que foi presa nesta quarta-feira.

Durante coletiva, Luis Carlos Horas garantiu que as provas coletadas, e as contradições nos depoimentos, durante as investigações apontam o casal como os autores do assassinato do evangélico. A prisão dos dois é de caráter provisória.

Fonte: Rondoniaovivo

FINAL DOS TEMPOS - Igrejas britânicas poderão ser 'inspecionadas' para que não ensinem mais sobre o casamento tradicional


Imagem redimensionada

Um grupo de parlamentares cristãos do Reino Unido emitiu um comunicado, alertando que as classes de Escola Bíblica das igrejas estão próximas de serem proibidas de ensinarem sobre o casamento tradicional. A carta foi enviada ao jornal britânico 'Telegraph'.

O grupo de parlamentares conservadores disse que as propostas governamentais com relação a este assunto são as de submeter as classes de Escolas Bíblicas Dominicais e outros grupos a 'inspeções', o que "poderia ter um efeito muito prejudicial sobre a liberdade de expressão e ensino das organizações religiosas".

A carta assinada por Sir Gerald Howarth, Gary Streeter, David Burrowes e Fiona Bruce segue protestos de grupos cristãos que afirmam que a campanha política 'anti-extremismo' do governo é "altamente preocupante", uma vez que também terá como alvo, grupos de jovens das igrejas e escolas dominicais.

"As propostas anti-extremismo do governo em sua forma atual representam um sério desafio para as visões cristãs tradicionais sobre uma série de questões", disse Nola Leach, CEO de política pública da missão de caridade 'CARE' ao 'Christian Today'.

"Nós estamos falando sobre o Estado interferir na vida da Igreja e na perspectiva de que haja inspectores infiltrados, assentados na parte de trás das igrejas, em todo o Reino Unido. Isso é altamente alarmante para dizer o mínimo", lembrou.

As propostas do Ministério da Educação vieram depois que o primeiro-ministro alertou para um pequeno número de grupos muçulmanos, nos quais as crianças têm as suas "cabeças preenchidas com veneno e seus corações alimentados com ódio".

A consulta de seis semanas sobre os planos do governo foi encerrada na última segunda-feira (11) e grupos cristãos pediram ao governo que reavalie a proposta de que estas classes de Escola Bíblica ou outros projetos venham a enfrentar 'inspeções'.Isto significa que grupos de jovens poderia enfrentar sanções "por sua expressão de pontos de vista tradicionais sobre questões como o casamento", segundo a carta dos deputados.

"Esta seria uma possibilidade intolerável, mas muito real dada a clara vontade do Departamento de Educação em investigar o que ele chama de "atividades proibitivos", tais como "ensino indesejável ... o que prejudica ou é incompatível com os valores britânicos fundamentais... Isso poderia desafiar o ensino cristão estabelecido", escreveram os deputados.

"Ameaças aos valores britânicos originam predominantemente de certas estirpes do islamismo. É, pelo menos, desproporcional, se não absurdo, impor encargos intrusivos em todos os outros grupos religiosos sob o pretexto de que as tentativas de radicalização poderiam ser descobertas em qualquer organização".

Os deputados reuniram vários grupos cristãos que manifestaram a sua consternação a respeito dos planos do governo.
Imagem redimensionadaO Instituto Cristão do Reino Unido disse que se as propostas não forem alteradas, representam um "ataque sem precedentes sobre a liberdade de religião do país".

No entanto, o governo insistiu que não está propondo a regulação das escolas dominicais, sendo que estas classes só ensinam as crianças "por um período curto a cada semana".

"Nós estamos olhando especificamente para lugares onde as crianças recebem educação intensiva, para garantir que as crianças convivam em um ambiente seguro, que não as submeta a pontos de vista intolerantes e odiosos", disse uma porta-voz do Departamento de Educação.

"Nós reconhecemos muitas definições de educação fora das escolas que fazem um grande trabalho no apoio à educação das crianças e as nossas propostas se concentram em certificar-se que na minoria de casos em que existem preocupações levantadas pelos pais e outros sobre questões de extremismo, crueldade contra crianças ou ensino inadequado, o governo possa tomar medidas para proteger as crianças".

Fonte: Guia-me

BODE NO APRISCO - Missionário de igreja evangélica é preso vendendo drogas

O missionário de igreja evangélica Kleber Elias Pereira Santos, 29 anos, foi preso em flagrante vendendo drogas, por volta das 23h40min de ontem (12), perto de um hospital na Avenida Afonso Pena, no Centro de Campo Grande.

Imagem redimensionadaPoliciais militares do Batalhão de Choque foram chamados nas proximidades com denúncia de que no local estaria o autor de um furto. O homem foi encontrado e confessou autoria no crime, justificando que o cometeu para pagar dívida de drogas que tinha com Kleber e que pertences que havia levado no furto tinham sido entregues ao traficante.

O usuário de entorpecentes disse, ainda, de que Kleber abastecia consumidores da região do antigo terminal rodoviário.

Kleber foi encontrado em um Fiesta, com placas de Bauru (SP). Ele estava com duas pedras e uma porção de pasta base de cocaína. Kleber confessou que os pertences do furto que havia recebido como pagamento de drogas estavam na casa onde morava, na Vila Palmira. O material foi apreendido.

O traficante tem até DVD evangélico em que relata que foi retirado do necrotério e devolvido à vida, referindo- se a grave acidente que sofreu.

Fonte: Correio do Estado.

Número de cristãos aumenta de forma intensa na Arábia Saudita e Emirados Árabes

Com a fuga de milhões de cristãos do Oriente Médio, o cenário do cristianismo tem sofrido uma intensa mudança na região.

Exemplo dessa alteração acontece em países como a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos. De acordo com um relatório da organização Portas Abertas, o cristianismo era praticamente inexistente neles há cem anos — haviam apenas 80 cristãos nos Emirados Árabes em 1910 (0,1% da população) e 50 na Arábia Saudita.
Imagem redimensionadaCem anos mais tarde, em 2010, o cristianismo explodiu para 12,6% da população dos Emirados Árabes e 4,4% da Arábia Saudita. Apesar de não ser uma maioria, os dados representam o crescimento significativo em uma região islâmica conservadora.

Este aumento não se limita a estes dois países. Ao longo do Golfo, nações como Bahrein, Kuwait, Omã e Qatar presenciam um intenso aumento de suas populações cristãs. Este crescimento é ainda mais extraordinário quando comparado com o êxodo em massa dos cristãos de países vizinhos.

O Líbano, por exemplo, costumava ser um país de maioria cristã, representada por 77,5% da população em 1910. Agora esse número é de 30,4%. No entanto, o número ainda é saudável em comparação com a Turquia e a Síria, onde o cristianismo despencou de 21,7% e 15,6%, respectivamente, para apenas 0,2% e 2,7%.

Ainda assim, o crescimento do cristianismo no Golfo traz consigo os traços da perseguição religiosa. Os ex-muçulmanos convertidos são punidos com a morte em ambos os países, onde o evangelismo é proibido. Na Arábia Saudita, qualquer manifestação pública de outras religiões são ilegais, e cristãos são forçados a participar de rezas islâmicas.

Ainda que muitos muçulmanos tenham se convertido, a grande maioria dos novos cristãos do Golfo são imigrantes. Desde 1910, a região se tornou extraordinariamente rica, atraindo muitos estrangeiros. Hoje, nos Emirados Árabes Unidos, os cristãos já são pouco mais de 10% da população.

Grande parte destes imigrantes vêm de países fortemente cristãos, como as Filipinas. A maioria deles são católicos romanos, substituindo a população cristã original, que era, em grande parte, ortodoxa.

Apesar do dramático aumento, é provável que haja pouca mudança para a tolerância religiosa na região. Poucos imigrantes cristãos possuem cidadania, e muitos são trabalhadores pouco qualificados — o que significa que a sua estadia no país seja temporária.

Fonte: Guia-me

Portas Abertas lança Classificação da Perseguição Religiosa 2016; Coreia do Norte é o país que mais persegue os cristãos





Imagem redimensionada

"Se me perseguiram, também perseguirão vocês. Se obedeceram à minha palavra, também obedecerão à de vocês." (João 15.20b)

Existem hoje mais de 100 milhões de cristãos que são perseguidos por sua fé, eles compartilham de nossa fé, mas não de nossa liberdade. Confira a relação atualizada dos países mais fechados ao Evangelho em todo mundo e o que mudou em relação à perseguição religiosa.

Entendendo a Classificação e a perseguição
A Classificação da Perseguição Religiosa lista os 50 países com maior grau de perseguição para com aqueles que seguem a Cristo. Ela é atualizada anualmente com base em pesquisas da Portas Abertas Internacional, que consideram as leis no país, a postura das autoridades, da sociedade e da família em relação a cristãos, novos convertidos e igreja. Um questionário cobrindo esses aspectos determina a posição do país na Classificação.

Esse conteúdo nos ajuda a ter um conhecimento mais atual e preciso da perseguição aos cristãos; além de determinar onde a necessidade de apoio é mais urgente. Dessa forma, o planejamento de projetos e ações torna-se mais eficaz.

Perseguição X Liberdade Religiosa
A perseguição aos cristãos ocorre quando:
- São negados os seus direitos à liberdade religiosa;
- A conversão ao cristianismo é proibida por conta de ameaças vindas do governo ou de grupos extremistas; 
- São forçados a deixar suas casas ou empregos temerosos da violência que pode lhes sobrevir;
- São agredidos fisicamente ou mortos por causa de sua fé; 
- São presos, interrogados e, por diversas vezes, torturados por se recusarem a negar Jesus.

Cristão perseguido 

De acordo com o Pew Research Center, quase 75% da população mundial vive em áreas com graves restrições religiosas. Para a Portas Abertas, a perseguição aos cristãos consiste em qualquer oposição vivenciada como resultado da identificação de uma pessoa com Cristo, incluindo palavras e atitudes hostis, dirigidas contra elas unicamente por causa de sua fé em Jesus. 
Como o cristão é perseguido? 
A Classificação da Perseguição Religiosa mede a liberdade que um cristão tem para praticar sua fé nas cinco esferas de sua vida: na individualidade, na família, na comunidade, na nação e na igreja

1. INDIVIDUALIDADE
A pessoa não é livre para escolher qual religião quer seguir, orar a Deus dentro de casa ou num lugar público, ter a Bíblia e outros livros cristãos para uso pessoal, etc.

2. FAMÍLIA
A perseguição vem por meio de pais, irmãos, tios, avós, primos e outros. O convertido é coibido de praticar sua fé em casa e enfrenta problemas em assuntos civis como casamento, enterro de familiares, herança e outros.

3. SOCIEDADE
O cristão sofre pressão por meio de atitudes preconceituosas, leis, casamento forçado, dificuldade de acessar recursos, pressão para renunciar a fé, discriminação no trabalho, intimações à delegacia, etc.

4. NAÇÃO
O cristão enfrenta oposição, pois não há leis que garantam liberdade de culto e prática da fé. É considerado crime a prática da evangelização e, em casos mais extremos, a conversão. Enfrenta problemas para tirar o passaporte, realizar reuniões dos cristãos, entre outros.

5. IGREJA
Quando há perseguição para realizar atividades comunitárias, como culto, reunião de oração, batismo, aula bíblica, entre outros. A opressão pode vir de diversos lados: dos vizinhos, do governo, da polícia. Também quando a comunidade cristã não tem acesso às Escrituras e a outros materiais religiosos.


Atualização 2016

De acordo com o Artigo 18 da Declaração Universal de Direitos Humanos, de 1948, "Toda pessoa tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; este direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em público ou em particular". 

O ano de 2015 ficará marcado, sem sombra de dúvidas, como o Ano do Medo, devido à perseguição religiosa. O Estado Islâmico (EI) e grupos filiados tomou fronteiras de países, com ainda mais força e violência, como Líbia, Quênia, Egito. Tais ações culminaram em massacres aleatórios em Paris e em San Bernardino. Os governos estão mais preocupados do que nunca sobre os efeitos do extremismo islâmico que mais uma vez é, de longe, o principal fator de perseguição na Classificação de 2016 (35 dos 50 países tem o islamismo radical como a principal fonte de perseguição).

A situação do Iraque e Síria e dos países da África, como Somália, Quênia e Nigéria, faz com que refugiados (em sua maioria cristãos) pensem na hipótese de nunca mais voltarem às suas casas, o que apavora a Europa e outros continentes do Ocidente.

Porém, a mais triste notícia que a Portas Abertas traz de 2015 é que mais uma vez, como no ano anterior, a perseguição aos cristãos piorou em todos os continentes.

Este ano, mais violência e menos liberdade levaram dois novos países para a lista, além de manter a Coreia do Norte pelo 14º ano consecutivo em primeiro lugar e fez com que a Eritreia subisse vertiginosamente de 9º para o terceiro lugar entre os países mais hostis ao cristão.

Top 10 da Classificação

1º Coreia do Norte
Liderando a lista pelo 14º ano consecutivo, o país continua sendo o mais fechado do mundo ao Evangelho. Nação liderada por um governo totalmente fechado e controlador, os cristãos norte-coreanos continuam sendo os que enfrentam maior perseguição religiosa.

2º Iraque
Mesmo com boa parte do país sendo controlada pelo Estado Islâmico, a situação dos cristãos não parece ter mudado muito. Junto com a Síria, o país estampou os noticiários de 2015. Os projetos de ajuda socioeconômica na região cresceram em média 53% e quase 190 mil refugiados foram atendidos.

3º Eritreia 
O nível de violência fez com que o país subisse da 9ª posição em 2015 para a 3ª esse ano. Foram muitas as situações de violência no país. Os cristãos que vivem na "Coreia do Norte da África" enfrentam grande restrição em termos de liberdade religiosa, de imprensa e garantia dos direitos humanos.

4º Afeganistão
Ao nascer afegão obrigatoriamente o cidadão se torna muçulmano. Seguir a Cristo no país é extremamente difícil, não existem igrejas, os cristãos perseguidos se reúnem secretamente em pequenos grupos. Fora isso, Talibã e Estado Islâmico brigam por territórios locais.

5º Síria
Cenário de uma guerra civil que já dura 5 anos, a Síria deixou de ser casa de milhares de pessoas em função das ações do Estado Islâmico. Muitas igrejas foram destruídas e cristãos mortos, os que sobrevivem convivem com traumas causados pela perseguição.

6º Paquistão
Cultos e reuniões não são permitidos, a situação para a Igreja Perseguida é mais dificultada pelos grupos extremistas que incitam ódio nos paquistaneses em relação aos cristãos. Eles são tratados como cidadãos de segunda classe, mulheres e crianças cristãs são vulneráveis ao abuso sexual.

7º Somália
A população cristã que não passa de 1% é controlada pelo governo. Em um país imerso em uma longa guerra civil, muitas igrejas já foram destruídas. Os cristãos não podem possuir a Bíblia por causa do perigo que isso pode colocá-los e qualquer tipo de celebração cristã ou encontros são proibidos. Mais uma vez o país está no Top 10.

8º Sudão 
O governo assedia e expulsa a comunidade cristã. Construir ou reformar igrejas e até mesmo obter permissão para isso é muito difícil. O islã radical continua crescendo e os cristãos precisam ser fortes. A liberdade de expressão e religião enfrenta sérias restrições.

9º Irã
Qualquer muçulmano que deixa o islã enfrenta pena de morte no país. Mais de 100 cristãos foram presos ou encarcerados por sua fé em novembro de 2015. Ser cristão no Irã não é uma decisão nada fácil, as reuniões são monitoradas pela polícia secreta e os cristãos ativos são interrogados frequentemente e, muitas vezes, presos e agredidos por causa de sua fé.

10º Líbia 
Pela primeira vez no Top 10, o país ainda está tentando se recuperar da guerra e da revolução popular. Agora, a influência do Estado Islâmico está crescendo ainda mais. A Líbia recebe muitos refugiados vindo da Síria e do Iraque.

Novos
48º Bahrein
Os cristãos enfrentam a perseguição mais forte dentro de suas próprias casas e comunidades, seguido pela igreja. O Estado Islâmico tem concentrado suas forças nessa região e, assim, é provável que o islã radical continue crescendo no país.

49º Níger
Os cristãos enfrentam diariamente o desafio de dar bom testemunho e de resistir às pressões em um país de maioria muçulmana. Segundo um líder de uma igreja local, os políticos estão mais preocupados com os preparativos para as eleições de 2016 e com a luta que estão enfrentando com o Boko Haram, do que com as igrejas que estão sendo abandonadas.


Perguntas frequentes

Os países da Classificação enfrentam perseguição em todo o seu território?Nem sempre. Países como a China possuem áreas onde não há praticamente nenhuma perseguição, assim como existem regiões em que a perseguição é intensa. No entanto, em alguns países como a Coreia do Norte, a perseguição é presente em todo o país.

Como é desenvolvida a Classificação da Perseguição Religiosa? Esse trabalho é resultado de um questionário que procura identificar, entre outras coisas: a situação legal dos cristãos no país; a atitude do regime político em relação à comunidade cristã; a liberdade da Igreja para organizar eventos etc. Esses dados são coletados entre representantes de igrejas locais, especialistas em várias áreas de conhecimento, agências e organizações não governamentais internacionais, além de viajantes convidados a colaborar com suas impressões sobre a situação do país. 

Os países citados na Classificação são os únicos onde os cristãos são perseguidos?Não. Há mais de 65 países onde cristãos são perseguidos. Estes são apenas os 50 primeiros.

Por que a Coreia do Norte ocupa a primeira posição na Classificação há 13 anos consecutivos?Na Coreia do Norte é ilegal ser cristão. Quando descobertos, os cristãos são, geralmente, enviados para campos de trabalho forçado ou são mortos. O governo não hesita em torturar e matar qualquer um que possua uma Bíblia, quer esteja envolvido no ministério cristão, organize reuniões ilegais, quer tenha contato com outros cristãos (na China, por exemplo). As condições neste país para os cristãos ainda são as piores do mundo.

Como vivem os cristãos perseguidos em países como a Síria, onde há instabilidade por todo o país?As consequências de se viver em áreas de guerra são enormes. Cristãos de países como estes são, frequentemente, alvos de extremistas muçulmanos, uma vez que sua fé se opõe diretamente à causa desses grupos. Somente na Síria, mais de 130 mil pessoas foram mortas em quase três anos de constante conflito. 

Apesar disso, os cristãos permanecem firmes em sua fé. "Recentemente, conheci um rapaz sírio de 19 anos. Seu pai tinha sido morto havia dois meses por um franco-atirador. Quando olhava para ele, via sempre um rosto triste, mas, ainda assim, ele sempre perguntava como poderia servir melhor a Deus ", contou Kyra Porter, colaboradora da Portas Abertas no treinamento de aconselhamento para situações de trauma na Síria. 

Em alguns destes países, a Igreja tem bastante importância. Mesmo assim, eles continuam na Classificação. Por que isso?Em países como a Colômbia, por exemplo, os cristãos enfrentam perseguição de grupos rebeldes em determinadas partes do país, apesar de a Igreja Católica ter relevância. Mesmo quem não é cristão sofre com a violência desses grupos; contudo, os líderes cristãos são um alvo específico, uma vez que evangelizam as comunidades e, ao se convertem a Cristo, homens e mulheres abandonam a guerrilha, fazendo com que o grupo perca a sua força pouco a pouco. A Igreja é vista como uma ameaça, o que faz com que seja frequentemente atacada.

O que significa ser um ex-muçulmano?Um ex-muçulmano é um convertido que veio de um contexto mulçumano, que teve sua criação baseada no Alcorão e nos ensinamentos de Maomé. É comum que estes cristãos enfrentem perseguição por parte de membros muçulmanos de sua família que seguem uma vertente rígida do islã.


Leia mais sobre a relação dos países que enfrentam maior perseguição religiosa atualmente. Abrace essa causa e sirva a Igreja Perseguida conosco.

Fonte: Missão Portas Abertas

Pastor diz que igreja está aberta para Naldo, se ele quiser

Jaime Soares, pastor da Assembleia de Deus de Bonsucesso, igreja da Zona Norte do Rio que era frequentada por Naldo Benny desde antes da...