Postagens

Mostrando postagens de Agosto 26, 2014

SUJEIRA PURA - Firmas fantasmas pagaram empresa dona do avião de Eduardo Campos

Documentos obtidos pelo Jornal Nacional mostram que empresas fantasmas pagaram a empresa dona do avião em que morreu, no dia 13 de agosto, o então candidato à Presidência pelo PSB, Eduardo Campos. Extratos bancários mostram que a empresa AF Andrade, que segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é a proprietária da aeronave, recebeu R$ 1.710.297,03 supostamente pagos para comprar o jato. As transferências vieram de 6 pessoas físicas e jurídicas, e entre estas, há empresas mantidas em endereços onde funcionam uma peixaria, uma residência, uma sala vazia e uma casa abandonada em Pernambuco. A AF Andrade diz que já havia repassado o avião para outro empresário, que o emprestou para a campanha de Campos.
Uma das empresas, a Geovane Pescados, que fez uma transferência de R$ 12.500. No endereço da firma mora Geovane, que negou ter uma empresa de pescados. "Acha que se eu tivesse uma empresa de pescados estaria numa situação dessas?   Outra empresa, a RM Construções, fez 11 transfe…

“Para o bem do Brasil chega de PT governando o nosso país”,

Pastor morre em conflito na República Centro-Africana

Imagem
Forças anti-Balaka atacaram membros do Seleka em uma batalha que durou quatro horas. Quando os membros do anti- Balaka se retiraram, militantes do Seleka saíram pela cidade com o intuito de punir civis. Fontes da Portas Abertas na área disseram que membros do Seleka foram de porta em porta buscando e matando os homens que encontravam.  Eles também chegaram à casa do pastor Jean Mbefara da Igreja do Evangelho Quadrangular e mataram ele, seu filho mais velho e muitos dos que haviam se escondido na casa dele. As idades de todos são desconhecidas, assim como mais informações da família que deixaram. O motivo que levou militantes anti-Balaka atacar grupos do Seleka ainda não está claro. A agência de notícias AFP informou que pelo menos 22 pessoas morreram e várias dezenas ficaram feridas no ataque. A instabilidade continua na República Centro-Africana, enquanto o país aguarda a implantação de uma Operação de Paz da ONU, em meados de setembro. Pedidos de oração Ore pelo conforto e provisão de De…

Polícia Federal e Anac investigam uso de dois aviões por Eduardo Campos

Imagem
Agora são dois os aviões usados por Eduardo Campos na corrida presidencial que motivam investigação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Polícia Federal (PF). Além do jato Cessna Citation 560 XL, prefixo PR-AFA, que caiu com o candidato do PSB e mais seis pessoas em Santos em 13 de agosto, surgiu outra aeronave: o jato Learjet 45, prefixo PP-ASV, que Campos utilizou no dia 20 de maio, em visita a Feira de Santana (BA). As duas aeronaves foram arrendadas por uma mesma empresa: a Bandeirantes Pneus, de Pernambuco, onde Campos foi governador. A companhia pertence a Apolo Santa Vieira – um dos três empresários pernambucanos investigados pela PF pela negociação de arrendamento do Citation. Esse modelo está avaliado em R$ 18,5 milhões. Apolo Vieira é réu em processo por sonegação fiscal na importação de pneus que teria gerado prejuízo de R$ 100 milhões aos cofres públicos, condenação contra a qual recorre. Tudo se limitaria a um complicado processo de sublocações se os dois jatos …

ACESSE - https://www.facebook.com/petpetsbrasil - PET PETS BRASIL

Os melhores  produtos para seu  PET .
https://www.facebook.com/petpetsbrasil

MATADORES INDECENTES - Estado Islâmico mata 80 pessoas que não aceitaram se tornar muçulmanos

Imagem
Os jihadistas do Estado Islâmico continuam aterrorizando a vida dos não muçulmanos no Iraque. De acordo com a agência EFE, 80 pessoas foram mortas recentemente por não aceitarem se converter à religião.
As vítimas eram homens que viviam na aldeia de Kawju, perto da cidade de Sinyar. Testemunhas curdas afirmam que os militantes extremistas estavam em vários carros e cercaram os yazidis. De acordo com o Diário de Notícias, os homens foram capturados e levados até o xeique tribal Ahmed Yasua sob a seguinte ameaça: ou se convertem ao islã ou morrem. Diante da recusa, os 80 homens foram mortos pelos militantes do EI. Na semana passada algo semelhante aconteceu com 77 pessoas, sendo 33 delas mulheres e uma criança. Ao negarem trocar de religião, os yazidis foram mortos pelos jihadistas que estão tomando conta do país. Dessa vez a atitude dos militantes poupou mulheres e crianças que foram levados para um lugar desconhecido, segundo a EFE. Nesse local devem estar escondidas cerca de 500 pessoas.

ONU acusa Estado Islâmico de atacar cristãos no Iraque

Imagem
Militantes do Estado Islâmico estão cometendo "crimes contra a humanidade" e promovendo "limpeza étnica e religiosa" no Iraque. O alerta é da ONU que, em uma declaração nesta segunda-feira (25) em Genebra, acusou o grupo que atua no Iraque e Síria de recrutar menores de idade para lutar e de executar centenas de pessoas inocentes.   Para a ONU, o grupo promove uma violação sistemática e generalizada dos direitos humanos, incluindo assassinados, conversão forçada, abuso sexual, tráfico de pessoas, sequestros e destruição de locais sagrados. A ONU também os acusa de atacar cristãos e outras religiões.  Na região de Nínive, a ONU alerta que a população da minoria yazidi foi "praticamente toda assassinada".  2,5 mil pessoas fugiriam e outros que concordaram em se converter ao Islã estão sendo mantidos em prisões. "Aqueles homens que se recusam a se converter estão sendo executados, enquanto suas mulheres e filhos são transformados em escravos", alerto…

De onde vem o dinheiro que financia o Estado Islâmico?

Imagem
"Isso vai além do que vimos antes", disse há poucos dias o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Chuck Hagel, referindo-se ao Estado Islâmico (EI), anteriormente conhecido como Estado Islâmico do Iraque e da Síria (Isis, na sigla em inglês). Segundo Hagel, o EI não seria um grupo terrorista, mas um projeto de Estado com armas sofisticadas, uma ideologia totalitária e recursos abundantes obtidos por meio de financiamento externo, o que permitiria ao grupo continuar sua ofensiva e lançar as bases de seu califado. Até alguns meses atrás, o Isis era apenas um dos vários grupos armados sunitas radicais que se opunham ao regime de Bashar al-Assad na Síria. A organização havia ganhado notoriedade por ser uma dissidência da Al-Qaeda, a qual acusou de não ser suficientemente radical. Mais recentemente, o Isis tornou-se EI e agora é a manifestação mais violenta da insurgência sunita que tenta impor uma versão ultraconservadora do Islã, contra o que considera uma expansão do xiismo lid…