terça-feira, 9 de maio de 2017

A LEGALIZAÇÃO DO ESTUPRO GANHA TERRENO NA EUROPA

A Europa Ocidental está no caminho da legalização da violação cometida por migrantes
França, Suécia, Alemanha e outras nações europeias estão no caminho para legalizar o estupro quando cometido por migrantes porque é a "sua cultura".
Por mais chocante que pareça, um número recente de estupradores que evitavam castigos severos sugerem que há um precedente já em vigor para descriminalizar as violações por parte dos migrantes, porque eles não entendem culturalmente as leis de estupro do Ocidente nem mesmo a palavra "não".
Em suma, as violações por parte dos migrantes são minimizadas como "mal-entendidos culturais" e, portanto, as vítimas nunca recebem justiça, o que significa que a legalização do estupro já está em vigor.
"A narrativa esquerdista doutrinou tanto os nativos alemães que seu respeito multicultural inclusivo e seu conformismo burocrático são capazes de deformar o que é um estupro em uma questão cultural ofensiva, uma questão que tanto a autoridade legal como a mulher sexualmente assaltada responderam" - observou Damian Black .
A cultura de estupro está realmente acontecendo na Europa, mas não espere que as feministas prestem muita atenção a isso.

DIREITOS DE CIDADÃO É SOMENTE PARA CIDADÃOS BRASILEIROS - IMIGRANTES SÃO IMIGRANTES

ATENÇÃO.
ELES QUEREM OS MESMOS DIREITOS DOS CIDADÃOS BRASILEIROS .
A desastrosa Lei de Imigração que dá direitos iguais aos dos brasileiros a todos os imigrantes, sejam eles, narcotraficantes, terroristas ou exploradores de escravas sexuais está nas mãos do presidente Michel Temer. Os brasileiros dormem em berço esplêndido, e não abrem o olho para mais essa ameaça. Na Avenida Paulista, ontem, uma marcha de apoiadores da Lei de Imigração, trazia a bandeira do Estado Islâmico…
A ousadia desse pessoal não tem limites. A marcha na Avenida Paulista ocorre poucos dias depois que dois palestinos foram presos por jogarem uma bomba em uma passeata contra a Lei de Imigração. Detalhe macabro é que os agressores é que foram tratados como vítimas. No Brasil ser visto como sendo de “direita” é um crime sem perdão.
O Brasil, que tem 14 milhões de desempregados, está escancarando suas portas para imigrantes virem disputar os raros empregos com os brasileiros. É uma posição que não faz sentido do ponto de vista econômico ou do interesse nacional. Candidatos a entrar em massa no país são os venezuelanos, que estão fugindo da catástrofe do chavismo.
Em Boa Vista, capital de Roraima, milhares de venezuelanos estão entrando no Brasil. Inclusive centenas de mulheres que estão sendo exploradas e levadas a prostituição para sobreviver. Questionar a Lei de Imigração não é falta de solidariedade com quem precisa, mas de dar prioridade aos problemas do Brasil, que são muitos e urgentes. Brasil em primeiro lugar.
Compartilhe:








http://www.cesarweis.com/bandeira-do-estado-islamico-na-avenida-paulista-exigem-lei-que-vai-dar-direitos-de-brasileiro-nato-a-todos-imigrantes/