sexta-feira, 1 de agosto de 2014

TIPOS DE OBREIROS -


  1.  O BOM OBREIRO O bom obreiro tem suas características destacadas nas Sagradas Escrituras. Em 1 Timóteo 4.6, Paulo fala ao jovem obreiro Timóteo obreiro a ser fiel e diligente no ministério, pois, assim, ele seria “um bom ministro de Jesus Cristo”. Em Mateus 25.21,23, na parábola dos dez talentos, Jesus fala que os servos que investiram nos talentos que lhes foram deixados para administrar receberam de seu senhor o reconhecimento como servos bons e fiéis: “E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor”. “Bom”, segundo os textos bíblicos de Timóteo e Mateus, é ser sadio na fé, no viver e na doutrina bíblica; equilibrado em tudo; capaz; aprovado (2Tm 2.15); limpo quanto ao bom combate espiritual (2Tm 4.8); e duradouro quanto ao seu trabalho e aos frutos de seu trabalho. Os sinais de um bom obreiro são nítidos. Ele é fiel, leal à toda prova e humilde. O humilde aprende mais, resiste mais, aparece pouco, mas faz muito. Um exemplo disso está em Lucas, em Atos dos Apóstolos; Aristarco (Cl 4.10) e Epafras (Fm 23). Outros sinais são a sua espiritualidade e consagração. Ele também é dócil. É fácil de se lidar com ele. O bom obreiro é diligente, esforçado. Às vezes até exagera no trabalho do Senhor. Temos o exemplo de  Epafrodito (Fp 2.25-30). Ele também é discreto e controla seus impulsos e sua língua ao falar. Apóstolo Paulo é um exemplo, como podemos ver no texto em que fala de suas “visões e revelações do Senhor” (2Co 12.1) e de seu “espinho na carne” (2Co 12.7). Outro exemplo do modo como ele sabia controlar seus impulsos está no comentário a respeito de Demas, seu obreiro auxiliar: “Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para Tessalônica”, 2Tm 4.10. Nada mais Paulo quis falar sobre Demas. Outro sinal marcante de um bom obreiro é a sociabilidade. Ele é sociável com os seus pares de ministério, a sua congregação e a família. Imagine um obreiro que ninguém o quer por ser anti-social. É inadmissível.

        2.     O MAU OBREIRO “Guardai-vos dos cães, guardai-vos dos maus obreiros, guardai-vos da circuncisão!”, Fp 3.2. “Respondendo-lhe, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo”, Mt 25.26. “Não terão conhecimento os obreiros da iniqüidade, que comem o meu povo como se comessem pão? Eles não invocam ao Senhor”, Sl 14.4. Os textos acima deixam claro que obreiro de má qualidade é aquele que é infiel e não procura melhorar. Mas como um bom obreiro torna-se mau ou ruim? O bom obreiro costuma tornar-se mau aos poucos. Temos os exemplos bíblicos de Judas Iscariotes, discípulo de Jesus; Geazi, servo do profeta Eliseu; e Demas, cooperador do apóstolo Paulo. A mudança é fruto dos maus costumes e maus hábitos que o obreiro trouxe do passado, ou os adquiriu depois, e não largou. Outra coisa que pode afetar um bom obreiro, tornando-o ruim é o desconhecimento do seu temperamento e o agir segundo este (Pv 16.32; 23.12; 25.28). Há também o caso de bons obreiros que se tornam maus por copiarem maus exemplos dos outros e de fora ou por ter má formação ministerial (Lc 9.49-50). Um obreiro estranho, misterioso, enigmático, isolado de todos, também tem tudo para se tornar um mau obreiro, bem como o obreiro sempre imaturo social, emocional e espiritualmente (Ec 10.16). Por último podemos citar como fator que pode provocar essa mudança negativa o obreiro receber poderes em demasia, como no caso de Joabe (2Sm 3.39; 16.10; 19.22). Os sinais de um mau obreiro estão listados em Mateus 25.26, Jeremias 6.13 e 50.6, e Miquéias 3.9-11. Ele é parasita, indolente, ocioso, preguiçoso, desordenado na sua vida, na família e no seu trabalho; não tem ordem, é ambicioso por posição, cargo e credencial; é invejoso, mercenário e mercadeja os dons e as coisas de Deus. Neste caso, temos os exemplos de Balaão e Simão, o mago (At 8.18). O mau obreiro também é liberal na doutrina bíblica, e nos bons e santos costumes da igreja, como o sacerdote Urias (2Rs 16) e as duplas Himeneu e Fileto, e Himeneu e Alexandre (2Tm 2.17-18 e 4.14-15). Aliás, muitos maus obreiros costumam agir em dupla. O mau obreiro é briguento. Daí, passa a politiqueiro. É divisionista por rebeldia (1Rs 13.26) e reclamador crônico, diferente de Jesus, do qual é dito em Isaías 53.7 que “não abriu a sua boca”. Ele ainda procura ser “independente” e isolado. Geralmente, para ser insubmisso. É constantemente problemático. É um problema para si mesmo. Ele dá problema, gera e depois alimenta o problema. Em outras palavras, ele complica um problema já existente. Ezequiel 34 diz que o mau obreiro larga as ovelhas e o seu campo. Ele tem mau caráter, e isso é altamente comprometedor. Quando ele dá fruto, este não vinga.
             Exemplos de maus obreiros Uma das duplas de maus obreiros célebres nas Escrituras é Nadabe e Abiú. Ela é conhecida como a dupla inovadora (Lv 10.1-10). Coré (Nm 16.13) foi insubmisso ante Moisés, o dirigente constituído por Deus. Aitofel, o gilonita, portanto de Judá (2Sm 15.12-13), era conselheiro pessoal de Davi, mas juntou-se a Absalão na revolta deste contra o rei, seu pai. Por isso, Aitofel é chamado por alguns “o Judas do Antigo Testamento”. Geazi, o auxiliar do profeta Eliseu, que aparece em 2 Reis 4 em diante, era oportunista, mercenário e ganancioso. Diótrefes (3Jo 9.10) era indelicado, violento e perseguidor. Contrasta com isso a proverbial cortesia de Paulo, como podemos constatar na sua Epístola a Filemom. É como no Templo, onde havia pedras preparadas (1Rs 6.7), mas que não eram vistas (1Rs 6.18). Abiatar, o sacerdote (2Sm 8.17), ajudou a conduzir a Arca do Senhor (1Cr 15.11), mas foi infiel no final do reino de Davi (1Rs 1.7; 2.27). Joabe, o grande general de Davi (2Sm 8.16), não foi fiel a Davi até o fim (1Rs 1.7; 2.28). Ele juntou-se a Adonias, o filho mais velho de Davi, no seu complô contra o pai.
            O FALSO OBREIRO O pseudo obreiro é aquele que nunca foi obreiro de fato. O falso obreiro vê o ministério como uma carreira profissional, uma profissão. Um exemplo é o levita de Juízes 17.6-12 e 18.14. Paulo escreveu sobre o falso obreiro em suas epístolas. “Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo”, 2Co 11.13. João também se referiu a eles: “Saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, ficariam conosco; mas isto é para que se manifestasse que não são todos de nós”, 1Jo 2.19.
O EX-OBREIRO Ex-obreiro, aqui, não se trata do obreiro jubilado, nem do obreiro licenciado temporariamente, nem do portador de doença crônica etc. Trata-se do obreiro que renunciou e abandonou o seu ministério. É o obreiro que abdica de seu ministério. Paulo, escrevendo em 1 Coríntios 9.27, fala de sua preocupação quanto à reprovação: “Para que eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado”. Demas é um exemplo de obreiro reprovado (2Tm 4.10). Em Filemom, versículo 24, Paulo o cita como um de seus cooperadores. Em Colossenses 4.14, mais uma vez vemos Paulo citando-o com apreço. Mas, em 2 Timóteo 4.10, o apóstolo nos conta o desvio de Demas: “Porque Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para Tessalônica.” Jesus exortou seus discípulos, dizendo do perigo de “quem lança mão do arado, e olha para trás”: “Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus”, Lc 9.62. Paulo, escrevendo em 1 Timóteo 1.6, lembra que alguns obreiros não foram até o fim: “Do que desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas”. Ainda falando a Timóteo, Paulo deixa claro que, infelizmente, “alguns fizeram naufrágio na fé” (1Tm 1.19). Certa vez, depois um discurso considera do duro, o Mestre perguntou aos doze, os únicos que permaneceram após as usas palavras: “Quereis vós também retirar-vos?” Ao que Simão Pedro respondeu: “Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna” (Jo 6.67-68).
Para que o bom obreiro possa continuar a melhorar no exercício de sua função na obra de Deus, ele terá que observar pelo menos alguns pontos considerados essenciais para sua formação.
             1º) O bom obreiro deve gostar de ler, e ler muito. É bom também que ele curse formalmente ou no mínimo que seja um bom autodidata. Ele deve ainda contatar e conviver com pessoas cultas, tanto na cultura bíblica como secular.
             2º) Deve fazer uma constante auto-avaliação. O bom obreiro deve ter autocrítica. Para o nosso melhoramento como obreiros do Senhor, devemos analisar o nosso gráfico constantemente. Estamos subindo, conforme as palavras de Paulo em Filipenses 3.14? Estamos parados, conforme o servo mau e negligente da parábola do Mestre em Mateus 25.25? Ou estamos descendo, conforme a descrição dos sacerdotes inferiores aos levitas em 2 Crônicas 29.34?
           3º) Deve freqüentar ambientes de culto.
           4º) Deve ser humilde. O humilde aprende muito mais, e mais depressa.
           5º) Deve ser atento observador dos bons obreiros.
           6º) Deve exercitar-se na prática do trabalho do Senhor. A experiência é um grande mestre.
           7º) Deve estudar a Palavra de Deus continuamente; e não apenas lê-la (Sl 119.98).”

Jovens cristãos são ridicularizados por causa do Evangelho no Egito


Jovens cristãos são ridicularizados por causa do Evangelho no Egito
Na escola, com seus colegas ou mesmo com seus vizinhos, crianças e jovens cristãos são ridicularizados sem cessar por suas convicções de fé, não lhes sendo concedido o direito de resposta ou de defesa.
Há alguns meses, Yusuf, um garoto cristão de doze anos, olhava desesperadamente para seus colegas de classe, ao seu redor, na escola em Minya, localizada no Alto Egito. Os outros meninos o insultavam e assediavam, zombando dele por causa de sua crença no que chamavam de Bíblia "corrupta". Por fim, Yusuf escapou da escola em meio a lágrimas e soluços. Ao chegar a sua casa, sentiu-se tão humilhado e derrotado que rasgou sua Bíblia em frustração furiosa.
É comum cristãos egípcios de todas as idades enfrentarem ataques contra os fundamentos de sua fé. São confrontados com mentiras hostis sobre suas crenças cristãs na mídia. Muitas vezes, são forçados a ouvir ataques difundidos publicamente pelos alto-falantes dos minaretes das mesquitas, que colocam em dúvida deliberadamente a teologia cristã em todo o país.
Seja andando pelas ruas ou dentro de transportes públicos, os cristãos são frequentemente atingidos por gravações de áudio do Alcorão ou discursos de pregadores famosos islâmicos zombando de questões da fé cristã: "A Bíblia não é a Palavra de Deus", argumentam. "Jesus não foi crucificado e Deus não pode ser uma trindade".
Crianças como Yusuf sofrem muitas retaliações. Seja na escola com seus colegas ou mesmo com seus vizinhos, são ridicularizadas sem cessar por suas convicções cristãs, não lhes sendo concedido o direito de resposta ou de defesa de suas crenças.
"Eu sei e não tenho medo" é um programa apologético criado em 2012 para ensinar aos cristãos como responder às acusações mais comuns e às falsas alegações sobre a fé cristã que enfrentam todos os dias. Projetado para expandir-se em todo o país, o projeto visa preparar esta geração de jovens, que enfrenta pressão diária para defender sua fé. O programa inclui um material com orientações sobre como sobreviver em meio às dificuldades, bem como um curso de conscientização sobre os direitos civis.
Pedido de oração
- Ore para que esta iniciativa impacte a vida de jovens cristãos como Yusuf, de forma que possam permanecer firmes diante da perseguição.
* Nomes, fotos e outras informações foram alterados por motivos de segurança.

"moocareta" promete agitar o Renascer Hall nesta sexta

"moocareta" é uma balada indoor, aos moldes das tradicionais micaretas ou festas de carnaval fora de época, mas de conceitos muito diferentes: as músicas possuem letras cristãs, não há venda de bebidas alcoólicas, nem incentivo à sexualidade.
O objetivo da festa é a divulgação da campanha "Sou Careta Drogas Bah!", que, desde 1999, combate o vício das drogas, com conscientização, construção de Centros de Recuperação e Grupos de Apoio a Usuários e Familiares (GAUF).
Com público previsto para 2.500 pessoas, a segunda edição do evento será realizada nesta sexta-feira (01/07), no salão do Renascer Hall, em São Paulo, das 20 horas à meia-noite.
Além da mega estrutura de som e iluminação, o ambiente contará com uma praça de alimentação, ambulatório e estacionamento.
De acordo com a organização do “moocareta”, Banda DOPA (Axé), Perseverança (samba), Felipe Lancaster (pop rock), RAJ (pop) e DJ MP7 (eletropraise) serão as atrações deste ano.
Todo evento terá cobertura da Rede Gospel de Televisão e Rádio, portal iGospel, programa O2TV e diversos meios espontâneos. 
Os ingressos estão disponíveis no local do evento e em todas igrejas Renascer em Cristo, no valor R$ 20,00. Confira o teaser da festa:
Programação:
20:00 - PERSEVERANÇA (samba)
20:30 - MC BRUNINHO (funk)
20:45 - BANDA RAJ (pop)
21:15 - DJ MP7 SESSION 1 (eletrônico)
21:30 - FILIPE LANCASTER (pop)
22:00 - DJ MP7 SESSION 2 (eletrônico)
22:25 - PALAVRA
22:40 - BANDA DOPA (axé) 
23:30 - ENCERRAMENTO
Confirao mapa do local do evento:
Serviço:
“moocareta 2014”
Data: 1 de agosto (sexta-feira)
Horário: a partir das 20 horas
Local: Renascer Hall
Endereço: Rua Dr. Almeida Lima, 1290 - Mooca (São Paulo/SP)
Valor do ingresso: R$20,00
Pontos de venda: Todas as igrejas Renascer em Cristo e no local do evento
Redação iGospel

ATENÇÃO BAHIA - É HOJE - Apóstolo Estevam ministrará no Renascer Hall Bahia



O culto, que acontece nesta sexta-feira, terá a participação de Bispa Sonia e do Renascer Praise



Nesta sexta-feira (1/8), acontece a “Noite de Poder”, com a ministração do Apóstolo Estevam e Bispa Sonia Hernandes Hernandes no Renascer Hall Bahia. O louvor ficará por conta do Renascer Praise e de Mariana Ava.
A igreja fica localizada na Avenida Octávio Mangabeira, 2.365, no bairro da Pituba, em Salvador.
A Renascer em Cristo está no prédio há mais de 13 anos, de portas abertas, levando palavras de salvação aos soteropolitanos. O local possui mais 700 metros quadrados e passou por uma série de reformas. Foi um trabalho árduo para adequar a estrutura do présdio às necessidades ministeriais da igreja.
Os responsáveis pela igreja Bispo Vinicius Reinato e sua esposa Pastora Bárbara Reinato acompanharam as obras.
Serviço:
“Noite de Poder” com Apóstolo Estevam e Bispa Sonia
Data: 1 de agosto
Horário: 20 horas
Local: Renascer Hall Bahia
Endereço: Avenida Octávio Mangabeira, 2.365 – Pituba (Salvador/BA)
Redação iGospel

Cristãos fazem campanha na internet em apoio aos fiéis perseguidos no Iraque


Cristãos fazem campanha na internet em apoio aos fiéis perseguidos no Iraque
Uma campanha de apoio aos cristãos iraquianos da cidade de Mosul tem levado milhares de internautas a colocarem a imagem da letra “N” em seus perfis no Twitter e no Facebook. A iniciativa é um gesto de apoio aos fiéis que estão sendo expulsos da região pelos extremistas muçulmanos do grupo Estado Islâmico (ISIS na sigla em inglês).
De acordo com a agência Missão Portas Abertas, os extremistas tem pintado a letra “N” (em árabe) nas casas dos cristãos, identificando-os como “nazarenos”, ou seja, seguidores de Jesus Cristo e desleais às causas do grupo.
A pintura da letra “N” nas paredes das casas é uma forma de ajudar os militantes do ISIS a localizar onde poderiam estar aqueles que se recusam a abandonar a fé cristã, e oferecer duas alternativas: deixar tudo para trás, saindo apenas com a roupa do corpo, ou morrer à espada.
“Os cristãos tiveram de deixar tudo para trás (carros, ouro, dinheiro, telefones celulares). Só lhes foi permitido manter suas roupas”, relatou a Portas Abertas, a partir de informações obtidas pela World Watch Monitor.
Os missionários da Portas Abertas tem acolhido os cristãos refugiados e relatado que o semblante daqueles que recebem ajuda é de profunda tristeza por terem de deixar sua cidade e história de vida para trás. A Agência France Presse noticiou que “pela primeira vez na história do Iraque, Mosul está vazia de cristãos”.
A Portas Abertas tem apoiado e socorrido os cristãos refugiados. Homens idosos e mães que vieram para coletar comida tinham em seu semblante as marcas de profunda tristeza, o cenário mais triste visto nos últimos dias.
No Twitter, as hashtags #‎NosSomosN #WeAreN #‎SeJunte têm sido usadas para identificar postagens a respeito do assunto. Desde cristãos que vivem na região até cristãos que têm orado pela causa estão usando a tag como forma de manifestar solidariedade e apoio.
“O que estamos fazendo acomodados enquanto nossos irmãos sofrem lá fora?”, questiona a Missão Portas Abertas, convidando os cristãos brasileiros a intercederem pelos fiéis da Igreja Perseguida.

CPADNEWS

CGADB: Edital de Convocação para 42ª AGO EDITAL DE CONVOCAÇÃO 42ª ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA FORTALEZA - CE -

O Presidente e a Mesa Diretora da CGADB nos termos do art. 30, incisos I e II do Estatuto Social, convocam a todos os membros adimplentes para, em Assembleia Geral Ordinária (42ª AGO), reunir-se nos dias 21 a 24 de abril de 2015, no CENTRO DE EVENTOS DO CEARÁ, localizado na cidade de Fortaleza-CE, na Avenida Washington Soares nº 999 - Bairro Edson Queiroz, para 
apreciar e deliberar sobre os assuntos da pauta a seguir estabelecida: 

1)    Apreciação e deliberação, de recurso administrativo de convencional contra decisão da 6ª. Assembleia Geral Extraordinária, na forma do Artigo 32, VI do Estatuto, desde que não esteja pendente de decisão judicial. 

2)    Apreciar e deliberar sobre os relatórios da Mesa Diretora e do Conselho Fiscal, relativos ao biênio 2013 e 2014, na forma do artigo 8º, inciso III do Regimento Interno, bem como dos demais órgãos e das pessoas jurídicas vinculadas. 

3)    Homologação do cadastramento de Convenção Estadual, conforme artigo 32, inciso V, do Estatuto Social. 4)    Proposta de criação do Código de Ética e Disciplina dos membros da CGADB. Comunica, outrossim, que o evento será realizado no endereço acima mencionado, obedecendo à seguinte programação: Abertura solene às 19hs do dia 21 de Abril de 2015. 

As sessões dos dias 22 e 23 de abril serão precedidas de devocional e funcionarão no horário regulamentar clique aqui das 09h00min às 12h00min e das 14h00min às 17h00min.

 A última sessão ocorrerá no dia 24 de abril será precedida de devocional, e funcionará no horário regulamentar das 09h00min às 12h00min. 

As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 03 de novembro de 2014, até às 19h00 (horário de Brasília) do dia 23 de dezembro de 2014, mediante pagamento da taxa líquida e irrestituível de R$ 120,00 (cento e vinte reais), exclusivamente através de boleto bancário, disponibilizado no site da CGADB, www.cgadb.org.br, sendo vedado o pagamento de inscrição diretamente na Tesouraria.

 A inscrição somente será considerada efetivada após a comprovação do estabelecimento bancário, caso contrário será cancelada.

 Nos termos do artigo 8º, inciso III, do Estatuto Social, poderão se inscrever os ministros que estiverem adimplentes com as suas anuidades até o dia 31 de dezembro de 2013.

 O direito de inscrever-se somente poderá ser exercido pelos membros que estiverem registrados na CGADB até o dia 28 de novembro de 2014. O acesso dos membros às sessões plenárias se dará mediante controle eletrônico.

 A CGADB não fornecerá alimentação, locomoção e hospedagem, as quais deverão ser custeadas por cada membro. Informações adicionais e/ou consultas poderão ser realizadas na sede social na Avenida Vicente de Carvalho, 1083, Rio de Janeiro, RJ, ou pelos telefones: (21) 3351-3054, 3351-3387, 3351-5256. Rio de Janeiro, 1 de agosto de 2014. José Wellington Bezerra da Costa Presidente 



Fonte: Jornal Mensageiro da Paz - Agosto de 2014

UM CANDIDATO PARA TODOS BRASILEIROS , PASTOR EVERALDO

Pastor Everaldo em campanha no bairro onde nasceu, Acari, na zona norte do Rio de Janeiro
Pastor Everaldo em campanha no bairro onde nasceu, Acari, na zona norte do Rio de Janeiro, acompanhado pela esposa, a cantora gospel Ester Batista, no dia 06 de julho de 2014
São Paulo - Everaldo Dias Pereira, 56 anos, nascido dentro de um templo da Assembleia de Deus no Rio de Janeiro, é o primeiro candidato a presidente a usar o nome de "Pastor" na urna.
Apesar do título e de sua história ligada à religião, Pastor Everaldo se apressa em dizer que não é candidato apenas dos evangélicos.
"Sou um candidato do Partido Social Cristão.

'Evangélicos' não é um partido político, então não

 existe um candidato dos evangélicos. Existe o 

candidato do PSC que é um evangélico que não abre

 mão e não nega sua fé", afirma o candidato, 

ressaltando que o uso do nome "Pastor" na urna não 

foi planejado.
"Sou conhecido assim desde que minha vida política começou. Pastor Everaldo, é o meu nome."
Escolhido pelo PSC ainda em 2011, Everaldo afirma que sua candidatura busca representar "74% da população brasileira que quer mudança" e reconhece que a conturbada passagem do deputado Marco Feliciano (PSC) pela presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara deu notoriedade ao partido.
"Foi muito bom porque a sociedade passou a conhecer o PSC e a clareza com que defendemos o que acreditamos.
Mais de 80% são contra o aborto, é a sociedade brasileira, não é uma coisa de religiosos, de evangélicos", afirmou, dizendo que Feliciano foi um ""marco divisor" para a legenda.
O pastor define-se como conservador no sentido moral e liberal no sentido econômico.
"Somos conservadores no sentido moral, dos costumes, da boa tradição brasileira e liberais no mercado. Tem que trabalhar, o Estado tem que tirar a mão de cima", explicou, criticando a alta carga tributária do Brasil.
Segundo ele, os brasileiros querem alguém que "fale claramente aquilo que defende".
"Não é falar uma coisa e praticar outra. Eu respondo pelo PSC, que é transparente", diz, recusando-se a comentar a falta de posicionamento de seus adversários sobre os temas polêmicos para o público evangélico, como aborto e união homoafetiva.
Everaldo não conta como "automático" o apoio evangélico à sua candidatura. Diz que pede o voto de todos, mas não negocia apoio.
"Eu era evangélico e na eleição passada não votei em uma candidata evangélica (Marina Silva). Evangélicos têm liberdade, sabem raciocinar e escolher o melhor para o País".

http://exame.abril.com.br/geral/noticias/pastor-diz-que-nao-quer-ser-candidato-so-dos-evangelicos?fullsite=true

Ore pelas cristãs secretas no Laos `Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra.´(2 Cr 7.14)


Ore pelas cristãs secretas no Laos
- Onaona ama seu marido Kahoku. Ela deseja que ele conheça Jesus, mas Kahoku ri da ideia de aceitá-Lo em sua vida. Sempre que Onaona tenta compartilhar o evangelho com ele, o casal acaba brigando. Kahoku rejeita tanto a fé de Onaona, que registra um boletim de ocorrência toda vez que um pastor visita sua casa. Ore para que Deus fortaleça Onaona e abra o coração de Kahoku para crer no Senhor Jesus.
- Dea quer participar de cultos da igreja, mas seu marido, Mong, que é viciado em álcool e drogas, obriga a esposa a trabalhar aos domingos. Dea corta a grama e faz as colheitas nos campos enquanto Mong se droga. Peça ao Senhor que dê forças a Dea para cumprir seus deveres como dona de casa e, ao mesmo tempo, aprender mais sobre Deus. Ore para que Mong tenha um encontro com Jesus e seja liberto da escravidão de seus vícios.
- Jeanitha é nova na fé cristã. Ela acha difícil deixar totalmente de lado os rituais com os quais foi criada. Por vezes, ela ainda invoca espíritos e procura o conselho de videntes. Quando perde objetos ou quando some algum animal que estava sob seus cuidados, Jeanitha consulta os xamãs ou feiticeiros. Alguns cristãos de sua comunidade, também novatos na fé, oferecem refeições aos espíritos quando falecem entes queridos. Coloque diante do Senhor Jeanitha e aqueles que compartilham de sua luta. Ore para que Deus lhes dê coragem e ousadia para "lançar fora os seus odres velhos"; que eles possam ser resgatados de seus velhos hábitos e sejam renovados em Cristo dia após dia.
* Nomes foram alterados por motivos de segurança.

Igreja é assaltada, e padre pede para ladrão assinar recibo do roubo

Bandido anunciou o assalto nesta sala onde o padre ouve as confissões (Foto: Priscila Luparelli/  RPCTV)
Bandido anunciou o assalto nesta sala onde o padre ouve as confissões (Foto: Priscila Luparelli/ RPCTV)

Um padre que teve a igreja assaltada em Cascavel, no oeste do Paraná, tentou fazer com que o ladrão assinasse um recibo antes de levar o dinheiro da secretaria da paróquia. O assalto ocorreu na Igreja Nossa Senhora do Caravaggio na noite de quinta-feira (31), e, segundo o padre Rosevaldo Bahls, o ladrão entrou dizendo que queria se confessar.
Segundo o padre, a tentativa de obter o recibo tinha o objetivo de comprovar o roubo de R$ 200. "Nós temos que ter o controle de entrada e saída, e tínhamos que dar o recibo para provar que fomos assaltados. O ladrão, é claro, não assinou o recibo”, contou Bahls ao G1. De acordo com padre, após o pedido de confissão, o ladrão foi encaminhado para uma sala, onde anunciou o assalto. “Ele bateu na minha cabeça, não me machucou, mas me deu uns cascudos. Eu fiquei apavorado”, disse Bahls. A ação durou cerca de 20 minutos.
O padre, que estava na igreja com duas secretárias, disse ter ficado nervoso com a situção, já que este não foi o primeiro assalto que sofreu. “É normal eles virem aqui, pedirem para confessar, e depois assaltar. Estou nessa igreja há quase quatro anos, e essa é a quarta vez que sou assaltado, mas agredido é a primeira”, ressaltou.
O padre afirmou ainda que um homem esperava o assaltante em uma moto. A Polícia Civil investiga o caso. Um suspeito foi encontrado na manhã de quinta-feira e levado para a delegacia.

G1

Marcha para Jesus de S. Gonçalo acontece neste sábado



 
Neste sábado (2/8), acontece a Marcha para Jesus em São Gonçalo, município do Estado do Rio de Janeiro. A manifestação contará com o apoio das igrejas evangélicas da região e da Prefeitura da cidade.
 
A caminhada começa às 14 horas, na Praça Zé Garoto. Os trios elétricos conduzirão o público para a concentração do evento, onde haverá um mega show de música gospel, com bandas locais e as seguintes atrações: Novo Som, Kainon, David Muniz Diniz, Michele Teixeira, Léa Mendonça Mendonça, Tonzão Chagas, Os arrebatados Os arrebatados Na Real, Jneto Neto, Cristina Mel e Ronaldo Santos.
 
O Renascer Praise, maior grupo de louvor da América Latina, também é presença confirmada. De acordo com a organização da Marcha, Bispa Sonia Hernandes vai ministrar o público.
 
Serviço:
Marcha para Jesus de São Gonçalo (Rio de Janeiro)
Saída: às 14 horas, da Praça Zé Garoto
 
 
Redação iGospel

VIDA EUROPEIA



É interessante observar os pontos de vista controversos que podemos coletar mundo afora sobre um mesmo assunto.
O seguinte artigo publicado na Espanha, em 2008, foi escrito por um não judeu.
Nunca veremos este gênero de artigo na nossa imprensa. Ele ofenderia muitas pessoas. Foi escrito pelo espanhol Sebastian Vilar Rodriguez e publicado em um jornal espanhol, em 15 de janeiro de 2008.
Não é preciso muita imaginação para extrapolar a mensagem ao resto da Europa e possivelmente ao resto do mundo.
TODA A VIDA EUROPEIA MORREU EM AUSCHWITZ
Por Sebastian Vilar Rodriguez
Desci uma rua em Barcelona e descobri repentinamente uma verdade terrível. A Europa morreu em Auschwitz. Matamos seis milhões de judeus e os substituímos por 20 milhões de muçulmanos.
Em Auschwitz queimamos uma cultura, pensamento, criatividade e talento.
Destruímos o povo escolhido, verdadeiramente escolhido, porque era um povo grande e maravilhoso que mudara o mundo.
A contribuição deste povo sente-se em todas as áreas da vida: ciência, arte, comércio internacional, e, acima de tudo, como a consciência do mundo. Este é o povo que queimamos.
E debaixo de uma pretensa tolerância, e porque queríamos provar a nós mesmos que estávamos curados da doença do racismo, abrimos as nossas portas a 20 milhões de muçulmanos que nos trouxeram estupidez e ignorância, extremismo religioso e falta de tolerância, crime e pobreza, devido ao pouco desejo de trabalhar e de sustentar as suas famílias com orgulho.
Eles fizeram explodir os nossos comboios, transformaram as nossas lindas cidades espanholas, num terceiro mundo, afogando-as em sujeira e crime.
Fechados nos seus apartamentos que eles recebem, gratuitamente, do governo, eles planejam o assassinato e a destruição dos seus ingênuos hospedeiros.
E assim, na nossa miséria, trocamos a cultura por ódio fanático, a habilidade criativa, por habilidade destrutiva, a inteligência por subdesenvolvimento e superstição.
Trocamos a procura de paz dos judeus da Europa e o seu talento, para um futuro melhor para os seus filhos, a sua determinação, o seu apego à vida – porque a vida é santa –, por aqueles que prosseguem na morte, um povo consumido pelo desejo de morte para eles e para os outros, para os nossos filhos e para os deles.
Que terrível erro cometido pela miserável Europa.
O total da população islâmica (ou muçulmana) é de, aproximadamente, 1.200.000.000, isto é, um bilhão e duzentos milhões, ou seja, 20% da população mundial. Eles receberam os seguintes Prêmios Nobel:
Literatura
1988 Najib Mahfooz
Paz
1978 Mohamed Anwar El-Sadat
1990 Elias James Corey
1994 Yaser Arafat
1999 Ahmed Zewai
Economia
(ninguém)
Física
(ninguém)
Medicina
1960 Peter Brian Medawar
1998 Ferid Mourad
TOTAL: 7 (sete)
O total da população de judeus é, aproximadamente, 14.000.000, isto é, catorze milhões, ou seja, cerca de 0,02% da população mundial.
Os judeus receberam os seguintes Prêmios Nobel:
2000 - Alan J. Heeger
Os judeus não estão promovendo lavagens cerebrais a crianças em campos de treino militar, ensinando-os a fazerem-se explodir e causar um máximo de mortes a judeus e a outros não muçulmanos.
Os judeus não tomam aviões, nem matam atletas nos Jogos Olímpicos, nem se fazem explodir em restaurantes alemães.
Não há um único judeu que tenha destruído uma igreja. NÃO há um único judeu que proteste matando pessoas.
Os judeus não traficam escravos, não têm líderes a clamar pela Jihad Islâmica e morte a todos os infiéis. Talvez os muçulmanos do mundo devessem considerar investir mais numa educação modelo e menos em queixarem-se dos judeus por todos os seus problemas.
Os muçulmanos deviam perguntar o que poderiam fazer pela humanidade antes de pedir que a humanidade os respeite.
Independentemente dos seus sentimentos sobre a crise entre Israel e os seus vizinhos palestinianos e árabes, mesmo que creiamos que há mais culpas na parte de Israel, as duas frases que se seguem realmente dizem tudo:
"Se os árabes depusessem hoje as suas armas não haveria mais violência. Se os judeus depusessem hoje as suas armas não haveria mais Israel." (Benjamin Netanyahu)
Por uma questão histórica, quando o Comandante Supremo das Forças Aliadas, General Dwight Eisenhower, encontrou todas as vítimas mortas nos campos de concentração nazista, mandou que as pessoas, ao visitarem esses campos de morte, tirassem todas as fotografias possíveis, e para os alemães das aldeias próximas serem levados através dos campos e que enterrassem os mortos. Ele fez isso porque disse de viva voz o seguinte:
"Gravem isto tudo hoje. Obtenham os filmes, arranjem as testemunhas, porque poderá haver algum malandro lá embaixo, na estrada da história, que se levante e diga que isto nunca aconteceu."
Recentemente, no Reino Unido, debateu-se a intenção de remover o holocausto do currículo das suas escolas, porque era uma ofensa para a população muçulmana, a qual diz que isso nunca aconteceu. Até agora ainda não foi retirado do currículo. Contudo, é uma demonstração do grande receio que está a preocupar o mundo e a facilidade com que as nações o estão a aceitar.
Já passaram mais de 60 anos depois de a Segunda Guerra Mundial na Europa ter terminado.
O conteúdo deste e-mail está sendo enviado como uma cadeia em memória dos 6 milhões de judeus, dos 20 milhões de russos e dos 10 milhões de cristãos.
Agora, mais do que nunca, com o Irã, entre outros, reclamando que o Holocausto é um mito, é imperativo assegurar-se de que o mundo nunca esquecerá isso.
É intento deste e-mail que chegue a 400 milhões de pessoas. Que seja um elo na cadeia-memorial e ajude a distribuí-lo pelo mundo.
Depois do ataque ao World Trade Center, quantos anos passarão antes que se diga: NUNCA ACONTECEU, porque isso pode ofender alguns muçulmanos nos Estados Unidos???
Foto: Ronald Wilfred Jansen / Shutterstock.com

Sem luz, Dilma e autoridades sobem três andares de escada em inauguração de templo da Universal .


A inauguração do Templo de Salomão, da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), na noite desta quinta-feira, no bairro do Brás, em São Paulo, teve queda de energia elétrica por quatro vezes antes do culto inaugural. Umas das quedas ocorreu bem na hora da chegada da presidente Dilma Rousseff ao local. A petista foi obrigada a subir três andares de escada. O vice-presidente Michel Temer também esteve presente. Segundo a assessoria de imprensa da Universal, 11 governadores confirmaram presença, além de prefeitos, parlamentares, desembargadores e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello..

As quedas foram rápidas, mas, por precaução, havia no local caminhões com geradores estacionados nos arredores. Temer e alguns governadores chegaram a ficar perdidos dentro do templo no momento de uma das quedas. Seguranças da Universal não tinham lanternas foram obrigados a usar celulares para iluminar o trajeto.
O combate ao uso de drogas foi o tema escolhido para abrir o culto inaugural do templo. O discurso da igreja de que nem que o governo abra em cada esquina uma clínica de recuperação vai resolver o problema gerou constrangimento para os gestores públicos presentes. Ao lado do bispo e fundador da Universal, Edir Macedo, estavam o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o prefeito paulistano, Fernando Haddad, que são parceiros num programa de combate ao uso de drogas na Cracolândia, no centro de São Paulo.
Um dos pontos altos da cerimônia, que durou cerca de duas horas, foi a entrada no templo de uma réplica da Arca das Alianças folheada a ouro, um símbolo sagrado para o povo de Israel. Levada por sacerdotes, ela saiu de uma igreja da Universal do Brás e seguiu pela rua até o Templo de Salomão. Um coral vindo da África se apresentou na abertura da cerimônia.
Somente puderam acompanhar a inauguração, do lado de dentro do templo, cerca de 10 mil convidados. A imprensa acompanhou o evento do lado de fora por televisores que transmitiam a cerimônia ao vivo.
RÉPLICA DE TEMPLO EM JERUSALÉM
De acordo com a direção da Universal, a obra foi bancada exclusivamente com doações de fieis e integrantes da própria igreja, sem necessidade de recorrer a financiamentos bancários. O bispo Edir Macedo, fundador da Universal, quis erguer uma réplica do templo que, segundo a Bíblia, foi construído em Jerusalém, no século XI AC. O Muro das Lamentações, em Israel, é um resquício do segundo templo, erguido no século VI AC.
Cerca de 5 mil de fiéis da igreja ocupavam nesta quinta-feira, antes da cerimônia, o entorno do Templo de Salomão. A construção tem mais de 70 mil metros quadrados e custou R$ 680 milhões.
Obreiros e colaboradores da Universal, vestidos de camiseta branca com a imagem do templo estampada, cercaram o quarteirão onde está a nova sede da instituição e também ocuparam pelo menos três quarteirões ao redor. Para circular na região foi necessário passar por imensos "corredores poloneses" de voluntários. Todas as entradas do Templo de Salomão estavam com seguranças particulares e policiais à paisana.
Dentro do terreno do templo, na entrada principal, obreiros, com gravatas e lenços com logos da Universal, cercavam o tapete vermelho colocado para ligar a nova construção a uma outra sede da igreja localizada a cerca de 300 metros de distância.
Caravanas vieram de países latino-americanos, africanos e dos Estados Unidos à inauguração do Templo de Salomão. De Quito, Equador, um grupo de 20 pessoas chegou ao Brasil nesta quinta feira. Fillipe Ramires há oito anos frequenta a Universal. Ele veio com um grupo de amigos e conseguiu a credencial para acompanhar a primeira cerimônia do novo templo.
— É indescritível estar aqui. Sinto deus em todos os lugares —afirmou o jovem, que disse ao GLOBO que a viagem foi custeada por eles, mas a Universal arrumou hospedagem na casa de um obreiro
Duas manifestações estavam marcadas para acontecer em frente ao Templo de Salomão, mas não ocorreram. A todo momento, voluntários passavam entre os colaboradores pedindo para que eles não aceitassem nenhum tipo de provocação.
A rotina dos moradores da região também mudou. Desde às 15h, o trânsito na região foi afetado. Alguns comércios anteciparam o expediente e encerraram o dia de trabalho. Quem ficou aberto tentou lucrar com a proximidade com o novo vizinho. Em bares da região, miniaturas do Templo eram vendidas a R$ 40.
— Estamos nos adaptando. Acho que vai mudar muito o comércio na região — afirmou Eugênio Rodrigues, proprietário de um bar vizinho a obra.
Quarta maior denominação evangélica do país, a Universal tem 1,9 milhão de seguidores, segundo o Censo do IBGE de 2010. O PRB, partido da coligação da petista, tem vínculos com a igreja. Erguido em quatro anos, com custo divulgado de R$ 680 milhões, o templo, de 100 mil metros quadrados (o novo Maracanã tem 124 mil metros quadrados) e capacidade para receber 10 mil pessoas, simboliza o poderio econômico da instituição fundada no final da década de 70.

G1.COM

Edir Macedo inaugura megatemplo em SP com "recado" para Dilma e Alckmin

O líder da IURD (Igreja Universal do Reino de Deus), o bispo Edir Macedo, foi o último a subir no altar na noite na inauguração do Templo de Salomão, nesta quinta-feira (31) em São Paulo.
Em frente à presidente Dilma Rousseff (PT) e ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), o bispo deu um recado aos governantes ao afirmar que "só orando" é possível ter acesso à segurança e à saúde.
Antes de Macedo, o bispo Rogério Formigoni também cutucou os políticos presentes ao falar sobre o combate às drogas.
Formigoni, que se declarou um ex-viciado em crack e responsável por cultos em que combate o vício, disse que o governo "investe tanto em tratamentos que não dão certo", enquanto a religião oferece a cura.

Igreja chegou a armar púlpito para Dilma, que saiu sem falar

Apesar de Macedo anunciar que Dilma faria um pronunciamento, e da instalação de um púlpito em frente ao templo a pedido do Planalto, a presidente não quis falar com a imprensa.
Enquanto estava fora do palco, Macedo acompanhou o início da cerimônia sentado na primeira fila, ao lado da presidente.
Além da presidente e do governador, também estavam presentes o vice Michel Temer (PMDB), o prefeito Fernando Haddad (PT), o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, e o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD), entre outras autoridades.
Artistas da Rede Record, como os apresentadores Brito Júnior e Ticiane Pinheiro, também estavam no salão com capacidade para 10 mil pessoas.

Templo de Salomão em números
  • 35 mil metros quadrados de terreno
    equivalente a 5 campos de futebol e a 1/4 do Parque da Independência (SP)
  •  
  • 100 mil metros quadrados de obra
    cerca de 1/4 do maior shopping do país e do tamanho aproximado do Maracanã
  •  
  • 11
    pavimentos
  •  
  • 4
    anos para concluir a construção
  •  
  • 2.000 toneladas
    de aço utilizadas na obra
  •  
  • 145 mil
    sacos de cimentos usados para a construção
  •  
  • 54 metros de altura
    maior do que o Cristo Redentor (RJ)
  •  
  • 40 mil metros quadrados
    de pedras usadas na construção e decoração vieram de Hebron, em Israel
  •  
  • 10 mil
    lâmpadas de LED no salão principal
  •  
  • 42
    altofalantes instalados no teto do salão principal
  •  
  • 12
    oliveiras importadas do Uruguai, para a reprodução do Monte das Oliveiras
  •  
  • 60
    apartamentos disponíveis para pastores;um deles para o bispo Edir Macedo
  •  
  • 2.000 vagas de estacionamento
    cerca de 1/3 das vagas do estacionamento de um grande shopping
  •  
  • 10 mil pessoas sentadas
    cerca de 1/5 da capacidade da Arena Corinthians na configuração após a Copa
  •  
  • R$ 680 milhões
    6 vezes o valor de um hospital e 378 vezes o valor de uma escola infantil
  •  

  • R$ 35 milhões
    de economia em impostos por usar alvará de reforma (e não de construção)
  •  
  • R$ 2, 4 millhões
    de impostos pagos para a importação de pedras, após isenção ser negada
  •  
  • R$ 0
    valor do IPTU/ano, que não será pago por tratar-se de instituição religiosa

Líderes da IURD utilizaram indumentária judaica na inauguração

A avenida Celso Garcia, endereço do novo complexo religioso, teve uma das faixas bloqueadas e cobertas por um tapete vermelho para a passagem da arca da aliança, um símbolo do antigo testamento, carregada por seis homens vestidos com togas.
Vídeos com a história bíblica do povo judeu, da história de Jesus, do protestantismo e da fundação da IURD em 1977, por Macedo, foram projetados na fachada do prédio.
Macedo e os outros pastores que conduziram a cerimônia subiram ao altar cobertos por indumentárias judaicas: o talit, uma espécie de xale sagrado, e o quipá, um pequeno chapéu, sobre a cabeça.
Ambos os adereços são comuns à fé judaica, assim como os candelabros que adornam as paredes internas do templo. Cantores, uma orquestra e um coral africano também participaram da cerimônia.
Um paredão com centenas de fiéis da Universal, todos de mãos dadas e camisetas brancas com a estampa do templo em dourado, controlava o acesso de pedestres e de carros nas ruas no entorno. 
Nesta quinta, fiéis foram escalados para "deixar a chegada das autoridades mais bonita", segundo relatos deles próprios.
Todos ficavam bem encostados na guia da avenida Celso Garcia e de ruas transversais, impedindo a visão de milhares de curiosos que tentavam fazer uma foto do templo ou ver famosos chegando para a cerimônia.
O objetivo era deixar a rua livre para a chegada dos convidados ilustres, muitos deles em carros oficiais ou deixados por motoristas particulares bem na entrada da igreja. O trânsito ficou caótico em toda a região da igreja por quase quatro horas, das 16 às 20h.
Agentes da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) também ficaram indignados com o controle que os integrantes da igreja tentavam fazer das pessoas e dos carros.
Mesmo diante da reclamação de pedestres, de jornalistas, dos agentes da CET e até de soldados da Polícia Militar, os fiéis permaneciam mudos e de mãos dadas, cumprindo a função de bloquear o trânsito de não convidados nos arredores.
"Eu controlo o trânsito, sim", respondeu à reportagem um fiel que impedia funcionários que saíam do trabalho de atravessar a faixa de pedestre da avenida Celso Garcia, mesmo com o sinal verde para a travessia.
"Nós estamos trabalhando para Deus, não é para a igreja", respondeu outra senhora, com a camiseta do templo, que não deixava os carros passarem na rua João Monteiro, na lateral do megatemplo. (com Estadão Conteúdo)

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/07/31/ao-lado-de-dilma-e-politicos-edir-macedo-inaugura-megatemplo-da-iurd-em-sp.htm

O QUE SIGNIFICA 5777--"LEI PERFEITA, LEI DA LIBERDADE"

(TG 2:8; 1:25)(ler -2 Co 3:16 a18)."SE CRISTO VOS LIBERTAR SEREIS VERDADEIRAMENTE LIVRES."(JO 8:36)-- Para que...