quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Cristãos egípcios são condenados à morte por filme anti-islã


Um tribunal do Cairo condenou à morte nesta quarta-feira (27) sete cristãos egípcios julgados à revelia pela participação em um vídeo anti-islã que foi divulgado na internet em setembro e que provou protestos violentos em vários países muçulmanos.
"As sete pessoas acusadas foram condenadas por insultos à religião islâmica através da participação na produção e distribuição de um filme que insulta o islã e seu profeta", disse o juiz Saif al-Nasr Soliman.
O vídeo de baixo orçamento, que foi produzido na Califórnia, denigre o profeta Maomé e provocou protestos contra os Estados Unidos e ataques a embaixadas ocidentais em vários países muçulmanos.
Cena de 'A inocência dos muçulmanos' (Foto: Reprodução)Cena de 'A inocência dos muçulmanos' (Foto: Reprodução)
O filme 'Inocência dos Muçulmanos" foi dirigido e produzido por Nakoula Basselet Nakoula, sob o pseudônimo de Sam Bacile, que afirmou que o Islã é "uma religião do ódio".
Imagens da produção tosca estão disponíveis no YouTube.
Em entrevista logo após o filme chamar a atenção, ele disse que a produção foi financiada com US$ 5 milhões (R$ 10,1 milhões) levantados a partir de doações de judeus, os quais ele não quis identificar.
Documentos judiciais confirmam que Nakula Basseley Nakula foi condenado a 21 meses de prisão em 2010 por fraude bancária e que morava na localidade de Cerritos, ao sul de Los Angeles. Ele foi preso em 27 de setembro, por violar as condições de sua liberdade condicional.
Ele afirma ter trabalhado com 60 atores e uma equipe de 45 pessoas na Califórnia, durante três meses, no filme de duas horas. "O filme é político. Não religioso", disse.

NOTA DO GRITOS.

Bem como sabemos , os islamitas querem impor sua fé no mundo pela violência.
Eles podem blasfemar contra JESUS CRISTO e nos chamar de infiéis , eles podem nos maldizer , e quando algum Cristão faz algo que eles não gostam são condenados a morte ?

EU NÃO QUERO ISSO NO BRASIL.

VIA GRITOS DEM ALERTA / INF. GLOBO

Feira Internacional Cristã promete inovações e estrutura diferenciada



Feira Internacional Cristã promete inovações e estrutura diferenciadaFeira Internacional Cristã promete inovações e estrutura diferenciada
Expositores, líderes evangélicos e o público serão surpreendidos pela estrutura que a GEO Eventos estará preparando para a primeira edição da Feira Internacional Cristã, isso é o que os organizadores afirmaram nesta terça-feira (27) durante a coletiva de imprensa que aconteceu em São Paulo.
A empresa que faz parte das Organizações Globo está arquitetando grandes novidades para este evento que vai acontecer entre 17 e 20 de julho no Expo Center Norte.
“Não será só uma feira comercial”, disse Júnior Monteiro, diretor responsável pela FIC.
A ideia é criar um ambiente onde as pessoas possam não só fazer negócios, como estreitar laços, conhecer novos projetos e gerar oportunidades.
Serão quatro dias de feira, os primeiros dias serão destinados apenas para livreiros, lojistas, editoras, gravadoras, distribuidoras, lideranças. Os dois últimos serão abertos ao público em geral. A expectativa é que 200 mil pessoas passem pelo Expo Center Norte.
Além das empresas expositoras, os visitantes também poderão participar de congressos que serão divididos por público: Pastores, Mulheres, Louvor e Adoração e Gestão de Pessoas. Fora isso também haverá estrutura para shows.
Ao falar sobre o interesse da empresa no público evangélico o presidente da GEO, Leo Ganem, comenta que o público evangélico não poderia ficar de fora dos serviços oferecidos pela empresa. “A GEO, como plataforma de eventos ao vivo das Organizações Globo, tem o compromisso de se comunicar com todo o publico brasileiro. Não seria diferente com os evangélicos, que hoje representam uma grande parcela da população do país”.
Para a realização da feira a empresa conta com a equipe de profissionais que também trabalham para outros eventos promovidos pelo grupo como o Lollapalooza, Billanbong Rio Pro, Expo Money e outros. “Estamos reunindo o que há de melhor nos dois lados”.
A receptividade dos empresários evangélicos tem surpreendido a equipe, já que muitos já mostraram interesse em expor na feira. Lideranças evangélicas também estão conversando com os organizadores e mostrando entusiasmo com a entrada da GEO no segmento.

VIA GRITOS DE ALERTA   / INF. GOSPEL PRIME

ATENÇÃO - ELES ESTÃO CHEGANDO . ILLUMINAT, A ELITE MALDITA.


MATANÇA DE POLICIAIS, EM SÃO PAULO, PODE ESTAR RELACIONADA AO ESTABELECIMENTO DE UM ESTADO POLICIAL E DA LEI MARCIAL NO BRASIL, SIMILAR AOS ACONTECIMENTOS NOS EUA.



        Amigos leitores deste Blog, gostaria de chamar à atenção de todos para estes fatos lastimáveis que tem ocorrido no estado de São Paulo, nos últimos dias: a matança indiscriminada de policiais e pessoas comuns.
         Um fato que me chamou a atenção, foi a afirmativa de alguns noticiários, que entrevistaram pessoas anônimas, sobre o levantamento da ficha criminal da maioria das vítimas, dias antes de cada ataque covarde e fatal. Isso indica, se confirmado, que haveria uma trama macabra de assassinatos com requintes de crueldade, e estranhamente atrelados a marginais confinados em presídios. Fatos similares, ocorreram em  Florianópolis - SC, onde ônibus foram incendiados e pessoas se feriram, e houveram também mortes a tiros. Pergunto: diante dos fatos, será mesmo que o PCC tem influência direta nesta matança, ou isso faz parte de algo muito maior e satânico???? Não estou aqui para defender ninguém. Só quero que observem os fatos, diante das evidências.

Nos principais sites de notícias, me deparei com o seguinte noticiário:

Em São Paulo:

Delegado diz que vítimas da violência em SP tiveram ficha criminal levantada pela polícia antes das mortes

Andréia Martins
Do UOL, em São Paulo



        O delegado-geral da polícia do Estado de São Paulo, Marcos Carneiro Lima, disse nesta quarta-feira (22) que a Polícia Civil está trabalhando em todas as frentes de investigação para apurar os crimes que vêm ocorrendo com frequência na região metropolitana de São Paulo desde o final de outubro, quando teve início uma onda de violência no Estado. A participação de policiais nesses crimes não é descartada.
      "Em crimes no passado, as vítimas, antes de serem mortas, tiveram seu atestado criminal pesquisado pela polícia", declarou Carneiro.

           Questionado se a coincidência voltou a ocorrer nos crimes recentes, ele disse que "há casos". Um deles ocorreu na própria capital paulista, mas o delegado não deu mais detalhes.
          Carneiro declarou que a polícia de São Paulo "não aprova a conduta de alguns policiais de fazer justiça com as próprias mãos" e disse que as investigações visam proteger os bons policiais.

Em Santa Catarina:


Onda de ataque a ônibus aumenta em SC

A onda de ataques em Santa Catarina aumentou no feriado de quinta-feira (15).Ônibus foram queimados em várias cidades e houve troca de tiros com a polícia. Dois suspeitos foram mortos.
Portal Gazeta de Joinville



Sexta, 16 de Novembro de 2012 - 09h35 ( Atualizado em 16/11/2012 - 09h58 )

Violência-SC: Grande Florianópolis tem 3 suspeitos mortos em mais uma noite violenta

SÃO PAULO, SP, 16 de novembro (Folhapress) - Três suspeitos de ataques a ônibus foram mortos em confronto com a polícia na noite de ontem na Grande Florianópolis. A região também registrou mais quatro ônibus queimados.
Jornal A Cidade





       Quero lembrar a todos que, recentemente, o estado do Rio de Janeiro vivenciou os mesmos acontecimentos, onde policiais foram assassinados, ônibus  queimados e pessoas comuns foram vitimadas sem quaisquer explicações. Alguns anos depois, como é de conhecimento de todos, muitas favelas da capital carioca, foram pacificadas, criando nestas comunidades, um estado de policiamento constante.
         Na concepção da Equipe "Illuminati - A Elite Maldita", todos estes acontecimentos, interligados pela semelhança e passividade das autoridades legais, têm como objetivo principal, forçar aos estados brasileiros a aceitarem uma futura unificação das polícias, visando o estabelecimento da Lei Marcial no Brasil, tal qual foi executado nos Estados Unidos. E, certamente, o governo brasileiro está por trás destes acontecimentos nefastos. Isso faz parte da Agenda Illuminati, para o estabelecimento da Nova Ordem Mundial, onde o Brasil tem um papel importante: ser o "celeiro das nações ricas".
     Recentemente, em setembro deste ano, o Brasil acatou 159 das 170 resoluções, impostas pela ONU, às nações afiliadas, mas desagradou àquela entidade, ao negar efetuar à unificação das polícias, como havia sido proposto pela Dinamarca, e respaldada pela União Européia.

TEXTO EM QUE SE DEMONSTRA QUE O BRASIL NEGOU INICIALMENTE A DESMILITARIZAÇÃO DAS POLÍCIAS, DESAGRADANDO À ELITE MUNDIAL


Em 21 de Setembro de 2012, o governo do Brasil afirmou que vai pôr em prática 159 recomendações das 170 apresentadas por delegações estrangeiras no Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU). A decisão foi anunciada em 20/09/2012 pela representante brasileira no órgão, embaixadora Maria Nazareth Farani Azevêdo, conforme antecipou a Agência Brasil. Em seu discurso, ela ressaltou que adotar as recomendações faz parte de um desafio assumido pelo Brasil.
O único item rejeitado por completo pelo Brasil foi o que se referiu à desmilitarização das polícias. No discurso, a embaixadora ressaltou que a Constituição determina a existência de polícias civis e militares no país. “O Brasil adotou medidas para melhorar o controle sobre as ações dos profissionais de segurança pública”, disse.

Certamente, estamos muito próximos de contemplar a extinção da liberdade democrática aqui no Brasil, pois, no cenário internacional, o governo maçom do nosso país terá que adequar nossas leis, para atender os interesses da Elite Negra Mundial. Estejamos atentos e preparados.

VIA GRITOS DE ALERTA   / INF. ILLUMINATI ELITE MALDITA

Pastor evangélico é SUSPEITO de ter abusado de seis meninas, diz MP


A encarregada de lavandeira, mãe de duas vítimas, e a técnica de enfermagem (esq) mãe de duas meninas vítimas do pastor, entre elas uma com síndrome de down (Foto: Eliete Marques/G1)
A encarregada de lavanderia, mãe de duas vítimas, e a técnica de enfermagem mãe de duas meninas vítimas do pastor, entre elas uma com síndrome de down (Foto: Diego Rodrigo/Divulgação)
Quatro mães denunciam pastor evangélico por ter abusado sexualmente das filhas delas, em Ariquemes (RO). Devido às denúncias registradas na Polícia Civil, o pastor Sérgio Galvão ficou preso durante 14 dias, mas obteve liberdade provisória. Segundo o Ministério Público, seis crianças entre sete e 11 anos de idade foram vítimas do pastor.
A mãe de duas vítimas conta que o primeiro caso foi descoberto no fim de agosto, quando uma criança de 10 anos revelou abusos sexuais por parte do pastor da Igreja de Deus Pentecostal do Brasil, localizada no Bairro União I.
A técnica em enfermagem, que prefere não ter o nome divulgado, conta que frequentava a igreja há quatro anos e que o pastor também abusou sexualmente de suas duas filhas, uma de oito e outra de 10 anos, portadora de síndrome de down.
Minha filha chorava muito, até que contou que o pastor a beijou na boca, com língua e passou a mão nos peitos,"
Técnica em enfermagem
Na primeira situação, a criança de oito anos teria contado à mãe que o pastor teria a molestado. “Minha filha chorava muito, até que contou que o pastor a beijou na boca com língua e passou a mão nos peitos, bumbum, pernas e vagina. E, ainda disse a ela que não podia contar a ninguém, pois aquilo era um segredo deles”, relata.
Depois do relato da filha, a mãe conta que entrou em contato com a esposa do pastor, que levantou a possibilidade da criança estar mentindo. Depois disso, uma comissão da coordenação da igreja marcou para falar com a mãe da menina, a esposa e o pastor na igreja.
“Eles começaram a conversar conosco e disseram que tínhamos que perdoá-lo [pastor Sergio]. Depois ele [o pastor] chegou e confessou que havia beijado a menina e passado a mão no corpo dela e disse que este era o lado podre do evangelho”, lembra.
Conforme a mãe, na reunião, o pastor teria dito que iria se entregar à polícia, enquanto a esposa Raimunda chorava e pedia para ela não registrar boletim de ocorrência.
“Saímos da reunião direto para delegacia para registrar ocorrência. Até então eu nem imaginava que ele [pastor Sérgio] tinha feito isso com minha outra filha com síndrome de down. Mas levei as duas na Delegacia da Mulher e a psicopedagoga conversou com a menor, que revelou que o pastor também tinha passado a mão em seu corpo. É uma dor imensa, saber que a pessoa que se dizia nosso pastor, que pregava o evangelho fez uma coisa dessas. Ele confessou na igreja e hoje ele mente. Minha filha ficou traumatizada, ela chora o tempo todo”, conta a técnica em enfermagem.
Menina de 11 anos conta que pastor a atacou durante carona para a escola (Foto: Eliete Marques/G1)Menina de 11 anos conta que pastor a atacou durante carona para a escola (Foto: Eliete Marques/G1)
A mãe de outra menina se diz revoltada com a soltura do pastor. Ela conta que ficou preocupada quando soube dos outros casos de abusos e começou a questionar as filhas, de 11 e sete anos para saber se algo tinha acontecido com elas.
Conforme a encarregada de lavanderia, que também não quis divulgar o nome, o primeiro abuso teria acontecido com a filha de 11 anos. “Após o batismo, as pessoas foram tomar banho no rio. Minha filha disse que o pastor mergulhou e ficou passando a mão em sua vagina embaixo da água e na outra vez foi a caminho da escola”, conta.
  •  
Se estes abusos tiverem acontecido com outras crianças, as mães devem denunciar "
Elias Chaquian, promotor de Justiça
A mãe ainda afirma que o pastor teria abusado de sua outra filha, de sete anos, também dentro do carro. “O pastor foi buscar ela [filha] para o encontro de crianças e dentro do carro também passou a mão em seu corpo”, afirma.
Uma menina de nove anos também foi vítima de abuso do pastor Sérgio, segundo a mãe da criança. De acordo com a dona de casa, a menina ensaiava coreografia na igreja e com isso costumava frequentar a casa do pastor, que tem uma enteada de 15 anos. “Depois de saber dos outros casos, perguntava para minha filha se ele [pastor Sérgio] tinha feito algo com ela, mas ela só chorava, até que um dia revelou que o pastor tinha passado a mão no peito dela e na genitália. Este pastor é um falso profeta, pois está usando o nome de Deus para fazer uma coisa dessas. Eu quero justiça e que ele volte para cadeia”, diz.
Relato
A filha da encarregada de lavanderia ainda brinca de boneca e gosta de desenhos animados. A menina, que tem 11 anos, conta que estava a caminho da escola, quando o pastor ofereceu uma carona, mas ressalta que ele teria parado no meio do caminho. “Ele [pastor Sérgio] começou a passar a mão no meu peito e vagina e me deu um beijo na boca com língua. Ele disse que se eu contasse para alguém, ele ira matar toda a minha família e que quando tivesse 13 anos, iria me roubar”, lembra.
Além disso, a menina revela que neste dia, o pastor teria mostrado o órgão sexual e pedido para ela fazer sexo oral, mas conseguiu abrir a porta do carro e fugir. “Eu fiquei com medo dele fazer alguma coisa de ruim comigo, ou com a minha família. Quando ele ia à escola atrás de mim, eu pedia para dizer que não estava”, lembra.
Promotor Elias Chakian, responsável pelo caso (Foto: Eliete Marques/G1)Promotor Elias Chaquian, responsável pelo caso
(Foto: Eliete Marques/G1)
Justiça
O pastor foi preso dia 31 de outubro e solto dia 14 de novembro. O promotor de Justiça Elias Chaquian, da 2ª Promotoria de Justiça de Ariquemes, afirma que o pastor está respondendo por estupro de vulnerável, conforme o artigo 217-A, e a pena pode ser de oito a 15 anos de reclusão.
Chaquian conta que as mães procuraram o MP pedindo o retorno do pastor à cadeia. “O pastor está respondendo pelo crime cinco vezes em Ariquemes e uma vez em Porto Velho. Fomos procurados pelas mães, estamos acompanhando o caso e ouvimos relatos revoltantes. Um novo inquérito irá ser criado e o MP irá pedir a prisão do pastor”, enfatiza.
Conforme o promotor, Galvão teve liberdade provisória, mediante a medida protetiva, que proíbe o pastor de ficar distância menor de 500 metros das vítimas. “Se estes abusos tiverem acontecido com outras crianças, as mães devem denunciar na Delegacia da Mulher ou no MP”, alerta o promotor.
G1 procurou a juíza 1ª Vara Criminal Fabíola Cristina Inocêncio, que emitiu parecer favorável ao pedido de liberdade provisória de Galvão, mas ela disse que não poderia falar nada sobre o caso, pois o processo corre em segredo de Justiça.
Defesa
A advogada Corina Fernandes Pereira diz que seu cliente é inocente e que uma das mães estaria manipulando as outras para culpar Galvão. “Temos registros de mensagens de celular, onde mães pedem desculpas à esposa do pastor Sergio, pelas declarações e diz que uma mãe estaria influenciando a situação”, afirma.
Com as denúncias, o pastor se mudou para Candeias do Jamari, a 20 quilômetros de Porto Velho, e as mães alegam que ele estaria fugindo da cidade. No entanto, a advogada justifica a mudança. “Ele se mudou para proteção dele, pois estava recebendo ameaças. Mas ele informou à delegada, através de documento, que iria mudar de endereço”, enfatiza.
Corina destaca que em momento algum o pastor quis fugir dos supostos crimes, e que ele trabalha há anos com crianças e nunca teve problemas desta natureza. A advogada ainda destaca que os laudos físicos e psicológicos não concluíram abusos sexuais.
“O pedido de liberdade foi deferido, porque a Justiça viu a boa fé do pastor Sérgio, que em momento nenhum tentou fugir. Ele foi preso em casa, em Candeias. Ele tem uma enteada, hoje com 15 anos; então se ele fosse uma pessoa dessa índole, ele não teria primeiro molestado esta criança”, argumenta.

FONTE. GLOBO.COM.BR/RONDÔNIA

Ex-bispo da Igreja Universal é condenado a 6 anos e 3 meses pelo STF


O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu nesta segunda-feira (26) a pena do ex-deputado do extinto PL (atual PR) Bispo Rodrigues, condenado no processo do mensalão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A pena foi de 6 anos e 3 meses de prisão, mais multa de R$ 696 mil, o equivalente a 290 dias-multa.

Carlos Alberto Rodrigues Pinto é acusado de ter recebido R$150 mil do chamado “valerioduto”, o dinheiro era oferecido em troca de apoio no Congresso durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Pelo crime de corrupção passiva os ministros do STF julgaram por 3 anos de reclusão mais multa de R$360 mil. Pelo de lavagem de dinheiro a pena foi de 3 anos e 3 meses de reclusão e a multa de R$336 mil.

O advogado de defesa chegou a pedir a redução da pena do bispo Rodrigues por ele ter confessado o recebimento de dinheiro. Mas o relator da ação, o ministro Joaquim Barbosa, indeferiu o pedido.

Rodrigues era um dos braços direito de Edir Macedo, se elegeu como deputado federal em 1999 e foi reeleito em 2004, ano em que perdeu o cargo na igreja.

O nome do ex-bispo foi citado em diversos casos de corrupção, entre eles o Escândalo dos Bingos e a Máfia dos sanguessugas. Em setembro de 2005 ele renunciou ao cargo depois que o mensalão veio à tona.

Fonte: Amigo de Cristo

Magno Malta visita missionários presos no Senegal


Magno Malta visita missionários presos no SenegalMagno Malta visita missionários presos no Senegal
Os missionários, José Dilson da Silva e Zeneide Novaes, receberam a visita do senador Magno Malta acompanhado dos deputados federais, Paulo Freire e Roberta Fonseca. A comitiva esteve na carceragem de Mbour, na África para ouvir a versão dos missionários presbiterianos sobre as acusações que mantem ambos presos.
José Dilson e Zeneide Novaes estão presos no Senegal há 15 dias sob acusação de recolher menores de ruas sem autorização do governo do Senegal. Eles foram presos no final de outubro por estarem evangelizando crianças muçulmanas.
Os missionários são membros do projeto assistencial Obadias, que retira menores de ruas em total estado de pobreza. Por telefone, Malta revelou que não há nenhum crime que possa manter os brasileiros presos, mas uma negligência do advogado que não registrou devidamente o estatuto do projeto evangélico na África.
“É difícil segurar lagrimas. São inocentes presos no cumprimento de uma nobre missão de paz”, disse Magno.
Pastor José Dilson e a missionária Zeneide foram ouvidos na presença do diretor do presídio. Ambos negaram o ter convertido um menor de idade ao cristianismo. “Com absoluta certeza, a questão religiosa é o motivo principal da prisão, já que a denúncia foi feita por um pai mulçumano”, explicou Magno.
Senador Malta também ficou estarrecido com as condições do presídio de Thiés, que tem capacidade para 400 presos e tem mais de 1200.
“Trata-se de uma crise política religiosa entre os Brasil e Senegal, mas a comitiva brasileira não deve colocar mais lenha na fogueira e buscar esperança no parlamento que será visitado nesta sexta-feira. A comoção entre os cristão em todo o mundo é grande e temos a responsabilidade de tirar os acusados da cadeia”, finalizou Magno Malta.

FONTE-  GOSPEL PRIME 

BOM DIA . TÔ AQUI QUERIDOS . RSRSRS - VEJA MEU BOM DIA PARA VOCÊ .

http://twitcasting.tv/bispo_roberto/movie/7484373 

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...