quarta-feira, 14 de julho de 2010

A importância da África na Nova Ordem Mundial


Baha’u’llah e Abdu’l’baha (seu filho) deram ordem para que os futuros Baha’is iniciassem uma cruzada “espiritual” na África. Ela foi comandada por Enoch Olinga juntamente com outros ministros da fé baha'i, esses homens foram chamados de “ Cavalheiros de Bahá’u’llah”.



O profeta Isaias também descreveu que essa colonização espiritual iria acontecer no futuro:

AI da terra onde há o roçar de muitas asas de insetos, que está alem dos rios da Etiópia.

Que envia embaixadores por mar em navios de papiro sobre as águas, dizendo: Ide, mensageiros velozes, a um povo de elevada estatura e de pele brunida; a um povo terrível de perto e de longe; a uma nação poderosa e esmagadora, cuja terra os rios dividem.
Isaias 18 (1:2)

Observe que essa terra (além dos rios da Etiópia) criou uma religião que não agrada a DEUS, o barulho que ela está fazendo é algo semelhante a um zumbido irritante de pernilongo em nossos ouvidos. Esses ministros sairam da Pérsia para estabelecer a sua religião nesse continente.




Os homens que foram falsamente evangelizados são descritos nesse versículo como altos e de pele lisa. Essa é a característica principal do povo africano. A maioria dos Africanos não possuem barba, os seus rostos são geralmente lisos e também são fortes e de alta estatura.

Não demorou muito para que a fé se instalasse e conquistasse a África. Em 1952 foi construído o primeiro Mashriqu'l-Adhká (templo Baha’i ) em Kampala.

Toda essa estratégia tem um objetivo muito maior, pois o segundo país mais importante para a nova ordem mundial depois de Israel é a África.

No artigo “O fracasso africano nas metas do milênio” ficou evidente que a África não cumprirá jamais as suas metas e está condenada a viver como tribo até o dia do juízo. A própria Bíblia também diz que o governo da Besta (ou o governo mundial) terá domínio sobre as tribos:

E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. (Apocalipse 13 : 7)

Acontece que Baha’u’llah fez uma promessa falsa para o povo Africano quando disse que esse continente também se transformaria no Jardim do Éden ou algo muito semelhante com aquelas ilustrações das testemunhas de Jeová.




A ONU, com objetivo de mobilizar a sociedade e as nações para trabalharem na construção desse falso paraíso, sendo esse o objetivo da meta do milênio número 8:

8. Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento
-Avançar no desenvolvimento de um sistema comercial e financeiro aberto, baseado em regras, previsível e não discriminatório.
-Atender as necessidades especiais dos países menos desenvolvidos.



O sistema comercial e financeiro aberto consiste em arrecadar fundos (de forma totalmente eletrônica) para a reconstrução da África. Hoje, a sociedade está mobilizada em vários projetos, que passam primeiramente pela ONU, para estabelecer a ordem na África e também em outros locais, dessa forma Baha’u’llah está juntando para si todas as nações em nome da solidariedade global:

Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos. (Habacuque 2 : 5)

Não existe nada demais em ajudar o próximo, mas desde que isso não passe pela ONU, pois o objetivo final e colocar também a marca da besta em toda a humanidade para gerar uma economia solidária e totalmente eletrônica para ajudar países com a África. Isso está escrito de forma muito explícita na meta do milênio número 8, além do mais Baha’u’llah promete total proteção para a África, veja o que o guardião da fé ( S.Effendi) disse:

"... De acordo com o grau em que seus povos aceitarem a Bahá'u'lláh, serão eles abençoados, fortalecidos e protegidos."

Recentemente os etíopes, em uma notícia publicada na BBC, afirmaram abertamente que estão aguardando o estabelecimento de uma política "divina."

Claro que não podemos estabelecer datas, mas quando observamos o que está acontecendo na África, os desastres supostamente naturais que também impedem que as metas sejam estabelecidas até 2015, e o fato da ONU já ter criado um projeto complementar para essas metas chamado de Agenda 21. Não resta dúvida de que o plano final será o uso de feitiçaria para retirar Baha’u’llah do abismo em breve para estabelecer a economia “divina e solidária.” Claro que isso trará um sofrimento eterno para muitos:

E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. (Apocalipse 14 : 11)

http://www.bahai.org.br/virtual/artafri.htm

A decapitação dos cristãos

A maçonaria se uniu ao bahaismo em 30 de setembro de 1911 quando Abdu’l’Bahá discursou no Centro Teosófico e anunciou que Baha’u’llah era o prometido de todas as épocas e que seria ele o responsável pela unificação de todas as religiões.

A influência do bahaismo sobre a maçonaria pode ser vista no avental utilizado no nono grau (o nove é o número mais sagrado para os bahais). O aluno do grau 9 da maçonaria é conhecido como “mestre eleito dos nove”.

Segundo a fábula maçônica Salomão deu esse título após o êxito da expedição realizada por nove homens que consistia em decapitar, por motivo de vingança, os assassinos do seu Grande Mestre Arquiteto. Baseada nessa fábula a maçonaria criou uma série de ensinamentos que consiste em preparar o Anticristo para a recepção do cristo cósmico (Besta do Abismo) que lhe dará auxilio durante o seu governo; como foi descrito pelo profeta Daniel:

Com o auxílio de um deus estranho agirá contra as poderosas fortalezas; aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço. (Daniel 11 : 39)

Abaixo uma foto do avental:





Essa ilustração mostra o que vai acontecer com os cristãos que não forem arrebatados exatamente como descrito no livro de Apocalipse:

E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. (Apocalipse 13 : 15)

A morte por decapitação e confirmada no versículo abaixo:

E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. (Apocalipse 20 : 4)

A ordem dos acontecimentos é a seguinte: A besta do Abismo da a ordem e o anticristo que criará as leis necessárias para que essa matança seja consolidada. No livro utilizado pelo maçom grau 9 contém uma descrição dizendo que esse tipo de morte não poderá ser por vingança e sim pela lei.

Veja esse trecho extraído do livro dos maçons grau 9:

“os mistérios da verdadeira Iniciação não permitem ao Iniciado que se vingue, matando o delinquente com suas próprias mãos, porque este direito pertence à Lei”.

Somente os mestres ocultistas sabem a verdade sobre esses acontecimentos e mesmo muito antes do anticristo entrar em cena, a própria ONU confirma que ele legislará em nome do bem comum alterando os direitos humanos da sociedade global se for necessário:

“O que o mundo precisa hoje é exatamente o oposto dessa concepção - um novo modelo de liderança que se baseia em valores e princípios morais e devota sinceramente suas capacidades ao serviço do bem comum”.


O nono grau

“O NONO GRAU (MESTRE ELEITO DOS NOVE, OU PERFEITO MAÇOM ELEITO) simboliza perfeitamente o estado da humanidade, porque o número nove é o número do homem”.

Essa frase extraída do livro de maçonaria grau 9 praticamente confirma o número da Besta descrito no livro de Apocalipse:

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. (Apocalipse 13 : 18)

Conclusão:

Satanás dividiu o seu reino em várias religiões para poder agrupa-las no final dos tempos. Por exemplo: para inverter o número seis ele usou o princípio da tábua da esmeralda que diz: “o que está em cima é o mesmo que está em baixo”. Quando o número 6 foi invertido para 9 o nome perdido dos maçons GADU (o grande arquiteto do universo) passou a se chamar de Baha’u’llah.

O número 9 no avental maçônico indica que essa decapitação de fato acontecerá e quem vai dar a ordem é a Besta do Abismo.


Obs.: Esse ato covarde que será praticado pelo anticristo também é esta descrito na lenda do mestre eleito dos nove.


Fonte:

Livro maçônico JORGE ADOUM - O MESTRE ELEITO DOS NOVE.

Se você ainda não se convenceu acesse o link abaixo para saber mais ainda sobre a decapitação.

http://www.cpr.org.br/fato70.htm

Sete cristãos são decapitados por extremistas

SOMÁLIA – Insurgentes do grupo extremista somali Al-Shabaab, decapitaram sete somalis por serem “cristãos” e “espiões”.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Essa notícia foi publicada pela Reuters em 10 de julho. A reportagem afirma que o incidente aconteceu na cidade de Baidoa, na manhã do dia 10.

Segundo a reportagem, embora o al-Shabaab já tenha realizado punições igualmente severas nas regiões sob seu controle, esse foi o maior número de execuções feitas ao mesmo tempo.

A Somália é 99,95% islâmica. Há pouquíssimos cristãos no país, forçados a viver escondidos. Alguns cristãos se refugiaram em países vizinhos.

Alguns dias antes das decapitações, em 25 de junho, o al-Shabaab amputou uma mão e uma perna de quatro adolescentes em Mogadíscio, acusados de roubo. Com essas ações, o al-Shabaab tem ampliado seu reino de terror na Somália.

Na sexta-feira 10 de julho, a comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, disse que essas ações do al-Shabaab são crimes de guerra, assim como as sentenças de morte deliberadas por seus tribunais. Segundo Pillay, os civis, em especial as mulheres e crianças, arcam com a violência no país.

Pillay ainda diz que testemunhas informaram a ONU de que grupos do al-Shabaab “têm feito execuções extrajudiciais, plantado minas, bombas e outros explosivos em áreas civis, e usado os civis como escudos humanos”.

Despreocupado com as críticas, os ataques do al-Shabaab às forças do governo continuam. Segundo a Reuters, a força de paz da União Africana (AMISON) alertou o grupo a retroceder em Mogadíscio, caso contrário sofreria retaliação.

Entretanto, a AMISON tem recursos limitados. Confinada a suas bases, eles não podem atacar, apenas agir em defesa.

Na última cúpula da União Africana, os líderes reuniram não concederam mais poder à AMISOM. Eles negaram um pedido do presidente somali Sheikh Sharif Ahmed de que a AMISON o ajudasse a controlar os rebeldes.

Em 12 de julho, o governo somali, com a ajuda da AMISOM, matou 40 combatentes da al-Shabaab que tentavam invadir o palácio presidencial.

Pedidos de oração

1. Interceda pela família dos cristãos que foram mortos. Ore para que seu testemunho de fé encoraje outros a conhecer em Cristo.

2. Peça a Deus para conceder sua graça, pois os rebeldes usam essas ações para incutir medo nas pessoas. Que o Senhor use tais eventos para expandir seu Reino na Somália.

3. Clame a Deus para que tenha misericórdia da Somália.

3 Cristãos Decapitados por Militantes Ligados à Al-Qaeda

Militantes ligados à Al-Qaeda decapitaram três homens Cristãos nas Filipinas, relataram oficiais de segurança, domingo.

De acordo com o relato, o atirador Abu Sayyaf de cerca de 30 anos, chocou-se com os homens no sábado, enquanto eles estavam transportando madeira em uma floresta perto da cidade de Maluso na ilha de Basilan.

Parentes encontraram restos dos três madeireiros horas depois, o chefe da polícia provincial de Basilan Antonio Mendonza disse à Associated Press.

“Quando eles estão feridos por nossas ofensivas, eles recorrem à essas atrocidades,” disse ele, sugerindo que as mortes foram em retaliação das operações policiais e militares em curso.

No presente, toda a força policial forte de 675 de Basilan, 100 comandantes policiais e centenas de soldados estão relatadamente envolvendo-se na busca pelos militantes, cujo grupo de aproximadamente uma década de idade, os EUA e a Filipina acreditam que os oficiais de segurança teriam recebido fundos e treinamentos da rede de Osama bin Laden.

As mortes de sábado foram conduzidas enquanto os filipinos comemoravam o 112th Dia da Independência.

Aaron J. Leichman
Repórter do Christian Post

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...