sexta-feira, 14 de junho de 2013

SETE PRÉ-REQUISITOS PROFÉTICOS DO MESSIAS



Ao longo dos séculos muitos têm reivindicado ser o Messias prometido. Mas só Um cumpriu a 100% os requisitos pré-anunciados e exigidos para o Messias de Israel, satisfazendo todas as profecias a Seu respeito. O Seu Nome é Jesus de Nazaré, nascido de Maria, em Belém Efrata, há cerca de 2 mil anos atrás. Ninguém foi tão explicitamente “visto” e descrito centenas e até milhares de anos antes pelos profetas e que cumprisse exatamente aquilo que as profecias haviam revelado sobre esta Pessoa que mudou a História, a não ser Jesus!


Estes são 7 dos pré-requisitos que o Messias teria de satisfazer para comprovar a Sua identidade. Jesus foi o Único que os cumpriu integralmente, não deixando qualquer dúvida que Ele é o verdadeiro Messias. Ao longo dos séculos muitos têm reivindicado ser o Messias prometido, mas só Um cumpriu todos os requisitos: Jesus, Deus incarnado que viveu entre nós e vive em nós para todo o sempre! Aleluia!



1 – SUA LINHAGEM



Seria descendente de Abraão, Isaque e Jacó – Gen. 12:3; 26:3-4 “...por meio dela (a tua descendência) serão benditas todas as famílias da terra”; 28:13-15; S.Mateus 1:1-2 - “Livro da geração de Jesus Cristo, filho de David, filho de Abraão. Abraão gerou a Isaque; e Isaque gerou a Jacó; e Jacó gerou a Judá...”



Seria da tribo de Judá – Gen. 49:10 - “O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos”



Seria descendente de David – 2 Samuel 7:4-17 - “...porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre.”; Isaías 11:1-2 - “Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará. E repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do Senhor”.



S. Lucas 3:23-32 - “E o mesmo Jesus começava a ser de quase trinta anos, sendo (como se cuidava) filho de José.. … e Natã de David, e David de Jessé...”



2 – SEU NASCIMENTO



Nasceria de uma virgem – Isaías 7:14 - “Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o Seu nome Emanuel”.S. Mateus 1:20-23 - “...eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de David, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo; e dará à luz um filho e chamarás o Seu nome JESUS; porque Ele salvará o Seu povo dos seus pecados. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamá-lO-ão pelo nome de EMANUEL, que traduzido é: Deus connosco.”



Nasceria como homem – Isaías 9:6 - “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os Seus ombros, e se chamará o Seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Do aumento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de David e no seu reino, para o firmar e o fortificar com juízo e com justiça, desde agora e para sempre; o zelo do Senhor dos Exércitos fará isto”; 49:1, 5 - “O Senhor me chamou desde o ventre, desde as entranhas de minha mãe fez menção do meu nome”.



Nasceria em Belém Efrata – Miqueias 5:2 - “E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade”; S. Mateus 2:1 - “E, tendo nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes...”



Nasceria num tempo pré-determinado – Daniel 9:24-26 - “Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas...”; Gálatas 4:4 - “Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou Seu Filho, nascido de mulher...”



3 – SUA NATUREZA



Ele é divino – Isaías 7:14 - “...e chamará o Seu Nome Emanuel (Deus connosco)” ; 9:6 - “...e Se chamará Deus Forte, Pai da Eternidade...”; Miquéias 5:2; Jeremias 23:5-6 - “Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a David um Renovo justo; e, sendo rei, reinará e agirá sabiamente, e praticará o juízo e a justiça na terra. Nos Seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o Seu nome, com o qual Deus o chamará: O Senhor Justiça nossa”. Hebreus 1:8 - “Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o Teu trono subsiste pelos séculos dos séculos...”



Ele é humano – Isaías 9:6 - “Porque um menino nos nasceu...”; 49:1 - “...O Senhor me chamou desde o ventre, desde as entranhas de Minha mãe fez menção do Meu Nome”;

5- “E agora diz o Senhor, que me formou desde o ventre para ser Seu servo...”



Ele é justo e sem pecado – Isaías 53:10 - “...quando a Sua alma se puser por expiação do pecado”; 11:4-5 - “Mas julgará com justiça aos pobres...e a justiça será o cinto dos Seus lombos...”; Jeremias 23:5-6 - “Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a David um Renovo justo; e, sendo rei, reinará e agirá sabiamente, e praticará o juízo e a justiça na terra”. 1 Pedro 2:22 - “O Qual (Jesus) não cometeu pecado, nem na Sua boca se achou engano.”



4 – SEUS NOMES



Emanuel “Deus connosco” - Isaías 7:14 - “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o Seu Nome Emanuel”.



O Deus Todo Poderoso, o Pai Eterno – Isaías 9:6 - “...e se chamará o Seu Nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”



O tronco, o renovo – Isaías 11:1- “Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará.”



O Santo de Israel – Isaías 48:17 - “Assim diz o Senhor, o teu Redentor, o Santo de Israel...”



5 – SUA MORTE



Seria traído por um amigo – Salmo 41:9 - “Até o Meu próprio amigo íntimo, em quem Eu tanto confiava, que comia do Meu pão, levantou contra Mim o seu calcanhar”.S. Mateus 26:21, 23 - “E, comendo eles, disse: Em verdade vos digo que um de vós Me há de trair...o que põe comigo a mão no prato, esse me há de trair”.



Sua morte seria substitutiva – Isaías 53:4-6 - “Verdadeiramente Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si...mas Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados.”; Daniel 9:26 - “E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias...” Hebreus 10:12, 14 - “Mas este (Jesus), havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus...porque com uma só oblação aperfeiçoou para sempre os que são santificados.”; 1 Pedro 2:24 - “Levando Ele mesmo em Seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro...pelas Suas pisaduras fostes sarados.”



Seus ossos não seriam quebrados – Êxodo 12:46; Salmos 34:20 - “Ele lhe guarda todos os Seus ossos, nem sequer um deles se quebra”; S. João 19:33 - “Mas, vindo (os soldados) a Jesus, e vendo-O já morto, não Lhe quebraram as pernas.”



Seu corpo seria traspassado – Salmos 22:16 - “...traspassaram-Me as mãos e os pés”; S. João 19:34 - “Contudo um dos soldados Lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.”



6 – SUA RESSURREIÇÃO



Seria sepultado no túmulo de um homem rico – Isaías 53:9 - “E puseram a Sua sepultura com os ímpios, e com o rico na Sua morte...” S. Mateus 27:57-60 - “E, vinda já a tarde, chegou um homem rico, de Arimatéia, por nome José, que também era discípulo de Jesus. Este foi ter com Pilatos, e pediu-lhe o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que o corpo lhe fosse dado. E José, tomando o corpo, envolveu-o num fino e limpo lençol. E o pôs no seu sepulcro novo, que havia aberto em rocha...”



Seu corpo não experimentaria a corrupção – Salmo 16:10 - “Pois não deixarás a Minha alma no inferno, nem permitirás que o Teu Santo veja corrupção



Seria liberto do túmulo – Salmo 49:15 - “Mas Deus remirá a Minha alma do poder da sepultura, pois Me receberá”; S. Mateus 28:6 - “Ele não está aqui (no sepulcro), porque já ressuscitou, como havia dito...”



Veria a “Sua semente” e “prolongaria os Seus dias” - Isaías 53:10 - “...Verá a Sua posteridade, prolongará os Seus dias...Ele verá o fruto do trabalho da Sua alma, e ficará satisfeito...”



7 – SEU RETORNO



Será espetacular e visível em todo o mundo – Mateus 24:29-30 - “E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.”

Apocalipse 1:7 - “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho O verá...”



Estará sobre o Monte das Oliveiras, que se dividirá a meio – Zacarias 14:4 - “E naquele dia estarão os Seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente...”



Terá marcas da crucificação – Zacarias 12:10; - “Mas sobre a casa de David, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para Mim, a Quem traspassaram”; Apocalipse 1:7 - “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho O verá, até os mesmos que O traspassaram...”; 13:6 - “E se alguém Lhe disser: Que feridas são estas nas Tuas mãos? Dirá Ele: São feridas com que fui ferido em casa dos Meus amigos.”



Protegerá Israel e derrotará o Anticristo – Zacarias 12:8; 7 - “Naquele dia o Senhor protegerá os habitantes de Jerusalém... e o Senhor salvará primeiramente as tendas de Judá...”Apocalipse 19:11 – 21 - “...E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça...e vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra Àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao Seu exército. E a besta foi presa, e com ela o falso profeta...”



Reinará para sempre – Salmo 2:6,8 - “Eu, porém, ungi o Meu Rei sobre o Meu santo monte de Sião...Eu Te darei os gentios por herança, e os fins da terra por Tua possessão”; Zacarias 14:9 - “E o Senhor será Rei sobre toda a terra; naquele dia um será o Senhor, e um será o Seu Nome.” Hebreus 1:8 - “Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o Teu trono subsiste pelos séculos dos séculos...”

 
Amém!

O CONDENÁVEL ANTI-SEMITISMO DO "CONCÍLIO MUNDIAL DE IGREJAS"


No mês passado, o "Concílio Mundial de Igrejas", desde há muito marcado pelo seu incorrigível anti-semitismo e ódio a Israel, emitiu a seguinte declaração, na sua reunião realizada no Líbano: 

"A Palestina continua a ser o assunto central na região...A persistência, após sessenta e cinco anos, do contínuo despojamento do povo palestino - tanto cristão como muçulmano - da sua terra pela ocupação israelita, a contínua construção na terra dentro das fronteiras de 1967...é central para a turbulência na região...Jerusalém é hoje uma cidade ocupada com um governo que tem adoptado políticas discriminatórias tanto contra cristãos como muçulmanos..."

Mas o "fogo" dos CMI também está apontado aos cristãos que ousam apoiar Israel, os maltratados "cristãos sionistas."

"Cristãos que promovem o 'sionismo cristão' distorcem a interpretação da Palavra de Deus e a ligação histórica dos cristãos-palestinos e muçulmanos à Terra Santa, permitindo a manipulação da opinião público pelos lobbies sionistas, danificando os inter-relacionamentos cristãos."

O CMI não é uma organização marginal que possa ser negligenciada. Representa cerca de 500 milhões de cristãos em 110 países e territórios em todo o mundo. Inclui anglicanos, baptistas, luteranos, metodistas, presbiterianos, Igrejas reformadas e independentes, tendo todas essas igrejas assinado um documento de cariz político-religioso que contém descaradas mentiras que trazem à mente históricas tendências cristãs anti-judaicas.
O CMI assevera por exemplo que Israel tem andado há 65 a despojar continuamente muçulmanos e cristãos das suas terras. A verdade é que a última vez que os palestinianos atravessaram o rio Jordão para leste não tendo mais voltado foi durante a Guerra dos Seis Dias, em 1967. Guerras, tal como a que estamos testemunhando atualmente na Síria e em outros lugares, produzem refugiados. A única falha de Israel nesta matéria é ter ganho a guerra. E mesmo durante esse conflito, quando toda a população árabe de Hebron fugiu, foram instigados por Moshe Dayan, Ministro da Defesa de Israel, a voltarem às suas casas.
Contrastando com isso, e devido a condições intoleráveis, há uma emigração em massa de cristãos a partir da cidade de Belém, controlada pelos palestinianos, e também do Líbano. Não é em Israel que os cristãos sofrem descriminação, mas sim na Turquia, Egipto, Síria, e em todos os países muçulmanos.

CRISTÃOS CONTRA ISRAEL
O CMI também quer fazer crer que "Jerusalém é hoje uma cidade ocupada". Só não especifica se é Jerusalém ocidental ou oriental, o que significa que para esses cristãos Jerusalém como um todo deveria estar sob o controle de alguém que não Israel, ou, mais precisamente, os judeus. O facto de só "Jerusalém oriental" ser disputada como "território ocupado" é irrelevante para os cristãos "piedosos" que assinaram estes documento.
A posição política anti-Israel do CMI deriva da sua posição teológica que assegura - apenas por táctica, por medo de serem apelidados de anti-semitas - que "o sionismo distorce a interpretação da Palavra de Deus."

SIONISMO MODERNO
THEODOR HERZL, O "PAI" DO SIONISMO
MODERNO
O sionismo é um movimento nacionalista dos finais do século 19, que apela ao retorno dos judeus à sua Terra natal e a retoma da soberania judaica na Terra de Israel. É a própria Bíblia que está repleta de textos alusivos a esta realidade, na altura futura, mas agora bem atual. 
O CMI tem então de asseverar que - tal como os Cruzados no passado - o "povo escolhido de Israel" não são os judeus, mas sim todos os cristãos, sendo essa a razão pela qual Jerusalém não pode estar sob soberania judaica. Sendo assim, para eles, até uma soberania muçulmana sobre a cidade seria melhor...
Qualquer leitor da Bíblia que seja isento de preconceitos e tendências tem um conhecimento completamente diferente da realidade, devendo assim rejeitar esta teologia anti-judaica definida pelo CMI. Qualquer um, incluindo o CMI, que isole Israel como o único vilão que ameaça a paz mundial, que aponte o dedo a Israel, que é o elemento menos perturbador do Médio Oriente, é, por definição, um anti-semita. Mascarar tal sentimento como sendo "amor cristão" só acrescenta insulto à injúria...

Shalom, Israel!

Igreja Batista em Fortaleza lança campanha de combate à exploração sexual na Copa das Confederações

Open in new windowA Igreja Batista Central (IBC) de Fortaleza está promovendo uma campanha chamada Atos de Compaixão, que visa conscientizar a população em geral sobre as questões em torno da exploração sexual.

A iniciativa aproveita a realização de jogos da Copa das Confederações na cidade para combater a exploração do turismo sexual e outras formas de prostituição.

Entre os dias 16 e 19 de junho, haverão palestras sobre o tema e manifestações promovidas pela IBC contra a exploração sexual na capital cearense. Estão previstas caminhadas por pontos turísticos da cidade e também panfletagem.

“Uma das formas mais graves de violação dos direitos humanos é a exploração sexual. Ela se torna mais cruel quando se trata de crianças e adolescentes”, diz a nota enviada pela assessoria de imprensa da igreja

A IBL revela que a prefeitura de Fortaleza tem feito estudos e levantamentos sobre os locais da cidade com maior incidência de casos de prostituição. “A pesquisa mostra dados alarmantes e comprova o que, infelizmente, é possível ver a exploração sexual a olho nu se observarmos a movimentação a nossa volta”, relata.

“Para ajudar a alertar a população e trazer sensibilidade aos olhos e aos corações das pessoas, no período da Copa da Confederações a Igreja Batista Central de Fortaleza estará jogando contra a exploração sexual infantil através do ‘Atos de Compaixão’, em defesa da criança e do adolescente. A ideia é convocar cada cidadão e membros da igreja local, família e amigos, para vestir a camisa, engajar-se nesse movimento com o objetivo de alertar outros cidadão sobre o assunto, divulgar os canais de denúncia e locais de assistência psicológica às vítimas”, diz o texto da IBC.

Atos de CompaixãoProgramação
16/06 (Domingo), 17h00 – Palestra Pública com transmissão online ao vivo pelo site ibc.org.br. O endereço da sede da igreja é Rua do Cruzeiro, 401 – Ancuri.
17/06 (Segunda), 20h00 – Palestra Pública no Anfiteatro da Beira Mar
18/06 (Terça), 19h00 – Caminhada em Família contra a exploração sexual na Av. Beira Mar
19/06 (Quarta) – Panfletagem na FanFest (Aterro da Praia de Iracema) e Castelão

Disque Denúncia: Ligue 100
Direitos Humanos: 0800-0252302
Alô Fortaleza: 0800-2850880
Conselho Tutelar: (85) 3281.4096/ 3452.2479.
Esses telefones funcionam 24h dia, e as ligações são sigilosas.

Fonte: Gospel+

Pastores evangélicos defendem a descriminalização das drogas

Pastores e líderes evangélicos defendem a descriminalização das drogas

Líderes religiosos e pastores como Ariovaldo Ramos, Edvandro Machado e André Guimarães estarão reunidos no próximo dia 25 de junho no Rio de Janeiro para defender a descriminalização das drogas.
O encontro vai acontecer no auditório do Seminário Teológico Betel e deve reunir mais de 100 pastores que defendem a mudança da lei 11.343/2006 para que o usuário de droga não seja tratado como criminoso, mas como dependente químico.
Em um manifesto os pastores assinam que estão baseados no que diz em Efésios 5.9, firmando suas crenças no tripé bondade-justiça-verdade. Ao descriminalizar as drogas, o usuário deverá ser tratado com projetos de requalificação profissional tendo direito à saúde e educação para poder se reintegrar junto à sociedade.
“A vocação da Igreja é para transformação de vidas, sem perder a esperança e a disposição para a misericórdia. A reconstrução da vida de um ‘criminoso’ é sempre mais difícil socialmente do que a de um doente, de alguém que tenha passado por um tratamento”, diz nota.
manifesto-drogas
Cartaz do evento.
O manifesto que foi entregue ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, pedindo a aprovação do projeto 7663/2010, “para que possam ser reparados e rediscutidos, artigos controversos e que comprometem a justiça e a dignidade, como a internação compulsória, a restrição de direitos, a criminalização do usuário”.
Confira a carta aberta na íntegra aqui.

15 RAZOES PORQUE NAO POSSO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ


Os ensinamentos claros e cristalinos da Palavra de Deus não dão lugar a que se abrace as doutrinas das Testemunhas de Jeová após um estudo bíblico completo. Os ensinamentos básicos dessa seita estão em conflito com as Escrituras. Quinze dos seus erros doutrinários excepcionais foram abaixo relacionados e constituem razões sólidas para que ninguém se filie às Testemunhas se quiser continuar apegado a verdade divina.
1.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A DIVINDADE ABSOLUTA E SINGULAR DE JESUS CRISTO. As Escrituras demonstram que o Senhor Jesus Cristo é Jeová.
Isaías 41:4, 44:6, e 48:12 declaram que o atributo de ser o "primeiro e último" pertence a Jeová somente. Apocalipse 1:7-8,11,17 e 22:13-14 apresentam Jesus Cristo com exatamente esse mesmo atributo, fazendo dEle, portanto, Jesus Cristo, o Jeová dessas passagens, e de todo o Velho Testamento.
Isaías 45:22-25 fala de uma adoração universal, que um dia toda a humanidade prestará a Jeová. Filipenses 2:9-11 aplica esta passagem de Isaías a Jesus Cristo.
Isaías 44:22-23 apresenta Jeová como Redentor. Efésios 1:7 estabelece Jesus Cristo como esse Redentor.
Em Isaías 45:24 e 54:17 Jeová é a nossa justiça. Em 1 Coríntios 1:30 Jesus Cristo é a nossa justiça.
Isaías 43:11 reserva a Jeová somente a obra da salvação do homem: "Fora de mim não há Salvador." Tito 2:13 ensina que Jesus Cristo é o Salvador, estabelecendo-O, portanto, como o Jeová de Isaías, capítulo 43.
O estudante honesto das Escrituras há de ler, estudar e comparar os versículos acima apresentados.
2.  As Testemunhas DE JEOVÁ ENSINAM QUE JESUS CRISTO É UM SER CRIADO - SIMPLESMENTE UM OUTRO DEUS.
Este erro doutrinário foi criado pelas Testemunhas de Jeová através de sua estúria Tradução "Novo Mundo". que apresenta João 1:1 da seguinte maneira: "E o verbo era um deus". Isaías nega este erro enfaticamente em 43:10, 44:6 e 45:5,12, e prova que sua tradução de João 1:1 é ilegítima. Quatro vezes Jeová declara a impossibilidade de haver "um outro deus" ou "um deus" além dEle mesmo. Qualquer estudante honesto das Escrituras deve reconhecer a exclusividade única de Jeová.
3.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A PERSONALIDADE E DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO.
Das muitas referências bíblicas que demonstram que isto não é verdade, João 16:13-14 é a principal. Oito vezes o Senhor Jesus se refere ao Espírito Santo usando o pronome pessoal masculino "ELE". A palavra grega "ESPÍRITO" é neutra mas o pronome empregado não é neutro mas masculino. Cristo estava teologicamente certo nisto, reconhecendo a personalidade do Espírito. Se o Espírito Santo não fosse uma pessoa, o pronome neutro é que seria usado e a gramática da passagem ficaria intacta. Jesus Cristo, o Filho de Deus, JAMAIS COMETEU UM ERRO.
Até a própria tradução "Novo Mundo" das Testemunhas reconhece a personalidade do Espírito na tradução desses dois versículos. A divindade do Espírito Santo está claramente demonstrada nas referências abaixo que o estudante honesto deve estudar com todo o cuidado: Atos 5:3-4, 1 Coríntios 3:16, 2 Coríntios 13:14. Em 1 Coríntios 12:4-6 o Espírito Santo é chamado de Senhor, v. 5, e Deus, v. 6. Ao colocar Isaías 6:8-10 junto a Atos 28:25-27, toma-se evidente que o Deus de Isaías 6 é o Espírito Santo.
4.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A DOUTRINA BÍBLICA DA TRINDADE.
Embora a verdade da Trindade seja considerada divertida pelas Testemunhas, ela não obstante constitui parte da revelação de Deus. O estudante da Bíblia descobre que há uma Pessoa nas Escrituras, conhecida como Pai, que é Deus, Efésios 1:2. Há uma outra Pessoa nas Escrituras, chamada de Filho, Jesus Cristo, e que é Deus, Tito 2:13. Há ainda uma outra Pessoa chamada de Espírito Santo, que é Deus também, Atos 5:3-4. A palavra grega theos, "Deus". foi usada em relação a todas essas três Pessoas, concedendo assim a mesma divindade a cada uma delas. O estudante cuidadoso também nota o fato da Trindade em, Isaías 48:17, 28:19, 2 Coríntios 13:14. A conclusão é simplesmente que há um só Deus manifesto nas três Pessoas conhecidas como Pai, Filho e Espírito Santo e, considerando que cada uma dessas Pessoas é Deus, elas são iguais.
5.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A RESSURREIÇÀO FÍSICA E CORPORAL DE JESUS CRISTO.
A sua falsa doutrina declara: "O homem Jesus está morto, só o Seu espírito ressuscitou." O testemunho de Jesus Cristo é completamente diferente, Lucas 24:36-45. Mesmo um exame superficial do v. 39 desfaz qualquer dúvida referente à ressurreição corpórea. Tomé encontrou-se com o Cristo fisicamente ressuscitado, João 20:24-29, como também os outros discípulos que comeram peixe com Ele, João 21:12-14. Paulo testifica a ressurreição física de Jesus Cristo em 1 Coríntios 15:3-19. Os guardas junto à sepultura. os principais dos sacerdotes e o Sinédrio jamais teriam ficados, em Mateus 28:11,15, se "apenas o Seu espírito ressuscitasse".
6.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A VOLTA FÍSICA E VISÍVEL DE JESUS CRISTO.
Eles dizem: "Não devemos esperar que Ele torne a voltar como um ser humano". A volta fica mais adequadamente traduzida por presença e se refere à presença invisível do Senhor. Contrastando com isso, o estudante da Bíblia descobre que a verdade é que JESUS CRISTO VAI VOLTAR novamente, física e literalmente. Em Apocalipse 1:7, "todo o olho o verá". Em 1 Tessalonicenses 4:16-17, "o Senhor mesmo...descerá dos céus" E em Atos 1:10-11, "assim virá do modo como o vistes subir". O testemunho dessas passagens é irrefutável.
7.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A PRESENÇA DO CRENTE COM CRISTO APÓS A MORTE.
De acordo com 2 Coríntios 5:8, Filipenses 1:21-24 e Lucas 16:20-22, o crente, imediatamente após a morte, passa para a presença de Cristo. O corpo fica no solo, João 11:11-14, aguardando a ressurreição, 1 Coríntios 15:20-23, enquanto a alma e o espírito, agora separados do corpo, Tiago 2:16, entram no céu.
8.  As Testemunhas DE JEOVÁ REPROVAM A ESPERANÇA QUE O CRENTE TEM DE IR PARA O CÉU.
João 14:1-3, Filipenses 3:20-21, 1 Pedro 1:3-5 e Apocalipse 3:12 são apenas algumas das muitas passagens bíblicas que falam da "esperança viva" de estar com Cristo para sempre.
9.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A REALIDADE E ETERNIDADE DO CASTIGO FUTURO.
As Escrituras falam da realidade do inferno. O Senhor Jesus Cristo falou mais do inferno do que do céu e nos informou que o inferno é uma fornalha de fogo, Mateus 13:49-50, um lugar preparado para Satanás e os seus emissários, Mateus 25:41, de fogo que não se extingue, Marcos 9:42-48. Além disso, Ele insistiu no fato do inferno ser eterno. A palavra grega aionios, que traduz "aquilo que não tem fim". e que foi usada para descrever a vida eterna mencionada em João 3:16, e a eternidade de Deus em Romanos 16:26, foi deliberadamente usada por Cristo para descrever a duração do inferno, Mateus 18:8, e por João, em Apocalipse 14:11. Aionios não tem um significado duplo. Se ela quer dizer que Deus é eterno e a vida que o crente recebe é eterna, então deve significar que o inferno também é eterno.
10.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM A SALVAÇÃO PERFEITA DA CRUZ DE CRISTO.
Sem qualquer justificativa bíblica, as Testemunhas ensinam que o Milênio, os mil anos do reino de Cristo na terra, proporcionará a toda a humanidade, desde Adão em adiante, que ressuscitará, uma oportunidade, sob condições favoráveis, de receber a salvação eterna. Onde encontrar um único versículo bíblico que apoie tal coisa? O Senhor Jesus Cristo comprou nossa salvação na Cruz, Romanos 3:21-26, e resta ao homem crer e ser salvo, Efésios 2:8-9 e Atos 16:30-31. A salvação é totalmente a parte de qualquer esforço humano, Romanos 3:27-28.
11.  As Testemunhas DE JEOVÁ NEGAM O PATRIOTISMO E A CONTINÊNCIA À BANDEIRA.
As Escrituras ordenam aos crentes a serem cidadãos leais. O estudante cuidadoso verá isto em Romanos 13:1-7, 1 Pedro 2:13-15 e Mateus 22:21.
12.  As Testemunhas DE JEOVÁ ESTÃO CONFUSOS QUANTO AOS 144.000.
Através de boas obras e esforço sincero uma Testemunha de Jeová tem esperança de se tornar um membro do grupo dos 144.000. Nos dois capítulos em que foram mencionados os 144.000, Apocalipse 7 e 14, o estudante das Escrituras nota que os 144.000 são, realmente; Judeus das tribos, sem gentios entre eles, 7:4-8, são todos homens, 14:4, servirão durante a Grande Tribulação, 14:6-13, e não receberão a sua posição mediante obras mas serão designados por Deus, 7:3. Por mais que se force a imaginação. nenhuma interpretação bíblica aceitável pode garantir a essa seita gentia posição entre os 144.000.
13.  As Testemunhas DE JEOVÁ USAM UMA TRADUÇÃO DETURPADA DA BÍBLIA.
A Tradução "Novo Mundo" das Escrituras Gregas Cristãs é uma tradução desajeitada do Novo Testamento, que não tem nenhuma reputação entre os mestres do grego. A tradução foi alterada para se encaixar na heresia. Por exemplo. a palavra allos. "outro". não aparece no texto grego de Colossenses 1:16-17, mas foi inserida quatro vezes em sua tradução para que Cristo apareça ser parte da criação e, desse modo, se encaixe em sua doutrina que afirma ser Ele um filho criado, um outro deus. "?.porque por meio dEle todas as coisas foram criadas". Esta e dezenas de outras passagens tornam a tradução "Novo Mundo" em uma caricatura da Palavra de Deus.
14.  As Testemunhas DE JEOVÁ TEM UM SISTEMA DOUTRINÁRIO QUE SE BASEIA NAS INTERPRETAÇÕES DE CHARLES TAZE RUSSEL.
Em 1874. um camiseiro do Brooklyn, chamado Charles Taze Russel, anunciou que era dono da verdade. Em suas muitas obras Russel "não deixou quase nenhuma grande verdade ou doutrina fundamental não tocada com suas conclusões heréticas e injustificadas". Dr. Win. E. Biederwolf. Conforme um cuidadoso estudo pode revelar, as obras de Russel servem de base fundamental para a estrutura das Testemunhas de Jeová. Atualmente as Testemunhas de Jeová estão seguindo as conclusões falidas de um patife que se divorciou de sua esposa, teve problemas com os tribunais e que enganou seus seguidores vendendo-lhes "trigo milagroso" a preço exorbitante, o qual ele proclamava que produzia 15 vezes mais do que o trigo comum.
15.  AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ NEGLIGENCIAM A VASTA ÁREA DE VERDADES BÍBLICAS.
Uma análise cuidadosa dos diversos livros, panfletos, e revistas editados pela Torre de Vigia revela que apenas uma pequena porcentagem Bíblica foi por eles usada. Eles não citam mais de 7% das Escrituras, deixando o restante da Palavra de Deus não mencionada.

Autor: Robert Mignard
Fonte: www.PalavraPrudente.com.br