segunda-feira, 16 de abril de 2012

Milagres tiram fiéis da Universal para a Mundial

Valdemiro SantiagoA Igreja Mundial do Poder de Deus vem atraindo muitos fiéis a suas megaigrejas, que se multiplicam pelo Brasil e exterior a uma velocidade impressionante.

  • (Foto: Divulgação)
    Segundo a Folha de S. Paulo, 30% dos fiéis vieram da Universal. A Mundial tem sido apontada como o principal fator da saída de membros da Igreja Universal do Reino de Deus, sua “concorrente direta”.
A denominação possui 3200 templos no Brasil, avançando a passos largos para ultrapassar os 5 mil templos da Universal.
Uma das “técnicas” apontadas que são usadas pela denominação é a ênfase em milagres, livramento de enfermidades e toda sorte de cura das mais diversas doenças e males do corpo e da alma.
"Aqui tem milagre. O paralítico que saiu andando da cadeira de rodas. O cego que começou a enxergar. Aids, câncer. Tudo que na UTI não tiver mais jeito, aqui tem", disse Valdemiro Santiago, o líder da Mundial em uma de suas pregações.
A Mundial se destaca também nas pregações televisivas e, só no canal 21 são 23 horas de programação diária, mais duas horas na Rede TV! e quatro na Band.
O número de horas total já faz a denominação ter o maior tempo de cobertura televisiva entre as igrejas evangélicas. Ao todo, são R$ 35 milhões gastos mensalmente com compra de horários nas grades de emissoras de TV.
A denominação chegou a fazer uma proposta de compra de uma canal a cabo norte-americano no valor de US$ 14 milhões, segundo o F5. Com isso, fieis brasileiros nos EUA teriam a oportunidade de assistir as pregações da Mundial 24 horas por dia.
O resultado da intensa divulgação de seus cultos e sua ênfase em milagres parece influenciar também para que a Mundial seja a igreja neopentecostal que mais cresce no país. A igreja possui templos implantados em 13 países, entre eles México, Colômbia e Japão.
Outro fator de atração apontado é a possibilidade de maior remuneração para os pastores.
Líder carismático
Valdemiro Santiago, o líder da Mundial é apontado como uma figura carismática que usa linguagem simples, muito próxima à popular. Oriundo de uma família com 12 irmãos, Santiago conta que viveu nas ruas de Juiz de Fora dos 12 aos 14 anos.
Em seu testemunho, diz que bebia e usava drogas e ainda que trabalhava como lavrador e pedreiro.Não tendo concluído o ensino médio, ele diz que leu pouca coisa além da Bíblia.
"Li poucos livros além da Bíblia. Os livros me ensinam, mas sempre parcialmente. Só a Bíblia tem sua totalidade."Sobre a cura de enfermidades que alega ocorrer em sua igreja, ele teoriza: "Há enfermidades que são para a ciência e outras que são para serem tratadas espiritualmente. Embora Deus possa curar todas elas", diz, de acordo com entrevista concedida à Folha de S. Paulo.
"Sou um executivo das almas. Através de minha oração, Deus já curou muitas doenças incuráveis pelo recurso da ciência."
O testemunho de Valdemiro conta ainda um episódio vivido por ele na África, quando estava a serviço da Universal. Segundo ele, saíra para pescar com outros três fiéis e naufragou a 20 km da costa.
O apóstolo conta que enfrentou um bando de tubarões, mas nadou sete horas e meia até uma praia, onde foi recebido por dois anjos. Segundo o pastor Ronaldo Didini, que já integrou a cúpula da Universal e hoje é responsável pela área de comunicação da Mundial, a chave do sucesso de Valdemiro é justamente sua origem humilde.
"Como Lula, ele tem carisma e fala a língua do povo. Ele não busca a sofisticação".
Hoje o líder da Mundial acumula bens como uma casa em um condomínio de luxo em São Paulo, carros importados, fazendas no Mato Grosso e um jato particular.

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. CRISTIAN POST

Pastor que denunciou envolvimento do Bp Manoel Ferreira com Rev. Moon recebe ameaças de morte

Pastor que denunciou envolvimento do Bp Manoel Ferreira com Rev. Moon recebe ameaças de morte
O pastor Enoque Lima, da Assembleia de Deus Ministério de Madureira tem recebido ameaças de morte por ter denunciado o envolvimento do Bispo Manoel Ferreira com o Reverendo Moon.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
As represálias partem de pessoas supostamente ligadas a Ferreira, segundo informações levantadas pelo site “Folha do Sertão” junto à família de Enoque Lima, que também é pastor conferencista e seminarista.
Os convites ao pastor Enoque para pregar em igrejas não tem sido feitos mais, após as denúncias, e a congregação que ele dirige não se manifesta a respeito. Além disso, Lima está sem receber seus salários. Segundo familiares do pastor, ele teme pela vida de seus familiares e a sua própria.
As denúncias de Enoque Lima começaram em 2008 numa série de vídeos intitulados “Caso Moon Ferreira”, em que ele apresentava evidências do envolvimento do Bispo Manoel Ferreira com o Reverendo Moon. Em 2010, o pastor Enoque Lima chegou a ser preso por causa das denúncias e recebeu apoio de diversas lideranças cristãs. Em 2011, voltou a publicar vídeos afirmando que o Bispo Manoel Ferreira havia profanado o púlpito da Igreja Assembleia de Deus.


VIA GRITOS DE ALERTA
Fonte: Gospel+

AS IMAGENS SÃO ALARMANTES , MEU DEUS É O FINAL DOS TEMPOS - Pastor Samuel Ferreira teria recebido obreiros do reverendo Moon na AD Brás. Assista na íntegra


Pastor Samuel Ferreira teria recebido obreiros do reverendo Moon na AD Brás. Assista na íntegra
A denúncia de uma suposta aliança entre o bispo Manoel Ferreira, da Assembleia de Deus Ministério Madureira e o reverendo Moon, autoproclamado Messias, feita pelo pastor Enoque Lima, ganhou novos capítulos.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O ativista Julio Severo divulgou em seu blog um vídeo com fotos de líderes da seita do reverendo Moon ao lado do pastor Samuel Ferreira, líder da Assembleia de Deus Brás, do Ministério de Madureira. Samuel é filho de Manoel Ferreira, e uma das lideranças nacionais da denominação.
As imagens publicadas no vídeo mostram obreiros do reverendo Moon em dependências da AD Brás, como salas de reunião, templo, púlpito e calçada da igreja.
Severo afirma em sua publicação que a primeira denúncia do caso Moon x Ferreira foi feita em seu blog, e que a partir daí, o pastor Enoque Lima se inspirou para iniciar uma campanha de denúncias contra a aliança entre os dois líderes.
Entre suas denúncias sobre a suposta aliança, o pastor Lima chegou a ser preso em 2010, e os advogados que lidaram com o caso afirmaram que a prisão tinha ligação com as iniciativas do pastor em se opor às alianças entre Moon e Ferreira.
Após esse episódio, o pastor Enoque Lima divulgou vídeo acusando o bispo Manoel Ferreira de ter profanado o púlpito da Igreja da Baleia, como é conhecido o templo da Assembleia de Deus em Brasília.
O jornal Folha do Sertão publicou matéria com o caso das denúncias feitas por Enoque Lima e divulgou que o pastor havia sido ameaçado de morte por pessoas ligadas a Ferreira. O jornal também informou que o pastor estava sem receber seus salários e que ele temia pela vida de seus familiares.
Após a divulgação dessas informações, Lima pediu, sem sucesso, o afastamento preventivo do bispo Manoel Ferreira das funções de presidente da Conamad (Convenção das Assembleias de Deus Madureira) em ofício enviado à direção da convenção, para que as denúncias fossem “apuradas e comprovadas”.
Confira abaixo o vídeo com fotos do pastor Samuel Ferreira e seu pai, bispo Manoel Ferreira, recebendo supostos obreiros do reverendo Moon na AD Brás:
Fonte: Gospel+

SATANISMO EM FORMA DE RELIGIÃO - Festival de culto ao pênis atrai multidão no Japão

 

Cerca de 13 mil pessoas foram à cidade de Kawasaki, na Grande Tóquio, para participar de um festival inusitado que celebra o órgão sexual masculino.
Turistas brincam durante Festival do Falo de Aço
Festival do Falo de Aço atrai muitos turistas atrás de fotos inusitadas e boas risadas
O Kanamara Matsuri, ou Festival do Falo de Aço, atrai tudo que é tipo de público - desde pessoas que acreditam no culto ao órgão, que é reverenciado como se fosse algo divino, a turistas e curiosos, que querem tirar fotos inusitadas e rir um pouco.
No ponto alto da festa, duas esculturas de pênis gigantes saem pelas ruas. Alguns dos homens que carregam o chamado mikoshi, ou espécie de templo portátil, se vestem com roupas de mulher. A tradição indica que esse ritual aumenta a fertilidade dos envolvidos.
O festival é realizado há quatro décadas. Em um país com um índice relativamente baixo de natalidade, a festa acaba se tornando um incentivo aos casais.

FONTE .BBC BRASIL.

Inscrições abertas para os ´Voluntários sem Fronteiras´



Inscrições abertas para os ´Voluntários sem Fronteiras´ Se você é jovem e comprometido com Deus, viva uma experiência radical. Já estão abertas as inscrições do projeto Voluntário sem Fronteiras. Escolha uma das turmas e participe.

Radical África 9
As inscrições para a nona turma do Radical África vão até 15 de maio. O projeto tem duração de quatro anos e começa ainda este ano. Candidatos devem ser solteiros, com idade entre 18 e 30 anos e ensino médio completo.

Radical Luso-Africano 4
Para quem quer ser um Voluntário sem Fronteiras nos países africanos de língua portuguesa. Podem participar jovens solteiros de 26 a 36 anos que tenham ensino médio completo. Inscrições terminam em 15 de maio. O projeto tem duração de dois anos, sendo seis meses de preparação no Brasil.

Radical Ásia
Os Voluntários sem Fronteiras chegam ao continente asiático para impactar aquela região com o Evangelho de Cristo. Inscrições até 15 de outubro, com início do projeto previsto para março de 2013. Com duração de quatro anos, o Radical Ásia terá sete meses de preparação no Brasil e mais três em um país asiático.

Faça a diferença onde Deus está atuando. Seja um Voluntário sem Fronteiras! Informações pelos telefones (21) 2122-1909 e (21) 2298-1137. Escreva também para radical@jmm.org.br. Não fique de fora do que Deus está fazendo no mundo.


Fonte: Junta de Missões Mundiais

Após golpe de Estado, missionários ficam presos em país africano

Após golpe de Estado, missionários ficam presos em país africano
Neste domingo, forças militares fizeram ofensivas para consolidar o recente golpe de Estado em Guiné-Bissau, na costa oeste da África. O primeiro-ministro do país, Carlos Gomes Júnior, foi detido na última quinta-feira juntamente com o presidente interino, Raimundo Pereira. Carlos Gomes era o principal candidato nas eleições presidenciais que deveriam ser realizadas ainda neste mês. Acredita-se que ambos estejam em um quartel militar guineense.
Um grupo de brasileiros, entre eles Isaac Martins, 39, de Florianópolis e sua esposa, a gaúcha Estela Mônica Gimenez Falcão Martins, 33, estão impedidos de deixar Guiné-Bissau. Os brasileiros estavam em uma missão humanitária promovida pela igreja Assembleia de Deus. Eles ficaram presos no país junto com outros estrangeiros.
Em 8 de abril eles chegaram a Guiné Bissau juntamente com outras quatro pessoas. Ficariam no país até ontem (15), quando seguiriam para a Europa. Recentemente o casal esteve em Cuba, também em missão da igreja.
Os familiares no Brasil estão cobrando intervenção do Governo brasileiro. Fábio Anderson da Silva, cunhado de Estela, conseguiu fazer um breve contato com os missionários pela Internet. Ouviu relatos de que o casal estava em um hotel quando o local foi invadido por militares que pediram que todos os estrangeiros deixassem o estabelecimento. O casal está acolhido em um abrigo da igreja.
“Estão lá a irmã da minha esposa e o marido dela. Todos impedidos de circular nas ruas. E nós aqui estamos temendo pela vida deles. São militares com armas em punho, dominando as ruas. Eles estão com pouca água e comida. Até tem serviço de telefone e internet, mas é muito precário. Não sabemos quando vamos conseguir falar com eles novamente. É uma situação bastante séria e queremos o apoio do governo para resolver.”, relata Fábio.
Há vários missionários brasileiros em Guiné-Bissau, país que também foi colônia portuguesa. Algumas missões, como a Agência Ágape, têm divulgado cartas de apelo por orações de brasileiros impedidos de sair do país.
“Amigos, estamos escrevendo para cada um de vocês para pedir oração. Ontem, pela noite, rebentou um golpe de Estado na Guiné Bissau, haviam tiros por todo o lado, muita confusão, muito medo, as pessoas fugindo na rua com medo, saindo para fora da cidade. As coisas estavam muito tensas, durante a noite acalmaram, mas hoje pela manhã voltaram a ficar tensas.
Amigos, podemos ficar a qualquer momento sem internet. Neste momento chegou aqui a notícia que as coisas pioraram mais e que os militares estão divididos entre eles, o que pode provocar uma guerra mesmo.
Podemos ficar a qualquer momento sem internet, já não temos rádio, TV e os telefones estão quase sem linha.
Estamos tentando comprar comida (o mais básico) para podermos ter o mínimo…
POR FAVOR, OREM POR NÓS, OREM PELA GUINÉ BISSAU.
Só Jesus pode agir e mudar esta situação.
Familia Sousa na Guiné-Bissau”
O Ministério das Relações Exteriores ainda não se manifestou sobre o caso.

VIA GRITOS DE ALERTA
Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/apos-golpe-de-estado-missionarios-ficam-presos-em-pais-africano/#ixzz1sFHt7vQD

Em vídeo raro, apóstolo Valdemiro Santiago e bispo Edir Macedo aparecem juntos em culto da Igreja Universal. Assista na íntegra


Em vídeo raro, apóstolo Valdemiro Santiago e bispo Edir Macedo aparecem juntos em culto da Igreja Universal. Assista na íntegra
Um vídeo de uma reunião da Igreja Universal do Reino de Deus em 1997, na antiga Catedral do Brás, em São Paulo, foi publicado no Youtube. Nele aparecem o líder da IURD, bispo Edir Macedo, e o atual líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, apóstolo Valdemiro Santiago.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Até 1998, Santiago era bispo da Igreja Universal, e depois de um desentendimento com Macedo, saiu da denominação para fundar a Igreja Mundial.
No vídeo, Macedo conduz um momento de louvor junto aos bispos e fiéis da Igreja Universal e Valdemiro Santiago aparece como intercessor, junto a outros bispos da IURD.
Atualmente, Macedo e Valdemiro protagonizam uma guerra entre as duas denominações, com acusações de ambos os lados. No capítulo mais recente desse embate, a TV Record, emissora de Edir Macedo, fez uma reportagem denunciando a compra de fazendas no Pantanal, que Santiago teria feito com dinheiro dos fiéis da Mundial.



VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. GOSPEL +

Igreja Universal "resgata" processo de dentro do Fórum antes de chegar ao juiz

Povas de crime de extorsão contra a Igreja Universal foram “roubadas” e destruídas de dentro do Centro de Ressocialização de Cuiabá.

O Ministério Público do Estado forçou o cumprimento de mandado de busca e apreensão praticamente na marra. Mesmo assim pode evitou que as provas de crime de extorsão contra a Igreja Universal fossem “roubadas” e destruídas de dentro do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antiga Cadeia Pública do Carumbé. A suspeita é de que houve vazamento de informação das buscas que estavam em segredo de Justiça.

Quem vazou as informações ainda acionou o advogado da igreja. E fez mais: entregou os documentos como “carga” antes de comunicar o juiz da chegada da representação da busca e apreensão feita pelo Ministério Público um dia antes.

O pior, segundo o promotor de Justiça Célio Wilson de Oliveira, da Vara de Exceções Penais, é que tudo isso aconteceu em menos de 24 horas. A representação foi protocolada no Cartório do Fórum Criminal às 13 horas desta quarta-feira (11), e antes de chegar às mãos do juiz às 13 horas de quinta-feira (12) já havia sido entregue como carga ao advogado da Igreja Universal.

Ao ir até o Fórum para saber se o juiz já havia autorizado o mandado de busca e apreensão, o promotor Célio Wilson conta que foi surpreendido pelo vazamento da informação do processo que estava correndo em segredo de Justiça.

O promotor ainda que teve que correr para realizar as buscas antes que as provas fossem apagadas. “Nem sei se deu tempo, mas esperamos ter salvo pelo menos alguma coisa dos arquivos e documentos contábeis” - comentou o promotor da Vara de Execuções Penais.

De acordo com as investigações, quem não paga o chamado ‘dízimo’ sofre discriminação dentro da ala evangélica e não faz mais parte do grupo seleto de presos que rende à igreja, em média, R$ 15 a R$ 30 mil de cota por mês. A denúncia começou com o interrogatório de um preso a um juiz de Várzea Grande (Grande Cuiabá). Por não ter dinheiro, o preso, cujo identificação está sendo mantida em sigilo, conta que foi colocado de lado. Ficava de castigo, longe dos outros que pagavam em dia e que tinham mordomias na Ala dos Evengélicos.

O caso chegou até o Ministério Público Estadual (MPE), que nas investigações representou pela busca e apreensão dos objetos usados pela Igreja Universal no CRC, inclusive computadores e documentos contábeis que a igreja mantinha dentro da casa de reclusão. Na operação, sexta-feira, 13, participaram 50 policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Ronda Tática Ostensiva Móvel (Rotam), além do MP e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Durante o cumprimento do mandado, os agentes localizaram dinheiro, produtos que eram comercializados na unidade e documentos. Todo este material apreendido será analisado na segunda-feira., 16, que definirá a punição dos envolvidos que pode variar entre lesão corporal, ameaça, extorsão e até formação de quadrilha.

Nas investigações, o Ministério Público comprovou que os presos que pagam tinham todos os tipos de mordomias. Eram “intocáveis”, e podiam fazer de tudo, pois viviam como se estivessem casa, com uso de televisão, filmes, água gelada, boas comidas, e e outras mordomias que ainda estão sendo investigadas.

A chamada ala evangélica do CRC já havia sido denunciada outras vezes por abusos no presídio. Em março, travestis estavam sendo leiloados em troca de cigarros, drogas e alimentação dentro do presídio, justamente na mesma ala.

O Ministério Público agora, além das investigações das extorsões, contra a Igreja Universal, também vai investigar o vazamento de informações que privilegiaram uma das mais ricas instituições evangélicas do Brasil e do mundo. A Promotoria quer saber como a Universal conseguiu resgatar o processo antes das buscas.

Fonte: 24 Horas News

Evangélica, vítima de esquartejador, é enterrada em PE

Giselly Helena da Silva, 31, que era evangélica, e Alexandra Falcão da Silva, 20, foram assassinadas e esquartejadas num ritual macabro, em Garanhuns (PE).

Comoção e revolta marcaram, este sábado (14), o velório e o enterro de Giselly Helena da Silva, 31, e Alexandra Falcão da Silva, 20, assassinadas e esquartejadas num ritual macabro, cujos corpos foram encontrados na última quarta-feira (11), em Garanhuns.

Giselly, que era evangélica, foi velada na Assembleia de Deus, no Bairro do Magano, e o corpo enterrado em Arcoverde, no Sertão. Já os restos mortais de Alexandra seguiram do Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife para a cidade de Palmerina, perto de Garanhuns, onde foram sepultados. Nos cortejos, o sentimento era de dor, mas também de revolta.

O corpo de Giselly chegou à Igreja Assembleia de Deus por volta das 13h30 e já era esperado por centenas de pessoas. O caixão estava fechado e a parte de vidro, onde geralmente se pode ver o rosto, foi coberta por uma coroa de flores. Os parentes mais próximos, como a mãe e uma irmã dela, estavam em prantos e usaram camisas com a foto da jovem.

Um dos que coordenaram a cerimônia, o pastor Josias Luiz da Silva, lembrou a forma “violenta e prematura” com que a jovem deixou o convívio de parentes e amigos. “Ela conquistava corações e deixou uma folha de serviços prestados na terra”, completou.

O presbítero Dário Florêncio de Oliveira contou que Giselly frequentava a igreja há cerca de um ano e, geralmente, ao final dos cultos, lhe pedia algum tipo de orientação espiritual. “Ela era uma boa pessoa, sua morte foi um choque tremendo para todos.”

A mãe de Giselly, Maria Helena da Silva, 44, estava inconsolável e era amparada por parentes. “Não tenho o que dizer, estou passada, a dor é muito grande. Não dá para acreditar nisso. Ela era uma pessoa normal, vivia de casa para a igreja e para o trabalho”, disse, antes de ser levada pelos familiares mais próximos, que não quiseram falar com a imprensa.

Depois de aproximadamente uma hora de cerimônia, o caixão foi levado, no carro de uma funerária, para ser enterrado em Arcoverde. Uma tia da vítima, Antônia Teixeira da Silva, 60, destacou que toda a família está abalada e que o corpo foi sepultado em Arcoverde porque Giselly também tem parentes naquele município.Muitas pessoas estavam revoltadas com o crime brutal. A dona de casa Valdeci Alves da Silva, 56, vizinha de Giselly, pedia uma punição severa para os assassinos. “Era bom que eles fossem colocados num buraco, sem comida, para que morressem comendo uns aos outros”, desabafou.Já os restos mortais de Alexandra Falcão seguiram diretamente para a cidade de Palmerina e foram enterrados no Cemitério São Pedro, por volta das 15h. Uma irmã dela, Raiane da Silva Falcão, 17, contou que os parentes optaram por sepultar o corpo em Palmerina porque a família tinha um plano de assistência funerária naquela cidade, onde a vítima também tinha familiares. O avó dela está enterrada no mesmo cemitério.“Agora, entregamos na mão de Deus, que vai fazer a justiça que eles merecem”, pontuou Raiane da Silva. Ela acrescentou que seus pais estavam tão abalados que tiveram que tomar calmantes e não tinham condições de conversar sobre o assunto.As duas vítimas moravam em Garanhuns e estavam desaparecidas. Os corpos foram localizados no quintal da casa dos assassinos confessos: Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, 50, Isabel Cristina Pires, 50, e Bruna Cristina Oliveira da Silva, 25. Além de matarem e esquartejarem as duas mulheres, eles confessaram que comeram partes dos corpos e fizeram salgadinhos com a carne, que foram vendidos nas ruas de Garanhuns.

O trio também confesou que havia assassinado uma terceira mulher, Jéssica Camila da Silva Pereira, 22, morta em Olinda, em 2008. Uma criança que era filha dela estava sendo criada pelos assassinos. As duas acusadas estão no Presídio Feminino de Buíque, no Sertão, e Jorge, que estava na cadeia de Garanhuns, foi transferido, na sexta-feira, para o presídio de Pesqueira, segundo a polícia, por questões de segurança.

Fonte: NE 10

Quem comeu salgado com carne humana pode estar doente, diz médico

Foto: Reprodução / TV Jornal Caruaru

Depois de a Polícia Civil descobrir, em depoimento, que Isabel Cristina, de 51 anos (esposa de Jorge Negromonte, 50, acusados de matar, esquartejar e enterrar duas mulheres no quintal de casa, em Garanhuns, com a ajuda de Bruna Cristina, 25) recheava salgados com carne humana e vendia em cidades como Caruaru e Garanhuns, uma nova polêmica surgiu na cidade.

Segundo a polícia, confirmou a informação e confessou que depois que eles esquartejavam as vítimas, a carne delas era congelada, desfiada e também utilizada para alimentar a família, inclusive dando partes dos corpos para a criança que morava com o trio. Além disso, segundo Isabel, a parte preferida era o coração das vítimas. Mas nada sobrava. Eles também usavam o fígado e os músculos das pernas que eram fervidos e ingeridos, numa espécie de ritual macabro.
Para o gastroenterologista Josenildo Correia, dependendo de como a carne das vítimas foi cozinhada, as pessoas que ingeriram o alimento, correm o risco de contrair doenças virais. Entre elas, as hepatites B e C. A orientação, de acordo com o médico, é ir a um médico e fazer exames para tirar a dúvida. “Para as pessoas que costumam lanchar na rua, façam um controle rigoroso na compra do alimento e se houver dúvida, procure um médico”, alertou.

VIA GRITOS DE ALERTA
INF. TRIBUNA HOJE

Radicais islâmicos atacam cristãos na Índia

Os cristãos do Estado de Bengala Ocidental, leste da Índia, ainda se recuperam dos graves ferimentos sofridos depois que redicais islâmicos atacaram uma reunião de oração e os agrediram

O ataque aconteceu na aldeia Nutangram, no distrito de Murshidabad, e foi realizado por "cerca de 100 islâmicos radicais", comandados pelo líder radical Mohammed Aanu Shaike.

Nenhum líder ou grupo radical reinvindou o ataque de imediato. O grupo islâmico, "invadiu a reunião de oração" que ocorria na casa de um cristão e os agrediu verbal e fisicamente, inclusive as mulheres que estavam presentes".

Mulheres muçulmanas teriam incentivado a agressão às mulheres cristãs, disseram testemunhas. Os radicais com facas nas mãos perseguiram os cristãos e as crianças, ameaçando matar todos eles.

Os cristãos foram vistos "correndo para salvar suas vidas e as de seus filhos que choravam de medo, mas eles foram impedidos por radicais que os agrediram com pontapés, empurrões e agressões verbais ", acrescentou um cristão, que não quis revelar sua identidade.

Cerca de 500 muçulmanos supostamente observavam a cena e achavam "divertido”. Os cristãos foram perseguidos por cerca de uma hora e meia, muitos ficaram seriamente feridos.

A polícia local disse que prontamente foi para o local após ser informada por líderes cristãos sobre o incidente. Não houve relatos de que os suspeitos foram detidos.

O aumento de ataques muçulmanos contra cristãos é um fenômeno relativamente novo na Índia, uma nação predominantemente hindu, onde na maioria das vezes, radicais hindus são os principais perseguidores da minoria cristã.

Pastor coloca igreja à venda e briga com congregação

A congregação batista teve que alugar um salão para se reunir, uma vez que o pastor colocou o templo a venda e ameaçou processar os que ousariam nele se reunir.

Fundada há cinco anos, a congregação batista de El Sitio, Tegucigalpa, tinha cerca de 70 fiéis. Eles denunciaram o pastor Ángel Denis Irias Gómez, 35 anos, em matéria publicada pelo jornal La Tribuna, acusando-o de ter se apossado de todos os bens da igreja e de cometer adultério.

O pastor alegou que recebeu dinheiro de doadores dos Estados Unidos que lhe pediram que vendesse o imóvel. Para evitar problemas judiciais, a congregação resolveu alugar um salão para se reunir.

Assim que vender o templo Irias Gómez promete devolver os doadores até o último centavo – 48 mil dólares, o equivalente a quase um milhão de lempiras.

O detalhe é que o pastor colocou o imóvel a venda por 2 milhões de lempiras. Alegou que quer recuperar uma herança pessoal que colocou na construção do templo.

Quanto à acusação dos fiéis de que o pastor cometera adultério, Irias admitiu que caíra em tentação, mas que já tinha pedido perdão a Deus.

Fonte: ALC

Homem é preso suspeito de abusar de criança em igreja de Jundiaí, SP

Suspeito foi flagrado dentro do banheiro com o menino de três anos. Ele já cumpriu pena por atentado violento ao pudor há dois anos.

Um homem foi preso em flagrante neste domingo (15) suspeito de abusar de um menino de três anos. O crime foi dentro de uma igreja de Jundiaí (SP). De acordo com a polícia, a criança foi ao banheiro durante a missa e o suspeito foi atrás.

A mãe estranhou a demora do filho e pediu para que um rapaz fosse ver o que acontecia. Ele chegou ao banheiro e viu que a criança e o suspeitos estavam fechados em um cabine de onde o menino saiu com a calça abaixada. O suspeito teria dito que a criança tinha chamado para ajudar a se vestir.

Todos foram encaminhados para a delegacia. Segundo a polícia, o suspeito já tinha cumprido pena por atentado violento ao pudor há dois anos. Ele foi encaminhado para a cadeia de Campo Limpo Paulista (SP). A criança deve passar por exames de corpo de delito no Instittuto Médico Legal nesta segunda-feira (16).

Fonte: G1

Mártires são exemplo de grande inspiração para os cristãos na Tunísia

"Para mim, Perpétua e Felicidade são grandes exemplos de fé", disse Tahira*, uma jovem cristã de 18 anos de idade, durante uma confraternização em sua igreja, após o culto. Os testemunhos dos mártires do início do século III fazem parte do cotidiano e das histórias compartilhadas entre os cristãos na Tunísia

No século III D.C 203 mulheres foram mortas por causa de sua fé em Jesus Cristo. Perpétua (22) e Felicidade foram presas juntamente com outros cristãos. Enquanto esteve presa Perpétua escreveu um diário. No diário, essa esposa e mãe escreve sobre suas experiências dentro da prisão. Além disso, ela descreve as tentativas de seu pai não cristão de fazê-la renunciar à sua fé. Seus escritos são vistos como o mais antigo texto escrito por uma mulher cristã, descoberto até agora. Em 2006, Malcolm Lyon escreveu o livro "A escada de Bronze" no qual ele usa as histórias dos mártires tunisianos.

Perpétua e outros cristãos depois de algum tempo presos foram martirizados, resultado de uma ordem do imperador romano Septímio Severo (193-211) que estabeleceu a proibição de se converter ao cristianismo ou de tornar-se judeu. Durante o tempo em que esteve presa, Felicidade estava grávida, isso poderia ter-lhe poupado a vida, já que as leis da época, não permitiam que mulheres grávidas fossem executadas. Mas o bebê nasceu dois dias antes da data de sua execução. A criança foi adotada por outra família cristã.

Felicidade passou pelo mesmo caminho árduo e difícil de Perpétua e os outros cristãos que eram lançados aos animais selvagens para serem devorados, ou mortos ao fio da espada. A história conta que Perpétua colocou a própria espada no pescoço antes de ser martirizada, uma forma de demonstrar que não temia a morte. Os mártires foram enterrados em Cartago, perto da atual Tunis, capital da Tunísia.

Mais de 18 séculos depois, os cristãos podem se reunir na Tunísia. Mas ainda assim, muitos cristãos sofrem perseguição. Muitos deles perdem, por exemplo, todo o contato com sua família. De repente, um novo convertido cristão não é mais bem vindo na comunidade em que vive.

Atualmente, existem cerca de 1500 cristãos na Tunisia, a maioria deles de origem muçulmana. Alguns se encontram em igrejas oficiais espalhadas por várias cidades do país, outros se reunem em igrejas domésticas. A jovem estudante Tahira é uma, entre esses milhares de cristãos tunisianos. A mãe e a irmã dela também se tornaram cristãs, acrescenta. Ela ainda vive com sua família. Ela é muito aberta sobre sua fé, mesmo no Facebook, ela compartilha sua crença.

O jovem Steve de 18 anos foi ameaçado recentemente por alguns muçulmanos conservadores. "Eles me disseram: 'você sabia que temos permissão para matá-lo?' Mas eu realmente não sinto medo. Eu respondi: 'Sim, eu sei que vocês podem fazer isso'. Eles retrucaram que eu era louco de dizer isso. Então eu disse a eles: 'Sim, eu sou louco por Jesus'.Depois disso eles foram embora e não voltaram".

Steve se tornou cristão há cinco anos através da internet. "Eu encontrei um site sobre a Bíblia e me interessei. Entrei em contato com outros cristãos e comecei a frequentar uma igreja doméstica ".

Tanto Steve quanto Tahira participaram de um treinamento de discipulado organizado pela Portas Abertas para cristãos tunisianos. O treinamento é uma das maneiras que a Portas Abertas usa para fortalecer a igreja na Tunísia.

* Por razões de segurança os nomes neste artigo são fictícios.

Fonte: Missão Portas Abertas

Classe C está inserida nas igrejas evangélicas e causa impacto

A Classe C expandiu-se no Brasil em 2011. Com 54% da população, segundo pesquisa do Cetelem, a camada social recebeu 2,7 milhões de brasileiros em 2011, vindos da classe DE.

Hoje, 103 milhões de pessoas fazem parte dessa classe social. O crescimento deste público também tem impacto nas igrejas evangélicas.

O país vive um bom momento econômico com o aumento da oferta de empregos e a política de concessão facilitada de crédito aos trabalhadores. Edgard Menezes, economista e colunista da Consumidor Cristão, diz que a ascensão foi da população que pertencia a classe D, devido o aumento do poder aquisitivo. Isso resultou na expansão da classe C.

Edgar lembra que as classes C e D, quando praticantes religiosos, são ou pelo menos eram, predominantemente católicos. Tradicionalmente a igreja católica sempre atuou em áreas de comunidades menos favorecidas como as periferias. Já as igrejas evangélicas sempre atuaram no entorno geográfico que abraçava os centros das grandes cidades, onde moram e trabalham os integrantes da chamada classe média. "O público da igreja evangélica sempre foi a população mais esclarecida, de melhor poder aquisitivo".

Professor Menezes afirma não poder avaliar o impacto que essa nova maioria social poderá causar na igreja evangélica, mas lembra que pode ocorrer uma mudança no comportamento do cristão e também nas igrejas. "Os fieis passariam fazer a que todos estão fazendo, como aumentar o consumo de bens e serviços como TV, Móveis, Financiamento da casa própria, Geladeira, Lazer, Vestuário, Tratamento médico e muitos outros. Já a igreja podem ter um aumento maior na arrecadação do dízimo, em especial nas igrejas pentecostais da linha da prosperidade".

O aumento na arrecadação seria uma forma de agradecimento pelas bênçãos recebidas, mas infelizmente o aumento da renda não leva mais pessoas às igrejas e sim as crises, de acordo com Edgar.

MERCADO

Atentar-se com as exigências dos novos consumidores da classe C é um mandamento ao mercado, principalmente ao mercado cristão. Edgar sugere que o empresariado amplie o leque de produtos oferecidos, além dos Cds, Dvds, livros e bíblias. De acordo com Edgar é preciso tomar cuidado para não pensarmos que todos estão ricos. "Mesmo com o crédito no mercado, a dívida vai existir. Mas a classe está empregada e tem condições de pagar. O empresário pode abrir uma loja de roupas sem fazer referências direta ao evangelho, mas trabalhar com ética e princípios cristãos. Quer pessoa melhor que o evangélico para ter ética nos negócios?”.

Edgar Menezes prevê com otimismo um engrossamento da classe B para daqui um período médio de tempo. Será o fenômeno semelhante ao que acontece nesse momento com a classe C, uma guinada dos que hoje estão na camada social mais baixa para o topo da pirâmide. Resultado que fará do país mais forte economicamente e com menos desigualdade e miséria, mas não extinto desses males que rondam as classe D e E.

Fonte: Rádio Gospel Hits

Lançamento de foguete norte-coreano provoca tensão mundial

 

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) deve se reunir nesta sexta-feira, dia 13, para definir eventuais reações ao lançamento do satélite pelo governo da Coreia do Norte. Autoridades sul-coreanas e japonesas informaram que o foguete que levava o satélite ao espaço se desintegrou e caiu no mar. A Coreia do Norte confirmou que houve falhas no lançamento.
Para a comunidade internacional, a decisão de lançar um foguete com satélite, suspeito de fins militares e nucleares, contraria os princípios da ONU. Os Estados Unidos, em reação à decisão do governo norte-coreano, suspendeu o repasse de 240 mil toneladas de alimentos. A Coreia do Norte é um dos países mais fechados do mundo e vive sob regime socialista militar.
Em comunicado, a Casa Branca informou que, mesmo tendo ocorrido falhas, o lançamento do satélite é considerado um ato provocativo, que ameaça a segurança regional e viola leis internacionais. A cerimônia de lançamento fez parte das comemorações do centenário de nascimento do fundador da Coreia do Norte, Kim Il-Sung.
Para Estados Unidos, China, Japão, Canadá, Reino Unido, França, Itália e Alemanha, o foguete norte-coreano atuará como teste para o lançamento de mísseis de longo alcance. Segundo as autoridades estrangeiras, o satélite está disfarçado com fins pacíficos, mas as metas são militares e nucleares.
No Japão, as autoridades colocaram as Forças Armadas de prontidão, na região da Ilha de Ishigaki, pois o foguete estava voltado para essa direção. Os japoneses avisaram que estavam prontos para abater o foguete.
* Com informações da Agência Brasil

Ativistas gays querem impedir livros de Pr. Silas na Avon

 

Já esta passando do ridículo as atitudes dos ativistas gays em relação ao Pr. Silas Malafaia. Fica caracterizado pura perseguição ao enviarem e-mails para a Avon pedindo para que não venda, em seus catálogos, os seus livros, o acusando de homofobia, sendo que nenhum livro do Pr. Silas nos catálogos da Avon menciona absolutamente nada sobre homossexualidade.
Pr. Silas comenta:
O Dr. Mike Murdock diz que os amigos nos fazem bem, mas são os inimigos que nos promovem. O que seria de Davi se nao tivesse um Golias? O que seria de Daniel se não tivessem os príncipes invejosos? O que seria de Jesus se nao tivesse o grande inimigo chamado morte?
Esses ativistas gays estão dando um “tiro no pé”, estão me promovendo com uma tamanha grandeza que nunca pensei de ser tão citado e até defendido por jornalistas como, por exemplo, Reinaldo Azevedo. Eles só estão provando o que venho denunciando: o grupo mais intolerante da pós-modernidade.
Estão me dando elementos como nunca para que o PLC 122 seja definitivamente enterrado, pois se antes de ter leis que dão a eles privilégios, eles já se acham no direito de perseguir e intimidar aqueles que são contra seus ideais, imaginem se a lei for aprovada. Sinceramente, quero fazer um agradecimento aos ativistas gays: além de me promoverem, estão conseguindo fazer uma das coisas mais difíceis no nosso meio, nos unir em torno de um propósito.
Uma outra coisa fantástica que eles estão conseguindo é a repulsa da sociedade ao ver a perseguição que eles empreendem.
Como não podemos ficar calados – porque o povo de Deus é um povo de atitudes – peço a vocês para bombardearmos o site da Avon, dizendo que se houver alguma retaliação dessa empresa em relação a minha pessoa e livros evangélicos, que nós vamos deixar de adquirir seus produtos.
Nós, evangélicos, representamos pelo menos 30% das vendas de produtos Avon. Os gays, talvez, 2%. Eles são tão abusados que pensam que com ameaças vão nos calar. Querem cercear através do império do medo. É importantíssimo você enviar seu protesto para a Avon e conclamar outros a fazerem o mesmo.
CLIQUE AQUI e envie sua mensagem através do “FALE CONOSCO” da empresa.
 

Seita satânica anticapitalista comia vítimas a fim de combater explosão populacional

 

Julio Severo
A Polícia Civil de Pernambuco desvendou um caso impressionante de canibalismo satânico, onde os acusados Jorge Negromonte, 50 anos, Isabel Cristina, 51, e Bruna Cristina de Oliveira, 25, matavam, esquartejavam e enterravam o que sobrava de suas vítimas do sexo feminino. Os crimes rituais ocorreram em Garanhuns, em Pernambuco.
De acordo com o delegado Wesley Fernando, responsável pela investigação, durante o depoimento de Isabel Cristina, ela confessou que parte dos salgados — coxinhas, risoles, empadas, entre outros — que ela fazia para vender na cidade eram recheados com a carne das vítimas. “Depois que eles esquartejavam, a carne era congelada, desfiada e também utilizada para alimentar a família”.
Além disso, segundo Isabel, a parte preferida era o coração das vítimas. Mas nada sobrava. Eles também usavam o fígado e os músculos das pernas que eram fervidos e ingeridos, numa espécie de ritual macabro”, explicou o delegado. A polícia acredita que esse mesmo ritual foi feito também com outras vítimas.
Conforme o jornal Estado de S. Paulo, “A seita Cartel, seguida pelos suspeitos, é anticapitalista e contra o crescimento populacional, disseram eles à polícia. Por isso suas vítimas são mulheres”.
O controle populacional — que é uma ideologia socialista americana e europeia que promove aborto, contracepção e homossexualismo a fim de reduzir a população mundial — tem um rastro sangrento, mas esta é a primeira vez que vejo, de forma descarada, satanismo com socialismo usando canibalismo para reduzir o número de pessoas no mundo.
O canibalismo era uma prática comum no passado indígena do Nordeste, antes da colonização portuguesa.
O que é comum hoje é o controle populacional, ideologia que vem inspirando o aumento do aborto, da eutanásia e do homossexualismo. Só faltava agora o canibalismo.
O que é que não fazem no nome do combate à chamada explosão populacional!
Com informação de várias fontes.

Apóstolo Estevam entrevista o cantor Thalles Roberto



Depois do grande sucesso do “Inesquecível”, a igreja Renascer realizará mais um grande evento: o lançamento do DVD “Uma História Escrita Pelo Dedo De Deus”, do recém-ungido pastor, Thalles Roberto, que será realizado no dia 27 de abril, no Renascer Hall.
Na semana passado, o cantor fez uma participação especial no programa “Renascer em Revista”, que é transmitido simultaneamente de segunda a sexta, a partir das 11h, por meio da Rede Gospel de Televisão e através da Rádio Gospel FM.
Durante o bate-papo, com seu grande amigo, Apóstolo Estevam, Thalles falou sobre sua carreira internacional, projetos e experiências pessoais. Confira alguns trechos da entrevista:
Apóstolo Estevam: Thalles, você tem viajado por todo o país. Como está sendo essa experiência?
Thalles Roberto: Olha, Apóstolo é demais! Eu fui para Aracajú semana passada e no show havia mais de 55 mil pessoas cantando e adorando a Deus. Eu senti aquele peso da responsabilidade de levara a Palavra de Deus para aquele povo. Fico impressionado em ver como Deus tem me levantado. Estou muito feliz. O meu propósito inicial era pregar a Palavra, levar libertação e cura. O tempo passou e eu percebi que eu continuo com a mesma essência, isso me deixa feliz. Continuo buscando a Deus da mesma forma, com a mesma sede.
Apóstolo Estevam: Você nasceu em Passos, no interior de Minas Gerais, tem quatro irmãos, é o caçula e começou a cantar com apenas 5 anos de idade. Como começou este interesse? Quem te inspirou?
Thalles Roberto: Na minha casa, tudo girava em torno de louvores. Eu cresci ouvindo música cristã. Quem quisesse se dar bem na família, tinha que cantar. Na minha família, a gente tinha uma prática que eu achava muito legal. Sempre que aparecia algum hit, nós determinávamos alguém para cantar. Esta pessoa tinha que ficar atenta para cantá-la o mais perfeitamente possível e tinha que se apresentar na frente de todos... Era demais... Meu pai também foi uma grande inspiração para mim, ele era maestro do coral e eu o acompanhava sempre!
Apóstolo Estevam: Você lembra a primeira música que você cantou na vida?
Thalles Roberto: Lembro! Era a música “Não Tardará”! Eu, inclusive, mesmo com a voz fininha cantava o trecho “Eu quero me preparar, pois logo, vamos subir...” (risos). Boas lembranças!
Apóstolo Estevam: Você gravou “Uma História Escrita Pelo Dedo De Deus” no Chevrolet Hall, em Belo Horizonte. Eu fiz questão de assistir. Foi fantástico, foi uma noite muito especial. Mas lançar um DVD duplo foi um desafio, não é mesmo? Requer muita coragem!
Thalles Roberto: Sabe, nunca contei isso para ninguém, mas naquela noite, eu tive algumas dificuldades. Durante a gravação, eu tive que deixar o retorno super baixo para não vazar o som na gravação, porque nada foi refeito; o DVD foi ao vivo mesmo, não fizemos nenhum tipo de alteração no estúdio. Foi um desafio, porque eu sempre gostei de deixar o som bem alto, para eu ter mais liberdade no palco. Naquela noite, Apóstolo, eu sai com mais de três horas de show gravadas, mas tinha que compactar tudo em 50 minutos para caber no DVD!
Apóstolo Estevam: Nossa! Como você fez?
Thalles Roberto: Foi outro grande desafio! Levei o material pra casa, para fazer os cortes. Comecei cortando algumas ministrações. Depois que eu vi o que eu havia cortado, pensei: “Vai perder totalmente a essência daquilo que Deus queria falar”. Conversei com a gravadora e um dos responsáveis disse que lançar um DVD duplo era um “tiro no pé”, porque o DVD em si já não vende muito. Lançar um DVD duplo dobra os gastos, é anticomercial. Quando recebi aquele noticia, fui angustiado para o hotel, mas de repente, no meio do caminho eu li em algum lugar a seguinte frase: “Pode o homem mudar o que Deus avalizou?”. Na hora, eu liguei para a gravadora e solicitei que o DVD fosse duplo e comprei a briga! Foi demais, porque a gravadora lançou 50 mil cópias e elas simplesmente sumiram das lojas! Alias, algumas cidades nem receberam, estão ainda esperando o lançamento. Já estamos quase atingindo a marca dos 100 mil. A versão em DVD, por incrível que pareça, vendeu mais do que a versão em CD.
Carreira internacional!
Apóstolo Estevam: Thalles, vamos falar sobre sua apresentação nos EUA, que loucura! Foi um grande testemunho!
Thalles Roberto: Foi mesmo! Eu recebi o convite da Full Sail, a maior universidade de entretenimento do mundo. A Seven, que é considerada a maior curso de computação gráfica do Brasil e é também uma das minhas patrocinadoras entrou em contato com o dono da Full Sail e mandou meu trabalho para ele avaliar. Ele adorou e decidiu investir na minha carreira internacional.
Apóstolo Estevam: E você já gravou o CD?
Thalles Roberto: Eu gravei a metade do CD, com algumas músicas em inglês; gravei um DVD com algumas canções em versão acústica, com a plateia composta somente por norte-americanos. Meu produtor foi o Sebastian Chris, conhecido mundialmente por ter produzido artistas famosos como a Shakira, Black Eyed Peas e Talia. O baixista que participou do projeto era produtor da Byoncé e o baterista faz parte da equipe do Ricky Martin. Gravamos no melhor estúdio do mundo. Apóstolo, para o senhor ter uma noção, a universidade é tão monstruosa que ela abriga os estúdios da ESPN internacional. Posso dizer que Deus me colocou entre os grandes da terra. O dono da Full Sail, John Phelps, disse para mim: “Deus disse para eu te patrocinar, colocar sua voz para o mundo ouvir! Este agora é meu ministério! Eu tenho o acesso e você tem o dom!”. A ideia é realizarmos grandes eventos. Posso dizer que tudo foi muito além dos meus sonhos...
Apóstolo Estevam: Deus pode nos abençoar com aquilo que o dinheiro não compra. Se você tivesse milhões e quisesse comprar este trabalho, você não conseguiria, mas aquele homem caiu na sua graça!
Thalles Roberto: É verdade! O dono da faculdade não precisa de dinheiro, ele deixou isso bem claro, o objetivo dele é outro. Eu percebi isso assim que pisei na casa dele. É tão grande e chique, que eu até fiquei sei graça (risos)...O produtor da Byoncé disse, inclusive, que não aceita mais cachê para fazer nenhum trabalho. É um hobby mesmo. Ele só grava o que ele quer e cobra o quanto ele quer. Não sei como, mas o cara me adorou. Toda hora ele falava: “I love uou Thalles!” (risos). O mais impressionante é que ele chorava toda vez que eu cantava a música “Na Casa do Pai”. Deus me deu uma graça, porque eu também pude cantar músicas em português. No final das gravações, todos pediam para que eu orasse por eles. Foi tremendo!
Ficou curioso? Confira a versão da música “Na Casa do Pai”, em inglês
Bíblia Apostólica!
Um dos momentos mais marcantes do programa foi quando Thalles recebeu a "Bíblia Apostólica" das mãos do Apóstolo Estevam “Eu não constumo valorizar coisas materiais! Graças a Deus, valorizo tudo o que o Espírito Santo planta no meu coração e Deus te plantou no meu. Te considero um filho mesmo! Esta Bíblia é sua”, declarou o apresentador.
Após o longo abraço entre os dois, Thalles emocionado, agradeceu dizendo: “Eu nem sei o que dizer... olha, hoje, eu vou entrar na historia de Abraão. Quero ver todas as suas anotações nesta Bíblia! Obrigado!”
Projeto “Inesquecível”
Apóstolo Estevam: Uma das minhas maiores alegrias durante a produção do “Inesquecível” foi a sua participação. Foi emocionante!
Thalles Roberto: Vou fazer uma revelação! Eu não consigo ouvir qualquer coisa. Eu ganho muitos CDs, mas alguns eu só ouço uma vez! Para eu ouvir sempre, é por que realmente sinto que aquilo é verdadeiro. É o que ocorreu com o “Inesquecível”. Eu sei quase todas as músicas. Sinceramente, faz uns cinco anos que eu não ouço nada! Quero me filtrar, mas o "Inesquecivel" foi uma execessao, aquele CD está carregado de verdades e de sucessos. Letras maravilhosas, experiências que eu consigo compreender pelas letras. Alias, o nome não podia ser outro... Vai ecoar até a eternidade.
Thalles fala sobre a música “A Espera”
No CD/DVD “Uma História Escrita Pelo Dedo De Deus”, Thalles Roberto gravou a música “A Espera”, de autoria do Apóstolo Estevam, confira, com exclusividade, o depoimento do cantor referente à canção:
“Essa música não me marcou somente pela letra, mas pela profundidade e sentimento que ela transmite. Quando eu recebi a notícia de que minha mãe havia falecido, eu estava tocando esta canção. Mesmo depois da sentença, eu continuei cantando. Foi um sacrifício de louvor. Eu estava arrasado por dentro, mas eu entreguei aquele tempo como uma oferta! Aquele trecho que diz: “Ao terceiro dia, a minha espera termina e do túmulo meu Deus vai me tirar” foi preparado para mim. Eu estava dentro de um túmulo, naquele momento, eu estava morto por dentro, porque foi uma das maiores perdas que tive na vida! Mas aquela canção foi um balsamo!”.
Ouça a música “A Espera” e entenda por que Thalles se emocionou

Durante o programa, Thalles interagiu com o público e respondeu as perguntas dos ouvintes e telespectadores, confira algumas:
Via telefone - Mariane (Rio de Janeiro/RJ): Eu sinto muita emoção em suas músicas! Eu queria saber se as canções são fruto de testemunhos pessoais?
Thalles Roberto: Só sei cantar o que eu vivo. Se eu estiver cantando uma musica e não estiver chorando por dentro, parece que a flecha não vai chegar ao destino certo. Eu decidi desde o começo do ministério que eu seria um cantor de experiências com Deus. O dia que eu parar de gravar CDs é sinal de que eu parei de ter experiências com Deus, porque eu não tenho coragem de cantar algo que não seja verdadeiro. Quando eu era do mundo, eu era doidão e cantava loucuras. Agora que eu sou apostólico, canto aquilo que eu vivo com Deus, sempre cheio do Espírito Santo.
Via Skype - Raysson (Salvador/BA): O que te fez voltar para os caminhos do Senhor?
Thalles Roberto: Eu nasci e fui criado na igreja, mas eu me desviei, fui parar no Jota Quest e tive a oportunidade de cantar com grandes nomes da música brasileira e do mundo. Mas quem tem uma experiência com Jesus, conheceu Jesus e já viveu Jesus, não consegue viver como se Ele não existisse. Dentro de mim, apesar de todas as loucuras que vivi, existia uma parte do meu coração que era cheia de angústias. Estas angústias se tornaram maior do que o meu prazer de viver fora da presença de Deus. Eu não aguentava mais sorrir, respirar ou ter prazeres. Por exemplo, um dia, eu saí de uma concessionária com o carro dos meus sonhos, mas aquilo não me completou e não me alegrou! Para compensar a frustração que eu sentia, comecei a me afundar mais ainda no pecado, para ver se e eu conseguia recuperar a alegria de viver... Mas não consegui... Resumindo, o que me fez voltar foi a angústia que eu sentia.
Via telefone - Evanildo (João Pessoa/ Paraíba): Recentemente, você foi para Israel com a Caravana Apostólica, como foi a viagem?
Thalles Roberto:A viagem para Israel foi incrível. Eu e minha esposa fomos batizadas no Rio Jordão, foi uma experiência fortíssima. Eu orei muito em línguas. Naquele momento, eu virei um homem apostólico... Para você ter uma noção, minha esposa adora viajar e nós havíamos combinado uma viagem com um casal de amigos para o mês de outubro. Assim que descobrimos que a Caravana Apostólica seria realizada no mesmo período, decidimos cancelar, porque a viagem de Israel é imperdível, eu tive tantas experiências com Deus alí. Se eu não passar no tanque de Sião, como o Apóstolo fez, vou ficar maluco! A maneira como o Apóstolo saiu daquele lugar, me deu vontade de ir junto! Era uma expressão maravilhosa! Única. Desta vez, eu vou entrar junto com ele!
Serviço
Evento: Lançamento do CD/DVD “Uma História Escrita Pelo Dedo De Deus”
Data: 27 de abril
Local: Renascer Hall
Endereço: Rua Dr. Almeida Lima, 1290 – Mooca (São Paulo/SP)
Valor: R$ 20,00 (antecipado) - R$ 30,00 (no dia do evento)
Mais informações: 4003-0512
Raquel Tenuta – Redação iGospel

Conheça um pouco da história da Harpa Cristã



Conheça um pouco da história da Harpa Cristã Este ano, o hinário oficial da AD, a Harpa Cristã, completa 90 anos. Conversamos com o pastor Isael de Araújo, autor do Dicionário do Movimento Pentecostal, publicado pela CPAD, sobre esses louvores que marcaram épocas.
Pastor Isael fala que passou a pesquisar a Harpa quando, começou a estudar a história da denominação, há mais de 20 anos. Em 2004, elaborou um histórico detalhado do hinário para redigir os verbetes da Harpa Cristã e as músicas que contam no livro.

O autor explica a importância do hinário para a Assembleia de Deus. “Além de servir como um instrumento de conservação e garantia de que os seus belos hinos tenham sido cantados a cada nova geração de assembleianos, tem a nobre função de assegurar, difundir e unificar a doutrina bíblica pentecostal esposada pelas ADs e que consta nas letras de seus hinos”.

Isael Araújo conta algumas curiosidades. “Há muitas histórias curiosas e marcantes por trás da tradução ou composição dos hinos que estão na Harpa. Infelizmente, muitas não foram registradas em periódicos ou livros. Mas, consta na história que o hino 515 sob o título ‘Se Cristo comigo vai’, traduzido pela missionária Frida Vingren do hinário sueco, foi o meio pelo qual seu esposo, missionário Gunnar Vingren, então pastor da igreja de Belém do Pará, recebeu a mensagem de Deus para aceitar a mudança para o Rio de Janeiro em 1924 e dar início às ADs nas partes sudeste e sul do Brasil”.

Você sabia como surgiu a Harpa? No início da igreja no Brasil, os irmãos das Assembleias de Deus caHantavam louvores do hinário Salmos e Hinos, que também era usado por diversas igrejas brasileiras. Mas havia necessidade de hinos que enfocassem as verdades pentecostais e refletissem o fervor da denominação. Começou, então, a surgir compositores e tradutores pentecostais. Além disso, os missionários Gunnar Vingren, Frida Vingren, Samuel Nyström, Joel Carlson, Eufrosyne Kastberg, entre outros, iniciaram as traduções de hinos suecos e americanos pentecostais.

Antes de ser publicada a primeira edição da Harpa, existiram alguns outros hinários considerados precursores, como o Caderno de Hinos de Gunnar Vingren e o Cantor Pentecostal. A atual Harpa Cristã, com 640 hinos, surgiu em 1996. Foram mantidos os antigos 524 hinos na sequência numérica tradicional, e acrescentados os 116 novos, incluindo os pátrios.
Por Roberta Marassi
Redação CPAD News

Tribunal Egípcio condena jovem cristão por “Insultar o Islã”

Em uma clara demonstração de parcialidade para com os muçulmanos que não são processados por crimes contra o cristianismo, tribunal egípcio condenou um adolescente cristão copta a três anos de prisão por supostamente insultar o Islam.

Gamal Abdou Massoud, 17, nega as acusações. O tribunal alegou que ele postou desenhos animados na sua conta do Facebook em dezembro, zombando da religião islâmica e de seu profeta, Maomé. O tribunal também afirmou que ele distribuiu os desenhos para outros estudantes.

Após o incidente vir à tona, os muçulmanos de Assuit, onde mora Massoud, se revoltaram. Eles incendiaram sua casa e pelo menos outras cinco propriedades de cristãos em várias aldeias de Assuit. Massoud e sua família abandonaram a aldeia em que viviam. Não foi confirmado se eles foram expulsos da aldeia, se sairam por medo, ou porque não tinham mais uma casa.

A sentença foi considerada significativa, não só porque viola as cláusulas de livre expressão da Declaração Universal de Direitos Humanos da ONU, da qual o Egito é signatário, mas também mostra uma outra realidade na qual a justiça é executada de forma desigual e parcial entre muçulmanos e cristãos no Egito. A condenação mostra também que os direitos da minoria cristã no Egito são respeitados somente quando os interesses islâmicos não estão envolvidos.

Quando muçulmanos publicam imagens que violam as leis egípcias de insulto ao cristianismo, muitas vezes o cumprimento dessas leis é ignorado, disse um cristão copta. Mas quando os cristãos são acusados de violar as mesmas leis em relação ao Islã, afirma ele, são punidos com todo o rigor da lei.

O Tribunal também considerou Massoud culpado por incitar tumultos. Nenhum dos responsávis por queimar as casas foi punido.

Samia Sidhom, editora chefe do jornal Watani no Cairo, disse que a condenação foi um exemplo claro de parcialidade. Quando os advogados coptas levam casos ao tribunal, de discursos inflamados transmitidos publicamente por líderes islâmicos ou do governo contra o cristianismo, a Bíblia ou os cristãos, as acusações "são simplesmente ignoradas", há casos que se arrastam por anos sem nenhum resultado.

"Eles nunca obtém quaisquer tipos de sentença", disse Sidhom.

A sentença de três anos de prisão foi a pena máxima que Massoud poderia ter recebido.

Sidhom também pede atenção sobre a veracidade das acusações. Ela disse que seus repórteres não encontraram evidências de que Massoud tinha sequer uma página no Facebook, afirmando que ele é "quase um leigo em computador."

Este é o terceiro caso de grande repercussão de "insulto ao islã" levado a julgamento contra cristãos coptas no Egito, no periodo de um mês. Recentemente, um tribunal do Cairo recusou-se a investigar uma acusação contra Naguib Sawaris, um copta e magnata das telecomunicações, que foi acusado de insultar o islã ao colocar um desenho da Minnie Mouse com um véu em seu Facebook, uma satíra sobre como ficaria o Egito se os islamitas assumirem o poder político no país.

Logo depois, um grupo de advogados muçulmanos vetaram um pedido de um cristão copta chamado, Makram Diab, a um tribunal para a redução da pena de seis anos de prisão imposta contra ele por ter insultado o Islã. Um muçulmano Salafista apresentou queixa contra ele após uma discussão. Os Salafistas* afirmam praticar o Islã das três primeiras gerações depois de Maomé, isto é, um Islã puro e livre da infleuência de outras culturas não islâmicas.

Condenado seis dias depois que as autoridades o prenderam, Diab não obteve permissão de ter um advogado de defesa presente em sua audiência.

*O salafismo (do árabe سلفي, salafī, "predecessores" ou "primeiras gerações") é um movimento reformista islâmico que surgiu no Egito, no final do século XIX dentro do que podemos referir como período de renascimento cultural árabe. Seu intuito é trazer à sociedade atual as práticas e princípios do Islã desde seus tempos mais antigos.

Adquira o DVD Atrás do Sol e conheça a realidade dos cristãos no mundo muçulmano.

Fonte: Missão Portas Abertas

Psicóloga cristã afirma que decisão do STF sobre aborto pode “implantar a cultura da morte no Brasil”. Leia na íntegra


Psicóloga cristã afirma que decisão do STF sobre aborto pode “implantar a cultura da morte no Brasil”. Leia na íntegraA Frente Parlamentar Evangélica divulgou uma mensagem da psicóloga Rozangela Alves Justino enviada ao Supremo Tribunal Federal, pedindo a revisão da decisão tomada ontem, 12/04, de descriminalizar o aborto de fetos anencéfalos.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
A psicóloga menciona a opinião pública para argumentar contra a decisão e menciona o sofrimento psicológico pelo qual passam as gestantes que se submetem ao aborto: “Mais de 80% das mulheres não são favoráveis ao aborto em qualquer situação… As mulheres que fizeram aborto sofrem devido a um conjunto de sinais e sintomas próprios do estresse pós-traumático, e não é diferente quando o assassinato foi do filho portador de deficiência”.
Em sua mensagem, Rozangela expressa preocupação com o precedente que pode levar o país a legalizar outras práticas semelhantes, que hoje não são permitidas por lei.
A psicóloga afirma que os ministros do STF deveriam “ouvir os cientistas e brasileiros que trabalham em defesa da vida e família brasileira e não somente os que recebem os financiamentos de organizações mundiais para implantar a cultura da morte no Brasil”.
Confira abaixo a íntegra da mensagem aberta da psicóloga Rozangela Alves Justino:
Mais uma vez, solicitamos a Vossa Excelência que, em respeito à ordem constitucional que protege a vida humana e, em especial, a da criança e a do deficiente, rejeitem o pedido formulado na ADPF 54 que pretende declarar lícito o aborto de bebês acometidos de anencefalia. Os que já se posicionaram a favor, que se reposicionem pelos motivos expostos, abaixo.
Nós que nos julgamos possuir cérebros perfeitos, não podemos nos colocar no lugar de DEUS e definirmos a hora que um ser humano deve ou não morrer. O aborto de anencéfalos não é terapeutico, pelo contrário. “Interrupção terapeutica, aborto terapeutico, antecipação do parto,…” são palavras que não minimizam o perverso ato de matar um ser vivo no útero de sua mãe.
Mais de 80% das mulheres não são favoráveis ao aborto em qualquer situação, e não nos sentimos representadas pelo parecer dos Exmos. Srs. Juízes favoráveis ao assassinato de seres inocentes no ventre da mãe. As mulheres que fizeram aborto sofrem devido a um conjunto de sinais e sintomas próprios do estresse pós-traumático, e não é diferente quando o assassinato foi do filho portador de deficiência. O sofrimento é menor quando a morte ocorre de forma natural. Ao referendar o assassinato de seres inocentes no ventre de suas mães, os Exmos. Senhores não estarão protegendo as mulheres, mas contribuindo para intensificar os sinais e sintomas do trauma em que se encontram.
A ciência nas áreas biológica, médica, psicológica, outras, incluindo na área do direito, como uma das Exmas. juízas pontuou, áreas diferentes e com as suas definições próprias no que se refere a vida e outros vocabulários, podem a qualquer momento declarar que alguns seres que parecem ter cérebros saudáveis não o tem mais em algum momento da história, e baseando-se nisso, os Senhores poderão legalizar a eutanásia, já que nem os inocentes dentro do útero materno são poupados. Como ficaríamos nós, os que nos julgamos seres saudáveis do ponto de vista da formação cerebral? A qualquer momento poderíamos ser tratados como insanos, se for politicamente correto, se houver interesse político e econômico para a declaração deste estado.
Também é preciso refletir a partir do posicionamento excelente do último Juiz que se pronunciou óntem, dizendo que os Exmos Senhores juízes não podem ocupar o lugar do legislador, portanto, há um impedimento para que este julgamento prossiga, portanto, os Senhores precisam se reposicionar.
Ressalto o fato de nenhum dos Senhores terem mencionado as organizações mundiais que financiam mestres e doutores em universidades, como também as organizações públicas, cujos interesses políticos e econômicos sugerem a imposição do aborto, homossexualismo, eutanásia, infanticídio, hospitais mal equipados, médicos e professores mal remunerados, etc, como políticas para o controle de população. Para isso, a sugestão é que os Exmos Senhores Juízes realizem um julgamento para implantar a CPI do ABORTO e ouvir os cientistas e brasileiros que trabalham em defesa da vida e família brasileira e não somente os que recebem os financiamentos de organizações mundiais para implantar a cultura da morte no Brasil.
Enquanto missionária evangélica deixo uma mensagem para os Senhores meditarem, contida na Palavra do Deus criador dos céus e da terra e tudo o que há; Deus e Senhor da vida e da morte e que não nos autorizou a matar. Ele sabe o dia e a hora que nos recolherá para a vida eterna, com Ele ou longe dele. Ele nos deixou a incumbência de cuidarmos da nossa integridade física e a do nosso próximo. Por esta razão, com muito respeito e consideração aos Exmos Senhores Juízes, e por entender que ao sugerir a reflexão na passagem bíbica abaixo também estou contribuindo para cuidar da integridade física, psiquica e espiritual dos Senhores, sugiro que meditem na passagem bíblica, profeta JEREMIAS, capítulo 22, mais especificamente nos versículos 3 e 5, abaixo, transcritos.
Sintetizando e traduzindo para a linguagem atual e contextualizada o chamamento:
OUVE A PALAVRA DO SENHOR, Exmos Senhores Ministros do Supremo Tribunal Federal:
Jeremias 22.3: Assim diz o Senhor: Exercei o juízo e a justiça e livrai o espoliado da mão do opressor; e não oprimais ao estrangeiro, nem ao órfão, nem à viúva; não façais violência, NEM DERRAMEIS SANGUE INOCENTE NESTE LUGAR… Jeremias 22.5: Mas, se não derdes ouvidos a estas palavras, por mim mesmo tenho jurado, diz o Senhor, que esta casa se tornará em assolação

G+

Diante da perseguição a cristãos no Oriente Médio, população cristã em Israel aumenta em 2.000%

Diante da perseguição a cristãos no Oriente Médio, população cristã em Israel aumenta em 2.000%
A “Primavera Árabe”, movimento político e religioso que está levando países muçulmanos a serem governados por grupos islâmicos ultrarradicais, está criando uma grande preocupação na comunidade cristã internacional pelos cristãos que vivem no Oriente Médio.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Essa preocupação tem sido destaque em discursos de lideranças cristãs e em diversos meios de comunicação internacionais. Em sua mensagem de Páscoa, o papa Bento XVI pediu, segundo a Folha.com, pelo fim dos confrontos na Síria. Ele falou também de sua preocupação pelos cristãos, do mundo inteiro, que sofrem pela sua fé e são perseguidos.
A edição pascal da revista britânica “The Spectator” também tratou do assunto e afirmou que, para os cristãos que vivem na região, “a primavera virou inverno e a sobrevivência deixou de ser uma certeza”. De acordo com a publicação, nos inícios do século 20 os cristãos árabes representavam 20% da população total, e hoje são apenas 5%.
No Iraque, o número de cristãos diminuiu de 1,4 milhões de pessoas para apenas 400 mil, nos últimos 10 anos. Essa redução foi causada por diversos fatores, como a destruição de igrejas; a morte de fiéis; e a fuga do país, que representa entre 800 a 900 mil cristãos abandonando o Iraque.
Na Síria, país que vive uma guerra civil, mais de 50 mil cristãos foram expulsos, apenas da cidade de Homs, nos últimos meses de confrontos. No Egito 200 mil cristãos deixaram as suas casas em Alexandria, Luxor ou no Cairo, apenas no ano de 2010.
Apenas um país na região vivenciou o crescimento da população cristã. Com um aumento de 2.000% de cristãos nas últimas seis décadas, Israel tem servido de abrigo para a comunidade cristã.
De acordo com o escritor português João Pereira Coutinho, Israel é um estado racista e intolerante, mas que, paradoxalmente, “na hora do aperto, é a escolha nº 1 das vítimas do racismo e da intolerância”.

GRITOS DE ALERTA.
INF. G+

Em entrevista, Jeremy Camp fala sobre seu ministério e seu testemunho de vida


Jeremy Camp é um dos cantores gospel mais conhecidos mundialmente. Com 13 anos de carreira, já participou de importantes projetos mundiais da música gospel internacional, com a Hillsong Music (“Mighty to Save”) e com a turnê de Matt Redman (“You Never Let Go”).

Conhecido pelas canções: “My Desire”, “All The Time”, “Walk by Faith”, “Still Believe”, Restored”, “Beyond Measure”, “Slow Down Time”, “I Know Who I Am”, “My Fortress” “Giving You Control”, “Surrender” e muitas outras, Jeremy Camp volta ao Brasil para sua segunda turnê de show.

Promovendo o seu sexto álbum, We Cry Out: The Worship Project, o cantor recebeu ontem com uma simpatia contagiante toda a imprensa para um bate-papo sobre seu ministério e seu testemunho.

Ao portal Guiame Camp afirmou que está feliz por voltar ao Brasil. “Foi muito legal poder voltar ao Brasil um ano depois do meu primeiro show e estou bem feliz por isso. Eu tenho um coração que palpita pelo Brasil, quero ver o poder de Deus se manifestando nesse país” diz ele.

Confira alguns trechos da entrevista:

Participação na trilha sonora do filme Crônicas de Nárnia
“Foi encorajador fazer parte da trilha sonora do filme Crônicas de Nárnia. A morte da minha esposa com câncer 11 anos atrás me fez conhecer mais a Deus e quem realmente Ele é. A bíblia diz que quando o ouro passa pelo fogo ele é refinado, e foi isso que aconteceu comigo. Muito das minhas músicas vem dessa profundidade e fazer e quando escrevi a canção que entrou na trilha sonora do filme me sentia conectado diretamente com ele”.

Quando escolheu ser cantor
“Eu sempre pratiquei esportes, joguei futebol americano e era isso que eu queria fazer, mas Deus mudou meu coração e de acordo com coisas que me aproximavam mais Dele me levou para perto da música. Um dia depois de aprender a tocar alguns acordes de violão com meu pai escrevi minha primeira canção, em seguida, fui para um seminário bíblico onde aprendi mais e Deus abriu as portas e escancarou as oportunidades”.

Livro e roteiro de cinema
“Eu acabei de escrever um livro que se chama “Eu ainda acredito”. Na verdade é meu testemunho porque escrevi sobre minha história com minha esposa com câncer e a fidelidade de Deus durante todo esse processo. Esse livro já foi lançado algum tempo atrás mas vamos relançar com uma versão em português porque muita gente tem pedido. Além disso, estamos trabalhando em cima de um filme baseado na obra”.

A banda e os ensaios
“O pessoal da banda é dividido em apenas duas igrejas e como tocamos sempre as mesmas musicas nem sempre ensaiamos. Quando surge projetos novos nos dedicamos aos ensaios e depois das férias ensaiamos muito também”.

Processo de Composição
“Geralmente componho minhas canções quando sou inspirado pela palavra de Deus, por uma mensagem durante o culto ou quando Deus coloca algo em meu coração. Isso acontece em qualquer hora do dia. Faço a melodia e depois coloco a letra que Deus colocou na minha mente, no meu coração”.

Profissionalismo e ministério
“Eu estou ministrando tem 10 anos e uma coisa que aprendi é que se Deus te deu um dom e talento use-o para honra Dele. Faça tudo que puder dando sempre o melhor para Ele. Como banda nunca tocamos de qualquer jeito, tudo o que fazemos é para Deus então vamos dar o que temos de melhor. Precisa existir um equilíbrio entre o profissionalismo e o ministério. Você tem saber usar com sabedoria e ir balanceado e pesando as coisas, mas nunca esqueça que primeiro vem sem meu ministério, isso significa amar a Jesus em primeiro lugar e fazer o que Ele mandou você fazer mesmo que isso signifique tocar sem estrutura alguma e no meio do nada”.


VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. GUIA ME