quinta-feira, 12 de março de 2015

ATENÇÃO - SEGUNDA FEIRA , DIA 16/03/2015 - VOCÊ VAI ESTAR CONOSCO FAZENDO PARTE DO MINISTÉRIO GERAÇÃO GRAÇA E PAZ ON LINE - ESTARÁ NO AR EM www.igrejageracaogracaepazonline.com -

Amados .


Graça e paz.

É com alegria que venho lhe contar mais uma benção.
Dia 16/03 estaremos iniciando  a IGREJA MINISTÉRIO GERAÇÃO GRAÇA E PAZ ON LINE.

Você é nosso convidado , você de todos os lugares que nos acompanha atravéz do gritos de alerta e  de nossas mídias sociais .

TODOS OS DIAS UMA PALAVRA DE DEUS PARA SUA VIDA.

TODO PRIMEIRO DOMINGO DE CADA MES A CEIA DO SENHOR EM SUA CASA.

LOUVOR - PALAVRA DE DEUS - ORAÇÃO .

EMAIL PARA ACONSELHAMENTO .

FONE PARA ACONSELHAMENTO.

EMAIL PARA PEDIDOS DE ORAÇÃO.

Em fim , você de todos lugares do mundo , vai poder fazer parte da IGREJA  GERAÇÃO GRAÇA E PAZ ON LINE .

ONDE VOCÊ ESTIVER RECEBERA AS BENÇÃOS DE DEUS SOBRE SUA VIDA .


( ALGUNS PAISES ONDE TEMOS LEITORES E SEGUIDORES )
Brasil

 
Estados Unidos

 
Alemanha

 
Rússia

 
Índia

 
China

 
Holanda

 
Portugal

 
Indonésia

 
Angola

 
QUE DEUS ABENÇOE RICAMENTE SUAS VIDAS E FAMÍLIAS .

AGUARDO VOCÊS.

obs. mande seu email informando que estará com a  gente fazendo parte do MINISTÉRIO GERAÇÃO GRAÇA E PAZ ON LINE .

ubpes@yahoo.com.br 

Ap.  Roberto Torrecilhas.
 

Igreja Presbiteriana dos EUA pode aprovar o casamento gay ainda em 2015

Conhecida como a maior denominação presbiteriana dos EUA, a PCUSA está a apenas 7 votos de incluir o casamento gay entre suas definições de matrimônio.

A maior denominação Presbiteriana nos Estados Unidos (PCUSA) está a apenas sete votos de ter os órgãos regionais suficientes para favorecer sua redefinição oficial de casamento e incluir as uniões entre homossexuais.

Na Assembléia Geral do ano passado, a Igreja Presbiteriana havia aprovado uma emenda, mudando seu Livro de Ordem para definição sobre casamento, passando de ser entre "um homem e uma mulher" para "duas pessoas, tradicionalmente, um homem e uma mulher".

Conhecida como "Alteração 14-F", a possível mudança para o Livro de Ordem é está caminhando para sua aprovação, com 79 organismos regionais, ou presbitérios, a favor e 37 se opondo.

Estas 79 entidades regionais incluem o Presbitério de East Tennessee, que aprovou por pouco a emenda no último sábado (7), em uma votação de 61-56.

Em reunião realizada em Chattanooga, delegados falaram a favor e contra a alteração 14-F. De acordo com a mídia local, um defensor da proposta foi o ministro da Universidade do Tennessee, Kally Elliott.

"Nós temos um monte de estudantes que entram em nosso ministério com a sua história de ser um dos 'motivos de dor e vergonha' na igreja", disse Elliott.

"Nosso objetivo é compartilhar com eles o amor de Jesus Cristo, e para que eles saibam que eles são totalmente amados, plenamente acolhidos não importa como eles sejam ou quem eles sejam".

Em junho passado, a Assembléia Geral PCUSA realizada em Detroit (Michigan) votou a favor de uma recomendação de alteração da denominação do Livro de Ordem, relativo à definição de casamento.

"A alteração proposta para mudar a constituição e incluir os casamentos entre pessoas do mesmo sexo na constituição da igreja foi aprovada pela Assembléia Geral, mas deve ser ratificada por uma maioria de 172 presbitérios regionais da Igreja", explicou a PCUSA em um documento.

"Os Presbitérios têm um ano para votar a emenda da proposta. Se a maioria ratificar a alteração, esta entra em vigor no dia 21 de junho de 2015".

Durante a semana do "Valentine's Day" (celebrado como uma espécie de "Dia dos Namorados" nos EUA), diversos presbitérios votaram a Alteração 14-F, incluindo o Presbitério de North Alabama.

"Com uma votação de 28 a 24, representantes aprovaram uma alteração ao Livro de Ordem da Igreja Presbiteriana, uma parte da constituição da Igreja, para permitir, mas não exigir, que ministros presbiterianos realizem casamentos homossexuais nos estados onde isso é previsto por lei", relatou Kay Campbell, de um site de notícias do estado do Alabama.

"À medida que vários entre os presentes na reunião - ministros e líderes leigos - votaram, sempre tiveram a opção de se recusar a realizar casamentos de pessoas que, em sua opinião, não estavam aptos para o casamento".

Em uma entrevista anterior ao The Christian Post, a presidente do Comitê "Lay Presbyterian", um grupo teologicamente conservador, Carmen Fowler LaBerge chamou a passagem provável de Alteração 14-F de 'trágica, mas não surpreendente".

"A Igreja Presbiteriana (EUA), foi minando ativamente seus próprios fundamentos teológicos para as gerações. Esta votação é simplesmente o resultado de cem anos de desvio progressivo da Verdade", disse LaBerge.

Esta não é a primeira vez que PCUSA tem atraído manchetes em seu debate interno sobre a homossexualidade diante da Igreja.

Em 2010, a Assembléia Geral da PCUSA aprovou a 10ª Emenda, uma medida que permitiu que os presbitérios ordenassem ao pastorado, homossexuais celibatários.

Em resposta à aprovação da emenda, mais de 150 congregações votaram para desfiliar da denominação da linha principal.

"À medida que mais e mais presbiterianos nos bancos acordam para a realidade de que sua denominação abandonou a Bíblia em troca da acomodação de imoralidade sexual, muitos deles vão sair", disse LaBerge.

"Eles vão querer sair individualmente ou vão deixar a denominação corporativamente, como uma congregação. Mas nós estamos vendo presbitérios que inibem a decisão das congregações para sair, então muitos vão acordar tarde demais para fugir"

Fonte: Guia-me

"Eu só gritava o nome de Jesus e o carro parou", diz Damares sobre acidente de carro

Emocionada, Damares falou sobre o livramento dado por Deus e agradeceu pelo carinho do público durante estes dias de recuperação.

Na madrugada desta quarta-feira (10), Damares publicou um vídeo em sua página oficial do Facebook, falando sobre o acidente de carro que sofreu no último domingo.

Segundo informações da página oficial da cantora no Facebook, Damares e seu marido, Pr. Aldori voltava para casa (Curitiba) por uma BR, quando um homem surgiu à frente de seu carro.

"Foi um acidente muito grave! Nem era para a gente estar aqui, para eu estar aqui, falando com todos vocês. Mas Deus nos deu a vida de volta, nascemos de novo", disse a cantora no vídeo.

Emocionada, Damares lembrou que enquanto seu carro capotava, clamou pelo nome de Jesus.

"Me lembro que na hora do acidente, eu só gritava o nome Jesus e o carro parou. Jesus veio em milagre, veio com o socorro naquela hora. Eu só tenho agradecer a Deus pelo livramento", afirmou.

A cantora agradeceu pelo carinho de milhares de pessoas que lhe enviaram mensagens de apoio e, apesar de ainda sentir algumas dores pelos ferimentos leves do acidente, a cantora afirmou que já está ansiosa para voltar às atividades ministeriais.

"Deus tem nos dado alegria. Ainda sentimos algumas dores no corpo, devido a alguns hematomas, ferimentos leves, mas já fomos medicados. Obrigado, gente... pelo carinho! Não vejo a hora de voltar ao trabalho, fazer a obra de Jesus, cumprir o Ide dEle e de ganhar almas para o Senhor, pois foi para isso que ele me chamou. O meu maior prazer e louvar a Jesus e fazer a sua obra", destacou.

Fonte: Guia-me

A VERDADE É UMA SÓ - `Muçulmanos matam cristãos para imitar Maomé´

 
Franklin Graham: `Muçulmanos matam cristãos para imitar Maomé´
Franklin Graham disse que os muçulmanos colocam cristãos no alvo por uma única razão: imitar o seu líder, Maomé.
"Maomé era um homem de guerra e matou muitas pessoas", disse Graham em uma entrevista para um canal americano. "Jesus Cristo veio como um homem de paz. Como um seguidor de Cristo, eu quero seguir e imitar a Ele. Mas os seguidores do Islã estão imitando o profeta Maomé, e é isso que estamos vendo acontecer.”
Graham também alertou os cristãos para não serem enganados pelos ensinamentos do Islã. “Temos que ter muito cuidado e entender o que é o Islã.”
O pastor disse que uma das razões do aumento da perseguição cristã no Oriente Médio foi a morte do ex-líder iraquiano Saddam Hussein. "Quando o Iraque foi invadido pelos Estados Unidos – não estou dizendo que isso foi errado, só estou dizendo que foi um fato – não havia uma minoria cristã. Saddam Hussein deu muita liberdade aos cristãos. Mas quando esse governo caiu e um novo governo chegou ao poder, os islâmicos no país, a Al-Qaeda e outros, começaram a atacar e queimar igrejas. Nós vimos isso acontecer em todo o Iraque e agora está acontecendo na Síria."
"Costumava haver grandes comunidades cristãs e judaicas na Arábia Saudita", disse ele. "Mas ao longo dos séculos, eles foram exterminados pelos muçulmanos. Isso não é algo que acabou de acontecer com Estado Islâmico. Isso vem acontecendo há séculos e vem acontecendo no Egito. Quando esses homens egípcios [coptas cristãos] tiveram suas cabeças cortadas, não foi a primeira vez. Isso está acontecendo no Egito por um longo tempo."
Ao mesmo tempo, Graham deixou claro que ele ama os muçulmanos. "Eu não quero que os muçulmanos lá fora pensem que eu estou os atacando", disse ele. "Eu amo muçulmanos e quero que eles saibam que Deus os ama, que Jesus Cristo morreu pelos seus pecados, que Ele ressuscitou dos mortos, Ele pode entrar no coração e eles podem ter a esperança do céu e da vida eterna."

Polícia tailandesa prende 400 cristãos paquistaneses refugiados


Polícia tailandesa prende 400 cristãos paquistaneses refugiados
O Paquistão continua a ser uma das nações mais hostis do mundo para com os cristãos, apesar do fato de que há cerca de dois milhões de cristãos vivendo hoje no país. Muitos cristãos que enfrentam intensa perseguição fogem do Paquistão em busca de países mais seguros para praticar sua fé livremente.
A Tailândia tem sido um destino popular para os cristãos que são obrigados a fugir por causa da perseguição. Porém, uma recente repressão ordenada pelo governo tailandês tem tornado a vida desses refugiados cada vez mais difícil. Recentemente, autoridades tailandesas prenderam mais de 400 cristãos paquistaneses refugiados, incluindo crianças.
Pastores em Bangkok, capital da Tailândia, disseram ao CBN News que muitos cristãos fugiram Paquistão porque ou foram acusados de blasfêmia ou ameaçados por muçulmanos radicais.
Eles procuraram trabalho e estatuto de refugiado, e muitos afirmam ter entrevista marcada com as Nações Unidas para relatar o seu caso.
Alguns desses cristãos são convertidos do islamismo. Desde que chegaram à Tailândia, eles dependiam de igrejas e outros irmãos para se alimentarem e terem onde morar.
O governo tailandês afirmou que eles são imigrantes ilegais e devem ser deportados.
Os cristãos alegam que pensavam que a Tailândia iria fornecer um refúgio seguro para eles depois que eles escaparam da perseguição religiosa. Ore pela segurança desses irmãos.

UMA PALAVRA AMIGA COM O AP ROBERTO TORRECILHAS - I am broadcasting live at http://ustre.am/16bo3 come and check it out! bem vindo


“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...