sexta-feira, 5 de junho de 2015

ESCOLA MINISTERIAL 2015 - JÁ FEZ SUA INSCRIÇÃO ? CLIQUE EM CIMA DA IMAGEM .

 INCRIÇÃO

PARASHAT BEHAALOTECHÁ

O Templo Sagrado de Jerusalem
O Templo Sagrado de Jerusalem
Na Torá leremos, nesta semana, sobre a ordem Divina dada a Arão, o Sumo Sacerdote, de acender o candelabro de sete braços. O Templo Sagrado era fonte de esplendor e de iluminação para o mundo físico, e o Cohen Gadol era o responsável por inflamar fisicamente as chamas de glória que iluminariam o universo inteiro.
Interessante perceber como o ato de acender o fogo está presente em muitas de nossas festividades e rituais. Acendemos as velas de Shabat na sexta-feira à noite para o encerrarmos, na noite seguinte, acendendo as chamas para a Havdalá. Em Lag BaOmer nos reunimos em torno de fogueiras e antes de Pessach queimamos o chametz. Antes do brit-milá, acendemos uma vela, e ela também está presente no caminho para a chupá, na celebração do casamento judaico. A presença da luz e do fogo, com todo seu magnetismo, calor e beleza, influencia diretamente nossos sentimentos de bem-estar e de contentamento.
A Arão foi ordenado acender os pavios “até que o fogo arda por si mesmo”. A mensagem fica clara para quem conhece a dificuldade de queimar o carvão para assar um churrasco ou começar uma fogueira sem usar álcool ou gravetos. É preciso muita habilidade para administrar todos os aspectos envolvidos e são necessárias algumas tentativas até que a chama cresça e se espalhe. No entanto, uma vez bem aceso, o fogo novo é incomparavelmente mais poderoso e útil do que o insignificante palito de fósforo a partir do qual foi aceso.
Essa imagem ilustra a dificuldade de chegarmos até os outros para ajudar a acender seu fogo interno. Não é um movimento fácil e muitas vezes nos sentimos tímidos e incomodados pela interferência. Não estamos certos de que nosso esforço terá de fato alguma utilidade. Por isso nos retraímos e deixamos o mundo como está, cuidando de si mesmo. É justamente o que não podemos e não devemos fazer, pois o efeito de inspirar o próximo é exponencial. Basta ver o que acontece quando causamos o bem – as consequências são sempre poderosas.
No dia a dia, somos um pouco “Cohen” em nossas vidas, pois faz parte de nossa missão transmitir o esplendor de D’us que existe dentro de nós mesmos. E, com ele, iluminamos o nosso ambiente e também o nosso redor, trazendo claridade à vida de nossos familiares, amigos e conhecidos. Que possamos assumir nossa responsabilidade de iluminar e aquecer o mundo ao nosso redor, ajudando a romper o gelo que por vezes envolve a existência daqueles que nos cercam.
Shabat Shalom!
Rabino Eliyahu e Rivky Rosenfeld

ALERTA - Antissemitismo na Universidade Federal de Santa Maria (RS)

Um professor apresentou ao Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPF-RS), no último mês de maio (2105), uma denúncia de que a Universidade Federal de Santa Maria estaria contribuindo para a disseminação do antissemitismo em seu Campus.
A queixa apresentada por Luís Milman contra a Instituição de ensino cita um memorando que circulou dentro da Universidade, solicitando 'com urgência', informações sobre a quantidade de alunos e professores de nacionalidade israelense no Campus.
"Vimos solicitar a V.Sa. O envio urgente de informações sobre a presença ou perspectiva de discentes e/ou docentes israelenses nesse programa de pós-graduação, podendo ser informado por e-mail", diz o memorando.
Em um vídeo publicado no Youtube, o reitor da UFMS, Paulo Afonso Burmann confirmou a existência do memorando e declarou que a solicitação é assegurada pela Lei de Acesso à Informação (12527).
"Qualquer cidadão tem o direito de buscar informações sobre as instituições públicas. Para subsidiar a sua resposta a Universidade solicita às suas subunidades, informações para responder à demanda com base na lei de informação", disse.
Solidariedade x Discriminação
Ao confirmar a veracidade do memorando, Burmann assume também o fato de que a solicitação destas informações foi feita pelo 'Comitê Santamariense de Solidariedade ao Palestino'.
Sabendo que a solicitação de informações sobre as instituições públicas é assegurada por lei, o que se questiona neste caso é: por que este Comitê teria tanto interesse - inclusive em caráter de urgência em saber informações sobre a quantidade de judeus (ou descendentes de israelenses) no Campus - seja no corpo doscente ou discente?
Tal solicitação parece chocar-se com o discurso de 'paz e solidariedade' aparentemente adotados por grupos que querem promover o tal 'boicote a Israel', pressionando a desocupação de territórios palestinos. Ao que tudo indica, para combater 'discriminação', judeus e palestinos seriam 'contabilizados' e identificados como 'estudantes israelenses' ou 'estudantes palestinos'.

GUIA ME

CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE

Voltado para estudantes e profissionais, aprofunda a prática da sustentabilidade empresarial, oferecendo know-how acerca dos impactos socioambientais dos diversos setores que compõem a economia.
Aplicado à todas as profissões pelo fato de Sustentabilidade ser um tema transversal e de importância mundial.


PALAVRA DO DIA - É TUDO OU NADA

ESTUDO - A PÁSCOA JUDAICA , E JESUS NA ÚLTIMA CEIA

Marcha para Jesus começa com orações pelo fim da corrupção


Milhares de fiéis deram início na manhã desta quinta-feira (4) à Marcha Para Jesus em São Paulo.

A policia militar deu uma estimativa de estarem participando em média 350 mil pessoas , e grande a concentração de pessoas desde a estação da Luz até a rua Tiradentes, na região central.

A marcha começou com orações pelo fim "da miséria, da prostituição e da corrupção" no país.


O evento é presidido pelo apóstolo Estevam Hernandes, da Igreja Renascer. O senador Magno Malta (PR-ES), que é evangélico, acompanha o ato do carro principal, assim como o deputado Marcelo Aguiar.

Um total de 14 carros de som acompanham os fiéis que participam da marcha. Nas pregações, Hernandes ressaltou a adesão à Marcha. "É a maior marcha da história de São Paulo".

EXPECTATIVA DE PÚBLICO
A expectativa dos organizadores é mobilizar um público maior que os registrados nas edições anteriores.

Considerada pelos organizadores o maior evento popular cristão do mundo, o evento reuniu, segundo o Datafolha, cerca de 335 mil em 2012. No ano seguinte, em medição científica feita com os mesmos critérios, a apuração contou 200 mil participantes.

O instituto de pesquisa não fez contagem em 2014 e nem fará neste ano.

Com o tema "Exaltando o Rei dos Reis", o evento, liderado pela Igreja Renascer em Cristo, tem como principal bandeira neste ano a defesa da união das diferentes denominações evangélicas em torno da crença em Jesus Cristo.

Entre os músicos e bandas que se apresentaram   estão Renascer Praise, Ao Cubo, Banda DOPA, Thalles Roberto, Marcelo Aguiar, Pregador Luo, Gui Rebustini, Bruna Karla e Aline Barros.

GRITOS DE ALERTA

Fred deixa noitadas e bebidas e se dedica à fé cristã


A preocupação com a boa imagem ficou ainda maior. O lado espiritual ganhou mais força depois do fracasso da seleção brasileira na Copa do Mundo.

Para Fred, jogador do Fluminense, a fase de paqueras e noitadas ficou no passado. O motivo não é apenas o relacionamento sério com Paula Armani, que se iniciou em dezembro de 2013. O centroavante está cada dia mais devoto a Jesus Cristo.

Open in new windowDeixou de beber, não frequenta mais festinhas e tem a fé cristã como sua segunda grande prioridade, depois do futebol.

Fred continua, com muita discrição, frequentando os cultos de ums Igreja Evangélica na Zona Sul do Rio de Janeiro. No ano passado, quando foram divulgadas na imprensa algumas fotos do jogador no local, o centroavante do Fluminense chegou a passar um tempo sem aparecer, mas voltou a frequentá-lo.

Aos companheiros de oração, ele quer ser, mais do que nunca, um exemplo. A preocupação com a boa imagem ficou ainda maior. O lado espiritual ganhou mais força depois do fracasso da seleção brasileira na Copa do Mundo.


Fonte: Guia-me

VIGIA IRMÃOS - Fiel cai de telhado de igreja durante oração de madrugada em MS


Religiosos disseram que se sentem mais livres durante orações no telhado. Caso aconteceu em igreja evangélica de Campo Grande nesta quarta-feira.

Um jovem de 21 anos ficou ferido depois de cair do telhado de uma igreja durante oração na madrugada desta quarta-feira (3), em Campo Grande. Segundo o Corpo de Bombeiros, o caso aconteceu na avenida Eduardo Elias Zahran, no Jardim TV Morena, por volta da 1h30 (de MS).

O G1 entrou em contato, por telefone, com a Igreja Mundial do Poder de Deus, onde aconteceu o acidente. O pastor que atendeu a ligação disse que a situação estava sendo apurada.

De acordo com os bombeiros, o rapaz sofreu uma queda de cerca de sete metros de altura. Ele teve fraturas no pulso direito e nas costelas.

Religiosos que estavam no local, e que não quiseram gravar entrevista, disseram à equipe de reportagem da TV Morena que o jovem é um fiel e que sempre se reúnem para fazer orações sobre o telhado da igreja, porque dessa forma se sentem mais livres.

O acidente aconteceu porque uma das telhas teria se quebrado com o peso dos fieis. O jovem foi socorrido pelos bombeiros consciente e orientado e levado para a Santa Casa da capital.

Fonte: G1

Comemoração pelos 67 anos da Sociedade Bíblica do Brasil


Comemoração pelos 67 anos da Sociedade Bíblica do Brasi
No dia 8 de junho, um culto em Ação de Graças no Palácio Anchieta, em São Paulo, abrirá as celebrações pelos 67 anos da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Também comemorativo ao Dia do Pastor Evangélico, o evento na Câmara Municipal deverá reunir autoridades e lideranças religiosas em torno da entidade, que tem por missão disseminar a Bíblia e sua mensagem a todas as pessoas. Além da capital paulista, haverá cultos também nas cidades de Brasília (DF), Salvador (BA), Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ), Nova Iguaçu (RJ),Teresina (PI) e São Luís (MA), programados para acontecer entre os dias 10 e 18 de junho.
“Estamos felizes por mais um ano dedicado a semear a Palavra que transforma vidas. É um momento de gratidão e oração a Deus, sem nos esquecermos de todos os cristãos que têm colaborado conosco nesta missão”, afirma Erní Seibert, secretário de Comunicação, Ação Social e Arrecadação.
Tradicionalmente, para marcar seu aniversário, comemorado no dia 10 de junho, a SBB lança uma campanha de arrecadação, que, neste ano, beneficiará o programa A Bíblia para Pessoas com Deficiência. A expectativa é alcançar ofertas equivalentes ao valor de 400 Bíblias em Braile ou R$ 1.120.000,00, quantia suficiente para cobrir a despesa anual do programa. O texto escolhido para orientar esta ação é o de Lucas 4.18: "(Jesus disse) O Senhor me deu o seu Espírito. Ele me escolheu para levar boas notícias....e dar vista aos cegos".
Além do 67º aniversário da SBB, o ano de 2015 marca os 20 anos de fundação da Gráfica da Bíblia, estrutura erguida com o apoio de outras Sociedades Bíblicas. Ali, são produzidas diariamente milhares de Bíblias em tinta e papel e também Bíblias em Braile, fundamentais ao desenvolvimento do programa voltado a pessoas com deficiência visual.
A campanha de arrecadação sugere uma doação mínima de R$ 67,00 – R$ 1,00 por ano de atividades da SBB –, que pode ser depositada diretamente na seguinte conta: Banco Bradesco – Agência 3390-1 – Conta Corrente 18512-4. Para envolver o público infantil, a SBB também distribuirá cofrinhos de arrecadação.
Mais informações sobre os programas da SBB e como participar da campanha podem ser obtidas pelo e-mail relacionamento@sbb.org.br.
 
Confira a agenda dos Cultos de Ação de Graça pelos 67 anos da SBB:
São Paulo
Data: 8/6 
Horário: 19 h 
Local: Palácio Anchieta / Câmara Municipal
Endereço: Viaduto Jacareí, 100 (Salão Nobre) - São Paulo (SP) 
*Neste evento será comemorado o Aniversário da SBB e terá homenagem ao Dia do Pastor Evangélico
 
Brasília
Data: 10/06
Horário: 19h30
Local: Câmara Legislativa de Brasília
Endereço: R. de Ligação Sig/Shsw Q 4 - Cruzeiro, Brasília - DF
 
Salvador
Data: 10/6 
Horário: 19h30 
Local: Igreja Presbiteriana do Brasil 
Endereço: Rua da Mangueira, 17 - Nazaré - Salvador (BA) 
Manaus
Data: 10/6 
Horário: 8h30 
Local: Unidade Regional da SBB em Manaus 
Endereço: Rua Teresina, 80 - Adrianópolis - Manaus (AM) 
Rio de Janeiro
Data: 10/6 
Horário: 20 h 
Local: Palácio Igreja de Nova Vida da Tijuca 
Endereço: Rua Conde de Bonfim, 604 - Tijuca - Rio de Janeiro (RJ)
 
Nova Iguaçu
Data: 11/6
Horário: 19h30
Local: Ministério Vinde Amados Meus
Endereço: Rua Felipe Salomão, 1195B – Austin – Nova Iguaçu (RJ)
 
Teresina
Data: 11/06
Horário: 19h00
Local: Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Endereço: Rua João Resende S/N – Bela Vista – Teresina (PI)
São Luís
Data: 18/06
Horário: 09h00
Local: Igreja Batista Nacional em São Luís
Endereço: Rua Bom Milagre, 469 – Monte Castelo – São Luís (MA)
 
A SBB – A Sociedade Bíblica do Brasil é uma entidade beneficente de assistência social, de finalidade filantrópica, educativa e cultural. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia Sagrada, um verdadeiro manual para a vida, que promove o desenvolvimento espiritual, cultural e social do ser humano, provocando, assim, a transformação daquele que com ela entra em contato. Para cumprir a missão de distribuir, de forma relevante, a Bíblia a todas as pessoas desenvolve programas de assistência social em todo o País. Fundada em 1948, construiu sua trajetória com base na missão de "promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação e desenvolvimento integral do ser humano”.
 
A SBB faz parte das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), uma aliança mundial fundada em 1946 com o objetivo de facilitar o processo de tradução, produção e distribuição das Escrituras Sagradas por meio de estratégias de cooperação mútua. As SBU congregam 146 Sociedades Bíblicas, atuantes em mais de 200 países e territórios. Essas entidades são orientadas pela missão de promover a maior distribuição possível de Bíblias, numa linguagem que as pessoas possam compreender e a um preço que possam pagar.

Estado Islâmico declara guerra a Israel: "o pior está chegando"

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6


Um grupo jihadista filiada ao Estado Islâmico em Gaza declarou guerra contra Israel depois de afirmar a responsabilidade de dois ataques com foguetes  nas últimas duas semanas.
 
Um grupo que se autodenomina Brigada Sheikh Omar Hadeed em Quds alega que disparou um foguete em 26 de Maio que caiu perto da cidade israelense de Ashdod , bem como uma outro em 3 de junho , que também atingiu a cidade . Israel respondeu com ataques aéreos em Gaza na quinta-feira.
 
O primeiro foguete foi amplamente creditado ter sido lançada pela Jihad Islâmica e a filiada Brigada Omar reivindicou - que veio em um comunicado em 1 de Junho - não pode ser verificada de forma independente. O grupo assumiu a responsabilidade pelo foguete de quarta-feira à noite em um segundo comunicado.
 
Ele advertiu Israel de que haverá mais ataques: "Ashdod é o começo, o que está vindo é pior".
 
Gaza está atualmente envolvida em  uma luta interna pelo poder entre o Hamas e vários grupos salafistas, dos quais a Brigada Omar parece ser a mais proeminente.
 
Em 2 de junho, as forças de segurança do Hamas matou um militante do EI em um tiroteio em sua casa na Cidade de Gaza e em maio o grupo islâmico palestino - que controla a faixa desde 2006 - demoliu uma mesquita salafi no centro de Gaza perto de Khan Younis.
 
Enquanto a última declaração da Brigada Omar é explícita em sua ameaça em relação a Israel, a maior parte da ira do grupo é dirigida ao Hamas, que ela acusa de prender e encarcerar salafistas, bem como confiscar suas armas e torturá-los.
 
"Vendo que o Hamas escolheu a guerra contra os jihadis salafistas para apaziguar agendas estrangeiras contra os cidadãos de Gaza. Nós a Brigada Sheikh Omar Hadeed optamos por manter nossas armas apontadas para os israelenses", diz a declaração.
 
Israel culpou o Hamas pelos foguetes que foram disparados em 26 de Maio e 3 de Junho, argumentando que ele vai manter o grupo responsável por todos os ataques a partir de Gaza.
 
A ascensão de grupos ligados ao EI/Salafistas em Gaza é um sério desafio ao Hamas, que tem uma longa campanha em suas credenciais islâmicas e sua oposição a paz com Israel. Os grupos sempre usou sua ideologia para convencer os palestinos a apoiá-los sobre o Fatah, que é visto por muitos palestinos como na melhor das hipóteses fraco e, na pior, colaboradores dos israelenses.
 
Eles também vêem como o Hamas e a Jihad Islâmica estão ficando rapidamente sem aliados. Hamas perdeu um aliado poderoso, a Irmandade Muçulmana de Mohammed Morsi, que foi deposto em um golpe em 2013 e agora está no corredor da morte no Egito, enquanto há relatos de que a Jihad Islâmica tenha caído em desuso com o seu principal patrocinador, o Irã.
 
Com residentes de Gaza percebendo que eles ganharam pouco, após a guerra brutal do ano passado que deixaram em torno de 2.200 mortos, uma economia de tancagem e destruição em massa, o Hamas é certo para enfrentar uma crescente oposição de ambos os pretendentes: Estado Islâmico e os palestinos moderados.
 
Fonte: Sempre Guerra.

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...