sábado, 16 de junho de 2012

ELE TAMBÉM VAI APOIAR O HADDAD EM SP - Quatro brasileiros estão em lista de corrupção do Banco Mundial

Paulo Maluf no dia da diplomação como deputado (Foto: Roney Domingos/G1)Paulo Maluf no dia da diplomação como deputado,
em janeiro de 2011 (Foto: Roney Domingos/G1)

Quatro brasileiros estão em um banco de dados do Banco Mundial que lista 150 casos internacionais de corrupção. Entre eles, o deputado e ex-prefeito de São Paulo Paulo Maluf e os banqueiros Daniel Dantas e Edemar Cid Ferreira.

Batizado de "The Grand Corruption Cases Database Project", o projeto reúne informações de cerca de 150 casos em que foram comprovadas movimentações bancárias de pelo menos US$ 1 milhão (R$ 2 milhões) relacionados à corrupção e lavagem de dinheiro.

A ideia teve origem em um relatório publicado pelo Banco Mundial no fim do ano passado. Segundo o estudo, a corrupção movimenta cerca de US$ 40 bilhões (R$ 80 bilhões) por ano no mundo.

O banco de dados coloca à disposição documentos e informações dos processos de cada caso, mas não há um ranking dos mais corruptos ou de qual país concentra casos mais graves e onerosos aos cofres públicos.

De acordo com a descrição no site, o projeto reúne casos de corrupção em grande escala entre 1980 e 2011 "envolvendo o mau uso de pelo menos uma entidade legal ou instrumento jurídico legal para ocultar o beneficiário e dissimular a orgiem ou destinação dos ativos roubados." O montate envolvido em cada caso, segundo o Banco Mundial, é de pelo menos US$ 1 milhão.

Dupla apariçãoEntre os brasileiros presentes no levantamento, chama a atenção a dupla aparição do ex-prefeito da capital paulista e deputado federal, Paulo Maluf. Na primeira vez em que aparece no sistema, ele é acusado pelo procurador-geral de Nova York de movimentar US$ 140 milhões no Banco Safra, entre 1993 e 1996.

Em outro processo, é acusado de desviar dinheiro de pagamentos fraudulentos para contas em bancos em Nova York e na Ilha de Jersey, no Reino Unido. O assessor de imprensa de Maluf, Adilson Laranjeira, disse na quinta que "Paulo Maluf não tem nem nunca teve conta no exterior".

O banqueiro Daniel Dantas também é citado no banco de dados criado pelo Banco Mundial pelo caso do Grupo Opportunity, em 2008, quando teve US$ 46 milhões bloqueados em contas do Reino Unido.

Em nota, o Opportunity afirma que esse relatório é datado de 2008 e está desatualizado. Leia a íntegra:

"O Banco Mundial está sendo notificado pelo Opportunity.

Esse relatório é datado de 2008 e está desatualizado. Afora isso, em 2008, a farsa da Satiagraha ainda não havia sido desmascarada em toda a sua extensão.

Por conta de possíveis erros como esse, o Banco Mundial expressamente não garante a veracidade das informações.

A Satigraha foi uma operação encomendada ancorada em provas forjadas e crimes financeiros inexistentes.

Em 9 de novembro de 2010, Protógenes Queiroz, à época delegado e comandante da operação, foi condenado por fraude processual e violação de sigilo funcional pela 7ª Vara Criminal de São Paulo. O Ministério Público entendeu também que ele deve responder pelos crimes de prevaricação e corrupção passiva.

Em junho de 2011, o Superior Tribunal de Justiça decidiu pela nulidade da Satiagraha."

O fundador e ex-presidente do Banco Santos, Edemar Cid, Ferreira também aparece na relação. Edemar rechaçou a publicação, alertando sobre a existência de um disclamer - segundo ele, um aviso da própria instituição de que "as constatações, interpretações e conclusões expressas no banco de dados não refletem necessariamente a opinião dos diretores executivos do Banco Mundial ou dos governos que eles representam".

O caso do propinoduto, que envolveu o ex-subsecretário de Administração Tributária do Rio Rodrigo Silveirinha Correa e outros três fiscais e quatro auditores da Receita Federal, também é citado. "Meu cliente é acusado de corrupção passiva, mas até hoje não foi identificado nenhum corruptor", afirmou o advogado de Silveirinha, Fernando Fragoso. Segundo ele, o fiscal não tomou conhecimento da citação do seu caso na lista.


VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. G1.COM.BR

Cristãos apoiam o candidato islamita Mohamed Mursi nas eleições presidenciais do Egito


Cristãos apoiam o candidato islamita Mohamed Mursi nas eleições presidenciais do EgitoEstá acontecendo nesse fim de semana no Egito o segundo turno da eleição presidencial, na qual o primeiro presidente pós-Mubarak será escolhido nas urnas. Em todo o país é tida como certa a preferência dos cristãos pelo candidato secular Ahmed Shafiq, rival do islamista Mohamed Mursi, da Irmandade Muçulmana. Porém, alguns cristãos seguem a ordem oposta dessa lógica declararam seu apoio ao candidato islâmico.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Shafiq, é ex-ministro de Hosni Mubarak e é tido como uma escolha natural dos mais de 8 milhões de cristãos no Egito que temem que, se escolhido, Mursi transformaria o país em um Estado islâmico e ameaçaria as minorias.
De acordo com o Terra, muitos cristãos afirmam não se encaixar em um perfil amedrontado pelo islamismo e se declararam a favor de Mursi. “Sou cristão, mas não acho que me encaixo no perfil de grupo religioso amedrontado com islamistas. Votar em Shafiq apenas por ser secular e para barrar os islamistas é trair a revolução”, declarou por telefone o cristão copta Kamal Zuheir, ativista e advogado.
Zuheir afirmou ainda que os cristãos coptas estão sendo erroneamente associados à figura de Shafiq e a elite pró-Mubarak. “Associar os cristãos como elite é um grande erro. Muitos coptas sofrem dos mesmos problemas sociais e econômicos que os muçulmanos. Durante os anos de Mubarak, os cristãos sofreram abusos de direitos humanos e intimidações das forças de segurança”, salientou.
Segundo o ativista, algumas das piores atrocidades cometidas contra a comunidade cristã aconteceram durante o regime de Mubarak. E que Shafiq recebeu o apoio apenas da velha geração, cenário que não foi o mesmo com os jovens.
“Em geral, jovens cristãos ativistas votaram em massa para o candidato nasserista de esquerda Hamdeen Sabbahi porque era a lógica da revolução. Isso não quer dizer que um candidato como Mursi (Irmandade) não seria uma opção. E Shafiq não é uma opção obrigatória só porque somos cristãos”.

G+

Sumiço de menina em igreja ainda é mistério para polícia

Criança de 4 anos desapareceu da Igreja Pentecostal Deus é Amor, no PQ Dom Pedro , na região central de São Paulo

Após a divulgação do retrato falado do homem que teria levado Brenda Gabriela da Silva, de 4 anos, da Igreja Pentecostal Deus é Amor, no Cambuci, na região central de São Paulo, três homens foram detidos nesta quinta-feira para averiguação.

Mas nenhum deles foi reconhecido como o que teria levado a menina. Um deles, no entanto, era foragido da Justiça e continua preso no 8.º DP (Brás). Os outros dois foram liberados à noite.

A descrição do suspeito foi feita pelo irmão de Brenda, de 8 anos. Ele disse que um homem que estava perto da menina até teria passado a mão nos seus cabelos minutos antes de ela sumir da igreja.

A diarista Geissa Maria da Silva, de 31 anos, disse que foi à igreja na tarde de sábado pedir uma oração para o filho mais novo, de 9 meses. Além do bebê, ela levou o casal de filhos. A diarista também é mãe de uma menina de 11 anos e de uma adolescente de 14.

Fonte: Agência Estado

Filha de Regis Danese tem alta e cantor agradece pelas orações

A Brenda, filha de Regis Danese, teve alta do hospital e já está em casa.

A notícia foi dada pelo cantor através do twitter.

Ele agradeceu a Deus e a todos que oraram e jejuaram pela vida da Brendinha.

Danese também publicou um vídeo mostrando a filha e os papéis entregues pelo hospital. Confira as publicações do cantor:


"Gloria a Deus!!! O nosso Deus é fiel, a Brendinha teve alta hoje de manhã e está em casa brincando.

Obrigado voce que orou e jejuou pela vida da Brendinha ela teve alta hoje de manhã e está em casa.

Vamos continuar firme no propósito do jejum e oração pela vida da Brenda.

Obrigado Jesus, não temos palavras para agradecer a Deus.

Adoremos a Deus todo tempo, quando as coisas estão bem e quando as coisas estão ruins porque Deus é fiel."


Compartilhe...

twitter
facebook
linkedin

Deixe seu comentário.


Obrigado pelo seu comentário.



Fale conosco


Sua mensagem foi enviada com sucesso.

M F


Líder da Autoridade Palestina é acusado de ter fortuna escondida

Líder da Autoridade Palestina é acusado de ter fortuna escondida
Muhammad Rashid, ex-assessor financeiro de Yasser Arafat – que esteve à frente dos palestinos com a Organização para Libertação da Palestina (OLP) -, havia sido condenado a 15 anos de prisão e ao pagamento de uma multa de 15 milhões de dólares por mal-uso do orçamento público e lavagem de dinheiro.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Recentemente, Rashid acusou o atual líder dos palestinos, Mahmoud Abbas, de ter uma fortuna escondida de 100 milhões de dólares e exigiu que fosse realizada uma investigação. Ele também acusou os dois filhos de Abbas, os empresários Tarek e Yasser Abbas, de corrupção.
Rashid disse ter a documentação que comprovaria que o movimento Fatah, também liderado pelo presidente da Autoridade Palestina, tem uma conta bancária secreta na Jordânia com cerca de US$ 40 milhões, dos quais US$ 13 milhões teriam sido de doações norte-americanas destinadas ao povo palestino.
O Fatah chamou o iraquiano Rashid de traidor que faria parte de uma conspiração internacional contra o presidente da Autoridade Palestina. O movimento palestino recomendou aos meios de comunicação que não o entrevistassem.
Assista ao vídeo abaixo, que mostra por onde passa grande parte da contribuição que a Autoridade Palestina, órgão de atual representação máxima dos palestinos, recebe do mundo inteiro. Para assistir com as legendas, clique em CC - localizado na barra do vídeo - e selecione o idioma “Português”.
Fonte: Gospel+

Criança sobrevive depois de ser atingida na nuca por tiro de espingarda, e sua mãe afirma que foi Deus que a salvou

Criança sobrevive depois de ser atingida na nuca por tiro de espingarda, e sua mãe afirma que foi Deus que a salvou
No início dessa semana uma criança foi atingida pelo disparo de uma espingarda de chumbinho que foi disparada por seu irmão, de apenas nove anos. O incidente aconteceu em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba. Apesar de ter sido atingida na nuca, a menina, de cinco anos, passa bem. A mãe das crianças, Angelina Fagundes dos Santos concedeu uma entrevista ao G1 na última quarta feira, onde explicou o ocorrido.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
“Eu estava na casa do meu namorado e ele sempre deixa a espingarda em lugares altos. Desta vez, por um descuido, ele pegou para colocar chumbinho e foi até a lavanderia. No mesmo momento, um vizinho o chamou no portão. Foi então que ele deixou a espingarda na lavanderia e foi ver o que o vizinho queria. Enquanto isso, meu filho de nove anos encontrou a espingarda”, explicou a mãe.
Ela disse ainda que tentou impedir o filho de mexer na arma, mas não conseguiu intervir a tempo. “Foi tudo muito rápido, quando eu abri a boca para falar para ele não encostar, ele já tinha disparado. Foi um susto enorme quando vi que o disparo acertou minha filha. Eu corri para pedir ajuda e levamos ela para o hospital”, explicou.
A criança de 5 anos foi atingida na nuca e passou por 4 horas de cirurgia para retirada do chumbinho. Depois da cirurgia a menina ficou em observação na UTI do hospital e, pouco depois, foi transferida para o quarto. Segundo Angelina, a garota ainda inspira cuidados, mas já está bem: “Só estamos aguardando o médico liberá-la para voltar para casa. Vou me dedicar 24 horas por dia se for necessário para que minha filha volte a viver normalmente”.
O neurocirurgião e professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Luiz Ernani Madalozzo comentou sobre o disparo que, segundo ele, deve ter sido efetuado a uma distância bem próxima da vítima, já que o chumbinho dificilmente consegue penetrar o crânio. “Quando ele penetra, passa a funcionar como se fosse uma bala comum, de tamanho menor”, explicou o médico, que disse ainda: “Um projétil comum sai incandescente da arma, portanto a bala fica esterilizada. Já com o chumbinho isso não acontece, ele traz todo tipo de sujeira. Então, além da lesão causada pelo projétil, há mais esse problema”.
Sobre a recuperação da filha, Angelina atribui a um milagre divino: “Foi Deus quem salvou ela. Minha filha se recuperou rápido e devo isso às várias pessoas que rezaram e que nos apoiaram durante esses dias”, disse.
Por se tratar de uma arma de pressão, a espingarda não exige porte de arma. Porém o proprietário da arma deverá responder por lesão corporal culposa, segundo informou o delegado Amadeu Araújo, que investiga o caso.

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. G+

Caio Fábio pode ser chamado para depor sobre Lula, na operação Lava Jato

Caio Fábio Nesta sexta-feira (8), o site O Antagonista informou que integrantes do Ministério Público Federal (MPF) poderão chamar o pas...