quinta-feira, 5 de junho de 2014

DIA 07 DE JUNHO - 2014 - A MAIOR MARCHA PARA JESUS DO MUNDO .

 Marcha Para Jesus 2014 acontece
dia 7 de junho em São Paulo

A 22ª edição da Marcha Para Jesus, que acontece no dia 7 de junho, promete reunir mais uma vez milhões de pessoas nas ruas de São Paulo. Considerado um dos maiores eventos cristãos do mundo, a edição deste ano terá o tema “Conquistando Para Cristo”.

Presidida pelo apóstolo Estevam Hernandes, a Marcha Para Jesus é um evento pacífico que reúne igrejas cristãs de várias denominações e é aberta a toda a população. “A verdade da Marcha é que ela representa a união, a comunhão de todos aqueles que acreditam em Jesus Cristo como filho de Deus. Ela representa nosso desejo de expressar essa fé e declarar a bênção do Senhor sobre nosso país!”, afirma o apóstolo.

Todos os anos, pessoas de todas as idades e lugares do Brasil, e até de outros países, participam do evento em São Paulo.

A marcha sairá do Metrô Luz, às 10h, e seguirá em direção à Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, próximo ao Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, onde acontecem os shows.

No local, será montada uma megaestrutura para a apresentação de várias bandas e grupos da música gospel, como Eyshila, Ao Cubo, André Valadão, Renascer Praise, Kléber Lucas, Thalles Roberto, Banda do PA, Aline Barros, Gabriela Rocha, Gui Rebustini, Damares, Gabriela  Rocha, Cassiane, Ana Paula Valadão, Marcelo Aguiar, Pedras Vivas e Eli Soares.

VIA  GRITOS  DE  ALERTA .

MAIS  INFORMAÇÕES ACESSE -  http://marchaparajesus.com.br/#amarcha

Programa "Renascer em Revista" será dedicado à Marcha A atração será transmitida ao vivo, diretamente da Praça Heróis da FEB, nesta sexta-feira

Faltam dois dias para a Marcha para Jesus. A expectativa toma conta de milhões de pessos que, no próximo sábado (7/6), sairão às ruas de São Paulo, em uma manifestação pacífica, para mostrar a força da união do corpo de Cristo e o poder transformador do evangelho.
 
 
Até a realização do evento, a Rede Gospel de Televisão preparou uma programação especial. Nesta sexta-feira (5/6), a partir das 11 horas, o programa “Renascer em Revista” será dedicado à maior concentração cristã do mundo.
 
A atração será transmitida ao vivo, diretamente da Praça Heróis da FEB, local onde acontecerá a concentração da Marcha para Jesus deste ano, sob o comando de Apóstolo Estevam Hernandes, presidente do evento no Brasil.
 
Durante o programa, haverá testemunhos, entrevistas e convidados. A interação com o telespectador será garantida, por meio de enquetes, sorteio de brindes e muitas brincadeiras. O louvor e o agito ficarão por conta do Renascer Praise, Banda DOPA, Ministério Pedras Vivas e do grupo de rap Ao Cubo.
 
Está chegando o grande dia!
 
A Marcha para Jesus acontece neste sábado (7/6), em São Paulo (SP).
 
Para mais informações, acesse: marchaparajesus.com.br.
 
Redes sociais da Marcha:
Twitter e Instagram: @MarchaParaJesus
 
 
Redação iGospel

VIA   GRITOS  DE  ALERTA

Parceria entre TBN e Rede Gospel de Televisão é destaque internacional



Nesta quarta-feira (4/6), Bispa Fernanda Hernandes Rasmussen, apresentadora e diretora executiva da Rede Gospel de Televisão, postou em seu Instragram, a foto de uma reportagem publicada pela rede de televisão Trinity Broadcasting Network (TBN), que destacou a união entre as duas emissoras, realizada em 2013, e os eventos evangelísticos promovidos pela Renascer em Cristo, como a Marcha para Jesus.
 
 
A TBN é uma organização de emissoras de rádios e TVs cristãs. Com sede nos Estados Unidos, é a maior rede de televisão do seguimento no mundo, possui mais de 70 satélites e alcança, com os seus transmissores, mais de 170 países.
 
Foi criada, em 1973, pelo casal Paul e Janeci Crouch e conta com mais de quatro mil emissoras espalhadas pelos cinco continentes.



PARABÉNS  QUERIDO APOSTOLO E  BISPA .


SOMOS  GRATOS  A  DEUS  POR  SUAS  VIDAS.


VIA  GRITOS  DE  ALERTA 
INFORMAÇÕES IGOSPEL

Novo pedido de cassação do registro de psicólogo de Silas Malafaia é arquivado


“A goleada no ativismo gay esta em 7a 0.", Atacou o pastor Silas Malafaia ao enumerar as vitórias pessoais dele sobre a militância homossexual.

O eterno embate entre Silas Malafaia e os ativistas gays ganhou um novo capítulo essa semana, e o pastor usou seu Twitter para comentar uma nova tentativa de cassação de seu registro de psicólogo no Conselho Regional de Psicologia (CRP-RJ).

Malafaia vem alertando sobre a polêmica cassação do registro de psicóloga de Marisa Lobo, e afirmou que o assunto será abordado por ele na próxima edição do programa Vitória em Cristo.

A perseguição da militância homossexual, de acordo com Malafaia, vem usando de “malandragem” contra ele, e pela quarta vez tentaram cassar seu registro de psicólogo, porém sem sucesso.
“Mais uma malandragem do ativismo gay que vou denunciar no programa deste sábado. Não perca! 9h, na Rede TV e meio-dia, na Band. Mais uma derrota da safadeza do ativismo gay. Pela 4ª vez consecutiva, o conselho regional de psi[cologia] arquiva denuncias contra mim… Não cansam? Tenho que kkkkkahahah não adianta, a mentira não prevalece. O ativismo gay, que é intolerante, não suporta a critica. Não vou calar. Podem xingar os evangélicos, não nos importamos, sabemos o que somos. O ativismo gay não suporta a critica porque não tem convicção”, publicou o pastor.

Na sequência, Malafaia enumerou o número de vitórias pessoais dele sobre a militância homossexual: “A goleada no ativismo gay esta em 7a 0. Vejamos… Tentaram tirar meu programa do ar, perderam. Na Justiça Federal, perderam. Na PGR [Procuradoria Geral d República], perderam… Quatro vezes no CRP-RJ. Só uma dica pro ativismo gay: maior PE o que está comigo, o Deus Todo Poderoso, não prevalecerão contra mim. Não tenho medo”, afirmou.

Decreto 8243
Posteriormente, Malafaia alertou seus seguidores sobre o decreto 8243/2014 que tiraria atribuições do Poder Legislativo, o que seria a institucionalização de uma ditadura.

“Alerta! Dilma assina na surdina o decreto 8243, [que] tira poder do Congresso e dá aos movimentos sociais, que o PT controla. É o mesmo caminho que Cuba e Venezuela percorreram, é muito grave! Multiplique esta informação”, escreveu o pastor.

Sobre o mesmo tema, um editorial do jornal O Estado de S. Paulo classificou o decreto como “um conjunto de barbaridades jurídicas”. Já o colunista da revista Veja, Reinaldo Azevedo, conhecido por sua oposição ao PT, descreveu o decreto como “a instalação da ditadura petista por decreto”.

Fonte: Gospel +

Quase 800 esqueletos de bebês são encontrados ao lado de convento na Irlanda


Estes recém-nascidos provavelmente foram enterrados em segredo por freiras do Convento que abrigou entre 1925 e 1961 jovens mães solteiras

A história negra da Igreja Católica irlandesa voltou às manchetes nesta quarta-feira com a descoberta de quase 800 esqueletos de crianças ao lado de um antigo convento católico de Tuam, que abrigou entre 1925 e 1961 jovens mães solteiras.

"Alguém havia mencionado a existência de um cemitério para recém-nascidos, mas o que encontrei é muito mais que isso", declarou a historiadora Catherine Corless, que fez a descoberta.

Ao investigar os arquivos de um antigo convento de Tuam (oeste da Irlanda), hoje convertido em urbanização, a historiadora descobriu que 796 crianças, de recém-nascidas a 8 anos, foram enterradas sem caixão nem lápide em uma antiga fossa séptica convertida em fossa comum.

Estes recém-nascidos provavelmente foram enterrados em segredo por freiras do Convento Santa Maria, administrado por freiras do Bom Socorro.

William Joseph Dolan, parente de uma criança que esteve nesta instituição, entrou com uma ação para entender o que ocorreu na época.

A fossa comum foi descoberta em 1975 pelos vizinhos, que até agora acreditavam que os ossos eram de vítimas da Grande fome irlandesa do século XIX, na qual centenas de milhares de pessoas morreram.

O convento foi derrubado há anos para a construção de casas, mas a área onde a fossa comum estava foi cuidada pelos vizinhos.
'St. Mary' era um dos muitos lares para mães e filhos que existiam na Irlanda no século XX.

Milhares de mulheres solteiras grávidas, chamadas na época de "perdidas", foram enviadas para dar à luz nestes lares.

As mulheres viviam no ostracismo da sociedade irlandesa, e frequentemente eram obrigadas a dar seus filhos para a adoção.

Os problemas de doenças e desnutrição nestes centros estão documentados há muito tempo. Um relatório oficial de 1944 sobre uma visita ao convento Santa Maria de Tuam descrevia as crianças como "fracas, de barriga saliente e esqueléticas".

Os registros do convento descobertos recentemente confirmam que as 796 crianças morreram de fome ou de doenças infecciosas, como sarampo ou tuberculose.

A doutrina conservadora católica da época negava a estas crianças o batismo e, consequentemente, o enterro em campos santos.

Após a divulgação da origem dos corpos, foi formado um comitê para arrecadar dinheiro e erguer um monumento com os nomes e idades das 796 crianças.

O arcebispo de Tuam, Michael Neary, disse que se reunirá com as superiores da ordem do Bom Socorro para ajudar com a tarefa.

Por sua vez, o arcebispo de Dublin, Diarmuid Martin, se mostrou partidário de investigar os lares irlandeses para mães solteiras.

"Se não for aberta uma investigação oficial sobre as inquietações a serem resolvidas sobre os centros para mães e filhos, seria importante realizar um projeto de história social para ter uma ideia exata do papel dos centros na história do nosso país", afirmou Martin.

Um secretário de Estado de Educação, Ciaran Cannon, pediu a abertura de uma investigação. O Conselho de ministros abordará o tema em sua próxima reunião.

Esta descoberta lembra outro escândalo, que também envolve mães solteiras na Irlanda.

Entre 1922 e 1996, mais de 10.000 jovens trabalharam praticamente como escravas em lavanderias exploradas comercialmente por religiosas católicas em conventos na Irlanda.

As internas, conhecidas como as "Magdalene Sisters", eram jovens grávidas fora do matrimônio ou que haviam tido um comportamento considerado imoral.

Em 2002, um filme franco-britânico baseado neste caso e intitulado "The Magdalene Sisters" ("Em Nome de Deus", no Brasil) recebeu no Festival de Veneza o Leão de Ouro, o prêmio máximo.

Fonte: Yahoo