sexta-feira, 21 de junho de 2013

R$118 MILHÕES EM GASTOS PÚBLICOS PELA RECEPÇÃO AO PAPA NO RIO.VOCÊ CONCORDA?


 
Mais um dos absurdos com verbas públicas:Cofres públicos  pagam despesas de viagem do chefe de estado do Vaticano ao Brasil.
Embora com valores anunciados previamente,a opinião da Gazeta do Brasil é de que há suspeita de superfaturamento em todos os itens que serão pagos com dinheiro público.
O Papa,se souber que seu nome está sendo usado para gerar despesas de R$118 Milhões em sua visita ao Brasil,certamente que até renunciaria a essa vinda ao Brasil.
entretanto, somos de opinião que, essa dinheirama toda está mais bem gasta que os envios feitos por Dilma a Venezuela e Cuba.
Abaixo os detalhes sobre os gastos,conforme foi comentado por grande parte da mídia nacional, especialmente a do Rio de Janeiro onde estará o Papa Francisco.
R$118 MILHÕES EM GASTOS PÚBLICOS PELA RECEPÇÃO AO PAPA NO RIO.VOCÊ CONCORDA?




BRASÍLIA Os governos federal, estadual e a prefeitura do Rio terão um gasto milionário com a visita do Papa Francisco, durante a 26ª Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá de 23 a 28 de julho, no Rio. Somados, União, estado e município gastarão R$ 118 milhões durante a passagem do Papa pelo país. Só o governo federal desembolsará R$ 62 milhões, sendo R$ 30 milhões com ações de segurança e defesa. Estado e município darão R$ 28 milhões cada .


Enquanto o Papa estiver em território brasileiro, a segurança terá um efetivo de 10.700 homens, sendo 9 mil das Forças Armadas e 1.700 da Força Nacional. Só em Guaratiba, onde acontecerá uma vigília e a missa campal, haverá 1.500 homens da Força Nacional. A Igreja vai entrar com a contratação de 2 mil seguranças privados.

O governo trabalha com a estimativa de que a Igreja arrecadará R$ 140 milhões com a taxa de inscrição dos participantes do evento, contando que entre 350 mil e 450 mil pessoas se inscrevam. Mas o Vaticano espera um público bem maior: 800 mil. Caberá à Igreja bancar a estrutura do evento e a hospedagem dos peregrinos.

Quem trabalha na organização do evento pelo governo justifica os gastos lembrando o caso de Madri, sede da jornada em 2011, quando 2 milhões de peregrinos se reuniram na capital espanhola. Os gastos do governo também ultrapassaram R$ 100 milhões, mas a arrecadação gerada pelos jovens no país superou as despesas em 200%.

Mobilidade do Papa preocupa

O Vaticano vai mandar ao Brasil dois papamóveis, para a eventualidade de um deles quebrar. Os dois veículos têm que acompanhar o Papa em todos os lugares. Para transportá-los do Rio para Aparecida, onde o Papa celebrará uma missa no Santuário Nossa Senhora da Conceição de Aparecida, será usado um avião Hércules, operação que custará à União R$ 1 milhão.

Funcionários que trabalham na organização da visita contam que um dos principais desafios é a questão da mobilidade. Para garantir a segurança do Papa, a prefeitura do Rio teve que negar um desejo do Vaticano, que queria que ele seguisse de papamóvel do Galeão até o Palácio Guanabara. Para viabilizar isso, seria preciso fechar a Linha Amarela, mas a prefeitura explicou para a equipe do Papa ser impossível.

Da parte do governo brasileiro, ainda há dúvidas sobre a presença da presidente Dilma Rousseff na cerimônia de despedida do Papa na Base Aérea do Galeão, no domingo (28 de julho). Por outro lado, já está confirmada a presença de Dilma na chegada do pontífice ao Rio, na tarde de 22 de julho, e um encontro privado dos dois logo depois no Palácio Guanabara. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, também prestigiará o Papa no dia 24, durante a visita dele ao Hospital de São Francisco de Assis na Providência de Deus, na Tijuca. Lá o Papa fará um discurso.

O Globo

Orgias gay no Vaticano chegam à justiça italiana

Porta-voz da associação El Abuso revela que a investigação do lóbi gay na Cúria, referido pelo Papa Francisco (foto) esta semana, leva já dois anos e que envolve jovens, padres, bispos e figuras importantes da Igreja.

A investigação, levada a cabo pelo Ministério Público de Savona, sobre orgias e abusos sexuais cometidos pelo Clero, envolvendo jovens menores, pode levar a julgamento nomes importantes da Igreja. Quem afirma é o porta-voz da associação El Abuso, Francesco Zanardi, que, em declarações ao Diário de Notícias, revela que os crimes sexuais estão sendo averiguados há dois anos.

Zanardi afirma que os encontros eram regulares, ocorriam dentro do Vaticano, e envolviam padres, bispos, cardeais e jovens menores. Estes últimos eram aliciados com dinheiro para participar nas festas sexuais que acabavam, quase sempre, em orgias e abusos.

O ativista italiano, que fora também abusado por um padre enquanto criança, diz que se a investigação for a frente serão “levadas a julgamento figuras de peso no Vaticano”.

Esta não é a primeira vez que o assunto de orgias sexuais na Cúria vem à tona. Na sequência do ‘Vitaleaks’, Bento XVI convocou três cardeais para investigar a situação, mas a gravidade na informação levou a que o Papa renunciasse ao cargo, agora ocupado por Francisco.

Fonte: Noticias Ao Minuto - Portugal

VOCÊ É CRISTÃO , VOTA NO PARTIDO COMUNISTA ? VOCÊ PRECISA CONHECER JESUS DE VERDADE , POIS CRISTÃO NÃO ACEITA ESSA BARBARIE DO COMUNISMO NO MUNDO A FORA .

O COMUNISMO NO MUNDO AFORA , MATA OS CRISTÃOS , DESTROEM FAMILIAS INTEIRAS .
SEGUE ALGUMAS FOTOS .


China - 65 milhões de pessoas assassinadas porque não aderiram ao comunismo.


Nós comunistas não precisamos de Cristo. Quebraremos as cruzes das igrejas. - “Não há moral na política; apenas conveniência. Um canalha pode nos ser útil apenas por ser um canalha.” – Vladimir Lênin


DIGA NÃO AO PARTIDO COMINISTA DO BRASIL E A TODA FORMA DE COMUNISMO NO MUNDO.

GOVERNO CHINÊS AUMENTA PRESSÃO SOBRE CRISTÃOS

A polícia prendeu na segunda-feira 06/06/2011 mais 20 evangélicos.

As autoridades estão focando-se cada vez mais nas igrejas locais, para refrear suas atividades e assim, assimila-las ao Movimento das Três Autonomias, que é controlado pelo Partido Comunista.


A polícia prendeu na segunda-feira 06/06/2011 mais 20 membros da igreja Cristã Shouwang na China, quando tentavam orar juntos numa praça em Beijing capital do país. Há uma repressão severa acontecendo contra os membros da igreja local no país, com a prisão de líderes e perseguição contra os crentes.

Fiéis da Shouwang se reuniam numa praça pública para orar todo domingo, desde 10 de abril, após as autoridades os expulsarem dos locais alugados onde estavam se encontrando. Nos últimos anos, em outras ocasiões a polícia os tirou desses lugares e os crentes foram forçados a orar nas ruas. Todos os domingos, incluindo a Páscoa, a polícia vem prendendo todos aqueles que oram nas ruas, incluindo crianças com poucos anos de vida e idosos com mais de 70 anos. O pastor Jin Tianming, fundador da igreja, que estava sobre prisão domiciliar por nove semanas, disse que a polícia deteve centenas deles.

Antes de 4 de junho, o aniversário do massacre da Praça Tiananmen (1989), dezenas de fiéis foram convocados pela polícia e ameaçados ou colocados sobre prisão domiciliar por vários dias para evitar protestos e orações públicas. A perseguição policial também focou nas vidas pessoais de alguns dos cristãos ameaçando-os de perder o emprego. Jin informou que quatro líderes da igreja, incluindo um pastor e dois diáconos, estão receosos sobre a decisão que haviam tomado de se encontrarem para orar nas ruas.

Numa carta para os crentes, Jim disse: “a saída do nosso colega impactou toda a igreja, como um terremoto“. Mas ele também insistiu que a congregação, que tem cerca de 1000 seguidores e é umas das maiores igrejas locais, permanece firme.

A Igreja de Shouwang em 2009 também adquiriu um prédio de 1500 metros quadrados para suas atividades, mas as autoridades bloquearam o uso do imóvel.

Pressão do Governo tem aumentado

As autoridades estão focando-se cada vez mais nas igrejas locais, para refrear suas atividades e assim, assimila-las ao Movimento das Três Autonomias, que é controlado pelo Partido Comunista.

Semana passada, a Associação de Ajuda da China denunciou a prisão “administrativa” do pastor Enhao Shi, Vice Presidente da Aliança das Igrejas Chinesas (CHCA- sigla em inglês), que ficou detido por 12 dias na prisão Suqian (Jiangsu).

Até Meiling Chang, que também é um seguidor da CHCA, ficou 12 dias em detenção administrativa imposta sem julgamento.

Na China há mais Cristãos Protestantes não oficiais (80 milhões) do que membros do Movimento das Três Autonomias (20 milhões). Para que a situação não saísse do controle do Partido, por quase 4 anos uma campanha para eliminar as comunidades clandestinas ou fundi-las na comunidade oficial está em andamento.

A série de prisões dos Cristãos Protestantes coincidiu com as prisões dos ativistas democráticos e advogados de direitos humanos. Beijing teme que qualquer movimento não controlado pelo Parlamento possa iniciar uma “revolução jasmim” similar a que está sacudindo o norte da África e o Oriente Médio. O medo é causado pelo fato de que vários ativistas dos direitos humanos se converteram ao Cristianismo.

ENTENDA COMO TUDO COMEÇOU

A congregação com 1.000 membros ficou sem casa no início de abril, depois que o senhorio, sob pressão das autoridades, pediu a devolução do imóvel. Desde então, os fiéis tentam orar ao ar livre todo domingo.

Cristãos chineses defendem igreja clandestina perseguida

A petição deles, um raro gesto público por parte de figuras religiosas, que frequentemente relutam em se envolverem na política, aumentou os riscos em um impasse que tem provocado preocupação entre grupos cristãos fora da China, levando a uma campanha de petição separada nos Estados Unidos e no Canadá.

Dezenove pastores assinaram a petição, entregue na quarta-feira ao Congresso Nacional do Povo, o Legislativo chinês, e postada na Internet. Ela pede por proteções legais para as chamadas igrejas domiciliares, que operam ilicitamente fora do sistema religioso dirigido pelo governo.

A petição também pede que o Legislativo investigue a repressão contra uma dessas igrejas, a Shouwang, uma igreja evangélica cujos líderes estão sob prisão domiciliar há mais de um mês.

Carsten Vala, um especialista em cristianismo chinês da Universidade Loyola de Maryland, disse que a petição aumentou a pressão sobre o Partido Comunista, em um momento em que ele está cada vez mais nervoso com o que percebe como sendo uma contestação à sua autoridade.

"Isso mostra que há uma atenção nacional ao que está acontecendo com a Shouwang e que há uma ligação entre as igrejas domiciliares urbanas por todo o país", ele disse.

A petição culpa um "sistema ultrapassado de gestão da religião" por uma crise que está agitando dezenas de milhões de fiéis chineses, que têm depositado mais fé no cristianismo do que no Partido Comunista ateísta. Também sugere que essas políticas levarão invariavelmente a mais conflitos sociais, aquilo que os líderes chineses estão tão ávidos em evitar.

"Nós esperamos que ao estabelecer uma comissão especial de investigação, o governo conseguirá lidar com o incidente de Shouwang de um modo racional e sábio, baseado nos princípios de 'colocar a população em primeiro lugar e governar o país segundo a lei' e no espírito generoso de servir os cidadãos, para assim evitar a escalada do conflito entre o Estado e a Igreja", diz a petição, citando um slogan comum da liderança atual.

O documento foi escrito por Xie Moshan e Li Tianen, patriarcas do movimento da igreja domiciliar, que passaram cada um mais de uma década em prisões chinesas.

A perseguição à Shouwang e várias outras igrejas não registradas coincide com uma repressão mais ampla na China, alimentada pela turbulência no mundo árabe, que levou à detenção de um grande número de dissidentes, advogados de direitos e outros vistos como críticos.

Como muitas igrejas não oficiais, Shouwang começou em uma residência particular, mas nos últimos anos ela se tornou uma das maiores e mais ricas congregações da capital. Em 2009, após um despejo anterior ter forçado a igreja a realizar seu culto em um parque, os paroquianos doaram mais de US$ 4 milhões para compra de seu próprio espaço. Mas mesmo de posse de uma escritura, a igreja não foi autorizada pelo governo a ocupar o espaço, um conflito que levou à crise atual.

Em uma coletiva de imprensa regular na quinta-feira, Jiang Yu, uma porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, defendeu a campanha contra a Shouwang, dizendo que seus fiéis tentaram repetidamente "se reunir ilegalmente nas ruas", segundo a agência de notícias "Reuters".

"Para manter a ordem pública e a segurança, os departamentos de segurança pública tomaram as medidas apropriadas", ela disse.

DIGA NÃO AO PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL E A TODOS COMUNISTAS DO MUNDO.

VIA GRITOS DE ALERTA
COM INF. PORTAS ABERTAS

10 motivos para ser um CRISTÃO alegre



DEZ MOTIVOS PARA VIVER ALEGRE, Fp 4.4


1. O crente deve ser alegre porque possui a alegria da salvação
a. Essa alegria mora dentro de cada um de nós
b. Ela é um grande tesouro e não podemos permitir que satanás nos roube, Jo 10.10.
c. Davi rogou a Deus que lhe desse outra vez essa alegria, Sl 51.

2. O crente deve ser alegre porque a alegria do Senhor é a nossa força
a. O crente que não tem alegria não tem força
b. Neemias disse que a alegria do Senhor é nossa força, Ne 8.10
c. Nossa esperança se mantém quando nossa alegria é estável, Rm 12.12.

3. O crente deve ser alegre, mesmo quando estiver tentado, Tg 1.2
a. Devemos estar alegres antes da tentação
b. Devemos conservar a alegr4ia durante a tentação
c. Devemos alegrar-nos depois da tentação

4. O crente deve ser alegre,mesmo quando estiver sendo perseguido, Mt 5.11,12
a. Perseguições não devem matar nossa alegria
b. Perseguições são inferiores à nossa alegria;
c. Jesus nos ordenou a manter a alegria, independentemente de aflições e perseguições

5. O crente deve ser alegre sempre, Fp 4.4
a. Devemos ser alegres na hora da saúde e na hora da enfermidade
b. Devemos ser alegres quando temos dinheiro e quando estamos sem dinheiro
c. Como Paulo, devemos ser alegres, presos ou livres.

6. O crente deve ser alegre em seu serviço para Deus, Sl 2.11
a. Devemos ser alegres quando recebemos responsabilidades na Obra de Deus
b. Devemos ser alegres enquanto cumprimos nossa responsabilidade
c. Devemos estar alegres na hora da recompensa

7. O crente deve ser alegre com a chuva que cai sobre a terra, Jl 2.23
a. A chuva prepara a terra para a semeadura
b. A chuva prepara a terra para a colheita
c. A chuva mantém o equilibro da agricultura

8. O crente deve ser alegre porque o seu nome está escrito nos céus, Lc 10.20
a. Satanás e os demônios não tem seus nomes escritos nos céus
b. Os pecadores não têm seus nomes escritos no livro da vida
c. Os salvos por Cristo tem seus nomes escritos no livro da vida

9. O crente deve ser alegre com os desviados que voltam para a casa paternal, Lc 15.6,9
a. Porque eles foram recuperados para Deus
b. Porque eles deixaram de ser escravos de satanás
c. Porque eles aumentam as fileiras dos santos em Cristo

10. O crente deve ser alegre quando se juntar aos que estão alegres, Rm 12.15
a. A verdadeira alegria é emocionante
b. A verdadeira alegria é impactante
c. A verdadeira alegria é contagiante





SEJA ALEGRE EM SERVIR AO DEUS QUE FEZ TUDO !!
Dê um sorriso para seu irmã Hoje !

MACONHEIROS DE PLANTÃO -Igreja entra na Justiça para garantir direito de usar maconha em cultos

bobi esponja fumando maconha
A Igreja do Universo, com sede no Canadá, entrou em uma disputa judicial para ter o direito a utilizar maconha com fins religiosos. Representada pela figura de Christopher Bennett, Sacerdote da igreja, a disputa começou em 2009, quando Bennett enviou uma carta ao ministro da saúde solicitando que a erva fosse incluída como item de prática religiosa na lei que regulamenta o uso de substâncias controladas.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Recentemente, o Juiz Michel Shore divulgou decisão contrária às solicitações feitas por Bennett, afirmando que não foi provado que a maconha tenha “qualquer ligação com a religião”. Bennett afirma que em seus estudos, chegou à conclusão que a cannabis sativa (nome científico da erva) seja uma forma de consciência coletiva, uma manifestação divina. Ele publicou três livros sobre o assunto e garante usar maconha em rituais religiosos há mais de vinte anos. Curiosamente, o juiz Michel Shore também tem livros publicados sobre religião e espiritualidade.
Hoje com 49 anos, o defensor da erva afirma que passou a frequentar a Igreja do Universo em 1990, quando em uma de suas sessões recebeu uma revelação da própria maconha de que na verdade, a cannabis não era uma droga, mas sim, a árvore da vida mencionada no Apocalipse.
Em seu argumento, Bennett relacionou diversos casos de religiões que, ao longo do tempo, utilizaram a maconha em seus rituais, como forma de alcançar um nível superior de espiritualidade. O juiz Shore, reconheceu que apesar dos fatos históricos listados, Bennett não conseguiu provar a relevância da maconha para uma religião, e entendeu que a legislação do Canadá não poderia privilegiar os adeptos de uma seita. No Canadá, a maconha é permitida para fins medicinais, com uso controlado por meio de prescrições médicas, e em relação a isso, o juiz entendeu que nesses casos, a erva é utilizada para proteger a segurança e a saúde pública.
Inconformado com a decisão, Bennett afirmou que tratava-se “claramente de uma discriminação religiosa”. O sacerdote da Igreja do Universo é dono de uma loja que comercializa ervas místicas e também colabora com um site que divulga conteúdo ligado à maconha. No processo, segundo o Gospel Prime, Bennett inseriu uma pesquisa feita no Google, e afirmou que os termos “Jesus” e “maconha” aparecem em diversos conteúdos ligados à religião.
As doutrinas da Igreja do Universo defendem que a maconha é citada na Bíblia em diversas passagens, e que por uma tradução errada, teria sido omitida nos escritos.
Uma dessas passagens bíblicas que a igreja contesta, é a de Êxodo 30:23, onde é mencionado uma quantidade de cálamo para a unção dos sacerdotes. Nesse ponto, as doutrinas defendidas por Bennett indicam que o termo cálamo é resultado da tradução errada de “Kaneh-Bosum”, e que o correto seria “cânhamo”, um outro nome dado à maconha. Baseados nisso, afirmam que Jesus e seus discípulos usaram maconha para ungir e curar enfermos.
Christopher Bennett e a Igreja do Universo irão recorrer da sentença, para garantir que seus rituais continuem sendo praticados de forma intensa e completa.

VIA GRITOS DE ALERTA
inf. Gospel +

AMADOS , TENHAM UM FINAL DE SEMANA DE BENÇÃO - ESTAMOS AI NOS BASTIDORES DAS MANIFESTAÇÕES PACIFICAS. DEUS OS ABENÇOE MUITO . O BRASIL PRECISA AGORA É ACORDAR PARA JESUS - JESUS SALVA ESSA NAÇÃO .

LIDER EVANGELICO QUE FALA QUE É PROTESTANTE E FICA CALADO NÃO É PROTESTANTE E SIM ENGANADOR . VAI ENGANAR O CAPETA COM SUA RETÓRICA FALSA

BISPO ROBERTO TORRECILHAS APOIA AS MANIFESTAÇÕES PACIFICAS CONTRA A CORRUPÇÃO JUNTO COM A ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA.


Dizendo-se estar “sob o impacto dos últimos acontecimentos em nossa nação”, afirma que o movimento nacional “traz a todos um sentimento de perplexidade e um chamado à reflexão”. A Aliança acredita que está “claro e evidente o descontentamento e o desejo por mudanças profundas e concretas” na sociedade.
Embora censure os atos pontuais de vandalismo, reafirme que as manifestações têm um “tom pacífico e propositivo” e que é necessário “se manter um cuidado crítico em relação ao que se recebe por parte das mídias”.
Em nenhum momento a questão religiosa veio a tona nas passeatas nem igrejas foram vandalizadas, a Aliança Cristã Evangélica Brasileira é favorável à utilização desses “instrumentos democráticos” como prova de “uma espiritualidade cristã encarnada, que incida nas questões de ordem pública para o estabelecimento da justiça social”.
Preocupados com os rumos que o movimento pode tomar, decide conclamar as igrejas brasileiras a orarem pelo país e pelas autoridades constituídas, rogando que elas “tenham o bom senso e a coragem de apresentar respostas que sinalizem o início de diálogos na direção da garantia das demandas populares”. Além disso, pedem que as orações sejam em prol da “justiça e paz social, elementos constituintes do reino de Deus”.
Sem esquecer de pedir intercessão “por nós mesmos, como igreja, para que sejamos sensíveis aos movimentos do Espírito Santo em meio aos processos conturbados, e façamos escolhas que reflitam a luz de Deus diante dos homens, através de testemunhos de boas obras e práticas da justiça”.
O tom político é mais ameno do que as manifestações da entidade quando se posicionou contra a indicação do pastor Marco Feliciano para a Comissão  de Direitos Humanos, dois meses atrás.
Embora não apresente nenhum pedido ao governo nem faça propostas concretas de como a igreja poderia se envolver nas mudanças exigidas pela população de um país onde um terço da população se diz evangélica, ecoa no final as palavras do pastor Carlos Queiroz, membro da Aliança conhecido por seu trabalho social no nordeste do Brasil há anos: “A justiça de Deus é bem maior que o conceito de justiça do ser humano. É baseada em valores como mansidão, sensibilidade, misericórdia e amor. Mas isso não quer dizer que a justiça de Deus é menor do que o mínimo exigido pela justiça humana, como o direito à habitação, alimentação, saúde, educação, lazer, liberdade de exercer a vocação humana.”


VIA GRITOS DE ALERTA / NG

Procuradores vão fazer ato público contra PEC 37

Procuradores da República, servidores e estagiários do Ministério Público Federal de São Paulo vão participar de ato público contra a PEC37, chamada de PEC da Impunidade, neste sábado, 22. A manifestação será realizada no Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista - palco das maiores concentrações e passeatas de manifestantes contra a corrupção no País.
A PEC 37 é a proposta de emenda à Constituição que alija promotores de Justiça e procuradores da República das investigações de natureza criminal, conferindo tal atribuição exclusivamente às polícias judiciárias - Federal e dos Estados.
A PEC 37 irrita o Ministério Público em todo o País. Diante do impasse, a votação da emenda na Câmara poderá ser adiada.
O ato público contra a emenda terá início às 15 horas deste sábado. Serão estendidas faixas com as inscrições "PEC 37: não é para adiar, é para rejeitar" e "PEC 37: menos corrupção, mais investigação."
Segundo a Assessoria de Comunicação do Ministério Público Federal de São Paulo a iniciativa busca "mostrar pacificamente a indignação com a proposta que pode alterar a Constituição Federal para excluir o Ministério Público das apurações dos crimes de qualquer natureza".
De acordo com o texto da PEC, apenas as polícias federal e civil dos estados e do Distrito Federal terão atribuição para investigar as infrações penais de qualquer natureza.
Para o procurador-chefe em exercício do Ministério Público Federal de São Paulo, Áureo Lopes, "a sociedade tem demonstrado, nos recentes protestos realizados nas ruas de várias cidades do país, seu repúdio à corrupção e à impunidade".
"A luta contra a PEC 37, a PEC da Impunidade, está a cada dia mais presente na pauta das manifestações", observa Lopes. "Se queremos efetividade no combate à corrupção, o poder de investigação não pode ficar restrito apenas às polícias, que são subordinadas ao Executivo."
O procurador destaca que em casos importantes como o recente escândalo da Máfia do Asfalto - organização que fraudava licitações no interior do Estado de São Paulo -, não teriam sido esclarecidos sem a atuação do Ministério Público Federal.
"O Ministério Público identificou a fraude a partir da análise de documentos sobre convênios firmados por prefeituras com o Governo Federal. Essa análise documental foi inteiramente feita pelo Ministério Público, e as irregularidades detectadas serviram para instruir a requisição de instauração de inquérito policial para o aprofundamento das investigações."
"Se o Ministério Público não tivesse esse poder de requisitar documentos e de analisá-los, o caso provavelmente não teria vindo à tona", avalia.
Segundo o Ministério Público, se aprovada a PEC outras instituições, como Receita Federal, Banco Central, Tribunais de Contas da União e dos Estados, Controladoria-Geral da União, também ficarão impedidas de realizar investigações em caráter de colaboração à polícia para combater a criminalidade no País. 

ESTADÃO

O QUE É SER CRISTÃO PROTESTANTE DE VERDADE ?


Um cristão protestante era o que todos os cristãos deveriam ser, não digo em relação a divisão das três ramificações do cristianismo, entre católicos, protestantes e ortodoxos, e sim em relação a conduta, pois ser protestante é ser alguém que não ser conformar com tais situações. por exemplo, quando um político é corrupto e o povo se volta contra seus atos, o povo protesta e o tira do governo, assim como nosso povo brasileiro fez com o ex-presidente Fernando Collor. 
No caso dos cristãos, devemos protestar e não aceitar os erros, pecados introduzidos em nossas igrejas e o sistema pecaminoso deste mundo, inclusive sistema esse que influência as pessoas com o auxílio da mídia, tudo para que as pessoas, vivam sozinhas, se divorciem por  qualquer coisa, que mostra que o adultério é normal, que beber bebidas alcoólicas faz parte da diversão e sem a bebida não tem dá pra se divertir, sistema este que tenta enfraquecer a mais antigas das instituições : a família.

Veja o que Deus tem a dizer para nós:

"Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus."
(Romanos 12:1 e 2)

Veja o que Deus disse pela sua Santa Palavra, que temos que manter nosso corpo apresentáveis diante Dele, ou seja, digno, limpo, não entregando nossos corpos(inclusive nossa mente) aos desejos pecaminosos de nossa carne. Além do que não devemos nos conformar com este mundo, ou seja, não nos conformar com este sistema pecaminoso e que muitas vezes entra em nossas igrejas e em nossas condutas. Quando não nos conformamos com algo, protestamos contra tal coisa, não só com palavras, mas com atos e principalmente não fazendo o que achamos errado, e sim o que é certo, temos que fazer a vontade de Deus, mas ai só lendo a sua Palavra para saber o que Deus quer que façamos e assim experimentar a Sua vontade e aproveitar de Suas bençãos. 
Irmãos temos que protestar contra todo erro, seja de seitas, de heresias, e de combate contra o evangelho de Cristo, não podemos nos calar diante de tais coisas.

Para terminar, leiamos o texto da Santa Bíblia:
"Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar vazão à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.
Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros.
Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.
Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
Mas, se sois guiados pelo Espírito Santo, não estais debaixo da lei.
Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,
Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.
Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
Contra estas coisas não há lei.
E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.
Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.
Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros." 
(Gálatas 5:13 ao 26)

Combata a Idolatria, adultérios, impurezas, calunias, injúrias, mentiras e toda a diversidade de pecados, via Guiado pelo Espírito Santo, pregue a Palavra de Deus, ganhe almas pra Cristo, ame seu próximo, fale do amor de Cristo para as pessoas, para que elas possam experimentar o verdadeira alegria que só tem quem serve a Deus com fidelidade.
Combata a corrupção , a roubalheira , o trocar cadeiras para igreja por votos corruptos , o levar as contas da igreja para politicos safados e corruptores .
ENFIM , VAMOS SER PROTESTANTES DE VERDADE E COMBATER OS PECADOS  DE FORA DAS IGREJAS , MAS TAMBÉM OS QUE ESCOLHERAM AS IGREJAS COMO MORADIA ,POIS LÁ ELES TEM O QUE BUSCAM.
 
 
VIA GRITOS DE ALERTA

Jovem morre atropelado durante protestos em Ribeirão Preto

Uma pessoa morreu atropelada nesta quinta-feira na cidade de Ribeirão Preto, no estado de São Paulo, enquanto participava de um dos protestos que ocorreram em quase 80 municípios do país.
"Um indivíduo atropelou um grupo de pessoas e um jovem morreu", informou a Polícia Militar de São Paulo em sua conta no Twitter.
O fato ocorreu na Avenida Fiusta, segundo a fonte, que informou que nesse grupo havia três pessoas, mas não indicou o estado das outras duas.
Trata-se da primeira morte vinculada à onda de protestos que se iniciaram na semana passada em São Paulo por causa do aumento da tarifa do preço do transporte.
Posteriormente foram acrescentadas outras reivindicações, como maiores investimentos na saúde e na educação e críticas à corrupção e aos elevados gastos do governo para organizar eventos como a Copa do Mundo de 2014.
EFE

Policial é afastado de posto após se recusar a avançar sobre manifestantes

Aos poucos, começam a surgir vídeos de momentos nos bastidores das manifestações contra o aumento das tarifas de ônibus e de metrô em São Paulo. O vídeo abaixo é um exemplo.
Um policial foi obrigado a entregar a arma e foi retirado do trabalho pelo comendante na operação na capital paulista. Ele se recusou a avançar sobre os manifestantes e foi repreendido aos gritos pelo chefe. Concorda com o PM? Ou o comandante agiu certo?  

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=pj_3YxZAldk

FIFA MANDA MAIS QUE A DILMA - Fifa admite ter retirado cartazes de estádios na Copa das Confederações


20/06/2013 12h09 - Atualizado em 20/06/2013 20h52
torcida brasil x mexico (Foto: André Durão)

Fifa admite ter retirado cartazes de estádios na Copa das Confederações

Entidade não cita casos específicos, mas diz que procedimento é comum em grandes eventos e usará 'bom senso' ao aplicar seu código de conduta

A Fifa já ordenou a retirada de cartazes de dentro dos estádios na Copa das Confederações. A afirmação é do porta-voz da entidade, Pekka Odriozola, em 'briefing' para a imprensa na manhã desta quinta-feira. Apesar de ter afirmado não poder se referir a casos específicos, disse que a retirada de cartazes de protestos já aconteceu na competição e que isso é normal em competições da Fifa e outros grandes eventos pelo mundo. Nas regras de conduta para o torcedor dentro dos estádios, disponível no site oficial da entidade, está explícito que manifestações políticas dentro das arenas são proibidas.
O manual de conduta, porém, não especifica qual o procedimento a ser adotado no caso de infração. Pekka, questionado sobre o assunto, foi evasivo e, depois de falar em procedimento padrão, citou também "bom senso" e "análise caso a caso".
- Você tem de lidar caso a caso, tentamos aplicar o bom senso. Creio que ontem (na partida entre Brasil e México) funcionou bem porque não houve grandes problemas. Depende do tipo de cartaz. Houve alguns cartazes removidos durante as partidas, mas isso é normal, já aconteceu em diversas partidas pelo mundo. Mas é algo que acontece na maioria das partidas e das competições. Dentro do estádio há um código de conduta. É um código similar para outras competições da Fifa e grandes eventos. - disse Pekka.
Mais protestos nesta quinta-feira
Estão previstos protestos nesta quinta para os arredores do Maracanã. O efetivo no entorno do estádio será de dois mil policiais, além dos 1.050 seguranças privados que trabalharão dentro da arena. De acordo com a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, o perímetro de segurança terá um raio de dois quilômetros, sendo feita uma triagem dos torcedores que estão com ingressos para a partida entre Espanha e Taiti.
Segundo a Fifa, mais de 70 mil ingressos foram vendidos para o jogo. A Secretaria de Estado de Segurança Pública informou que haverá reforço de policiamento nas áreas de protesto. Contudo, não foi informado o efetivo para essa operação.

GLOBO.COM

Fifa ameaça cancelar a Copa das Confederações

A Fifa deu um ultimato ao governo brasileiro: ou as autoridades nacionais garantem a segurança da Copa das Confederações, dos jogadores, comitivas e membros da imprensa internacional que estão no Brasil, ou irá cancelar a realização do evento.
O UOL Esporte apurou que a cúpula da entidade que controla o futebol mundial levou à presidente Dilma Rousseff o seguinte recado: se mais algum membro da Fifa, das seleções que participam da Copa das Confederações ou da imprensa internacional sofrer algum tipo de violência advinda dos protestos que tomaram conta do país, a Copa das Confederações será cancelada.
Oficialmente, a entidade e o Comitê Organizador Local negam qualquer tipo de reclamação ao Governo Brasileiro ou a possibilidade de suspensão da Copa das Confederações. A área de comunicação ligada à Presidência afirma desconhecer o assunto.
Também em virtude desta situação, a presidente da República marcou uma reunião ministerial de emergência para a manhã desta sexta-feira. Um dos objetivos do encontro é encontrar subsídios para convencer a Fifa de que é possível realizar os torneios mundiais no país em segurança.
Delegações já pedem cancelamento
Um dos motivos para que Fifa e Governo comecem a discutir medidas drásticas em relação aos eventos esportivos é o clima de insegurança que passou, a partir desta quinta-feira, a atingir as delegações que estão participando da Copa das Confederações. Os problemas mais graves ocorreram em Salvador.
Nas manifestações realizadas na capital baiana, após confrontos com a polícia nos arredores da Fonte Nova, o protesto migrou para a região do hotel onde membros da Fifa estão hospedados. Alguns manifestantes jogaram pedras sobre dois ônibus oficiais da entidade. Houve também uma tentativa de invasão ao hotel, contida pelo Batalhão de Choque.
A violência já causou uma mudança oficial de comportamento na Fifa. Desde a última quinta-feira, todos os membros da entidade devem ir e voltar juntos ao estádio, sempre com escolta da polícia, independentemente do horário de trabalho dos profissionais.
Além disso, Juca Kfouri, blogueiro do UOL, informou que uma das seleções já teria manifestado a intenção de deixar o Brasil, em razão da insegurança. Segundo ele, "uma delegação, que a Fifa não quer mencionar, mas cujos jogadores trouxeram famílias, está pressionando seu comando para ir embora. Eles dizem que não querem jogar futebol em uma praça de guerra". Essa seleção seria a Itália, ainda de acordo com Kfouri. Oficialmente, a delegação italiana nega a reclamação.
Órgãos de segurança já discutem como conter violência
Na última quinta-feira, a Abin (Agência Brasileira de Inteligência), o Exército Brasileiro e a Secretaria Extraordinária para Grandes Eventos (subordinada ao Ministério da Justiça) debateram o assunto em duas reuniões, em Brasília e Belo Horizonte.
Na capital mineira, a reunião aconteceu na Sala de Situação e Gerenciamento de Crises e Grandes Eventos, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que centraliza informações e operações de segurança durante a Copa das Confederações.
De acordo com o coronel Messeder, chefe de comunicação da 4ª Região do Exército Brasileiro, há 1.600 homens prontos para agir em Minas Gerais para garantir a segurança do Estado durante o evento. "Basta que o governador Antonio Anastasia solicite. Estamos prontos", diz o capitão.
Lei da Copa prevê Fifa indenizada pelo governo
Caso a medida extrema seja adotada e a Fifa, realmente, cancele o evento, a Lei Geral da Copa prevê que o Governo Brasileiro pague eventuais prejuízos da entidade. O capítulo V da Lei, sancionada em 2012, fala sobre o assunto.
O artigo 22 diz que "A União responderá pelos danos que causar, por ação ou omissão, à FIFA, seus representantes legais, empregados ou consultores". O artigo 23 fala que "A União assumirá os efeitos da responsabilidade civil perante a FIFA, seus representantes legais, empregados ou consultores por todo e qualquer dano resultante ou que tenha surgido em função de qualquer incidente ou acidente de segurança relacionado aos Eventos, exceto se e na medida em que a FIFA ou a vítima houver concorrido para a ocorrência do dano".
Além da agressão aos ônibus da delegação de Salvador, a entidade internacional já está lidando, há alguns dias, direta ou indiretamente, com problemas graves decorridos dos protestos. No Rio de Janeiro, a Fifa blindou o centro de distribuição de ingressos. Placas da Copa das Confederações foram destruídas no centro da cidade e, durante um evento paralelo aos jogos, na Avenida Presidente Vargas, tendas foram depredadas.
Patrocinadores da Copa também viraram alvo dos manifestantes. Em São Paulo, um painel da Coca-Cola, que ficava na Avenida Paulista, foi queimado durante um dos protestos. No Rio, a loja da marca ao lado do Maracanã foi fechada, com medo de depredação.


fonte . uol

PROTESTANTE QUE NÃO PROTESTA É MENTIROSO E ENGANADOR . VAMOS AS RUAS .


A convocação de algumas lideranças cristãs para que os fiéis saiam às ruas durante os protestos e engrossem o coro contra a corrupção e mazelas sociais tem se intensificado, apesar da postura conservadora de algumas igrejas.

Entretanto, a convocação sintetizada na hashtag #vemprarua tem sido bastante objetiva por parte de alguns dos mais ativos líderes evangélicos do Brasil. O pastor Guilherme de Carvalho, da Igreja Esperança, em Belo Horizonte, publicou um artigo em seu site no portal da revista Ultimato, convidando fiéis a se juntarem às manifestações.

“No princípio foi disso que a chamaram: ‘baderna!’ Foi assim que a ‘imprensa vendida’ descreveu o movimento [...] Quanto crente estava lá, nas redes sociais, nos blogs, no twitter, chamando todo mundo para descer pra rua? Desceu foi muita gente: abeuenses, Rede Fale, missões urbanas, a turma underground, membros da minha igreja, o líder do departamento de educação cristã, até a minha mulher queria descer, e não foi porque não podia mesmo. E tinha pastor também: batista, presbiteriano, pentecostal, e quem não foi ficou é orando pela manifestação, tentando entender o que se passava”, escreveu Carvalho, relatando a experiência de um dos protestos na capital mineira.

Em São Paulo, o deputado estadual Carlos Bezerra Jr. (PSDB), afirmou que a hora é de se manifestar e mostrar que a igreja de Cristo tem desejo de promover a justiça: “Que a igreja se mantenha mobilizada como foi em Brasília há poucos dias, e vá para as ruas nesses dias de junho. Que a igreja brasileira não se isole: igreja que não se mistura, fala sozinha. Ao invés de cair na graça, cai na desgraça do povo. Opor Igreja e sociedade só interessa a quem quer gado no curral. Igreja não é patrimônio político de ninguém. Não pertence a ninguém senão Jesus. É tempo de oração e de ação profética de denúncia da igreja evangélica, movida por fome e sede de justiça”, escreveu no Twitter.

O pastor Levi Araújo, da Igreja Batista de Água Branca também usou o Twitter para convocar os fiéis: “Quem tem o outro como causa não precisa de novas causas. #ProtestantesSempreProtestando #VemPraRua”.

O pastor Ricardo Gondim, líder da Betesda e que esteve pessoalmente nas manifestações do dia 18 de junho na Avenida Paulista, publicou um artigo listando as injustiças cometidas contra os menos favorecidos da sociedade, e frisou que é preciso continuar com as manifestações até que aconteçam mudanças.

“O leque de desmandos que precisam ser consertados é amplo. Diante de tamanha desarrumação, corre-se o risco de não chegar a lugar nenhum. A pressão popular, entretanto, deve continuar. O povo deve permanecer nas ruas. Chegou a hora de outros setores se envolverem. Partidos que mantém algum idealismo, pastores, teólogos e crentes progressistas das igrejas católica e protestante – e de outras religiões -, terceiro setor que amarga o dia a dia dos pobres e outros movimentos sociais devem se engajar. Nas ruas, os jovens gritaram: O gigante acordou, o gigante acordou. Resta provar que este refrão é verdadeiro. Continuemos”, incentivou Gondim.

Augustus Nicodemus Lopes, reverendo presbiteriano, publicou no site Guia-me um texto em que abordou as manifestações a partir do ponto de vista bíblico, e ressaltou que a Igreja de Cristo deve ir às ruas: “Por mais que as manifestações populares pareçam um poder independente e soberano estão, todavia, debaixo do governo divino. Através delas Deus realiza seu propósito maior, que é promover a sua glória e o bem do seu povo, ainda que, no momento, não percebamos de que forma estas coisas se materializam na história [...] Vejo como legítima a participação dos cristãos em manifestações públicas que sejam ordeiras e pacificas, que não sejam tumultos e que tenham em mente o bem da sociedade e não somente os privilégios dos crentes e evangélicos. Não faz sentido as igrejas se organizarem em passeatas e manifestações e marchas para reivindicar privilégios para os crentes. Estas manifestações são civis, expressões sociais e não um culto”, pontuou.

O Bispo Roberto Torrecilhas , do Ministério Geração Graça e Paz também tem trabalhado com essas denuncias a muitos anos , e desafia a todos cristãos a denunciarem também ,pois segundo o próprio Bispo , profeta de verdade também denuncia o pecado .

O blogueiro e missionário Marcos Botelho publicou um diálogo fictício em que lista situações e motivos para se juntar aos protestos. Confira:

A pergunta que não quer se calar para os seguidores de Jesus Cristo: Jesus iria para as manifestações que aconteceram nos últimos dias no Brasil?

Fui lá perguntar para ele:

Eu – Oi mestre, tudo bem?

Jesus – Mais ou menos, Marcos, o Brasil muito antes das manifestações estava me deixando muito triste.

Eu – Por que dessa tristeza?

Jesus – Por vários motivos, tenho visto vários erros que já tinha falado para evitar como nação, mas que foram ignorados.

Eu – Dê alguns exemplos mestre.

Jesus – São vários, a injustiça aos desamparados que Isaías já tinha denunciado para Judá, um discurso desconexo com a prática, que meu irmão Tiago já tinha falado para tomar cuidado, a corrupção generalizada que o boiadeiro Amós profetizou , a promiscuidade do povo que Oseias sofreu na própria pele para o Brasil entender com clareza, o desprezo com o menor que eu mesmo falei pra nunca deixar acontecer, pois seria melhor amarrar uma pedra no pescoço e ser jogado ao mar.

Eu – E o que podemos fazer para mudar essa realidade?

Jesus – Primeiro, sonde a própria vida para ver se lá dentro a corrupção, a idolatria e o sentimento de levar vantagem a qualquer custo já não tomou conta da sua alma e já está nos seus pequenos atos. Pois, se você não consegue ser justo no pouco, é só questão de circunstancia para ser parte desse sistema corrupto.

Eu – E se fizermos isso, fazemos o que depois?

Jesus – Lute contra a injustiça, não se cale, fale por aqueles que não tem voz, faça isso na internet, na escola, na igreja e nas ruas. Mas faça sempre em amor, nunca use a violência, nunca!

Eu – Então o Senhor iria para as ruas protestar.

Jesus – Não, eu não iria nas manifestações!

Eu – Mas por quê?

Jesus – Ah meu jovem, eu vou subir o morro para amparar aqueles que não tem consciência nem para entender o que está acontecendo, vou encorajar o policial novato que está apavorado, mas que foi escalado para estar em um ponto crítico dos protestos. Vou ao hospital acudir a menina que tomou um tiro de bala de borracha no olho de um policial inconsequente. Eu vou ficar consolando a sua mãe, que vai ficar orando pela insegurança de um filho que saiu pra protestar sem ter certeza que vai voltar. Não vou pra manifestação para você poder ir!


Fonte: Gospel+

Silas Malafaia critica imprensa por chamar PDC 234 de "cura gay"




O pastor Silas Malafaia escreveu um artigo explicando que quando a imprensa noticia a aprovação do PDC 234/2011 o chamando de projeto de “cura gay” ela está mentindo, pois a proposta do deputado João Campos não trata sobre a cura da homossexualidade.
Silas Malafaia critica imprensa por chamar PDC 234 de “cura gay”Entre as declarações do pastor, que é formado em psicologia, ele alega que em sua profissão o termo “cura” não é empregado o que já invalidaria o nome pejorativo dado por militantes do movimento gay que são contra a proposta.
Malafaia diz que dizer que a o projeto que tenta sustar uma resolução do Conselho Federal de Psicologia se trata de impor a cura de homossexuais é “uma afronta à inteligência humana”. “O projeto não visa curar ninguém. E pelo que me consta, a psicologia não se utiliza deste termo ‘cura’”.
Ele entende que a proposta do deputado do PSDB está ligada a classe profissional que não pode ser impedida de ajudar aqueles que buscam por ajuda. “O que o Conselho Federal de Psicologia fez ao impedir que psicólogos tratem de homossexuais que vão pedir ajuda sobre a sua sexualidade, é uma afronta a Constituição e a própria ciência. Por que um heterossexual pode pedir ajuda a um psicólogo sobre sua sexualidade e um homossexual não?”, questiona.
O pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo aproveitou para criticar a direção do CFP dizendo que eles possuem ideologias “esquerdopatas” e lembrando que nenhum outro país do mundo há uma resolução que impeça o profissional de atual.
“É vergonhoso ver as ciências humanas virarem ciências exatas e servir ao ativismo gay”, diz Silas Malafaia que completa: “Um princípio que rege o atendimento profissional a pessoas na área das ciências humanas é que o indivíduo é quem decide se quer ajuda ou não. Em hipótese alguma o terapeuta”.
Manipulação de informações
O pastor Silas Malafaia também comentou sobre a manipulação de informações. Ao dizer que o projeto trata sobre a cura gay, a imprensa conseguiu fazer com que a sociedade rejeitasse a proposta sem antes entender qual é o verdade objetivo da mesma.
“A safadeza da questão é que querem passar para a sociedade como se alguém estivesse obrigando os homossexuais a mudarem o seu comportamento”.
A análise imparcial sobre o texto de João Campos beneficia o ativismo gay que tem interesse em vetar o projeto. “A verdade é a seguinte: homossexualismo é um comportamento que um indivíduo pode desejar ser ou não ser, da mesma forma que a religiosidade também é um comportamento do ser humano que ele pode deixar de ser ou vir a ser da religião que ele bem quiser”.

Jesus participaria das manifestações? Pastor comenta




Jesus participaria das manifestações? Pastor comentaO reverendo Augustus Nicodemus Lopes foi questionado a respeito das manifestações populares que explodiram em todo o país nos últimos dias contra os mais diferentes motivos, desde o aumento das passagens de ônibus, até a corrupção e os altos gastos do governo com os estádios que sediarão a Copa de 2014.
Na opinião de um dos mais renomados líderes evangélicos, o cristão pode sim participar desses protestos, desde que não se envolva com a depredação e a violência. Em dois artigos escritos no blog “O Tempora, O Mores” ele explica o que aconteceu com as manifestações populares na história do cristianismo e como Deus conseguiu reverter as tentativas de acabar com os seus escolhidos.
O pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil também alerta sobre o perigo que é usar passagens bíblicas para dizer que alguns profetas e até mesmo Jesus estariam envolvidos nesses protestos. “Não há na Bíblia lei contra isto [manifestações], embora haja contra o desrespeito, a violência e a depredação dos bens alheios”, diz.
Os profetas que protestaram no Velho Testamento estavam sob uma teocracia e não em um estado laico como é o Brasil. “Eles protestaram e denunciaram as injustiças sociais porque estas eram contra a lei de Deus que era adotada como lei civil de Israel. O protesto deles era basicamente de natureza religiosa embora com implicações sociais”, explica o reverendo.
Nicodemus Lopes é a favor de que o povo denuncie a desobediência às leis que os governantes cometem, mas não aceita que histórias da Bíblia sejam usadas como base. “Teríamos, então, de protestar contra o adultério, a idolatria, a prostituição, e outros pecados contra os quais os profetas se manifestaram e pelos quais foram presos e mortos”, explica ele questionando se todos estariam dispostos a protestar até mesmo contra a sodomia e o adultério de pessoas públicas.
O Bispo Roberto Torrecilhas , EDITOR DO BLOG GRITOS DE ALERTA a tempos tem feito denuncias contra a corrupção , não somente na esfera politica mas também dentro das igrejas .
" Estou muito feliz em ver o povo nas ruas , disse o Bispo Roberto .
Leia na íntegra aqui e aqui.
E você o que acha?

A filha do Lula também ficou RICA com dinheiro público


  
O grande larápio ataca até em Santa Catarina
 


Fundada pela filha de Lula, Lurian, a ONG "Rede 13 Santa Catarina", de Blumenau, recebeu mais de R$ 20 milhões, foi aberta em abril de 2003 e fechada em seguida, em agosto de 2003.

 
 
Usada apenas como fachada para pagar as contas de Lurian e... para comprar o seu magnífico apartamento em Florianópolis, o esquema operacional era coordenado por Eurides Mescolotto, que Presidente do BESC e ex-marido de Ideli Salvatti (olha ela aí de novo).
 

Em Florianópolis, é comentário em todas as rodas, de que Lurian, anda cercada por um aparato de 20 pessoas e 8 automóveis, e que comprou o seu apartamento "com dinheiro do Fome Zero"
  

  
ASSISTA A ESSE VÍDEO, O LULA MOSTRANDO SUA FILHOTA NA CAMPANHA ELEITORAL DE 1989.
http://www.youtube.com/watch?v=ZaBS2umaYnc


fonte . http://averdadequeamidianaomostra.blogspot.com.br/2012/11/a-filha-do-lula-tambem-ficou-rica-com.html?spref=fb 

Caio Fábio pode ser chamado para depor sobre Lula, na operação Lava Jato

Caio Fábio Nesta sexta-feira (8), o site O Antagonista informou que integrantes do Ministério Público Federal (MPF) poderão chamar o pas...