quinta-feira, 21 de setembro de 2017

O QUE SIGNIFICA 5777--"LEI PERFEITA, LEI DA LIBERDADE"



Nenhum texto alternativo automático disponível.
(TG 2:8; 1:25)(ler -2 Co 3:16 a18)."SE CRISTO VOS LIBERTAR SEREIS VERDADEIRAMENTE LIVRES."(JO 8:36)--

Para que pudéssemos receber essa liberdade, Jesus nos convidou este ano PROFETICO 5777 A 5778 que viéssemos até Ele com todos os nossos fardos de pecado. Ele nos oferece o Seu jugo, que é suave (Mateus 11:29 e 30). Se a lei é apresentada sem o poder salvador de Cristo, não há qualquer libertação do pecado. Mas a graça salvadora de Deus, que de nenhuma forma invalida a Lei, traz o poder que nos liberta do pecado, pois "onde está o Espírito do Senhor, aí está a liberdade" (II Coríntios 3:17).
A lei de Deus Restringe o Mal e Traz Bênçãos ---O aumento de crimes, violência, imoralidade e maldade que inunda a Terra, resultou do desprezo que os homens votaram ao Decálogo. Sempre que a lei é aceita, restringe o pecado, promove ações corretas e tornar-se o meio para estabelecer a justiça. Nações que incorporaram os princípios dessas lei a suas leis nacionais, experimentaram grandes bênçãos. Por outro lado, o abandono desses princípios sempre trouxe consigo decidido declínio. Nos tempos do Antigo Testamento, Deus muitas vezes abençoou nações e indivíduos em proporção à obediência destes a Sua lei. Dizem as Escrituras: "A justiça exalta as nações" e "com justiça se estabelece o trono" (Provérbio 14:34; 16:12). “Ele promulgou uma lei para Jacó, instituiu a legislação de Israel, para que aquilo que confiara a nossos pais, eles o transmitissem a seus filhos.”(Sl 77:5) Aqueles que se recusavam a obedecer os mandamentos de Deus, encontravam calamidades (Sl 89:31 e 32). "A maldição do Senhor habita na casa do perverso, porém a morada dos justos Ele abençoa" (Pv 3:33; ler- Lv 26; Dt 28). O mesmo princípio geral continua válido nos dias de hoje.
Alguns têm interpretado erroneamente a afirmação de Paulo, "porque o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê", Eis aqui o significado verdadeiro: que o fim ou propósito da lei é conduzir-nos ao ponto em que podemos perceber nossa pecaminosidade e assim dirigirmos a Cristo para OBTER PERDÃO E, PELA FÉ, recebermos A SUA JUSTIÇA PERFEITA. (Este uso da palavra "fim" [do grego telos] também é encontrado em I Tes 1:5; Tg 5:11 e I Pe 1:9). A Lei Cerimonial representava também um aio(GUIA) que conduzia o indivíduo a Cristo. Os serviços do santuário, com suas ofertas sacrificais, apontavam aos pecadores o perdão de pecados que o sangue do vindouro Cordeiro de Deus, Jesus Cristo, haveria de prover, levando-os, portanto, à compreensão da graça do evangelho da salvação de Deus (PAI)atraves de JESUS CRISTO(FILHO) e do batismo no ESPIRITO SANTO.
“Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do PAI, E DO FILHO, E DO ESPÍRITO SANTO “(Mt 28:19)“ACIMA DE TUDO, PORÉM, REVISTAM-SE DO AMOR, QUE É O ELO PERFEITO.“(CL 3:14)=777 e 5778